Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM Data: 09/10/2018

Hora: 11:44

Programa de disciplina de graduação IP: 192.168.42.31

Dados da Disciplina
Departamento: DEPTO. CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO
Código: COM1196 Carga Horária 60 Créditos: 4
Nome: JORNALISMO IMPRESSO I
Objetivos
Conhecer a estrutura de um impresso e o funcionamento da redação de um jornal; distinguir e produzir diferentes
aberturas de textos noticiosos e ter fundamentos teóricos e práticos para elaboração de textos noticiosos de caráter
generalista.
Conteúdo Programático
PROGRAMA
UNIDADE 1 - JORNALISMO E NOTÍCIA: UMA INTRODUÇÃO

1.1 - O jornalismo impresso e a convergência tecnológica.


1.2 - Os desafios do jornalismo impresso.
1.3 - Jornais e sua abrangência.
1.4 - Estrutura e linguagem do jornal impresso.
1.5 - Funções numa redação de jornal.

UNIDADE 2 - AS CATEGORIAS DO JORNALISMO

2.1 - Jornalismo informativo.


2.2 - Jornalismo interpretativo.
2.3 - Jornalismo opinativo.
2.4 - Jornalismo diversional.

UNIDADE 3 - NOTÍCIA E TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO

3.1 - Notícia: matéria-prima do jornalismo.


3.2 - Lead.
3.3 - Pirâmide invertida.
3.4 - Forma literária (ou pirâmide normal).
3.5 - Sistema misto.

UNIDADE 4 - LINGUAGEM JORNALÍSTICA

4.1 - Os manuais de Redação.


4.2 - Características do texto para jornal diário.
4.3 - Hierarquização das matérias e divisão por editorias.
4.4 - Os erros mais comuns.

UNIDADE 5 - PRODUÇÃO DE TEXTO PARA JORNAL

5.1 - Redação.
5.2 - Edição.
5.3 - Revisão.
5.4 - Título, subtítulo/linha de apoio, entretítulo, olho, legenda, box.

BIBLIOGRAFIA
506 - Comunicação Social - Jornalismo - 2014
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
ERBOLATO, Mário. Técnicas de codificação em jornalismo: redação, captação e edição no jornal diário. São Paulo: Ática, 1991.
LAGE, Nilson. Estrutura da notícia. São Paulo: Ática, 1985.
NOBLAT, Ricardo. A arte de fazer um jornal diário. São Paulo, SP: Contexto, 2002.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
AMARAL, Luiz. A objetividade jornalística. Porto Alegre: Sagra-Luzzatto, 1996.
___. Técnica de jornal e periódico. Rio de Janeiro: Tempo brasileiro, 1969.
BRONOSKY, Marcelo Engel. Manuais de redação e jornalistas: estratégias e apropriações. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2010.
CAVERSAN, Luiz. Introdução ao jornalismo diário: como fazer um jornal todos dias. São Paulo: Saraiva, 2009.
DINES, Alberto. O papel do jornal: e a profissão de jornalista. São Paulo: Summus, 2009.
LAGE, Nilson. Teoria e técnica do texto jornalístico. Rio de Janeiro, Campus-Elzevier, 2005.
LUSTOSA, Elcias. O texto da notícia. Brasília: UnB, 1996.
MARQUES, Luiz Henrique. Teoria e prática de redação para jornalismo impresso. Bauru: Edusc, 2003.
MOUILLAUD, Maurice. Sérgio Dayrell Porto (org.). O Jornal: da forma ao sentido. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2002.
NICOLINI, Henrique. O jornal de ontem. São Paulo: Editora PH, 2006.
PENA, Felipe. Teoria do jornalismo. São Paulo, SP: Contexto, 2006.
PEREIRA JUNIOR, Luiz Costa. A apuração da notícia. Petrópolis: Vozes, 2006.
PINTO, Ana Estela de Sousa. Jornalismo diário: reflexões, recomendações, dicas e exercícios. São Paulo: Publifolha, 2009.
Autenticação: 1B98.B127.1DF0.50FC.84B4.BEC8.BF94.7AC6 consulte em http://www.ufsm.br/autenticacao Página: 1
Detalhes do documento em http://portal.ufsm.br/documentos
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM Data: 09/10/2018

Hora: 11:44

Programa de disciplina de graduação IP: 192.168.42.31

SILVA, Marconi Oliveira da. Era tudo mentira: a verdade jornalística. São Paulo: Intermeios, 2011.

Documento originado com base no ementário do Projeto Pedagógico do Curso. Página: 2


Autenticação: 1B98.B127.1DF0.50FC.84B4.BEC8.BF94.7AC6 consulte em http://www.ufsm.br/autenticacao
Detalhes do documento em http://portal.ufsm.br/documentos

Você também pode gostar