Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE – FURG

ESCOLA DE ENGENHARIA – EE
CURSO: ENGENHARIA CIVIL EMPRESARIAL
DISCIPLINA: POGE I
PROFª. CRISTINA ARTHMAR MENTZ ALBRECHT
ALUNA: LUIZA MADEIRA DA SILVA

ATIVIDADE 1

Empresa escolhida: Natura

1) Fazer uma breve apresentação da empresa (quando e onde surgiu, em


que países atua, estimativa do número de funcionários, como cresceu).

R. Fundada por Luiz Fernando Seabra, a empresa natura atuante no setor de


produtos cosméticos foi fundada no ano de 1969, mas nessa época o seu
nome original era Indústria e Comércio de Cosméticos Berjeaut, onde alguns
meses depois obteve seu nome mundialmente conhecido como natura. Hoje
esta multinacional está presente em diversos países, a sua iniciação foi dada
em uma pequena fábrica na rua Oscar Freire em São Paulo, onde era atendido
pelo próprio proprietário Luiz Seabra. Em 1974 foram adotadas as vendas
diretas como modelo de negócios, fechando a loja matriz, em 1979 a indústria
lançou segmentos de produtos masculinos o que foi novidade para a época,
sendo expandida rapidamente a empresa alcançou 200 colaboradores e 2.000
consultores responsáveis pelas vendas. Em 1982, a empresa foi inclusa no
mercado internacional, por meio de um distribuidor local no Chile em 1983 a
empresa foi a primeira a oferecer produtos refil no Brasil, em 1989 atingiu a
marca de 50 mil consultoras de beleza e em 1990 foi adotada a rosácea como
o símbolo oficial da marca. Em 1994, foi dado segmento ao mercado
internacional iniciando suas operações na Argentina e Peru, em 2001 foi
inaugurado o mais avançado centro integrado de pesquisa em produção de
cosméticos na América do Sul localizado em Cajamar (SP). Em 2004, a
empresa teve sua abertura de capital na Bolsa de Valores de São Paulo, e em
2005 foi inaugurado sua primeira loja física em Paris. Em 2006, os testes de
produtos e ingredientes em animais foram banidos juntamente com a criação
do Programa Carbono Neutro, onde a meta principal é a redução das emissões
de gases de efeito estuda em toda a cadeia produtiva. Em 2009, a empresa
completou 40 anos, junto a isto, conquistou a marca histórica de 1 milhão de
consultoras, logo, em 2010 começou a realizar produção também nos países
da Argentina, Colômbia e México. Em 2013, a marca reduziu as emissões de
gases de efeito estufa drasticamente, com redução de 70% de plástico em
suas embalagens. Em 2015, a empresa lança sua plataforma para vendas
online, além de obter diversas lojas no Brasil, é lançado sua primeira loja em
Nova York nos Estados Unidos.
Em 2017, a empresa natura adquiriu a marca britânica de cosméticos The Body
Shop e atualmente em 2020 passou a ser a nova proprietária do grupo Avon
Cosméticos, criando o quarto maior grupo do mundo do segmento de beleza.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE – FURG
ESCOLA DE ENGENHARIA – EE
CURSO: ENGENHARIA CIVIL EMPRESARIAL
DISCIPLINA: POGE I
PROFª. CRISTINA ARTHMAR MENTZ ALBRECHT
ALUNA: LUIZA MADEIRA DA SILVA

2) Analisar o caso de estudo segundo o modelo de Porter;

 Rivalidade entre concorrentes: quem são os principais concorrentes


atuais?

R. O mercado de cosméticos apresenta as mais diversos opções de serviços e


interesses para o público fazendo com que exista grande competitividade neste
setor. Os principais concorrentes atuais da Natura são: L’oréal, Nívea e O
Boticário, que distribui seus produtos às lojas de cosméticos, inclusive com
rede de varejo de sua marca.

 Ameaça de novos entrantes: quais são as dificuldades para novas


empresas entrarem no mercado? Novas empresas entraram no
mercado recentemente? Como elas ameaçam a empresa em estudo?

