Você está na página 1de 8

Universidade Católica de Moçambique

Instituto de Educação à Distância


Rua Correia de Brito, 613, Ponta Gêa
C.P 90 - Beira - Moçambique
Tel: (+258) 23 32 64 05 Fax: (+258) 23 32 64 06
E-mail: ied@ucm.ac.mz

INTRODUÇÃO AO
PENSAMENTO
CONTEMPORÂNEO
Guia Tutorial

Licenciatura em Ensino de Educação Física e Desporto


1º Ano

Tutor: _____________________________
e-mail ________________________________________
Cell ________________________________________
1

Índice
1 Introdução ............................................................................................................................................. 2
2 Objetivos gerais de aprendizagem ........................................................................................................ 2
3 Conteúdos a abordar ............................................................................................................................. 2
4 Método de ensino – aprendizagem........................................................................................................ 2
5 Desempenho esperado........................................................................................................................... 3
6 Formas de Avaliação............................................................................................................................. 3
7 Atividades a realizar.............................................................................................................................. 3
7.1 Actividade 1 – (1a Sessão Presencial) .......................................................................................... 3
7.2 Actividade 2 – (2a Sessão Presencial) .......................................................................................... 5
8 Sessões de aprendizagem ...................................................................................................................... 6
8.1 Primeira sessão presencial ............................................................................................................ 6
8.2 Segunda sessão presencial ............................................................................................................ 6
8.3 Momento interregno...................................................................................................................... 6
8.4 Recursos ........................................................................................................................................ 7
9 Sessão de Exames ................................................................................................................................. 7
10 Referência Bibliografia ..................................................................................................................... 7
2

1 Introdução

A cadeira de introdução ao pensamento contemporâneo trata de uma forma geral de conhecimento, visões
pontos de vista contemporâneos ligados ao desporto (abordagens filosóficas e estéticas). Para fazer face a
aprendizagem desta cadeira, entre outra apelamos aos estudantes a saber gerir o tempo de uma forma eficaz
pois o vosso estudo é muito mais auto – didáctico. Embora que o modulo da disciplina seja o material básico
para execução das vossas actividades, apelamos que inclua recursos adicionais como livros, artigos ou sites
na internet, como forma de buscar conhecimento e enriquecimento dos vosso trabalhos.

2 Objetivos gerais de aprendizagem

• Fornecer as grandes linhas do pensamento contemporâneo,


• Adequar o pensamento contemporâneo as questões ligadas as ciências desportivas,
• Perceber o desporto na perspectiva cultural do corpo humano.

3 Conteúdos a abordar

Nesta disciplina iremos abordar os seguintes conteúdos: Introdução ao pensamento contemporâneo onde
destacaremos a importância do conhecimento ou pensamento filosófico e o conceito de filosofia do
desporto. O pensamento em ciências do desporto (abordagem filosófica), neste conteúdo veremos o valor
do desporto. O pensamento em ciências do desporto (Abordagem estética) – entendermos como é que a
estética enquadra-se nas ciências do desporto. Plástica e pensamento do corpo contemporâneo: debruçamos
aspectos ligados a plástica e o vínculo com o pensamento do corpo contemporâneo.

4 Método de ensino – aprendizagem

O curso adota métodos inovadores centrados na aprendizagem do estudante. Isto significa que a
responsabilidade pelo processo de aprendizagem é do estudante. Quanto ao tutor, ele passa a ser, sobretudo,
um gestor/mediador/facilitador de situações de aprendizagem.

As sessões serão ministradas segundo métodos de exposição aberta do tutor da disciplina e trabalho
independente dos estudantes, durante os intervalos das presenciais seguidas de partilhas na sala de aula.
3

5 Desempenho esperado

Espera-se que o estudante compreenda o processo da origem e desenvolvimento do desporto e a sua relação
com surgimento das modalidades; Possa descrever as diferentes fases da evolução do desporto; se debruçar
sobre as grandes correntes do surgimento e perceber o seu impacto no pensamento histórico ao longo dos
tempos; tomar consciência das mudanças epistemológicas e metodológicas que ocorrem nas ciências do
desporto; entre outros.

6 Formas de Avaliação

Ao longo da disciplina o estudante deverá realizar todas actividades propostas para auto – avaliação, pois
constitui uma avaliação de carácter formativo. Os trabalhos individuais ou de campo (teóricos ou práticos)
realizados pelo estudante têm sobre a média de frequência o peso de 40% e são indicados pelos tutores. No
final do ano será realizado um exame de Múltipla escolha que terá o peso de 60% sobre a média final. A
nota final será calculada através da seguinte fórmula: NF = MF x 40% + NE x 60%; onde:

NF -Nota Final; MF - Média de frequência; NE - Nota de Exame.

