Você está na página 1de 9

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA LUZIA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE


ATENÇÃO PRIMÁRIA

Fernanda Carolina Resende.


Viviane de Oliveira Cláudio.

PROJETO DE INTERVENÇÃO
UNIDADE DE ATENDIMENTO MORADA DO RIO
Fernanda Carolina Resende.
Viviane de Oliveira Cláudio

PROJETO DE INTERVENÇÃO
UNIDADE DE ATENDIMENTO MORADA DO RIO

Projeto apresentado à Prefeitura Municipal de Santa


Luzia para pedido de possível intervenção e mudança
na estrutura organizacional da unidade básica de
saúde Morada do Rio.
Conteúdo
INTRODUÇÃO:....................................................................................................................................4
JUSTIFICATIVA:..................................................................................................................................5
OBJETIVOS:....................................................................................................................................5
OBJETIVO GERAL:.........................................................................................................................5
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:.........................................................................................................5
METODOLOGIA:.................................................................................................................................5
Ações a serem realizadas:.............................................................................................................6
Fragilidade e expectativas do projeto:..........................................................................................6
CONSIDERAÇÕES FINAIS:..............................................................................................................7
Fragilidades e potencialidades do projeto:...................................................................................8
Referencias..........................................................................................................................................8
4

INTRODUÇÃO:
O SUS foi criado a partir da constituição de 1988, ficando responsabilizados
pela manutenção dos serviços de assistência á saúde os órgãos federais, estaduais
e municipais, sendo que o principal órgão responsável pela área da saúde é o
município.
As unidades básicas de saúde dos municípios são como entradas para os
serviços prestados a comunidade pelo sistema único de saúde (SUS), estes postos
são criados com o objetivo de realizar as primeiras ações de atendimento á saúde,
buscando a solução do problema na própria unidade ou realizando os devidos
encaminhamentos á outras unidades, especialidades medicas ou hospitais.
Entre as atividades realizadas estão os serviços de assistência medica para
adultos e crianças, assistência pré-natal, assistência ao idoso e as demais
assistências pertinentes ao controle de doenças crônicas e epidêmicas.
A unidade de atendimento básica de saúde Morada do Rio está situada na
Rua Baldim numero 891, Santa Luzia_mg, o atendimento é realizado de 08h00min
as 17h00min, a equipe de atendimento é formada por: 1 gerente, 11 ACS ,2
enfermeira, 2 médicos,2 técnicas de enfermagem, 3 ACE, 1 auxiliar de serviços
Gerais.
A unidade tem enfrentado um problema no atendimento á comunidade que é
causada pelo grande numero de pessoas atendidas na unidade que atende
atualmente onze (11) microárias somando então 8.500 habitantes na área de
abrangência, deste total 1500 são idosos ( acima de 60 anos), e 489 são diabéticos
sendo que cerca de 81 fazem uso diário de insulina.
Alem destes pacientes que necessitam de uma atenção especial temos o
atendimento voltado para as consultas diárias, vacinação, curativos enfim os
cuidados inerentes ao primeiro atendimento e ao controle de saúde dos cidadãos.
Portanto buscando sempre a melhoria do atendimento e a aplicação
destas ações na saúde publica municipal, este projeto se faz necessario para
que haja a elucidação dos motivos pelo qual se devem realizar mudanças na
estrutura do estabelecimento onde esta situada a unidade básica de saúde no
bairro Morada do Rio.
5

JUSTIFICATIVA:
Os serviços prestados pela unidade básica de saúde Morada do Rio enfrenta
atualmente o seguinte cenário:
_ Dificuldade por parte da população em compreender o fluxo de atendimento da
unidade, o qual não se dá por ordem de chegada, mas sim pela priorização das
consultas agendadas e advindas do acolhimento.
_ Priorização por parte dos usuários de consultas especializadas em detrimento do
atendimento na atenção primária. Entendimento de que a unidade é apenas um
local para renovação de receitas e encaminhamentos para exames.
_ Dificuldades com a superlotação da unidade para marcações de consultas o que
causa transtorno aos usuários.
O presente trabalho se justifica pela constante necessidade de melhorias no
atendimento á população e pela compreensão de que existe uma deficiência no
atendimento á população de forma que exista um vinculo humanístico entre os
agentes responsáveis pelos serviços de saúde e os usuários

