Você está na página 1de 28

CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO

SUSTENTABILIDADE E SEGURANÇA

1 - Evolução histórica em matéria de SHST

Carlos Oliveira 2020


Evolução histórica em matéria de SHST

• Sem regras de segurança não tinha sobrevivido até hoje

• Hipócrates (médico, 42 a.C.) conclui que o chumbo


provocava a morte

Segurança
e o homem • Na Idade Média é relacionada a “asma dos mineiros” com
as indústrias extractivas

• Em 1930, Charles Thackrah, pública a primeira obra inglesa


sobre doenças profissionais

Carlos Oliveira 2019


Evolução histórica em matéria de SHST
•O surgimento de máquinas, originou a
concentração de trabalhadores por unidade de
produção

Revolução Industrial e • Procura mão-de-obra barata, mulheres e crianças,


a Segurança e Saúde
sem experiência, fez aumentar o número de
acidentes de trabalho

• Surgem novas doenças:

 Surdez devido ao ruído das caldeiras

 Tumores devido ao fumo de


combustão

 Acidentes com as máquinas


Evolução histórica em matéria de SHST

• “Lei de Saúde e Moral dos Aprendizes”, horário de trabalho de


12 horas e proíbe grande parte do trabalho nocturno, Inglaterra

• Os inspectores de trabalho surgiram em Inglaterra (1830)

• “Regulamentação de Higiene e Segurança Francesa” (1862)


Génese da
regulamentação • “Código Industrial da Federação Germânica” (1869)

• Legislação sobre trabalho de mulheres e crianças nas fábricas


e oficinas em Portugal (1891)

• Legislação sobre trabalho na construção civil em Portugal


(1895)
Evolução histórica em matéria de SHST

• Planeamento do trabalho e do trabalhador,


divisão do trabalho, estudo dos tempos e métodos
de trabalho

• Separação entre o trabalho e da concepção

Organização • Consequente monotonia do trabalho repetitivo


científica do trabalho

• Caminho fértil para o aumento dos acidentes de


trabalho

• Trabalho intensivo provoca mais riscos e


doenças profissionais, quer de ordem física, quer
psicológica
Evolução histórica em matéria de SHST

• Divisão do trabalho, disciplina, unidade do comando,


subordinação do interesse individual ao bem comum,
hierarquia, ordem, renumeração, equidade,
estabilidade do pessoal e espírito de equipa, era sinal
Teoria Clássica de maior eficiência e produtividade.
da
Administração

• Abordagem que permitiu que a prevenção de riscos


fosse considerada a partir do topo da hierarquia
Evolução histórica em matéria de SHST

• Planificação exaustiva, cadeias de montagem


movidas a electricidade

Henry Ford

• Potenciou os acidentes de trabalho em que o


homem estava subordinado à máquina
Evolução histórica em matéria de SHST

• Fundada em 1919 na Conferência da paz, reconhecida


pela ONU em 1945

Organização
Internacional do • Constituída por representantes dos parceiros sociais e
Trabalho - OIT dos governos dos Estados membros, Portugal é fundador

• Formar consensos: emprego, políticas sociais, relações


laborais, condições de trabalho e segurança social
Evolução histórica em matéria de SHST

• Os trabalhadores são integrados no grupo de


trabalho e participam nas decisões

• Maior produtividade, do que aqueles que


recebem ordens da hierarquia

Escola de Relações
• Relações exteriores à empresa influenciam as
Humanas (EUA1930)
relações de trabalho.

• Relações humanas no trabalho são essenciais


para o seu sucesso

• Redução dos acidentes de trabalho


Evolução histórica em matéria de SHST

Procura sem paralelo da mão-de-obra e uma certa

II Guerra Mundial consciencialização para a necessidade de reduzir os


acidentes de trabalho e as doenças profissionais

•Trabalho humano é controlado pelas máquinas,


que regista e controla o tempo de trabalho e as
pausas
Automatização
industrial
• Novas doenças profissionais, sobretudo a nível
psicológico
Evolução histórica em matéria de SHST
Planificação e definição de responsabilidades, lançando
ainda mão a indicadores estatísticos no controlo de
Gestão de
Segurança qualidade, a métodos de recrutamento e a selecção de
pessoal

• 1965 é aprovado o regime jurídico de reparação


dos acidentes de trabalho e doenças profissionais
Medicina do trabalho
em Portugal • Década de 60 e parte dos anos 70, era apenas
para as empresas com 200 ou mais trabalhadores

• Intervenção do Estado, empregadores e


trabalhadores, em que o Estado tem as funções de
Gestão tripartida
da prevenção gestão e de regulação dos interesses dos
empregadores e trabalhadores
Evolução histórica em matéria de SHST
OIT - Convenção 155
• Integração da segurança e saúde nos processos de trabalho

• Prevenção de riscos e fornecimento de EP aos trabalhadores


• Cooperação entre empresas que laboram no mesmo local

• Organização da acção de emergência nos estabelecimentos das empresas

• Participação dos trabalhadores em acções de formação e informação

OIT - Convenção 187


• Realçou a necessidade dos Estados membros serem mais proactivos na
promoção da segurança e saúde do trabalho
• Criação de organismos responsáveis pela área da segurança e saúde

