Você está na página 1de 7

P

Visão
do Mundo
Geografia C 12.º ano

Radar do Mundo
12
António Lopes
Marco Carvalho
Mariana Pinto Fernandes
Apresentação

Estes cinco conjuntos de propostas de atividades do Radar do Mundo pretendem ser um estímulo à capacidade crítica dos alunos, que deverão
estar atentos a algumas das notícias, vindas um pouco de todo o mundo, que todos os dias nos relatam as mais diversas realidades, com
questões como as condições de saúde, de trabalho, da educação, da segurança, do desemprego ou da paz social.

Tal como o Mais Manual, o Radar do Mundo apresenta textos e exercícios complementares aos diversos subtemas do Programa de Geografia C,
mas de uma forma mais alargada.

O Radar do Mundo encontra-se associado ao e-Manual Premium e surge nos menus Recursos do Professor e Recursos editáveis,
respetivamente:

● num documento em PDF completo;

● em documentos em PDF individuais, por página;

● num documento editável completo.

Com os documentos em PDF individuais, o professor poderá utilizar o Radar do Mundo para trabalhos de grupo, complemento de aulas ou apoio
individualizado a diferentes tipos de alunos, disponibilizando-lhes os ficheiros que entender como mais convenientes para o seu trabalho, por
mail ou através da plataforma utilizada na escola.

Com os documentos editáveis, o professor poderá alterar e atualizar o Radar do Mundo para as situações já reportadas, enriquecendo, ainda
mais, esta ferramenta de trabalho.

Votos de um ano em pleno, com o Radar do Mundo do Visão do Mundo.

Os autores
RADAR DO MUNDO
Objetivos: Visão do Mundo
– Refletir sobre diversas temáticas do mundo atual 1 Geografia C
– Estimular o espírito crítico
– Desenvolver a literacia geográfica

6 ATIVISMO TECNOLÓGICO
7 PROTESTOS NO PAQUISTÃO
O parlamento chinês anunciou,
dia 31, que fará um controlo Três mortos e centenas de
apertado dos candidatos às elei- feridos. Foi este o resultado dos
ções de 2017, em Hong-Kong. Os confrontos, do último fim de
protestos não se fizeram esperar. semana, entre as forças de
Milhares de pessoas juntaram-se segurança paquistaneses e os
no coração do bairro financeiro manisfestantes que acusam o
Senegal Governo de Nawaz Sharif ter
de Hong-Kong para, de telemóvel Bélgica
ÉBOLA IMPARÁVEL Gaza
em punho, lançarem uma campa- O GOVERNO
São agora cinco os países da Síria RECONSTRUÇÃO ganho as eleições de forma
nha de desobediência civil.
KAMIKAZE África ocidental com casos CAÇA AO CAPACETE PARA 2034 fraudulenta, em maio de 2013.
Três meses depois das eleições confirmados de ébola, após
legislativas, a Bélgica continua
AZUL A ONU afirma que a
a chegada de um estudante
Quarenta filipinos, soldados reconstrução das áreas
sem Governo. Mas isso já não da Guiné-Conacri a terri-
residenciais na Faixa de Gaza
E a luta vai continuar...
é notícia dado que o reino é da ONU, escaparam a 31 de
tório senegalês. O jovem
agosto ao cerco da Frente Al demorará 20 anos, com um
um recordista mundial na tinha fugido de Conacri há
Nusra, ligada à Al Qaeda, custo de 4500 milhões de
matéria: em dezembro de três semanas, mesmo estan-
iniciado a 28. Sob sequestro euros. Durante a operação
2011, o executivo de Elio di do sob vigilância das auto-
continuam 44 capacetes Aba Protetora, 17 mil casas
Rupo só tomou posse após um ridades. O Governo de Argentina azuis das ilhas Fiji, foram destruídas. Os
impasse de 541 dias. Agora, Dakar, que mandou encer-
bloqueios israelitas
para não se repetir tal proeza e rar as suas fronteiras, está A nova capital capturados no Montes Golã.
Os terroristas que-rem restringem o acesso a
para o novo primeiro-ministro em alerta total. Os que
indigitado (Kris Peeters) poder contactaram com o infetado
Buenos Aires, a metrópole que é muitas compensação por três materiais indispensáveis ao
mortos, ajuda humanitária processo. Telavive anunciou
ir à Assembeia-Geral da ONU, já foram identificados e vezez classificada como a mais europeia
para Rura – sua base que irá confiscar 400
no final do mês, multiplicam-se encontram-se sob moni- da América do Sul, pode deixar de ser a operacional – e a remoção hectares da Cisjordãnia como
as negosiações. E tudo aponta torização. A atual epidemia
que irá haver uma «coligação já fez mais de 1550 mortos e
capital da Argentina. A Presidente Cristina do grupo da lista da ONU. punição pela morte dos três
estudantes religiosos em
kamikase» de quatro partidos a OMS admite que o número Kirschner admite que esse estatuto passe
Fonte: Visão, n.º 1122, 4 a 10 de em que um só deles é
junho – na base do conflito
de vítimas pode atingir as 20 para Santiago del Ester, cidade de 250 mil iniciado no mês seguinte.
setembro de 2014 francófono – ora a tradição mil.
manda que haja paridade habitantes localizada no noroeste do país. EUA e Reino Unido já Fonte: Visão, n.º 1122, 4 a 10 de
criticaram a decisão.
entre flamengos e valões... Esta ideia é da autoria de Julián Diminguez setembro de 2014
– o líder da Câmara Baixa do Congresso e
potencial candidato à chefia do Estado.

