Verdades e Perigos da energia nuclear

vital para a nossa sobrevivência. Este aviso deve ser colocado. há ainda uma caveira (indicando perigo de morte) e uma pessoa correndo. como aconteceu com a fonte de radioterapia de césio-137 do acidente de Goiânia. como a força de movimentação das águas (energia hidrelétrica). 2 e 3 (as mais fortes). a Agência Internacional de Energia Atômica criou um novo símbolo para ser usado nas fontes de categoria 1. Tampouco a moderna rede de transportes por aviões. entre outras. a energia solar. navios e foguetes. grandes cidades ou aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. das energias renováveis. trens. indicando que o melhor é sair de perto. Tudo depende de energia para funcionar.000 exemplares impressão: Visão Gráfica e Editora setembro/07 2 . por exemplo. O símbolo deve ser colocado no aparelho que abriga a fonte radioativa e servir de alerta para que esse aparelho não seja desmontado. Recentemente. Energia O desenvolvimento da civilização sempre esteve diretamente ligado à capacidade dos seres humanos de obter energia. que deve estar presente para alertar as pessoas da presença de alguma fonte radioativa ou de um local contaminado por material radioativo. Ao longo da história. máquinas de tratamento de radioterapia para câncer e unidades de radiografia industriais. além do trevo representando radiação. Desde os tempos das cavernas. como os combustíveis fósseis (petróleo. o uso da energia facilita nossa alimentação. nos equipamentos hospitalares que produzem radiação. o homem aprendeu a obter energia de diversas fontes. Sem energia também não teríamos desenvolvido máquinas industriais. garante nossa temperatura corporal e dá mais conforto e proteção ao nosso dia-a-dia. carvão e gás natural). dos ventos e das correntes marítimas. 1. 3 coordenadora editora editora de arte revisão técnica revisão projeto gráfico e ilustração Rebeca Lerer Gabriela Michelotti Caroline Donatti Ricardo Baitelo e Marcelo Furtado Guilherme Leonardi Gabriela Juns tiragem: 10. para evitar exposição à radiação. apresentado na cor vermelha ou preta em um fundo amarelo. No novo símbolo.O símbolo da radiação Você conhece esse símbolo? Ele é o símbolo internacional de radiação.

mostrou-se mais perigosa do que útil – a energia nuclear. que possibilitou a criação das usinas nucleares e das bombas atômicas.inb. alguns elementos como o urânio e o tório têm núcleos instáveis – suas partículas podem facilmente se desprender. Além de mais caro do que os reatores de fissão. 4 energia 3. o mesmo princípio é aplicado nos dois casos: tanto um reator nuclear (local dentro da usina onde acontece a produção de energia) quanto uma bomba atômica têm uma quantidade suficiente de material radioativo para provocar uma reação em cadeia. desenvolveuse a tecnologia nuclear. estima-se que o primeiro reator comercial levaria entre 50 a 80 anos para funcionar. http://www. A fusão comercial traria um novo pacote de riscos nucleares com a produção de resíduos e a exposição à radiação. Esta reação em cadeia provoca a liberação contínua de energia. Núcleo de urânio-235 produtos da fissão 2. O reator nuclear é uma câmara de resfriamento. liberando energia e de 2 a 3 nêutrons. a partir da fissão nuclear. a reação em cadeia é planejada para ser controlada e parar quando necessário. Porém. No entanto.Indústrias Nucleares do Brasil. A energia nuclear Na metade do século 20.asp 5 . a divisão de núcleos dos átomos libera nêutrons que dividirão outros núcleos e liberarão mais nêutrons. liberando muita energia.Em cada fissão nuclear resultam. nos reatores. os cientistas descobriram uma nova fonte de energia – que. Basicamente. próton nêutron Núcleo de urânio-235 energia A energia nuclear esteve. Os cientistas descobriram uma forma de acelerar esse processo artificialmente. Até hoje. A energia liberada é chamada de radiação e o fenômeno dessa emissão. os núcleos de vários átomos de hidrogênio se fundem e há a liberação de grandes quantidades de energia. O reator nuclear e a bomba atômica: o mesmo princípio O núcleo dos átomos é formado por prótons e nêutrons. infelizmente. A maioria dos núcleos dos átomos na natureza é estável. como o Sol. onde é controlada esta reação em cadeia. Posteriormente. Para isso. utilizados em