Você está na página 1de 108

Guias

EducaCÃO
GUIAS DE ADESTRAMENTO CANINO
UM CÃO É A ÚNICA COISA NA TERRA QUE TE
AMA MAIS DO QUE ELE AMA A SI MESMO.


CÃO

OS CÃES NÃO SÃO TODA A NOSSA VIDA, MAS
ELES FAZEM NOSSAS VIDAS INTEIRAS.


EDUCADO

CÃES SÃO SÁBIOS.

É CÃO E DONOS
FELIZES
2 MAIO 2019 V2.22
INDEX GUIAS


GUIA 1 - PRESTAR ATENÇÃO

GUIA 2 - SENTA

GUIA 3 - DEITA

GUIA 4 - FICA

GUIA 5 - VEM

GUIA 6 - JUNTO

GUIA 7 - BUSCA

GUIA 8 - DÁ A PATA

GUIA 9 - NÃO MORDER

GUIA 10 - NÃO PULAR

GUIA 11 - NÃO LATIR

GUIA 12 - NÃO CHORAR

GUIA 13 - NÃO CAVAR

GUIA 14 - NÃO PUXAR

GUIA 15 - NECESSIDADES

GUIA 16 - COPROFAGIA

GUIA 17 - NÃO ROER


BONUS

CURIOSIDADES SOBRE

O COMPORTAMENTO DOS CÃES


- POR QUE MEU CÃOZINHO CAVA
ANTES DE DEITAR?

- POR QUE OS CÃES UIVAM?

- POR QUE OS CACHORROS LAMBEM AS
PESSOAS?

3
INTRODUÇÃo
Um cãozinho que tenha sido escolhido por você para
partilhar parte de sua vida ocupa um lugar importante
dentro do grupo familiar, o que nos leva a afirmar que
amar incondicionalmente um animal implica em
muitas responsabilidades, como, por exemplo, cuidar
da sua alimentação, da sua proteção e da sua saúde
física e mental.

Oferecer adestramento/treinamento ao seu cãozinho dá


a você e a ele a oportunidade para que tenham ótima
comunicação e para que entre o animal e todos os
outros membros da família haja um convívio perfeito.

Cães são muito semelhantes à gente em muitos


aspectos, então você precisa motivar o seu animal para
efetuar a tarefas que não são instintivas, incentivando-o.
Além disso, os cães se parecem muito com as crianças e
precisam ser ensinados sobre o que é certo e o que é
errado fazer. Assim, você não pode querer que o seu
cãozinho adivinhe o que você quer que ele faça ou não

4
faça, você precisa mostrar para ele quais são suas
expectativas.

Neste processo, você tem que ter em mente que a


única coisa que seu cão quer é te agradar e te fazer
muito feliz, então ele estará atento aos seus comandos,
para que possa fazer tudo corretamente e te deixar
feliz.

Refletindo sobre a relação homem X cão, nós


desenvolvemos um curso de adestramento com foco na
integração do cão com o ambiente social familiar em que
vive.

A melhor parte desse guia, posso te garantir, são os


momentos de prazer e alegria que você terá ao lado do
seu cãozinho!

Queremos oferecer aqui uma compilação de técnicas


para você poder estreitar os laços na relação com o seu
cachorro.

Costumamos ouvir as pessoas falarem que adestrar é algo


para poucas pessoas, mas nós aqui, dizemos que, na
verdade, este é um processo para quem tem paciência,
cuidado, respeito e sobretudo muito amor pelo animal.

5
6

Não queremos dizer para você ficar horas e horas A educação de seu cão deve ser feita de uma forma
adestrando o seu cãozinho. Se você separar para isso 10 firme, mostrando e fazendo com que ele entenda
minutos por dia, nem que estes minutos sejam divididos exatamente o que você quer que ele faça, mas isso não
em 2 sessões de treinamento ao longo do dia já é o quer dizer que nesse processo tenha que existir
suficiente. agressividade ou violência. Muito pelo contrário!!!! O
respeito deve estar sempre presente no treinamento,
O importante que o seu cachorro entenda, assimile e
assim, para um bom resultado é necessário que seja
responda ao comando dado. Depois é só repetir o
combinado respeito com gentileza e motivação com
exercício algumas vezes, de maneira prazerosa, como se
dedicação.
fosse uma grande brincadeira, para que ele fixe os
comandos e as respostas esperadas.
A MATILHA

“Os cães sempre verão suas
relações sociais como sendo
uma matilha”

7
informações, você saberá como agir com ele para poder

A MATILHA extrair o melhor dessa relação.


 Se além de entender, você respeitar essa organização, o


De acordo com pesquisa recente, os cães se originaram no resultado da relação entre você e seu cão será a felicidade
Sudeste da África a pelo menos 33 mil anos e a partir dali e o bem estar prevalecendo entre você e o seu grande
começaram a se espalhar pelo Planeta. Eles viviam em amigo, o seu cãozinho.
grupos sociais, chamados matilhas, atuando sempre como
ferozes predadores. Dentro desses agrupamentos, havia O primeiro ensinamento do adestramento exige que

uma imensa e complexa organização social. Se você você compreenda a realidade do seu cãozinho: Ele não

entender a organização social em que o cão está inserido, é gente (apesar de parecer, às vezes) ele é um ser social

você conseguirá entender os comportamentos dele, como que, conforme vimos acima, pertence à um grupo, a

ele pensa e porque ele age como age. Assimilando estas matilha, e que ainda segue todos os instintos de

8
sobrevivência, proteção, amizades e cuidado de que seus Para o cão, as pessoas que convivem no dia a
antepassados necessitaram para conseguir sobreviver por
dia com ele são a sua matilha.
tanto tempo como espécie. Assim, se não tivermos a
consciência de que somos seres diferentes deles, SIM!!!! Na visão dele, nós também somos cães! Se o seu
entramos em disputa com os cães e acabamos ficando cãozinho acreditar que pode liderar a sua matilha, ou seja,
nervosos e nos sentindo fracassados com suas reações, a sua família humana, ele irá disputar poder com você, de
pois esperamos que os cães pensem e ajam da mesma muitas formas (a maioria delas muito desagradáveis!).
maneira como nós pensamos e agimos. Desta forma, para ter um bom relacionamento com seu
cão, você deve se comportar como O Líder da matilha.
Entender como funciona uma matilha não nos dá somente
Ser o líder da matilha significa proteger, dirigir e conduzir
um novo entendimento sobre o cachorro, mas também
os outros membros, fazer as regras e garantir que estas
uma visão diferente, entendendo perfeitamente de como
regras sejam seguidas.
ele deve ser treinado, punido e recompensado. E, para
entender os comportamentos dos cães, temos que ter O líder é o membro mais querido dentro do grupo,
sempre em mente que os valores deles são muito assim, os demais membros ficam muito felizes quando o
diferentes dos nossos. Os cães, dentro da matilha, agradam. O cão tem muita confiança no seu líder.
necessitam de um líder, ou seja, um cão que, graças às
Na matilha, o seu líder conquista o respeito pelas suas
suas habilidades, conduza e controle os demais.
ações, ele jamais se impõe de maneira agressiva ou
Muitas vezes, passamos, sem querer, ao nosso cãozinho a violenta, pois isso pode acabar prejudicando a todos
informação de que ele é o líder da nossa matilha e dentro do grupo. Um líder que busca respeito gritando ou
quando ele age como tal ficamos bastante irritados e batendo não é um bom líder e se você age assim, para
frustrados. Não é justo brigarmos com o nosso cão por ensinar de forma eficiente o seu cão, é melhor rever suas
ele ter agido de acordo com a educação que recebeu (ou atitudes.
deixou de receber) de nós mesmos.

9
“Os cães sempre verão suas relações sociais como

nA
 sendo uma matilha”

O tutor que ensina seu cão gritando ou batendo nele não é um bom

MATILHA líder. A violência pode deixar o animal covarde, hostil e inseguro, e


que pode, até mesmo, querer descontar sua raiva no membro mais frágil
da família, que pode ser o membro mais idoso, o adoentado ou até a
• O líder é o membro mais criança. A violência não corrige e nem ensina.
querido dentro do grupo
Uma coisa que pode ser feita para demonstrar sua liderança é quando
• Não é justo brigarmos com o seu cão lhe pedir qualquer coisa, como comida ou carinho, por exemplo,
nosso cão por ele ter agido de antes de atende-lo, mande-o executar algum comando simples, como dar
acordo com a educação que a pata ou sentar, mostrando ele que você é o líder e que ele não tem
recebeu poder sobre você. E, seja firme, só o atenda após ele satisfazer o seu
comando.
• Se você conseguir atingir o
objetivo de ser o líder do seu Jamais seja covarde, judiando do animal!
cão, ele irá te respeitar e gostar
mais de você. O líder deve ser, acima de tudo, AFÁVEL e DOCE com o seu cão. Se você
conseguir atingir o objetivo de ser o líder do seu cão, ele irá te respeitar e
gostar mais de você.

10
a LEI da
A LEI DA MATILHA

MATILHA 1. Você precisa ser o líder da matilha.

2. O respeito deve ser conquistado e não exigido.

3. Seu cão precisa merecer as coisas.

4. Sempre ande na frente do seu cachorro.

5. Nunca grite ou bata em seu cachorro.

6. Jamais deixe que ele saia vencedor em qualquer disputa


física.

7. Nunca deixe que ele o morda, nem de brincadeira, e


impeça as disputas.

8. Nunca machuque-o.

9. Elogie quando ele for submisso a você e/ou aos demais


membros de sua família.

