Você está na página 1de 6

INVESTIGADOR : UM ARQUITETO

ORA (DIREIS) OUVIR ESTRELAS!


É preciso ouvir os sonhos, Olavo Bilac
as inquietudes que pulsam
e nos colocam a caminho... “Ora (direis) ouvir estrelas!Certo
perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
ousando, que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
construindo, e abro as janelas, pálido de espanto...
acertando,
olhando para trás e, E conversamos toda a noite, enquanto
tanta vezes a via láctea, como um pálio aberto,
desconstruindo, cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
reconstruindo, inda as procuro pelo céu deserto.
mas sempre caminhando!
Direis agora: “Tresloucado amigo!
O que é um investigador Que conversas com elas? Que sentido
senão um arquiteto de sua obra? tem o que dizem, quando estão contigo?”

Na dúvida, E eu vos direi: “Amai para entendê-las!


investiga. Pois só quem ama pode ter ouvido
Na lógica singular, capaz de ouvir e entender as estrelas.”
reacende o poder da ciência
de avançar o mundo

Cada degrau :
pensado,
revestido de substratos
que fundamentam seu desenho.
Que as estrelas sejam nossas inquietações
Define o estilo, que escutam o silencioso pulsar das nossas dúvidas e
ousa no diferente, nos deixem no caminho intrigante
olha agora para a frente: da investigação ...
sua obra permite
novas luzes no horizonte.

Da arte à praticidade,
do sonho à verificabilidade...

O que é um investigador
senão um vendedor de sonhos?

Vende sonhos de uma vida


que não pára nunca
quando o olhar de um investigador
encontra vestígios no caminho
a fomentar desejos de transformar,
e, em caminho, se propõe,
a uma nova obra arquitetar !
Débora Aldyana 9-7-2008

SEMINÁRIO I -MESTRADO EM CIÊNCIAS


DA EDUCAÇÃO -

PROF. JUAN E PROFA. ADRIANA


TURMA II
O SEMEADOR
Semeia sempre.
Sem pensar em que solo
suas sementes tocarão.

Semeia
sem se preocupar com o vento,
sem temer a seca,
as pedras,
os espinhos.

Semeia sempre.
Semeia seus sonhos
e sua experiência.
Sabe que suas sementes
têm procedência.

Sementes de tantas espécies:


conhecimento científico,
amor,
aprofundamento no saber,
fraternidade,
cidadania,
amizade,
fé e respeito.

Semeia sempre
e suas sementes cruzam os ventos.

E quando resolve olhar para trás


vê as árvores que germinaram.

E quando decide olhar ao redor


percebe as raízes ainda sedentas
de seu exemplo e de sua sabedoria.

E quando levanta os olhos adiante,


sente que o futuro
passou por suas mãos, em seus caminhos.

A primavera floriu no infinito.

O mundo não parou


por causa das mãos
do semeador.

O mundo não parou


porque ele ousou
ser um professor!
Débora Aldyana
ANDANÇAS DE UM PROFESSOR “ EDUCAR TEM TUDO A VER COM
Vim de longe, SEDUÇÃO “
com uma caixinha de dúvidas
e esperanças.Entre elas: Rubens Alves
quero receber tantas coisas!
Não ! “ O EDUCADOR É QUEM CONSEGUE
Quero trocar tantas idéias DESFAZER A RESISTÊNCIA AO
para a construção de novos conhecimentos. PRAZER DO CONHECIMENTO “
Que perfil de professor me aguardará?
Rubens Alves
Pensei em um professor sedutor
que ousaria didáticas a me encantar...

