Você está na página 1de 21

PROJETO CANTIGAS: O MUNDO MÁGICO DA MÚSICA

Para os Pais praticarem em casa

OBJETIVOS:

• Ritmo
• Pausa
• Mímica/ Parte Gestual
• Atenção
• Concentração
• Linguagem
• Seqüência
• Memória
• E infinitas coisas...

1
SITUAÇÕES OBSERVADAS:

Presta atenção nos movimentos gestuais, tenta acompanhar a


sua maneira, com palmas, no ritmo. Sorri esperando uma
determinada parte da música que mais gosta. Ou um final
feliz. Algo que desperte sua atenção.
Mesmo que não cante junto algumas vezes, sabe exatamente
o que vem a seguir.
Canta uma primeira frase, pra que o adulto cante para ela as
demais. Dá risada, manifestando alegria.
Quando se muda e entonação da cantiga acompanhada de
uma estória, reação de voz, presta atenção suspira, manifesta
reações também.

Através da música, amplia-se o vocabulário, onde há


associações. Além disso, a música eleva a auto estima. Todos
os lugares do Mundo se deixam encantar por determinado
ritmo, tem suas culturas, e há uma mistura que resulta numa
diversidade de opções. Mas cada pessoa em particular tem a
sua preferência.
Antes de nascer, na barriga da mamãe, o bebê já vive cercado
por sons e ritmos (batidas do coração da mãe e movimentos
que ela faz com o corpo, por exemplo).
Depois do nascimento, a criança demonstra gostar de música.
Verificamos isto ao percebemos que ela se acalma quando
embalada por uma canção e movimentos rítmicos no colo da
mãe.

2
ESTÁGIOS DE DESENVOLVIMENTO DA HABILIDADE MUSICAL
NA CRIANÇA:

1. Fica calma e atenta ao ouvir sons suaves e agudos, como


por exemplo, vozes femininas, e chora e se irrita ao
ouvir sons fortes e estridentes.
2. Movimenta todo o corpo ao ouvir a música.
3. Tenta repetir sons emitidos pelos pais.
4. Gosta de “brincar” com os sons que produz com a
própria voz ou com objetos que sacode (chocalho), bate,
etc.
5. Os movimentos do corpo, ao ouvir a música, começam a
ficar ritmados, mas não vinculados ao ritmo da música.
6. Começa a participar da música emitindo sons
monossilábicos.
7. Demonstra quando não gosta de uma música.
8. “Canta” espontaneamente quando brinca.
9. Os movimentos do corpo começam a seguir mais o ritmo
da música.
10. “Fala” com freqüência ao ouvir a música.
11. Canta melodias curtas, conseguindo memorizar ritmos e
canções simples.
12. Fica atenta a uma música durante vários minutos.
13. É capaz de variar a intensidade, o tom e a
velocidade da voz quando canta.
14. Aprimora e diversifica os movimentos do corpo
quando ouve música (dança).
15. Reconhece e nomeia as canções que ouve.
16. Consegue acompanhar a música com instrumentos
rítmicos.
17. Cria suas próprias composições.
18. Interessa-se pelos sentidos das palavras nas
canções.

3
È GRAÇAS A ESTA AFINIDADE INATA CRIANÇA X MÚSICA TEM
TANTO VALOR NA ESTIMULAÇÃO DAS CRIANÇAS ESPECIAIS*

TODA HORA É HORA.

Em qualquer atividade que você resolva fazer com seu filho


pode incluir a música. Ela não exige como as outras
brincadeiras, um preparo prévio ou um local adequado pra
acontecer.

CONTATO FÍSICO E AFETO.

A Música fornece algo muito importante para o


desenvolvimento psicoafetivo da criança, que é o contato

4
físico. Você pode dançar com seu filho no colo e assim
transmitir-lhe afeto, além da sensação de ritmo.
Outra maneira de transmitir afeto através de uma música,
além do contato físico é propriamente com a música. A
criança interessa-se muito pela “maneira” como é cantada.
Percebe a transmissão do afeto principalmente pela
interpretação da melodia, do ritmo e do tom de voz usado,
mais do que propriamente pelo sentido das palavras, que às
vezes não é nem percebido.
Ela pode não entender as palavras da canção, mas os
aspectos ligados ao ritmo, tom e melodia da voz são sempre
captados. Isto é evidente, por exemplo, nas canções “boi da
cara preta” ou “nana nenê. Elas são usadas para acalmar a
criança e fazê-las adormecer. Se ela percebesse o sentido das
palavras o efeito seria, com certeza, o contrário.

REPETIÇÃO.

Outro aspecto positivo da música é que ela proporciona uma


repetição prazerosa, permitindo que a criança aprenda a letra
e o ritmo da canção.
A repetição propicia uma situação constante e previsível para
a criança e uma nova brincadeira pode ser criada quando, por
exemplo, fazemos uma pausa durante a música, solicitando a
participação da criança para a continuidade da melodia oi da
letra. Outra oportunidade que podemos criar, ainda em
relação à previsão, e a participação alternada: ora você, ora a
criança, porém “cantar” partes da música conhecida.

5
GESTOS.

Músicas que usam gestos, além de permitirem a criança o


aprimoramento das suas habilidades motoras, desenvolvem a
capacidade da associação entre as palavras cantadas e os
gestos executados. Algumas canções são particularmente
ricas por propiciarem a execução de mímicas faciais
associadas aos gestos.
Inicialmente você fará gestos para que a criança os veja e
tente imitá-los. Posteriormente, pode criar momentos nos
quais ela deva fazer os gestos sozinhos, ou ela canta e você
faz os gestos, ou vice-versa.
Se você tiver dificuldade em encontrar músicas deste tipo,
peça orientação ao professor de seu filho.

CANTIGAS SIMPLES.

Cantigas simples facilitam para a criança a memorização da


melodia, do ritmo e da letra. Muitas dessas canções fizeram
parte da infância dos pais e são facilmente transmitidas as
gerações seguintes.
Mesmo depois de conhecer e aprender cantigas mais
elaboradas retorne as simples, pois seu filho gostará.

6
TROCANDO AS LETRAS.

Escolha melodias que já se tornaram familiares para seu filho


e crie letras para elas. Dessa maneira você pode estar
transmitindo mensagens ou conteúdos pedagógicos. Muitas
vezes eles são assimilados e aceitos mais facilmente dessa
maneira.

TRABALHANDO RITMO.

Para trabalhar o ritmo, você pode mexer partes do corpo da


criança acompanhando a canção. Bater palmas ou usar
instrumentos musicais, como tambor, chocalhos, por exemplo,
também são indicados.
O corpo humano e inúmeras de suas habilidades e estão
ligadas ao ritmo. Não só o dançar, como o próprio andar, está
relacionado com o ritmo. A fala do homem também é ritmada.
O desenvolvimento das noções gerais de espaço e tempo
também está intimamente ligado ao domínio do ritmo. Isto só
para citar alguns exemplos mais simples. Assim, um melhor
entendimento e domínio do ritmo pela criança a auxiliará o
seu processo de desenvolvimento global.

ESTIMULANDO A COMUNICAÇÃO.

Solicite que a criança se expresse de alguma maneira quando


quer que a música continue, ou que você cante novamente,
ou seja, que ela demonstre de alguma maneira o “quero
mais”, assim como o “não quero mais” e o “acabou”, ao final

7
das canções. Toda vez que surgir oportunidade, faça-a se
comunicar.

DÊ PREFERÊNCIA A VOCÊ COMO CANTOR.

Em vista de toda a riqueza de situações que podemos criar


utilizando-nos da música, como instrumento de estimulação,
podemos perceber que o trabalho de música com a criança se
torna muito mais produtivo se é você quem canta com ela em
vez do rádio, da fita, do cd ou da TV.

CANTIGAS POPULARES:

8
Abaixo alguns exemplos de letras de cantigas que tanto
ouvimos, nos acompanham na infância, e acompanha a de
nossos filhos.
Fonte: http://letras.terra.com.br/cantigas-populares/

Meu Lanchinho
Meu lanchinho, meu lanchinho
Vou comer, vou comer
Prá ficar fortinho, prá ficar fortinho
E crescer! E crescer!

9
Ciranda Cirandinha
Ciranda Cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O Anel que tu me destes


Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou

Por isso dona Rosa


Entre dentro desta roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá se embora

Borboletinha
Borboletinha tá na cozinha
fazendo chocolate
para a madrinha

Poti, poti
perna de pau
olho de vidro
e nariz de pica-pau pau pau

10
Cai, Cai, Balão
Cai cai balão, cai cai balão
Na rua do sabão
Não Cai não, não cai não, não cai não
Cai aqui na minha mão !

Cai cai balão, cai cai balão


Aqui na minha mão
Não vou lá, não vou lá, não vou lá
Tenho medo de apanhar !

Comer Comer
Quero acordar bem cedinho
Fazer um lanchinho
Laranja, café, leite e pão
Quero também chocolate
Iogurte, abacate
Biscoito, presunto e melão
Quero comer toda hora
Uma torta de amora
Bolinha de anis ou caju
Eu gosto mais de torrada

11
E uma baita fritada de carne de cobra e tatu
Eu gosto mais de torrada
E uma baita fritada de carne de cobra e tatu
Até de tatu?
De cobra faz mal!
Mas que comilão!
Nhão! Nhão! Nhão!

Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer


Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer

Quero comer no almoço


Um bife bem grosso
Polenta, batata e arroz
Prefiro carne assada
Banana amassada com leite
Sucrilho depois
Quero ensopado de frango
Sorvete, morango
Suspiro, pudim e manjar
Eu vou ficar numa boa
Comendo leitoa
Com broa depois do jantar
Eu vou ficar numa boa
Comendo leitoa
Com broa depois do jantar
Depois do jantar?
Será que vai dar???
Não vai agüentar!!!
1, 2, 3

Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer


Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer
Arriba!
Comer comer, comer comer, comer comer comer comer comer
Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer

Se eu não como, me dá nó nas tripas


Me ataca a gripe
Não posso dormir
Incha meus olhos
Eu fico tão fraco
Que até um mosquito
Vai me destruir
Se eu não como, não posso gritar
Não consigo falar
E começo a tremer
Eu como de uma só vez
A comida de um mês
Até minha barriga crescer

12
Eu como de uma só vez
A comida de um mês
Até minha barriga crescer
Comida de um mês?
Comendo outra vez?
De uma só vez?
1, 2, 3

Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer


Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer
Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer
Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer

Marcha Soldado
Marcha Soldado
Cabeça de Papel
Se não marchar direito
Vai preso pro quartel

O quartel pegou fogo


A polícia deu sinal
Acorda acorda acorda
A bandeira nacional

13
Pirulito que Bate-Bate
Pirulito que bate bate
Pirulito que já bateu
Quem gosta de mim é ela
Quem gosta dela sou eu

Pirulito que bate bate


Pirulito que já bateu
A menina que eu gostava
Não gostava como eu

O sapo
O sapo não lava o pé.
Não lava porque não quer.
Ele mora lá na lagoa,
E não lava o pé

14
Porque não quer
Mas, que chulé!

Se Essa Rua Fosse Minha


Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Eu mandava
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas
Com pedrinhas de brilhante
Só pra ver
Só pra ver meu bem passar

Nessa rua
Nessa rua tem um bosque
Que se chama
Que se chama solidão
Dentro dele
Dentro dele mora um anjo
Que roubou
Que roubou meu coração

Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
Tu roubaste
Tu roubaste o meu também
Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
Foi porque
Só porque te quero bem

15
Escravos de Jó
Escravos de Jó jogavam caxangá
Tira, bota deixa o Zé Pereira ficar
Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue za (bis)

16
Pézinho
Ai bota aqui
Ai bota aqui o seu pézinho
Seu pézinho bem juntinho com o meu (BIS)

E depois não va dizer


Que você se arrependeu ! (BIS)

Meu Limão, Meu Limoeiro


Meu limão, meu limoeiro
Meu pé de jacarandá
Uma vez, tindolelê
Outra vez, tindolalá

Atirei o Pau no Gato

17
Atirei o pau no gato tô tô
Mas o gato tô tô
Não morreu reu reu
Dona Chica cá
Admirou-se se
Do berro, do berro que o gato deu:
Miau!

Coelhinho da Páscoa
Coelhinho da Páscoa o que trazes pra mim?
Um ovo, dois ovos, três ovos assim.[2x]
Coelhinho da Páscoa que cor ele tem?
Azul, amarelo, vermelho também [2x]

Parabéns pra você


18
Parabéns pra você
Nesta data querida
Muitas felicidades
Muitos anos de vida
É pique, é pique
É pique, é pique, é pique, é pique
É hora, é hora
É hora, é hora, é hora
Ra-ti-bum
PARABÈNS!!!!!!

Pombinha Branca
Pombinha branca o que esta fazendo
Lavando roupa pro casamento
Vou me lavar, vou me secar
Vou pra janela pra namorar

Passou um moço de terno branco,


Chapéu de lado meu namorado
Mandei entrar, mandei sentar
Cuspiu no chão, limpa aí seu porcalhão

19
Capelinha de Melão
Capelinha de Melão é de São João
É de Cravo é de Rosa é de Manjericão
São João está dormindo
Não acorda não !
Acordai, acordai, acordai, João !

A Conoa Virou
A canoa virou
Pois deixaram ela virar
Foi por causa de Maria
Que não soube remar

Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar
Eu tirava Maria
Do fundo do mar

Siri pra cá,


Siri pra lá
Maria é bela
E quer casar.

20
Adaptado e sintetizado com base no livro: A estimulação das
criança especial em casa.
Adriana Maricota.

21

Interesses relacionados