Você está na página 1de 5

Metodologia

O método descrito neste trabalho é referente à investigação realizada no âmbito da


cadeira de Psicometria nos dia 15, 16 e 17 de Dezembro de 2004, que pretende medir o
nível de satisfação no trabalho.

Objectivo

Esta investigação pretende avaliar em que medida os participantes estão satisfeitos com o
seu trabalho de uma forma geral, analisando aspectos como a remuneração, os colegas e
os seus superiores.

Amostra

A investigação foi realizada junto dos trabalhadores de uma empresa no distrio de Leiria
(cujo nome não poderá ser apresentado). A amostra era constituída por 103 sujeitos,
sendo 62 do sexo masculino e 41 do sexo feminino.

Instrumento

Foi utilizada uma escala composta por cinco grupos distintos, cada um deles referente a
uma determinada dimensão. Como tal, o primeiro grupo referia-se à empresa como um
todo e era composto por oito questões; o segundo grupo prende-se com as remunerações
e subdivide-se em quatro perguntas; o terceiro grupo diz respeito ao superior imediato,
constituído por treze perguntas; o quarto grupo, relacionado com os colegas estava
disposto em nove perguntas; finalmente o quinto conjunto era referente ao trabalho em si
mesmo e continha catorze questões. O questionário era de resposta fechada, variando
numa escala de sete opções: concordo totalmente, concordo fortemente, concordo nem
ligeiramente, concordo nem discordo, discordo ligeiramente, discordo fortemente,
discordo totalmente.
Material

- Questionário
- Esferográfica ou lápis

Procedimento

Foi distribuído aos sujeitos um questionário, de preenchimento individual. Os sujeitos


foram informados da confidencialidade das respostas e foi-lhes pedido que lessem com
atenção e que respondessem com calma e sinceridade a cada um dos itens. Depois de
todos os indivíduos terem terminado, os questionários foram recolhidos. Após a
conclusão, os dados de todos os elementos foram recolhidos para posterior análise e
discussão dos resultados.

Resultados
Estatisticas

media de satisfaçao no trabalho


N Valid
103
Missing
0
Média 3,9027
Assimetria -,049
Std. Error of Skewness
,238
Achatamento -,298
Std. Error of Kurtosis
,472

Depois de calculada a Medida de Assimetria cujo valor é 0,164, podemos verificar que a
distribuição é Simétrica pois o valor situa-se no intervalo [-1,96; +1,96].

Relativamente à Medida de Achatamento o resultado obtido foi 0,631 o que significa que a
distribuição é Mesocúrtica, pois este valor situa-se igualmente no intervalo [-1,96; +1,96].
Histograma

media da satisfaçao no trabalho


30

20

10
Frequency

Std. Dev = .24


Mean = 3.90
0 N = 103.00
3.38 3.63 3.88 4.13 4.38
3.50 3.75 4.00 4.25 4.50

media da satisfaçao no trabalho

No pressuposto de sensibilidade, podemos verificar pelo histograma que se enquadra


numa curva normal, isto é as barras do histograma estão enquadradas na linha que define
a respectiva curva da normalidade.

Teste à normalidade de Kolmogrov-Smirnov

Tests of Normality

Kolmogorov-Smirnov(a) Shapiro-Wilk

Statistic df Sig. Statistic df Sig.


media de satisfaçao no trabalho
,053 103 ,200(*) ,990 103 ,632

* This is a lower bound of the true significance.


a Lilliefors Significance Correction

Em ambos os testes (Kolmogorov-Smirnov e Shapiro-Wilk), o valor de significância deve ser


superior a 0,05 para que as distribuições obedeçam aos critérios de normalidade.
Verificando o sig. do primeiro teste (=0.200) e do segundo teste com sig, (=0,632) podemos
concluir que a distribuição se enquadra de acordo com a curva da normalidade pois a
significância são em ambos os testes superior a 0,05.
Sendo a amostra de 103 sujeitos, considera-se o teste Kolmogorov-Smirnov e conclui-se que os
resultados seguem uma distribuição normal. Consequentemente, o teste apresenta critérios de
sensibilidade.

Análise da Fidelidade

Reliability Coefficients

N of Cases = 103,0 N of Items = 48

Alpha = ,4058

O valor de alpha é de 0,4058. Assim poderemos concluir que o valor não é minimamente
aceitável para o Alpha de Cronbach. Para ser aceitável em psicometria o alpha deveria ser
superior a 0,70.............................................?????

Análise Factorial
KMO and Bartlett's Test

Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling


Adequacy. .754

Bartlett's Test of Approx. Chi-Square 4457.943


Sphericity df 1128
Sig. .000

Este tipo de medida estuda as implicações da amostra no estudo. Os valores desejáveis rondam
os 0,80 / 0,90. Neste caso podemos considerar a análise pois o valor aproxima-se deste
parâmetros Relativamente ao sig. no teste de Bartlett (=0.000) podemos referir que o valor é
aceitável pois é inferior a 0,05.

Método de Scree Plot


Scree Plot
20

10
Eigenvalue

0
1 4 7 10 13 16 19 22 25 28 31 34 37 40 43 46

Component Number

Observando a curva do gráfico podemos verificar que a curva começa a perder verticalidade mais
ou menos a partir do valor 4. Assim iremos considerar os factores acima do 4 até ao valor 20.
De seguida é importante o estudo da Matriz de componentes, cuja função é relacionar os itens
com os factores extraídos.