11
A IMPORTÂNCIA DA ATENÇÃO
A Atenção Mas o que eu posso fazer para meu cãozinho prestar mais atenção em
mim?

• Bom, você pode ser uma Bom, você pode ser uma pessoa mais maneira para ele, tratando-o de
pessoa mais maneira para forma carinhosa.
ele, tratando-o de forma
Lembre-se de falar baixo, pois a audição dos cães é muito mais intensa
carinhosa.
que a nossa, então, se você falar baixo, ele vai ter que prestar mais
atenção para poder escutar o que você diz.
• Lembre-se de falar baixo,
pois a audição dos cães é Se, ao treiná-lo, você disser os comandos gritando e
muito mais intensa que a
repreendê-lo da mesma forma, seu cão só irá te
nossa
obedecer nestes termos, aos gritos.

12
A ATENÇÃO TAMBÉM PODE SER NEGATIVA

Devemos ter em mente que o que os cães sempre querer


é chamar a atenção de seus tutores, mesmo quando essa
atenção for negativa.

Mas o que significa “atenção negativa”?

Bom, digamos que ele pegue alguma coisa que não


possa pegar ou faça algo que não seja agradável ao
dono. Ele sabe que será repreendido e mesmo assim ele
faz, pois ele estará recebendo sua atenção, ainda que
negativamente e isso acaba sendo visto por ele como um
prêmio.

Assim, quando ele fizer algo errado, a melhor punição é


ignorá-lo, pois ele não terá a atenção de seu dono e é
isso o que ele mais quer na vida!

13
TREINAMENTO SEM TRAUMAS
TREINAMENTO “Seja a pessoa que seu cachorro pensa que você é.”

SEM TRAUMAS Cada comando e cada aprendizado carregam muitos significados que
ficarão como lembranças no subconsciente do animal, assim, um bom
adestrador pode fazer com que o cão aprecie os treinos como se fossem
• O amor e o adestramento brincadeiras, fazendo-o se envolver com as lições e dar o seu melhor
devem estar lado a lado. resultado.

• O comportamento do seu “Os cães se assemelham às crianças e são espelho da


cão é proporcional à boa ou da má educação que recebem!”
coerência de seu
É claro que nossa meta principal é fazer com que o cão atenda aos nossos
adestramento.
comandos. Além disso, queremos que esse treinamento seja feito o mais
prazerosamente possível, né? Bom, para isto devemos ter uma série de
• O que deve ser punida é a
cuidados, desde a primeira aula.
atitude errada e nunca o
cão. Se houver qualquer fator negativo durante os exercícios e o processo de
aprendizado, a resposta de seu animal ao adestramento poderá menos
• Não se deve deixar o cão eficiente e isso para a má vontade do seu cão em efetuar os comandos
associar a punição à pessoa dados a ele.
que o corrige.

14
A TROCA É A PEDRA FUNDAMENTAL DO
A TROCA
 ADESTRAMENTO CANINO!!!

O cachorro vai sempre responder bem ao toma-lá-dá-cá. O treinamento


dos cães atua por meio de trocas positivas do ponto de vista do
condicionado e não do condicionador. Ou seja: As trocas devem valer a
pena para o seu cachorro – ele deve receber como recompensa, sempre,
• A recompensa é essencial algo que ele goste muito e o deixe verdadeiramente feliz. Assim,
para que o treinamento seja
precisamos aprender a desenvolver a capacidade de observar e passar a
bem sucedido.
compreender o que é, na visão do nosso cão, uma troca positiva e o que
• É fundamental escolher não é. Só assim poderemos adestrá-lo de uma forma ativa e veloz.
bem os objetos de troca.
Nada, na vida do cachorro, vem de graça.
• Devemos valorizar as
recompensas. A troca é um prêmio. Quando seu animal fizer o que lhe for solicitado, ele

• Devemos ter um plano B recebe sua recompensa e isso é o que mostra ao cão o que é um
quando não tivermos nada comportamento correto e o que é errado. No início do processo de
para oferecer em troca treinamento, as trocas devem ser usadas a fim de facilitar o aprendizado e
o treinamento e depois que o cão já estiver condicionado a responder
aos comandos, a frequência com a qual você dará as recompensas
poderá ser diminuída até ser descontinuada.

A troca/recompensa é um ESTÍMULO para que o cão


aprenda.

15
AS RECOMPENSAS
AS Existem vários tipos de recompensa e, no processo de adestramento/

RECOMPENsAS
 treinamento, pode-se usar qualquer tipo. O que importa é que ela seja o
mais interessante e agradável possível para o cachorro:

Guloseimas (biscoitos, bifinhos, ossinhos): são as recompensas mais


usadas na hora dos treinos.

Brinquedos: Há cães que adoram determinados brinquedos e nesse


• Guloseimas (biscoitos, caso, usar seu brinquedo predileto como recompensa pelo exercício bem
bifinhos, ossinhos): são as feito é a melhor opção.
recompensas mais usadas na
hora dos treinos. Carinho ou Positividade: Para quem não quer usar guloseimas ou
brinquedos, em seus treinamentos, o carinho e as palavras positivas são
• Brinquedos
opções a serem consideradas.
• Carinho ou Positividade
Caminhada ou comida: Como recompensa, se ele fizer corretamente o
• Caminhada ou comida que lhe for pedido, você o leva para um belo passeio ou lhe dá a comida.

Lembre-se que, em todos os casos, à medida em que o treinamento for


progredindo, os petiscos podem ir sendo retirados, e você não precisará
recompensá-lo desta forma para sempre, pois ele já estará
condicionado àquele comportamento. Você poderá utilizá-los, apenas,
em alguma performance super extraordinária. O mesmo irá acontecer
com as punições, que não precisarão mais ser aplicadas.

16
ATENÇÃO À RECOMPENSA PELA
DESOBEDIÊNCIA

Às vezes, sem se dar conta, as pessoas recompensam seus Quanto mais bacana for a recompensa para seu
cães pela desobediência. Por exemplo, o cão pega cãozinho, mais ele vai querer acertar o que lhe é ensinado
alguma coisa proibida e o dono sai correndo atrás dele. O para ganhá-la o mais rápido possível.
que o cão quer é exatamente isso, que seu dono corra
atrás dele; que lhe deem atenção. E ele está sendo A PROGRESSÃO DO APRENDIZADO
recompensado pela desobediência de pegar algo que
Conforme o cão for assimilando os seus comandos,
não é permitido.
você pode ir demorando mais tempo para dar a
VALORIZANDO A RECOMPENSA recompensa, apenas elogiando-o como prêmio.

Não devemos nunca forçar o cão a obedecer em troca de


qualquer coisa.

A recompensa deve valer a pena para ele e deve ser algo


que ele goste muito.

Então, quando e se ele perder o interesse ou não gostar


de determinada recompensa, devemos procurar uma
outra estratégia ou outro prêmio. Se insistirmos em uma
recompensa que não interessa ao cão ou que não
interessa mais ao cão, estaremos diminuindo o valor do
objeto/recompensa no conceito do cão e retardando o
progresso de seu treinamento.

17
A PUNIÇÃO
A PUNIçÃO
 A punição é uma das partes principais do adestramento, pois só assim,
sendo punido quando tiver algum comportamento que não seja tolerável,
o cão aprende qual é o comportamento que se espera que ele tenha.

Uma coisa que é essencial entender sobre a punição:

• A punição é uma das partes


principais do adestramento NUNCA DEVE SER APLICADA DIRETAMENTE

AO CÃO, OU SEJA DEVE SER APLICADA

• NUNCA DEVE SER
APLICADA DIRETAMENTE À AÇÃO ERRADA DO CÃO.
AO CÃO, OU SEJA DEVE SER
APLICADA À AÇÃO ERRADA A punição mais eficaz é aquela que é feita no momento em que seu cão
DO CÃO. estiver tendo a conduta inadequada ou poucos minutos depois.

Você deve punir o comportamento inaceitável, sem ficar bravo com seu
cão, pois a raiva e a irritação atrapalham o processo de aprendizado.

A melhor forma de punição é a chamada “punição despersonalizada”,


aquela que é feita de forma que o cão não veja de onde veio. Um
exemplo de punição despersonalizada é o susto. Assim ele não irá repetir
o comportamento indesejado nem na sua presença e nem longe dela,
pois pensará que será punido de qualquer forma.

18
As punições precisam surtir efeito logo
de cara!

Se você for um bom líder e ele vai ter total prazer em


te respeitar.

As punições devem ser aplicadas na hora do ato


errado ou logo depois.

Ignorá-lo é uma das melhores formas de punição! Os


cães querem ser notados e querem agradar, se você
o ignorar ele saberá que fez algo que você não
gostou.

O adestramento requer muita atenção e observação.

Observando os comportamentos do nosso cão


podemos identificar qual punição surtirá mais
efeito positivo sobre ele.

19
A PACIÊNCIA É FUNDAMENTAL PARA UM BOM
A PACIÊNCIA
 APRENDIZADO

e REPETIçÕES A paciência do dono é vital para um bom processo de adestramento do


animal.

Uma dica é não treinar seu cão nos dias em que você não estiver bem,
pois ele sente a sua energia e pode ficar ansioso, não conseguindo
responder às expectativas nos treinos.

REPETIÇÕES

As repetições são necessárias para que o cão possa associar


corretamente os comandos dados às repostas esperadas.

O cachorro não vai entender “de cara” o que você quer dizer com aqueles
gestos e palavras, você precisa ensinar a ele e nada melhor do que
praticar!

Repita sempre os exercícios!

20
A SOCIALIZAÇÃO DO CÃO
A SOCIALIZAçÃO A socialização mostrará ao cão qual é o temperamento esperado dele,

do cÃO
 além de que auxiliará em seu relacionamento com outras pessoas e


animais e lhe dará mais facilidade de adestramento.

