Você está na página 1de 41

CCK7550: porta de comunicação RS 485

CCK7550E: porta de comunicação


ETHERNET 10/100 Mbit

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 1 1


INFORMAÇÕES IMPORTANTES

As informações neste documento estão sujeitas a modificações sem


prévia comunicação e nãorepresentam uma obrigação por parte da CCK
AUTOMAÇÃO LTDA.

Nenhuma parte deste documento pode ser copiada ou reproduzida por


qualquer meio eletrônico ou forma legível, sem a prévia autorização
escrita da CCK AUTOMAÇÃO LTDA.

CCK AUTOMAÇÃO LTDA. (BRASIL), 2003. Todos os direitos reservados.

NOTAS SOBRE RESERVA DE DIREITOS

Qualquer produto ou nome de empresa citado neste documento é


marca registrada de seus legítimos proprietários.

Fevereiro, 2008.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 2 51


ÍNDICE
INSPEÇÕES PRELIMINARES ............................................................................... 4
RECOMENDAÇÕES .............................................................................................. 4
DESCRIÇÃO FUNCIONAL ..................................................................................... 4
COMUNICAÇÃO SERIAL ....................................................................................... 5
COMUNICAÇÃO SERIAL NO PADRÃO RS 485 .................................................... 6
COMUNICAÇÃO SERIAL - PADRÃO ETHERNET .................................................. 6
SAÍDA DE PULSOS E CORRENTE 4 a 2 0 mA. ........................................... 7
ACIONAMENTOS - MÓDULOS CCK 512 ............................................................... 7
CONTROLE DE FATOR DE POTÊNCIA ................................................................. 7
CONTROLE DE DEMANDA ................................................................................... 8
ACUMULADORES DE ENERGIA .......................................................................... 9
MÁXIMOS E MÍNIMOS ........................................................................................... 9
FÓRMULAS DE MEDIÇÃO .................................................................................. 10
MEMÓRIA DE MASSA DE MEDIÇÃO ................................................................. 12
SINCRONISMO .................................................................................................... 13
MEMÓRIA DE ANÁLISE ...................................................................................... 13
MEMÓRIA RMS ................................................................................................... 13
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS .......................................................................... 14
INSTALAÇÃO DO CCK 7550 ................................................................................ 15
MONTAGEM DA UNIDADE .................................................................................. 15
CONEXÕES ELÉTRICAS ..................................................................................... 15
DESENHO MECÂNICO ....................................................................................... 16
LIGAÇÃO 3 ELEMENTOS, 4 FIOS ...................................................................... 17
SEM UTILIZAÇÃO DE TP´S ................................................................................. 19
ESQUEMA DE LIGAÇÃO - 2 ELEMENTOS, 3 FIOS ............................................ 20
COMUNICAÇÃO COM AS UNIDADES CCK 512 .................................................. 22
OPERAÇÃO DO CCK7550 .................................................................................. 23
NAVEGAÇÃO ...................................................................................................... 25
PROGRAMAÇÃO LOCAL .................................................................................... 26
RELAÇÃO DE TENSÃO (RTP) ............................................................................ 28
DATA E HORA ..................................................................................................... 28
RELAÇÃO DE CORRENTE (RTC) ........................................................................ 29
TIPO DE LIGAÇÃO .............................................................................................. 29
COMUNICAÇÃO .................................................................................................. 31
PROGRAMAÇÃO IP (disponível somente no CCK7550E) .................................... 32
CONTROLE DE FATOR DE POTÊNCIA (FP REQ) ............................................... 33
SENHA ................................................................................................................ 35
INICIAR MEMÓRIA .............................................................................................. 35
CONTROLE DE DEMANDA ................................................................................. 36
TEMPO DE INTEGRAÇÃO DA MEMÓRIA DE ANÁLISE ...................................... 37
TESTE DO CCK 512 ............................................................................................ 38
PROGRAMAÇÃO REMOTA A PARTIR DO PROGRAMA SW CCK PC ................ 38
MAPA MODBUS .................................................................................................. 39
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 3
INSPEÇÕES PRELIMINARES
Quando receber o instrumento, verifique se este não sofreu nenhum dano durante o transporte.
Se houver algum problema, contacte a assistência técnica para se certificar sobre as possibilidades
de reparos.
Junto com o equipamento você está recebendo:
• Manual de Instalação e Operação;
Este manual atende aos equipamentos:
CCK 7550: Com porta de comunicação RS 485
CCK 7550E: com porta de comunicação ETHERNET 10/100Mb

RECOMENDAÇÕES
Leia este manual atentamente, antes de proceder à instalação da unidade.
Para o uso apropriado do equipamento, é essencial que os procedimentos normais de segurança
sejam seguidos.
Não instale o equipamento, caso seja verificado a ocorrência de algum dano durante o
transporte.
Toda operação de manutenção, conserto ou abertura do instrumento deve ser executada
apenas por técnicos autorizados.
DESCRIÇÃO FUNCIONAL

O CCK 7550 é um medidor de energia multifunção classe 0,2% de precisão que realiza 260 amostras
para cada ciclo de tensão e corrente. Construído para montagens em porta de painel (padrão DIN
144mm x 144 mm) já com teclado e display incorporados, possui 3 memórias independentes para
registro das seguintes informações:
- Memória de massa para medição de energia;
- Memória de análise da qualidade de energia;
- Memória RMS para o registro das variações de tensão e corrente;

Fabricado nas versões:


CCK 7550: com porta de comunicação serial RS 485 (protocolo MODBUS RTU para informação
em tempo real);
CCK7550E: com porta de comunicação ETHERNET 10/100 Mb (protocolo TCP/IP);

