Você está na página 1de 8

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

PLANO DE NIVELAMENTO

Componente: Ciências Série: 6º ano


Período: 3º TRIMESTRE - 30 dias – XX/XX//2020 a XX/XX/2020 Número de Aulas: 12 aulas
Aulas
1 Acolhimento e roda de conversa
2 Atividades de diagnóstico da aprendizagem de conteúdos essenciais
3 Formato da Terra
4 Movimentos da Terra e suas consequências
5 Características da Terra primitiva
Conteúdos
Essenciais (com foco 6 Litosfera
nos Descritores)
7 Minerais e tipos de rochas
8 Composição e formação do solo
9 Mudanças de estado físico da matéria
10 Elementos químicos e substâncias químicas
11 Misturas e métodos de separação de misturas
12 Atividades de acompanhamento da aprendizagem de conteúdos secundários.
Encaminhamentos Todas as aulas precisam ser planejadas de modo a garantir a aprendizagem, no nivelamento não pode ser diferente,
Metodológicos: pois, é uma ação importante para efetivar a aprendizagem do estudante e está relacionado ao domínio de conteúdos
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

essenciais. Levando-se em consideração os conhecimentos prévios do estudante sugere-se que as aulas sejam
organizadas em três momentos:
1. Conhecimento prévio: retomar os conhecimentos prévios do estudante, relacionando com os conteúdos
trabalhados na AULA PARANÁ.
2. Explicação: realizar a exposição dos conteúdos utilizando notícias da atualidade (TV, jornais e revistas
impressas ou digitais) ou por meio de situações do cotidiano do estudante (observação do céu a olho nu, observação
de um jardim e objetos do dia a dia). Utilizar recursos que contribuam para a aprendizagem do estudante, como:
imagens (impressas ou digitais), animações, sites, jogos, aplicativos para smartphones/tablets, simuladores, trechos
de vídeos, textos científicos e objetos (globo terrestre, planetário, amostras de rochas, amostras de solos, água, gelo,
grãos entre outros).
3. Finalização: relembrar os pontos principais trabalhados na aula e apresentar rapidamente o que será tratado
na próxima aula. É muito importante fazer conexão entre uma aula e outra.
As atividades de diagnóstico e de acompanhamento contribuem para diagnosticar as dificuldades que o estudante
encontra no processo de assimilação/construção dos conhecimentos, identificando e caracterizando as possíveis
causas, bem como para que o professor tenha evidências para avaliar sua prática e, consequentemente, buscar
Avaliação: novas formas de ensinar.
Deve-se considerar a singularidade e a necessidade de cada estudante, portanto, é necessário trabalhar a
flexibilização curricular, considerando instrumentos diversos com questões variadas, levando sempre em conta a
necessidade específica de cada estudante e/ou necessidade educacional especial.
CARNEVALLE, Maíra Rosa (Org.). Araribá mais: ciências. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2018. p. 224.
Matriz Adaptada de Descritores Prova Paraná. Disponível em: <http://www.provaparana.pr.gov.br/Pagina/Conteudos-
Referências:
Prova-Parana-2a-Edicao-2020>.
Habilidades Focais Reúna. Disponível em: <https://institutoreuna.org.br/eixo/curriculo/>.
PLANO DE NIVELAMENTO
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

Componente: Ciências Ano: 7º ano


Período: 3º TRIMESTRE - 30 dias - XX/XX/2020 a XX/XX/2020 Número de Aulas: 12 aulas
Aulas
1 Acolhimento e roda de conversa
2 Atividades de diagnóstico da aprendizagem de conteúdos essenciais
3 Atmosfera
4 Poluição atmosférica e suas consequências
Conteúdos 5 Tectônica das placas e deriva continental
Essenciais (com
6 Cadeia alimentar e teia alimentar
foco nos
Descritores) 7 Relações ecológicas
8 Características e propriedades da matéria
9 Máquinas simples e suas aplicações
10 Calor e temperatura
11 Propagação de calor
12 Atividades de acompanhamento da aprendizagem de conteúdos secundários.
Encaminhamentos Todas as aulas precisam ser planejadas de modo a garantir a aprendizagem, no nivelamento não pode ser
Metodológicos: diferente, pois, é uma ação importante para efetivar a aprendizagem do estudante e está relacionado ao domínio
de conteúdos essenciais. Levando-se em consideração os conhecimentos prévios do estudante sugere-se que as
aulas sejam organizadas em três momentos:
1. Conhecimento prévio: retomar os conhecimentos prévios do estudante, relacionando com os conteúdos
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

trabalhados na AULA PARANÁ.


2. Explicação: realizar a exposição dos conteúdos utilizando notícias da atualidade (TV, jornais e revistas
impressas ou digitais) ou por meio de situações do cotidiano do estudante (observação do céu a olho nu,
observação de um jardim e objetos do dia a dia). Utilizar recursos que contribuam para a aprendizagem do
estudante, como: imagens (impressas ou digitais), animações, sites, jogos, aplicativos para smartphones/tablets,
simuladores, trechos de vídeos, textos científicos e objetos (globo terrestre entre outros).
3. Finalização: relembrar os pontos principais trabalhados na aula e apresentar rapidamente o que será
tratado na próxima aula. É muito importante fazer conexão entre uma aula e outra.
As atividades de diagnóstico e de acompanhamento contribuem para diagnosticar as dificuldades que o estudante
encontra no processo de assimilação/construção dos conhecimentos, identificando e caracterizando as possíveis
causas, bem como para que o professor tenha evidências para avaliar sua prática e, consequentemente, buscar
Avaliação: novas formas de ensinar.
Deve-se considerar a singularidade e a necessidade de cada estudante, portanto, é necessário trabalhar a
flexibilização curricular, considerando instrumentos diversos com questões variadas, levando sempre em conta a
necessidade específica de cada estudante e/ou necessidade educacional especial.
CARNEVALLE, Maíra Rosa (Org.). Araribá mais: ciências. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2018. p. 224.
Matriz Adaptada de Descritores Prova Paraná. Disponível em:
Referências:
<http://www.provaparana.pr.gov.br/Pagina/Conteudos-Prova-Parana-2a-Edicao-2020>.
Habilidades Focais Reúna. Disponível em: <https://institutoreuna.org.br/eixo/curriculo/>.

PLANO DE NIVELAMENTO

Componente: Ciências Ano: 8º ano


Período: 3º TRIMESTRE - 30 dias - XX/XX/2020 a XX/XX/2020 Número de Aulas: 12 aulas
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

Aulas
1 Acolhimento e roda de conversa
2 Atividades de diagnóstico da aprendizagem de conteúdos essenciais
3 Movimentos Sol/Terra/Lua e suas consequências
4 Hidrosfera
Conteúdos 5 Poluição hídrica e suas consequências
Essenciais (com
6 Mudanças de estado físico da matéria
foco nos
Descritores) 7 Características e propriedades da matéria
8 Formas e fontes de energia
9 Transformações de energia
10 Trabalho e potência
11 Circuito elétrico
12 Atividades de acompanhamento da aprendizagem de conteúdos secundários.
Encaminhamentos Todas as aulas precisam ser planejadas de modo a garantir a aprendizagem, no nivelamento não pode ser
Metodológicos: diferente, pois, é uma ação importante para efetivar a aprendizagem do estudante e está relacionado ao domínio
de conteúdos essenciais. Levando-se em consideração os conhecimentos prévios do estudante sugere-se que as
aulas sejam organizadas em três momentos:
1. Conhecimento prévio: retomar os conhecimentos prévios do estudante, relacionando com os conteúdos
trabalhados na AULA PARANÁ.
2. Explicação: realizar a exposição dos conteúdos utilizando notícias da atualidade (TV, jornais e revistas
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

impressas ou digitais) ou por meio de situações do cotidiano do estudante (observação do céu a olho nu, e
objetos do dia a dia). Utilizar recursos que contribuam para a aprendizagem do estudante, como: imagens
(impressas ou digitais), animações, sites, jogos, aplicativos para smartphones/tablets, simuladores, trechos de
vídeos, textos científicos e objetos (globo terrestre, planetário, amostras de rochas, amostras de solos, água, gelo,
aparelhos elétricos, circuitos elétricos entre outros).
3. Finalização: relembrar os pontos principais trabalhados na aula e apresentar rapidamente o que será
tratado na próxima aula. É muito importante fazer conexão entre uma aula e outra.
As atividades de diagnóstico e de acompanhamento contribuem para diagnosticar as dificuldades que o estudante
encontra no processo de assimilação/construção dos conhecimentos, identificando e caracterizando as possíveis
causas, bem como para que o professor tenha evidências para avaliar sua prática e, consequentemente, buscar
Avaliação: novas formas de ensinar.
Deve-se considerar a singularidade e a necessidade de cada estudante, portanto, é necessário trabalhar a
flexibilização curricular, considerando instrumentos diversos com questões variadas, levando sempre em conta a
necessidade específica de cada estudante e/ou necessidade educacional especial.
CARNEVALLE, Maíra Rosa (Org.). Araribá mais: ciências. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2018. p. 224.
Matriz Adaptada de Descritores Prova Paraná. Disponível em:
Referências:
<http://www.provaparana.pr.gov.br/Pagina/Conteudos-Prova-Parana-2a-Edicao-2020>.
Habilidades Focais Reúna. Disponível em: <https://institutoreuna.org.br/eixo/curriculo/>.
PLANO DE NIVELAMENTO

Componente: Ciências Ano: 9º ano


Período: 3º TRIMESTRE - 30 dias - XX/XX/2020 a XX/XX/2020 Número de Aulas: 12 aulas
Conteúdos Aulas
Essenciais (com
1 Acolhimento e roda de conversa
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

2 Atividades de diagnóstico da aprendizagem de conteúdos essenciais


3 Universo e Sistema Solar
4 Mudanças de estado físico da matéria
5 Substâncias
6 Reações químicas
7 Leis ponderais
foco nos
Descritores) 8 Modelos atômicos
9 Calor e temperatura
10 Sistema reprodutor masculino
11 Sistema reprodutor feminino
12 Atividades de acompanhamento da aprendizagem de conteúdos secundários.
Encaminhamentos Todas as aulas precisam ser planejadas de modo a garantir a aprendizagem, no nivelamento não pode ser
Metodológicos: diferente, pois, é uma ação importante para efetivar a aprendizagem do estudante e está relacionado ao domínio
de conteúdos essenciais. Levando-se em consideração os conhecimentos prévios do estudante sugere-se que as
aulas sejam organizadas em três momentos:
1. Conhecimento prévio: retomar os conhecimentos prévios do estudante, relacionando com os conteúdos
trabalhados na AULA PARANÁ.
2. Explicação: realizar a exposição dos conteúdos utilizando notícias da atualidade (TV, jornais e revistas
impressas ou digitais) ou por meio de situações do cotidiano do estudante (observação do céu a olho nu, e
objetos do dia a dia). Utilizar recursos que contribuam para a aprendizagem do estudante, como: imagens
(impressas ou digitais), animações, sites, jogos, aplicativos para smartphones/tablets, simuladores, trechos de
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

vídeos, textos científicos e objetos (globo terrestre, planetário, água, gelo, produtos de alimentação e higiene
entre outros).
3. Finalização: relembrar os pontos principais trabalhados na aula e apresentar rapidamente o que será
tratado na próxima aula. É muito importante fazer conexão entre uma aula e outra.
As atividades de diagnóstico e de acompanhamento contribuem para diagnosticar as dificuldades que o estudante
encontra no processo de assimilação/construção dos conhecimentos, identificando e caracterizando as possíveis
causas, bem como para que o professor tenha evidências para avaliar sua prática e, consequentemente, buscar
Avaliação: novas formas de ensinar.
Deve-se considerar a singularidade e a necessidade de cada estudante, portanto, é necessário trabalhar a
flexibilização curricular, considerando instrumentos diversos com questões variadas, levando sempre em conta a
necessidade específica de cada estudante e/ou necessidade educacional especial.
CARNEVALLE, Maíra Rosa (Org.). Araribá mais: ciências. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2018. p. 224.
Matriz Adaptada de Descritores Prova Paraná. Disponível em:
Referências:
<http://www.provaparana.pr.gov.br/Pagina/Conteudos-Prova-Parana-2a-Edicao-2020>.
Habilidades Focais Reúna. Disponível em: <https://institutoreuna.org.br/eixo/curriculo/>.