Você está na página 1de 46

Especialização em Engenharia de Redes de Computadores

Disciplina: Tecnologia de Cabeamento Estruturado


Prof. Renato de Andrade, RCDD

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


PNIE – PANDUIT NETWORK
INFRASTRUCTURE ESSENTIALS V2.0

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Capítulo 2 - Fundamentos de Rede

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Objetivos do Capítulo

• Aprender as topologias de rede;


• Aprender o Modelo OSI;
• Entender as funções da camada física;
• Entender as funções da camada de enlace;
• Aprender as funções de outras camadas.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Definição de rede

• Uma rede é um sistema para interconectar


objetos ou pessoas. Há muitos tipos de
redes. Uma rede de computador é definida
como dois ou mais dispositivos tais como
estações de trabalho, impressoras, e
servidores, ligados entre si, com a finalidade
de compartilhar informação.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Rede de Computadores Tradicional

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Redes usando Cabeamento de Voz

• As linhas de telefone são usadas


freqüentemente para transmitir dados entre
computadores, para usuários de Internet de
empresas de pequeno porte e residências.
Embora este seja um método lento de
conexão, é razoavelmente barato, e para
muitos usuários residenciais, a única opção
disponível.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Objetivos das redes

As redes devem ser:


• Simples;
• Gerenciáveis;
• Adaptáveis e escaláveis;
• Confiáveis;
• Transparentes e funcionais.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Benefícios das Redes

• Compartilhar dispositivos de saída -


Impressoras, outros dispositivos de saída e
fax podem ser compartilhados.
• Compartilhamento de dispositivos de
entrada – Por serem freqüentemente mais
caros, são configurados para múltiplos
usuários na rede.
• Compartilhamento de dispositivos de
armazenamento – Arquivos podem ser
armazenados nestes dispositivos de
armazenamento e acessados de qualquer
lugar da rede.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Mais Benefícios das Redes

• Compartilhamento de conexões de internet


– Com o software apropriado, uma LAN inteira
pode conectar-se à internet com uma linha de
telefone e uma única conta no Provedor de
Serviços de Internet (ISP).
• Segurança – é muito mais fácil fixar dados e
recursos quando as políticas e o esforço são
centralizados e controlados.
• Compartilhamento de dados e aplicações -
Compartilhamento de arquivos de dados
resulta no uso eficiente do espaço de disco e
em uma colaboração mais fácil em projetos
multiusuário.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Papel do Cabeamento em Redes

• No passado, as redes de dados e de voz eram


separadas. Hoje, os sistemas de cabeamento
são integrados criando sistemas de
cabeamento estruturado padronizados e
organizados.
• Tais sistemas puxam cabos para redes de voz
e dados, ao mesmo tempo e às vezes usando
o mesmo tipo de cabos para ambos.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Meios de Redes

• O meio mais comum de rede


é o cabo de cobre, que usa
corrente elétrica para emitir
sinais.
• O cabo de fibra-óptica usa
pulsos de luz para transmitir
sinais ao longo das fibras de
vidro.
• Os meios sem fio (wireless)
incluem as ondas de rádio, o
infravermelho, ou as
microondas.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Servidores

• Uma característica de toda a instalação de


cabeamento estruturada é a habilidade de
fornecer serviços em qualquer posição
na rede.
• Redes ponto-a-ponto (P2P) não têm
servidor central. Cada membro da rede
compartilha arquivos com outro membro.
• Servidores contém informações ou
aplicações que podem ser acessadas por
muitos usuários.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Tipos de Redes de Computadores

• Uma rede de área local (LAN) é uma rede de


computadores que conecta um conjunto de
usuários e de dispositivos dentro de um edifício e
é gerenciada no local.
• LANs podem ser interconectadas para formar
Redes de Área Metropolitana (MANs) ou Redes
de Área Construída (BANs) que por sua vez se
interconectadas em regiões de grande extensão
geográfica, formam as Redes de Área Extensa
(WANs).

