Você está na página 1de 13

Relé de Proteção de Motores SEL- 701

Proteção e Monitoramento de Motores

Características e Benefícios Principais


O Relé SEL-701 propicia uma proteção completa A função do Perfil de Carga faz o rastreamento
para motores de indução combinada com recursos do carregamento e uso do motor, armazenando
inovadores de monitoração, emissão de relatórios, as grandezas coletadas a cada 15 minutos para
medição e controle. até 48 dias.

Os Relatórios de Evento e os relatórios do


Módulos internos ou externos opcionais de RTDs,
Registrador Seqüencial de Eventos possibilitam
funções opcionais de medição e proteção baseadas
diminuir o tempo de indisponibilidade após
em tensão, e comunicação padrão Modbus™ tornam
faltas.
o Relé SEL-701 a escolha ideal para proteção e
monitoração de seus motores de indução.
Os dados dos Relatórios das Partidas do Motor e
da Tendência da Partida do Motor dão suporte à
manutenção através da indicação antecipada de
problemas de carregamento.

Schweitzer Engineering Laboratories


2

Proteção de Motores de Indução


RTDs do enrolamento do estator, ele mede e faz
Proteção Térmica do Motor um “auto-ajuste” da constante de tempo de
resfriamento do motor parado. Habilite esta
O Relé SEL-701 propicia proteção contra função para usar o valor “auto-ajustado” para
travamento de rotor e sobrecarga em operação, e rastrear com precisão o resfriamento quando o
proteção de desbalanço através da corrente de motor estiver parado.
seqüência-negativa usando o modelo térmico
patenteado. O elemento térmico faz a varredura Abertura por Curto Circuito
com precisão dos efeitos do aquecimento da
corrente de carga e da corrente de desbalanço
durante a aceleração e a operação do motor. Os elementos de sobrecorrente de fase,
Você pode escolher entre três métodos fáceis de seqüência-negativa, residual e terra/neutro
ajuste: permitem que o Relé SEL-701 detecte faltas
causadas por curto circuito no cabo e no motor.
Valores Nominais da Placa do Motor. O relé inclui:
45 Curvas Padronizadas do Limite Térmico. Dois elementos de sobrecorrente de fase.
Adaptação da Curva pelo Usuário.
Dois elementos de sobrecorrente residual.
Para uma proteção efetiva simples, introduza os
Dois elementos de sobrecorrente
valores nominais da placa do motor para Full
terra/neutro.
Load Current (Corrente de Plena Carga), Locked
Rotor Current (Corrente do Rotor Travado), Hot
Stall Limit Time (Tempo Limite de Aquecimento Um elemento de sobrecorrente de
seqüência-negativa.
por Perda de Velocidade), e Motor Service
Factor (Fator de Serviço do Motor). Para que o
relé faça a emulação da proteção existente do Ajuste o relé para dar trip instantaneamente ou
motor, selecione a curva apropriada do limite com uma temporização de tempo definido para
térmico a partir das 45 curvas padronizadas. Se o condições de curto circuito. Você pode
seu motor precisar de uma proteção mais facilmente desabilitar os elementos de
complexa, desenvolva sua própria curva do sobrecorrente de fase nas aplicações que usam
limite térmico, personalizada, introduzindo contatores com fusível.
pontos para definir a curva.
Proteção para Perda de Carga, Perda de
As entradas opcionais internas ou externas para
monitoração de RTDs complementam a proteção Aceleração e Partidas Freqüentes
térmica incluindo as medições diretas da
temperatura para proteção dos enrolamentos do O Relé SEL-701 propicia abertura para
motor bem como dos mancais do motor e da condições de perda de aceleração causada pela
carga. Motores parados podem resfriar muito carga (“Load-Jam”) e perda de carga (“Load-
mais lentamente devido à redução do líquido Loss”). A detecção de perda de carga gera
refrigerante ou do fluxo de ar. Quando o relé é alarme e trip quando a condição é detectada. A
conectado para monitorar as temperaturas dos proteção de perda de aceleração dá trip
rapidamente no motor quando a condição é
detectada para evitar o sobreaquecimento. O relé
Todos os nomes das marcas e produtos que aparecem neste documento propicia proteção contra partidas freqüentes
são marcas comerciais de seus respectivos proprietários. usando as funções de proteção ajustáveis de
Schweitzer Engineering Laboratories, Inc., SELOGIC e são marcas partidas por hora e tempo mínimo entre partidas.
comerciais registradas da Schweitzer Engineering Laboratories. O relé armazena os dados térmicos e os dados
Este produto é protegido pelo seguinte número de patente nos EUA:
5,436,784. Patentes emitidas em outros países e patentes pendentes nos
das partidas do motor em memória não volátil
EUA e em outros países. para evitar danos ao motor devido ao
Copyright  SEL 1999 (Todos os direitos reservados). sobreaquecimento causado pelas partidas
Código: 990928_POR freqüentes, mesmo se o relé perder a
alimentação.

