Você está na página 1de 17

Máquinas de Corrente Contínua

Carcaça
É a estrutura suporte do conjunto. Também tem a finalidade de
conduzir o fluxo magnético.

Polos de excitação
Têm a finalidade de gerar o fluxo magnético. São constituídos de
condutores enrolados sobre núcleos de chapas de aço laminadas
cujas extremidades possuem um formato que se ajusta a armadura
e são chamadas de sapatas polares.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Polos de comutação
São colocados na região interpolar e são percorridos pela corrente
de armadura. Sua finalidade é compensar o efeito da reação da
armadura na região de comutação, evitando o deslocamento da
linha neutra em carga, reduzindo a possibilidade de centelhamento.

Conjunto Porta Escovas e Escovas


O porta escovas permite alojar as escovas e está montado de tal
modo que possa ser girado para o ajuste da zona neutra. As escovas
são compostas de material condutor e deslizam sobre o comutador
quando este gira, pressionadas por uma mola, proporcionando a
ligação elétrica entre a armadura e o exterior.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Rotor com Enrolamento


Centrado no interior da carcaça, é constituído por um pacote de
chapas de aço silício laminadas, com ranhuras axiais na periferia
para acomodar o enrolamento da armadura. Este enrolamento está
em contato elétrico com as lâminas do comutador.

Comutador
É o conversor mecânico que transfere a energia ao enrolamento do
rotor. O comutador é constituído de lâminas de cobre isoladas uma
das outras por meio de lâminas de mica.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua
Um gerador de corrente contínua, excitação “shunt” ou “em derivação”,
apresenta as seguintes características: Pt=1,2kW, Vt=300V, Ra=0,2Ω,
Rf=35Ω. Operando em condições normais, calcule a tensão induzida (Ea)
para:
a) Plena carga;
b) 60% da carga.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Um motor de corrente contínua, excitação “shunt” ou “em derivação”,


apresenta as seguintes características: Pt=3kW, Vt=500V, Ra=0,3Ω,
Rf=100Ω. Operando em condições normais, calcule o torque
eletromagnético desenvolvido.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua
Um gerador de corrente contínua, excitação “série” apresenta as
seguintes características: Pt=2kW, Vt=250V, Ra=0,3Ω, Rs=0,2Ω. Operando
em condições normais, calcule a tensão induzida (Ea) para:
a) Plena carga;
b) 60% da carga.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Um motor de corrente contínua excitação composta (curta), Ra=0,5Ω,


Rs=0,2Ω, Rf=35Ω, Vt=230V, P=5kW; opera em condições normais.
Calcule a tensão induzida (Ea).

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini


Máquinas de Corrente Contínua

Um motor de corrente contínua de ímãs permanentes apresenta as


seguintes características: Vt=45V, Ra=0,5Ω, km=0,25 V/(rad/s), n=1500rpm.
Determine a corrente de carga.

Motores e Geradores – Prof. Aislan Francisquini

Você também pode gostar