bombas nucleares. uma usina nuclear possui uma série de mecanismos de segurança. graças a uma energia armazenada que mantém suas partículas unidas. além de 2 núcleos menores. de forma espontânea. Esses nêutrons podem atingir outros núcleos de urânio-235. a um custo de 10 bilhões de euros. intimamente ligada à bomba atômica e às armas nucleares.1 1 Reservas de Urânio no Brasil . É o mesmo processo que acontece nas estrelas. só existem usinas de fissão nuclear. A principal diferença entre uma bomba e um reator nuclear é que. em caso de acidentes.br/reservasBrasil. radioatividade. A partir dessa descoberta. liberando energia em forma de ondas ou partículas. os pesquisadores descobriram a fusão nuclear. esses mecanismos nem sempre funcionam – vide os inúmeros acidentes que já aconteceram com reatores nucleares.gov. Quando bombardeado por um nêutron. Neste caso. Neste processo. É justamente aí que mora o perigo. desde o início. Há um consórcio de vários países para construir um reator de fusão nuclear. de 2 a 3 nêutrons. o núcleo de um átomo pesado se divide. blindada contra a radiação. sucessivamente. Nele são produzidos energia e materiais fissionáveis como o plutônio. liberando grandes quantidades de energia.

Uma esfera de plutônio menor que uma bola de tênis pode produzir uma bomba nuclear com capacidade de matar milhões de pessoas. que contém a água de refrigeração do núcleo. assim como a água do circuito primário. acionando-a e produzindo energia elétrica. Uma usina como Angra é. O que não se comenta é que essas reservas subterrâneas são finitas e. 7 são de urânio-235. O plutônio não ocorre espontaneamente na natureza e é uma das substâncias mais radiotóxicas conhecidas: um único micrograma. que torna o material muito mais perigoso. É impossível garantir. Em julho deste ano. a maior usina nuclear do mundo. Às vezes. O perigo dos acidentes nucleares Todo mundo sabe. de 309 mil toneladas de U3O8. A água do Circuito Primário é usada para aquecer uma outra corrente de água. Esse processo industrial é conhecido como enriquecimento de urânio. Com as usinas nucleares. e 993 de urânio-238. impede que o elemento combustível esquente demais e se funda. a água do circuito secundário é condensada novamente e bombeada de volta para o Gerador de Vapor. como um acidente nuclear pode envolver a liberação de radiação no meio ambiente. Além disso. os elementos resultantes da fissão nuclear são radioativos. Em seguida. pode causar câncer se inalado ou ingerido. e provocou o vazamento de radioatividade. Para ser usado como combustível de usinas nucleares ou na fabricação de bombas atômicas. minério de urânio. muito radioativo. onde fica o combustível nuclear (urânio). acarretando racionamento e falta de energia nos horários de pico no Japão. O acidente provocou o fechamento da usina. um terremoto atingiu a usina japonesa de Kashiwazaki-Kariwa. uma Central Termelétrica Nuclear. menor que uma partícula de poeira. Só que.O combustível da energia nuclear Os materiais mais radioativos ocorrem em proporções muito pequenas na natureza. independente do primeiro. só foram investigados 25% do território nacional. a seguinte pergunta: por que correr tamanho risco. como a Amazônia. Este segundo sistema é conhecido como Circuito Secundário. que tem a função de impedir que materiais radioativos escapem para o meio ambiente. até hoje. fica dentro do Vaso de Pressão. por estarem em locais de difícil extração. Um terremoto. o equipamento onde se processa a reação de fissão nuclear. então. acontece a mesma coisa. que vai passar por um Gerador de Vapor. quando o urânio é usado como combustível. Muitas pessoas morrem. Mas. as conseqüências são muito piores. portanto. acredita-se que os 75% restantes possam abrigar reservas que colocariam o Brasil como o segundo maior produtor do mundo. Essa água. Este episódio confirma que o risco de acidentes é real e demonstra que a indústria nuclear tenta esconder seus problemas. Mais seguro ainda do que andar de carro. 