A socialização do cão tem início em sua mais tenra idade, quando ele
ainda está com a sua mãe e o resto da ninhada. É nesta idade que ele
aprende a que terá que conviver com outros cães e obedecer à sua mãe.

Um cãozinho que é separado da ninhada antes do 50º dia tem mais


dificuldade de se relacionar com outros cães e animais, e pode apresentar
mais agressividade e teimosia.

21
PREPARANDO A
EDUCAÇÃO DE SEU
CÃOZINHO

22
A POSTURA

A POSTURA
 Há que ser duro, mas sem perder a ternura!

Entre o homem e o seu animal deve haver uma estreita relação de


amizade e respeito, para que o treinamento seja feito da melhor forma
possível.

É muito importante que o animal se sinta animado e seja sempre


estimulado a prestar atenção e aprender. Se você, não estiver 100%
• É muito importante que o
animal se sinta animado motivado para ensiná-lo e se não o fizer de forma que seja divertida para
o cão, ele não aprenderá o que você tem a ensinar para ele.
• Nós não nascemos sabendo
e seu cão também não Nós não nascemos sabendo e seu cão também não. Ele precisa da sua
orientação para saber o que deve fazer e como deve agir.

23
O TOM DE VOZ

A VOZ O tom da voz de quem ensina é muito importante na hora do


adestramento. Ele deve ser equilibrado, não podendo ser meloso e nem
agressivo. O tom de voz adequado deve ser firme, porém sereno, para
que o cachorro possa compreender clara e facilmente seus comandos, de
forma que os obedeça sem hesitar. Lembre-se que o que importa é bom
estar do seu animal, assim ele deve te obedecer não por medo, mas por
respeito.

Como já dissemos anteriormente, o adestramento é


baseado na observação.

Você deve observar se seu tom de voz está correto e você perceberá isso
facilmente pela reação do seu cão quando você falar com ele.

24
O ADESTRAMENTO
Antes de iniciar qualquer tipo de treinamento,

certifique-se que seu cachorro goza de perfeita saúde,

para tanto leve-o ao seu veterinário de confiança.
25
OS COMANDOS
OS COMANDOS Você chegou até aqui e portanto podemos dizer que você está expert em
comportamento canino e em treinamento animal, vamos, então partir com
tudo para os comandos?

Ressaltamos, aqui, que o seu cão deve se divertir


durante os treinos.

Ele deve ver o treinamento como uma brincadeira, não como uma
obrigação. Tudo o que se faz com prazer, se faz bem, não é mesmo?
Portanto, nunca deixe o treinamento ficar maçante ou desagradável para
ele. Nunca o force a fazer as coisas, isso irá fazer com que ele não queira
aprender.

Para haver aprendizado é necessário que haja alegria - essa


experiência deve ser a mais divertida possível e se não for assim, não
continue, pois será prejudicial para ambos e para a relação entre vocês.

26
GUIA 1
PRESTAR

ATENÇÃO

27
PRESTAR ATENÇÃO
GUIA 1 Se seu cachorro não estiver interessado ou prestando atenção em você,

PRESTAR
 ele não irá fazer o que você mandar e se você não conseguir sua atenção,
ele irá reagir às distrações do ambiente e não a você. Assim, para
começar o treinamento, é necessário ensiná-lo a olhar para você, quando

ATENçÃO você pedir.

A técnica deste comando é elogiar seu cãozinho toda vez que ele olhar
para você. Além de elogiá-lo, você pode oferecer um petisco. Os elogios,

15

com expressões como “muito bem!”, “bom garoto”, etc, em um tom bem
alegre, deve ser feito no momento exato em que ele olhar na sua direção.

A maneira de reforçar o aprendizado é aguardar ele olhar em outra


MIN / DIA


 direção e solicitar, novamente, a atenção dele até que ele deixe
Tempo Necessário de
 totalmente de lado o que ele estava fazendo para olhar para você e
Treinamento Diário quando ele olhar para você, elogie sua atitude.

Quando o cão já estiver, naturalmente, respondendo ao exercício,


adicione o comando “olha”. Assim, deduza quando o cão estiver para se
virar e te olhar e diga o comando.


 Os petiscos devem sempre ser mantidos escondidos, para que seu

 cachorro olhe para você e não para os petiscos. É aconselhável que eles
Você deverá SEMPRE praticar os
sejam pequenos.
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.


28
1. Elogiar seu cão toda vez que ele parar o que estiver fazendo e olhar
para você

GUIA 1
 2. Neste momento, você também pode oferecer um petisco


3. Aguarde ele olhar para outro lado e chame, novamente, a atenção

PRESTAR

dele

4. Elogie-o com as expressões escolhidas e ofereça um petisco que ele

ATENçÃO

goste muito (faça isso sempre nesta ordem)

5. Repita os passos acima umas 6 ou 7 vezes seguidas


PASSO A PASSO 6. Quando o cão estiver repetindo o comportamento, adicione o
comando “OLHA”

7. Sempre que seu cão parar e olhar para você, fale o comando “OLHA”
8. Seu cão não irá assimilar o comando logo de cara, ele vai precisar de
umas 20 repetições para entender

9. Inicie o treinamento em um lugar com poucas distrações e vá


aumentando-as, conforme seu cão for executando o exercício
corretamente

10. Nas primeiras semanas, continue repetindo o exercício de 10 a 20


vezes ao dia, mesmo após ele assimilar o comando e depois disso

15 MIN /DIA
continue repetindo o exercício diariamente.

29
GUIA 2
SENTA

30
SENTA
GUIA 2 É o comando mais simples de ser assimilado pelo cão e deve ser um
dos primeiros a ser ensinado a ele.

 Segure, com a mão fechada, a recompensa em um nível acima da cabeça

SENTA do seu cão, porém não muito afastado dela e fique assim até que ele se
sente e quando ele o fizer, elogie-o e dê a recompensa na hora, mesmo
que ele não tenha sentado na postura correta.

Só introduza o comando “senta” depois que o cão já estiver obedecendo

15

MIN / DIA

ao comando não verbal com facilidade, fazendo desta maneira, ele vai
facilmente relacionar o seu comando (“senta”) com a atitude de sentar.

Repita esse método várias vezes, até que o comando esteja 100%

assimilado pelo seu cachorro e então pare de suspender a recompensa
Tempo Necessário de

Treinamento Diário acima da cabeça dele, dando apenas comando.

A repetição diária do exercício é muito importante.

Comece a fazer o treinamento em lugares diferentes, menos calmos, mais


barulhentos, com mais tráfego de pessoas e na presença de outros

 animais.


Você deverá SEMPRE praticar os Só dê a recompensa depois que ele estiver

comandos, caso contrário o cão a algum tempo sentado.
poderá esquecê-los.


31
32
1. Espere seu cão se sentar e elogie-o com o marcador escolhido e
depois recompense-o

GUIA 2
 2. Para induzi-lo a sentar-se, segure um petisco com a mão fechada na


frente do focinho de seu cão e mova-o para um pouco acima de sua
cabeça, sempre perto de seu nariz. Quando ele olhar para cima, seu

SENTA
 bumbum deve encostar, naturalmente, no chão e assim que ele o fizer,
elogie-o e entregue sua recompensa

PASSO A PASSO 3. Geralmente é necessário induzir o cão entre 3 a 6 vezes, após isso ele
estará sentando sozinho

4. Nunca empurre-o para sentar, apenas induza-o àquele movimento


5. Pratique até ele estar respondendo ao seu gesto cm facilidade e
mantendo-se sentado, e só então insira o comando “SENTA”

6. No início será necessário praticar em torno de 30 vezes por dia, por 3


a 4 dias, antes de inserir o comando

15 MIN /DIA
33
GUIA 3
DEITA

34
DEITA
GUIA 3 O resultado esperado é que seu cão deite em posição de esfinge toda
vez que for solicitado.

 Esse comando é muito mais facilmente assimilado se o seu cão já tiver o

DEITA domínio do comando “senta”.

O exercício consiste em fazê-lo deitar. Faça com que ele se sente, da


maneira ensinada acima, e depois, com ele já sentado e com a
recompensa fechada em sua mão, estenda-a na direção do nariz de seu

15

MIN / DIA

cão e vá abaixando sua mão até ela encostar no chão. Aqui neste
momento, o comando “deita” ainda não é usado. O cão deve acompanhar
sua mão até que ele se deite. Com ele deitado, elogie-o e dê a

 recompensa, mesmo que ele não tenha deitado na postura correta.
Tempo Necessário de

Treinamento Diário Quando o cão já estiver deitando em respostas ao seu gesto com a mão,
introduza o comando “deita”, e repita o exercício várias vezes, até que seu
cão esteja ligando o comando ao gesto de deitar.

Depois que ele fizer isso, pare de gesticular com a recompensa, e só


lhe dê o comando.



 Após isso, quando ele já estiver respondendo bem a seus comandos para
Você deverá SEMPRE praticar os deitar é a hora de começar a fazer o exercício em lugares diferentes, mais
comandos, caso contrário o cão agitados, na presença de pessoas estranhas e de animais e vá espaçando
poderá esquecê-los.

o tempo entre ele deitar e você lhe dar a recompensa.

