Você está na página 1de 21

DIREITO CIVIL – PARTE GERAL

Professora Elizabeth B. Lopes Murakami


DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

BENS FORA DO COMÉRCIO

• PELA SUA PRÓPRIA NATUREZA

• LEGALMENTE FORA DO COMÉRCIO

• PELA VONTADE HUMANA


DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

DOS FATOS JURÍDICOS

“Todo acontecimento, natural ou humano, que


determine a ocorrência de efeitos constitutivos,
modificativos ou extintivos de direitos e
obrigações, na órbita do direito, denomina-se
FATO JURÍDICO.” (Venosa)
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

DOS FATOS JURÍDICOS em sentido amplo

FATOS JURÍDICOS (em sentido estrito)


fatos naturais
fatos do homem

ATOS JURÍDICOS (em sentido amplo)


lícito ou ilícito
Sem intenção = ato jurídico sentido estrito
Com intenção = negócio jurídico
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

• AQUISIÇÃO DE DIREITOS

• MODIFICAÇÃO DOS DIREITOS

• DEFESA DOS DIREITOS

• EXTINÇÃO DOS DIREITOS


DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

AQUISIÇÃO DE DIREITO

• QUANDO SE DÁ SUA CONJUNÇÃO COM SEU


TITULAR
• QUANDO PASSA A SER INCORPORADA AO
PATRIMÔNIO
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

AQUISIÇÃO DE DIREITO

• PODE SER:
• A) ORIGINÁRIA OU DERIVADA

• B) GRATUÍTA OU ONEROSA

• C) A TÍTULO UNIVERSAL OU SINGULAR

• D) SIMPLES OU COMPLEXA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

MODIFICAÇÃO DE DIREITOS

• ALTERAÇÃO OBJETIVA

• ALTERAÇÃO SUBJETIVA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

CONSERVAÇÃO DE DIREITOS

• DEFESA DOS DIREITOS

A) ATOS DE CONSERVAÇÃO
B) ATOS DE DEFESA DO DIREITO LESADO
C) ATOS DE DEFESA PREVENTIVA
D) AUTOTUTELA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

EXTINÇÃO DE DIREITOS

• PERECIMENTO
• ALIENAÇÃO
• RENÚNCIA
• ABANDONO
• FALECIMENTO DO TITULAR
• PRESCRIÇÃO
• DECADÊNCIA
• ABOLIÇÃO DE INSTITUIÇÃO JURÍDICA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

NEGÓCIOS JURÍDICOS
• São os atos praticados por atuação da vontade
com intenção de produzir efeitos jurídicos
(adquirir, modificar, conservar ou extinguir
direitos).
• Art. 104 e ss
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

NEGÓCIO JURÍDICO
• PLANO DA EXISTÊNCIA

• PLANO DA VALIDADE

• PLANO DA EFICÁCIA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

PLANO DE EXISTÊNCIA
• ELEMENTOS CONSTITUTIVOS:
A) MANIFESTAÇÃO DA VONTADE

B) AGENTE EMISSOR DA VONTADE

C) OBJETO

D) FORMA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

MANIFESTAÇÃO DA VONTADE

• PODE SER:
A) EXPRESSA

B) TÁCITA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

MANIFESTAÇÃO DA VONTADE

- SILÊNCIO
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

AGENTE EMISSOR

• PESSOA NATURAL
• PESSOA JURÍDICA
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

OBJETO

SOBRE O QUE GIRAM OS INTERESSES DAS


PARTES
DIREITO CIVIL- PARTE GERAL

FORMA

MEIO PELO QUAL A DECLARAÇÃO DE VONTADE


SE EXTERIORIZA
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
Diniz, Maria Helena. Curso de direito civil brasileiro,
volume 1 -27 ed. – São Paulo: Saraiva, 2013

Donizetti, Elpídio. Curso didático de direito civil –São


Paulo: Atlas.

Gagliano, Pablo Stolze. Novo Curso de Direito Civil,


volume 1 – 14ª ed. – São Paulo: Saraiva, 2012

Gonçalves, Carlos Roberto. Direito civil brasileiro, volume


1 – 9ª ed. - São Paulo: Saraiva, 2012
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
Pinto, Cristiano Vieira Sobral. Direito civil sistematizado – 3ª ed. – Rio
de Janeiro: Forense, 2011

Tepedino, Gustavo. A parte geral do novo Código Civil/ Estudos na


perspectiva civil-constitucional – Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

Venosa, Silvio de Salvo. Direito Civil: parte geral – 12ª ed. – São Paulo:
Atlas, 2012

Farias, Cristiano de, Rosenvald, Nelson . Curso de Direito Civil: Parte


Geral e LINDB, (V. 1), 13ª edição. Atlas, 02/2015. VitalSource
Bookshelf Online.
“O conteúdo dos slides bem como as colocações feitas durante as aulas são de
responsabilidade exclusiva dos professores”

Você também pode gostar