Schweitzer Engineering Laboratories


3

Proteção de Fase Reversa e Corrente de Potência mínima.


Desbalanço Potência reativa.
Elementos do fator de potência.
Além do elemento térmico, o Relé SEL-701
possui um elemento de corrente de desbalanço
que atua quando da ocorrência de uma condição Relé SEL-701
de alimentação monofásica do motor ou para
Norma ANSI Nome do Elemento
desbalanço elevado de corrente. A proteção de
fase reversa do relé detecta a rotação de fases do Função Padronizada
motor e atua após uma temporização, se a
rotação de fases estiver incorreta. O Relé SEL- 46 Corrente de Desbalanço
701 fornece essa proteção mesmo se as tensões 47 Fase Reversa
de fase não estiverem disponíveis.
49 Térmico do Motor
Elementos de Proteção Baseados em 50 Sobrecorrente de Fase
Tensão 50N Sobrecorrente de Terra e Neutro
50Q Sobrecorrente de Seqüência-Negativa
O Relé SEL-701 oferece entradas de tensão
opcionais que você pode configurar de quatro 66 Partidas/Hora, Tempo entre Partidas,
maneiras diferentes, incluindo: “Load Jam”, “Load Loss”

Uma tensão fase-fase. Com Tensão Opcional

Uma tensão fase-neutro. 27 Subtensão

Tensões delta-aberto. 37 Potência Mínima

Tensões com conexão estrela a quatro fios. 55 Fator de Potência


Potência Reativa
Quando uma ou mais tensões forem conectadas
ao relé, há o acréscimo do número de funções de 59 Sobretensão
proteção e medição do motor, incluindo:
81 Sub e Sobrefreqüência
Sub/sobretensão.
Sub/sobrefreqüência.

Descrição Funcional

Schweitzer Engineering Laboratories


4

Recursos Exclusivos

Relatórios e Tendências das Partidas Módulo Interno ou Externo de RTDs


do Motor
O Relé SEL-701 é disponibilizado com um
Quando um motor de indução parte, o seu rotor e módulo interno opcional contendo os
os seus enrolamentos podem armazenar calor a dispositivos de temperatura de resistência para
uma taxa 100 vezes maior do que sob condições monitoração de até 11 RTDs. O relé oferece trips
de carga equilibrada. O Relé SEL-701 propicia e alarmes térmicos, compensação (“biasing”) do
uma visão sem igual da performance do motor modelo térmico, alarmes de RTD aberto ou curto
durante o ciclo crítico da partida. Todas as vezes circuitado e medições de temperatura quando
que o motor protegido parte, o relé armazena um equipado com entradas de RTDs. Configure cada
relatório de 60 segundos, detalhando: entrada para usar qualquer um dos quatro tipos
de sensores (Pt100, Ni100, Ni120 ou Cu10). As
Correntes do motor. localizações dos sensores também são definidas
por ajustes: Enrolamentos do Motor, Mancais do
Tensões opcionais. Motor ou da Carga, Ar Ambiente e Outros para
aplicações não classificadas.
Resultados do modelo térmico.
Como outra opção, você pode adquirir um
Além disso, o relé calcula o tempo de aceleração módulo externo de RTDs, o SEL-2600 External
em segundos e registra a magnitude máxima da RTD Module, que monitora até 12 sensores e um
corrente e a magnitude mínima da tensão único contato no motor. Esse dispositivo remoto
observadas durante a partida. O relé armazena os transmite os dados para o relé através de
cinco últimos relatórios de partida em memória conexão de fibra óptica resistente e flexível, a
não volátil. qual é conectada ao Centro de Controle de
Motores, proporcionando completa isolação
O relé também ajuda a identificar as tendências
elétrica entre os RTDs e o relé. O módulo
na performance das partidas mantendo as 18
externo aumenta a precisão da medição pois há
mais recentes médias de 30 dias dos dados dos
uma redução nas rotas dos cabos, reduzindo
relatórios de partida.
tanto a resistência do cabo quanto os ruídos
elétricos.