4. seu processamento resulta em vários subprodutos radioativos. Fica. num circuito conhecido como Circuito Primário. O núcleo do reator. Por exemplo. Até bebês que ainda nem nasceram sofrerão as conseqüências. é necessário aumentar a proporção de urânio-235 artificialmente. se existem formas mais seguras e abundantes de obter energia? Sabe-se que o Brasil tem a sexta maior reserva de urânio do mundo. para cada mil átomos de urânio. os parentes ficam chocados e há uma consternação geral. que é seguro voar de avião. No núcleo do reator. constituindo um outro sistema de refrigeração. demandam um grande custo e uma grande quantidade de energia para serem extraídas. uma falha humana ou mecânica são apenas alguns dos problemas imprevistos que já acarretaram grandes acidentes nucleares. 7 . Por isso toda a estrutura do reator é protegida por uma estrutura de aço. O vapor gerado é comprimido e passa por uma turbina geradora de eletricidade. porém. um ataque terrorista. a tragédia adquire proporções catastróficas e os impactos ocorrerão por centenas ou milhares de anos. como o rutênio. levemente radioativo. ocorrem graves acidentes de avião. por exemplo. contenção gerador elétrico turbina reator circuito primário circuito secundário tanque de água 6 água gerador de vapor Toda usina nuclear tem um reator. liberando calor que será usado para gerar energia elétrica. com segurança absoluta. que a radiação contida em um reator nuclear nunca será liberada no meio ambiente. o césio e o plutônio. o ar e os materiais utilizados. que é radioativa.

PNUD e Unicef. URSS (hoje Ucrânia). Nos casos graves. The human consequen estima-se que o acident health. os primeiros sintomas são náusea. outros sobre ecossistemas. O rádio-226. o número de mortes 2 éticas. digestivos cer. entados em áreas contaminadas tinh hecida. cada cano rompido podem. regiõe igadas a abandonar sua a Polônia e Escandinávia. vômitos e diarréia. A meia vida do plutônio-239 é de 24. Morte e destruição vêm acompanhando não só as bombas atômicas. 5. Foram docum trabalhar na limpeza das mas iedade nunca será con tipos de câncer. centenas de maioria das pessoas que sa de produzir comida e a jovens que foram forçado inteiras estão proibidas erno da Ucrânia. há um colapso de várias funções vitais.600 anos. De acordo com am morrido até 2002. apoio da OMS e ONU. mas também o uso comercial da energia nuclear. Apenas por cân gen ciosas e anormalidades e 8 milhões de pessoas. na exa da história foi o da usin ou em poucos dias par explosão se espalh O pior acidente nuclear De uma hora tiva que se formou pela nuvem radioa ark.consequences on hum 2002. 15 mil atísticas oficiais do gov de das conseqüências est A totalida doente. leucemia. e a vítima pode morrer em duas a quatro semanas. ces of the e tenha afetado entre 5 6. um dos mais radioativos subprodutos da fissão do urânio. em a de Chernobyl. inflamação da boca e da garganta e queda de cabelo. A meia vida do césio-137. em questão de minutos. Os efeitos devastadores da radiação O que acontece quando há liberação de radiação no meio ambiente? Basicamente. 8 9 .400 anos. o mesmo que aconteceu com a explosão das bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagazaki ou com o acidente de Chernobyl. s de pessoas foram obr áreas afetadas está milhare vivem em para outra. os cientistas calculam sua meia vida – o tempo necessário para a atividade de um elemento radioativo ser reduzida à metade da sua atividade inicial. Até hoje. tem meia vida de 1. Quando uma pessoa é afetada por uma alta dose de radiação. Para saber quanto tempo um material radioativo leva para decair (perder a radioatividade).da história Chernobyl: o pior acidente 1986. de como câncer de tire inos. com efeitos devastadores na população e em toda a vida das áreas atingidas. transformar uma usina nuclear em um pesadelo atômico. Ao respiratórios. Outro grande problema da radiação é sua longa vida. Crianças afetadas pela radiação do acidente de Chernobyl Fotos: ©Greenpeace/Robert Knoth Todo isótopo radioativo tem uma meia vida. com Chernobyl nuclear acciden an . proble saúde humana e a soc óide. na Suécia. um elemento natural levemente radioativo. fadiga. endócr vários países problema os. doenças infecs de saú ares. reprodutivos. O reator 4 explodiu e a da usina nuclear Forsm s disparando até o alarme s casas. psicológicos. . é de 30 anos. vascul todo. Cada cabo que pega fogo. Greenpeace 200 2 The Chernobyl catastrophe t. A meia vida do urânio-235 é de 713 milhões de anos. neurológic pode chegar a 93 mil. seguidos por hemorragia.

