Você está na página 1de 4

TIPO CÓDIGO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL POST-000P


TÍTULO REVISÃO MÊS/ANO

PROCEDIMENTO OPERAÇÃO DE EMPILHADEIRA 00 00/00

1 – OBJETIVO

Este documento visa estabelecer critérios mínimos de segurança para veículos de


carga e máquinas móveis em consonância com a legislação vigente.

2 – ABRANGÊNCIA

Fábrica II (IOS).

Este procedimento se aplica a todas as áreas ou processos que, em sua operação


normal, fazem uso de empilhadeiras ou paleteiras.

3 – CONCEITOS E DEFINIÇÕES

3.1 - Programa de manutenção: Documento que contém o cronograma, as


características da manutenção.

3.2 - Manutenção preventiva: É principalmente o desempenho de testes para garantir


que o equipamento está funcionando corretamente e é calibrado. Também inclui
limpeza, lubrificação, ajuste, revisão de deterioração, substituição de componentes
devido à falha total ou deterioração funcional do equipamento, para ajudar a eliminar
problemas antes que eles surjam.

3.3 - Veículos de Carga: Veículos destinados ao transporte geral de cargas, sejam


sólidos, líquidos, gases e cargas vivas como: caminhões (guindauto, poliguindaste,
basculante, pipa, comboio, tanque, boiadeiro), carretas (prancha, basculante, tanque,
linha de eixo) e similares.

3.4 - Máquinas Móveis: São todas as máquinas sobre rodas ou esteiras utilizadas para
transporte de materiais e operações de apoio movidas a combustão interna ou energia
elétrica.

3.5 - Dispositivos de Segurança: São materiais, equipamentos ou sistemas utilizados


para salvaguardar os usuários e os veículos e máquinas contra acidentes.

4 – RESPONSABILIDADES

4.1. Alto Nível (inclui todos os Gerentes): Garantir a implantação deste procedimento
operacional através da disponibilização de recursos financeiros, materiais e humanos.

4.2. Supervisor (a) Produção Geral: Atuar como facilitador na implantação deste
procedimento através da orientação técnica que assegure a aplicação de métodos
operacionais de prevenção do SESMT.

4.3. SESMT:
4.3.1. Realizar inspeções visuais a qualquer tempo ou programadas nos veículos de
cargas e máquinas móveis, verificando os itens constantes no check-list;
PÁGINA UNIDADE
CÓPIA CONTROLADA. PROIBIDA REPRODUÇÃO.
1 de 4 IOS
TIPO CÓDIGO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL POST-000P


TÍTULO REVISÃO MÊS/ANO

PROCEDIMENTO OPERAÇÃO DE EMPILHADEIRA 00 00/00

4.3.2. Notificar ou interditar, conforme o caso, os veículos de cargas e máquinas


móveis que não atenderem este procedimento, além dos requisitos da legislação
vigente;
4.3.3. Solicitar o bloqueio de acesso à área da Mucambo S/A de quaisquer veículos de
cargas, máquinas móveis, condutores e operadores sempre que estes descumprirem
os requisitos deste procedimento.

4.4. Operadores de empilhadeira/paleteira:


4.4.1. Seguir as orientações de seus líderes/encarregados e segurança do trabalho no
cumprimento deste procedimento;
4.4.2. Preencher o check-list diário antes de entrar em operação;
4.4.3. Conduzir veículos de carga e/ou operar máquinas móveis para os quais esteja
habilitado, treinado e autorizado;
4.4.4. Cumprir os requisitos estabelecidos no Código de Trânsito Brasileiro – CTB;
4.4.5. Dar preferência aos pedestres;
4.4.6. Utilizar veículos de carga ou máquinas móveis adequados à operação;
4.4.7. Zelar pelo veículo de carga e máquinas móveis.

5 – PROCEDIMENTO

Entende-se por operações com empilhadeiras a carga, descarga e movimentação de


mercadorias. As operações com empilhadeiras somente poderão ser realizadas por
equipamentos cadastrados, conduzidos por operadores com vínculo empregatício
junto a Mucambo S/A. Antes do início da atividade o operador deverá verificar as
funções da máquina e preencher o check-list diário. Caso seja constatado mau
funcionamento ou qualquer avaria que comprometa a segurança, a máquina não
deverá ser operada. Todos os veículos de carga e máquinas móveis deverão
obedecer ao limite de velocidade, conforme sinalização disponível e legislação
vigente.
- As operações com empilhadeiras somente será permitido em local exclusivo,
delimitado e sinalizado para este fim.
- Para as operações com empilhadeiras, o operador deverá ser habilitado e portar o
cartão de identificação com foto em local visível.
- O local para as operações com empilhadeiras terá plataforma logística de
pavimentação asfáltica com acesso exclusivo e acostamento de veículos com carga
paletizada, área reservada para o estacionamento de veículos em espera e área
delimitada e sinalizada para a circulação das empilhadeiras.
- As empilhadeiras deverão estar equipadas com sinal sonoro para fins de advertência
quanto a sua proximidade, bem como todas os equipamentos de sinalização e
iluminação.
- A velocidade para a circulação das empilhadeiras será limitado sendo,
consequentemente, restrito o acesso de pedestres nos locais durante as operações.
- A guarda das empilhadeiras é restrita à plataforma logística.
- É expressamente PROIBIDO a realização de qualquer atividade sob o efeito de
álcool, substâncias psicoativas ou medicamentos que causem distúrbios do sistema
nervoso central.

PÁGINA UNIDADE
CÓPIA CONTROLADA. PROIBIDA REPRODUÇÃO.
2 de 4 IOS
TIPO CÓDIGO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL POST-000P


TÍTULO REVISÃO MÊS/ANO

PROCEDIMENTO OPERAÇÃO DE EMPILHADEIRA 00 00/00

- Todos os motoristas e condutores de máquinas deverão passar pelo treinamento de


operação de empilhadeiras anualmente, bem como pelo exames médicos específicos.

5.1 – MANUTENÇÃO, AJUSTES E REPAROS

5.1.1. Os veículos de carga e máquinas móveis devem ser submetidos à manutenção


preventiva e corretiva na forma e periodicidade determinada pelo fabricante.
5.1.2. As manutenções preventivas com potencial de causar acidentes do trabalho
devem ser objeto de planejamento e gerenciamento efetuado por profissional
legalmente habilitado.
5.1.3. A cada intervenção mecânica preventiva ou serviços corretivos deverá ser
emitido um relatório de manutenção, e ao final da descrição do serviço executado,
deve-se sempre identificar a empresa que o fez, caso seja realizado por terceiros, o
reparo e o número de documento para controle. Ex: número de nota fiscal, número de
orçamento ou outros documentos relevantes e qualificação dos executantes.
5.1.4. São proibidas alterações ou modificações que descaracterizem as condições
originais dos veículos ou máquinas móveis, exceto mediante laudo técnico do
fabricante da máquina móvel ou de profissional legalmente habilitado (Anotação de
Responsabilidade Técnica - ART).
5.1.5. É expressamente proibido realizar manutenção em veículo de carga ou máquina
móvel enquanto o mesmo não estiver devidamente desligado e com todas as fontes
de energia bloqueadas.
5.1.6. Deve-se garantir que as atividades de manutenção sejam realizadas por
profissional qualificado e que todos os envolvidos estejam utilizando EPIs adequados.

5.2 – ANEXOS

PÁGINA UNIDADE
CÓPIA CONTROLADA. PROIBIDA REPRODUÇÃO.
3 de 4 IOS
5.2.1 – CRONOGRAMA DE TREINAMENTOS

CRONOGRAMA DE TREINAMENTOS– SEGURANÇA DO TRABALHO – ANO BASE 2018 - 2019

2018 2019

TREINAMENTOS J F M A M J J A S O N D J F M A M J J A S O N D
NR 05
CIPA
NR 10
ELETRICIDADE
NR 11
EMPILHADEIRA
NR 33 ESPAÇO
CONFINADO

NR 35 ALTURA PERIODICIDADE DO CHECK-LIST

BRIGADA DE
FUNCIONAMENTO DO SISTEMA
MENSAL PAINEL DE BOMBAS DIÁRIO
EMERGENCIA DE COMBATE

BOTOEIRA DE EMERGÊNGIA BIMESTRAL LIMPEZA CASA DE BOMBAS SEMANAL

5.2.2 – CRONOGRAMA DE INSPEÇÕES PORTAS E SAÍDAS DE


EXTINTOR DE INCENDIO MENSAL BIMESTRAL
EMERGENCIA

ILUMINAÇÃO DE EMERGENCIA BIMESTRAL REAPERTO DE CONEXÕES QUADRIMESTRAL

LAVA OLHOS QUINZENAL CASA DE ABRIGO/HIDRANTES QUADRIMESTRAL

EMPILHADEIRA MENSAL

Você também pode gostar