7 Atividades a realizar

Os exercícios de autoavaliação abaixo descritos, são actividades que visam desenvolver o estudo individual
do estudante e garantir o desenvolvimento formativo. As actividades que serão classificadas (Somativas),
serão indicadas pelo tutor durante as sessões.

7.1 Actividade 1 – (1a Sessão Presencial)

Informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a sequência
correta.
( ) O trabalho das ciências pressupõe, como condição, o trabalho do pensamento contemporâneo, mesmo
que o cientista não seja filósofo.
( ) Admiração e espanto são atitudes filosóficas que significam: tomamos distância do nosso mundo
costumeiro e, mediante nosso pensamento, como se estivéssemos acabando de nascer para o mundo e para
nós mesmos, perguntamos o que é, por que é, e como é o mundo.
( ) A Filosofia pode ser considerada Ciência, é assim desde a antiguidade clássica; ambas trabalham com
enunciados rigorosos, buscam encadeamento lógico entre os enunciados, operam com conceitos obtidos
por procedimentos de demonstração e prova. Por isso, a Filosofia, assim como as Ciências, exige a
fundamentação racional e sistemática do que é enunciado e pensado.
4

( ) A reflexão filosófica organiza-se em torno de três grandes conjuntos de questões: O que é pensar, falar
e agir? E elas pressupõem a seguinte pergunta: nossas crenças cotidianas são ou não são um saber
verdadeiro, um conhecimento?
( ) A atitude científica depende de nossos saberes cotidianos, por isso, ela não se distingue da atitude
costumeira ou do senso comum. Não podemos negar ao menos duas características pressupostas a ambas
as atitudes: objectividade - isto é, procuram as estruturas necessárias das coisas investigadas - e
generalização - tendem a reunir numa ideia coisas e factos julgados semelhantes, procurando estabelecer
relações de causa e efeito.
A) V - V - F - V - F. B) F - V - V - V - V. C) F - V - F - F - F. D) V - F - V - V - V.
2) Define o Pensamento Contemporâneo e indique o seu objecto de estudo.
3) Fala das perespectivas endógenas e exógenas no desporto.
4) Oque entendes por filosofia do desporto?
5)Define a filosofia na perspetiva da definição minimalista mas satisfatória?
6) Qual foi ocontributo do Pensamento em Ciências do Desporto (abordagem filosófica)?
7) Em filosofia, o conceito de "mundos possíveis" é usado para expressar:
A) Princípios de permanência e transformação. B) Dependências e processos sociais.
C) Modalidades (possibilidade, necessidade e contingência). D) Ideologia, identidade e utopia.
8) O mito é a forma mais remota de crença, narrativas sobre a origem do mundo, dos homens e das coisas
da natureza. Sobre o mito, assinale a alternativa incorreta.
A) Procura explicar de forma abstrata, uma realidade "misteriosa" para o homem.
B) O mito está impregnado do desejo humano de afugentar a insegurança, os temores e a angústia diante
do desconhecido.
C) O mito formava para os gregos um sistema fácil, onde os fenômenos naturais ocorrem de forma
objectiva.
D) Explica a realidade, como também acomoda e tranquiliza o ser humano em seu mundo assustador.
9) Qual foi o papel da filosofia do desporto no âmbito das ciências do desporto.
10) Quando pensamos no desporto para crianças e jovens não há como dissociá-lo das ideias acima
expostas, tendo em vista que o desporto em si é permeado de unidades, de relações entre estas unidades,
de, significados, de incertezas, não podendo, portanto, ser resumido a uma ideia simples ou a uma lei.
Concordas a firmação? Fundamenta?
11) Define o pensamento complexo subponto de vista filosófico?
12) Qual o valor do desporto na sociedade contemporânea?
13) No mundo contemporâneo, diversos factores interferem, pressionam e geram expectativas e tensões na
vida social. De modo geral, Quais são os factores podem estar relacionados aos problemas que decorrem
do avanço científico e tecnológico de nosso tempo?
14) Descreve o desporto em quanto um indicador pedagógico e educativo.
15) A filosofia do desporto refere-se a análise conceptual e a interrogação das práticas desportivas e áreas
a elas relacionadas; neste âmbito:
a) Faça um exame minucioso, apontando o desporto como filosofia de transformação social e cultural (5
páginas).
16) Uma das questões que tem caracterizado o debate sobre a identidade na educação Física nos últimos
anos passa por saber se ele é uma actividade pedagógica ou uma ciência em si mesmo. Pesquise e
fundamente essa problemática (10 páginas).
17) Reflicta e debruce o sentido de desporto enquanto prática educadora e formadora da condição e conduta
humana.
18) Uma pedagogia deve-se preocupar em educar considerando a complexidade do educando e do próprio
acto de ensinar.
a) Faça um estudo pormenorizado desta afirmação.
19) Reflicta criticamente a problemática de ainda deparar-nos na prática pedagógica em educação física,
com métodos reducionistas e mecanicista de pensar e ensinar no desporto.
5