Pensei em um professor agente de


PLANO DE AULA DE UM PROFESSOR
transformação
que me faria pensar em objetivos, meios e
planos Planejar parte
a cruzarem meus caminhos na educação... de um pensar
que olha mais ao longe :
Pensei em um professor facilitador :
ao verbo “ pluriamar ” -
tornaria-me participante,
daria-me a vez de falar, Amar o que se faz
lembrando-me o momento de ouvir e amar a quem se doa.
e indicaria-me a íntima relação do ensino e
aprendizagem... Uma aula,
Pensei em um professor aprendiz: um caminho,
eu poder-lhe-ia também promover tantos passos em uma lição,
enriquecimento curricular - capacidades pressupostas,
valores assomados ao currículo oculto objetivos em execução.
na troca de experiências e saberes...

Pensei em um professor humano : Saberes prévios


sorriria satisfeito em ver desenhando levados em consideração.
em mim competências e habilidades...
Às vezes é preciso voltar
Pensei em um professor artista :
e reacender habilidades
ajudaria-me a descobrir o prazer
de aprender e de conhecer... no processo de educação.

Encontrei -me , então , Às vezes é preciso brincar


Com alguém mais que humano. para mais facilmente codificar
Não lhe importava a riqueza de nomes:
mediador, o que se refina em associação.
questionador,
agente do processo de ensino- aprendizagem O desafio bem à minha frente,
co-participativo , mas um plano de aula sempre em mente:
potencializador de atitudes e valores
o melhor de mim é o aluno que sente!
na minha realidade
que urge transformação da sociedade
com o meu agir e ser , Débora Aldyana
com o meu saber e conviver. 16-7-2008

Felizmente o seu nome e o seu ser


dizia-me mais : ele é um educador!
Débora Aldyana TURMA II DO MESTRADO
12-7-2008 EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

PLANEJAMENTO EDUCACIONAL
PROFESSORA RAMONA ALCARAZ
SER ETERNO APRENDIZ
O que é aprender? “ Aprender é a única coisa de que a mente
Para isso responder nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se
por tantos verbos arrepende.”
há de se passar, Leonardo da Vinci
por tantas etapas
há de se delinear... UM OLHAR SOBRE A APRENDIZAGEM
Mas certamente ( BASEADO NA TEORIA DE ROBERT
havemos de sentir GAGNÉ)
que para aprender
primeiro passamos pelo ser. No meio de tantos olhares
entre teorias cognitivas
Ser humano, único e ímpar e outras comportamentais,
na escala da vida... a aprendizagem
Ser plural na perspectiva de Gagné...
na convivência
e em suas vivências, Que integra aquele conceitos
nas trocas de experiências... amiúde entre os desalinhos
da aprendizagem e seus caminhos.
Ser crescente Uma versão diferente
na dinâmica da vida... de um planejamento processual
Ser discente ou docente... torna esta teoria, na verdade, instrucional.

Não importa... São passos a realizar


Aprender será sempre uma porta na hierarquia da complexidade
de onde se olha para trás : que envolvem motivação,
cada experiência vivida; recepção e atenção;
de onde se olha para o lado: o acesso à memória,
todos as informações este, faz parte da codificação;
que se nos apresentam; há retenção e recordação,
de onde se olha para a frente: e ainda a generalização;
os conhecimentos que construímos, ao desempenho se segue
acumulados e modificando-se finalmente a afirmação.
para transformar
o que penso, O alcance do aprendizado
o que sou, se manifesta com mudanças
onde vivo! das capacidades do indivíduo,
que primeiramente mudou
Como eu aprendo? seu estado interior
Não importa a forma... ao seguir ,do educador, a instrução
tão pessoal e com o ambiente externo
no meu jeito de ser, viver a interação.
mas embebida da certeza
de que posso até aprender a aprender Do olhar de Gagné
ao acreditar que trago suas próprias palavras
aprender é uma necessidade constante para expressar o que seja ensinar;
no meu universo de ser humano “significa organizar
de, todo dia, as condições exteriores
verdadeiramente ser. próprias à aprendizagem.”

Ser um eterno aprendiz... E o que dizer e tudo isso ?