Fonte: Visão, n.º 1122, 4 a 10 de setembro de 2014

Interpretar para melhor conhecer


1. Seleciona a notícia que mais te chamou à atenção. 5. Justifica o "descontrolo" do Ébola, sobretudo no continente africano.
2. Apresenta duas possíveis justificações 6. Comenta a seguinte afirmação "Capacetes azuis são moeda de troca dos
3. Justifica os protestos no Paquistão. terroristas"
4. Comenta o título "Ativismo tecnológico"
RADAR DO MUNDO
Objetivos: Visão do Mundo
– Refletir sobre diversas temáticas do mundo atual 2 Geografia C
– Estimular o espírito crítico
– Desenvolver a literacia geográfica

6 Kobane
A heroína dos curdos
Uma amiga de infância descreve-a como «uma mulher muito inteligente, de
baixa estatura, com 35-40 anos, rechonchuda, com um rosto cor de porcelana».
No entanto, Narin Afrin é um mistério e até pode ser só uma figura de ficção e
propaganda. Até ao momento, nunca falou com jornalistas e as suas fotos, que
circulam nas redes sociais, podem também não corresponder à comandante da
Unidade de Proteção Militar (YPG), a milícia curda responsável pela defesa de
Ucrânia Nepal Espanha Kobane (ou Ayn al-Arab), a cidade síria junto à fronteira turca que, desde 16 de
BOMBAS TRAGÉDIA CRIMES NO setembro, está sob assédio dos fundamentalistas do Estado Islâmico. Seja como
ELETORAIS RECORDE Nigéria SEGURO? for, Narin converteu-se num símbolo de resistência e liberdade para os seus
Pode um país em guerra A rota do Annapurna - a GUERRA SUJA Os novos episódios do
civil ter eleições 10.ª montanha mais alta A 14 de abril, 276 escândalo que envolve compatriotas, uma heroína que enfrenta a morte para tornar possível o sonho de
legislativas? No caso da do mundo – foi palco da meninas e adolescentes 86 antigos gestores da um Curdistão autónomo, ou independente. A 20 de outubro, o diário francês Le
Ucrânia a resposta é pior tragédia alguma vez foram sequestradas no Caja Madrid – uma
afirmativa, onde mais de ocorrida nos Himalaias, nordeste da Nigéria fraude com cartões de Figaro chamou-lhe a «Joana d'Arc dos curdos», data em que os EUA lançaram,
20 milhões de eleitores devido a um conjunto de pelo mais conhecido crédito para gastos pela primeira vez, armas sobre Kobane para o YPG e os seus «peshmergas»
escolhem no domigo, 26, avalanchas que grupo de terrosita do pessoais – promete. A
os seus representantes no provocara, pelo menos, país, os Boko Haram, Miguel Blesa, ex-
impeçam o Estado Islâmico de conquistar a cidade que há poucos meses tinha
Parlamento de Kiev. O 41 mortos na passada cujo nome significa «a chairman do banco mais de 50 mil habitantes e onde agora já se restam algumas centenas de civis.
sufrágio contará com a semana. Mais 400 educação ocidental é resgatado com dinheiros