OBJETIVOS:

OBJETIVO GERAL:

- Elaborar um projeto de intervenção que vise à organização do processo de


atendimento da unidade buscando a humanização do atendimento na UBS.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- Diminuir as filas na unidade de saúde Morada do Rio


- Reduzir a sobrecarga no atendimento.
- Trabalhar para a humanização do atendimento dos pacientes.
- Propor uma reflexão junto á equipe do PSF a respeito da humanização e

METODOLOGIA:
a) Cenário do projeto de intervenção:
Os pacientes ao buscar atendimento na unidade estão em um processo de
desconforto causado pela doença que lhes acomete, alem deste desconforto eles
6

precisam enfrentar longas filas para o atendimento, necessitando chegar de


madrugada para conseguir uma consulta com o medico.
Utilizando-se o método do Planejamento Estratégico Situacional (PES), foi realizado
um diagnóstico situacional da área de abrangência da UBS, na qual foi detectada a
necessidade de se realizar uma mudança no horário do agendamento das consultas,
evitando assim que os usuários cheguem muito cedo à unidade fazendo muitas
vezes com que seu estado de saúde se agravasse, alem de diminuir o numero de
pacientes na sala de espera.

Ações a serem realizadas:

Visando um melhor atendimento a comunidade prezando pela humanização do


atendimento através de novas pratica de organização na saúde que busque a
valorização do ser humano por meio dos vínculos solidários entre os autores nos
quais usuários, trabalhadores e gestores trabalham juntos para a melhoria dos
serviços essenciais da saúde publica.
Para que a mudança pensada pela equipe da unidade de saúde Morada do Rio
possa entrar em vigor serão realizadas as seguintes ações:
_ durante as visitas realizadas pelos (ACS) os usuários darão comunicados a
respeito da mudança no agendamento das consultas.
_ a partir do dia 27 de janeiro de 2020 passará a ter um grupo de intervenção
operativa que farão trocas de receitas, aferição de pressão e observação das
medicações nos casos de paciente que fazem uso de medicamento continuo.

Imagens da unidade antes da implantação do projeto


7

Imagens da unidade após a implantação do projeto:

Com a mudança no agendamento à unidade passa a ter menos problemas


com a superlotação e os pacientes ficam menos tempo na espera do atendimento.

Fragilidade e expectativas do projeto:

Como todo projeto de ação existem fragilidades e a fragilidade deste projeto


de intervenção consiste na necessidade que há de que todos estejam engajados no
compromisso com a comunidade e no desejo de fornecer um bom atendimento.
A expectativa é que todos os envolvidos sejam os agentes internos ou externos
juntamente com a comunidade percebam estas mudanças bem como os benefícios
que elas trazem.
8

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Por ser uma unidade que atende uma grande área populacional muitas vezes
é preciso repensar as formas de atendimento á comunidade, a unidade de saúde
não pode ser vista apenas como um local de troca de receitas ou de
encaminhamento para outras especialidades.
Acreditando na eficácia destas mudanças e na melhoria da qualidade de vida
que estas ações irão oferecer aos usuários do posto este projeto de intervenção é
apenas um caminho que se inicia para que seja realizada a implantação de um
serviço de saúde mais humanizado e que preze pelo o bom e cordial atendimento a
comunidade, estabelecendo assim um vinculo de respeito às necessidades
humanas
Referencias
CARNOT, E. Humanização e políticas de saúde: um estudo sobre os usos e
sentidos das propostas de humanização nas políticas de atenção à saúde da
mulher. 2005. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Saúde
Coletiva, Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de
Janeiro, Rio de Janeiro.

Casate, Juliana Cristina; Corrêa, Adriana Katia Humanização do atendimento


em saúde: conhecimento veiculado na literatura brasileira de enfermagem
Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol. 13, núm. 1, enero-febrero,
2005, pp. 105-111 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil

SANTA LUZIA
2019