Você está na página 1de 5

Regulamentos

Penetração: Procedimento de descida por instrumentos a ser executado por aeronaves que
chegam em altitudes elevadas.

Artigo 25 do CBAER: amparo legal que rege o SIPAER

Mesmo no período de validade do CHT ou CMA, caso apresente indício comprometedor de


suas aptidões físicas ou teóricas, o titular poderá ser SUBMETIDO A NOVOS EXAMES.

O limite vertical inferior das ROTAS de navegação aérea superiores é indicado nas ENRC. (não é
o limite do espaço aéreo superior)

Quando uma ACFT pousar em um aeródromo que não for o destino e esse dispuser de TWR, a
informação de chegada apresentada pelo piloto àquele órgão ATS deve ser composta de:
IDENTIFICAÇÃO DA AERONAVE, AERÓDROMO DE PARTIDA, AERÓDRO DE DESTINO.

O piloto deve informar ao órgão ATC sempre que houver previsão de variação de TAS de 5%
ou mais do que a declarada no FPL.

Anexo 13 da ICAO – Investigação e Prevenção de acidentes aeronáuticos.

Em AD situado no litoral, sob o eixo da AWY, desprovido de SID e de órgão de Controle, as


subidas deverão ser efetuadas para o lado do mar formando um ângulo de 45 GRAUS COM O
EIXO DA AEROVIA.

A apresentação de uma Notificação de voo é requerida quando for realizado um voo VISUA,
DENTRO DA TMA.

AFIL = plano de voo apresentado em voo. Nesse tipo de FPL o piloto deverá informar no campo
13 o horário REAL DE DECOLAGEM.

Um AFIL deve ser apresentado com antecedência de 10 MINUTOS antes da entrada na área de
controle.

Quando um farol rotativo de um AD estiver ligado entre o nascer e o pôr do sol significa que
nesse AD podem ser realizados VFR ESPECIAL OU IFR.

As atividades de exploração do transporte aéreo regular, não regular ou de serviços


especializados são considerados como serviços PÚBLICOS

Havendo uma emergência, na qual o piloto precise alijar combustível, o comandante deve:
ASSUMIR A RESPONSABILIDADE, REGISTRAR A OCORRÊNCIA NO DIÁRIO DE BORDO E,
CONCLUÍDA A VIAGEM, COMUNICAR À AUTORIDADE COMPETENTE.

Duas aeronaves se aproximando de frente para uma colisão: CADA UMA DEVE ALTERAR O
RUMO PARA A DIREITA.

Item 18 do FPL preenchido com “STS/” significa que a aeronave necessita de tratamento
especial por parte do órgão ATC.

ACFT pode ser autorizada a realizar VFR ESPECIAL quando o voo for realizado COM POUSO NO
AERÓDROMO DE PARTIDA, EM CTR.

ACFT suspeita de interferência ilícita está na fase de ALERTA


RVSV é acima do FL 290 (inclusive)

ACFT sem combustível para pousar em segurança está na fase de PERIGO.

Meteorologia
Nuvens cumuliformes há predominância do gelo do tipo LISO

No HS os ventos ALÍSIOS sopram de SUDESTE, predominantemente de LESTE.

Zero Absoluto na escala Kelvin corresponde à -273°C

O transporte de energia térmica, realizado no sentido vertical é denominado CONVECÇÃO

Nuvens isoladas com textura fibrosa, sem sombra própria, geralmente de cor branca e
frequentemente de um brilho sedoso é CIRRUS.

Ventos de vales: que sobem as encostas de vales profundos durante o dia.

QUESTÃO: Havendo condições para o surgimento do NCC e sabendo-se que a temperatura do


ar e do ponto de orvalho, ambas à superfície, são respectivamente 29 e 21 graus celsius, pode-
se afirmar que a temperatura no referido nível é de:

A)19

B)22

C)20

D)21

QUESTÃO: Calcular a altitude verdadeira com base nos seguintes dados: FL070; temperatura
real, no FL, igual a +11°C; e QNH igual a 1025 HPA.

