Você está na página 1de 3

Materiais Não Metálicos do Acabamento Interno PV

Determinação dos Componentes Condensáveis (G) 3015


VOLKSWAGEN 55 11 6
Caso haja divergência entre o conteúdo desta tradução e do original, prevalece o disposto neste último.

Referências:
A presente Especificação de Ensaio (PV) aplica-se a ensaios para controle de
amostras e de produção em série. DIN 54 021
DIN 75 201

Sumário Página
1 Finalidade e âmbito de validade 1
2 Princípio do método de ensaio 1
3 Segmentos de ensaio 2
4 Aparelhos de ensaio, reagentes, recursosauxiliares e limpeza 3
5 Seqüência do ensaio "fogging" 4
6 Avaliação e dados do boletim de ensaio 4

1 Finalidade e âmbito de validade


O ensaio conforme a presente Especificação serve para a determinação do valor do condensado
“fogging” dos materiais utilizados no equipamento interno de veículos.
O componente condensável G, segundo esta PV, é representado pela diferença de peso entre
folhas de alumínio com e sem efeito “fogging”.
A presente Especificação de Ensaio (PV) é aplicável na verificação de amostras em processo de
desenvolvimento e no controle de produções em série.
Os requisitos e eventuais divergências do método de ensaio constam da respectiva TL e/ou do
desenho/liberação.

2 Princípio do método de ensaio


O segmento de corpo de prova deve ser colocado dentro de um copo de vidro, e mantido durante
16 h + 10 min em banho-maria controlado por termostato, a uma temperatura de recinto de (100+
0,5) ºC.
É possível estabelecer outras temperaturas de ensaio. Por exemplo, para tampas do bagageiro
traseiro (porta-chapéu) ou para painéis de instrumentos em veículos com vidros muito inclinados,
que possam ficar expostos a temperaturas superiores a 120 ºC.
O copo deve ser coberto por uma vedação e uma folha de alumínio de peso conhecido. Sobre a
folha de alumínio deve ser colocada uma placa de vidro limpa e um filtro de papel redondo (para
impedir impurezas na placa de vidro). Em cima dessa seqüência, deve ser colocado o agregado
de refrigeração; deve ser evitado um deslocamento dessa estrutura.
A temperatura da água de arrefecimento deve ser ajustada para (21+ 1) ºC. A determinação dos
componentes condensáveis deve ser feita mediante nova pesagem das folhas de alumínio
expostas ao efeito “fogging”.

Continuação páginas 2 e 3

3ª Revisão
2ª Revisão
1ª Revisão 05.94 Revisada
1ª Edição Data Tradução Verificado Aprovado
03.89

VOLKSWAGEN DO BRASIL S.A. - Direitos reservados.


PV Materiais Não Metálicos do Acabamento Interno
3015 Determinação dos Componentes Condensáveis (G)

3 Segmentos de ensaio
Devem ser recortados segmentos de ensaio circulares, com diâmetro de (80+ 1) mm e espessura
máxima de 10 mm. Segmentos de ensaio mais espessos devem ser desbastados na face inferior
até a espessura de 10 mm.
No caso de substâncias em pó, em pasta ou líquidas, devem ser retiradas quantidades de ensaio
com massa de (10 + 0,5) g.
Não havendo outra determinação expressa em TL, desenho e/ou liberação, os segmentos de
ensaio devem ser previamente secos com silicagel (azul) dentro do dessecador, geralmente
durante 24 h.
Os materiais citados na tabela 1 devem ser submetidos à secagem no dessecador durante os
períodos prescritos.
Tabela 1. Segmentos de ensaio e períodos de secagem.

Material Período de secagem


Espuma, couro sintético (com malha) 24 h
Pelúcia 48 h
Outros materiais têxteis com > 50% de lã, couro 7d
Fibra de madeira moldada, madeira Até a estabilização do peso.

