Você está na página 1de 3

ATIVIDADE PARTICIPAÇÃO INDIVIDUAL – REUNIÃO

ONLINE

Matriz de análise

Disciplina: Gerenciamento de Cronograma Turma: I

Nome do Aluno: Flávio Henrique Mendonça

Introdução

Em meio a um cenário dinâmico de constantes mudanças, adaptar-se é


imprescindível. As empresas vêm se adequando dia a dia a novas legislações,
melhoramentos no processo produtivo e, até mesmo, na construção de novas
filiais. Essas adequações são realizadas por projetos, e alguns autores os definem
como:

“Trata-se [projeto] de um empreendimento com objetivo bem


definido, que consome recursos e opera sob pressões de
prazos, custos e qualidade. Além disso, projetos são, em
geral, considerados atividades exclusivas em uma empresa.”
(Kerzner, 2006, p15)

Tendo em vista a definição de projeto, podemos observar que um de seus


principais pilares é o tempo. Tempo esse que é gerido por um bom planejamento
de cronograma que deve ser seguido com o mínimo de imprevistos possíveis.

Elabore uma resenha crítica sobre 1 (uma) das reuniões semanais de até 1,5 páginas. O
aluno deverá abordar na resenha, com exemplos, a dinâmica usada na ROL da sua
escolha.

Em uma sociedade como a nossa, a gestão do tempo é essencial. A


correria do dia a dia nos desvirtua da noção de tempo para resolução de diversos
problemas. O mesmo pode ser aplicado aos projetos. Um bom projeto é calcado
em um bom cronograma. Levando-se em consideração as adversidades, prazos,
custos e entregas, o cronograma se torna algo extremamente complexo e que
requer muita dedicação.

1
Primeiro, é necessário que façamos o termo de abertura do projeto, pois as
informações contidas nele são de suma importância, como, por exemplo:
premissas, restrições, prazos, alocações, e etc. Buscamos sempre pode entender
as motivações e os princípios da empresa, para então fazer um plano de
cronograma conciso, bem estruturado e objetivo.

Um gerente de projetos precisa estar sempre auxiliando e apaziaguando


possíveis divergências na equipe durante o processo de execução, pois um dos
motivos de discordância pode ser problema na interpretação de um cronograma
que não foi estruturado com precisão.

Existem três principais variáveis a serem consideradas para o


gerenciamento de cronograma: escopo, prazo e custo. É importante destacar que
o escopo é a primeira definição que precisamos ter para determinar os prazos de
um cronograma.

Algumas tarefas precisam ser esclarecidas aos stakeholders e as equipes


envolvidas. Portanto, é necessário que em intervalos periódicos o GP apresente
um relatório com os dados atualizados a todos. Utilizando o MS Project podemos
obter resultados práticos para tais registros de dados, juntamente ao gráfico de
Gantt.

Em um caso particular, tive a oportunidade de atuar em um projeto que tinha


como objetivo a aplicação de um sistema para auxiliar vendas e atendimento ao
público. O sponsor e o restante da equipe não tinham ideia de nenhum tipo de
metodologia, nem mesmo da existência do PMBOOK. Por mais que
apresentassem ideias para um planejamento mais conciso, a empresa relutava em
fazer de sua própia forma, com um cronograma muito vago e pouco objetivo.
Resultado do projeto: fracasso.

Houve inúmeras reclamações de clientes, o sistema de vendas travava no


meio da compra e os funcionários não entendiam a lógica da funcionalidade desse
sistema. Esse, sem dúvidas, não deveria ser o resultado de um projeto.

Descreva suas dúvidas, caso não tenha compreendido algum tópico

2
Considerações finais

A importância de um cronograma está relacionada a vida saudável de um


projeto. Sem ele, não teríamos como evitar atrasos nas entregas, evitar custo além
do esperado e até mesmo facilitar a alocação de recursos. Logo, é necessário que
façamos um bom planejamento de cronograma, para que não aconteçam possíveis
futuras frustrações relacionada ao cronograma e término do projeto.