presença de 2300 pessoas tiveram também pecado». A 17 de públicos e que Reza a lenda que os jihadistas acreditam que jamais irão para o paraíso – onde os
observadores de ser resgatadas e o outubro, o Governo de desbaratou 436 mil esperam 72 virgens – se forem mortos por uma mulher...
Governo de Katmendu Suécia/Rússia
internacionais e é uma Abuja anunciou uma euros com a sua «tarjeta
incognita o que pode que agora impor novas
regras às expedições,
Caça ao submarino trégua com a fantasma» foi pedida
suceder nas regiões
separatistas de Donestsk e incluindo uso Seis navios de guerra, vários organização
fundamentalista e um
uma fiança de 16
milhões [de euros] para
Interpretar para melhor conhecer
permanente de GPS e helicópteros e mais de duas centenas
Luhansk. O conflito entre
o Governo central e estas contratação obrigatória
acordo para a não ser detido. A Rodrigo
Rato, ex-ministro da
1. Seleciona a notícia que mais te chamou à atenção.
de militares mobilizados para uma libertação das jovens.
«repúblicas populares»
pró-russas já fez 3700
de guias locais.
operação digna de um romance de Mas cinco dias depois, economia e ex-diretor do
FMI, foram exigidos 3
2. Apresenta duas possíveis justificações.
a violência e as
mortos. Os beligerantes John Le Carré. Pelo quinto dia recriminações milhões [de euros]. 3. Justifica a tragédia ocorrida no Nepal.
cometem todo o tipo de consecutivo, as forças armadas suecas mantinham-se... Ambos alegam que as
crimes e, esta semana, a
prosseguiam esta terça-feira, 21, as
fianças deveriam ficar a 4. Relaciona o caso de sequestro das meninas na Nigéria, com o
HRW acusou Kiev de usar cargo da seguradora
bombas de fragmentação manobras para encontrar um Mapfre, com a qual a terrorismo.
em zonas civis. Caja Madrid fez uma
submarino russo que teria entrado
apólice de 100 milhões 5. Estabelece uma correlação entre as notícias relacionadas
furtivamente nas águas territoriais do
país nórdico. Moscovo nega, Estocolmo
para custos penais. Resta
saber se a seguradora
com a Ucrânia e com a Espanha.
diz-se pronto para tudo. aceita cobrir delitos em
casa própria...
6. Explica o sentido da seguinte afirmação: "Narin é
considerada a Joana d'Arc dos Curdos."

Fonte: Visão, n.º 1129, 23 a 29 de setembro de 2014


RADAR DO MUNDO
Objetivos: Visão do mundo
– Refletir sobre diversas temáticas do mundo atual 3 Geografia C
– Estimular o espírito crítico
– Desenvolver a literacia geográfica

5 Japão
Japão pode perder 30 milhões de pessoas até 2050
A proporção de pessoas com mais de 65 anos ultrapassou pela
primeira vez a fasquia de 25%. Governo de Shinzo Abe promove
programas para que as mulheres possam ter mais filhos sem
abandonar o trabalho.
1 França Fonte: Público, 3 de janeiro de 2015