Gráfico para Exemplo Usando os Dados dos


Relatórios das Partidas do Motor

Schweitzer Engineering Laboratories


5

Recursos de Medição & Monitoração

Funções de Medição Baseadas em Monitoração & Estatística do Motor


Corrente & Tensão
O Relé SEL-701 registra vários dados para o
O Relé SEL-701 propicia medição precisa de programa de manutenção do motor. As
RMS e da freqüência fundamental para as informações salvas pela função de estatística do
correntes de entrada e tensões opcionais, e motor incluem:
medições de temperatura para os RTDs Tempo em funcionamento e parado.
opcionais. Visualize as magnitudes das correntes
de fase, neutro, residual, seqüência-negativa e MWh total.
desbalanço usando o display luminoso do painel Número de partidas.
frontal. Se for equipado com tensões de entrada,
o relé fornece grandezas adicionais de medição, Tempos e correntes de partida, médias e de
incluindo: pico.

Tensão de fase, residual e seqüência- Potência e corrente de operação, médias e


negativa. de pico.

Potência ativa, reativa e aparente (kW, Temperaturas médias e de pico dos RTDs.
kWAR, kVA). Parâmetros “auto-ajustados” do motor.
Energia ativa, reativa e aparente (kWh, Contagem dos trips e alarmes dos elementos
kWARh, kVAh). de proteção.
Freqüência, fator de potência e potência
ativa em HP. Perfil de Carga
Quando você seleciona as entradas internas ou
externas dos RTDs, o relé reporta as A cada 15 minutos, o relé registra
temperaturas dos RTDs individuais e suas automaticamente várias grandezas medidas.
localizações. Esses valores são também Cada Relé SEL-701 registra as seguintes
disponibilizados através dos menus do painel grandezas:
frontal ou dos comandos da porta serial. Magnitudes das correntes de fase e neutro.
% da Capacidade Térmica.
Saída Analógica
% da Corrente de Desbalanço.
O Relé SEL-701 possui uma saída analógica Freqüência do Sistema.
para operar um medidor de um painel remoto ou
para ser usada como uma entrada no sistema de Quando forem incluídas as entradas de RTDs, o
controle distribuído de sua usina. Configure a relé automaticamente acrescenta as temperaturas
saída para operar na faixa 0 – 1 mA, 0 – 20 mA máximas dos RTDs do enrolamento, do mancal
ou 4 – 20 mA. O relé gera um sinal de corrente e do ambiente.
dc proporcional a sua escolha dos seguintes
Se for especificada a opção de tensão, o relé
itens:
também registra:
Porcentual da máxima corrente de carga.
Magnitudes da tensão fase-fase.
Porcentual da capacidade térmica usada do
Magnitude da potência ativa.
motor.
Magnitude da potência reativa.
Temperatura dos RTDs do enrolamento ou
do mancal. Magnitude da potência aparente.
Corrente de fase média ou máxima. As informações do perfil de carga são mantidas
em um buffer não volátil dimensionado para
possibilitar o armazenamento de dados de 34 ou
de 48 dias.

