Você está na página 1de 23

POR QUE

ESCOLHER
O IPOG?
Com 18 anos no mercado, essa Instituição de Ensino
Superior é referência nacional em transformar profissionais
em especialistas! Presente em TODO o país, o IPOG já
especializou mais de 100 mil alunos e continua fazendo a
diferença na vida de milhares de pessoas.

Buscamos sempre evoluir em nossos processos e a prova


disso é que, em todos os módulos (de todas as formações)
são feitas pesquisas de satisfação para escutar os alunos
e avaliar nosso nível de entrega. Acatando as sugestões e
mantendo o foco na alta performance, conseguimos atingir
a marca atual de 97,14% de satisfação! E esse número só
tende a crescer.

Todos os cursos são reconhecidos pelo MEC (com nota


máxima no EAD) e a formação curricular de cada um
é sempre atualizada com o mercado, alinhando teoria +
prática, para que você conclua o curso já sabendo atuar na
sua área e aplicar o que foi aprendido.

Nossos professores possuem experiência prática de


mercado (nacional e internacional) e temos um corpo
docente bem diverso, com profissionais de vários cantos
do país, a maioria mestres e doutores.
MÉTODO IPOG

O IPOG possui uma metodologia inovadora, criada com o objetivo de aprimorar cada vez
mais a experiência de aprendizagem dos alunos. Esse método foi elaborado a partir de
referências pedagógicas e está estruturado em 3 dimensões. Entenda:
AGIR
Experiência Concreta
Fatos (o que aconteceu?)
Teoria em uso

APLICAR CICLO DE REFLETIR


Experimentação Ativa Observação reflexiva
APRENDIZAGEM Sentimentos (o que vivenciei?)
Futuro (o que vou fazer?) EXPERIENCIAL
Implementa teoria revisada Avalia comportamento
e consequências
CONCEITUALIZAR
Conceitualização Abstrata
Achados (por que aconteceu?)
Revê teoria

2ª DIMENSÃO
1ª DIMENSÃO Professores Avaliação Capacitação
referências e semanal
Formação continuada atuantes no do professor
anual de
professores.
de professores mercado. pelo aluno.

MÉTODO
IPOG

2ª DIMENSÃO 3ª DIMENSÃO
Sala de aula + Ambiente Desenvolvimento integral
virtual de aprendizagem do potencial humano
A metodologia de cada módulo segue o Um módulo transversal exclusivo
formato da Sala de Aula Invertida, onde o do Programa Plenitude, voltado para o
aluno é estimulado a conhecer o conteúdo autoconhecimento, para o desenvolvimento
de preparação e ancoragem previamente, de habilidades socioemocionais aplicadas
potencializando a retenção do conteúdo e o ao mercado de trabalho e vida pessoal.
tempo de aprendizagem durante as aulas.
APRESENTAÇÃO
DO CURSO
O Paisagismo ou Arquitetura Paisagística está na ordem do dia. Incorporando os
conceitos de lanscape architecture e landscape design, o projeto paisagístico en-
globa diferentes escalas, desde jardins e áreas de lazer residenciais até projetos de
grandes empreendimentos, praças e parques.
Com o enfoque no projeto, esta pluralidade de situações e escalas exige a constante
atualização das suas bases teórica, conceitual e metodológica. Na ação projetual
conhecimentos específicos de cada escala são fundamentais pois “[...] só porque
você é hábil em uma escala de desenho não significa necessariamente que você
consiga projetar nas outras.” (STEINITZ, 2009, p. 74).
A crescente busca por espaços mais qualificados, torna cada vez mais nítida a im-
portância dessa disciplina para a integração do ser humano com a natureza. E o
mercado mais competitivo e exigente entendeu que bons projetos paisagísticos va-
lorizam e qualificam seus empreendimentos. Nesse cenário, o curso de especiali-
zação Master em Paisagismo: Práticas Projetuais tem como enfoque principal a
prática do projeto paisagístico estreitamente relacionado ao projeto arquitetônico e
seus conhecimentos específicos, um nicho pouco explorado academicamente, mas
com grande demanda de mercado.
O escopo teórico e conceitual, assim como os métodos, incorporam técnicas de
composição do espaço a partir de características estéticas, funcionais e ecológicas.
A prioridade é que cada projeto esteja adequado ao caráter do usuário e do con-
texto, onde a vegetação assuma papel relevante na estruturação de espaços, tanto
internos como externos.
A estruturação metodológica do Curso encontra-se plenamente alinhada com o
atual posicionamento Institucional, onde todos os módulos foram organizados pelo
grupo de professores dentro do Método IPOG de ensino, fator esse que coloca o
curso em vanguarda quanto a metodologia ativa ora proposta pela Instituição.
Importante salientar o significativo reconhecimento profissional e mercadológico
dos profissionais que compõem o quadro do corpo docente, onde todos os Profes-
sores Convidados possuem expressivo renome e reconhecimento no mercado. Esse
forte caráter de complementação da formação acadêmica no Brasil incorporando
conceitos de lanscape architecture e landscape design na prática profissional, pos-
sibilita que o Curso seja ofertado em todo o território nacional.
RESULTADOS