Possui rotinas de controle de demanda e fator de potência já incorporadas, sendo os acionamentos


das cargas ativas e reativas realizadas através dos módulos CCK 512 conectados a porta de
comunicação serial RS 485 específica para este fim.
O CCK 7550 possui ainda dois tipos de saída:
- Pulsos
- 4 a 20mA
ambas proporcionais à potência ativa.
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 4
O CCK 7550 executa a medição das seguintes grandezas:
TABELA SUMÁRIA DE MEDIÇÃO

GRANDEZA
GRANDEZA FASE
FASE RR FASE
FASE S S FASE
FASE T T 3.O
FASE R, S, T

V olt
A mpère
VA
Watt
Watt hora Total
Ponta e F. Ponta
Wh Total Reversa
V A r Total, Indutivo e
Capacitivo
V A r requerida para
correção do F.Pot
V A r hora I, C
V A r hora Q2 Q3
Fator de Potência
Demanda
THD - A mpère
THD - V olt
Freqüência
Espectro das
harmônicas de tensão
até 49º ordem.
Espectro das
harmônicas de corrente
até 49º ordem.

HARMÔNICAS
A unidade CCK 7550 elabora a análise espectral até a 49a harmônica, sendo que o método de
amostragem utilizado, em conjunto com o modelo matemático de reconstrução do sinal medido,
possibilita uma excelente aproximação de alto nível em toda a faixa operacional.

COMUNICAÇÃO SERIAL
O CCK7550 possui duas portas de comunicaçãoserial RS 485 disponíveis no painel traseiro assim
identificadas:

COM1:Utilizada na comunicação serial com o microcomputador onde está instalado o programa


SW CCK PC 6000

COM2: Utilizada na comunicação com os módulos de acionamento CCK512 para ocontrole de


demanda e fator de potência;

OBS: o modelo CCK 7550E conta com uma porta Ethernet de 10/100Mb

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 5


COMUNICAÇÃO SERIAL NO PADRÃO RS 485

Obs.: Não pode haver conflito de endereços RTU na mesma linha de comunicação RS 485.

COMUNICAÇÃO - PADRÃO ETHERNET 10/100 Mb


disponível no CCK 7550E)
SWITCH

Cabo TCP - até 50 mts.

Obs.: Não pode haver conflito de endereços IP com outros equipamentos conectados a mesma
rede ETHERNET.
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 6
SAÍDA DE PULSOS E CORRENTE 4 a 20 mA.

Estas saídas, estão disponíveis no CCK7550 e podem ser programadas através do programa SW
Prog 7550 na parte configuração - saída, que permite ao usuário estabelecer uma relação da potência
medida com a saída de pulsos e com a saída de corrente 4 a 20 mA.

ACIONAMENTOS - MÓDULOS CCK 512


A unidade CCK 7550 pode executar o acionamento sobre até 12 estágios para o controle de
demanda e 12 estágios para o controle de fator de potência que são executados através da porta RS
485COM2, com o envio de comandos em MODBUS RTU de ligar/desligar relé para as unidades
CCK 512 (módulos de 12 relés, comunicação serial RS 485).

CONTROLE DE FATOR DE POTÊNCIA

Na unidade CCK 7550 estão implementados dois algorítimos de controle do fator de potência,
ambos em 12 estágios utilizando o módulo de acionamento CCK 512:

Cíclico: Executa o chaveamento em até 12 estágios de bancos de capacitores em forma de rodízio;

Combinatório: Executa a o chaveamento combinatório da quantidade necessária de KVAr ,para


correção do fator de potência em até 12 estágios. A programação dos valores dos estágios é feita
através do SISTEMA CCK.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 7


CONTROLE DE DEMANDA
A unidade CCK 7550 pode atuar em até 12 cargas (através do módulo de acionamentos CCK 512)
para o controle de demanda.

Para esta função o CCK 7550 executa o algorítimo da janela deslizante, onde a demanda integrada
dos últimos 15 minutos é atualizada a cada 30 segundos.

Podem ser programadas duas demandas que serão utilizadas como referência neste controle: uma
para o período de ponta e outra para o período fora de ponta.

A atuação sobre cargas (liga/desliga) é por prioridade simples, onde, em caso de tendência de
ultrapassagem da demanda de referência a carga de menor prioridade (prioridade 1) é a primeira a
ser desligada e, quando a demanda estiver normalizada, a primeira carga desligada (prioridade 1)
será a última a ser religada.

As prioridades dos relés da unidade CCK 512 já são pré programadas conforme tabela abaixo:

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 8


ACUMULADORES DE ENERGIA
A unidade CCK 7550 dispõe dos seguintes acumuladores de energia que podem ser visualizados
localmente no display:

• Energia ativa (kWh), total, ponta, fora de ponta e reservado;


• Energia reativa (kVArh) ,
• Energia reativa capacitiva (kVArh cap)
• Energia reativa indutiva (kVArh ind);
• Energia reativa para o horário reservado;
• Energia ativa reversa (kwh - ) Total;
• Energia reativa reversa (Quadrante 2 e 3).

MÁXIMOS E MÍNIMOS

Localmente, no display da unidade é possível a visualização dos valores máximos e mínimos de


tensão e de corrente, que são apresentados a partir da data em que foram iniciados, com a data e
hora de ocorrência.

