Você está na página 1de 3

AOL 1 - DESAFIO COLABORATIVO – ÉTICA E CIDADANIA

Leia o trecho a seguir com atenção:

“A ética está em nossa conduta”, já dizia o famoso pensador Aristóteles. Desde


a Grécia Antiga, as discussões acerca deste tema vêm sendo desenvolvidas e
ampliadas, uma vez que a ética — ou a falta dela — é responsável por pautar
nossos comportamentos e atitudes em qualquer âmbito da vida.
Esse é um conjunto de “regras” universais, que devem ser aplicadas na
sociedade como um todo — como cidadãos, pessoas, profissionais, líderes ou
donos de empresa. Portanto, quando falamos em ética e responsabilidade
social nas organizações, estamos apenas aplicando os mesmos conceitos no
ambiente empresarial.
As instituições devem se portar de maneira ética e, por meio de práticas e
ações, buscar ser um exemplo não apenas de sucesso, mas pelas formas com
que isso realmente foi alcançado. Muitas empresas, por exemplo, assumem o
compromisso público de ser sustentável e ter uma conduta correta, mas não
agem de acordo com a imagem que passam. Disponível em:
http://www.jrmcoaching.com.br/blog/o-que-e-etica-e-responsabilidade-social-
nas-organizacoes/

Caro (a) estudante, diante do que você entende sobre ética e comportamento
correto das organizações em relação aos stakeholders, como também a
manutenção da imagem coorporativa e estratégias que poderão ser utilizadas
para fidelização de clientes. Além das exigências atuais da sociedade quando
nos referimos a situações como sustentabilidade e novas tendências do
mercado, como a transparência, o accountability, o compliance, a gestão da
qualidade e a governança corporativa. Discuta com os seus colegas a questão
a seguir:

As empresas devem adotar um comportamento ético apenas para conquistar


clientes e uma boa imagem ou devem ter compromisso com a natureza e com
a sociedade?

Ética é a porção da filosofia aplicada às questões morais. Vocábulo


derivado do grego éthos, que significa hábito ou costume, e êthos, que significa
caráter, disposição individual e inclinação. Ser ético é se portar bem,
procurando praticar o que é adequado, não se corrompendo e não gerando
dano ao próximo. De maneira simples, para compreensão do que é ser ético,
basta apenas analisarem suas atitudes diárias e o impacto que causam na vida
das pessoas que estão à sua volta. Os mesmos valores que controlam a ética
por completo e o comportamento das relações no meio social são os que
comandam a ética empresarial. Levando em conta que o campo empresarial
busca se modificar de tempos em tempos com o intuito de se adaptar ao
mercado e as exigências de novos clientes estudos demonstram que uma
parcela de seu sucesso decorre de uma figura apropriada e notória associada
às melhores técnicas para se fazer cumprir a responsabilidade social e a
atenção com todos os envoltos – os stakeholders – e como a instituição lança
sua imagem para os mesmos.
As primeiras manifestações sobre o tema “responsabilidade social”
surgiram em 1906 em trabalhos de Charles Eliot. Atualmente, o assunto se
tornou um fator que vai além do cuidado único e exclusivo com a melhoria e
aumento dos lucros e sim privilegia também oferecer bem-estar à coletividade
e ao meio ambiente no qual a companhia está localizada, com políticas de
responsabilidade social interna e externa.
As empresas que demonstram preocupação com a responsabilidade
social têm sua marca favorecida, firmada, melhorando assim a reputação,
contribuindo para sua boa imagem, pois a confiabilidade se converte em um
benefício, tornando-a superior e única diante da concorrência. Uma
organização em destaque por agir com responsabilidade social conquista
investidores, clientes que se tornam fiéis justamente por saber que se trata de
uma instituição fidedigna, além de ter deduzido de seus impostos o valor
utilizado em atividades sociais.
Infelizmente, não se pode afirmar que 100% da empresas agem de
maneira confiável. Parte delas atua para desviar o público de questões éticas
resultantes de suas atitudes desrespeitosas com propagandas enganosas ou
ofertas falsas. A grande maioria procura vantagens que beneficiam a
valorização da sua reputação com o público ou com o governo. Esse tipo de
empresa está longe de defender os interesses da sociedade como um todo,
não está preocupada em tomar para si a responsabilidade real de guiar e tomar
as decisões corretas que poderiam mudar a realidade de onde ela está inserida
e nem em estar em conformidade com as obrigações legais, bem como evitar,
detectar e tratar quaisquer desvios ou inconformidades que possam ocorrer.
Tendo em vista os aspectos apresentados é possível afirmar que as
companhias não deveriam existir apenas para adquirir fortuna, uma empresa é
algo mais que um empreendimento é antes de qualquer coisa um time
composto por indivíduos que se esforça por algo que lhe foi proposto,
carecendo de um dirigente para orientá-lo e guiá-lo. Entende-se que quando
ética e responsabilidade social acontecem de forma efetiva na organização,
demonstra que a mesma possui uma boa índole, cuja preservação implica
assistência e engajamento com a sociedade. A empresa que age dentro da
postura ética, considerados pela comunidade tem como destino final progresso
e sucesso constante.

REFERÊNCIAS:

BICALHO, Aline. 2003. Responsabilidade Social das Empresas:


Contribuição das Universidades. São Paulo: Editora Peirópolis, 2003. p. 364.
—. 2003. Responsabilidade Social das Empresas: Contribuição das
Universidades. São Paulo: Editora Peirópolis, 2003. Disponível em
<http://www.inovarse.org/sites/default/files/T_15_122.pdf> Acesso em
14/08/2020

COSTA, Ivonete. 22/112008. Ética, ética Empresarial, Moral E


Responsabilidade Social. Disponível em <
https://administradores.com.br/artigos/etica-etica-empresarial-moral-e-
responsabilidade-social> Acesso em 14/08/2020.
COSTA, Leandro Giovede. Ética e responsabilidade social nas
organizações. Disponível em
https://monografias.brasilescola.uol.com.br/educacao/etica-responsabilidade-
social-nas-organizacoes.htm Acesso em 14/08/2020.

PORFÍRIO, Francisco. Ética. Brasil Escola. Disponível em:


<https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/o-que-etica.htm>. Acesso em 14/08/
2020.