35
36
1. Segure o petisco com a mão fechada, na frente de seu cão e mande-o
sentar

GUIA 3
 2. Mova sua mão para o chão, até as patas dianteiras dele
3. Elogie-o e recompense-o quando ele for com o focinho até o chão sem

DEITA

levantar seu traseiro

4. Repita os passos acima até que ele esteja indo com o focinho até o chão
PASSO A PASSO sem levantar sua parte traseira

5. Atraia-o para a posição deitada, afastando aos poucos sua mão com o
petisco, em linha reta no chão, para mais longe de seu cão

6. Quando ele se mover para a posição deitada, elogie-o e recompense-o


7. Depois de umas 6 vezes atraindo-o para a posição ele deverá estar
deitando sozinho. Quando ele o fizer, elogie-o e recompense-o

8. Quando ele passar a deitar sozinho, introduza-o o comando “DEITA”


9. Leva, em média, entre 20 e 50 repetições até que o cachorro conecte o
comando à posição de deitado

10. Uma vez que ele tenha assimilado o comando, você pode começar a
tirar o petisco, dando-o apenas 1 a cada 3 vezes que ele se deitar
corretamente

15 MIN /DIA
37
GUIA 4
FICA

38
FICA
GUIA 4 É um comando útil para quando você quiser que seu cão pare de te
seguir para todos os lados.

 Ele irá ficar onde você deixa-lo, até que você diga que ele está liberado

FICA para sair.

Aqui indicamos usar, também, um gesto associado ao comando verbal.

No comando FICA você não pode se esquecer de liberar o cão quando

15
 achar que deve, com alguma palavra como "vai", "sai", ou qualquer outra
que você ache conveniente, se você não o fizer ele sairá sem sua
permissão, e assim você perderá o controle sobre ele.
MIN / DIA


 O ponto de partida para esse comando é fazer cão sentar-se e
Tempo Necessário de
 recompensá-lo e então, com ele sentado, diga "fica", fazendo o gesto com
Treinamento Diário
uma de suas mãos (aqui sugerimos que use a mão direita). Espere um
tempinho e se ele continuar parado no lugar indicado, elogie-o e dê a
recompensa diretamente em sua boca, evitando que ele se mexa. Depois
disso, libere-o imediatamente (antes que ele se mexa) e elogie-o quando
ele se levantar.



 A forma como irá liberá-lo é metade do exercício, então escolha a palavra
Você deverá SEMPRE praticar os com muito cuidado, optando por palavras que não são usadas
comandos, caso contrário o cão diariamente em conversas na sua casa, para não confundi-lo.
poderá esquecê-los.


39
Depois, quando ele já tiver assimilado, repita o comando
“fica” e vá dando pequenos passos para trás, conforme
elogia-o se ele permanecer deitado, oferecendo, sempre,
a recompensa diretamente em sua boca, para que ele não
se mexa e saia da posição.

Pratique o exercício várias e várias vezes, até que o cão


entenda, assimile e responda ao comando.

Nessa fase do treinamento, você pode ir se distanciando


mais dele.

Lembre-se: o treinamento é essencial para


um bom adestramento!

Para aumentar o nível de dificuldade, mande o cão ficar e


saia correndo. Se ele sair andando atrás de você, volte
com ele exatamente para o lugar onde você tinha
mandado ele ficar, dê o comando “fica”, novamente, e
volte a correr, mas se, nessa altura do treinamento, ele não
estiver atendendo você, volte para as etapas iniciais do
exercício e reforce a sua base.

40
1. Coloque seu cão na posição sentada
2. Diga para ele ficar
GUIA 4

3. Mova-se para o seu lado, girando sobre seu próprio eixo
4. Quando ele ficar onde está e não te seguir, elogie-o e
FICA
 recompense-o

5. Libere-o antes que ele se mexa por conta própria


PASSO A PASSO
6. Repita os passos acima aumentando a distância aos poucos
7. Quando seu cão te obedecer e ficar até ser liberado em 95%
das vezes, é hora de tirar o petisco

8. Trabalhe nisso, pelo menos, 15 vezes por dia


9. Adicione o comado “FICA” em todas as posições (sentado,
deitado…)

10. Adicione o comando “VAI BRINCAR” ou “PODE IR” também


em todas as posições

15 MIN /DIA
41
GUIA 5
VEM

42
VEM
GUIA 5 Todo cão deve vir quando é chamado.


 O resultado esperado para este comando é seu cão vir a seu encontro
quando for chamado.

VEM Posicione-se a uma certa distância de seu cão e chame-o pelo nome,
seguido do comando “vem”. Nesse exercício, mantenha sempre um tom
alegre em sua voz. À medida que ele se aproxima, vá dizendo palavras de
incentivo, como “isso”, “bom menino” ou “muito bem”, por exemplo. Não

15

MIN / DIA

fique falando “vem” o tempo todo, alterne entre elogios e o nome de seu
animalzinho.

Elogie-o muito e recompense-o quando chegar até você.



Tempo Necessário de
 Gradativamente, vá alternando as distâncias (mais perto e mais longe) e
Treinamento Diário
aumentando o nível de distrações do ambiente, inserindo brinquedos,
barulhos diferentes, pessoas e outros animais.

O exercício precisa de repetições para ser assimilado, assim, repita-o 3x


por dia e uma vez que ele esteja feliz por vir até você 3x por dia, por 6

 meses, ele não terá motivos para não vir quando realmente for preciso.


Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.


43
44
1. Chame seu cão
2. Incentive-o a medida em que ele vem na sua direção
GUIA 5

3. Elogie-o e recompense-o quando ele chegar até você
4. Vá aumentando, gradualmente, a distância
VEM
 5. Aumente, gradativamente, as distrações
PASSO A PASSO 6. Irá demorar cerca de 6 meses até que seu cão esteja bem
treinado no comando (algumas raças, como a de cães
farejadores, podem demorar mais tempo)

7. Pratique, no mínimo, 3 vezes por dia

15 MIN /DIA
45
GUIA 6
JUNTO

46
JUNTO
GUIA 6 Treinar seu cão para que ande junto de você, ao seu lado, dará o controle
que você precisa, mantendo-o seguro ao seu lado.

 O resultado esperado para esse comando é ele andar junto de você,

JUNTO sempre do seu lado esquerdo.

O treinamento tem início com você colocando o seu cãozinho sentado, ao


lado de sua perna esquerda. Você precisa mantê-lo o mais próximo
possível de você, olhando para frente.

10-15
 MIN / DIA



Não se esqueça de elogiá-lo quando sentar e quando permanecer
sentado ao seu lado.


 O exercício consiste em você ir se movendo em torno de seu próprio eixo


Tempo Necessário de
 e fazê-lo acompanhar seus movimentos e assim que ele acompanhar seu
Treinamento Diário
movimento, sentando, novamente, ao lado da sua perna esquerda,
quando você parar de se mover, elogie-o e recompense-o.

Adicione o comando “junto”. Vire-se para a direita em um pequeno passo


e quando parar diga o comando “junto”. Se ele não se sentar

 automaticamente, dê o comando para que ele o faça e faça um elogio.


 Recompense-o com um petisco (faça isso diretamente em sua boca,
Você deverá SEMPRE praticar os evitando que ele se mova) que lhe agrade muito.
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.
 Vá, aos poucos, adicionando movimentos e distâncias diferentes, para
aumentar o grau de dificuldade do treinamento, certificando-se,
47
sempre, que ele está caminhando exatamente ao seu lado.

Quanto mais imprevisível você for em seus movimentos,


mais ele perceberá que deve prestar atenção em você.

Este treinamento deve ser repetido várias vezes por dia, pois
os cães costumam ter dificuldade com ele. Uma dica é:
NUNCA permita que seu cão puxe a guia. Quando ele
começar a puxar, não diga nada, não chame sua atenção, não
grite, não puxe a guia de volta, enfim, não faça nada, apenas
pare e espere que ele deixe a guia, que estava esticada, solta,
novamente.

É possível que nas primeiras vezes, você precise fazer algum


barulho e dizer o nome dele antes do comando, para que ele
entenda que é com ele que você está falando.

Uma dica para este exercício é começa-lo dentro de casa,


sem colocar a guia no cachorro.

Aumente a dificuldade do exercício aos poucos e mantenha


seu cão sempre tendo que adivinhar qual será seu próximo
movimento.

Quando seu cãozinho estiver atendendo ao seu comando


é a hora de corrigir as eventuais falhas na postura dele ou
na velocidade de resposta ao comando.

48
1. Coloque seu cão sentado ao lado de sua perna esquerda
2. Elogie-o e recompense-o
GUIA 6

3. Em seu próprio eixo, gire 90º para a direita
4. Seu cão deve se mover até estar novamente ao seu lado
JUNTO
 5. Peça-o para que se sente
PASSO A PASSO 6. Quando ele se mover e parar a seu lado, elogie-o e recompense-o
7. Repita os passos acima, de 5 a 10 vezes até que ele esteja seguindo
você conforme você se move

8. Adicione o comando “JUNTO”


9. Se ele não se sentar, dê o comando “SENTA”
10. Elogie e recompense
11. Randomize os movimentos
12. Gradativamente vá aumentando a distância
13. Aumente, também, as distrações

10-15 MIN /DIA


49
GUIA 7
BUSCA

50
BUSCA
GUIA 7 O comando usado é "busca", mas você pode escolher qualquer palavra
diferente, como em outra língua, por exemplo. Nesse exercício, indicamos

 usar, associado ao comando, um gesto (apontar com o dedo indicador
para a direção onde o objeto deve ser buscado).

BUSCA Chacoalhe o brinquedo na frente do seu cão e arremesse-o longe. Se ele


correr atrás do brinquedo, elogie-o.

Se seu cão pegar o brinquedo arremessado e vier em sua direção,

15

MIN / DIA

elogie-o e incentive-o.

Se ele, ao pegar o brinquedo sair correndo para longe de você, corra na


direção contrária a que ele está indo. Assim, o que se espera é que ele

corra atrás de você e se ele assim o fizer, elogie-o.
Tempo Necessário de

Treinamento Diário
Só dê atenção novamente se ele te levar o brinquedo, e ignore-o
completamente (nem faça contato visual) se ele fugir com o brinquedo ou
se ele vier sem ele. Seu cão é esperto, nunca o subestime, logo ele vai
notar que ele é ignorado por você quando não volta trazendo o objeto.