& Nota: os valores apresentados referem-se a valores instantâneos obtidos nas amostras de um
segundo;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 9


FÓRMULAS DE MEDIÇÃO

1 t +T
Tensão RMS: VRMS =
T ∫ t
v 2 (t ) dt (T = 100 ciclos )

1 t +T
Corrente RMS: I RMS =
T ∫
t
i 2 (t ) dt

1 t +T
Potência Ativa: PAT = ∫ v (t ) ⋅ i (t ) dt
T t
Potência 1 t +T *
Reativa PRE = ∫ v (t ) ⋅ i (t ) dt (v * = Tensão defasada de 90 O )
T t
Potência
Aparente
PAP =VRMS × I RMS

Tensão Média VMED =


1
(VRMS −R + VRMS −S + VRMS −T )
3
I MED = (I RMS −R + I RMS −S + I RMS −T )
Corrente 1
Média
3
Potência Total PAT −TOT = (PAT −R + PAT −S + PAT −T )
t
Energia Ativa E AT (t ) = ∫ v (t ) ⋅ i (t ) dt
0
Energia t
Reativa ERE (t ) = ∫ v * (t ) ⋅ i (t ) dt
0
PAT
Fator de FP =
Potência PAP
V22 + V32 + ... + VN2
THD + N =100 ×
V12 + V22 + V32 + ... + VN2
Distorção
Total V1 = Amplitude da Fundamental
V2 , V3 , ... = Amplitude das Harmonicas
VN = Amplitude das componentes não - harmônicas
2 2
1  t +T v (t ) cos(nω t )dt  +  t +T v (t ) sin(nω t )dt 
 ∫t   ∫t
H (n ) =100×
Espectro VRMS 
T = 1 ciclo ω = 2π × Frequencia fundam.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 10


i S (t ) = −i R (t ) − i T (t )
Conversão de 2 v S (t ) = − 1 3 (v RS (t ) + v ST (t ) )
para 3
elementos v R (t ) = v RS (t ) + v S (t )
v T (t ) = v TR (t ) + v S (t )
UR-US, UR-UT = defasagem (graus) entre as componentes
fundamentais das tensões das respectivas fases
Ângulos
UR-IR, US-IS, UT-IT = defasagem (graus) entre as componentes
fundamentais da tensão e da corrente para cada fase

Ângulos de Fase
Ângulos I são os ângulos entreos componentes fundamentais a corrente e a tensão
associada.
Ângulos V são os ângulos entre fase R e os fase S e T.

Fator de Potência

Por Wattímetro:
(por fase)

Total:
PF = P at
P ap

PFtot = P at_tot
P ap_tot

As informações numéricas exibidas no display são atualizadas a cada segundo.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 11


Potência requerida é a potência reativa necessária para manter a carga na faixa de fator potência
desejado.

Tanto as harmônicas como a distorção harmônica total são referentes ao valor da porcentagem do
RMS Total.

MEMÓRIA DE MASSA DE MEDIÇÃO

A unidade CCK 7550 dispõe de memória de massa de 35 dias contínuos, separados em intervalos
de 5 minutos para as seguintes grandezas:
Na chegada do 36o dia, os valores do primeiro dia são apagados e ficam na memória os dos
últimos 35 dias.
A memória de massa é transferida para o microcomputador através da comunicação serial pelo
programa SW CCK PC 6000.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 12


SINCRONISMO
Desde que conectada a um SISTEMA CCK com a presença de uma unidade CCK MESTRE (*),
o CCK 7550 mantém o sincronismo quanto aos intervalos de medição da concessionária.

(*) : unidade CCK ligada a medição da concessionária;


_____________________________________________________________________
MEMÓRIA DE ANÁLISE

A unidade CCK 7550 dispõe de uma memória de análise, com 8640 intervalos cuja duração pode
variar de 1 segundo (2h e 14 minutos de registro) até 1 hora (360 dias de registro). Nesta memória
todas as grandezas elétricas são armazenadas por fase, possibilitando a obtenção, no programa SW
CCK ANÁLISE, de relatórios de análise da qualidade de energia.
As tabelas a seguir apresentam as grandezas armazenadas e o tempo de duração da memória de
análise de acordo com o intervalo de integração programado:
GRANDEZA UNIDADE DESCRIÇÃO
VR, VS, VT Ampére Tensão das fases R, S e T
IR, IS, IT Ampére Corrente das fases R, S e T
WR, WS, WT W Potência ativa das fases R, S e T
VArR, VaRS, VArT VAr Potência reativa das fases R, S e T
f Hz Freqüência
THD-VR, THD-VS, THD-VT % Distorção harmônica de Tensão das fases R, S e T
THD-IR, THD-IS, THD-IT % Distorção harmônica de Tensão das fases R, S e T
R, S e T Espectro Harmônica de Corrente até 49ª ordem

R, S e T Espectro Harmônica de Tensão até 49ª ordem

INTERVALO DE INTEGRAÇÃO TEMPO DE ARMAZENAMENTO


DE MEDIÇÃO DOS DADOS NA MEMÓRIA
1 segundo 2 h e 14 minutos
5 segundos 12 horas
10 segundos 24 horas
1 minuto 6 dias
5 minutos 30 dias
15 minutos 90 dias

MEMÓRIA RMS
Com função de capturar variações rápidas de tensões e correntes, o CCK 7550 conta com a
MEMÓRIA RMS onde são registrados, ciclo a ciclo por 180 ciclos, os valores RMS das tensões
e corrente por fase.

