Você está na página 1de 101

Engenharia de Iluminação:

Pública, Esportiva, Monumentos e


Eventos

Prof. André Del Cid


Engenheiro Eletrotécnico
MBA em Projeto, Execução
e Controle de Engenharia

andredelcid@uol.com.br
Conteúdo Programático
• Sexta-feira (noite) 18:00 às 23:00
– UNIDADE I Produtos de Iluminação e Aplicações

• Sábado (manhã) 08:00 às 13:00


– UNIDADE II Iluminação Esportiva e Eventos

• Sábado (tarde) 14:00 às 19:00


– UNIDADE III Iluminação De Monumentos – Trabalho em Grupo

• Domingo (manhã) 08:00 às 13:00


– UNIDADE IV Iluminação Pública
Avaliação

• Critério
– Trabalhos Diversos: 8 pontos
– Participação e avaliação do professor: 2 pontos
UNIDADE I - Produtos De Iluminação e Aplicações

• 1.1. Sistema internacional de unidades.


Fluxo luminoso, intensidade luminosa,
iluminância, luminância.
• 1.2. Aspectos quantitativos e qualitativos da
iluminação pública, esportiva, monumentos
e eventos.
• 1.3. Produtos de iluminação para exteriores
Conceitos Luminotécnicos

• Apresentação de conceitos e terminologias mais


utilizadas em projetos de iluminação,
particularmente importantes para iluminação
externa
A Luz
• A luz é composta por três
cores primárias: vermelha,
verde e azul (RGB)
• Soma RGB = branco
• A combinação de duas cores
primárias produz as cores
secundárias: magenta,
amarelo e cyan.
• As três cores primárias
dosadas em diferentes
quantidades permitem
obtermos outras cores de luz.
Fluxo Luminoso

• Quantidade de luz emitida por uma determinada


fonte
– Unidade: lm (lúmen)

Fonte: Osram do Brasil


Intensidade Luminosa

• Quantidade de luz emitida por uma fonte numa


determinada direção
– Unidade: cd (candela)

Fonte: Osram do Brasil


Iluminância

• É a quantidade de luz que incide sobre uma


unidade de área
– Unidade: lx (lux)

Fonte: Osram do Brasil


Luminância

• Quantidade de luz refletida por uma unidade de


área
– Unidade: cd/m2
– Depende:
• Da fonte
• Da superfície
• Do observador
Iluminância x Luminância

Fonte: Osram do Brasil


Reflexão da Luz

• Capacidade dos materiais em refletirem a luz, seja


de forma especular ou difusa
Transmissão da Luz

• Capacidade de um determinado material em


permitir a transferência da luz de um meio a outro,
através desse material, seja de forma regular ou
difusa
Fontes Luminosas
(Lâmpada e LED)

• Temperatura de cor

• Índice de Reprodução de Cores (IRC)

• Eficiência (lm/W)
Temperatura de Cor (Ta)
Temperatura de Cor (Ta)

Fonte: Osram do Brasil


Temperatura de Cor (Ta)
Temperatura de Cor (Ta)
Índice de Reprodução de Cor (IRC)

Índice de reprodução
de cor (IRC)

80 - 100

< 80

80 - 100

< 80
< 80

Fonte: Philips
Eficiência Energética

• Quantidade de luz emitida em relação a potência


consumida pelo conjunto (lâmpada e
equipamentos auxiliares)
– Unidade: lm/W

(*) Algumas lâmpadas necessitam de equipamentos auxiliares


para seu funcionamento (reator, ignitor, capacitor,
transformador, etc.)
Eficiência Energética
Fotometria

• Tipos de efeito
– Simétrico
• Concentrado
• Semi-aberto ou Médio
• Aberto ou Dispersivo
– Assimétrico
– Iluminação Pública
• Curvas Isocandelas (curvas fotométricas)
• Abertura de facho
Tipos de Efeitos

Fonte: Schréder do Brasil


Curvas Isocandelas

Fonte: Schréder do Brasil


Abertura de facho luminoso

• O ângulo de radiação é o ângulo


definido pelo limite de 50% da
Intensidade luminosa máxima (α)

Imax/2 Imax/2

Imax
Abertura de facho luminoso
Abertura de facho luminoso
Abertura de facho luminoso
37lx
1610lx
35lx
426lx
Lâmpadas

• Duas tecnologias predominantes


– Lâmpadas Incandescentes
• Comuns
• Halógenas
– Lâmpadas de Descarga
• Lâmpadas fluorescentes
– Tubulares
– Compactas
• Vapor mercúrio
• Vapor de sódio
• Vapor metálico (multivapores metálicos)
– Tubo de descarga de quartzo
– Tubo de descarga cerâmico
Lâmpada Incandescente

gás de preenchimento
bulbo de vidro

filam. de tungstenio
arames suporte
arames condutores
esteme

fusivel

base
Lâmpada Incandescente
• Eficiência: 12lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 2700K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 100
• Vida média: 1000h
• Potência: 15 a 200W

• Luz: 5%
Lâmpada Incandescente

• Versões
Lâmpada Incandescente
Halógena

bulbo de quartzo
gás halógeno
filam. de tungstênio

arame condutor
folha de molibdenio

base
Lâmpada Incandescente
Halógena
• Eficiência: 20 a 30lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 3000K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 100
• Vida média: 2000 a 5000h
• Potência: 20 a 500W

• Lâmpadas de baixa potência: necessitam de transformador


Lâmpadas Incandescentes
Halógenas
Lâmpadas Fluorescentes
• Eficiência: até 110lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 3000 a 8000K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 60 a 90
• Vida média: 7000 a 15000h
• Potência: 5 a 58W (110W)

• Tubular e compacta: necessita de reator


Lâmpadas Fluorescentes
Lâmpada Vapor de Mercúrio

fluorescent powder
discharge tube support
discharge tube (quartz)
outer bulb
main electrode
auxiliary electrode
resistor

stem

lamp cap
Lâmpada Vapor de Mercúrio
• Eficiência: até 50lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 4000K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 50
• Vida média: 15000h
• Potência: 80 a 400W (1000W)

• Necessita de reator
Lâmpada de Vapor Sódio a Alta
Pressão
suporte

Sem Hg Bulbo externo base

eletrodo
Tubo de descarga de alumina
polyicristalina sinterizada
Lâmpada Vapor de Sódio a Alta
Pressão
• Eficiência: até 150lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 2100K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 20
• Vida média: até 32000h
• Potência: 50 a 1000W

• Necessita de reator e ignitor


Lâmpada de Vapor Metálico

discharge tube support stem


discharge tube (quartz) lamp cap
getter
electrode
outer
bulb

heat shield
Lâmpada de Vapor Metálico
• Eficiência: até 100lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 3000 a 5600K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 60 a 90
• Vida média: até 20000h
• Potência: 70 a 2000W

• Necessita de reator e ignitor


Lâmpadas de Vapor Metálico
com Tubo de Descarga Cerâmico

Quartz
glass Lamp cap

PCA* Metallic Sealing


compounds glass
Electrode

* Poly Cristalline Alumina


Lâmpadas de Vapor Metálico
com Tubo de Descarga Cerâmico
• Eficiência: até 120lm/W
• Temperatura de cor (Tc): 3000 a 4200K
• Índice de reprodução de cor (IRC): 70 a 90
• Vida média: até 32000h
• Potência: 20 a 400W

• Necessita de reator e ignitor


• Grande estabilidade de cor
• Melhor reprodução de cor em baixas potências
• Diversos formatos
Lâmpadas de Vapor Metálico
com Tubo de Descarga Cerâmico
Equipamentos Auxiliares
• Transformador
– Transforma a tensão de alimentação da rede (127 ou 220V)
para a tensão de 12V aplicada a lâmpadas halógenas de
baixa tensão
• Reator
– Controla a corrente que circula nas lâmpadas de descarga
• Ignitor
– Auxilia no acendimento das lâmpadas vapor de sódio e
metálico (picos de tensão de até 5KV)
• Capacitor
– Controla o fator de potência (*)

(*) relação entre a potência utilizada e a fornecida pela


concessionária
Introdução ao LED
PRINCÍPIO DA EMISSÃO DA LUZ

LED –Light Emitting Diode


Monochromatic light
(one color)
+ + - - + - - -
+
+ -
+ + + + + - - -
+ + + + - + + - - - -
+ + + + - -
+ + - + - - - -
+ + + - + - + - - - -
+ +
- + + - - -
+ + - + - -
+ + + + - +
- - -

Recombination

+ + - - + - - -
+
+ -
+ + + + + - - -
+ + + + - + + - - - -
+ + + + - -
+ + - + - - - -
+ + + - + - + - - - -
+ +
- + + - - -
+ + - + - -
+ + + + - +
- - -

A Luz do Led acende quando um corrente elétrica percorre através do anodo para o catodo
COMPONENTES
HISTÓRIO DO LED
EFICIÊNCIA LUMINOSA
EVOLUÇÃO DA EFICIÊNCIA DO LED

2012: ~160 lm/W


LED
COMPARATIVO ENTRE FONTES DE LUZ

Eficácia da Lâmpada
Tipo de
Lâmpada Eficácia da Lâmpada – Lm/W – Lumens por watt incluindo reator

13 15
10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 110 120 140 160 170 180
0 0
Incandescen
te

Mercúrio

Fluorescente

Metálica

Sódio alta
pressão
Sódio baixa
pressão

LED
COMPARATIVO ENTRE FONTES DE LUZ

Vida Útil da Lâmpada


Tipo de
Lâmpada Vida Estimada (1000 horas)

1 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28 30 32 34 50

Incandescent
e

Mercúrio

Fluorescente

Metálica

Sódio alta
pressão
Sódio baixa
pressão

LED
COMPARATIVO ENTRE FONTES DE LUZ

Temperatura de Cor
Tipo de
Lâmpada Temperatura de cor - Kelvin(K)

3,
2 2,7 2,8 2,9 3 3,1 3,2 3,3 3,4 3,5 3,6 3,7 3,9 4 4,1 4,2 4,3 4,4
8

Incandescente

Mercúrio

Fluorescente

Metálica

Sódio alta pressão

Sódio baixa
pressão

LED Várias (branco frio, branco quente...verde, azul, vermelho)


DURABILIDADE

A corrente de alimentação afeta


a vida útil do LED

Quando aceleramos muito, o carro


vai mais rápido, o consumo de
combustível é alto e motor
esquenta demis, reduzindo a vida
útil.

