Você está na página 1de 23

MINISTÉRIO DA SAÚDE

SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE


DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
CENTRO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS EM VIGILÂNCIA EM SAÚDE
GT-SINAN

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO


DICIONÁRIO DE DADOS – SINAN NET – VERSÃO 5.0

Nº de notificação e campos que correspondem aos campos de 1 a 30 dos blocos “Dados Gerais”, “Notificação Individual” e “Dados de residência” correspondem aos mesmos campos da ficha
de notificação (ver dicionário de dados da ficha de notificação), exceto a data de diagnóstico.

CAMPO DE PREENCHIMENTO OBRIGATÓRIO é aquele cuja ausência de dado impossibilita a inclusão da notificação ou da investigação no Sinan.
CAMPO ESSENCIAL é aquele que, apesar de não ser obrigatório, registra dado necessário à investigação do caso ou ao cálculo de indicador epidemiológico ou operacional.

NOTIFICAÇÃO INDIVIDUAL

Nome do
Campo Tipo Categoria Descrição Características DBF
Campo
Campo Chave para
Nº da
nu_notificacao varchar2(7) Número da Notificação identificação do registro no NU_NOTIFIC
Notificação
sistema
1 – Negativa
2 – Individual
1. Tipo de
tp_notificacao varchar2(1) 3 – Surto Identifica o tipo da notificação Campo Obrigatório TP_NOT
Notificação
4 – Agregado

Tabela de agravos do sistema


com códigos (classificação
Campo Chave
internacional de doenças –CID
Nome e código do agravo
10) e nomes dos agravos
varchar2(4) notificado segundo CID-10 Preenchendo o código, a
classificados como notificação
2. Agravo co_cid (Centro Colaborador da OMS descrição é preenchida ID_AGRAVO
compulsória ( nacional, estadual
para a Classificação de automaticamente, e vice-versa;
ou municipal) e as síndromes (
Doenças em Português)
febre hemorragia
Ao exportar, é retirado o ponto
aguda;respiratória aguda;
diarréia aguda; sanguinolenta;

Revisado em Novembro/2018.
neurológica aguda; insuficiência
renal aguda; outras síndromes
a) Doenças Exantemáticas
1 – Sarampo
2 – Rubéola

b) Meningite
1 – Doenças
Meningocócicas Especifica a suspeição do Campo Obrigatório
2 – Outras Meningites agravo (Sarampo, Rubéola,
Suspeita do Doenças Meningocócicas, Campo especifico para CS_SUSPEIT
tp_suspeita varchar2(1)
Agravo c) AIDS (banco genérico) Outras Meningites) e identifica doenças exantemáticas,
1- Criança (<13) se notificação é de AIDS meningite e AIDS
2- Adulto (≥ 13 anos) adulto ou criança.

AIDS (banco DBF)


C- Criança (<13)
A- Adulto (≥ 13 anos)

Campo Chave
3. Data da Data de preenchimento da ficha
dt_notificacao date dd/mm/aaaa DT_NOTIFIC
Notificação de notificação.
Semana
epidemiológic Preenchida automaticamente, a
Semanas do calendário
a da ds_semana_notifi Semana epidemiológica que o partir da data de notificação
varchar2(6) epidemiológico padronizado. SEM_NOT
notificação cacao caso foi notificado. (AAAASS)
(campo
interno)
Variável interna preenchida
(campo
varchar(4) varchar(4) Ano da notificação pelo sistema a partir da data de NU_ANO
interno)
notificação
Sigla da Unidade Federativa
onde está localizada a unidade
de saúde (ou outra fonte
4. UF de Tabela com Códigos e siglas
co_uf_notificacao varchar2(2) notificadora) que realizou a Campo Obrigatório SG_UF_NOT
Notificação padronizados pelo IBGE
notificação. A sigla é uma
variável que está associada ao
código na tabela.
Tabela com Código e nome Código do município onde está Campo Chave
5. Município co_municipio_not
varchar2(6) dos municípios do cadastro do localizada a unidade de saúde ID_MUNICIP
de Notificação ificacao
IBGE (tabela municipi.dbf) (ou outra fonte notificadora) Preenchendo o código, a

Revisado em Novembro/2018.
que realizou a notificação. O descrição é preenchida
nome está associado ao código automaticamente, e vice-versa
na tabela de municípios.
Regional de saúde onde está Sistema relaciona o campo
Campo com código da regional
(campo localizado o município da município de notificação com o
varchar2(4) varchar2(4) de saúde da tabela de ID_REGIONA
interno) unidade de saúde ou outra campo regional da tabela de
município do sistema
fonte notificadora municípios
Campo Obrigatório
Nome completo e código da
6. Unidade de Códigos e nomes da tabela do
co_unidade_notifi number (8,0) unidade de saúde (ou outra
saúde ou cadastro Nacional de Preenchendo o código, a
cacao fonte notificadora) que realizou ID_UNIDADE
outra fonte Estabelecimento de Saúde descrição é preenchida
o atendimento e notificação do
notificadora (CNES) automaticamente, e vice-versa;
caso
Campo Obrigatório
Data dos primeiros sintomas do
caso de agravo agudo.
Data menor ou igual (<=) a
7. Data dos
Data de Notificação
primeiros dt_diagnostico_si Data do diagnostico do caso de
date dd/mm/aaaa DT_SIN_PRI
sintomas / ntoma agravo crônico e DRTs
A partir desta data é
Diagnóstico
preenchido o campo semana
Data do acidente nos acidentes
epidemiológica dos primeiros
da saúde do trabalhador
sintomas nos agravos agudos.
Semana
epidemiológic
a dos Preenchida automaticamente, a
Semanas do calendário
primeiros ds_semana_sinto Semana epidemiológica dos partir da data de primeiros
varchar2(6) epidemiológico padronizado. SEM_PRI
sintomas/ ma números sintomas. sintomas data do diagnostico.
diagnósticos. (AAAASS)
(campo
interno)
8. Nome do no_nome_pacien Nome completo do paciente Campo Obrigatório
varchar2(70) NM_PACIENT
Paciente te (sem abreviações)
Campo Obrigatório