Ligação dos Kouachi à Al-


Qaeda da Península
Arábica foi admitida por
um dos irmãos numa
entrevista telefónica antes 4 Nigéria
2 Croácia 3 Grécia
de morrer. Um líder da Al-
Qaeda na Península Croácia elege a sua Truman, a Europa e a Grécia Arcebispo nigeriano pede reação
Arábica (AQPA), que junta primeira presidente à violência do Boko Haram igual
as células da Arábia Numa altura em que a Grécia vai ter novamente
mulher eleições antecipadas e que se adivinha mais uma grave à que os atentados de Paris
Saudita e do Iémen,
Kolinda Grabar- crise na Europa, com a provável vitória do partido de gerou
felicitou o ataque 6 Austrália
terrorista à redação do Kitarovic tornou-se,, esquerda radical Syriza e a especulação acerca da saída
"Vejo a reação positiva do Governo
Charlie Hebdo [em Paris] e na primeira mulher dos gregos do Euro, o papel desempenhado pelos EUA
francês à questão da violência Casas destruídas e 12 mil hectares
ameaçou França com presidente da Croácia, no pós-Segunda Guerra Mundial deve ser o exemplo a
religiosa depois da morte de de floresta arrasados pelos
novos atentados. ao vencer as eleições ser seguido pelos líderes europeus, sobretudo os
cidadãos neste país. É necessário que incêndios na Austrália
Fonte: Público, 10 de janeiro por uma estreita alemães. Por muito polémico que isso seja, o problema
essa atitude exista não apenas
de 2015 margem de apenas um de fundo na Europa hoje é a falta de capacidade, ou Imprensa local fala em dois
quando se trata da Europa, mas
por cento. vontade, da Alemanha para exercer uma hegemonia desaparecidos e 22 feridos. Desde
também quando se trata da Nigéria,
benigna semelhante à norte-americana dos tempos de 1983 que não havia incêndios tão
Fonte: Público 11 de do Níger, dos Camarões e de outros
Harry S. Truman. devastadores em Adelaide Hills
janeiro 2015 países pobres".
Fonte: Público, 11 de janeiro de 2015
Fonte: Público, 12 de janeiro de 2015 Fonte: Público, 4 de janeiro de 2015

Interpretar para melhor conhecer


Para cada uma das notícias:
1.1. Identifica o tema programático em que se insere.
1.2. Destaca o aspeto mais importante.
1.3. Apresenta o teu posicionamento crítico.
RADAR DO MUNDO
Objetivos: Visão do Mundo
– Refletir sobre diversas temáticas do mundo atual 4 Geografia C
– Estimular o espírito crítico
– Desenvolver a literacia geográfica
-
1 EUA 4 Síria
Polícia que asfixiou suspeito em O Programa Alimentar Mundial (PAM) anunciou hoje a
Nova Iorque não vai a julgamento suspensão do seu programa de ajuda alimentar a 1,7
milhões de refugiados sírios
A agência da ONU, anunciou "ter sido forçada" a suspender este
programa dirigido aos "refugiados sírios pobres na Jordânia, Líbano,
Turquia, Iraque e Egito".
"A suspensão da ajuda alimentar do PAM vai colocar em perigo a
saúde e a segurança destes refugiados e poderá mesmo originar
2 Quénia novas tensões, instabilidade e insegurança nos países limítrofes de
acolhimento".
Al-Shabab ataca autocarro e mata 28 3 Israel Fonte: www.rtp.pt, 1 de dezembro de 2014
passageiros
Um ataque violento
Um grande júri decidiu esta quarta-feira
Extremistas islâmicos do grupo somali Al-
não acusar um polícia norte-americano Dois palestinianos
Shabab atacaram este sábado um 5 Irão
pela morte de Eric Garner, um homem invadiram uma sinagoga
autocarro no norte do Quénia e mataram
negro de 43 anos que foi asfixiado [templo religioso dos Alargado prazo para acordo sobre programa nuclear do Irão
28 dos 60 passageiros.
durante uma detenção em Nova Iorque, judeus] em Jerusalém e
A todos foi pedido que recitassem versos O grupo de países 5 + 1, do qual fazem parte a China, EUA, França,
em julho. mataram seis pessoas.
islâmicos (Shahada), [sendo que] os que Rússia, Reino Unido, Alemanha e Irão, decidiram alargar o prazo
Uma semana depois de um outro grande Oito outras [pessoas]
não conseguiram foram acusados de serem para um acordo sobre o programa nuclear iraniano por mais sete
júri não ter levado a julgamento o polícia ficaram feridas. Os dois
não muçulmanos, alinhados no exterior do meses.
que matou Michael Brown, em Ferguson, atacantes foram
autocarro e assassinados com um tiro na O objetivo é garantir, por um lado, que o Governo do Teerão reduza
outra decisão promete incendiar ainda perseguidos e mortos
cabeça. o enriquecimento de urânio, não permitindo o desenvolvimento de
mais a sociedade norte-americana. Fonte: http://expresso.sapo.pt,
pela polícia [israelita].
armas nucleares, e por outro, o levantamento das sanções
Fonte: www.publico.pt, 22 de novembro de 2014 Fonte: www.tsf.pt, internacionais contra o país.
3 de dezembro de 2014 17 de novembro de 2014
Fonte: http://expresso.sapo.pt, 24 de novembro de 2014