 Introduza o comando, jogando o objeto e dizendo "busca", fazendo junto




 ao comando verbal, o gesto. Quando ele voltar até você com o objeto
Você deverá SEMPRE praticar os você deve elogiá-lo.
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.


51
Neste momento do exercício você pode começar
a pedir que ele te entregue o objeto arremessado
e se ele assim o fizer, você deve elogia-lo e
recompensá-lo.

Lembra que o que o cão mais quer é a nossa


atenção? Então, se ele não atender ao seu
comando, ignore-o completamente, até que ele
te entregue o objeto.

Uma possibilidade é: na hora em que você for pegar


o objeto que ele está trazendo, ele começar a puxar,
querendo brincar de cabo-de-guerra. Jamais
incentive esse comportamento! Nesse caso, solte o
objeto e finja que seu cão não está ali.

Muitas vezes você nem precisará recompensar


seu cão neste treinamento, pois ele entende este
exercício como uma brincadeira e o simples ato de
buscar já é uma boa recompensa prazerosa para ele.

52
1. Arremesse o brinquedo para o cão ir pegar 53
2. Quando ele correr atrás do brinquedo, elogie-o
GUIA 7

3. Se ele pegar o brinquedo e começar a ir em sua direção, elogie-o e
incentive-o

BUSCA
 4. Se ele pegar o brinquedo e não voltar para perto de você, corra no
sentido contrário ao dele, e se ele correr atrás de você, elogie-o

PASSO A PASSO 5. Só dê atenção a ele se ele chegar perto de você com o brinquedo, e
ignore-o se ele fugir com o brinquedo ou se vier sem o brinquedo

6. Depois que ele já estiver trazendo o brinquedo todas as vezes que


você jogá-lo, introduza o comando "BUSCA", fazendo o gesto também

7. Quando ele voltar até você, elogie-o


8. Ignore-o até que ele te entregue o objeto e se ele entregar, elogie-o, e
dê uma recompensa

9. Ele deve estar sempre te entregando o objeto com facilidade, sem


querer fazer cabo-de-guerra ou sair correndo

10. Se na hora em que você for pegar, ele começar a puxar, solte o
objeto e ignore-o até que ele te entregue o objeto

15 MIN /DIA
11. Dificulte o exercício, variando o objeto, bem como o local do treino
GUIA 8
DÁ A PATA

54
DÁ A PATA
GUIA 8 Com o cãozinho sentado, fale o comando: "dá a pata", “dá a patinha” ou
qualquer outro que você prefira, e pegue uma de suas do chão,

 erguendo-a e balançando-a um pouco (como se estivessem se
cumprimentando). Mesmo que o cão não tenha feito nada e neste

DÁ A PATA momento é bem provável que ele não faça, mesmo, elogie-o e dê a ele
uma recompensa, mesmo que ele não tenha feito nada.

Repita essa prática várias vezes e logo o cão entenderá o que você

15

quer que ele faça e te dará a pata para você segurar.

Uma boa dica é fazer esse exercício na presença de outras pessoas que
apreciem cães, assim, o cão vai ter uma super recompensa, que é a
MIN / DIA


 atenção de várias pessoas ao mesmo tempo!
Tempo Necessário de

Treinamento Diário




Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.


55
56
1. O cão deve estar sentado e então você deverá falar o comando
escolhido e, concomitantemente pegar uma de suas patas.

GUIA 8
 2. Você deve elogiá-lo e recompensá-lo já nesse estágio do


exercício

3. Repita várias vezes até que você perceba que o cão entendeu o
DÁ A PATA
 comando

PASSO A PASSO 4. Dê o comando verbal e estenda sua mão diante dele, até que ele
levante a pata na sua direção

5. Mesmo que ele não estenda direito, apenas levante-a, elogie-o e


lhe dê a recompensa

6. Comece a fazer o cão dar a pata em lugares diferentes, menos


calmos, com mais gente e mais distrações

15 MIN /DIA
57
GUIA 9
NÃO
MORDER

58
NÃO MORDER 59
GUIA 9 A principal brincadeira entre filhotes são as mordidas. Aos poucos os
filhotes devem ir entendendo que não devem morder as pessoas como

 uma maneira de brincar.

Não MORDER

15

MIN / DIA


Tempo Necessário de

Treinamento Diário

Controlando este comportamento inadequado e seu cão, a convivência


entre os membros da casa e ele ficará melhor, além de diminuir a chance
do animal ferir alguém.


Os cães mordem as pessoas no meio das brincadeiras, para chamar a


 atenção.
Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão O condicionamento deve ser feito desde muito cedo, ou seja, se o seu
poderá esquecê-los.
 filhote consegue a sua atenção desta forma, provavelmente ele irá
continuar com este comportamento depois que crescer.
Quando ele começar a morder diga “Não!” de uma
maneira enfática e firme e em seguida dê-lhe um
brinquedo que ele possa morder. Outra forma de mostrar
a ele que não se deve morder as pessoas é ignorando-o
quando ele o fizer, isso vai mostrar a ele que tal
comportamento não é aceitável e nem será tolerado.
Acabe com a brincadeira e se afaste, assim que ele
começar a morder. Te garanto: ele vai entender o recado!

Alguns cãezinhos podem assustar quando seus donos


expressam dor, então se ele parar de morder ao ouvir um
“ai ai” de você, em tom de dor, ótimo, elogie-o.

Elogie sempre que a brincadeira não envolver


mordidas. Ele precisa entender qual é o
comportamento adequado.

Assim como as crianças, os cães também respondem aos


nossos estímulos. O segredo é não corrigir apenas o
comportamento ruim, mas elogiar sempre o
comportamento adequado!

Outra dica importante é: Evite tirar/puxar a mão enquanto


ele estiver mordendo, pois para ele, se torna uma
brincadeira, então, ao invés disso, diga um severo “não” e
elogie-o no exato momento em que ele parar de morder.

60
1. Quando o cachorro começar a te morder, diga um enfático NÃO
2. Substitua sua mão por um brinquedo
GUIA 9

3. Não puxe sua mão, ao invés disso, enquanto ele estiver mordendo,
fale NÃO de forma rude

Não MORDER
 4. Pare de brincar se ele continuar a morder


5. Mostre a ele que dói, dizendo “ai ai”
PASSO A PASSO
6. Elogie qualquer brincadeira que não envolva mordidas
7. Se ele persistir, deixe-o sozinho

15 MIN /DIA
61
GUIA 10
NÃO PULAR

62
NÃO PULAR
GUIA 10 Pular nas pessoas é um comportamento muito comum entre os cães e é
mais uma forma de chamar a atenção das pessoas. A sua solução é muito

 fácil, se as dicas abaixo forem seguidas à risca:

NÃO PULAR Se o seu cão pular em você, não brinque com ele, nem fale com ele,
ignore-o completamente.

15

MIN / DIA


Tempo Necessário de

Treinamento Diário



Quando você ou as demais pessoas o agradam e brincam com ele em

Você deverá SEMPRE praticar os respostas aos seus pulos, ele estará entendendo isso como uma
comandos, caso contrário o cão recompensa a um comportamento como correto, enquanto esta conduta
poderá esquecê-los.

é inaceitável e deve ser punida.

63
Lembra que já comentamos que atenção negativa
também é atenção? Então, a melhor punição para esse
comportamento não é brigar, mas ignorar, pois assim, o
cão não conseguirá a atenção que queria de você.

Além de ignorá-lo, você deve levantar seu joelho


flexionado quando ele pular, para que ele não se apoie
em suas pernas. Apenas levante a perna, sem falar nada.

Faça isso até que ele se desista de pular em você e


quando ele se acalmar e parar de pular, acaricie-o e
recompense-o.

Com as repetições regulares desse exercício, em uma


semana, ou pouco mais do que isso, seu cão já deve parar
de pular em você e nas outras pessoas!

Todas as pessoas em que o cão pular devem repetir a


punição caso o cão pule neles (inclusive as visitas).

64
1. Ignore-o
2. Levante seu joelho flexionado na frente do seu cão quando ele
GUIA 10
 pular

3. Não fale nada. Não o repreenda

Não PULAR
 4. Faça isso até que ele se recuse a pular em você

PASSO A PASSO 5. Quando ele desistir: recompense-o

15 MIN /DIA
65
GUIA 11
NÃO LATIR

66
EVITAR O EXCESSO DE LATIDOS
GUIA 11 É muito comum vermos por aí cães que latem exageradamente,
incomodando seus donos e a vizinhança, gerando reclamações, mau

 estar, brigas e até processos judiciais.

nÃO LATIR Quando empregados nas horas certas, os latidos são benéficos e
podem até salvar vidas.

15

MIN / DIA


Tempo Necessário de

Treinamento Diário



 Não queremos, é claro, que seu cão fique calado no caso de ter algum

Você deverá SEMPRE praticar os suspeito rondando sua casa ou se alguém estiver em apuros, queremos
comandos, caso contrário o cão ensiná-lo a controlar os latidos indesejados, aqueles sem nenhuma causa
poderá esquecê-los.
 importante.

67
Um bom exercício para solucionarmos esse problema, é
colocar dentro de sua mão um petisco que ele goste
muito, fechá-la e dar para ele cheirar, repetindo o
comando “quieto”. Ele irá parar de latir para tentar pegar o
petisco da sua mão e assim que ele o fizer, elogie-o. Com
certeza ele irá voltar a latir, mas com esse exercício ele irá
entender que o comportamento adequado é ficar quieto.

Você deve aumentar, aos poucos, o tempo antes de


recompensar o cão, assim ele ficará mais tempo em
silêncio, dê o comando, mas ainda não abra a mão para
que ele pegue o petisco. Antes de abrir a mão para que
ele pegue a recompensa, elogie-o.