Schweitzer Engineering Laboratories


6

Software SEL-701PC
relé e o software aplicam a validação CRC-
O Relé SEL-701 tem o suporte de um pacote de 16 para cada bloco de dados transmitidos,
software baseado em PC, o SEL-701PC. O assegurando a integridade dos ajustes
pacote de software propicia formas convenientes transferidos.
de:
Obter vantagens de seu investimento em
Efetuar os ajustes do relé para uma nova engenharia. Crie rapidamente novos
instalação usando os painéis do software arquivos de ajustes com base nos esquemas
para entrada dos ajustes. Use o software existentes. Use ajustes idênticos de controle
para criar os ajustes dos elementos de e comunicação para vários relés,
proteção, portas seriais do relé, função do modificando somente aqueles ajustes da
registrador seqüencial de eventos, e Modbus proteção necessários para adaptar o relé a
User Map. A imagem da tela abaixo mostra um motor específico.
a tela de entrada dos ajustes.

Armazenar os ajustes em um arquivo de seu


PC. Crie arquivos de ajustes válidos no
conforto de seu escritório.

Distribuir os arquivos de ajustes em


disquetes. Carregue os ajustes nos relés
individuais usando arquivos portáteis dos
ajustes.

Efetuar o download dos ajustes do relé com


total segurança. A transferência rápida e
segura dos ajustes poupa tempo e melhora a
precisão da entrada dos ajustes do relé. O
software verifica as faixas de todos os
ajustes no instante em que eles são
introduzidos para assegurar a aceitação dos
mesmos pelo relé quando o download for
efetuado. Quando você faz o download, o

Funções dos Relatórios de Faltas


O Relé SEL-701 oferece várias funções para Trip devido a Rotor Travado ou Condições
ajudá-lo a efetuar o diagnóstico e a corrigir Térmicas.
rapidamente o problema quando houver trip do
motor. Trip devido à “Load-Loss” e “Load-Jam”.

Trip por Desbalanço de Corrente.


Mensagens & Sinalizações do Painel
Frontal Trip Devido à Faltas Envolvendo Fase e Terra.

Trip dos RTDs.


Cada vez que ocorre trip do Relé SEL-701, um
ou mais de um dos seis LEDs de sinalização do Além de acenderem quando da ocorrência de trip, os
painel frontal é iluminado. O relé determina LEDs do painel frontal referentes a Thermal Overload
automaticamente o tipo de trip e exibe esta (Sobrecarga Térmica), Unbalance (Desbalanço), Load
informação no display do painel frontal. As Loss (Perda de Carga) e Voltage (Tensão) piscam
mensagens do tipo de trip incluem: quando da atuação das respectivas condições de
alarme.

Schweitzer Engineering Laboratories


7

Sumários dos Eventos não volátil de forma que as informações sejam


mantidas mesmo se o relé perder sua
alimentação.
O Relé SEL-701 gera um relatório de evento de
15 ciclos e cria um sumário do evento sempre Os relatórios de evento maiores e mais
que dá trip e em resposta às condições completos contêm os dados do sumário do
programadas pelo usuário. Visualize o sumário evento mais 15 ciclos de dados detalhados de
usando o painel frontal. Os sumários dos eventos corrente, tensão, entradas, saídas e elementos de
contêm: proteção mostrados com uma resolução de 1/4
de ciclo ou 1/16 de ciclo. Consulte os dados do
Número, data e hora do evento. evento em um relatório baseado em texto ou no
formato oscilográfico.
Tipo do trip.

Freqüência do sistema. Registrador Seqüencial de Eventos


% da Capacidade Térmica usada. (SER)
% da Corrente de Desbalanço. Além de armazenar os sumários dos eventos e os
relatórios maiores e mais completos, o Relé
Magnitudes das correntes de fase, neutro,
SEL-701 faz a varredura do pickup e dropout
seqüência-negativa e residual.
dos elementos de proteção e dos contatos de
Temperaturas máximas do enrolamento, entrada e saída que você selecionar. A data e a
mancal, ambiente, e de outros RTDs. hora de cada transição é disponibilizada no
relatório do Registrador Seqüencial de Eventos
Magnitudes das tensões fase-fase. (“Sequential Events Recorder” – SER), o qual
você pode acessar fazendo o download através
Magnitudes das potências ativa e reativa, e de seu PC. Esse relatório cronológico ajuda a
fator de potência. determinar a seqüência e a causa dos eventos e a
solucionar os problemas.
O relé armazena os 14 mais recentes relatórios
de evento e sumários dos eventos em memória