4 Aparelhos de ensaio, reagentes, recursos auxiliares e limpeza


4.1 Aparelhos e acessórios
4.1.1 Aparelhagem para ensaio “fogging”, conforme DIN 75 201
Por exemplo, unidade climatizadora com dispositivo de refrigeração da firma Haake Meßtechnik
GmbH & Co., de Karlsruhe.
4.1.2 Copo, placas de vidro, anéis de vedação de elastômero de flúor, anéis metálicos, distanciadores
conforme DIN 75 201
4.1.3 Máquina de lavar laboratorial para limpeza dos copos e dos acessórios
4.1.4 Folha de alumínio com espessura 0,03 mm
Discos com diâmetro de 103 mm.
4.1.5 Papel-filtro circular com diâmetro > 90 mm, por exemplo da firma Schleicher & Schüll
4.1.6 Balança com precisão de 0,01 mg
4.2 Reagentes
4.2.1 Líquido termotransmissor
Por exemplo, à base de polietileno e/ou óleo de silicone tipo AP 150.
4.2.2 Éster etílico do ácido acético (acetato de etila), p.A.
4.2.3 Lavadora para copo e placas de vidro
Por exemplo, Labosol da firma LAT.
4.2.4 Di-2-etil-hexilftalato (DOP)
4.3 Recursos auxiliares
4.3.1 Dessecador com agente secante para armazenamento dos discos de alumínio
4.3.2 Luvas descartáveis de polietileno (PE) ou de algodão
4.4 Limpeza
Discos, anéis de vedação, copos e anéis metálicos devem ser limpos conforme DIN 75 201.

página 2
Materiais Não Metálicos do Acabamento Interno PV
VOLKSWAGEN Determinação dos Componentes Condensáveis (G) 3015

5 Seqüência do ensaio “fogging”


1. O material a ser ensaiado deve ser colocado no copo (lado da inspeção para cima);
o anel metálico deve ser colocado como peso sobre o material de ensaio.
2. A borda do copo deve ser provida de anel de vedação; os discos de folha de alumínio com
peso conhecido devem ser sobrepostos (lado brilhante para baixo).
Observação: Os discos de folhas de alumínio devem ser pesados com precisão de
0,01 mg:resultado: GO.
3. O copo deve ser colocado no banho aquecido; sobre o disco de alumínio com peso conhecido
deve ser colocada uma placa de vidro limpa e, sobre esta, um filtro redondo de papel; em
seguida, a placa de refrigeração deve ser cuidadosamente sobreposta. Deve ser evitado o
deslocamento da estrutura.(Estrutura: disco de alumínio com peso conhecido / placa de vidro
limpa / filtro redondo de papel / placa de refrigeração.)
4. A folha de alumínio deve ser submetida ao efeito “fogging” durante 16 h+ 10 min.
5. A folha de alumínio deve ser removida cuidadosamente; armazenamento no dessecador com
o lado submetido ao “fogging” voltado para cima, durante (3,5 a 4) h.
6. As folhas de alumínio submetidas ao “fogging” e armazenadas no dessecador devem ser
pesadas com precisão de 0,01 mg: resultado: G1.
7. No total devem ser verificados dois segmentos de ensaio, o que requer dois ciclos de
medição.
8. Ensaio de controle com DOP
Para cada ensaio “fogging” deve ser executado, em paralelo, um ensaio de controle DOP.
Para isso, devem ser transferidos (10 + 0,2) g de DOP para um copo, de maneira a não
umedecer a parede interna do copo com DOP. Em cada ensaio “fogging”, o copo contendo
DOP deve ser colocado em um ponto do banho diferente daquele em que havia sido colocado
no ensaio precedente.
Se, com um tempo de armazenamento de 16 h e com temperatura do banho de 100 ºC, o
componente condensável situar-se fora da faixa de (4,9 + 0,25) mg, será necessário
reexaminar as condições de ensaio.

6 Avaliação e dados do boletim de ensaio


6.1 Avaliação
O componente condensável G, em mg, deve ser calculado para cada uma das folhas de alumínio
pela seguinte equação:
G = G1 - G0

6.2 Dados do boletim de ensaio


6.2.1 Componente condensável
(média aritmética dos dois ciclos de medição)
6.2.2 Observações especiais
Como, por exemplo, formação de cristais ou escorrimento do condensado etc.
6.2.3 Valor de controle DOP

página 3

Você também pode gostar