Você está na página 1de 8

Figura 5 – Ligação Estrela

Conforme a figura acima, vê-se que:

UL = √3 • Uf
IL = If

3. Materiais Utilizados

 Software de simulação Multisim

4. Descrição Prática
Inicialmente fizemos 2 ligações básicas, apenas puxando os três fios de fase
e um neutro com uma fonte trifásica estrela e uma fonte trifásica triângulo.
Feito isso, instalamos vários voltímetros nos fios para podermos verificar a
tensão em Linha-Neutro e Linha-Linha. (Fig. 6)

5
Figura 6 – Tensões nas Ligações trifásicas estrela e Triângulo

Como podemos ver na Figura 6, as tensões são iguais em linha-neutro e linha


linha, tanto na ligação estrela como na ligação triângulo.
Após verificadas as tensões, instalamos um osciloscópio no circuito estrela de
modo a verificarmos a diferença da onda gerada entre fase-neutro e fase-fase.
(Fig. 7).

6
Figura 7 - Ondas de tensões fase-neutro x fase-fase

Feito isto ligamos outro osciloscópio para verificarmos as três ondas geradas
pela fonte trifásica estrela. (Fig. 8)

Figura 8 - Ondas de uma fonte trifásica estrela


7
Depois que verificamos as ondas no circuito trifásico estrela, fizemos o
mesmo procedimento para o circuito trifásico triângulo. Na figura 9, podemos ver a
defasagem entre fases em um circuito trifásico triângulo. Já na figura 10
verificamos a defasagem entre fase-fase e fase-neutro.

Figura 9 – Defasagem entre fases

Figura 10 – Defasagem entre fase-fase x fase-neutro.


8
Para fazermos um teste, ao invés de pegarmos uma fonte trifásica estrela,
pegamos três fontes alternadas e fizemos uma ligação estrela com estas fontes
com a finalidade de verificarmos as tensões, tanto entre fase-fase como entre fase-
linha. Como podemos ver na figura 11, chegamos à conclusão que as tensões são
as mesmas tanto na fonte trifásica estrela como nas fontes alternadas sendo
ligadas em estrela.

Figura 11 – Ligação de três fontes alternadas fazendo uma ligação estrela e suas tensões
entre fase-linha e fase-fase

9
Na figura 12, abaixo, verificamos as correntes do circuito trifásico estrela,
fizemos o mesmo procedimento para o circuito trifásico triângulo. Como podemos
ver, tivemos uma defasagem entre fases do circuito trifásico triângulo com o circuito
trifásico estrela.

Figura 12 - Verificação da corrente entre estrela e triangulo

10
Na figura 13 verificamos as tensões de duas lâmpadas, nas quais fizemos as
ligações fase-fase e fase-neutro, e assim podemos notar as diferenças de tensões
entre as lâmpadas.

Figura 13 - Lâmpadas fase-fase, fase-neutro.

11
Na figura 14 que verificamos as correntes das lâmpadas com as tensões
127V e 220V, o que podemos observar as diferenças entre as correntes nos dois
circuitos decorrentes as tensões ligadas em fase-fase e fase-neutro.

Figura 14 - Lâmpadas com correntes 127v e 220v

5. Conclusão
Com estas simulações no laboratório, concluímos que, a chave de partida
estrela-triângulo é vantajosa no acionamento de motores na indústria, pois
proporciona segurança no acionamento do motor, e pudemos obter uma visão
geral de eletricidade na indústria.
E assim, com estas experiências feitas no software do laboratório, podemos
aperfeiçoar os conhecimentos dos exercícios feitos em sala de aula, e visualizamos
a importância das experiências abordadas.

6. Referência Bibliográfica

 http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_trif%C3%A1sico

12