Guia para Especificação do Relé de Proteção de Motores


SEL-701
A proteção de motores deverá ser constituída por Proteção para limite de partidas por hora e
um relé microprocessado equipado com as tempo mínimo entre partidas
seguintes funções de proteção:
Se forem especificadas as entradas de tensão, o
Modelo térmico do motor que considera o relé deverá fornecer os seguintes elementos de
aquecimento das correntes de fase e proteção: sobre/subtensão, sobre/subfreqüência,
seqüência-negativa durante os estados de potência mínima, potência reativa e fator de
partida e operação; a constante de tempo potência.
ajustável de resfriamento do motor parado
deverá ser fornecida. O relé deverá ser disponibilizado com 11
entradas internas de RTDs ou com 12 entradas
Elementos de sobrecorrente de fase, neutro e de RTDs em um módulo externo. Quando
seqüência-negativa para detecção de faltas incluído, o módulo externo deverá transmitir as
devido a curto circuito. temperaturas dos RTDs e o status de um contato
de entrada para o relé usando fibra óptica com
Detecção de corrente de desbalanço, fase comprimento não menor do que 400 m. Os tipos
reversa, perda de carga (“Load-Loss”) e de RTD deverão ser selecionados
perda de aceleração devido à carga (“Load- individualmente no campo a partir de quatro
Jam”). tipos compatíveis. As entradas dos RTDs
deverão fornecer o seguinte:

Schweitzer Engineering Laboratories


8

Compensação (“Biasing”) do modelo máxima e estimativa térmica máxima para


térmico. cada um dos dezoito últimos períodos de 30
dias.
Trip e alarme por temperatura.
Perfil de carga que registra até 17 valores
Indicação de RTD aberto ou curto coletados a cada 15 minutos no período de
circuitado. 34 ou 48 dias.
O relé deverá possuir as seguintes funções de Relatório da Estatística da Operação do
monitoração e emissão de relatórios: Motor.
Sumários das faltas mostrando as condições Esses dados deverão estar disponibilizados nas
e tipo do motor em falta. portas seriais dos painéis frontal e traseiro, e
poderão ser acessados através de um PC, um
Relatórios de evento contendo 15 ciclos de software para emulação em terminal e um cabo
dados oscilográficos com resolução de 16
serial. Para possibilitar integração, o protocolo
amostras/ciclo. Modbus® deverá ser compatível com a porta do
Relatório do Registrador Seqüencial de painel traseiro do relé.
Eventos mostrando as últimas 512
O relé deverá ter uma faixa de temperatura de
transições dos elementos, entradas e saídas. operação de -40ºC a +85ºC e uma faixa de
Relatórios das partidas do motor mostrando tensão de operação da entrada da alimentação de
as correntes e estimativa térmica coletadas a 20-250 ±20% Vdc ou 95-240 ±10% Vac. O
cada 5 ciclos durante os primeiros 60 painel frontal do relé deverá atender aos
segundos da partida do motor. requisitos da norma NEMA12/IP54.