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Redes de Voz Regional e Global

• O sistema de telefone é uma rede global


que permite que usuários em qualquer lugar
no mundo chamem outros usuários. A rede de
telefone global é composta de redes de
telefone menores em cada país.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Rede de Voz Local

• Uma rede de voz local é


basicamente uma rede de
telefone privada confinada a
uma organização. Estas são
chamadas Private Branch
Exchanges (PBXs), e são
encontradas em muitas
organizações extensas.
• PBXs permitem que os
usuários acessem outros
usuários na rede marcando sua
extensão. Os usuários do PBX
compartilham de um
determinado número de linhas
exteriores para fazer chamadas
de telefone externas ao PBX.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Redes de Área Local

• Uma rede de computadores que conecta


usuários e dispositivos dentro de um
edifício ou de um campus e é gerenciada no
local, é chamada de Rede de Área Local
(LAN). LANs são encontradas nos escritórios,
nas escolas, nos governos, e em residências.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Redes de Área Metropolitana

• Quando duas ou mais LANs são ligadas


dentro de uma cidade ou de uma área
geográfica limitada, temos uma Rede de Área
Metropolitana (MAN).

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Redes de Área Extensa

• Uma Rede de Área Extensa (WAN) tem


poucos limites geográficos. WANs podem
cobrir uma cidade, país, ou mesmo o mundo
inteiro.
• A Internet é um exemplo de uma WAN.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologias de Rede

• Redes de computadores têm


topologia física e lógica.
• Topologias físicas são a
disposição dos cabos de rede,
dispositivos, e estações de
trabalho .
• As topologias lógicas ditam o
trajeto que os dados tomam
entre dispositivos e estações de
trabalho.
• Cada rede tem uma topologia
lógica e física.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologias Físicas

• As topologias físicas descrevem a disposição


física real da rede.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologia de Barramento

• Uma topologia física de barramento usa um


único comprimento do cabo que funciona de
uma extremidade da rede à outra.
• Os usuários são conectados ao cabo central
por segmentos do cabo.

Barramento

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologias em Anel e Anel Duplo

• Em uma topologia física em anel, todos os


dispositivos são conectados em círculo.
• A topologia em anel duplo fornece
confiabilidade adicional desde que se tenha
dois trajetos para o tráfego de dados.

Anel Anel Duplo

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologias em Estrela e Estrela Estendida

• Uma topologia em estrela conecta todos os


cabos a um ponto central.
• Uma topologia em estrela estendida é criada
ligando-se diversas topologias em estrela a um
ponto central.
Estrela Estrela
Estendida

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologia Hierárquica

• A topologia hierárquica impõe ordem na rede


agrupando os hosts de acordo com sua posição
física na rede.

Hierárquica

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Topologia em Malha

• Uma topologia em malha (full-mesh) fornece


redundância para uma rede, conectando cada
host entre si.

Malha (full mesh)

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


O Modelo de Referência OSI

• O Modelo de Referência OSI é usado


universalmente como um método para ensinar e
compreender a funcionalidade da rede.
• Seguindo o Modelo OSI, pode-se projetar,
construir, atualizar, ou resolver problemas
conseguindo uma compatibilidade e uma
interoperabilidade maior entre vários tipos de
tecnologias de rede.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


O Modelo de Referência OSI

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Razões para se usar o Modelo OSI

• Divide os aspectos da operação da


rede em elementos menos
complexos.
• Permite aos engenheiros dividir
esforços do projeto e do
desenvolvimento, em funções
específicas.
• Impede que as mudanças em uma
área afetem outras áreas, de modo
que cada área possa evoluir mais
rapidamente.
• Permite que os projetistas de rede
escolham dispositivos de rede e
funções corretamente.
• Auxilia nos testes e resolução de
problemas.
Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página
Camada Física (Camada 1)

• Esta camada fornece os


meios elétricos, mecânicos
e funcionais, ativando e
mantendo a ligação física
existente entre os hosts.
• Se a ligação (link) entre
hosts ou redes estiver com
problemas, os dados não
podem ser transmitidos.
• Os meios de rede tais
como o cabo par trançado,
coaxial, e fibra óptica
pertencem à camada 1.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Camada de Enlace de Dados (Camada 2)

• Esta camada trata da velocidade de transmissão,


do controle de fluxo, da identificação de erro e da
topologia.
• Esta camada reconhece os identificadores
especiais de cada computador, chamados
Endereços de Controle de Acesso ao Meio (MAC).