Caso a idade não seja


9. Data de Data de nascimento do preenchida
dt_nascimento date dd/mm/aaaa DT_NASC
nascimento paciente
Uma vez preenchido é,
calculado automaticamente a
idade
A composição da variável quando não há data de Campo Obrigatório
10. Idade nu_idade number(4) NU_IDADE_N
obedece o seguinte critério: 1o nascimento a idade deve ser

Revisado em Novembro/2018.
dígito: digitada segundo informação Caso a data de nascimento não
1. Hora fornecida pelo paciente como esteja preenchida
2. Dia aquela referida por ocasião da
3. Mês data dos primeiros sintomas ou Preenchido automaticamente
4. Ano na falta desse dado é se Data de nascimento for
registrada a idade aparente. preenchida
Ex: 3009 – nove meses, 4018 –
dezoito anos Calculada entre Data de
nascimento e Data de
Primeiros
Sintomas/Diagnóstico;

Campo composto pela unidade


de medida de tempo e numero
da idade.
- Se campo < 4007 (7
anos), campo
escolaridade é
preenchido com 10-
Não se aplica.
- Para Rubéola
congênita, idade
máxima é 2 anos;
- Para Sífilis Congênita e
AIDS Criança, idade
máxima é 12 anos;

Campo Obrigatório
M- Masculino
11. Sexo tp_sexo varchar2(1) F- Feminino Sexo do paciente CS_SEXO
Se Sexo = Masculino,
I- Ignorado
desabilitar o campo Gestante;
Campo Obrigatório se sexo =
F
Gestante
1. 1º Trimestre
Se sexo= Feminino e idade
2. 2º Trimestre
menor ou igual a 10 anos, o
3. 3º Trimestre
12. Gestante tp_gestante varchar2(1) Idade gestacional da paciente. campo é preenchido CS_GESTANT
4. Idade gestacional ignorada
automaticamente com a
5. Não
categoria 6 = Não se aplica
6. Não se aplica
9. Ignorado
Se Sexo=Masculino o campo é
preenchido automaticamente

Revisado em Novembro/2018.
com 6 Não se Aplica;

As notificações dos agravos


Tétano Neonatal, Síndrome da
Rubéola Congênita,
HIV/Crianças Expostas não
habilita o campo Gestante;
Considera-se cor ou raça
declarada pela pessoa.
1. branca
2. preta
1- branca 3. amarela (pessoa que se
2- preta declarou de raça amarela)
3- amarela 4. parda (pessoa que se
13. Raça/Cor tp_raca_cor varchar2(1) Campo Essencial CS_RACA
4- parda declarou mulata, cabocla,
5- indígena cafuza, mameluca ou
9 Ignorado mestiça de preto com
pessoa de outra cor ou
raça)
5. indígena (pessoa que se
declarou indígena ou índia)
43 Analfabeto
1. 1ª a 4ª série incompleta do
EF Campo Essencial
2. 4ª série completa do EF (
antigo 1° grau) Preenchido automaticamente
3. 5ª à 8ª série incompleta do com a Categoria 10-não se
EF (antigo ginásio ou 1° aplica é quando idade menor a
grau) 7 anos de idade.
Série e grau que a pessoa está
4. Ensino fundamental
freqüentando ou freqüentou
completo (antigo ginásio ou - Quando caso notificado > 7
14. considerando a última série CS_ESCOL_N
tp_escolaridade varchar2(2) 1° grau) anos, campo não pode ser
Escolaridade concluída com aprovação ou
5. Ensino médio incompleto preenchido com categoria 10-
grau de instrução do paciente
(antigo colegial ou 2° grau) não se aplica.
por ocasião da notificação.
6. Ensino médio completo
(antigo colegial ou 2° grau) - As notificações dos agravos
7. Educação superior Tétano Neonatal, Síndrome da
incompleta Rubéola Congênita, não
8. Educação superior habilita o campo Escolaridade
completa do caso.
9. Ignorado
10. Não se aplica

Revisado em Novembro/2018.
Número do cartão do Sistema
15. Nº. Cartão
nu_cartao_sus varchar2(15) Único de Saúde (SUS) do ID_CNS_SUS
SUS
paciente
16. Nome da Nome completo da mãe do
no_nome_mae varchar2(60) Campo Essencial NM_MAE_PAC
mãe paciente (sem abreviações)
Campo Obrigatório se
residente no Brasil.