Aos poucos, aumente a distância entre você e ele e


aumente também o tempo e as distrações.

Quando ele estiver quieto já a um bom tempo, dê-lhe


outra coisa para que ele possa focar a atenção, como uma
bolinha, por exemplo.

68
1. Colocar em sua mão um petisco que ele goste muito, fechá-la e
dar para ele cheirar

GUIA 11
 2. Repetir o comando “QUIETO”


3. Ele irá parar de latir para pegar o petisco e assim que ele o fizer,

NÃO LATIR

recompense-o e elogie-o

4. Ele irá voltar a latir, então repita o exercício


PASSO A PASSO 5. Vá aumentando, gradativamente, o tempo antes de recompensa
6. Com o tempo, aumente, também, sua distância do cão, o tempo e
as distrações

7. Quando ele estiver quieto já há algum tempo, dê-lhe outra coisa


para que ele possa focar, ao invés daquilo para o qual estava
latindo

15 MIN /DIA
69
GUIA 12
NÃO
CHORAR

70
NÃO CHORAR A NOITE
GUIA 12 O motivo mais provável do choro noturno de seu cãozinho é ele estar se
sentindo sozinho por ter que dormir longe de você.

 Para que você possa tranquiliza-lo, coloque-o no lugar aonde passará a

NÃO CHORAR noite e deixe-o lá por poucos minutos, depois volte, fique brincando um
pouco com ele e recompensando-o. Repita o exercício algumas vezes e
vá, aos poucos, aumentando o tempo que ele fica sozinho no local. Assim
ele vai perceber que não está sozinho e que está seguro naquele lugar.

15

MIN / DIA

Uma boa dica para que ele não se sinta sozinho à noite é deixar
objetos que lembrem você e sua família, como roupas com seu cheiro,
por exemplo, ou paninhos com o cheiro da ninhada em que ele nasceu.

 Uma música ambiente, num volume baixo, perto dele, pode ajudar a
Tempo Necessário de
 impedir a sensação de solidão.
Treinamento Diário
Não seja muito eufórico nas despedidas e nem nas chegadas, para
que não cause ansiedade de separação em seu cãozinho.

Pela manhã, se ele não tiver chorado a noite e se ele estiver calmo,
recompense-o.



 A punição despersonalizada pode ajudar também na solução desse
Você deverá SEMPRE praticar os problema.
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.
 A paciência é o grande segredo!

71
72
1. Enriqueça o local aonde ele passará a noite 73
2. Acostume-o ao local de dormir
GUIA 12

3. Coloque-o no lugar onde passará a noite, deixe-o por alguns minutos
e retorne

nÃO CHORAR
 4. Vá aumentando o tempo no qual o deixa sozinho naquele local


5. Música ajuda a inibir a sensação de solidão
PASSO A PASSO
6. Roupas e cobertores com o cheiro do dono também podem ajudar
DICAS 7. Não seja muito animado nas despedidas e nem nas chegadas
• Passe algum tempo com ele,
no local em que ele irá
dormir, apenas brincando

• Torne o local agradável e


divertido para o seu cão

• Deixe objetos que o


lembram seu grupo e
brinquedos

15 MIN /DIA
GUIA 13
NÃO CAVAR

74
NÃO CAVAR O JARDIM
GUIA 13 A ação de cavar a terra é natural para os cães, mas pode gerar muitos
transtornos para os seus donos.

 Existem várias explicações para esse ato dos cães:

NÃO CAVAR • Atrair a atenção do dono;

• Aliviar da ansiedade

15

• Aliviar depressão ou o ócio;

• Se exercitar;

MIN / DIA
 • Esconder coisas;



Tempo Necessário de
 • Preparar um lugar mais fresco ou mais quente para deitar;
Treinamento Diário
• Imitar seu dono, que mexe no jardim, cavando a terra.




Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.


75
76
Para este problema, indicamos a seguir algumas soluções:

• Não tape na presença dele os buracos que ele fez no jardim. Para isso,
GUIA 13
 coloque-o em um local aonde ele não tenha visão do buraco;

• Não o deixe preso ou sozinho por muito tempo, mas se ele fica muito

NÃO CAVAR

tempo sozinho, dê-lhe brinquedos e distrações;

• Exercite seu animal para que ele gaste energia;


PASSO A PASSO • Dê uma caminha ou um paninho para o seu cão se deitar;

• Não deixe o cão ver você trabalhando na terra, plantando ou colhendo


coisas;

A punição mais indicada nesse caso é a que chamamos de


“despersonalizada”:

Você pode colocar bexigas cheias dentro de buracos que ele fez e tapá-
los de volta. O cão irá cavar o local novamente, e quando isso acontecer, o
balão vai estourar e ele vai assustar;

Colocar o cocô dele no fundo dos buracos e tapá-los. Vai ser bem
desagradável quando ele for cavá-lo novamente;

Assustá-lo, com algum barulho, enquanto ele cava.

15 MIN /DIA
77
GUIA 14
NÃO
PUXAR

78
NÃO PUXAR A GUIA
GUIA 14 Os cães não nascem sabendo como andar na guia, é necessário que
você ensine.

NÃO PUXAR

15

MIN / DIA


Tempo Necessário de

Treinamento Diário

Se o seu animalzinho está puxando a guia, em seus passeios, você deve


lhe dar treinamento, para que entenda que puxar a guia não é uma


 atitude tolerável.

Você deverá SEMPRE praticar os A primeira coisa a fazer é não deixar que seu cão te leve para passear
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.
 Toda vez que você permitir que ele te arraste, estará reforçando esse
comportamento.
79
Se, durante um passeio, seu cão quer ir cheirar algo e
puxa você, e recebe a permissão para ir, ele é
recompensado. Mesmo um pequeno passo na direção do
objeto que ele quer cheirar já é visto, por ele, como
recompensa.

Lembrem-se: Os cães possuem uma coisa chamada


“reflexo de oposição”, que é uma resistência natural à
pressão. Assim, se cada vez que seu cão te puxar, você
puxar de volta, estará incentivando o comportamento
errado do cão.

Para mostrar isso a ele, pense em uma guia solta como um


estimulante e uma guia puxada, como uma trava: No
momento em que seu cão começar a andar mais rápido
que você e esticar a guia, passe a diminuir seu passo até
que fique totalmente parado (se a guia ficar totalmente
esticada). Use essa técnica TODAS as vezes em que sair
para passear com ele.

Para reforçar o exercício, você deve introduzir o


treinamento do comando “junto”.

80
DICAS

• Não admita NUNCA que seu cão puxe a guia


GUIA 14

• Assim que ele começar a puxar você, durante o passeio, pare de andar
e só volte quando ele ficar mais sossegado

NÃO PUXAR
 • No momento em que seu cão começar a andar mais rápido e esticar a
guia, passe a diminuir seu passo até ficar totalmente parado se a guia
PASSO A PASSO ficar totalmente esticada

• Quando seu cão te puxar, NÃO o puxe de volta, pois isso o incentiva a
puxar mais (ele pode entender como um desafio ou uma brincadeira)

• Para ajudar no adestramento, você pode utilizar coleiras anti-puxão

• Introduza o comando “JUNTO”

15 MIN /DIA
81
GUIA 15
NECESSIDADES

82
FAZER AS NECESSIDADES EM LOCAIS APROPRIADOS
GUIA 15 Esse é um problema pelo qual todos os donos de cães passam em algum
momento da vida.

 NÓS DESACONSELHAMOS esfregar o focinho do cão na sujeira ou bater

NECESSIDADES no animal. Aproveitamos aqui para lembrar que maus tratos podem ser
punidos nos termos da lei.

15

MIN / DIA


Tempo Necessário de

Treinamento Diário




Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.


83
Pensem que existem algumas hipóteses para seu para chamar a sua atenção? Xixi no lugar errado Sim,
animal estar fazendo xixi e cocô em locais errados: pois aí, você irá brigar com ele e terá que limpar a sua
sujeira (atenção negativa).
• Cães são seres vivos e precisam fazer suas necessidades
fisiológicas Ele conseguiu o que queria, né?

• A maioria dos cães, especialmente os filhotes, não Cada causa para as necessidades fora do lugar, descritas
sabem que existem lugares proibidos e lugares acima, tem sua solução, e as descrevemos abaixo:
permitidos para fazer suas necessidades
Para as necessidades naturais dele, ensine-o desde cedo,
• A micção descontrolada pode ser para demonstrar que há um lugar certo para que ele as faça. Esse
submissão. Isso ocorre, geralmente, com cães muito treinamento serve tanto para os cães filhotes quanto para
sentimentais ou que têm donos violentos. os adultos. Se você tiver um quintal ou jardim em casa,
ensine-o a fazer lá, senão, ensine-o a fazer em cima de
• Alguns cães ficam tão animados e felizes com a chegada jornais ou tapetes higiênicos que são vendidos em pet
ou quando alguém lhe dá atenção acabam até urinando.
shops para este fim. Use apenas UM lugar para que ele

• Outra causa provável é a dominância, ou seja, a faça xixi e cocô livremente e não permita que ele o faça em

“marcação de território” (ocorre principalmente com outros lugares.

machos).