Você vai conseguir elaborar projetos paisagísticos a partir de diferentes métodos


de composição do espaço, abordando critérios formais, funcionais e ambientais. Ao
longo do curso você irá:
• Conceber projetos de paisagismo em espaços exteriores e interiores;
• Aprofundar seu conhecimento sobre vegetação como componente projetual;
• Aprender sobre botânica e se familiarizar com a identificação e classificação de
espécies vegetais;
• Incorporar conceitos de infraestrutura verde e sustentabilidade aos projetos;
• Exercitar o projeto paisagístico em suas distintas etapas: da concepção ao pro-
jeto executivo;
• Desenvolver a forma no projeto enquanto fundamento do espaço projetado;
• Elaborar projetos de paisagismo integrais, do orçamento à apresentação;
• Complementar seus conhecimentos em disciplinas não ofertadas em cursos de
graduação, no que tange à concepção e projeto de espaços paisagísticos.
DIFERENCIAIS DO CURSO

O mercado apresenta hoje uma lacuna de Cursos de Pós-graduação na área de


Projetos de Paisagismo no Brasil com o perfil prático da presente proposta, o que
de imediato já torna o Curso do IPOG um diferencial. Aliado a este fator, observa-se
ainda um Corpo Docente com experiência de mercado no setor, onde exercem e tem
atuação relacionada com o conteúdo das disciplinas ministradas.

PARCERIAS:
O Curso conta ainda com parcerias institucionais:
- PHILIPS SIGNIFY
- Revista LUME Arquitetura
- Plataforma REFRESHER
- Desenvolvedoras de Softwares Graphisoft, Bentley e ACCA
- AVELL fabricante de notebooks de alta performance
- Editora Gustavo Gili
- Programas IPOG Mundi:
• Convênio com o POLI.Design do Instituto Politécnico de Milão
• Programa de Viagens de Estudo
• Programa Trainee Internacional

ESTE CURSO É INDICADO PARA:

Graduados nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, Design, Agronomia, Engenharia


Florestal, Biologia e demais profissionais relacionados ao projeto de espaços inter-
nos e externos.
MATRIZ CURRICULAR

1) Paisagismo Contemporâneo: Conceitos e Escalas


2) Vegetação como elemento de Projeto
3) Design Biofílico aplicado ao Paisagismo
4) Infraestrutura Verde: Design Ecológico da Paisagem
5) Representação Gráfica para Projetos Paisagísticos
6) Iluminação no Paisagismo
7) Práticas Projetuais: Espaços Residenciais
8) Práticas Projetuais: Espaços Privados Coletivos
9) Práticas Projetuais: Espaços Públicos
10) Implantação de Projetos de Paisagismo
11) Gestão de Orçamentos e Contratos
12) Desenvolvimento Integral do Potencial Humano
MATRIZ CURRICULAR E EMENTAS

1) PAISAGISMO CONTEMPORÂNEO: CONCEITOS E ESCALAS


Estado da arte do paisagismo contemporâneo: definições, legislação, tendências,
projetos de grandes escritórios e sustentabilidade. Abordagens quanto a forma-
tação contemporânea de projetos paisagísticos considerando suas conceituações
projetuais, formais, estéticas e sua escala de empregabilidade.