no funcionamento normal de uma usina. que pode ser matéria-prima para a produção de bombas. Durante esse enriquecimento. extraído no Brasil. 11 10 2. http://www.7% do urânio-235. Essas varetas ficam dentro dos reatores e são acionadas pelas barras de controle. Muitas vezes. Atualmente.org/info/inf6-. o material radioativo pode ser liberado no meio ambiente.Além de problemas nos reatores de usinas nucleares. há mais de 230 toneladas de plutônio estocadas em todo o mundo. Na maioria dos países esse lixo é armazenado.3 O que acontece com o lixo radioativo? Não existem dados exatos sobre a quantidade de lixo radioativo já produzido até hoje. a indústria nuclear gera uma enorme quantidade de lixo radioativo. Nenhum país do mundo encontrou até hoje uma solução satisfatória e definitiva para esse problema. utilizado nas usinas nucleares e despejado de volta no meio ambiente 1. Calcula-se que. Esse processo produz mais de cem substâncias radioativas. Essa proporção precisa ser de 3% ou 5% para ser utilizado em um reator nuclear. com mina em Caetité. que controlam a reação de fissão nuclear em cadeia. o urânio viaja de um continente a outro durante o processo de fabricação do combustível nuclear. Este transporte está sujeito a vazamentos. 5. Reprocessamento O reprocessamento envolve a extração química de urânio e plutônio radioativos das varetas de combustíveis usadas dos reatores. e despejar. os alimentos e o homem. o que é mentira. A exploração de urânio nas minas também produz enormes quantidades de resíduos.world-nuclear.html 6. mas calcula-se que. Só então retorna ao Brasil. Produção de energia na usina nuclear A energia liberada aquece a água do reator e gera vapor. todos os dias. inclusive partículas radioativas que podem contaminar a água e os alimentos. . primeiro viaja para o Canadá. inclusive partículas radioativas que podem contaminar a água. acidentes e roubo de material. 6. são gerados 240 m3 de lixo de baixo nível e 16 m3 de lixo de médio nível radioativo. para cada m3 de lixo altamente radioativo. As maiores minas de urânio ficam no Canadá e Austrália.000 m3 de lixo de baixo nível radioativo. no interior das usinas. anualmente. Exploração de urânio A mineração de urânio produz enormes quantidades de resíduos. milhões de litros de dejetos radioativos no mar. Além disso. que produz um resíduo altamente radioativo. de forma provisória. Em geral. na Bahia. que é comprimido e convertido em eletricidade por uma turbina geradora. e depois vai para a Europa onde é enriquecido. a indústria nuclear continua a gerar quilos e quilos de resíduos diariamente. Produção de varetas de combustível O material enriquecido é comprimido em projéteis. feitas de cádmio ou boro. 4. 80% do volume total se transformam em produto residual. onde é transformado em gás. para cada m3 de dejetos altamente radioativos. Estocagem de resíduos Não há instalações seguras de armazenamento definitivo para resíduos nucleares em todo o mundo. 1.Enriquecimento de urânio O urânio natural e o concentrado (yellow cake) contêm somente 0. O Brasil também é um produtor.4 Conheça como esse minério é extraído. Reprocessar significa aumentar o volume de resíduos em dezenas de vezes. Os outros riscos da energia nuclear 3 Investigação pública contra a central nucler de Sizewell B. Esses resíduos se mantêm altamente radioativos por milhares de anos e são uma ameaça para as futuras gerações. Reino Unido. 3. 1986. No processo de enriquecimento de urânio. Apesar disso. o público desconhece o perigo associado a esses dejetos e qual é seu destino. No mundo todo. calcula-se que acontecem 20 milhões de transportes (pequenos ou grandes) de materiais radioativos a cada ano. podem ocorrer inúmeros acidentes em fábricas que produzem combustível para reatores. são gerados. Apenas cinco quilos são suficientes para fazer uma bomba nuclear. nas minas que desenterram milhões de toneladas de urânio que estavam sob várias camadas geológicas de rocha ou durante o transporte desses materiais. A quantidade de rejeitos de baixa e média ra- O urânio utilizado em Angra 1 e 2. Em caso de acidentes nas usinas. 4 World Nuclear Association. Os defensores da energia nuclear costumam afirmar que a quantidade de dejetos radioativos é muito pequena. que preenchem tubos de quatro metros de comprimento e são chamados de varetas de combustível. são acumuladas no mundo cerca de 12 mil toneladas de rejeitos radioativos de alta atividade.