• Há ainda o caso dos cães que fazem suas necessidades


em lugares errados apenas para chamar a atenção.
Imaginem a seguinte cena: Você recebe, por exemplo,
uma visita em casa e só dá atenção a ela, esquecendo-se
de brincar ou falar com seu cão, então ele fica
indignado, pois quer a atenção para ele. O que ele faz

84
A melhor forma de ensinar seu cachorro a fazer suas Sabendo disso já dá para se programar, né?
necessidades no lugar certo é: Se você o surpreender
Os cães adultos se alimentam 2 vezes por dia, e fazem suas
enquanto ele urina ou defeca em lugar não permitido,
necessidades em torno de 3x ao dia. Aí, você pode
pegue-o rapidamente, ou faça algum barulho para ver se
arrumar a rotina do jeito que preferir.
ele para e leve-o para o lugar correto, mostrando que é lá
que ele deve fazer. Mas se ele já tiver terminado, finja que Alimentá-los nos mesmos horários (a comida não deve
não viu, não reclame e ignore a sujeira, então induza-o a ir ficar à disposição do cão), todos os dias, ajudará a criar
para outra parte da casa e limpe o local com neutralizador uma rotina.
de odores enzimado, pois os cães fazem suas
necessidades onde já há o cheiro de urina ou fezes. Se o caso do seu animalzinho é urinar em sinal de
submissão a você, pode ser que você esteja sendo muito
Uma coisa que você deve saber é: Cães vivem no agressivo com ele. Passe a abaixar-se para fazer carinho
momento presente, então se você brigar com ele nele, não olhe diretamente para seus olhos e não caminhe
quando ele já tiver feito suas necessidades no lugar na direção dele olhando fixamente para ele.
errado, ele não entenderá o que está acontecendo e
nem o que você quer que ele faça. Assim você parecerá menos ameaçador aos olhos do
seu cão.
A rotina é a melhor forma de fazer seu cão assimilar que
existe um lugar correto para fazer suas necessidades. Leve
seu cão ao lugar certo em horários pré planejados. Mas, ai
eu você pode me perguntar: Como posso saber a hora
que ele vai sentir vontade de fazer xixi ou cocô? Bom, os
cães mais novos fazem suas necessidades logo quando
acordam e mais ou menos de 5 a 6 minutos depois de se
alimentarem.

85
Aos poucos, ele começará a confiar
novamente em você e irá parar de urinar
quando você se aproximar.

Se o caso do seu cãozinho for de micção


por excitação (felicidade), não se irrite com
ele e procure diminuir sua ansiedade e
excitação, principalmente antes de sair de
casa e quando retornar.

Bom, se o caso do seu cãozinho é micção


por dominância, a solução é simples: torne-
se o líder da matilha e reeduque-o a fazer as
necessidades no lugar certo.

A castração dos machos também costuma


resolver nesses casos.

Uma dica para os cãezinhos que fazem xixi


e cocô na frente das visitas: Procure não
ignorá-lo quando tiver visitas em casa, tente
fazer que a presença das visitas seja
agradável também a ele, dando-lhe
petiscos ou brinquedinhos comestíveis, isso
deve melhorar a situação.

86
• Ensine-o desde cedo ou logo que chegar na sua casa, que há um lugar
certo para que ele faça suas necessidades

GUIA 15
 • Se você tiver um quintal ou jardim em casa, ensine-o a fazer lá, senão,
ensine-o a fazer em cima de jornais ou tapetes higiênicos que são
vendidos em pet shops para este fim. Use apenas UM lugar para que

NECESSIDADES
 ele faça xixi e cocô livremente e não permita que ele o faça em outros
lugares. 

DICAS • Se você o surpreender enquanto ele urina ou defeca em lugar não


permitido, pegue-o rapidamente e leve-o para o lugar correto,
mostrando que é lá que ele deve fazer

• S e ele já tiver terminado de fazer as necessidades no lugar errado, finja


que não viu e, sem que ele veja, limpe o local com neutralizador de
odores enzimado (com enzimas naturais que eliminam as manchas e os
odores de material biológico) 

• A rotina é a melhor forma de fazer seu cão assimilar que existe um lugar
correto para fazer suas necessidades

• Alimente-o sempre nos mesmos horários (não deixe a comida à


disposição)

• Leve seu cão ao lugar certo em horários pré planejados

15 MIN /DIA
87
• Se seu animal urina em sinal de submissão a você, pode ser que você
esteja sendo muito agressivo com ele. 

GUIA 15
 • Passe a abaixar-se para fazer carinho nele, não olhe diretamente para
seus olhos e não caminhe na direção dele olhando fixamente para ele.
Assim você parecerá menos ameaçador aos olhos do seu cão.

NECESSIDADES
 • Se o caso do seu cãozinho for de micção por excitação (felicidade),


procure não dar muita atenção a ele antes de sair de casa e ao chegar 

DICAS • Se o caso do seu cãozinho é micção por dominância, torne-se o líder


da matilha e reeduque-o a fazer as necessidades no lugar certo. A
castração dos machos também costuma resolver nesses casos.

• Sempre que ele acertar o local certo de suas necessidades, elogie-o

• Uma dica para os cãezinhos que fazem xixi e cocô na frente das visitas:
Procure não ignorá-lo quando tiver visitas em casa, tente fazer que a
presença das visitas seja agradável também a ele, dando-lhe petiscos
ou brinquedinhos comestíveis, isso deve melhorar a situação.

88
GUIA 16
COPROFAGIA

89
COPROFAGIA 90
GUIA 16 Quando os cães são bem pequenos, até eles começarem a fazer suas
necessidades em um local afastado do ninho, é normal que a mãe deles

 coma suas fezes, para deixar limpo o espaço em que eles estão.

COPROFAGIA

15

MIN / DIA


Tempo Necessário de

Treinamento Diário




Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão
poderá esquecê-los.

Algumas são as causas prováveis para a coprofagia:

• Deficiência de nutrientes e vitaminas, que podem ser causada por


pancreatite, verminoses, deficiência de algumas enzimas digestivas ou
GUIA 16
 por dietas pobres e insuficientes. As fezes têm nutrientes e o cão pode
estar buscando nelas uma suplementação para a sua alimentação
deficiente;

COPROFAGIA
 • Cães que se alimentam apenas uma vez ao dia podem apresentar esse
comportamento, porque quando eles comem muita comida de uma
PASSO A PASSO vez só o seu organismo não consegue absorver todos os nutrientes,
eliminando grande parte deles em suas fezes, que acabam comendo,
depois;

• No caso de vasilha compartilhada, o cão dominante irá comer primeiro


e só depois que estiver totalmente satisfeito, os demais cães poderão
comer. E aí, nem sempre o que ele deixa para os outros é o suficiente
para alimentá-los adequadamente. Os cães que comerem depois, se
não se sentirem saciados, irão comer às fezes do cão dominante (que
comeu mais) para complementar sua alimentação;

✤ Os cães filhotes, com idade de até 6 meses deve ser alimentados


entre 3 e 4 vezes por dia, já o cão adulto, pelo menos 2 vezes.
Prefira as rações de boa qualidade (Premium ou Super Premium).
Se você tem mais de 1 cão em casa, cada um deve ter a sua vasilha
de comida e você deve acompanha-los nas horas das refeições,

15 MIN /DIA
para certificar-se que todos eles estão comendo a quantidade
adequada à sua idade e peso;

91
• Alguns cão, tentando evitar a punição por ter feito cocô ❖ Mantenha a vermifugação dos seus animais em
em local não permitido, podem começar a comer suas dia (o aconselhável é que os animais sejam
fezes para limpar o local e, para garantir que não serão vermifugados a cada 3 meses);
punidos de maneira nenhuma, podem começar a comê-
❖ Consulte seu veterinário de confiança sobre
las até quando fazem no lugar permitido;
algumas substâncias que são colocadas junto
• Se o lugar em que vivem não tema devida higiene, com a comida do cão, para darem um sabor
alguns filhotes podem começar a fazer a limpeza do desagradável ao seu cocô. Você pode fazer uso
lugar, comendo suas fezes e as de seus companheiros; de ingredientes que, se colocados em cima das
fezes dos animais dão a elas um sabor muito ruim
❖ Mantenha sempre limpo o lugar onde seu cão fica;
(como o vinagre, por exemplo), entretanto,

❖ Não deixe que seu cão veja você fazendo a recomendamos a supervisão de um profissional

limpeza do local em que ele vive, pois ele pode se você for fazer uso de qualquer substância.

querer imitar o comportamento do seu dono,


limpando a sujeira, ou seja, comendo seu próprio
cocô;

• Cães que ficam sozinhos ou limitados a espaços


pequenos têm inclinação a comer o seu cocô;

❖ Se seu cão está repetindo este comportamento,


leve-o ao veterinário para verificar seu estado
geral.

92
GUIA 17
NÃO ROER

93
NÃO ROER AS COISAS
GUIA 17 O hábito dos cães filhotes roerem coisas é normal e saudável para o seu
desenvolvimento, mas quando isso vira um vício ou quando eles saem

 destruindo objetos de seus donos, isso torna-se um problema que precisa
ser resolvido.

NÃO ROER Pode ser que seu cãozinho roa as coisas por:

• Ansiedade ou stress;

15

MIN / DIA

• Problemas fisiológicos e psicológicos;

• Coceira na gengiva devido ao crescimento ou a troca de dentes:


quando seu cão morde as coisas, a coceira em sua gengiva é aliviada.

Tempo Necessário de
 Se seu cãozinho rói as coisas por ansiedade ou stress, procure identificar a
Treinamento Diário causa e exercite-o com mais frequência e passe mais tempo com ele.

Não deixe que ele roa seus objetos e os móveis e forneça a ele seus
brinquedinhos próprios para os dentes, que além de resolverem o
problema comportamental, ajudam a higienizar a boca de seu animal.


 Para mostrar ao cãozinho que o brinquedo é dele e que ele pode

 mastiga-lo, jogue-o e estimule-o a pegá-lo.
Você deverá SEMPRE praticar os
comandos, caso contrário o cão ATENÇÃO: Se o seu cão tem inclinação a destruir suas coisas NÃO lhe
poderá esquecê-los.

dê brinquedos parecidos com seus objetos, como chinelos, por
exemplo.
94
Seu cão precisa entender que pode roer
apenas as dele.

