Você está na página 1de 22

POLÍTICA NACIONAL DE PRÁTICAS

INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NO
SUS- PNPIC

Departamento de Atenção Básica - SAS/MS


Propósitos:

 Ampliar a visão a respeito


da saúde e a autonomia
das pessoas no cuidado;

 Prestar apoio aos Estados


Membros à implantação
/implementação das PICS;

 Promover a utilização
segura e eficaz, mediante a
regulamentação de
produtos, práticas e
praticantes.

Objetivos estratégicos:

 Promoção da cobertura
universal da saúde através
da integração de PICS nos
sistemas oficiais de saúde.
Institucionalização das PICS no Brasil

• Declaração de Alma Ata - as primeiras recomendações para a implantação das


1978 medicinas tradicionais e práticas complementares difundiram-se em todo o
mundo. OMS formula o Programa de Medicina Tradicional.

• 8ª Conferência Nacional de Saúde - deliberou em seu relatório final pela


"introdução de práticas alternativas de assistência à saúde no âmbito dos
1986 serviços de saúde, possibilitando ao usuário o acesso democrático de
escolher a terapêutica preferida“.

• Resoluções da Comissão Interministerial de Planejamento e Coordenação


(Ciplan) - nº 4, 5, 6, 7 e 8/88 - fixaram normas e diretrizes para o
1988 atendimento em Homeopatia, Acupuntura, Termalismo, Técnicas
Alternativas de Saúde Mental e Fitoterapia.
Institucionalização das PICS no Brasil

• 10ª Conferência Nacional de Saúde - em seu relatório final, aprovou a


1996 "incorporação no SUS, de práticas de saúde como a Fitoterapia, Acupuntura e
Homeopatia, contemplando as terapias alternativas e práticas populares".

• Constituição de Grupo de Trabalho no Ministério da Saúde com o objetivo de


2003 elaborar a Política Nacional de Medicina Natural e Práticas Complementares
(PMNPC) ou apenas MNPC - no SUS (atual PNPIC).

• Publicação das Portarias 971, 1600 e 853 - Aprova a PNPIC, a constituição do


Observatório das Experiências de Medicina Antroposófica e inclui as PICS no
2006 SCNES.
 Plantas Medicinais e
fitoterapia;

 Medicina Tradicional Chinesa;

 Homeopatia;

 Antroposofia Aplicada à
Saúde;

 Termalismo/Crenoterapia.
Trajetória da PNPIC
• Acompanhamento e monitoramento da implantação de serviços e de
produção das PICS no SUS pelo SIGTAP.

• Portaria SAS nº 145, de 11 de janeiro de 2017:


01.01.05.001-1 - Praticas Corporais em Medicina Tradicional Chinesa
01.01.05.002-1 - Terapia Comunitária
01.01.05.003-8 -Dança Circular/Biodança
01.01.05.004-6 - Yoga
01.01.05.005-4 Oficina de Massagem/Automassagem
01.01.05.006-2 Sessão de Arteterapia
01.01.05.007-0 Sessão de Meditação
01.01.05.008-9 Sessão de Musicoterapia
03.09.05.007-3 Tratamento Naturopático
03.09.05.008-1 Sessão de Tratamento Osteopático
03.09.05.009-0 Sessão de Tratamento Quiroprático
03.09.05.010-3 Sessão de REIKI
03.09.05.004-9 Sessão de Auriculoterapia;
03.09.05.005-7 Sessão de Massoterapia;
03.09.05.006-5 TratamentoTermal/Crenoterápico
“Portaria GM n° 849 de 27 de março de 2017”,
incorporou à PNPIC as seguintes PICS:
• Arteterapia
• Ayurveda
• Biodança
• Dança Circular
• Meditação
• Musicoterapia
• Naturopatia
• Osteopatia
• Quiropraxia
• Reflexoterapia
• Reiki
• Shantala
• Terapia Comunitária Integrativa
• Yoga
Documentos de referência da Organização Mundial da Saúde
PICS que não estavam inclusas na PNPIC e
apareceram nos dados do 2º ciclo PMAQ
Argiloterapia 82
Arteterapia 737
Ayurveda 23
Biodança 257
Danças circulares 606
Do-In/Shiatsu/Massagem/Reflexologia 238
Florais (Bach e outros ) 213
Movimento Vital Expressivo 44
Musicoterapia 423
Naturopatia 77
Reiki 127
Shantala 603
Talassoterapia 12
Terapia comunitária integrativa 1336
Yoga 332
Outro(s) 2190
Caracterização das PICS – SISAB, jan à dez 2016