Desses. possui ainda grande oferta de recursos renováveis – sol. vento e biomassa. a participação nuclear representaria menos de 3% de nossa matriz energética.500 toneladas. Além disso. as autoridades mandaram policiais e bombeiros sem nenhuma proteção para isolar a área.Câmara dos Deputados . O acidente do césio-137 Até hoje. O material virou atração para a família e os amigos. além de ter um enorme potencial de energia hidrelétrica. O Programa Nuclear Brasileiro A história da energia nuclear no Brasil começa por volta de 1945. e a terceira central atômica.93. que foi responsável pela perfuração de um poço de 320 m na Serra do Cachimbo (PA). teve início o Programa Nuclear Militar Paralelo. 2007. Há cerca de mil fontes radioativas sem controle no país. 6 Fiscalização e Segurança Nuclear . Quando o acidente foi descoberto.7 7 Leonard. Traking nuclear proliferation: a guide in maps and charts. Espanha e Suécia já estão abandonando? O Brasil já gastou mais de R$ 20 bilhões com Angra 1 e 2. Infelizmente.br/editorias/2007/07/11/eco-1. uma tecnologia que países como Alemanha. 1995. A proliferação de armas nucleares Os primeiros reatores nucleares foram construídos com a finalidade específica de produzir plutônio para as bombas americanas. o que significa menos dinheiro para energias renováveis e eficiência energética nos próximos anos.5 Esses rejeitos encontram-se armazenados de forma provisória em dois galpões.Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável . Atualmente. Angra 3. e assim. fechado em 1991. As 19 gramas de césio-137 contidas naquela fonte fizeram mais de 60 vítimas e contaminaram milhares de pessoas que nunca ficará conhecido. O Brasil. além de cerca de R$ 20 milhões anuais em manutenção. a Marinha conta com uma verba de mais de R$ 1 bilhão para construir um submarino nuclear.Relatório do Grupo de Trabalho . foi dado um novo impulso para o desenvolvimento nuclear do país.o césio-137. dioatividade de Angra 1 e 2.Brasília. com a construção da primeira central nuclear brasileira. apresentava todas as características de um local de testes com bombas atômicas. o proprietário do ferro-velho. http://www.5 Relatório do Grupo de Trabalho de Fiscalização e Segurança Nuclear da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados. S. Calcula-se que mais de 20 toneladas de lixo radioativo foram gerados com a tragédia. inclusive no Brasil. Juntas. em vez de gastar bilhões em energia nuclear. Em várias partes do mundo. técnicos retiram material radioativo da área contaminada. Dois catadores encontraram uma fonte de césio-137. Muitos deles ganharam de presente um pouco do pó. et alii. apenas o de Angra 2 foi concluído. Portanto. 13 . Segundo previsão do governo.5 bilhão em equipamentos. tragicamente. a tecnologia nuclear é um avanço científico que pode ser utilizada na medicina. na área de uma clínica abandonada. As vítimas tiveram suas casas e todos os seus pertences destruídos e levados para um aterro. esse controle não vem ocorrendo de forma confiável. e com a assinatura do acordo nuclear Brasil-Alemanha.4. 11/07/2007. seriam necessários mais de R$ 7 bilhões para concluir a construção de Angra 3. Na década de 50. Com Angra 3. já consumiu R$ 1. a usina só ficaria pronta em 2014. Brasil: não entre nessa O Ministério de Minas e Energia quer investir em usinas térmicas a óleo combustível e carvão e em usinas nucleares. Angra 3 não elimina o possível risco de um “apagão” no curto prazo. Devair Ferreira. como os da Índia e do Paquistão. que também se contaminaram. graças à abundância de rios. o césio-137 foi se espalhando e fazendo mais e mais vítimas. e levou-o para casa. Paulo.48. como aconteceu com o acidente do césio-137 (vide quadro abaixo). Já os rejeitos de alta radioatividade estão armazenados em uma piscina no aguardo de um depósito permanente. foram montados os primeiros reatores de pesquisa. Vários países que hoje possuem bombas atômicas desenvolveram-nas em paralelo a programas nucleares ‘para fins pacíficos’. com