Além de dar brinquedos divertidos e


atrativos ao seu cão, puna-o quando ele
roer objetos que não lhe pertencem.
Falar um enfático “Não!” e fazer algum
barulho que o assuste, são boas opções.

Para que seu cão pare de roer as coisas


que não lhe pertencem mesmo quando
você estiver longe, use as punições
impessoais já mencionadas nos tópicos
acima.

Você pode, além de tudo isso, passar


pimenta ou alguma outra substância de
gosto desagradável (não tóxica) nas
coisas que o cão costuma roer.

95
1. Se o problema de seu cãozinho é ansiedade ou stress, procure
identificar a causa e exercite-o com mais frequência e passe

GUIA 17
 mais tempo com ele.

2. Não deixe que ele roa suas coisas

3. Forneça a ele seus brinquedinhos próprios para os dentes


NÃO ROER
 4. Para mostrar ao cãozinho que o brinquedo é dele e que ele
PASSO A PASSO pode mastiga-lo, jogue-o e incentive-o a pegá-lo

5. NÃO lhe dê brinquedos parecidos com seus objetos


6. Fale “Não!” com firmeza e faça algum barulho que o assuste
quando o pegar roendo o que não deve

7. Use punições impessoais


8. Passe pimenta ou alguma outra substância de gosto
desagradável (não tóxica) nas suas coisas que o cão costuma
roer

15 MIN /DIA
96
A Regressão no
aprendizado de seu
cãozinho
Por alguns motivos o seu cão pode parar de
aprender ou desaprender o que já sabe. É a
chamada “regressão no aprendizado”.

A chegada de outros animais na casa, a


chegada de um bebê, a morte de algum
membro da família, o divórcio de seus
donos, problemas de saúde, são causas de
grande estresse, que podem interferir no
aprendizado do seu animal.

Você deve identificar a causa e depois


reforçar a base do treinamento, lá do
começo.

97
CURIOSIDADES SOBRE
O COMPORTAMENTO
DOS CÃES

98
POR QUE
MEU
CÃOZINHO
CAVA
ANTES DE
DEITAR?

99
POR QUE MEU Quem nunca viu seu cachorro fazendo o movimento
de cavar e rodar antes deitar para dormir?

CÃOZINHO Alguns cães permanecem muito tempo rodando e raspando o chão...


rodando e raspando o chão até se deitar. Alguns donos acham essa

CAVA ANTES prática engraçadinha e não se incomodam, já outros ficam bastante


irritados quando eles começam com esse movimento, mas, afinal por que

DE DEITAR? eles fazem isso????

Para os cachorros, cavar responde a um atavismo da espécie.

• Para os cachorros, cavar Nossa, mas o que é um ATAVISMO???? É GRAVE????? Ahhhh, o atavismo
responde a um atavismo da não é doença, não, é apenas uma característica genética presente na
espécie. espécie desde seus ascendentes mais remotos, e que podem estar
ocultos ao longo das gerações, ou seja, este é um comportamento que
• Os cães arranham a terra existe deeeeesde o princípio da espécie!
quando estão na natureza, e
Os cães arranham a terra quando estão na natureza, e ele faz isso para
ele faz isso para que o solo
que o solo fique mais úmido e mais fresco ou mais quentes e secos,
fique mais úmido e mais
dependendo da região em que vivem e da estação do ano.
fresco ou mais quentes e
No caso das cadelas grávidas, que estão perto da hora de dar à luz, os
secos, dependendo da
motivos para cavar também são atávicos: Elas cavam para regular a
região em que vivem e da
temperatura do solo e, principalmente, construir uma toquinha para
estação do ano.
abrigar seus filhotes, garantindo a ocultação da marcação olfativa,
escondendo o odor dos filhotes ou do cheiro do leite materno, abafando

100
também eventuais ruídos e sinais que denunciariam a presença de

ANDAR EM filhotes, tornando-os, assim, menos vulneráveis à ação de predadores.

CÍRCULOS É UM
Os cães também cavam para deixar seu cheiro no local e demarcar
território. Algumas glândulas localizadas na parte inferior das patas dos
cães liberam um odor específico, que é reforçado pela arranhadura.

PROBLEMA? Cavando, os cães usam o cheiro de suas patas para deixar lá seu cheiro e
avisar aos outros cães que aquele território é seu.

Além desses motivos, os cães também podem arranhar o chão ou a cama


antes de dormirem  porque suas unhas estão muito longas e nesse caso
apare as suas unhas!

ANDAR EM CÍRCULOS É UM PROBLEMA?

Andar em círculos pode ser um sinal de que seu cão está desconfortável
ou com dor.

Observe seu comportamento e fique atento: pode ser que ele esteja com
problemas neurológicos ou com outros problemas de saúde. Leve-o ao
veterinário para uma avaliação, garantindo que não seja nenhum
problema mais sério.

101
POR QUE
OS CÃES
UIVAM?

102
POR QUE OS Tenho certeza que você já ouviu um cachorro uivando
sem parar e se perguntou o porquê eles fazem isso, né?

CÃES UIVAM? Bom, no dicionário da língua portuguesa, o uivo é descrito como um som
triste e agudo característico dos animais canídeos (lobos, raposas e cães)
e por extensão é descrito como um grito contínuo de dor ou tristeza. E daí
já temos uma pista de onde vem tal hábito: Sim, o uivar dos cães é uma
herança dos lobos!

Pesquisadores descobriram que o uivo é a forma de comunicação entre


os lobos. O uivo não é, portanto, somente uma resposta ao estresse ou
sofrimento, à dor ou a solidão, como descrito no dicionário, embora
também possa ser.

Se um membro da alcatéia que alertar o restante do grupo sobre algum


perigo ou alguma situação , ele uiva. Para avisar que localizou alguma
presa, durante a caça, ele uiva. Para ajudar a reunir a alcateia, ele uiva. O
poder sonoro do uivo é muito maior do que o do latido, e esse som torna
a comunicação entre os canídeos muito mais eficiente.

Seu cão não vive em bando, não está no meio de uma


matilha, não caça, mas ele uiva e late.

103
Então, por Então, por que raios os cachorros uivam?

que raios os
O cão doméstico é um animal que descende do lobo e ainda mantem
vivos vários dos instintos de seus ancestrais.

cachorros Os uivos são, também, formas de comunicação à distância entre os cães.

Para entender porque um cão uiva, é preciso saber quais são as causas

uivam? que levam à essa vocalização. A variação dos sons emitidos pode refletir
um estado emocional do cão ou estar associado a alguma situação
específica. Então, os cães uivam:
• Os uivos são, também,
• Para alertar ou se comunicar com outros cães
formas de comunicação à
distância entre os cães. • Porque sentiram o cheiro de uma cadela no cio:  isso é um instinto de
reprodução e de sobrevivência da espécie.

• Para chamar atenção para algum perigo

• Para chamar a atenção de seus tutores

• Por sentir solidão: acontece quando o cão passa muito tempo sozinho,


sem atividades para gastar sua energia e sem qualquer estímulo físico
ou mental.

• Pela ansiedade de separação

104
Todos os • Por euforia e felicidade: você já viu aqueles vídeos que sempre
viralizam na internet, de cães que uivam ao ouvir determinada música?

cães são Pois é, alguns cachorros podem uivar para demonstrar que estão
contentes e que estão curtindo ouvir aquele som!

capazes de Todos os cães são capazes de uivar. No entanto, algumas raças são mais
propensas que outras a uivar, são elas:

uivar • Husky Siberiano

• Samoieda

• Malamute do Alaska

Alguns comportamentos ligados ao uivar dos cães podem ser corrigidos


facilmente com os passos acima, mas se o seu cachorro uiva só de vez em
quando, não se preocupe, não tem nada errado com ele, ele está só
querendo se comunicar!!

105
POR QUE OS
CACHORROS
LAMBEM AS
PESSOAS?

106
POR QUE OS A lambida é uma das primeiras formas de interação com a qual os cães
têm contato, pois a sua mãe o lambe para limpá-lo.

CACHORROS Dentro da matilha, os cães só lambem os animais pelos quais eles têm
afeto e quando eles foram domesticados, trouxeram esse instinto e

LAMBEM AS transferiram esse comportamento para nós, humanos, que somos seus
companheiros.

PESSOAS? Para os cachorros, lamber é algo que lhe dá prazer, pois libera endorfina
(hormônio associado à felicidade, bem-estar e bom humor).

Além de afeto, a lambida pode ser sinal também de referência/submissão


• Para os cachorros, lamber é
pois quando filhote, o cão lambe o queixo da mãe para que ela regurgite
algo que lhe dá prazer, pois
a comida que ingeriu na sua boca. O cachorro adulto transfere esse
libera endorfina (hormônio
comportamento para o seu dono. Se o seu cão te lambe é um sinal que
associado à felicidade, ele vê você como líder, chefe, “mãe” ou “pai”.
bem-estar e bom humor).
Se você dá risada e brinca com ele quando ele te lambe, isso pode ser
entendido, pelo cão, também como um reforço positivo, na cabeça dele,
quanto mais amor ele demonstrar pelo dono, mais atenção ele vai
receber. E está certo, né?

Fora todas essas explicações e, por mais estranho que isso possa parecer,
pode ser que o seu cão simplesmente goste do gosto da sua pele e do
seu suor, e por isso queira sempre te lamber.

107
CÃO

EDUCADO

É CÃO FELIZ
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

© 2019 ENNEAPLAY.COM / TATIANA GAIA

Powered by TCPDF (www.tcpdf.org)


108

Você também pode gostar