Sigla da Unidade Federada de Ao digitar sigla da UF, o campo


Tabela com Códigos e siglas residência do paciente por País é preenchido
17. UF co_uf_residencia varchar2(2) padronizados pelo IBGE (tabela ocasião da notificação. A sigla automaticamente com “Brasil”. SG_UF
municipi.dbf) é uma variável que está
associada ao código na tabela. Se nenhuma UF for
selecionada, o sistema pula
automaticamente para seleção
de outro país que não o Brasil.
Sigla da Unidade Federativa
onde está localizada a unidade
de saúde (ou outra fonte
notificadora) que realizou a
notificação. A sigla é uma
variável que está associada ao
código na tabela.
Campo Obrigatório quando
UF é digitada.

São exibidos somente os


Municípios pertencentes à UF
Código do município de
selecionada no campo anterior.
18. Município co_municipio_res Tabela com Códigos e nomes residência do caso notificado.
varchar2(6) ID_MN_RESI
de residência idencia padronizados pelo IBGE O nome está associado ao
Permite digitação do nome do
código na tabela de municípios.
município ou do código IBGE.

Quando digitado o nome, o


código é preenchido
automaticamente e vice-versa.
Regional de saúde onde está Sistema relaciona o campo
Campo com código da regional
(campo localizado o município de município de notificação com o
varchar2(4) de saúde da tabela de ID_RG_RESI
interno) residência do paciente por campo regional da tabela de
município do sistema
ocasião da notificação municípios
19. Distrito co_distrito_reside varchar(9) Códigos e nomes padronizados Nome e respectivo código do Campo Essencial ID_DISTRIT

Revisado em Novembro/2018.
ncia segundo Tabela disponibilizada distrito de residência do
pelo sistema para paciente por ocasião da Filtra apenas os distritos
cadastramento pelo gestor notificação. pertencentes ao Município
municipal do Sinan selecionado no campo anterior.

Retirada observação.
Código do bairro de residência
do paciente por ocasião da Campo Essencial
notificação.
co_bairro_reside Códigos seqüenciais da tabela ID_BAIRRO
20. Bairro number(8) Serão exibidos apenas os Se existir bairro cadastrado
ncia de localidade
Bairros pertencentes ao será gravado o código do bairro
Município selecionado no no banco.
campo anterior.

Se o bairro não estiver


cadastrado na tabela
municipal do Sinan será
20. Nome do no_bairro_reside
varchar2(60) Nome do bairro de residência gravado o nome digitado no NM_BAIRRO
Bairro ncia
campo Bairro e não será
gravado nenhum código.

Campo Essencial
Identificação do tipo (avenida,
Tipo e nome do logradouro rua, travessa, etc.) título e
21. Se o logradouro for de
digitado na entrada de dados nome do logradouro
Logradouro co_logradouro_re município diferente do
number(8) ou, se disponível selecionado Dados do endereço de ID_LOGRADO
(rua, sidencia município de residência, será
em tabela de logradouros do residência do paciente por
avenida...) gravado o nome digitado no
município (código e descrição) ocasião da notificação
campo e não será gravado
nenhum código.
Identificação do tipo (avenida,
rua, travessa, etc.) título e
Campo Essencial
nome do logradouro
varchar2(60) Descrição digitada quando não NM_LOGRAD
varchar2(60) Dados do endereço de
há tabela no sistema. Esse campo será digitado O
residência do paciente por
quando não houver Logradouro
ocasião da notificação (av., rua,
etc.).
Nº. do logradouro (nº. da casa
ou do edifício)
22. Número do
nu_residencia varchar2(6) Dados do endereço de Campo Essencial NU_NUMERO
logradouro
residência do paciente por
ocasião da notificação

Revisado em Novembro/2018.
Complemento do logradouro
23. (ex. Bloco D, apto. casa, etc.) NM_COMPLE
ds_complemento
Complemento varchar2(30) Dados do endereço de Campo Essencial M
_residencia
do logradouro residência do paciente por
ocasião da notificação
Selecionado em tabela de
localidade (código e descrição)
Tabela com Códigos e nomes
padronizados segundo Tabela
24. Geo co_geo_campo_ Campo para Geo-
number(8) disponibilizada pelo sistema ID_GEO1
campo 1 1 Referenciamento
para importação pelo gestor
municipal do Sinan de tabela
georeferenciada

Selecionado em tabela de
localidade (código e descrição)

Tabela com Códigos e nomes


25. Geo co_geo_campo_ padronizados segundo Tabela Campo para Geo-
number(8) ID_GEO2
campo 2 2 disponibilizada pelo sistema Referenciamento
para importação pelo gestor
municipal do Sinan de tabela
georeferenciada

Ponto de referência para


26. Ponto de ds_referencia_re
varchar2(70) facilitar a localização da Campo Essencial NM_REFEREN
referencia sidencia
residência do paciente
27. CEP de nu_cep_residenci
varchar2(8) CEP de residência do paciente. Campo Essencial NU_CEP
residência a
nu_ddd_residenci Código de residência do
28. (DDD) varchar2(2) Campo Essencial NU_DDD_TEL
a paciente
nu_telefone_resi Telefone de residência do
28. Telefone varchar2(9) Campo Essencial NU_TELEFON
dencia paciente
1. urbana
tp_zona_residenc 2. rural Zona de residência do paciente
29. Zona varchar2(1) Campo Essencial CS_ZONA
ia 3. periurbana por ocasião da notificação
9. ignorado
Campo Obrigatório
30. País (se
co_pais_residenc Tabela com código e descrição País onde residia o paciente
residente fora varchar(4) Se UF for digitada este campo ID_PAIS
ia de paises. por ocasião da notificação
do Brasil) é preenchido automaticamente
com “Brasil”.

Revisado em Novembro/2018.
Categorias de 1 e 2 atribuídas
pelo usuário do sistema na
rotina de duplicidade para
identificar duplicidades que não
devem ser listadas no relatório
0 ou branco – Não identificado de duplicidade ou não devem
Não Listar/ 1 – Não é duplicidade (não ser computadas na incidência
tp_duplicidade varchar2(1) Identifica duplicidade NDUPLIC_N
Não Contar listar) do agravo.
2 – Duplicidade (não contar)
Quando o registro estava
marcado para não listar e
retornou para a rotina de
duplicidade, é atribuída a
categoria 0.
Categoria 1 atribuída pelo
Indica se a notificação foi
sistema após vinculação de
Vinculação st_vincula varchar2(1) 0 ou branco – Não Vinculado vinculada IN_VINCULA
notificações de hanseníase ou
1 – Vinculado
tuberculose.

DADOS DA INVESTIGAÇÃO PARA AGRAVOS: “NOTIFICAÇÃO / CONCLUSÃO”

Obs: para os agravos que possuem investigação, seguir o dicionário específico do agravo.
Campo Obrigatório
31-Data da data de início da investigação
dt_investigacao date dd/mm/aaaa DT_INVEST
investigação do caso.
Data = > data da notificação
Campo Obrigatório quando o
tp_classificacao_f Classificação final do caso
32-Classificação final varchar2(2) Anexo I campo data de encerramento CLASSI_FIN
inal após investigação.
estiver preenchido.
Critério utilizado para
33-Critério tp_criterio_confir Campo Essencial
varchar2(2) Anexo I confirmação ou descarte do CRITERIO
confirmação macao
caso notificado.
34-O caso é Tp_autoctone_re Varchar2(1) 1 – Sim Indica se o caso é autóctone Campo Obrigatório se campo TPAUTOCTO

Revisado em Novembro/2018.
Autóctone de sidencia 2 – Não do município de residência. classificação final=1(confirmado)
residência? 3 – Indeterminado
Se o campo for preenchido com
1 (sim), o sistema preenche
automaticamente os campos de
autoctonia (UF, País e Município
provável da fonte de infecção)
com os valores registrados nos
campos da notificação e habilita
para o usuário preencher os
campos distrito e bairro (se país
de residência não for Brasil, a
UF e município de infecção
podem ficar em branco).

Se o campo for preenchido com


2 (Não), o sistema habilita para
o usuário preencher todos os
campos de autoctonia (UF, País
e Município, distrito e bairro
provável da fonte de infecção).

Se o campo for preenchido com


3 (Indeterminado), pular os
campos de autoctonia (UF, País,
Município, Distrito e Bairro
provável da fonte de infecção).

Campo habilitado se
classificação final= 1 ou null.

Quando a classificação final for


preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados

Retirada observação.
Campo Obrigatório se país de
Tabela com siglas e Sigla da unidade federada infecção= Brasil e se campo
35-UF (provável da
co_uf_infeccao varchar2(2) código padronizados onde o paciente foi classificação final=1(confirmado) COUFINF
fonte de infecção)
pelo IBGE provavelmente infectado.
Se o campo (O caso é autóctone

Revisado em Novembro/2018.
do município de residência) for =
1 (sim), o sistema preenche
automaticamente com a UF de
residência do caso, se o país de
residência for Brasil.

Campo habilitado se
classificação final= 1 ou null..

Quando a classificação final for


preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados

Retirada observação.
Campo Obrigatório se campo
classificação final=1(confirmado)

Se o campo (O caso é autóctone


do município de residência) for =
1 (sim), preencher
automaticamente com o País de
residência do caso.
36-País (provável da Tabela com código e País onde o paciente foi
co_pais_infeccao varchar(4) COPAISINF
fonte de infecção) descrição de paises. provavelmente infectado. Campo habilitado se
classificação final= 1 ou null.

Quando a classificação final for


preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados

Retirada observação.
Campo Obrigatório se país de
infecção = Brasil e se campo
Código do município onde o classificaçãofinal=1(confirmado)
Tabela com Códigos
37-Município paciente foi provavelmente
co_municipio_inf e nomes
(provável da fonte de varchar2(6) infectado. O nome está Se o campo (O caso é autóctone COMUNINF
eccao padronizados pelo
infecção) associado ao código na do município de residência do
IBGE
tabela de municípios. caso) for = 1 (sim), o sistema
preenche automaticamente com
o Município de residência do

Revisado em Novembro/2018.
caso.

Campo habilitado se
classificação final= 1 ou null.

Quando a classificação final for


preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados

Retirada observação.
Campo Essencial
Tabela com Códigos
e nomes Campo habilitado se
padronizados classificação final= 1 ou null.
Código do Distrito provável
segundo Tabela
38-Distrito co_distrito_infecc de Infecção do caso. O nome
varchar2(4) disponibilizada pelo Quando a classificação final for CODISINF
(provável de infecção) ao está associado ao código em
sistema para preenchida com 2(descartado)
tabela
cadastramento pelo os dados desse campo são
gestor municipal do automaticamente apagados
Sinan.
Retirada observação.
Campo Essencial

Se o bairro não estiver na tabela


de distrito provável de
infecção do município provável
de infecção, será gravado o
Tabela Códigos e
nome digitado no campo Bairro e
nomes padronizados
não será gravado nenhum
segundo Tabela
código.
39-Bairro (provável de co_bairro_infecca disponibilizada pelo Código do bairro provável de
number(8) CO_BAINFC
infecção) o sistema para Infecção do caso
Campo habilitado se
cadastramento pelo
classificação final= 1 ou null.
Gestor municipal do
Sinan
Quando a classificação final for
preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados

Retirada observação.
39-Nome do bairro no_bairro_infecc varchar2(60) Nome do bairro provável de Se o bairro não estiver NOBAIINF

Revisado em Novembro/2018.
ao infecção do caso. cadastrado na tabela municipal
do Sinan será gravado o nome
digitado no campo Bairro e não
será gravado nenhum código.

Campo habilitado se
classificação final= 1 ou null.

Quando a classificação final for


preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados

Retirada observação.
Campo Essencial

Campo habilitado se
classificação final= 1 ou null.
40-Doença 1 – Sim
st_doenca_trabal Indica se a doença esta ou
relacionada ao varchar2(1) 2 – Não Quando a classificação final for DOENCA_TRA
ho não relacionada ao trabalho
trabalho 9 – Ignorado preenchida com 2(descartado)
os dados desse campo são
automaticamente apagados.

Retirada observação.
Campo Essencial

Campo habilitado se
Classificação final=1, 2 ou null.
tp_evolucao_cas
41-Evolução do caso varchar2(1) Anexo I Evolução do caso EVOLUCAO
o
Não permite a opção óbito pelo
agravo notificado se
classificação final= 2 ou null.

Campo> = data dos primeiros


sintomas.
DT_OBITO
42-Data de óbito dt_obito Date Dd/mm/aaaa Data de óbito Campo habilitado se campo
evolução= 2 ou 3.

Retirada observação.
43-Data de dt_encerramento date Dd/mm/aaaa Data do encerramento

Revisado em Novembro/2018.
encerramento Campo Obrigatório se a DT_ENCERRA
classificação final estiver
preenchida.

Campo> = data da investigação.

CAMPOS INTERNOS DE ROTINA DO SISTEMA


ds_chave_fonetic Primeiro e último nomes do FONETICA_N
Chave fonética varchar2(70)
a paciente concatenados.
Esse código
Nome do paciente criptografa o nome
Descrição do
ds_soundex varchar2(70) criptografado através do do paciente, de SOUNDEX
soundex
método Soundex acordo com o código
soundex
Preenchida
automaticamente na
Data de Digitação da primeira
digitação da ficha
Data de digitação dt_digitacao date Dd/mm/aaaa inclusão da notificação no DT_DIGITA
Não é atualizada se
sistema.
houver alterações de
dados na notificação
Data de Transferência do Preenchida quando a
Data de transferência registro da Unidade de Saúde unidade de saúde
dt_transf_us date Dd/mm/aaaa DT_TRANSUS
da unidade de saúde para do nível superior do realizar a
sistema. transferência
Data de Transferência do
Preenchida quando o
Data de transferência registro do Distrito Municipal
dt_transf_dm date Dd/mm/aaaa distrito realizar a DT_TRANSDM
do distrito municipal para do nível superior do
transferência
sistema.
Data de Transferência do
Preenchida quando a
Data de transferência registro da secretaria municipal
secretaria municipal
da secretaria dt_transf_sm date Dd/mm/aaaa para do nível superior do DT_TRANSSM
de saúde realizar a
municipal de saúde sistema.
transferência
Data de Transferência do Preenchida quando a
Data de transferência registro da Regional Municipal regional municipal
dt_transf_rm date Dd/mm/aaaa DT_TRANSRM
da regional municipal para do nível superior do realizar a
sistema. transferência
Data de Transferência do Preenchida quando a
Data de transferência registro da Regional de Saúde regional de saúde
dt_transf_rs date Dd/mm/aaaa DT_TRANSRS
da regional de saúde para do nível superior do realizar a
sistema. transferência

Revisado em Novembro/2018.
Data de Transferência do Preenchida quando a
Data de transferência
registro da Secretaria Estadual secretaria estadual
da secretaria estadual dt_transf_se date Dd/mm/aaaa DT_TRANSSE
para do nível superior do de saúde realizar a
de saúde
sistema. transferência
Identifica o Lote da
Preenchida quando
Número do lote Descrever aqui a estrutura da transferência da notificação um
nu_lote_vertical varchar2(7) realizada NU_LOTE_V
vertical composição do número do lote. nível do sistema para outro
transferência vertical
(transferência vertical)
Identifica do Lote da
Preenchida quando
transferência de registros
Número do lote nu_lote_horizont Descrever aqui a estrutura da realizada
varchar2(7) dentro de um mesmo nível do NU_LOTE_H
horizontal al composição do número do lote. transferência
sistema (transferência
horizontal
Horizontal)
Categoria 1 atribuída
Identifica se o registro está manualmente ou
0 - Não habilitado ou foi enviado pelo automaticamente
Fluxo de retorno tp_fluxo_retorno varchar2(1) 1 - habilitado para envio. fluxo de retorno para o Pelo sistema CS_FLXRET
2 - enviado município de residência categoria 2 atribuída
exclusivamente pelo
sistema.
Atribuído pelo
sistema na rotina de
recebimento do fluxo
Recebida por fluxo de Colocar a estrutura do nº
Identifica se o registro foi de retorno, utilizada
retorno tp_fluxo_retorno varchar2(1) atribuído pelo sistema FLXRECEBI
recebido pelo fluxo de retorno para resgatar casos
(campo interno)
notificados fora do
município de
residência.
O sistema preenche
automaticamente
Identifica em qual com o mesmo dado
Corresponde ao código de
Identificação do micro ds_identificador_r microcomputador foi digitado o que está no campo
varchar(50) instalação do sistema: código do IDENT_MICR
(campo interno) egistro registro por ocasião de sua 1ª correspondente ao
município (6 dígitos)
inclusão no Sinan código de instalação
atribuído pelo gestor
do sistema.
Identifica se o registro é
Identifica migração
st_importado varchar2(1) 1- migrado do Sinan Windows oriundo da rotina de migração MIGRADO_W
(campo interno)
da base Windows.

LEGENDA:

Revisado em Novembro/2018.
Varchar – campo caracter (permite digitação de letra ou número)
Number ou numeric – campo numérico
Date – campo data

Revisado em Novembro/2018.
1.1. RQ003 – Preenchimento Acompanhamento de Hanseníase e Tuberculose.

Para as notificações de Hanseníase e Tuberculose, alguns campos da ficha de acompanhamento serão inseridos automaticamente através dos campos localizados na
notificação e investigação do agravo.

Notificação/Investigação Acompanhamento
Município de Notificação Município de Atendimento Atual
Unidade de Saúde Notificadora Unidade de Saúde Atual
Número da Notificação Número da Notificação Atual
Data da Notificação Data da Notificação Atual
Município de Residência (Hanseníase) Município de Residência Atual (Hanseníase)
Cep (Residência) (Hanseníase) Cep (Hanseníase)
Distrito (Residência) (Hanseníase) Distrito de Residência Atual (Hanseníase)
Bairro (Residência) (Hanseníase) Bairro de Residência Atual (Hanseníase)
Data do Início do Tratamento Atual (Hanseníase) Data do último comparecimento (Hanseníase)
Classificação Operacional (Hanseníase) Classificação Operacional Atual (Hanseníase)
Essencial Importante  Desejável

1.2. RQ004 – Exclusão de Notificação Individual

Ao se excluir uma notificação individual, deve-se, além de excluir o registro corrente, incluí-lo como uma notificação de exclusão, na tabela de exclusões, para que,
numa próxima transferência, este registro seja excluído também nos níveis superiores.

Revisado em Novembro/2018.
Falta concluir revisão

ANEXO I
CORRESPONDÊNCIA DOS CAMPOS CLASSIFICAÇÃO FINAL, CRITÉRIO DE CONFIRMAÇÃO E EVOLUÇÃO.
Verificar qual código padrão para inconclusivo, SW =8

AGRAVO CLASSIFICAÇÃO FINAL CRITÉRIO DE CONFIRMAÇÃO EVOLUÇÃO


1-Alta com conversão sorológica (Especificar
vírus:_______________)
2-Alta sem conversão sorológica
Acidente de trabalho – 3-Alta paciente fonte negativo
Exposição a material 1- Confirmado(*) 4- Abandono
biológico 5- Óbito por acidente com exposição à
material biológico
6- Óbito por Outra Causa
9- Ignorado
1 – Cura
2 – Incapacidade temporária
3 – Incapacidade parcial permanente
Acidente de Trabalho – 4 – Incapacidade total permanente
1- Confirmado(*)
Grave 5 – Óbito por acidente de trabalho grave
6 – Óbito por outras causas
7- Outro
9 – Ignorado
100- CDC adaptado
1- Confirmado (*) 1 - Vivo
300- Rio de Janeiro/ Caracas
2 - Óbito por Aids
Aids Adulto 600- Critério Óbito
2- Descartado ( se 3 - Óbito por outras causas
900- Descartado.
tp_criterio_confirmacao= 900) 9 - Ignorado
100- CDC adaptado 1 - Vivo
1- Confirmado(*)
300- Rio de Janeiro/ Caracas 2 - Óbito por Aids
Aids Criança 600- Critério Óbito 3 - Óbito por outras causas
2- Descartado (se critério de
900- Descartado. 4 – Transferência para outro município ???
confirmação=900)
9 - Ignorado
1-Cura
1 - Leve
2-Óbito por acidentes por animais
2 – Moderado
Animais Peçonhentos peçonhentos
3 - Grave
3-Óbito por outras causas
9 - Ignorado
9-Ignorado
Atendimento Anti-rábico 1- Confirmado (*)
1. Confirmado 1. Laboratorial 1-Cura
Botulismo
2. Descartado 2. Clínico-epidemiológico 2-Óbito por botulismo

Revisado em Novembro/2018.
8. Inconclusivo (**) 3- Óbito por outras causas
9- Ignorado
1-Vivo
1. Confirmado 1. Laboratorial
2-Óbito por doença de Chagas aguda
Doença de Chagas 2. Descartado 2. Clínico-epidemiológico
3-Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**) 3. Clínico
9-Ignorado
1 - Cura
1. Confirmado 1 - Laboratorial
2 - Óbito por cólera
Cólera 2. Descartado 2 - Clínico-Epidemiológico
3 - Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**)
9 – Ignorado
1 - Cura
1. Confirmado 1. Laboratorial
2 - Óbito por coqueluche
Coqueluche 2. Descartado 2. Clínico-epidemiológico
3 - Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**) 3. Clínico
9 – Ignorado
5. Descartado 1-Cura
10. Dengue 1. Laboratorial 2- Óbito por dengue
Dengue 11. Dengue com sinais de alarme 2. Clínico-epidemiológico 3- Óbito por outras causas
12. Dengue grave 3. Em investigação 4 – Óbito em investigação
13. Chikungunya 9- Ignorado
1-Cultura c/ Prova de Toxigenicidade
1 - Cura com Sequela
2-Cultura s/ Prova de Toxigenicidade
1. Confirmado 2 - Cura sem Sequela
3-Clínico-Epidemiológico
Difteria 2. Descartado 3 - Óbito por difteria
4-Morte Pós Clínica Compatível
8. Inconclusivo (**) 4 - Óbito por outras causas
5-Clínico
9 – Ignorado
6-Necrópsia
1-Sem evidência da doença (remissão
completa)
2-Remissão parcial
3-Doença estável
Doença Relacionada ao 4-Doença em progressão
1- Confirmado (*)
Trabalho - Câncer 5-Fora de possibilidade terapêutica
6-Óbito por câncer relacionado ao trabalho
7-Óbito por outras causas
8-Não se aplica
9-Ignorado
1- Cura
2- Cura não confirmada
Doença Relacionada ao 3- Incapacidade Temporária
Trabalho– Dermatoses 1- Confirmado (*) 4- Incapacidade Permanente Parcial
Ocupacionais 5- Incapacidade Permanente Total
6- Óbito por doença relacionada ao trabalho
7- Óbito por Outra Causa

Revisado em Novembro/2018.
8- Outro
9- Ignorado
1- Cura
2- Cura não confirmada
3- Incapacidade Temporária
4- Incapacidade Permanente Parcial
Doença Relacionada ao
1- Confirmado (*) 5- Incapacidade Permanente Total
Trabalho - LER
6- Óbito por doença relacionada ao trabalho
7- Óbito por Outra Causa
8- Outro
9- Ignorado
1- Cura
2- Cura não confirmada
3- Incapacidade Temporária
4- Incapacidade Permanente Parcial
Doença Relacionada ao
1- Confirmado (*) 5- Incapacidade Permanente Total
Trabalho - PAIR
6- Óbito por doença relacionada ao trabalho
7- Óbito por Outra Causa
8- Outro
9- Ignorado
1- Cura
2- Cura não confirmada
3- Incapacidade Temporária
Doença Relacionada ao 4- Incapacidade Permanente Parcial
Trabalho - 1- Confirmado (*) 5- Incapacidade Permanente Total
Pneumoconioses 6- Óbito por doença relacionada ao trabalho
7- Óbito por Outra Causa
8- Outro
9- Ignorado
1- Cura
2- Cura não confirmada
3- Incapacidade Temporária
Doença Relacionada ao
4- Incapacidade Permanente Parcial
Trabalho - Transtornos
1- Confirmado (*) 5- Incapacidade Permanente Total
Mentais Relacionados
6- Óbito por doença relacionada ao trabalho
ao Trabalho
7- Óbito por Outra Causa
8- Outro
9- Ignorado
1-Cura
1 – Confirmado 2- Não cura
Esquistossomose
3-Óbito por esquistossomose
4-Óbito por outras causas

Revisado em Novembro/2018.
9-Ignorado
1 - Sarampo 1 – Laboratorial 1-Cura
Doenças 2 - Rubéola 2.- Clínico-epidemiológico 2-Óbito por doenças exantemáticas
Exantemáticas 3 – Descartado 3 – Clínico 3-Óbito por outras causas
8 – Inconclusivo ( **) 4- Data da última dose da vacina 9-Ignorado
1-Cura
Febre por Vírus do Nilo 2-Óbito por FNO
? ?
Ocidental 3-Óbito por outras causas
(não tem 9-Ignorado na ficha)
1 - Febre Amarela Silvestre
1-Cura
2 - Febre Amarela Urbana
1 – Laboratorial 2-Óbito por febre amarela
Febre Amarela 3 - Descartado
2 - Clínico-Epidemiológico 3- Óbito por outras causas
(especificar_________________)
9-Ignorado
8 – Inconclusivo ( **)
1-Cura
1 – Confirmado
1 – Laboratorial 2-Óbito por febre tifóide
Febre Tifóide 2 – Descartado
2 - Clínico-Epidemiológico 3- Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**)
9-Ignorado
1 - Cura
1 – Confirmado 1- Laboratório
2 - Óbito por febre maculosa
Febre Maculosa 2 – Descartado 2- Clínico-Epidemiológico
3 - Óbito por outra causa
8. Inconclusivo (**) 3- Clínico
9 – Ignorado
Gestante HIV 1. Confirmado (*)
1. Confirmado (*) 1 - Cura
Hanseníase 2- Descartado ( se o campo tp_ 2 - Óbito
administiva = 5 erro diagnostico) 3 - Transferência para outro País.
1 - Cura
1- Confirmado
1 – Laboratorial 2 - Óbito por hantavirose
Hantavirose 2 – Descartado
2 - Clínico-Epidemiológico 3 - Óbito por outra causa
8. Inconclusivo (**)
9 – Ignorado
1 - Confirmação laboratorial
2 - Confirmação clínico-
1- Laboratorial (se campo tp_classificação_
epidemiológico
final = 1
3 - Descartado
Hepatites Virais 2- Clínico-Epidemiológico se
4- Cicatriz sorológica
tp_classificação_final = 2 confirmação
8- Inconclusivo (confirmar nº desta
vinculo_ epidemiológico.
categoria)