Tendência da partida do motor mostrando as


médias do tempo de aceleração, corrente

Schweitzer Engineering Laboratories


9

Diagramas de Fiação

Schweitzer Engineering Laboratories


10

Especificações Detalhadas
Elementos de Sobrecorrente Precisão do Medidor
Funções & Recursos (Fase, Residual, Seqüência- Medição de Corrente: ±1%, ±0,01 • INOM
Padronizados do Relé Negativa) Medição da Corrente
Faixa de de Demanda: ±1%
Entradas de Corrente de Fase Ajuste: 0,05 – 20,00 • INOM Medição da Tensão
Temporizações: 0,00 – 400,00 s Opcional: ±1%, ±0,2 V
Corrente Medição da Potência
Nominal, INOM: 1 A ou 5 A Opcional: ±2%
Faixa: 0,05 - 20,00 • INOM Elemento de Sobrecorrente Medição do Fator de
Carga: 0,14 VA @ 5 A, Potência Opcional: <±4%
tap 5 A de Terra/Neutro
Medição da
0,06 VA @ 1 A, Faixa de Freqüência
tap 1 A Ajuste: 0,005 – 2,0 • INNOM Opcional: ±0,01Hz
Contínuo: 3 • INOM Temporizações: 0,00 – 400,00 s Demanda opcional de
Térmico kW, kVA, kVAR: ±2%
200 Segundos: 10 • INOM
Térmico Elemento de Desbalanço de Saída Analógica
10 Segundos: 20 • INOM Corrente
Térmico Saída de Corrente Analógica Única
1 Segundo: 50 • INOM Elementos de Trip e Alarme Faixa Ajustável: 0 – 1 mA
Erro de Medição: ±1%, ±0,01 • INOM Faixa de 0 – 20 mA
Ajuste: 2% - 80% 4 – 20 mA
Entradas de Corrente de Temporizações: 0,00 – 400,00 s Carga Máxima: 8 k ou 400 ohms
Erro: Erro: <±0,5%, Fundo de
Terra/Neutro <±1%
Definições Escala
Corrente Para Iav > FLA Selecione a partir de:
Nominal, UB% = 100% • Im - Iav / Iav % de FLA, % da Capacidade Térmica,
INNOM: 1 A ou 5 A Para Iav < FLA Temperaturas máximas dos RTDs,
Faixa: 0,005 - 2,0 •INNOM UB% = 100% • Im - Iav / FLA Corrente de fase média, Corrente de fase
Carga: 0,28 VA @ 5 A, Onde máxima
tap 5A Iav = Corrente média de fase
0,19 VA @ 1 A, Im – Fase mais diferente de Iav
Contatos de Entrada
tap 1A FLA = Carga máxima nominal 6 Contatos de Entrada Auto-alimentados
Contínuo: 0,3 • INNOM do motor em amps “Self-Wetted”,
Térmico Função Programável
1 Segundo: 5,0 • INNOM Funções “Load-Loss”
Erro de Medição: ±1%, ±0,01 • INOM e “Load-Jam” Contatos de Saída
Trip e Alarme por “Load-Loss” 1 Contato de Trip, 3 Contatos Programáveis,
Modelo Térmico do Motor Faixa de Alarme da Autodiagnose do Relé
Ajuste: 0,03 – 1,00 • FLA Contatos tipo C
Tempo do Rotor Trip por “Load-Jam” Características Nominais de
Travado: 1,0 - 240,0 s Faixa de Fechamento/Carregamento/Interrupção
Corrente do Rotor Fechamento: 30 A
Ajuste: 0,5 – 6,00 • FLA
Travado: 2,5 - 16,0 • INOM Temporizações: 0,00 – 400,00 s Carregamento: 6A
Fator de Serviço: 1,0 - 1,5 Interrupção:
Modos de Ajuste: Partidas por Hora, 8 A Resistivo @ 250 Vac
45 formatos de curvas 0,75 A, L/R = 40 ms @ 24 Vdc
padronizadas
Tempo Entre Partidas
0,50 A, L/R = 40 ms @ 48 Vdc
Valores nominais da placa Partidas/Hora 0,30 A, L/R = 40 ms @ 125 Vdc
Formato da curva personalizada Máximo: 1 – 15 partidas 0,20 A, L/R = 40 ms @ 250 Vdc
pelo usuário Tempo Mínimo
Erro do Entre Partidas: 1 – 150 minutos Portas Seriais
Pickup: <±1%, ±0,01 • INOM Dados de partida mantidos durante o
Erro da ciclo de potência do relé. Painel Frontal
Temporização: ±2%, ±15 ms Porta EIA-232: 300-19.200 bauds
Taxas Independentes de Resfriamento Trip por Fase Reversa Comunicação em texto ASCII
para Operação/Parado Painel Traseiro
Estimativa térmica mantida através do Abertura por fase reversa baseada em Porta EIA-232 p/
ciclo de potência do relé. corrente ou entradas de tensão ASCII: 300-19.200 bauds
opcionais. Ou Porta EIA-485
p/ Modbus®: 300-19.200 bauds
Isolação da porta
EIA-485: 500V