Interpretar para melhor conhecer


1. Enquadra cada uma das notícias nos diferentes temas do Programa de Geografia C.
2. Seleciona a notícia que mais te sensibilizou e apresenta argumentos justificativos.
3. Explicita com base nas notícias, o conteúdo da seguinte afirmação: "As causas da violência e do terrorismo são múltiplas".
4. Comenta o papel da ONU no contexto internacional.
RADAR DO MUNDO
Objetivos: Visão do Mundo
– Refletir sobre diversas temáticas do mundo atual 5 Geografia C
– Estimular o espírito crítico
– Desenvolver a literacia geográfica

Interpretar para melhor


conhecer
1. Para cada uma das notícias:
1.1. Identifica o principal
conteúdo de abordagem.
1.2. Destaca o aspeto mais
importante.
1.3. Menciona uma palavra-
1 Alemanha 2 França
chave.
DESUNIDOS PELO ISLÃO DECLÍNIO E SUBMISSÃO
Boa parte dos monumentos Os franceses ficaram a
5 Nigéria 2. Apresenta o teu
O AVANÇO DO CALIFADO
e espaços públicos das saber, esta semana, que o 4 Rússia posicionamento
CRISE, VODKA E O exército nigeriano continua a
prinipais cidades alemãs seu país deixou de ser a
somar derrotas frente ao crítico.
ficaram na noite de dia 5 às quinta maior potência LAMBORGHINIS
escuras devido às económica do planeta O Presidente Putin tem movimento fundamentalista 3. Justifica a seguinte afirmação:
manifestações xenófobas (ultrapassado pelo Reino uma taxa de popularidade islâmica Boko Haram. E a 3 de "Vivemos um mundo de
que, desde outubro, Unido). Um declínio que acima dos 80% e parece janeiro a guerrilha que
disposto a tudo para a
incertezas e de muitas tensões".
mobilizam cada vez mais muitos justificam com o pretende instaurar um califado
gente. Convocadas todas as excesso de estrangeiros no manter. A partir de 1 de
no norte do país conseguiu
segundas-ferias pelos país e a crescente 3 Espanha fevereiro, ao contrário do
islamizaçao. Questão que sucede com a uma conquista estratégica: a
autodenominados Patriotas OS CARRIS DO POPULISMO
Europeus Contra a agudizada com o novo generalidade dos bens de base militar de Baga, junto ao
O Governo de Mariano Rajoy já está em modo de
Islamização do Ocidente romance de Michel consumo, o preço do lago Chade, tendo espalhado o
pré-campanha para as eleições municipais e
(PEGIDA), o primeiro Houllebecq, intitulado vodka vai baixar 16%. Com caos e o terror em várias
protesto de 2015 contou Submissão, e no qual se autonómicas de maio e as legislativas de dezembro. E o rublo em queda livre, o localidades da região. Desta
com perto de 18 mil pessoas retrata uma França o orçamento do Estado para 2015 também reflete a mercado de autmóveis de
forma, a guerrilha passa a
em Dresden, a capital da presidida por um necessidade de conquistar votos. luxo agradece, com os
controlar boa parte do estado
Saxónia, a cantarem «Nós Até ao final do ano, a atual rede ferreviária de alta russos abonados a
desfazerem-se da moeda de Borno e dos postos
somos o Povo». Na sua velocidade vai ganhar mil novos quilómetros, num
mensagem de ano novo, [a nacional. fronteiriços com os Camarões.
investimento de 3561 milhões de euros (apenas 285
chanceler] Angela Merkel Nos últimos cinco anos, a
milhões [são provenientes do orçamento] da União
pediu aos seus compatriotas insurreição dos Boko Haram já
para não participarem nas Europeia).
fez mais de 13 mil mortos e 1,5
marchas. milhões de deslocados.

Fonte: Visão, n.º 1140, 8 a 14 de janeiro de 2015