• Existência de um sistema de garantia do cumprimento das leis, incluindo


serviços de inspecção
Evolução histórica em matéria de SHST

Directiva Quadro da Comunidade Económica Europeia (1989)

• Aplica-se a todos os sectores e ramos de actividade económica onde se


desenvolve o trabalho, seja privada, cooperativa ou pública

• A Directiva Quadro introduz uma nova abordagem na responsabilidade dos


empregadores garantirem a segurança e a saúde dos trabalhadores

• Estabelece que a prevenção dos riscos deve ser integrada na planificação


e organização do trabalho
A Segurança e Saúde do Trabalho no Direito Português

.1859 foi publicado o Regulamento das Minas

.1884 regulamentou-se as condições de


segurança nas pedreiras

.1891 regulamentou-se o trabalho de menores e


Século XIX e início
século XX das mulheres nos estabelecimentos industriais

.1895, publicou-se o primeiro diploma sobre


higiene e segurança na construção civil

.1907 foi criado um dia de descanso semanal e a


Caixa de Previdência
A Segurança e Saúde do Trabalho no Direito Português

1913, estabeleceu-se o seguro obrigatório


de acidentes trabalho

.1919, generalizou-se as jornadas: diária


de 8 horas e semanal de 48 h, com
De 1910 a 1926:
1ª República excepção da Agricultura e Serviço
Doméstico

.1922, regulamentou-se as instruções de


higiene, salubridade e segurança nos
estabelecimentos industriais
A Segurança e Saúde do Trabalho no Direito Português

1937, publicação da 1ª lei do contrato individual do


trabalho

.1958, foi publicado o Decreto nº 41 821 que aprovou


o Regulamento de Segurança do Trabalho nas obras
De 1926 a 1974: de construção civil
Estado Novo

. 1962, foi criada a Caixa Nacional de Seguros e


Doenças Profissionais

1971, foi aprovado o Regulamento Geral de


Segurança e Higiene do Trabalho
A Segurança e Saúde do Trabalho no Direito Português

. 1976 foi publicada a Lei da protecção da


maternidade

. 1984, foi reformulada a regulamentação de


Do 25 Abril 1974
protecção das trabalhadoras grávidas, parturientes e
à Adesão de
lactantes
Portugal à
CEE/1986
. 1985, Portugal transpôs para o direito interno a
Convenção da OIT nº 155 por meio do Decreto-Lei nº
1/85, de 16 de Janeiro
A Segurança e Saúde do Trabalho no Direito Português

. 1986, os trabalhadores do sector dos Serviços


foram abrangidos por um regulamento de
segurança e saúde

De 1986 a 2003: . 1991, foi publicado o Decreto-Lei nº 441 que


Período transpôs para o direito nacional a Directiva Quadro
Comunitário
89/391/CEE

. 1995, foi publicado o Dec-Lei nº 155/95 que


adoptou a Directiva Comunitária nº 92/57/CEE,
designada por Directiva Estaleiros
Evolução histórica em matéria de SHST

• IDICT – Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das


Condições de Trabalho (1993)

• Avaliação da melhoria das condições de trabalho, do


Consolidação desenvolvimento da prevenção de riscos profissionais, na
em Portugal
formação especializada, na difusão e aplicação de
conhecimentos científicos em matéria de SHST e fiscalizar

• ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho (2007),


tem o mesmo objectivo que o IDICT
Análise dos acidentes de trabalho
no sector da construção

No seu relatório anual de actividades


Dados da ACT
apresenta dados sobre acidentes de trabalho

Dados do Pordata Informação estatística criada pela


Fundação Manuel Francisco dos Santos

Dados Eurostat Informação estatística da EU

Dados Estrat / Gabinete de


Gabinete de estatística oficial portuguesa
Estratégia e Planeamento
Índices de sinistralidade
Índice de Gravidade
Ig - Índice de Gravidade, (0/00);
N .º Dp N.º Dp - número total de dias perdidos;
Ig  1000 N.º H – número de homens;
N .º H  ht Ht - horas trabalhadas, (h).

Índice de Incidência
Ii - Índice de Incidência, (0/00);
N .º AT
Ii  1000
N.º AT - número de acidentes de trabalho;
N.º t - número de trabalhadores.
N .º t
Índice de Frequência
If - Índice de Frequência, (0/00000)
N.º AT – número de acidentes de trabalho
N .º AT
If  1000000 N.º H – número de homens
N .º H  ht ht - horas trabalhadas
Índices de sinistralidade

Gráfico de índice de incidência de acidentes de trabalho na construção na União Europeia


Dados da ACT
Dados da ACT
Trabalho 1 - Análise dos acidentes de trabalho no
sector da construção
Autoridade para as Condições do Trabalho ACT
http://www.act.gov.pt

Ligações Úteis

http://www.act.gov.pt/(pt-PT)/Itens/LigacoesUteis/Paginas/default.aspx

Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (EU-OSHA)

https://osha.europa.eu/pt

Publicações - Napo
https://osha.europa.eu/pt/publications