Schweitzer Engineering Laboratories


11

Funções & Recursos Detecção de Circuito Aberto ou Curto


Circuitado
Faixa de Tensão da Fonte de
Opcionais Trip “Voting"
Alimentação
Compensação (“Biasing”) do Modelo 20 – 250 ± 20% Vdc
Térmico 95 – 240 ± 10% Vac 50/60 Hz
Entradas de Tensão de Fase Medição e “Auto-Ajuste” do Tempo de Carga Total < 15 VA
Opcionais Resfriamento do Motor Tempo Máximo
Tensão Nominal: 0 – 300 Vac de Interrupção
Módulo Externo Opcional de Permitida
Tensões Estrela Quatro Fios ou Delta
Aberto RTDs (Hold-Up Time): 50 ms @ 125 Vdc
Carga: < 2 VA @ 300 V 150 ms @ 120 Vac
12 Entradas Remotas de RTDs
Erro de Medição: ±1%, ±0,2 V Funções de Trip, Alarme e Térmica, Testes de Tipo
igual aos RTDs Internos.
Elementos de Sub/Sobretensão Usando até 500 m de Cabos de Fibra Painel Frontal: NEMA12/IP54
Faixa de Ajuste: 1 – 300 Vac Óptica Possibilita Adicionar uma Dielétrico: 2,5 kV rms, 1 minuto
Dois Elementos de Sobretensão de Fase Entrada de um Contato Remoto Ambiental: IEC 68-2-1: 1990
Dois Elementos de Subtensão de Fase IEC 68-2-2: 1974
Um Elemento de Sobretensão Residual Calor Úmido,
Funções de Emissão de Cíclico: IEC 68-2-30: 1980
Elemento do Fator de Potência Relatórios Impulso: IEC 255-5: 1977,
0,5 J, 5 kV
Níveis de Alarme e Trip Descarga
Faixa de Ajuste: 0,05 – 0,99 fp Relatórios de Evento & Sumários Eletrostática: IEC 801-2: 1991,
Temporizações: 0,00 – 400,00 s dos Eventos Nível 4
Erro de Medição: < ±4% IEC 255-22-2: 1989,
14 Últimos Sumários e Registros Nível 4
Elemento de Potência Reativa Oscilográficos de 15 ciclos Imunidade à
Resolução: 4 ou 16 amostras por ciclo Radiofreqüência: IEC 801-3: 1984
Níveis de Alarme e Trip
IEC 255-22-3: 1989,
Faixa de Ajuste 30 – 2.000 VAR, Função do Perfil de Carga Distúrbio/Transi-
tap 5 A
6 – 400 VAR, Armazena até 17 grandezas coletadas a tório Rápido: IEC 801-4: 1988,
tap 1 A cada 15 minutos por 48 dias (sem a Nível 4
Temporizações: 0,00 – 400,00 s opção de tensão) ou 34 dias (com a IEC 255-22-4: 1992
Erro de Medição: < ±2% opção de tensão). Nível 4
Resistência a
Elemento de Mínima Potência Registros Seqüenciais de Surtos: IEC 255-22-1: 1988
Eventos IEEE C37.90.1: 1989
Níveis de Alarme e Trip Impulso 5 kV: IEC 255-5: 1997
Faixa de Ajuste 30 – 2.000 W, 512 Últimos Eventos com Informações Imunidade ao
tap 5 A de Data/Hora (“Time-Tagged”) Campo
6 – 400 W, Magnético: EN 61000-4-8: 1993,
tap 1 A Relatórios das Partidas do Motor Nível 5
Temporizações: 0,00 – 400,00 s Vibração: IEC 255-21-1: 1988
Erro de Medição: < ±2% 5 Últimas Partidas Resistência: Classe 1
Tamanho do Relatório: 3.600 ciclos Resposta: Classe 2
Elementos de Grandezas armazenadas a cada 5 ciclos Choque e
durante e imediatamente após cada
Sub/Sobrefreqüência partida.
Colisão: IEC 255-21-2: 1988
Colisão: Classe 1
Três Níveis Ajustáveis Resistência a
Faixa de Ajuste: 20,00 – 70,00 Hz Tendência da Partida do Motor Choques: Classe 1
Temporizações: 0,00 – 400,00 s Armazena as médias de 30 dias dos Resposta a
Erro: < ±0,01 Hz dados de partida para cada um dos Choques: Classe 2
últimos dezoito períodos de 30 dias. Sísmico: IEC 255-21-3: 1993,
Entradas Internas de RTDs Nível 2
Opcionais
Certificações
11 Entradas Internas de RTDs
Monitor das Temperaturas do Características Nominais, ISO: O relé é projetado e fabricado de
Enrolamento, Mancal, Ambiente, ou Testes de Tipo & Certificações acordo com o programa de certificado
Outras. de qualidade ISO-9001.
Compatível com os RTDs tipo PT 100, UL/CSA: Atende os requisitos dos
Ni 100, Ni 120 e Cu 10, Selecionáveis Faixa da Temperatura de “Underwriters’ Laboratories” (UL-508);
no Campo Operação Certificado pela “Canadian Standards
Association” (CSA C22.2, N. 14) para
Temperaturas de Trip e Alarme -40°C a +85°C Equipamentos de Controle Industrial; e
-40°F a +185°F UL-1053, “Ground Fault Sensing and
Faixa de Ajuste: 0° - 250ºC Relay Equipment.”
Erro: < ±2ºC CE: Marca CE