Débora Aldyana 15-7-2008 É um olhar,
Aula de Teoria da Aprendizagem - outra opção...
Prof. Carlos Moya à educação que não fica à margem
porque reflete o pulsar contagiante
de quem ousa se entregar
ao ensino por paixão.

Débora Aldyana
É POSSÍVEL FAZER POESIA COM O
APRENDER? “Qualquer idéia que te agrade,
Por isso mesmo ...é tua.
(Quem sabe seja mais fácil O autor nada mais fez que vestir a verdade
fazer poesia com a educação, Que dentro em ti se achava inteiramente
pois mexe com a mais intrigante emoção: nua...”
a que se energiza com paixão.) Mário Quintana

Como produzir saberes


e cantar seus sabores?
“ A única coisa que interfere com o meu
“Aprender é transpirar, aprendizado é a minha educação.”
é ... pessoal”, Albert Einstein
assim como ensinar é encantar,
e encantar-se com o real.

Aquele real que deixará “ Você não pode ensinar nada a um homem,
de ser utopia, você pode apenas ajudá-lo a encontrar a
porque o educador ousou resposta dentro dele mesmo.”
tornar-se ensinante Galileu Galilei
e o aluno
um aprendente,
em trocas perfeitas
na busca de projetos de vida
que geram saber, “ Sentir primeiro, pensar depois.
usando “fantasias pedagógicas Perdoar primeiro, julgar depois.
para intermediar o aprender”. Amar primeiro, educar depois.
Esquecer primeiro, aprender depois.
Caminha-se...
os caminhos de “desenhos tortuosos Libertar primeiro, ensinar depois.
como os rios “ Alimentar primeiro, cantar depois.
à procura da realidade
chegando-lhe “grávido de idéias”... Possuir primeiro, contemplar depois.
Agir primeiro, julgar depois.
É possível fazer poesia com o aprender?
Navegar primeiro, aportar depois.
Se é possível, Viver primeiro, morrer depois.”
mas não é preciso.
É necessário apenas Mário Quintana
encantar-se,
olhar-se,
criar
e amar!

Débora Aldyana DISCIPLINA - TEORIA DA APRENDIZAGEM


17-7-2008 PROFESSOR CARLOS MOYA
( com citações entre aspas das aulas do Prof.
Carlos Moya)

TURMA II DO MESTRADO EM CIÊNCIAS DA


EDUCAÇÃO
PENSANDO EM APRENDIZAGEM

São vários tipos de aprendizagem


que o ser humano vivencia
ao apenas tornar-se um ser humano.

São inúmeras as definições de aprendizagem


em que a visão pessoal delineia
este processo de desenvolvimento
com base na psicologia do ser,
com seu modo de ver,
pensar,,
questionar e
transformar-se.
“Feliz aquele que transfere o que sabe
São distintos paradigmas e aprende o que ensina.”
que inferimos às análises
de respostas individuais
Sobre o que seja aprender
e como aprendo. Cora Coralina

Deverá sempre haver nas entrelinhas


uma visão de conceituar aprendizagem
como um processo dinâmico, global,
pessoal, contínuo, gradativo
e acumulativo
que intensifique a verdade
o ser humano pleno
e eternamente aprendiz.

Da resistência à modificação de idéias,


da aceitação à reflexão,
da construção do novo a partir do velho,
da experiência primeira às seguintes vivências
que a ela nos remetem e nos levam
a um outro agir,
da aquisição do novo à escolha de atitudes,
do apreender ao praticar,
do conhecer ao interagir,
do ajustamento ao meio à sedução
das fronteiras da interpretação.

Que, ao educador,
o processo de aprendizagem
se vista de fantasias
e intenções pedagógicas
para intermediar essa aprendizagem,
certo de que se encontra
sempre e, acima de tudo,
beleza no aprender.

O aprender
que passa,
na dinâmica do viver,
encantando cada ser.
Débora Aldyana