A MEMÓRIA RMS pode armazenar até 60 registros,sendo que, na ocorrência do 61º registro, o
primeiro registro é apagado.
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 13
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
Memória de massa de medição: 18 grandezas integradas em intervalos de
5 minutos 35 dias contínuos;
Memória de análise: 8640 intervalos com duração a partir de 1 segundo
(2h e 14 minutos) a uma hora (360 dias), com 90 dias para 15 minutos;
Memória RMS: 60 registros com 180 valores RMS ciclo a cilo da tensão e
corrente por fase (3 seg de duração por registro);
Nível de proteção: IP 20
Alimentação: de 90 ~ 254Vca/125 Vcc
Consumo: 40 VA; Consumo dos Tc’s:0, 15 VA
Display: 4 linhas, 16 colunas;
Teclado com 6 teclas
Temperatura de Operação: 0º a 50º C.
Corrente medição: de 20 mA até 5 A;
Tensão de medição: de 30 V a 500 Vca (L/L)
Freqüência da rede: 47 Hz a 63 Hz;
Amostragem: 260 (60Hz) 312 (50Hz) amostras por ciclo
Classe de exatidão: 0,2 % do fundo de escala
Comunicação:
CCK 7550: uma porta de comunicação serial RS 485 específica para
controle de demanda e fator de potência através dos módulos de
acionamento CCK 512, uma porta de comunicação serial RS 485 -
protocolo de comunicação MODBUS RTU (*);

CCK 7550E:uma porta de comunciação serial ETHERNET 10/100


BASE-T, protocolo de comunicação TCP/IP, uma porta de comunica-
ção serial RS 485, que pode ser utilizada específica para controle de
demanda e fator de potência através dos módulos de acionamento CCK
512 ou para supervisão, através do protocolo MODBUS RTU (*).

(*): este protocolo só pode ser utilizado para leitura das medições em tempo real, não pode ser
utilizado para leitura das memórias de massa, análise e RM;

Controle de Demanda e Fator de Potência através dos módulos CCK 512.


Saídas de Pulsos proporcional a potência ativa
Saída 4 a 20 mA proporcional a potência ativa

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 14


INSTALAÇÃO DO CCK 7550

MONTAGEM DA UNIDADE

A unidade CCK 7550 deve ser instalada em painéis elétricos compatíveis com as características
construtivas da unidade. Os terminais de unidade conectados aos sinais de tensão e corrente não
devem estar acessível.

A unidade deve ser instalada em local protegido contra a água. Certifique-se que a unidade esteja
selada e protegida.

ATENÇÃO: Quando utilizar em atmosfera explosiva,os terminais


devem ser isolados e colocados em uma área de segurança.

É recomendável a instalação da unidade em painéis que não estejam sujeitos a vibração, a uma
temperatura ambiente de 0 a 50º C.

CONEXÕES ELÉTRICAS

ATENÇÃO: Nunca desconecte as entradas de corrente sem a prévia


desnergização da alimentação da carga medida. Caso isto não seja
possível, é necessário curto-circuitar os secundário do transformador
de corrente (TC), utilizando as chaves de aferição instaladas.

Os bornes para conexão dos sinais de tensão e corrente são identificados da seguinte forma:

TENSÃO CORRENTE
1º Elemento VR IR, IR
2º Elemento VS IS, IS
3º Elmento VT IT, IT
N (Neutro)

ATENÇÃO: É preponderante quando forem realizadas as conexões elétricas


aos sinais de tensão e corrente que estas sejam realizadas de
modo que fiquem em fase com circuito elétrico. Caso contrário, isto
implicará no mau funcionamento do equipamento CCK 7550.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 15


DESENHO MECÂNICO

Vista Frontal Vista Lateral

Vista traseira -
medidas para rasgo
em painel

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 16


Para orientar nestas conexões, o CCK7550 tem como recurso apresentar no DISPLAY para
o usuário os seguintes ângulos (vide item OPERAÇÃO):

• Entre as tensões;
• Entre as correntes;
• Entre tensão e corrente;

Que devem apresentar os valores constantes nas tabelas abaixo, de acordo com o fator de
potência no local onde está instalado o CCK 7550.

ATENÇÃO: Nunca abra os sinais de corrente na borneira do CCK 7550 sem


se certificar que estes sinais estão curto-circuitados nos secundários dos
transformadores de corrente (TC´s) conectados ao CCK 7550;

LIGAÇÃO 3 ELEMENTOS, 4 FIOS

Os ângulos entre tensões, correntes e tensão e corrente apresentados no CCK7550 obede-


cem ao diagrama fasorial representado abaixo, onde o NEUTRO (centro dos vetores de
tensão e corrente) é referência:

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 17


ÂNGULO ENTRE TENSÕES

OBS: Recomendamos como primeiro passo o faseamento


das tensões na sequência positiva (VR: 0º, VS: 120º e VT: -120º),
seguida do faseamento das correntes;

ÂNGULO ENTRE CORRENTES


Estará próxima aos valores dos ângulos entre as tensões;

ÂNGULO ENTRE TENSÕES E CORRENTES


Estes ângulos variam de acordo com o fator de potência, conforme a tabela abaixo:

Para a elaboração da tabela acima foi utilizada a seguinte fórmula:


Supondo tensão e corrente senoidais e sistema simétrico.

Ângulo entre tensão e corrente = cos-1j, onde j é o valor do fator de Potência;

Exemplo:

Para um Fator de Potência de 0,95, teremos:

cos-1 (0,95) = 18,1º;

Como apresentado no diagrama fasorial acima, se diz que o fator de potência está
INDUTIVO se a corrente estiver atrasada no sentido horário em relação a tensão (o ângulo
entre a tensão e corrente é apresentada com o sinal POSITIVO no CCK 7550) e, caso contrário
(corrente adiantada em relação a corrente), o fator de potência será NEGATIVO;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 18


ESQUEMA DE LIGAÇÃO - 3 ELEMENTOS, 4 FIOS

SEM UTILIZAÇÃO DE TP’s

COM UTILIZAÇÃO DE TP’s

ATENÇÃO: Faixa de medição de tensão no borne do equipamento: 30 Vca até


500 Vca; Faixa de medição de corrente no borne do equipamento: 50 mA até 5 A;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 19