Schweitzer Engineering Laboratories


12

Schweitzer Engineering Laboratories, Inc.


A Schweitzer Engineering Laboratories, Inc. tem A Schweitzer Engineering fornece serviços de
compromisso com a qualidade. Nossa atendimento ao cliente e ajuda nas aplicações a
certificação de padrão de qualidade ISO 9001 e a partir de vários pontos ao redor do mundo. Para
garantia de dez anos de nossos produtos são saber o local mais perto de você:
exemplos desse comprometimento.
Incentivamos e apreciamos os seus comentários Visite nosso web site www.selinc.com.br e
sobre a utilização dos equipamentos SEL, e os clique no botão “Suporte Técnico”.
usaremos para melhorar continuamente nossos
produtos e serviços. Contate-nos! Nossos representantes do
serviço de atendimento ao cliente e
engenheiros de aplicação terão prazer em
ajudá-lo.

SEL - Schweitzer Engineering Laboratories,


Brasil Ltda

Av. João Erbolato, 307 - Jardim Chapadão


Campinas – SP – CEP: 13066-640
Tel: (19) 3213 8111 • Fax: (19) 3213 6057
Internet: www.selinc.com.br
E-mail: selbr@selinc.com

SUPORTE TÉCNICO SEL HOT LINE


Tel: (19) 3213 1100
E-mail: suporte@selinc.com

Diagramas Mecânicos

Schweitzer Engineering Laboratories


13

Recursos do Painel Frontal do Relé SEL-701

Painel Frontal Conforme NEMA12/IP54. Display Fluorescente à Vácuo. Exibe as


Resiste a respingos e poeira. mensagens automáticas e dá suporte à entrada
dos ajustes.

LED do Estado do Motor. Apagado quando


LED “Habilitado”. Acende quando o relé o motor está parado. Pisca quando o motor
está em operação para indicar que o relé está partindo, e permanece aceso quando o
está em perfeitas condições. motor está em operação.

Teclado com Seis Botões. Navegue


LEDs de Sinalização. Piscam para indicar rapidamente acionando o menu (“menu-
os alarmes de proteção. Permanecem acesos driven”) na interface do painel frontal para
para indicar a causa da atuação de trip mais visualizar os valores de medição, consultar os
recente. sumários dos eventos, visualizar ou alterar os
ajustes, etc.

Porta Serial EIA-232. Permite conexão


fácil a um PC local para carregar os ajustes
e fazer o download dos dados do relé. O
conector é protegido por uma tampa contra
poeira.

Schweitzer Engineering Laboratories