2) VEGETAÇÃO COMO ELEMENTO DE PROJETO


Compreensão das características e necessidades das plantas como condicionantes
projetuais, apresentação e orientação para especificação dos principais grupos de
plantas utilizadas em paisagismo (árvores, palmeiras, arbustos, forrações, trepa-
deiras, gramados) princípios de botânica.

3) DESIGN BIOFÍLICO APLICADO AO PAISAGISMO


Condicionantes de práticas projetuais voltadas ao paisagismo, a partir do contexto
de biofilia, para ambientes internos ou conectados à edificação. Prática e desenvol-
vimento de projeto.

4) INFRAESTRUTURA VERDE: DESIGN ECOLÓGICO DA PAISAGEM


Infraestrutura Verde enquanto conceito de projeto fundamentado na criação de
redes de paisagens verde-azul (sistemas vegetais e hídricos), que desempenham
múltiplas funções a partir da qualificação dos espaços livres e construídos com so-
luções de design que favorecem aproveitamento dos Serviços Ecossistêmicos.

5) REPRESENTAÇÃO GRÁFICA PARA PROJETOS PAISAGÍSTICOS


Estudo dos processos de expressão gráfica do projeto dos espaços livres em suas
diversas escalas. Fundamentos de técnicas de representação gráfica aplicáveis a
todas as etapas do processo projetual.

6) ILUMINAÇÃO NO PAISAGISMO
Estratégias projetuais e princípios luminotécnicos aplicados ao campo do paisa-
gismo. Apresentação de fontes luminosas, aplicações projetuais e considerações
quanto à adequação frente ao meio natural.

7) PRÁTICAS PROJETUAIS: ESPAÇOS RESIDENCIAIS


Prática e desenvolvimento de projeto paisagístico para espaço residencial, desde o
levantamento das condicionantes, elaboração do programa, estudo de fluxos, pla-
no de massas, desenho de pisos, especificações, detalhamento e projeto de plantio.
Serão abordadas as questões de método, formais, funcionais, ambientais e de orga-
nização do trabalho para o melhor relacionamento com o cliente.
8) PRÁTICAS PROJETUAIS: ESPAÇOS PRIVADOS COLETIVOS
Condicionantes de práticas projetuais voltadas ao paisagismo para espaços priva-
dos coletivos, a partir de condicionantes e conceitos específicos de espaços como
hotéis, restaurantes, clubes, onde o usuário é coletivo.

9) PRÁTICAS PROJETUAIS: ESPAÇOS PÚBLICOS


Condicionantes de práticas projetuais relativas à geração dos espaços livres urbanos
nas suas mais diversas escalas, parques, praças e calçamentos contexto brasileiro.

10) IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS DE PAISAGISMO


Etapas necessárias a implantação de um jardim, seja privado ou público. Identifi-
cação das respectivas escalas e as equipes envolvidas. O tema envolve preparo do
terreno, adubações básicas, sequencia de plantio, dimensões das covas de plantio.
Informações básicas sobre irrigação. Informações básicas sobre manutenção em
diferentes escalas.

11) GESTÃO DE ORÇAMENTOS E CONTRATOS


Noções gerais de finanças. Definição de escopo de projeto e execução de serviços de
paisagismo. Elaboração de propostas e contratos. Precificação e negociação.