ESQUEMA DE LIGAÇÃO - 2 ELEMENTOS, 3 FIOS

Os ângulos entre tensões, correntes e tensão e corrente apresentados no CCK7550


obedecem ao diagrama fasorial representado abaixo, sendo que, neste tipo de ligação não
NEUTRO, sendo uma das tensões, no caso do desenho a tensão S, a referência da medição:

ÂNGULO ENTRE TENSÕES E CORRENTES

Estes ângulos variam de acordo com o fator de potência, conforme a tabela abaixo:

Para a elaboração da tabela acima foi utilizada a seguinte fórmula:

Fator de potência = cos j

Ângulo entre corrente da fase R e tensão entre as fases R e S = cos -1 j - 30º


Ângulo entre corrente da fase T e tensão entre as fases T e S = cos -1 j + 30º

Como exemplo, o campo da tabela onde o valor do fator de potência é 0,86 capacitivo:

Fator de potência = cos j, portanto 0,86 = cos j

Ângulo entre corrente da fase R e tensão entre as fases R e S = cos -1 0,86 - 30º = -0,7º
Ângulo entre corrente da fase T e tensão entre as fases T e S = cos -1 0,86 + 30º = +59,3º

Em caso de ligação invertida no sentido da corrente, fase de tensão trocada com a fase da corrente,
ou ambos, os valores dos ângulos entre tensão e corrente serão totalmente discrepantes.
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 20
ESQUEMA DE LIGAÇÃO - 2 ELEMENTOS, 3 FIOS

SEM UTILIZAÇÃO DE TC’s

COM UTILIZAÇÃO DE TP’s

ATENÇÃO: Faixa de medição de tensão no borne do equipamento: 30 Vca até 500 Vca;
Faixa de medição de corrente no borne do equipamento: 50 mA até 5 A;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 21


COMUNICAÇÃO COM AS UNIDADES CCK 512

A unidade CCK 7550 pode comandar até 2 unidades CCK 512, que são módulos com 12 relés,
comunicação serial RS 485, protocolo MODBUS.

D+

D-

FIGURA 13

& Nota: os sinais D+ e D- estão disponíveis nos bornes da unidade CCK 512;

A tabela a seguir apresenta os endereços da unidade CCK 512 associada ao modo de funcionamento
quando conectada na unidade CCK 7550:

ENDEREÇO FUNÇÃO
01 Controle de fator de potência
02 Controle de demanda

& Nota: a comunicação com as unidades CCK 512 pode ser testada através da função
TESTE DO CCK 512 disponível na programação local;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 22


OPERAÇÃO DO CCK7550
Em seu painel frontal, a unidade CCK 7550 apresenta um display de quatro linhas, 16 caracteres
alfanuméricos e 6 teclas de navegação.
No display são apresentadas as diversas grandezas e parâmetros programáveis na unidade,
através do teclado. Com as teclas ← , → , ↑ , ↓ , ESC e PRG é possível a navegação e
programação das principais funções na unidade CCK 7550.
As funções podem ser separadas em:
• Navegação;
• Programação local;
• Programação remota através do programa para microcomputadores SW CCK PC;
DISPLAY DESCRIÇÃO UNIDADE
V med Tensão média das fases ligadas ao CCK 7550 Volts (*)
VR Tensão da fase R Volts (*)
VS Tensão da fase S Volts (*)
VT Tensão da fase T Volts (*)
A med Corrente média das fases ligadas ao CCK7550 Ampére (*)
AR Corrente da fase R Ampére (*)
AS Corrente da fase S Ampére (*)
AT Corrente da fase T Ampére (*)
VA tot Potência aparente média das fases ligadas ao CCK 7550 Voltampére (*)
VA R Potência aparente da fase R Voltampére (*)
VA S Potência aparente da fase S Voltampére (*)
VA T Potência aparente da fase T Voltampére (*)
W tot Potência ativa Total da fases ligadas ao CCK 7550 Watts (*)
WR Potência ativa da fase R Watts (*)
WS Potência ativa da fase S Watts (*)
WT Potência ativa da fase T Watts (*)
VAr tot Potência reativa das fases ligadas ao CCK 7550 Voltampére reativo (*)
VArR Potência reativa da fase R Voltampére reativo (*)
VArS Potência reativa da fase S Voltampére reativo (*)
VArT Potência reativa da fase T Voltampére reativo (*)
FP tot Fator de potência médio das fases ligadas ao CCK 7550 -
FP R Fator de potência da fase R -
FP S Fator de potência da fase S -
FP T Fator de potência da fase T -
VAr req Potência reativa requerida para correção do fator de Voltampére reativo (*)
potência de acordo com a faixa programada
IRVR Ângulo entre a corrente e a tensão da fase R Graus
ISVS Ângulo entre a corrente e a tensão da fase S Graus

ITVT Ângulo entre a corrente e a tensão da fase T Graus

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 23


DISPLAY DESCRIÇÃO UNIDADE
Hz Freqüência Hertz
VR sec Tensão Secundária da fase R Volts
VS sec Tensão Secundária da fase S Volts
VT sec Tensão Secundária da fase T Volts
IR sec Corrente R Ampére
IS sec Corrente S Ampére
IT sec Corrente T Ampére
Wh Consumo de energia ativa Watt hora (*)
VArh Consumo de energia reativa VArh
VArh cap Consumo de energia reativa capacitiva Voltampére hora (*)
VArh ind Consumo de energia reativa indutiva Voltampére hora (*)
Wh pta Consumo de energia ativa no horário de ponta Watt hora (*)
Wh fpta Consumo de energia ativa no horário fora de ponta Watt hora (*)
Wh (-) Energia Ativa Fornecida Watt hora
VAr Q2 Energia reativa Fornecida VArh
VAr Q3 Energia reativa fornecida VArh
VR máx Tensão mínima registrada na fase R Volts (*)
em conjunto com a data e hora da ocorrência
VS máx Tensão mínima registrada na fase S Volts (*)
em conjunto com a data e hora da ocorrência
VT máx Tensão mínima registrada na fase T Volts (*)
em conjunto com a data e hora da ocorrência
Tensão máxima registrada na fase R
VR min em conjunto com a data e hora da ocorrência Volts (*)
Tensão máxima registrada na fase S
VS min em conjunto com a data e hora da ocorrência Volts (*)
Tensão máxima registrada na fase T
VT min em conjunto com a data e hora da ocorrência Volts (*)
AR máx Corrente máxima registrada na fase R Ampére
em conjunto com a data e hora da ocorrência
AS máx Corrente máxima registrada na fase S Ampére
em conjunto com a data e hora da ocorrência
AT máx Corrente máxima registrada na fase T Ampére
em conjunto com a data e hora da ocorrência
THDVR Porcentual de distorção harmônica de tensão da fase R %
THDVS Porcentual de distorção harmônica de tensão da fase S %
THDVT Porcentual de distorção harmônica de tensão da fase T %
THDIR Porcentual de distorção harmônica de corrente da fase R %
THDIS Porcentual de distorção harmônica de corrente da fase S %
THDIT Porcentual de distorção harmônica de corrente da fase T %

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 24


(*) Estas unidades são acrescidas do k(kilo) ou M (mega) dependendo das relações de potencial
(TP) e de corrente (TC) programadas.

NAVEGAÇÃO
As grandezas apresentadas no display da unidade CCK 7550 estão organizadas em sua memória
interna na forma de uma matriz de diversas telas, como apresentada a seguir, onde a navegação
das telas são feita através de teclas ↑ e ↓.

Algumas grandezas por fase só são apresentadas quando a ligação é do tipo fase-neutro, 3
elementos, por exemplo: quando a ligação é do tipo 2 elementos, 3 fios, não é apresentado o
fator de potência por fase;

(*): apresentada em conjunto com a data e hora de ocorrência;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 25


PROGRAMAÇÃO LOCAL
As seguintes grandezas podem ser programadas localmente na unidade CCK 7550:
• Data e hora;
• Relação do transformador de tensão (RTP);
• Relação do transformador de corrente (RTC);
• Tipo de ligação elétrica(3 elementos - 4 fios, 2 elementos - 3 fios);
• Comunicação (endereço e velocidade);
• Faixa de fator de potência para controle (FP req);
• Senha;
• Iniciar memória;
• Controle de demanda;
• Protocolo;
• Tempo de integração e forma de captura da memória de análise;
Horário de Ponta
Freqüência Nominal - 50Hz
- 60Hz

O acionamento da tecla PRG faz com que a unidade entre no modo programação, apresentando
no DISPLAY a data e hora no formato abaixo:

DD/MM/AA POSTO
HH/mm/SS HORÁRIO

Obs.: Para unidade CCK 7550E é possível pelo teclado a programação do endereço IP, MÁSCARA
e GATE WAY;

& Nota: A programação do início e fim do horário de ponta só pode ser efetuada remotamente
através do programa SW CCK PC;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 26


A partir deste ponto, a seleção da grandeza a ser programada é feita através das teclas ↑, ↓, que são
apresentadas na ordem da tabela abaixo:

(*)

(*)

(*)

(*) Válido somente para o CCK 7550E

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 27


DATA E HORA
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display a data e hora;
• Acione a tecla PRG;
• Entre com a senha (*);
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado;
• As teclas ↑ e ↓ permitem o incremento e decremeto do valor do campo que será
programado;
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;

Obs: o equipamento não permite a programação de data e hora inválida.

(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamentoda tecla é confirmado com *.

RELAÇÃO DE TENSÃO (RTP)


• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display;
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• O campo TPpri refere-se a tensão nos enrolamentos primários dos transformadores de potencial
(TP) utilizados para ligação do CCK 7550;
• O campo TPsec refere-se a tensão nos enrolamentos secundários dos transformadores de
potencial (TP) utilizados para ligação do CCK 7550;
& Nota:Os valores de tensão nos enrolamentos secundários podem ser confirmados através das
grandezas de medição U1 sec, U2 sec e U3 sec
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado;
• As teclas ↑ e ↓ permitem o incremento e decremeto do valor do campo que será programado;
& Nota: o acionamento contínuo destas teclas executam o incremento e decremento acelerado do
valor do campo;
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑.. O acionamento da tecla é confirmado com *.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 28


RELAÇÃO DE CORRENTE (RTC)
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display;
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• O campo TCpri refere-se a tensão nos enrolamentos primários dos transformadores de corrente
(TC) utilizados para ligação do CCK 7550;
• O campo TCsec refere-se a tensão nos enrolamentos secundários dos transformadores de
corrente(TP) utilizados para ligação do CCK 7550;
& Nota:Os valores de corrente nos enrolamentos secundários podem ser confirmados através das
grandezas de medição IR sec, IS sec e ITsec
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado;
• As teclas ↑ e ↓ permitem o incremento e decremeto do valor do campo que será programado;
& Nota: o acionamento contínuo destas teclas executam o incremento e decremento acelerado do
valor do campo;
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑.. O acionamento da tecla é confirmado com *.