objetivos civis e militares.6 Sem equipamentos de segurança adequados. As armas nucleares podem ser construídas a partir do urânio (o combustível das usinas nucleares) ou do plutônio (presente no lixo nuclear). é estimada em cerca de 2. material radioativo pode ser encontrado em depósitos de lixo e em fábricas ou clínicas abandonadas. Angra 1. tratamentos de radioterapia para combater câncer ou outros experimentos científicos. Em 1979. Durante a ditadura militar. utilizada para radioterapia. Angra 1 e 2 representam apenas 2% da geração de energia no país.estado. Só depois foram adaptados para gerar eletricidade. Ao desmontar a peça.20070711. 1. com. 8. O poço. o acidente de Goiânia em 1987 é considerado o pior acidente radiológico em área urbana da história. seja em equipamentos de raios X. que previa a construção de oito reatores. operando até hoje com uma licença provisória. e alguns dias depois venderam a peça para um ferro-velho. limpas e seguras. se encantou com o que encontrou no seu interior: um pozinho azul que brilhava no escuro . Os trabalhadores que fizeram a © Luiz Novaes/Folha Imagem Fonte Associação das Vítimas do Césio 12 demolição e o transporte do material também se contaminaram. em Goiânia.8 8 O Estado de S. Outros usos Quando controlada.xml? 7. Por que não investir nessas novas fontes. por exemplo.

a verdadeira solução para o aquecimento global e para a segurança energética do Brasil e do planeta são as energias renováveis e o uso inteligente da energia – desperdiçando menos e aproveitando mais! 14 ©Greenpeace/Félix Reiners 15 . Energia nuclear X Energia limpa Ao se constatarem tantas restrições. gerando 32 vezes mais empregos.124 MW. sem produzir lixo radioativo ou trazer risco de acidentes graves. o que é impossível – tanto econômica quanto fisicamente. O ciclo total da indústria nuclear gera emissões de gases estufa. o que é impossível por razões físicas e econômicas.9 Eletrobrás . Para efeito de comparação. Energia nuclear é suja. se investidos em eficiência energética.br/elb/portal/data/Pages/LUMIS0389BBA8PTBRNN. Assim. 8. Com apenas R$ 850 milhões foram economizados 5. Energia nuclear gera instabilidade geopolítica. 6. Para cada emprego gerado pela indústria nuclear. o argumento de energia limpa não se sustenta porque a energia nuclear utiliza um combustível de disponibilidade finita e gera toneladas de lixo radioativo – uma poluição perigosa que. Espanha e Suécia. 10. um estudo do Massachusetts Institute of Technology mostrou que. 5. vêm abandonando a energia nuclear e desenvolvendo as energias limpas e seguras como solar e eólica. 7. não contribui para o problema do aquecimento global. como Alemanha. não é verdade que a energia nuclear não gera gases. Mais usinas nucleares significam mais lixo radioativo. e quatro vezes mais. Energia nuclear não gera empregos. http://www. com 12% do custo de Angra 3. para convencer a sociedade e os tomadores de decisão de que a energia nuclear é limpa porque não emite gases de efeito estufa e.426. 9. Energia nuclear facilita o desenvolvimento de armas nucleares. Índia e Paquistão são alguns dos países que obtiveram a bomba a partir de um programa nuclear para fins pacíficos. Energia nuclear é ultrapassada. assim. muito menos arriscadas e MUITO MAIS BARATAS? Se não bastassem todos os seus riscos. a indústria nuclear vem usando uma estratégia de marketing. O Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) também é outro exemplo. com os mesmos recursos previstos para a construção de Angra 3. Energia nuclear não resolve o problema das mudanças climáticas. 3.gov. Para construir a usina. será herdada pelas próximas gerações e permanecerá perigosa por centenas de milhares de anos. inclusive CO2. Vários países do mundo. Assim. Em primeiro lugar. Os brasileiros não querem energia nuclear. Three Mile Island.htm 9. Além disso. O Brasil é renovável! O relatório Revolução Energética mostra que é possível eliminar a energia nuclear e as térmicas a carvão e óleo combustível da matriz elétrica nacional. ou seja. ao se considerar todo o ciclo produtivo da indústria nuclear. assim como o aquecimento global.9 10 motivos para dizer NÃO à energia nuclear 1. nuclear X mudanças climáticas De uns tempos para cá. para resolver o problema das mudanças climáticas. 