Você está na página 1de 1

LÍNGUAS

PORTUGUÊS

“Melting pot”- o caldeirão de culturas


Por Ana Paula Mana (Professora de Português)
Como se pode entrever, a
diversidade cultural é imensa. E
não se trata só de “pôr a falar”
português, é explicar uma língua,
uma cultura - enfim a nossa
“portugalidade”. É compreender
que muito mais do que uma assi-
milação linguística e cultural, é
aceitar que diferentes culturas se
misturem, mas permaneçam dis-
tintas.

A
E como se diz por aí: “Ai Jesus,
minha mãe”! (o que, pensando Biblioteca da Escola Secundária
bem…é algo que os budistas não porque todos os anos monta um
disciplina de Portu- percebem porque não descodifi- presépio típico do Algarve e faz
guês Língua não cam a referência a “Jesus”). uma mostra de livros sobre esta
Materna (mais conhecida por Então que fazer? Como é que vou época festiva. Fizemos uma visita
P.L.N.M.) tem, este ano, como explicar porque existem férias de guiada por mim e pela coordena-
universo oito nacionalidades Natal e o que é o Natal? -“Valha- dora Ana Cristina Matias, que foi
diferentes que abarcam desde a me a Nossa Senhora!”-oops !!! muito apreciada.
Ásia, com o Nepal, a Índia e o Então, lá tentei contar a história Além disso, o que fez um
Bangladesh; passando pela Amé- do menino Jesus. Tentei… (É sucesso enorme foi termos apro-
rica, com o México e a Venezue- como contar a História de Portu- veitado a visita para fazer os nos-
la, até à Europa, com a Alema- gal em cinco minutos). sos postais de Natal e espalhá-los
nha, Itália e Irlanda. O que me valeu mesmo foi a por toda a biblioteca!

Encontro com o escritor David Machado


Por António Alves (Professor de Português)

A
tema do bullying. Foi uma leitura
muito expressiva que captou a
atenção e o interesse dos alunos,
convite da Rede de sobretudo devido à similitude
Bibliotecas de Tavi- entre as experiências vividas pela
ra, o escritor David Machado des- personagem do livro e as vivên- Alexandre Teixeira, Beatriz Rauer e Waiaria
locou-se à Escola Secundária, a cias de alguns jovens, nos dias de Viljoen (12.º E) à conversa com David Machado..
17 de outubro de 2019, para hoje. De seguida, houve um diá-
apresentar os seus livros e trocar logo entre o autor e os alunos A Biblioteca ESJAC tem duas
algumas ideias com os nossos sobre este tema, tão atual. obras deste autor recomendado
alunos sobre os mesmos. No final, houve ainda oportu- pelo Plano Nacional de Leitura:
Depois de uma breve apresen- nidade para os presentes, alunos Índice Médio de Felicidade
tação da vida e obra do autor, do 10.º TGPSI e 12.º A1, C1 e E, (2013), que recebeu o Prémio da
David Machado leu um excerto colocarem algumas questões ao União Europeia para a Literatura
do seu livro Deixem Falar as autor, sobretudo relacionadas em 2015 e o Prémio Salerno
Página 22 Pedras, onde é com a sua atividade enquanto Libro d’Europa em 2016, e Debai-
abordado o escritor. xo da Pele (2017).

Você também pode gostar