TIPO DE LIGAÇÃO
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display:

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 29


• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado: ELEMENTO e LIG
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione no campo ELEMENTO o número 2 ou 3, de acordo com
o número de elementos que será utilizado na ligação da unidade CCK 7550 (vide diagramas de
interligação);
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione no campo LIG o tipo de ligação FASE NEUTRO (3
elementos, 4 fios) ou FASE FASE (2 elementos, 3 fios)
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑.. O acionamento da tecla é confirmado com *.
& Nota: para orientar ao usuário quanto a conexão correta dos sinais de tensão e corrnte ao,
quando na visualização do modo de ligação, além da informação se o CCK 7550 está operadndo no modo 2 ou
3 elementos, fase-fase ou fase-neutro, também é apresentado ao usuário as seguintes informações relativas ao
correto faseamento entre tensão e corrente:

LIGAÇÃO 3 ELEMENTOS, 4 FIOS

R S T
+ + +

LIGAÇÃO 2 ELEMENTOS, 3 FIOS

L L
+ +

Obs 1: caso a fase de corrente seja diferente da fase de tensão, o sinal apresentado é negativo;

Obs 2: esta indicação só é válida quando o fator de potência do local onde está instalado o CCK 7550 esta na
faixa de 0,76 capacitivo a 0,76 indutivo;

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 30


COMUNICAÇÃO
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display:
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado: END, C1 e C2
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione com campo END o endereço de comunicação de unidade: de
1 a 255;
& Nota: este endereço é utilizado para comunicação da unidade CCK 7550 com o programa SW
CCK PC ou comunicação através do protocolo MOBDUS. Em uma instalação em rede RS485 com
diversas unidades, nunca programe o mesmo endereço em mais de uma unidade.
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione no campo C1 a velocidade de comunicação da porta de
comunicação COM 1
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione no campo C2 a velocidade de comunicação da porta de
comunicação COM 2;

VELOCIDADES DE COMUNICAÇÃO DISPONÍVEIS


300 bps 4800 bps
600 bps 9600 bps
1200 bps 19200 bps
2400 bps 38400 bps

& Nota: o programa SW CCK PC se comunica com a unidade CCK 7550 através da porta de
comunicação COM 1, velocidade 4800 bps;
& Nota: a unidade CCK 7550 se comunica com os módulos de relés CCK 512 através da porta de
comunicação COM 2, velocidade 4800 bps;
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamento da tecla é confirmado com *.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 31


PROGRAMAÇÃO IP (disponível somente no CCK7550E)

• Pressione a tecla PRG para acessar aos parâmetros programáveis do CCK 7550E;
• Navegue com as Teclas ¯ ou - até ser apresentada no display a mensagem “PARA PROGRAMAR
IP APERTE PRG”.
• Pressione a Tecla PRG;
• Forneça a Senha (*);
• Serão apresentadas no display as seguintes informações:
I 000.000.000
M 000.000.000
G 000.000.000
Onde:

I -> EQUIVALE A IP;


M > EQUIVALE A MÁSCARA;
G -> EQUIVALE GATEWAY;

• Com as teclas ← e → Selecione o campo a ser programado;


• As teclas ↓↑ permitem a programação do campo com o valor desejado;
• Confirme a programação através da tecla PRG;

(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 32


CONTROLE DE FATOR DE POTÊNCIA (FP req)

A unidade CCK 7550 pode atuar sobre até 12 estágios de bancos de capacitores através de um
módulo de acionamento CCK 512 (vide ligação da unidade CCK 7550 com a unidade CCK 512).
Pelo teclado da unidade, é possível a programação deste controle no modo cíclico, onde os
seguintes parâmetros também devem ser programados:

• Limite superior: valor de fator de potência a partir do qual os bancos serão desligados;
• Limite inferior: valor do fator de potência a partir do qual os bancos serão ligados;

Obs: os limites podem ser programados como indutivo ou capacitivo

A tabela a seguir apresenta o endereço da unidade CCK 512 associada ao modo de funcionamento
CONTROLE DE FATOR DE POTÊNCIA quando conectada na unidade CCK 7550:

ENDEREÇO FUNÇÃO
01 Controle de fator de potência

Quando o controle de fator de potência é programado localmente pelo teclado, os seguintes


parâmetros são fixos:
• Tempo entre operações de ligamento de relés: 30 segundos;
• Tempo entre operações de desligamento de relés: 30 segundos;
• Algoritmo: cíclico;

A alteração destes parâmetros só pode ser realizada através do programa SW CCK PC, parte
integrante do SISTEMA CCK.

Para programação do controle de fator de potência, execute os seguintes passos:

• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display:

40
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 33
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione no campo FP inf o limite inferior do fator de potência
• No campo ao lado, através das mesmas teclas, selecione a afaixa: indutivo (I) ou capacitivo (C)
• Através das teclas ↑ e ↓ selecione no campo FP sup o limite superior do fator de potência
• No campo ao lado, através das mesmas teclas, selecione a afaixa: indutivo (I) ou capacitivo (C)
& Nota: a unidade CCK 7550 faz crítica quanto aos valores programados, não permitindo que o
limite superior programado pelo usuário seja menor que o limite inferior também programado pelo
usuário;
& Nota: o acionamento contínuo das teclas ↑ e ↓ executam o incremento e
decremento acelerado do valor de campo;
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamento da tecla é confirmado com *.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 34


SENHA
A senha de fábrica da unidade CCK 7550 é dada pelo acionamento das teclas na seguinte ordem:
↓ ↑ ← → ↓ ↑. e pode ser alterada pelo usuário a qualquer instante através do seguinte
procedimento:

• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display;
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com a nova senha 2 vezes (*);
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamento da tecla é confirmado com *.