4. se fossem investidos em eólica. seria necessário construir mais de mil novos reatores em pouco tempo para substituir as fontes fósseis. seria necessário construir pelo menos mil novos reatores no curto prazo. Energia nuclear é cara e desvia dinheiro de energias limpas. é necessária uma grande quantidade de energia. se existem tantas outras alternativas disponíveis. seria possível instalar um parque de turbinas eólicas com o dobro da potência em no máximo um terço do tempo (2 anos). temos uma energia que emite muito s ener mais gases de efeito estufa do que outras energias renováveis. Pesquisa realizada pelo ISER mostra que mais de 82% da população brasileira é contra a construção de novas usinas nucleares. para armazenar os rejeitos nucleares e desativar a usina ao final de sua vida útil. a energia nuclear ainda é a opção energética mais cara. com investimento nas renováveis e em medidas de eficiência energética. O país ainda não tem depósitos definitivos para os rejeitos de Angra 1 e 2 e a situação se agravará com a construção de uma terceira usina. Este processo todo cesso a significa a emissão de muitos gases. para extrair e enriquecer o urânio utilizado como combustível nuclear. a indústria eólica gera 32 e a solar. Por fim. A energia nuclear gera uma corrida entre países vizinhos e/ou rivais.eletrobras. 2. Chernobyl e o caso do césio em Goiânia são apenas alguns dos inúmeros acidentes que marcam a história da energia nuclear no mundo.sobre o Procel. ou maquiagem verde. fica a pergunta: por que continuar investindo nesse tipo de tecnologia. Energia nuclear é perigosa. disponibilizaram-se quase quatro vezes mais energia do que ela geraria. riscos e problemas inerentes à energia nuclear. Os recursos gastos na energia nuclear poderiam gerar o dobro da quantidade de energia. Além disso. 1. Todos os países que têm o domínio do ciclo de urânio podem desenvolver uma bomba atômica.

evitar a poluição e o esgotamento do solo. Nossa missão é proteger a biodiversidade em todas as suas formas. Greenpeace Brasil Rua Alvarenga. Você pode ajudar: • Economize! Use aparelhos eficientes. Não jogue este impresso em vias públicas. só existem duas opções: começar a produzir energia a partir de fontes renováveis ou continuar queimando combustíveis fósseis – como petróleo e carvão – e contribuir com o aquecimento global. Você também pode fazer parte desta luta.org.br 16 Impresso em papel reciclado em processo livre de cloro.greenpeace.O mundo vai precisar do dobro de energia até 2050. carvão e nuclear. água e ar. www. Revolução Energética já! . Para conseguir isso. eliminando as fontes sujas – petróleo. Mudar o jeito como produzimos energia e a maneira como aproveitamos a eletricidade é fácil. Filie-se ao Greenpeace. 2331. oceanos. acabar com as ameaças nucleares e promover a paz. • Vote em políticos que compartilham desta visão. • Envie um e-mail para o presidente Lula pedindo investimentos em energia renovável. O relatório [R]evolução Energética apresenta cenários futuros para a geração e distribuição de eletricidade no país. Brasil . Butantã São Paulo.05509-006 O Greenpeace é uma organização independente que faz campanhas utilizando confrontos não-violentos para expor os problemas ambientais globais e alcançar soluções que são essenciais a um futuro verde e pacífico. SP. acessando nosso site ou pelo telefone 0300-789-2510 (ligação tarifada). com base em dados de aumento populacional. crescimento do PIB e fontes e tecnologias de energia disponíveis. O Greenpeace fica com a primeira opção e propõe uma [R]evolução Energética – um guia prático que mostra como o país pode crescer até 2050 impulsionado por fontes renováveis de energia.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful