Você está na página 1de 3

REPÚBLICA DE ANGOLA

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

ISCED de Luanda

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR - 2011/2012

Designação da Unidade Curricular


Didáctica do Ensino Superior

Docente(s) (Indicar também qual o docente responsável pela U.C.)


Luís Tinoca (ltinoca@ie.ul.pt)

Descrição geral (Carga horária, Apoio tutorial, etc.)


112 horas total, 40 horas de contacto

Objectivos / Competências a desenvolver


A Unidade Curricular “Didáctica do Ensino Superior ” pretende contribuir para a formação do professor
do ensino superior, com enfoque para a compreensão das especificidades do trabalho docente no
contexto institucional formativo e curricular do ensino superior. Trata-se de uma Unidade Curricular
que deve ser encarada como parte de um campo de estudo sistematizado, de investigação e de
prática, na perspectiva do ensino e que tenha presente múltiplos fatores condicionantes (económicos,
sociais, culturais, políticos e educacionais contemporâneos), sem descurar outros aspectos inerentes
às subjectividades individuais e colectivas envolvidas nas práticas pedagógicas. Estes propósitos
fazem com que se dê relevância à sala de aula, como núcleo de referência da Didáctica, bem como, à
análise das práticas pedagógicas dos professores (professor-aluno, ensino-aprendizagem, ensino-
investigação, educação-sociedade) e os seus significados socioculturais, pedagógicos, didáticos e
políticos, pelo que, se entende pertinente abordar temas relacionados com a didáctica e o contexto do
ensino superior, conhecimentos e habilidades pedagógicas, a didáctica e as tendências pedagógicas,
a docência e o currículo no ensino superior e a avaliação das aprendizagens no ensino superior.

Pretende-se que, no final desta Unidade Curricular, o formando tenha adquirido as seguintes
competências:
- Caracterizar as competências a promover num dado contexto
- Construir objetivos de aprendizagem adequados
- Desenhar itinerários de aprendizagem, modularizáveis e ajustados a públicos e contextos
determinados
- Estabelecer sequências de conteúdos e respetivos saberes a adquirir/desenvolver
- Selecionar estratégias de aprendizagem adequadas aos formandos e aos contextos
- Conceber, validar e produzir recursos técnico-pedagógicos
- Estruturar, validar e produzir guiões pedagógicos
- Definir a estratégia avaliativa

Conteúdos programáticos (sinopse)


Preparação/planificação de uma Unidade Curricular
Elaboração de objetivos de aprendizagem
Princípios e teorias da aprendizagem
Estratégias de ensino-aprendizagem
Materiais de suporte durante e após a aula.
Ensino tutorial e feedback
Avaliação das aprendizagens

Bibliografia geral (até 20 obras)


Arends, R. (2008). Aprender a Ensinar. Lisboa: McGraw-Hill.
Ashcroft, K. & Foreman-Peck, L. (1994). Managing teaching and learning in further and higher
education. Washington, D.C.: The Falmer Press.
Bireaud, A. (1995). Os métodos pedagógicos no ensino superior. Porto: Porto Editora.
Davis, B.G. (1993). Tools for teaching. San Francisco, CA: Jossey-Bass.
Evans, L. & Abbott, I. (1998). Teaching and learning in higher education. New York, NY: Cassell.
Gonçalves, S. (2008). Pedagogia no ensino superior. Coimbra: Escola Superior de Educação de
Coimbra.
Heather, F., Ketteridge, S. & Marshall, S. (1999) A handbook for teaching and learning in higher
education: enhancing academic practice. London: Kogan Page.
McKeachie, W.J. (1999). Teaching tips: Strategies, research, and theory for college and university
teachers. Lexington, MA: D.C. Heath.
McLean, M. (2006). Pedagogy and the university: critical theory and practice. London: Continuum.
Perry, R. & Smart, J. (1997). Effective teaching in higher education: research and practice. New York,
NY: Agathon Press.
Reimão, C. et al. (2001). A formação pedagógica dos professores do ensino superior. Lisboa: Colibri.
Weimer, M. (1991). Improving college teaching. San Francisco, CA: Jossey-Bass.

Métodos de ensino
Concretização de uma estratégia caracterizada pela diversificação de métodos de ensino e de
aprendizagem: exposição, debate, análise crítica de textos, reflexão sobre situações ou problemas
reais de planificação e avaliação cuja análise ou resolução possa contar com o recurso aos
conhecimentos adquiridos e/ou das competências desenvolvidas, realização de simulações para
aplicação / experimentação das técnicas exploradas, trabalho individual e trabalho em grupo.

Regime de Avaliação (Modalidades, elementos, calendarização, ponderação, etc.)


A avaliação, numa perspectiva de avaliação contínua, incide sobre:
- Assiduidade e participação ativa nas aulas, incluindo a elaboração de um portfólio com os produtos
parcelares que vão sendo realizados e a reflexão que cada um suscitar (30%);
- Trabalho de grupo - apresentação e dinamização da discussão sobre um dos textos trabalhados,
(30%);
- Trabalho individual - planificação de uma Unidade Curricular (40%).

Você também pode gostar