R. As principais dificuldades de novas empresas entrarem no mercado de


cosméticos é devido as dificuldades de se inserir, pois é um ramo exigente de
canais de distribuição, sendo necessário possuir uma logística bastante
estruturada, oferecer treinamento de qualificação para consultoras de vendas,
etc. Para poder entrar neste mercado e se destacar, é necessário oferecer um
diferencial muito grande em relação as outras marcas já conhecidas. Há novas
empresas no mercado como a empresa americana Mary Kay, que oferece
serviços de cosméticos de ótima qualidade a um preço consideravelmente
baixo em relação ao produto. A empresa existente há nove anos já conta com
aproximadamente cinco mil consultoras ativas, tendo como foco principal o
crescimento profissional da sua equipe, oferecendo recompensas as
consultoras ao atingirem um determinado número de vendas.

 Ameaça de produtos substitutos: existe algum produto substituto


atualmente?

R. Há no mercado diversas marcas que poderiam se considerar substitutas, a


empresa O boticário, por exemplo, que também é dona da empresa de
cosméticos Quem disse Berenice? Já se encontra presente em mais de 15
países e possui um faturamento anual de aproximadamente 15 bilhões.

 Poder de barganha dos fornecedores: tentar identificar os


fornecedores. Eles são variados? Como a empresa pode evitar esse
poder de barganha?
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE – FURG
ESCOLA DE ENGENHARIA – EE
CURSO: ENGENHARIA CIVIL EMPRESARIAL
DISCIPLINA: POGE I
PROFª. CRISTINA ARTHMAR MENTZ ALBRECHT
ALUNA: LUIZA MADEIRA DA SILVA
R. Os seus principais fornecedores são indústrias químicas, farmacêuticas,
universidades, moradores da região Amazônica e prestadores de serviços. A
natura vem tentando promover conscientização em seus fornecedores para
que seja desenvolvidos projetos de Sustentabilidade pois mesmo que haja
diversas práticas internar da empresa nesse sentido, é necessário a
qualificação dos seus fornecedores

 Poder de barganha dos clientes: qual o perfil de clientes? Como a


empresa pode identificar esse poder de barganha?

R. O perfil dos clientes são dos mais variados, sendo de crianças a idosos. Por
oferecer compras individuais e preços padronizados por catálogos próprios,
não há o fator de barganha em relação ao produto e consumidor final. Porém,
há poder de barganha entre revendedora e empresa onde ao adquirir produtos
em quantidade superior e forma de pagamento.

3) Qual a importância da aplicação do modelo das cinco forças para o


planejamento estratégico dessa empresa?

R. O modelo das 5 forças de Porter é fundamental para que haja planejamento por parte da
empresa, em compreender o seu mercado, seus concorrentes, e seus futuros substitutos.
Portanto, foi possível concluir através desse estudo que a empresa Natura, apresenta em seu
modo administrativo atitudes correspondes com Planejamento Estratégico, o que faz com
que a empresa esteja tão bem colocada no mercado sendo uma marca muito bem
conceituada no mercado global sendo bem estabilizados no mundo dos negócios.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE – FURG
ESCOLA DE ENGENHARIA – EE
CURSO: ENGENHARIA CIVIL EMPRESARIAL
DISCIPLINA: POGE I
PROFª. CRISTINA ARTHMAR MENTZ ALBRECHT
ALUNA: LUIZA MADEIRA DA SILVA

REFERÊNCIAS

PORTER, Michael E. Competição: estratégias competitivas essenciais. Tradução de Afonso


Celso da Cunha Serra. Disponível em <
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/1704617/mod_resource/content/1/O%20Que
%20%C3%A9%20Estrat%C3%A9gia.pdf>. Acesso em: 22 de outubro de 2020.

ALVES, Raphaelly A. ESTUDO DE CASO DA EMPRESA NATURA: PLANEJAMENTO E


DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO. Disponível em <
http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2016/anais/arquivos/RE_0942_0643_01.pdf> Acesso
em: 22 de outubro de 2020.