1- Influenza por novo subtipo viral 1- Cura


Influenza Humana por
2- Outro agente infeccioso 1- Laboratorial 2- Óbito por influenza (não deveria ser por
novo subtipo
3- Descartado 2- Clínico-Epidemiológico novo subtipo?)
(pandêmico)
4- Inconclusivo 3- Óbito por outras causas

Revisado em Novembro/2018.
9- Ignorado
1 - Intoxicação confirmada 1 - Cura sem sequela
2 - Só Exposição 2 - Cura com sequela
1 - Clínico laboratorial
3 -Reação Adversa 3 - Óbito por intoxicação exógena
Intoxicação Exógena 2 - Clínico epidemiológico
4 -Outro Diagnóstico 4 - Óbito por outra causa
3- Clínico
5 -Síndrome de abstinência 5-Perda de seguimento
9 -Ignorado 9-Ignorado
1 - Cura
1 – Confirmado 1 - Laboratorial 2 - Abandono
LV 2 – Descartado 2 -Clinico-Epidemiologico 3 - Óbito por LV
8 – Inconclusivo ( **) 3- Inconclusivo (**) 4- Óbito por outras causas
5 – Transferência
1 - Cura
1 – Confirmado
1 - Clínico laboratorial 2 - Óbito por leptospirose
Leptospirose 2 – Descartado
2 - Clínico epidemiológico 3 - Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**)
9 – Ignorado
1-Cura
1- Confirmado (*) 2-Abandono
2- Descartado ( se 1 - Laboratorial 3-Óbito por LTA
LTA
fp_evolucao_caso = 6 mudança de 2 -Clinico-Epidemiologico 4-Óbito por outras causas
diagnostico. 5-Transferência
6-Mudança de diagnóstico
1- Confirmado se campo resultado
do exame ≠ 1 negativo
Malária 2- Descartado se campo resultado 1- Laboratorial.
do exame = 1. negativo.
8 – Inconclusivo ( **) ????????
1 - Cultura
2 - CIE
3 - Ag. Látex
4 - Clínico 1 - Alta
1 – Confirmado
5 - Bacterioscopia 2 - Óbito por meningite
Meningite 2 – Descartado
6 - Quimioatológico 3 - Óbito por outra causa
8. Inconclusivo (**)
7 - Clínico-Epidemiológico 9 – Ignorado
8- Isolamento Viral
9- PCR - Viral
10 - Outra Técnica Laboratorial
1 - Laboratorial 1 - Cura
1 - Confirmado
2 – Clínico-Epidemiológico 2 - Óbito por peste
Peste 2 – Descartado
3 - Clínico 3 - Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**)
9 – Ignorado
PFA/Poliomielite 1-Confirmado Póliovirus Selvagem Critério de classificação (!) 1-Cura com sequela

Revisado em Novembro/2018.
2-Compatível 1- Laboratorial 2-Cura sem sequela
3-Associado à vacina 2- Clínico-Epidemiológico 3-Óbito por PFA/Pólio
4-Descartado 3- Perda de seguimento 4-Óbito por outras causas
5- Confirmado PVDV 3- Óbito 9-Ignorado
6- Inconclusivo 5- Evolução
1 - Laboratório
1- Confirmado
2 - Óbito com Clínica Compatível + Vínculo
Raiva 2- Descartado.
Epidemiológico
8. Inconclusivo (**)
3 - Evolução Clínica Incompatível
1- Confirmado (*)
1 - Vivo
2 - Óbito por Sífilis congênita
Sífilis Congênita OBS: O sistema não permite ?
3 – Óbito por outra causa
incluir casos que não atendam aos
9- Ignorado.
critérios de definição de caso.
Sífilis em Gestante 1. Confirmado (*)
1 - Confirmado 1 - Laboratorial 1 – Alta
Síndrome da Rubéola 2 - Infecção Congênita 2 - Clínico 2 - Óbito por SRC
Congênita 3 – Descartado 9 - Ignorado 3 - Óbito por outras causas
4- Inconclusivo ? 9 –Ignorado
1 - Cura
2 - Abandono
1- Confirmado (*) 3 - Óbito por Tuberculose
Tuberculose 2- Descartado se tp_encerrado= 4 - Óbito por outras causas
5. mudança de diagnóstico. 5- Transferência
6- Mudança de Diagnóstico
7- TB multiresistente
1- Cura
1 - Confirmado
2- Óbito por tétano acidental
Tétano Acidental 2 – Descartado
3-Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**)
9- Ignorado
1- Cura
1 - Confirmado
2- Óbito por tétano neonatal
Tétano Neonatal 2 – Descartado
3-Óbito por outras causas
8. Inconclusivo (**)
9- Ignorado

* Categoria atribuída pelo sistema ao incluir notificação no sistema.


** Categoria atribuída pelo sistema quando ultrapassado o prazo para investigação oportuna desse agravo ( ver prazo no manual de Normas e rotinas do SINAN)

Revisado em Novembro/2018.