Dirigindo de uma maneira racional,


com uma velocidade moderada,
garantimos um consumo aceitável
e aumentamos a vida útil do
veículo
VANTAGENS DO LED

•Miniaturização das fontes de luz, permitindo maior


flexibilidade de desingn

•Variedade de cores

•Controle digital que permite criação variações


dinâmicas de cor

•Inexistência de raios Utravioletas ou Infravermelhos

•Direcionamento eficiente do fluxo luminoso.

•Acendimento Instantâneo e Dimerização.


VANTAGENS DO LED

•Baixo Consumo de Energia

•Eficiência luminosa em constante progresso.

•Maior vida útil que qualquer outra fonte de luz.

•Maior resistência a impactos e vibrações

•Sem Vapores Toxicos

•Dimerizável entre 1 % and 100 %

•Não há redução de vida útil por excesso de “On/Off”


Luminárias - Modelos

• Embutidos de solo
• Projetores
• Arandelas
• Balizadores
– Piso
– Parede
– “bollards”
• Postes / colunas
• Luminárias públicas
Embutidos de Piso

• Características

– Alta resistência mecânica

– Diversos efeitos desejados (fotometrias)

– Elevado grau de proteção

– Uso de lâmpadas de pequenas potências


Embutidos de Piso
Embutidos de Piso
Embutidos de Piso
Embutidos de Piso
Projetores

• Características
– Alta resistência mecânica
• Eventual necessidade de proteção adicional contra
vandalismo
– Diversos efeitos desejados
– Possibilidade de instalação de acessórios
– Elevado grau de proteção
– Uso de lâmpadas de diversas potências
– Visibilidade (?!?!?!?!)
Projetores
Projetores
Projetores
Projetores
Arandelas

• Características

– Alta resistência mecânica

– Iluminação de sinalização e circulação

– Elevado grau de proteção

– Uso de lâmpadas de pequenas potências


Arandelas
Arandelas
Balizadores

• Características
– Alta resistência mecânica

– Iluminação de sinalização e condução

– Elevado grau de proteção

– Uso de lâmpadas de pequenas potências

– Embutidos ou externos para parede e piso

– “Bollards”
Balizadores de Parede
Balizadores de Parede
Balizadores de Parede
Balizadores de Piso
Balizadores
Balizadores
Balizadores
Balizadores
Balizadores
Postes

• Características

– Boa resistência mecânica

– Iluminação de circulação

– Elevado grau de proteção

– Uso de lâmpadas de diversas potências

– Composição com a paisagem diurna!!!


Postes
Postes
Postes
Luminárias Públicas
Luminárias Publicas
Luminárias Publicas
Iluminação Pública
Roteiro Básico de Projeto
Premissas básicas

• Malha de Cálculo
• Nível de Iluminação (Norma Técnica, norma
interna, exigência)
• Uniformidade
• Reprodução de cor (é necessário?)
• Temperatura de cor
• Fator de manutenção (imposto ou
determinado)
Malha de Cálculo

É o local que se deseja iluminar

Iluminação Comercial : Plano a 80 cm do chão


Iluminação Pública: área entre postes no nível
do chão
Iluminacao Esportiva: vertical e horizontal
Nível de Iluminação e Uniformidade

Nivel de Iluminação --> Lux

Nível médio --> Emed = Média de todos os


pontos da Malha

Uniformidade --> Uo = Relação entre o o valor


mínimo e o médio
Nível de Iluminação e Uniformidade

Primeiro devemos pesquisar se existe alguma


norma especifica para o projeto em questão

Por exemplo: Iluminacao Publica --> NBR 5101,


Iluminação de Aeroportos --> ICAO, Normas
Internas (Petrobras, Vale, etc)

Caso não existe norma específica vigente,


temos que definir qual nível será usado
(analogia, historico, bom senso, etc)
Reprodução e Temperatura de Cor

Na maioria dos casos sao determinados em


função do "gosto" do usuário

Porém ha casos onde ha uma necessidade


especifica. Ex: Padrão Fifa
Fator de Manutenção

• Extremamente complexo e difícil de ser


calculado
• Na pratica varia entre 0,6 e 0,9
• Contempla as perdas inerentes do sistema,
as depreciações, degradação, rtc
Curvas fotométricas

• Arquivo .ies --> Mundialmente usado -->


Padrão
• Cada fabricante tem seu formato específico,
mas todos podem converter para .ies
• Serve para qualquer tipo de software
• Leve e fácil de ser instalado
Software de Calculo

Você também pode gostar