Você está na página 1de 1

PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DA FICHA DE AVALIAÇÃO - PESSOA ORTÓNIMO

Grupo I

1. Este poema é formado por três estrofes de seis versos cada uma (sextilhas). A métrica é
regular, com versos de sete sílabas (redondilha maior). Relativamente à rima, já que o esquema
rimático pode ser representado por ABCBAC – DEFDEF – GHIGHI - verifica-se alguma
regularidade.

2. A exemplo de outros poemas de Fernando Pessoa, também neste o sujeito poético reconhece
que é sentimental, mas acaba por afirmar que esse sentimento não é nada mais do que
pensamento, que é racionalizado.

3. O sujeito poético afirma que em todos os outros, tal como nele, há uma dualidade: uma vida
vivida (o sentimento) e uma vida pensada (a razão). Uma é verdadeira, a outra é errada.

4. O sujeito poético exprime a sua dúvida sobre qual é a vida verdadeira e qual é a vida errada.

4.1. Os versos nos quais o sujeito poético indica a sua opção são os dois últimos do poema.

5.1. O nome repetido é “vida” e o verbo é “viver”. É natural que estas palavras ocorram com
mais frequência porque a reflexão do sujeito poético é precisamente sobre o tema a vida e a
forma como todos a vivem.

Grupo II

1.

1. D

2. B

3. B

4. B

5. C

6. B

7. B

2.1. A frase encontra-se na voz passiva.

2.2. O verbo “ir” é um auxiliar com valor temporal.