Você está na página 1de 43

Manual básico WoS, Scopus e PoP

WOS

Com o acesso aos periódicos da Capes liberados seja pela rede UnB ou pelo ACESSO
CAFE, procurar a base de dados da Web of Science (WoS):

Acessar a base de dados Web of Science – Coleção Principal


Digitar a palavra-chave em inglês e clicar em Pesquisa. Caso ela seja uma palavra
composta digitar entre aspas.

No canto superior está a quantidade de resultados. Em uma coluna abaixo existem opções
de refinamento da pesquisa, como ano da publicação, categoria, tipo de documento,
universidades, agências financiadoras, países.

Na coluna de refinar Anos da publicação, clicar em mais opções/valores. O resultado será


mostrado por maior quantidade de resultados, pode ser interessante ajustar para ordem
alfabética, como no caso, que os anos ficam em ordem.
Irei selecionar de 2012 a 2017 (cada um faz o critério de seleção que for mais conveniente
para seu trabalho). Clicar em Refinar.
Aparece 3890 resultados, irei colocar outros critérios de refinamento. Na coluna
Categorias do Web of Science, clicar em mais opções/valores. Escolha 3 categorias:
Engineering Civil, Geography e Social Sciences Interdisciplinary. Clicar em refinar.

Tive como resultado 682. Cada categoria possui uma quantidade de resultados, as vezes
se você escolher várias categorias e somar a quantidade de resultados pode ser que ela
seja menor. Isso, porque alguns resultados estão em mais de uma categoria.
Considerando essa quantidade suficiente, faz-se a análise dos resultados. Clicar em
Analisar resultados.

Escolhida a opção mostrar os 50 primeiros resultados, irei selecionar os campos de


interesse, como: Autores, Conferências, Países/Territórios, Organizações, Agências
financiadoras. Clicar em Analisar para cada um desses campos. Para cada um deles,
haverá um resultado que será armazenado, conforme explicado mais adiante.

Por exemplo:

Países em que há mais resultados


Agências financiadoras com mais resultados

Esses resultados fornecem uma noção de quem está financiando, quem são os principais
autores, países que mais publicam, quais são as referências da minha área. Lembrando
que o WoS tem um caráter mais internacional de pesquisa, pesquisas em inglês
necessariamente.

Clicar em salvar dados de análise no arquivo


Isso gera um arquivo txt com o nome “analyze.txt”. Renomeie esse arquivo para não
confundir com os outros resultados. Esse arquivo pode ser aberto no Excel. Para isso é
preciso prestar atenção em alguns detalhes.

Abrir o arquivo.txt. Para isso, habilitar a escolha de todo tipo de arquivo.

Escolhi o arquivo que possui os resultados das agências financiadoras.

Aparece uma janela Text Import Wizard, escolha as opções:

Delimitado, clique em next


Escolher tabulado, ponto-vírgula e vírgula.
Escolher General e clicar em Finish.

Pronto, os arquivos estão no excel

Repita esse passo para outros campos escolhidos e terá diversos dados no Excel.
Outra Ferramenta disponível para uso é a análise feita pelo própria WoS. Retornando a
página de pesquisa, clique em Criar relatório de citações.

Aparece número de publicações, citações, gráficos, resultados.

Passando o mouse sobre o gráfico é possível visualizar o número de citações de cada


período.
Retornando a WoS na parte de Criar relatório de citações, é possível salvar esse relatório
em formato Excel.

Aparece uma tela sobre número de registros, marcar todos os registros (Registros 1 até
500). Pois esse é o máximo que pode ser feito, depois disso faça novamente de 501 até
682.
O arquivo gerado tem o nome de “savedrecs.xls”. Renomeie para não haver confusão com
o outro.

Outra possibilidade de exportar dados para o excel dos resultados é adicionar a pesquisa
a opção lista marcada.
Escolher registros de 1 a 682

Verificar se não há outros resultados registrados. Como não se adiciona nada


anteriormente não aparece nenhum número, após adicionar mostrará esse número.

Clicar em Lista marcada

Selecionar os registros (da mesma forma há uma limitação de 500 registros por vez)
Selecionar os campos desejados: por exemplo: Autor, Resumo, Título, Número de
citações, Palavra-chave.

Escolha a opção Salvar em outros formatos de arquivo

Clicar em Salvar em outros formatos de arquivo, abrirá uma janela central:


Selecionar HTML e clicar em enviar

O arquivo pode ser aberto por meio de navegadores (IE, Chrome)

Renomeie o arquivo.

Agora repetindo o processo, crie outro arquivo com outro formato, semelhante ao que foi
feito anteriormente para o arquivo.txt.
Aparece um arquivo com o nome “savesrecs.txt”. Renomeie e abra com o Excel.

Abrirá uma janela

Novamente, escolha as opções: Delimitado; tabulado, ponto-vírgula, ponto, general.


Scopus
Utilizar a base de dados Scopus

É uma base que abrange mais línguas, mais regiões (Europa, America)

Ir aos períodos capes e selecionar a base de dados Scopus

No campo de pesquisa, use: "strategic alliances". A quantidade de resultados foi de 4395

É possível refinar os resultados: eu escolhi Engenharia e tive 861 resultados.