20) Alguns estudiosos criticam e outros defendem o programa de desporto organizado para crianças ou seja
a iniciação desportiva. Face a esta temática: a) Faça um mini estudo bibliográfico;
b) De acordo com sua pesquisa, refira-se das vantagens e desvantagens e sua sugestão em relação a iniciação
desportiva;
c) Frise como é que a iniciação desportiva pode auxiliar a criança no aspecto filosófico.
21) A par das evidencias de que o homem contemporâneo utilizada cada vez menos suas potencialidades
corporais, fruto da eminente tecnologização das sociedades: a) Pesquise os desafios que se impõe aos
professores de educação física e técnico profissionais do desporto, como forma de minimizar os efeitos
advindo da era tecnológica, visando a promoção do estilo de vida activa.
22) Assiste-se cada vez mais que o comportamento dos atletas e jovens perante desporto, tem vindo a sofrer
alterações; nota-se por vezes falta de respeito aos árbitros e adversários.
a) Deia contributos validos, de qualidade técnica e cultural para não ocorrência de tais comportamento em
campo.
b) Reflicta e comente, quem é ou são os culpados pela crise da ética no desporto.
23) Que é o Pensamento Contemporâneo? Epistemetodologia do Pensamento Contemporâneo.
23.1) Descreve os tipos de abordagens do Pensamento Contemporâneo.
24) Quais são os “Epistemas-Paradigmas Primordiais” do Pensamento Contemporâneo?
25) O que entendes por Geossocioeconomologia Política do Pensamento Contemporâneo?

7.2 Actividade 2 – (2a Sessão Presencial)

1. Debruça, a importância de manifestações artísticas nas práticas pedagógicas relacionadas a educação


física e ao desporto no processo de formação da estética.
2. A arte geralmente é entendida como manifestação de ordem estética; assim análise e discuta:
a) A possibilidade do desporto ser tomada como uma forma de arte.
b) O quão relevante são os aspectos estéticos na configuração social e popularidade do desporto na
sociedade contemporâneo.
3. Consulte e faça pesquisas verificando como é que o sistema educativo em Moçambique através de seus
documentos oficiais abordam o valor da estética no desporto e na educação física.
4. Esclareça, a partir da perspectiva de fotógrafos profissionais, o entendimento do valor estético associado
a um conjunto de especialidades do atletismo.
5. O prestígio social que o desporto representa, torna um importante meio para a construção do corpo
personificado e idealizado pelo indivíduo na sociedade contemporânea.
a) Reflicta e faça um estudo desta frase.
6. As práticas desportivas despertam o desejo dos sujeitos para manter ou construir um determinado tipo
de corpo desejado.
a) Reflicta a luz desta temática.
7. A condição pós moderna conferida ao desporto actual pode ser justificada pela relação estabelecida com
meio da comunicação de massa.
a) Refira-se como a televisão transformou a audiência de desporto no mundo.
8. Discuta e debruce como é que se dá a construção do desporto moderno, sua transformação em espetáculo
e assimilação do profissionalismo dentro desse contexto.
9) Descreve as razões e finalidades da inclusão de uma Unidade Curricular sobre o “Pensamento
Contemporâneo no curso”?
9.1) Descreve as seguintes razões
 Finalidade “humanista-cultural”
 Finalidade “luso-lusofona”
 Finalidade “científico-epistemológica”
 Finalidade “epistematico-paradigmática”
6

8 Sessões de aprendizagem

8.1 Primeira sessão presencial

Nesta sessão inaugural, o tutor faz a apresentação do Guia de Estudo, os objectivos gerais da disciplina, a
metodologia a ser usada, as formas de avaliação, os resultados de aprendizagem esperados, orienta o debate
dos conteúdos das primeiras unidades do módulo, as actividades de auto-avaliação, trabalhos teóricos ou
práticos a serem realizados e define com os estudantes as estratégias de interacção. O seu papel centra-se
na motivação, mediação, orientação e promoção de um contexto de aprendizagem conducente a formação
da comunidade de aprendizagem.

Em relação aos estudantes, figuras autónomas na sua aprendizagem, apresentam dúvidas pontuais referentes
ao Guia de estudo e ao Conteúdo Básico de Referência (Módulo), criam laços sociais, coordenam
estratégias de interação entre eles, isto é, são responsáveis pela formação de grupos de estudos, e sugerem
estratégias de comunicação entre estes e o tutor.

8.2 Segunda sessão presencial

Nesta sessão, o tutor movido pela orientação de fazer com que o estudante assuma o seu processo de
aprendizagem de forma activa, concentra-se em esclarecer dúvidas, dar feedback das actividades até então
realizadas, monitorar actividades práticas e fornecer as directrizes na preparação para o exame.

Os estudantes expõem as dúvidas encontradas durante o estudo individual ou em grupo e interagem com os
colegas e tutor, recebem o feedback do tutor, realizam actividades práticas, debatem em torno das restantes
unidades do módulo e partilham recursos.

8.3 Momento interregno

Neste período, o tutor faz o acompanhamento, que consiste em atender pelo telefone, internet ou
fisicamente os estudantes, dar feedback, reforçar o processo de auto aprendizagem. Nesta fase, o tutor
esclarece dúvidas, direciona conteúdos, promove o diálogo problematizador, modera, acompanha as
discussões nos grupos de estudo e actualiza o conteúdo pedagógico.

O estudante realiza actividades de auto-avaliação e trabalhos individualmente ou em grupo, de forma


rigorosa conforme os objectivos preconizados em cada unidade. Interage com o conteúdo, seus pares, tutor,
7

realiza trabalhos práticos ou teóricos. A colaboração entre os estudantes é estimulada de modo que juntos
construam o conhecimento, pelo debate de ideias e partilha de informações e recursos.

8.4 Recursos

As disciplinas são ministradas com o emprego de recursos que propiciem ao estudante a devida autonomia
e o desenvolvimento de sua capacidade de iniciativa. Assim sendo, dispõem-se os seguintes recursos de
aprendizagem: Guias de estudo, Conteúdo Básico de Referência (Módulo), Bibliografias básicas e
complementares e objectos de aprendizagem (Textos de apoio, PowerPoint, Prezi, entre outros).

Também são usados suportes tecnológicos como recursos audiovisuais (projector multimídia, tela
interativa, Tablet, data-show e CD).

Com relação as aulas práticas desenvolvidas no decorrer do curso, cumpre salientar que as mesmas são
concebidas de acordo com as especificidades de cada disciplina, principalmente aquelas que carecem de
laboratórios de informática, com acesso a internet, laboratórios de química, física, Biologia, Educação
Física e Desporto, receptor GPS, Software SIG, aula-excursão, dentre outros, com vista a dinamizar o
aprendizado e incentivar a busca pelo conhecimento.

9 Sessão de Exames

Exame Normal de Cadeiras Gerais do 1º ao 3º Ano e Específicas do 4º Ano: 01 a 02 de Agosto.

Exame de Recorrência de Cadeiras Gerais do 1º ao 3º Ano e Específicas do 4º Ano: 05 a 06 de Setembro.

Exame de Cadeiras Específicas do 1º ao 3º Ano incluindo Estatística: 31.10 a 01.11 de Novembro.

Exame de Recorrência de Cadeiras Específicas do 1º ao 3º Ano incluindo Estatística: 05 a 06 de Dezembro.

10 Referência Bibliografia

 1-Cruz, p.p; Fonseca, A.0, o culto ao corpo: as influências dos meios de comunicação contemporânea.
Florionápolis – Brasil, 2008.
 3-Lemos, K.M; Garcia, R.P; A estética como um valor na ed. física. são Paulo. 2003.
 4-SCHreiber, M.B; Andrande, A. Educação física escolar e filosofia: uma prática consciente. Buenos
Aires, Agosto 2005.
 2-DRUMOND, J.G. Ética e educação física. Revista, Dezembro de 2002.

Você também pode gostar