12) DESENVOLVIMENTO INTEGRAL DO POTENCIAL HUMANO


Fatores que conduzem ao ou Desenvolvimento Integral do Potencial Humano; De-
safios do desenvolvimento humano ao longo das 8 etapas do ciclo da vida; Sobre
as diferenças entre o caminho do murchamento e o caminho do florescimento dos
potenciais humanos; A diferença entre caráter e personalidade; As virtudes e as
forças de caráter; – Introdução à Visão Integral; As Linhas de Desenvolvimento ou
Inteligências Múltiplas; Os Níveis de Desenvolvimento humano; A Dinâmica da Es-
piral – os 8 níveis de desenvolvimento de valores ou memes; Análise e devolutivas
de instrumentos de autoconhecimento; Estados de Consciência; matriz integral do
desenvolvimento integral humano; A dialética do desenvolvimento: diferenciação
e integração.; A matriz da Plenitude; Nossa capacidade de transformação pessoal
(CTP).

*As ementas poderão ser ajustadas conforme demandas de mercado,


novas legislações, novos cenários e contextos.
COORDENAÇÃO

LORÍ CRÍZEL
Membro da Academy of Neuroscience for Archi-
tecture - ANFA | Autor de trabalho participante da
Conferência Mundial de 2020 da ANFA | Arquiteto e
Urbanista – Universidade Católica/RS | Mestre em
Conforto Ambiental – UFRJ.
Especialista em Neurociências e Comportamento Hu-
mano – PUC/RS | Idealizador do selo NEUROARCH®:
Neuroarquitetura, Neurodesign e Neuroiluminação
| Autor do livro NEUROARCH®: Neuroarquitetura,
Neurodesign e Neuroiluminação: Neuroarquitetura e Teoria de Einfühlung como
proposição para Práticas Projetuais | Professor Substituto do Curso de Arquitetura
da UFRJ | Professor Assistente do Curso de Arquitetura da Universidade Santa Úr-
sula/RJ | Membro do Comitê Especial Europeu de Pós-Graduação tendo atuado em:
Inglaterra, Escócia, País de Gales e França | HA e Concept Designer – País de Gales,
Inglaterra e França | Coordenador, Professor de Pós-Graduação em Arquitetura e
Presidente Setorial do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Paranaense/
PR. Professor, Coordenador de Cursos e do Programas Internacionais IPOGMundi
do IPOG.
Detentor do Selo CREA/PR de Excelência em Projeto Arquitetônico | Certificações
Internacionais de Design Thinking e Light Design pelo Instituto Politécnico de Milão
(Itália) | Atividades de imersão nos escritórios de Norman Foster (Londres), Zaha
Hadid (Londres), Christian de Portzamparc (Paris), BIG (Copenhagen), Effekt Archi-
tects (Copenhagen), Concrete Architects (Amsterdã), Aires Mateus (Lisboa), Hassell
Studio (Singapura), AEDAS Architecture (Singapura), Architects 61 (Singapura), De-
sign Link Architects (Singapura), Tandem Architects (Bangkok), DBALP Jam Factory
(Bangkok) e X Architects (Dubai) | Atividades Institucionais junto ao POLI.Design do
Instituto Politécnico de Milão (Itália), McGill University (Canadá) e Universidade do
Porto (Portugal).
ALEXANDER FABBRI HULSMEYER
Engenheiro Agrônomo; Arquiteto e Urbanista – Dou-
tor em Arquitetura e Urbanismo – FAUUSP, 2014.
Professor de Paisagismo na graduação e pós-gradu-
ação de Arquitetura e Urbanismo desde 1999; Pro-
fessor dos Cursos de Pós-Graduação em Master em
Arquitetura e Iluminação, e Design de Interiores do
IPOG. Profissional liberal desde 1995.
Associado da ABAP. Coordenador da Câmara Técnica
da Arquitetura Paisagística do CAU-PR (2015-2017).
Proprietário do Ateliê de Plantas Jardineria.
CORPO DOCENTE

1) Alexandre Gois de Andrade


Mestre em arquitetura FAU/UFRJ, com trabalhos publicados na área de iluminação
dinâmica, iluminação natural e sobre a influência da luz na saúde. Engenheiro de
Produção – UGF-RJ , com formação em MBA em Edificações Ecoeficientes - UFF/LA-
TEC/RJ e em Etiquetagem PROCEL Edifica UFSC/Labeee. Empresário e diretor das
empresas Kelvinglab e Integratta. Atua como consultor em projetos de iluminação
dinâmica para Escritórios de Arquitetura e de Lighting Design.