Clicando em analyze search results


Aparece opções de pesquisa em ambas, como: year, source, author. Desses dados, eu
posso exportar clicando em Export the data to a CSV file.

O formato em Excel não está organizado. Para configurar as células do arquivo, selecione
todas as células e vá na aba Dados e escolha a opção texto em colunas.
O resultado será representado dessa forma:
Google scholar

Ferramenta Publish or perish

Instalar esse programa

Clicar em New Google Scholar Query

Selecionar o termo para ser pesquisado- No caso foi pesquisado “Strategic aliances”.

Clicar em Lookup
Clicar com o botão direito e salvar como CSV, para que o arquivo possa ser utilizado no
excel.

O arquivo terá esse formato, necessitando a alteração texto para colunas:


E ficará assim:

Outro exemplo: procurando o termo ANPET na parte de Publication/ Journal:


Resultado para a pesquisa Anpet:
Mapas de calor

Utilização da ferramenta de mapas de calor do software Vosviewer para análise dos


dados de referência bibliográfica.

Alguns termos importantes:

Co-autoria- Autores que publicam juntos

Co-citação- Artigos que são citados juntos –

Coupling- Artigos que possuem a mesma citação no passado (origem).

Analisar a co-autoria, a co-citação e o coupling permite um entendimento sobre como a


ciência está se movimentando, quais áreas estão trabalhando em grupo, quais estão
avançando, etc.

Para utilizar o programa, é preciso baixar os dados para a análise, como feito
anteriormente na base WOS, no formato (texto sem formatação):

Salvei o arquivo com o nome 2015-2017, pois eu havia pesquisado somente o banco de
dados desse período.

O próximo passo é instalar e abrir o programa VOSviewer.

Utilização do programa VOSviewer


Clique em criar mapa

Aparecer uma aba, clique em criar data baseada em dados bibliográficos:

Na aba Web of Science (WOS), escolha o arquivo com os dados:


Co-autoria

Prossiga e escolha a opção co-autoria:

Os critérios são ajustados de acordo com o bom senso e os resultados da sua pesquisa.
Para visualizar o mapa de calor, abra a aba “Density Visualization”:

Co-citação

Utilizando os dados do período 2000-2010 para analisar o mapa de calor de co-citação

Repetir os meus passos, mas escolhar a opção “co-citacion”:


Diante desse mapa de co-citação, podemos entender escolas que se formam sobre
determinado tema.

Escolas se formando

Citações que estão sempre juntas


Coupling

Repita os mesmos passos e escolha a opção “Bibliographic coupling”:

Ajuste a quantidade de acordo com o bom senso e seus dados:


O que os autores estão falando deve ter alguma coisa em comum, pois os artigos possuem
esses autores como base (base).

Análise das tendências

Escolher outra opção, criar mapa baseado em dados txt.

Escolher os dados no período desejado, eu escolhi 2000-2010 e 2011-2017, não esqueça


de selecionar a aba WOS:
Escolher os dados de título e resumos:
Aperta os next

O programa fará um mapa de calor dos títulos e resumos, dessa forma você verificar
quais os assuntos estão sendo mais citados e desenvolvidos ao longo do tempo e quais as
tendências.
Outras ferramentas

Ferramenta Google Trends

Outra possiblidade de análise sobre um determinado termo é a utilização da ferramenta


Google Trends.
É possível alterar a pesquisa por região, período, categorias, posso escolher por exemplo:
Brasil, Nós últimos 5 anos, Notícias e Pesquisa na Web.

(Alterei o termo pesquisado para Transporte Público, pois faz mais sentido uma maior
quantidade de brasileiros pesquisarem utilizando o termo em português)

Essa ferramenta pode ser utilizada para se medir o interesse das pessoas sobre
determinado assunto. Posso comparar esse interesse com os dados obtidos na comunidade
científica. Pode ser que determinado assunto seja de interesse da população, mas o mesmo
termo não tenha a devida atenção na comunidade acadêmica (poucas publicações,
citações, enquanto no google trends o assunto parece ser muito buscado).

Outra possiblidade é a utilização da ferramenta TagCrown que utiliza as palavras mais


utilizadas selecionadas e destaca as mais frequentes.

TagCrown- Palavras que se repetem

Selecionando todas células do arquivo excel (formato Separado por tabulação Win) e
copiando seu texto é possível obter esse resultado.
Isso permite visualizar as palavras que aparecem com mais frequência.

Scimago

Pesquisar revistas conceituadas em determinadas áreas:

SJR

Mescla de Fator I e Index

Aceita artigos de outras línguas


Verificar o rank das revistas de determinado assunto ou tema

Selecionar a aba “Journal Rankings”

JCR- Só aceita em inglês

VIZ tools

Bubble Chart- Ferramenta para verificar a quantidades de revistas/publicações em


determinada área
Escolher bubble chart

Clicar em determinada bolha:


Observar áreas mais específicas:

Você também pode gostar