• Número de municípios que


ofertaram atendimentos
individuais com PICS: 3018
(54%), estando presente em
100% das capitais;

• Número de Atendimentos
individuais realizados:
2.203.661 e 224.258 atividades
coletivas ;

• 8.200 estabelecimentos de
Atenção Básica, o que
corresponde à 19%.
Caracterização das PICS – SISAB, jan à dez 2016
Quantidade de atendimentos individuais por PICS em 2016
1.200.000

1.000.000

800.000

600.000

400.000

200.000

-
Práticas
Medicina Técnicas
Antroposofia corporais e
Outros Tradicional Fitoterapia manuais em Homeopatia Termalismo/
aplicada à mentais em
Chinesa PICs Crenoterapia
saúde PICs
Série1 1.013.977 788.334 249.919 89.037 24.229 21.406 13.586 3.173
Caracterização das PICS – SISAB, jan à dez 2016
Principais problemas ou condições avaliadas onde se ofertou PICS no ano
de 2016
200.000
Número de atendimentos

180.000
160.000
140.000
120.000
100.000
80.000
60.000
40.000
20.000
-
Caracterização das PICS – SISAB, jan à dez 2016

Atividades Coletivas de PICS Nº de atividades

Plantas medicinais / fitoterapia 45.630

Práticas corporais e mentais em pic 178.628

Total 224.262
Caracterização das PICS – SCNES, dez 2016
• 1.270 Estabelecimentos de saúde na média e alta complexidade,
distribuídos em 401 municípios.
Número de estabelecimentos de MAC por tipo de PICS - SCNES em 2016
600 545
500
400
300
216 209
200 144
100 40 37 23 20 20 9 7
0 total
Caracterização das PICS SISAB + SCNES, dez 2016

Considerando Atenção básica


e serviços de Média e alta
complexidade temos um total
de 9.470 estabelecimentos de
saúde no país que ofertam
PICS, distribuídos em 3.097
municípios.

Percentual de Municipios que


ofertam PICS considerando
AB+MAC em 2016

Oferta PICS(ind
44% ou col)
Não Oferta
56%
Estratégias de Ampliação das PICS

• Formação 2014-2016: Mais de 17.500 profissionais de saúde em


formação, mais de 6500 concluíram, 11 mil em andamento.
Formação em PICS
6.000

5.000
Número de Participantes

4.000

3.000

2.000

1.000

-
ANTROPOSOFIA
PCMTC MTC ANTROPOSOFIA Gestão Plantas_ACS Auriculo (UFSC)
(avasus)
total 2.463 2.171 1.293 4.367 4.996 850 1.500
Mais de 50% 969 1.129 478 2.410 2.613 725 1500
concluidos 770 603 419 1.370 1.510 529 1.360
Perspectivas da PNPIC

• Ampliar o número de municípios que ofertam PICS;

• Ampliar o número de serviços e profissionais de acordo com as necessidades de

saúde da população;

• Integrar os diversos serviços de PICS na Rede de Atenção à Saúde.


Coordenação Geral de Gestão da Atenção Básica
/DAB/SAS/MS

Tel: (61) 3315-9034


pics@saude.gov.br
www.saude.gov.br/dab

Você também pode gostar