2) Danielle Martins de Oliveira


Arquiteta e Urbanista, também possui formação em Design de Interiores pela Uni-
cid – Universidade Cidade de São Paulo. Especializada pelo IPOG no curso Master
em Arquitetura & Lighting. Atualmente é coordenadora e gerenciadora de projetos
em um dos mais renomados escritórios de paisagismo do país. Já participou de di-
versos projetos paisagísticos de pequeno, médio e grande porte, em solo nacional
e internacional.

3) Fernando Navarro
Arquiteto e Urba nista. Especialista em Docência do Ensino Superior /UNAMA-
-Pa. Professor dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Interiores da
Universidade da Amazônia - UNAMA-Pa. Coordenador do Curso Arquitetura e Ur-
banismo -Unama e Coordenador do Curso de Tecnologia em Design de Interiores
- UNAMA / Pa. Membro Diretor do Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB/Pa. Escri-
tório Fernando Navarro & Fábio Seixas - Arquitetura e Design de Interiores – portfó-
lio: projetos residenciais: unifamiliares, multifamiliares e incorporações, comerciais
e serviços. Arquitetura de interiores. Premiações Arquiteto do Ano 2011; Casa Cor
Pará 2013 e 2014 – Melhor Projeto Tecnológico; Casa Cor Pará 2015 – Melhor Projeto
Luminotécnico; Projeto mais votado pelo Público e Prêmio Arquiteto 5 anos de Casa
Cor Pará.

4) Francine Mariliz Gramacho Sakata


Arquiteta paisagista. Pesquisadora do projeto QUAPÁ – Quadro do Paisagismo no
Brasil, e autora juntamente com Silvio Soares Macedo, do livro “Parques Urbanos
no Brasil”, publicado pela EDUSP (2002). Também escreveu “Paisagismo urbano –
requalificação e criação de imagens”, EDUSP (2011). Atualmente desenvolve pesqui-
sa para o doutorado, com o tema parques urbanos brasileiros, de 2000 a 2015. Rea-
liza projetos paisagísticos, públicos e particulares, através da NK&F Arquitetura da
Paisagem e é membro da ABAP – Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas.
5) Leandro Rodolfo Schenk
Arquiteto e Urbanista graduado pela FAUUSP (1992) e mestre pela FAUUSP (2004).
Professor universitário da FAU-PUCC e da FAU-UNIARA, SP. Diretor da Studio Ilex
Arquitetura e Paisagem, entre 2003 e 2016. Principais prêmios conquistados: 1997
- Concurso Público Nacional “São Paulo Eu te Amo” (IABSP-PMSP), Praça Enzo
Ferrari, Interlagos, São Paulo, SP, projeto premiado em 1o. lugar; 2006 - Concurso
de Canela, RS (IABRS), Praça Central e Portal da Cidade, projeto premiado em
1o. lugar; 2012 - Concurso Público Nacional “Brasília: Território e Paisagem” (IABD-
F-SEDHAB), Parque Vivencial do Gama, Brasília, DF, projeto premiado em 1o. lugar.
Membro da ABAP desde 2006. Autor do livro Os Croquis na Concepção Arquitetôni-
ca, São Paulo: Annablume, 2010.

6) Maitê Bueno Pinheiro


Artista Plástica, Mestre em Paisagem e Ambiente pela Faculdade de Arquitetura
e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), Especialista em Química Am-
biental (FOC) e Bacharel em Ciências Biológicas (UNINOVE). Formação acadêmica
e profissional interdisciplinar e multicultural com foco nos Projetos Urbanos de
Infraestrutura Verde, no Desenvolvimento Urbano de Baixo Impacto e na utilização
de Soluções Baseadas na Natureza para mitigação e tratamento da poluição das á-
guas, revitalização de rios e córregos urbanos e promoção de Serviços Ecossistêmi-
cos. Realizou estágio de Pesquisa na Universidade Humboldt de Berlim (2016) e na
Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (2010-2012). Professora e consultora
autônoma em projetos de manejo das águas a partir de sistemas de Infraestrutura
Verde.

7) Marcos Malamut
Arquiteto e urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade
de São Paulo - FAUUSP (1994), especializado em Plantas Ornamentais e Paisagismo
pela Universidade Federal de Lavras (2006). Autor do livro Paisagismo: projetando
espaços livres - (Editora Livro.com , 2011). Há 20 anos atua no desenvolvimento de
projetos de paisagismo para áreas residenciais, comerciais , industriais e empreen-
dimentos urbanísticos. Premiações na Casacor Bahia com o “Melhor Espaço de Uso
Público” em 2013 e o “Melhor Espaço da Mostra” em 2018. Desde 2005 coordena
as atividades da PROFLORA, ministrando cursos e palestras para amadores, estu-
dantes e profissionais de áreas relacionadas ao planejamento dos espaços livres em
diversas cidades do país. Desde 2012 atua também como professor de paisagismo
em disciplinas de pós-graduação em cursos nas áreas de arquitetura e design de
interiores (IPOG, UNIFACS, UNIFACISA, UNIGRAD).

8) Maria Cecília Barbieri Gorski


Arquiteta e urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Uni-
versidade Mackenzie, em 1976, com especialização em Arquitetura Paisagística pelo
Programa de Capacitação de Professores pela FUPAM/ ABAP/ IFLA – 2004 - 2005.
Mestre na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie, São
Paulo em 2008, com a dissertação: “RIOS E CIDADES, RUPTURA E RECONCILIA-
ÇÃO”. É sócia diretora da Barbieri & Gorski Arquitetos Associados e trabalhou no
escritório Rosa Grena Kliass paisagismo, planejamento e projetos. Foi professora de
Paisagismo e Controle Ambiental da Pontifícia Universidade Católica - Campinas,
SP de 1979 a 1985. Lecionou em cursos de pós-graduação na área de arquitetura
paisagística no SENAC –SP. e em vários estados brasileiros em diversos cursos de
pós graduação. É membro da ABAP (Associação Brasileira de Arquitetos Paisagis-
tas), onde foi presidente no período de 1995 a 1998, e continua atuando na entidade.
Menção Honrosa concedida pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento
São Paulo para o Livro Rios e Cidades – Ruptura e Reconciliação, na categoria crí-
tica.

9) Marina Makowiecky
Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Sul de Santa Catari-
na com pós-graduação em iluminação e design de produto pelo Instituto de Pós-
-graduação / Faculdades Oswaldo Cruz. É diretora geral da Allume Arquitetura de
Iluminação, atuando exclusivamente na área de projetos luminotécnicos de 2009,
com projetos executados em Santa Catarina e outros Estados. Tem alguns de seus
trabalhos publicados em revistas especializadas de circulação nacional. Associada
à AsBAI (Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação) e associada ASBEA,
regional SC sendo membro do Grupo de trabalho de arquitetura de interiores.

10) Meng Tsai


Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Braz Cubas – SP (2005).
Pós-graduado em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (2015) e em
Master em Arquitetura e Lighting pelo Instituto de Pós-Graduação (IPOG). Experi-
ência de mais de 15 anos na área de soluções em apresentações de projetos de ar-
quitetura como maquete eletrônica, tour e realidade virtual para concursos, gran-
des empreendimentos e órgãos governamentais. Ministra cursos para estudantes e
profissionais da área em maquete 3D, Revit (BIM), desenho artístico, artes gráficas
e diagramação para arquitetura. Atua também em seu escritório de arquitetura no
desenvolvimento de projetos e execução de obras residenciais, comerciais e gover-
namentais. Premiado em concursos de arquitetura.