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Camada de Rede (Camada 3)

• A camada de rede adiciona


endereços lógicos ou de
rede, tais como endereços
do Protocolo de Internet (IP).
• Com a adição desta
informação, os quadros são
chamados agora de pacotes.
• Esta camada é responsável
por determinar o melhor
caminho para que os dados
se movam de uma rede para
outra.
• Os roteadores executam
esta operação e são
dispositivos da camada 3.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Camada de Transporte (Camada 4)

• Esta camada divide o arquivo de dados em


segmentos para facilitar a transmissão.
• Esta camada é também responsável pela entrega
confiável dos dados entre os dois hosts.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Camada de Sessão (Camada 5)

• A camada de sessão
estabelece, mantém, e
gerencia as conversações,
chamadas sessões, entre
duas ou mais aplicações em
computadores diferentes.
• A camada de sessão
mantém as linhas abertas
durante a sessão e
desconecta-as na conclusão.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Camada de Apresentação (Camada 6)

• Esta camada fornece serviços de


formatação à camada de aplicação,
assegurando que os dados que
chegam de um outro computador
possam ser usados por uma
aplicação.
• Por exemplo, traduz caracteres do
EBCDIC dos mainframes, em
caracteres de ASCII para PCs de
modo que uma aplicação possa ler os
dados.
• Esta camada é também responsável
pela criptografia e compressão dos
dados.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Camada de Aplicação (Camada 7)

• A função principal da
camada de aplicação é
fornecer serviços de
rede ao usuário final.
Estes serviços de rede
incluem o acesso a
arquivos, aplicações, e
impressão.
• É a camada que define
o objetivo da conexão
do usuário com o
computador.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Problemas da Camada 1

• Quando há problemas com uma


rede, deve-se começar a
resolucionar problemas com a
camada 1.
• Estima-se que aproximadamente
três quartos de todos os
problemas da rede são
problemas da camada 1.
• Muitos destes podem ser
evitados na instalação do cabo.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Funções da Camada de Enlace de Dados

• Os dispositivos LAN da camada de


enlace de dados (camada 2)
auxiliam na filtagem de tráfego da
rede, observando o endereço MAC
no quadro.
• Estes endereços MAC são
endereços físicos localizados em
network interface cards (NICs) de
PCs ou dispositivos.
• Os dispositivos da camada de
enlace usam estes endereços ao
executar suas funções.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Bridges

• Uma bridge mantém uma tabela com todos


os endereços MAC da rede.
• Esta tabela permite a bridge de reconhecer
quais endereços MAC estão em cada lado.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Switches

• Um switch pode dividir a rede em muitos


segmentos dependendo do número de portas
no switch.
• Um switch permite conexões múltiplas dentro
dele. Quando dois hosts estão se comunicando,
usam somente um par de portas.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Funções da Camada de Rede

• A camada de rede (camada 3)


trata dos esquemas de
endereçamento lógico e da
determinação do caminho. O
endereço da camada de rede é
o endereço do Protocolo de
Internet (IP) de um
computador.
• Cada computador em uma
rede tem um endereço IP para
identificar sua posição na rede.
Isso indica a que rede e
subrede um computador
pertence.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Roteadores

• Um roteador é um dispositivo de rede da camada 3


que conecta segmentos de rede ou redes inteiras.
• Ele é considerado mais inteligente do que os
dispositivos da camada 2, porque faz as decisões
baseadas na informação recebida sobre a rede.
• Um roteador examina o endereço IP do
computador de destino para determinar que
caminho é o melhor para se alcançar o destino.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Funções da Camada de Transporte

• A camada de transporte (camada 4), é


responsável por segmentar os dados e regular o
fluxo da informação da origem ao destino.
• Este controle fim-a-fim é fornecido usando-se uma
variedade de técnicas, tais como números de
seqüência, reconhecimentos (acknowledgements),
e janelamento (windowing).

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Funções da Camada de Sessão

• A camada de sessão (camada 5) é


responsável em controlar a sessão de
transmissão dos dados.
• A camada de sessão estabelece, mantém, e
termina sessões entre hosts na rede.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Funções da Camada de Apresentação

• A camada de apresentação (camada 6)


facilita a comunicação entre aplicações em
diversos sistemas de computador. Faz isso
formatando os dados.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página


Funções da Camada de Aplicação

• A camada (layer) de
aplicação (camada 7)
não fornece serviços
a qualquer outra
camada do Modelo
OSI.
• Ela fornece serviços
para aplicações
usadas pelo usuário
final.

Engenharia de Redes de Computadores - Universidade Cruzeiro do Sul- Cabeamento Estruturado – Página