Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

LICENCIATURA EM PEDAGOGIA
DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO ESCOLAR
2018.1
AVALIAÇÃO A DISTÂNCIA 1

NOME: Camila Claudino Martins Silva


MATRÍCULA: 18196990098
POLO: Niterói – E.M. Paulo Freire

No início deste semestre estamos considerando a ideia de sistema, além de diversos


fatos históricos que ajudaram a compor o cenário da Educação Nacional atual. A
proposta desta primeira atividade é tentar compreender aqui trabalhados e relacioná-
los às suas vivências. Desta forma, releia a aula um, buscando compreender a ideia
de sistema e como ela se alinha ao espaço escolar.

Questão um - Descreva de forma breve - no máximo dez linhas as ideias abaixo:


(valor: 6 pontos)

a) Educação assistemática
A educação assistemática se dá pela via informal, não-escolar, em
geral, no seio familiar (nas igrejas, ou em outros ambientes), pela assimilação
de cada grupo social, e observação do comportamento dos mais velhos, pela
convivência com outros membros da sociedade.

b) Educação sistemática
A educação sistemática realiza-se no âmbito do sistema educacional,
seja o da educação básica ou superior. É uma educação formal e que se dá
prioritariamente no âmbito das instituições de ensino.

c) Sistema Educativo
É um conjunto de estruturas e instituições educativas que, embora
possuam características específicas, relacionam-se entre si de forma integrada
e dinâmica, combinando os meios e recursos disponíveis para garantir a
realização de um serviço educativo que corresponda às exigências e
demandas de uma sociedade em determinado espaço geográfico e
determinado tempo.
Questão dois - Pense no município em que vive/atua e em como a educação está
sendo organizada nele. Quais aspectos, elementos e documentos influenciam na
organização da Educação deste município? (valor: 4 pontos)

Tomando como referência o município de Itaboraí (localizado na região


metropolitana do estado do Rio de Janeiro), alguns aspectos da sua organização
educacional são baseados na Constituição Federal de 1988, com a Emenda
Constitucional n.º 14, de 1996 na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
(LDB), instituída pela lei nº 9394, de 1996 e no Plano Nacional de Educação, aprovado
pela lei federal nº 13.005 de 25 de junho de 2014.
Dentre os diversos objetivos e aspectos da organização educacional de
Itaboraí, posso destacar alguns que me chamaram bastante atenção:
I - Assegurar a articulação das políticas educacionais com as demais políticas
sociais, particularmente as culturais;
II - Considerar as necessidades específicas das populações urbana e as do
campo, asseguradas a equidade educacional e a diversidade cultural;
III - Garantir o atendimento das necessidades específicas na educação especial,
assegurado o sistema educacional inclusivo em todos os níveis, etapas e
modalidades;
IV - Promover a articulação Inter federativa na implementação das políticas
educacionais.
O município tem o dever de garantir o ensino fundamental mesmo para aqueles
que não tiveram acesso na idade certa. Atenderá aos alunos com necessidades
especiais e o atendimento nas creches e pré-escolas será gratuito as crianças de zero
à seis anos de idade, preferencialmente a população de baixa renda. O município
oferece também: ensino regular noturno, educação para jovens e adultos, atendimento
ao educando no ensino fundamental público, com programas suplementares de
material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência a saúde e padrões
mínimos de qualidade de ensino.
O Município de Itaboraí oferece: educação básica, educação infantil e o ensino
fundamental. Além de:
Ensino Noturno- A implantação do ensino noturno visa acabar com a distorção
série-idade e atender aos que não tiveram acesso ao ensino fundamental na idade
própria. Esse ensino deverá ser feito de forma eficiente e objetiva, afim de garantir a
aprendizagem dos alunos.
Educação de Jovens e Adultos- É destinado àqueles que não tiveram acesso ou
não concluíram o ensino fundamental na idade certa. O município assegura
gratuitamente aos jovens e adultos oportunidades educacionais apropriadas, levando
em consideração as características dos alunos, seus interesses, condições de vida e
trabalho.
Educação Especial- O Sistema municipal de ensino assegura isoladamente ou em
parceria com o estado;
Currículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização especifica
para atender às suas necessidades;
Profissionais com especialização adequada em nível médio ou superior, para
atendimento regular, capacitados para integrar educandos às classes comuns;
Acesso igualitário aos benefícios dos programas sociais suplementares
disponíveis para o respectivo.
O currículo, obrigatoriamente deve abranger o estudo da língua portuguesa e
da matemática, o conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e
política, especialmente do Brasil. O ensino da Arte é obrigatório e Educação física e
facultativo no ensino noturno.
Esses são os principais aspectos e elementos que achei interessante destacar
observando alguns documentos referentes à organização da educação do município
de Itaboraí.

Referências

http://excelenciaeducativa.blogs.sapo.cv/sistema-educativo-conceito-34305
http://educasistematica.blogspot.com.br/2011/09/educacao-sistematica.html
http://pedagogiafebf2011.blogspot.com.br/
http://Itaborai_Lei_2.556_15_Plano_Municipal_de_Educacao