11) Miriam Runge


Arquiteta e Urbanista formada pela UFRGS (1993) e Especialista em Design de
Mobiliário pela UCS ( 2003). Chief Brain Officer pelo IP2 Neurobusiness de Curi-
tiba (2017) com MBA em Neurobusiness pela FAMAQUI-INFINITY de Porto Alegre
(2020). Criadora e ministrante do curso Método Sensory que une Neurociência apli-
cada, Neuroarquitetura e Gestão Estratégica. Membro do Comitê de Arquitetura da
NeuroBusiness Society - SP. Desde 1998 comanda a MRUNGE ARQUITETURA par-
ticipando diversas vezes de Casa Cor RS e acumulando inúmeros prêmios em seus
espaços. Docente convidada pelo IPOG nos módulos de Materiais & Revestimen-
tos, Gestão de Escritórios e Gerenciamento de Obras ministrando aulas em todo o
país. Criadora e ministrante junto ao IAB-POA do curso Gestão e Planejamento do
Escritório de Arquitetura com 10 edições realizadas no RS. Possui seus trabalhos
publicados em jornais, revistas e publicações locais e nacionais. Docente convidada
da pós-graduação UNIRITTER Laureates em Porto Alegre/RS e UNIFRA em Santa
Maria RS. Autora de trabalhos na área residencial e comercial, atuando também
em parques temáticos e resorts, com clientes em Porto Alegre, Gramado, Santa
Catarina e São Paulo.
12) Oliveira Júnior
Arquiteto e Urbanista (1991) e Mestre em Engenharia Urbana (2006) pela Univer-
sidade Federal da Paraíba. Fundador do escritório 7S34W. Membro da Academy
of Neuroscience for Architecture – ANFA. Professor nos Cursos de Arquitetura da
Universidade Federal da Paraíba, do Centro Universitário Unipê, da Faculdade In-
ternacional da Paraíba, do Instituto de Educação Superior da Paraíba, do Centro
Universitário Unifacisa e de pós-graduações no IPOG. Possui experiência profissio-
nal em projetos de instituições de ensino, ambientes de saúde, espaços comerciais,
corporativos e de desenho urbano. Pesquisador sobre o papel da memória e da
percepção sensorial no projeto de experiências arquitetônicas positivas. Autor de
diversos trabalhos premiados e projetos publicados em periódicos especializados
nacionais e internacionais: 2017 - Segundo lugar no Concurso Público Nacional de
Projeto de Arquitetura para Habitação de Interesse Social - CODHAB; 2013 – Livro
Fórum Jovens Arquitetos Latinoamericanos: Inserções numa Realidade Periférica -
7S34W; 2013 – Revista 30-60 Cuaderno Latinoamericano de arquitectura : Atlas de
Arquitectura Latioamericana 1 - Casa CG. Córdoba: I+P Editorial; 2012 - Segundo
lugar na Premiação Anual do IAB/PB na Categoria Habitação Unifamiliar - Projeto,
IAB/PB; 2012 - Terceiro lugar na Premiação Anual do IAB/PB na Categoria Comércio
e Serviços - Projeto, IAB/PB; 2012 - Menção Honrosa na Premiação Anual do IAB/
PB na Categoria Comércio e Serviços - Projeto, IAB/PB; 2010 - Prêmio ABCEM 2010
- 1º lugar na categoria Edificações, Associação Brasileira da Construção Metálica;
2010 - Health & Urban 21th Architectural Exhibition of Daejeon - Casa MP. Daejeon:
Korean Institute of Architects.; 2010 – Revista 30-60 Cuaderno Latinoamericano de
arquitectur - Casa CG. Córdoba: I+P Editorial; 2009 - Primeiro lugar na Premiação
Anual do IAB/PB na Categoria Institucional - Projeto, IAB/PB; 2009 - Menção Hon-
rosa na Premiação Anual do IAB/PB na Categoria Institucional - Projeto, IAB/PB;
2008 – Livro 1000 Architecture of Americas - Auto Shopping Cidade Empresarial.
Salenstein: Verlagshaus Braun; 2007 - Revista do Colégio de Arquitetctos de La Pro-
vincia de Buenos Aires - Casa AM. Buenos Aires - Argentina: Gráfica Pinter; 2007 -
Revista do Colégio de Arquitetctos de La Provincia de Buenos Aires - Casa CG. Bue-
nos Aires - Argentina: Gráfica Pinte; 2002 - Primeiro lugar na Premiação Anual do
IAB/PB na Categoria Habitação Unifamiliar - Obra, IAB-PB; 2002 - Primeiro lugar
na Premiação Anual do IAB-PB na Categoria Interior Comércio e Serviços - Obra,
IAB-PB; 1997 - Menção Honrosa pelo Conjunto de Obras de Arquitetura na I Mostra
de Arquitetura Paraibana, IAB-PB e CT/UFPB.