ATENÇÃO: Em caso de perda da nova senha, esta só poderá ser


alterada através do programa SW CCK PC

INICIAR MEMÓRIA

Através deste comando, os seguintes conteúdos da memória da unidade CCK 7550 são
apagados:

• Totalizadores de energia ativa: total, ponta e fora de ponta;


• Totalizadores de energia reativa: total, indutiva e capacitiva;
• Memória de medição;
• Memória de análise;
• Valores máximos e mínimos de tensão e valores máximos de corrente;
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display:
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• Confirme o comando com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamento da tecla é confirmado com *.

42 CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 35


CONTROLE DE DEMANDA

A unidade CCK 7550 executa o controle de demanda sobre até 12 cargas através de um módulo
de acionamento CCK 512 (vide ligação da unidade CCK 7550 e unidade CCK 512), com o
cálculo da demanda por janela deslizante e atuação em cargas através do algorítimo de prioridades,
onde a carga de prioridade 1 é a primeira a ser desligada e a última a ser religada.
Para execução deste controle, os seguintes parâmetros devem ser programados:

• Demanda superior: valor de demanda em KW a partir do qual será iniciado o desligamento de


cargas;
• Demanda inferior: valor de demanda em KW a partir do qual será iniciado o religamento de
cargas;
• Ativação do controle;

A tabela a seguir apresenta o endereço da unidade CCK 512 associada ao modo de funcionamento
CONTROLE DE DEMANDA quando conectada na unidade CCK 7550:

ENDEREÇO FUNÇÃO
02 Controle de demanda

A prioridade de atuação nas cargas está associada aos relés da unidade CCK 512 da seguinte forma:

RELÉ PRIORIDADE
01 01
02 02
03 03
04 04
05 05
06 06
07 07
08 08
09 09
10 10
11 11
12 12

44 CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 36


Para programação, execute os seguintes passos:
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display;
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• As teclas ← e → permitem a seleção do campo que será programado
• Através das teclas ↑ e ↓ programe no campo DemS a demanda em kW para início de corte de cargas
• Através das teclas ↑ e ↓ programe no campo DemI a demanda em kW para religamento das cargas
& Nota: o acionamento contínuo destas teclas executam o incremento e decremento acelerado do
valor de campo.
• Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;
(*) Senha de fábrica: ↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamento da tecla é confirmado com *.

TEMPO DE INTEGRAÇÃO DA MEMÓRIA DE ANÁLISE


A unidade CCK 7550 dispõe de uma memória de análise cujo o período de integração varia de
1 segundo até 1 hora (3600 segundos), dispondo ainda de duas formas de funcionamento
programáveis pelo teclado.
ESTÁTICA: o armazenamento é interrompido quando a memória for completada;
CÍCLICA: trabalha de forma circular;
Quando estiver sendo utilizado o programa SW CCK PC, além de programar o modo de
armazenamento (estático ou cíclico), é possível ainda a programação do horário de início do
armazenamento.
• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla
PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓, até ser apresentado no display;
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• No campo ANÁLISE, selecione através das teclas ↑ e ↓ o modo de armazenamento: cíclico
ou estático;
• No campo PERÍODO programe a duração do intervalo de integração (de 1/4 seg até 3600 seg)
através das teclas - e ¯;

& Nota: o acionamento contínuo destas teclas executam o incremento e


decremento acelerado do valor do campo;

Confirme a programação com o acionamento da tecla PRG;


(*) Senha de fábrica:↓ ↑ ← → ↓ ↑. O acionamento da tecla é confirmado com *.
CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 37
TESTE DO CCK 512
Esta função permite testar a cominicação entre a unidade CCK 7550 e os módulos CCK 512.

• Somente se estiver sendo apresentado no display uma grandeza de medição acione a tecla PRG;
• Acione uma das teclas ← , → , ↑ , ↓ , até ser apresentado no display o conteúdo a seguir.
• Acione novamente a tecla PRG;
• Entre com senha (*);
• Na primeira linha do display o campo RTU1 equivale ao módulo CCK 512 com endereço 01,
o campo RTU2 equivale ao módulo CCK 512 com endereço 02
• Na segunda linha do display é apresentado o estado da comunicação entre o CCK7550 e os
módulos CCK 512.
OK= comunicação ativa NOK=comunicação inativa
& Nota: o estado da comunicação com os CCK 512 é apresentado por 5 segundos.

PROGRAMAÇÃO REMOTA A PARTIR DO PROGRAMA SW CCK PC


Os seguintes parâmetros só são programáveis a partir do programa SW CCK PC:
• Controle de fator de potência combinatório;
• Valor dos estágios em kVA’s
• Horário de início do período de PONTA, FORA DE PONTA e RESERVADO
• Forma de captura de dados para memória de análise.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 38


MAPA MODBUS

Endereço Descrição Formato

(ST)
(TB)

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 39


* as 2 palavras são organizadas conforme a documentação MODBUS para o PLC tipo 984, de
onde foi retirado o fragmento abaixo:
984 Floating point
Intel single precision real
First register contains bits 15 - 0 of 32-bit number (bits 15 - 0 of significand)
Second register contains bits 31 - 16 of 32-bit number (exponent and bits 23 - 16 of
significand)

As informações do mapa acima correspondem aos registros MODBUS 41025 a 41264, lidos
através do comando 3 (endereços já calculados).

Obs: todos os parâmetros podem ser obtidos em uma única leitura, a partir do endereço x0400;

Os totalizadores de energia estão divididos em duas partes: uma com valores em kWh/kVARh
(secundário) inteiros e outra em MWh/MVARh (secundário) (0 a 999999). Para se obter o valor
do totalizador em valores de kWh do Primário deve-se aplicar a fórmula:

KWh Primário = RTP x RTC x (kWh secundário + MWh secundário/1000000)

ond RTP é a relação de TP e RTC é a relação de TC.

CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 40


CCK7550 - 10/04/2008 - 1º Versão 41