13) Paulo Cássio de Moraes Gonçalves


Possui graduação em Licenciatura em Educação Artística pela Fundação Armando
Álvares Penteado (1989), graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade
de São Paulo (1998), mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de
São Paulo (2005) e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de
São Paulo (2015). Atuou como professor substituto no Instituto Federal São Paulo
I.F.S.P. e no Centro Universitário F.A.M. Tem experiência em projetos de arquitetura
e paisagismo.
14) Rafael Sanches
Arquiteto e Urbanista pela FAUUSP, Arquiteto de Iluminação e DIALux Accredited
Trainer pela DIAL / Alemanha. Atuou em importantes escritórios de Lighting De-
sign de São Paulo. Integrou a equipe de Projetos e Soluções da OSRAM, ministran-
do treinamentos de tecnologias inovativas em âmbito nacional, além de promover
apoio e orientação técnica aos Lighting Designers do mercado. Ministra aulas de
Projeto de Iluminação Residencial e Comercial pelo IPOG. Atualmente, faz parte
do corpo de consultores técnicos da Athié Wohnrath, atuando como Arquiteto de
Iluminação. Aplica treinamentos de Iluminação e uso de softwares luminotécnicos
e, eventualmente, assume participações em aulas e palestras sobre Iluminação na
FAUUSP e UNICAMP.

15) Ricardo Reis Meira


Mestre em Arquitetura e Urbanismo (UnB, 2013), Arquiteto e Urbanista (UnB, 2000).
Professor convidado do IPOG, professor assistente do Centro Universitário do DF -
UDF, conselheiro do CAU/DF (2012 a 2017), membro da diretoria do IAB-DF (2008-
2009). Possui escritório próprio desde 2000, onde atua na elaboração de projetos
de arquitetura, interiores, instalações e na prestação de serviços de consultoria e
mentoria.

* Professores titulares. Sujeitos a alterações.


DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

• Diploma de graduação original.


• Cópia do RG e CPF / ID Profissional / CNH.

DURAÇÃO / PERIODICIDADE

CARGA HORÁRIA
432 horas

DURAÇÃO
12 meses

DISCIPLINAS
Serão 12 disciplinas, cada uma com módulo on-line de 24 horas/aula + 12 horas de
atividades práticas no Ambiente Virtual de Aprendizagem, totalizando 36 horas por
disciplina.

ATIVIDADES PRÁTICAS NO AMBIENTE VIRTUAL


As atividades práticas acontecem utilizando o modelo de Sala de Aula Invertida.
Trata-se do estudo do conteúdo organizado pelo professor, com a realização de
atividades de ancoragem e preparatórias que envolvem cases temáticos e aplicação
de ferramentas, potencializando a aprendizagem e retenção do conteúdo durante
as aulas ao vivo.