A)6950 pés

B)7354 pés

C)7050 pés

D)7640 pés

Na passagem de uma frente quente no HS, os ventos frontais predominam de OESTE.

NIMBOSTRATUS pode formar NEVE.

QUESTÃO: Determinar a altitude verdadeira em que se encontra uma ACFT, considerando os


seguintes dados: AP=12000 pés; QNH=1000 HPA e -25°C, no citado nível.

A)11610ft

B)13096ft

C)10842ft

D)12353ft
Teoria de Voo
Os obstáculos são considerados para se executar uma subida com MÁXIMO GRADIENTE

Um dos fatores que afetam o arrasto induzido é o Grande Alongamento da Asa (pensar num
planador)

Se o CG de um avião estiver muito para a frente ele ficará EXCESSIVAMENTE ESTÁVEL


longitudinalmente.

Se o CG de uma AFT estiver muito atrás, o avião apresentará MAIOR MANOBRABILIDADE.

A distância atingida em um voo planado dependerá exclusivamente do ÂNGULO DE PLANEIO e


Altura.

Em relação ao voo horizontal, um avião voando RENTE AO MAR, NECESSITA POUCA


VELOCIDADE.

Referência arbitrária, determinada pelo fabricante, que é utilizada como base para as medidas
longitudinais, com fins de balanceamento da ACFT, denomina-se LINHA DATUM.

Linha imaginária de um aerofólio, sobre a qual ocorre a variação do CP é a CORDA.

Ao se diminuir o ângulo de ataque de um aerofólio de perfil assimétrico, o CP RECUA MAIS


PARA TRÁS.

Comprimento efetivo, corrigido para efeitos de vento e gradiente de RWY, denomina-se


comprimento RETIFICADO.

O enflechamento influencia na estabilidade Lateral e Direcional

Uma ACFT voando com velocidade superior à velocidade do som apresentará ondes de choque
OBLÍQUAS, A PARTIR DO NARIZ DO AVIÃO.

O fluxo transversal da camada limite, numa asa enflechada, escoa DA RAIZ DA ASA EM
DIREÇÃO À PONTA.

Uma ACFT efetuando uma curva próximo ao nível do mar terá o raio limite MÍNIMO.

Conhecimentos Técnicos
Uma das grandezas importantes no controle operacional de um motor a reação e a EGT

Trem de pouso que utiliza amortecedor óleo pneumático, a tesoura tem finalidade de manter
o alinhamento da roda, enquanto a haste se recolhe.

Caso ocorra uma pane no gerador, o relé de corrente reversa atuará, evitando o fluxo de
corrente da bateria para o gerador

Os furos nas paredes da camisa da câmara de combustão dos motores a REAÇÃO servem para
a passagem do AR.

O sistema diretor de voo é basicamente composto pelo ADI e HSI


Compressor Axial em relação ao Centrífugo, tem maior Eficiência e Maior Taxa de Compressão.

Caso a voltagem da bateria seja superior à do gerador, a ligação entre os dois é interrompida,
através do RELÉ DE CORRENTE REVERSO.

A ligação à massa é encontrada nos sistemas elétricos da aeronave, para proporcionar


caminhos de retorno da corrente.

A válvula localizada na parte inferior do filtro de combustível é utilizada para VERIFICAR SE O


COMBUSTÍVEL ESTÁ CONTAMINADO COM ÁGUA.

O componente de um motor a quatro tempos que tem a finalidade de expulsar os gases


queimados, é o PISTÃO.

O óleo utilizado nos motores a reação é de BAIXA VISCOSIDADE.

Nos motores a reação, a energia elétrica que alimenta o indicador de rotação provém do
GERADOR DE TACÔMETRO

SOLENÓIDE é um eletroímã utilizado para acionar mecanicamente um dispositivo qualquer.

Após a partida do motor se o manômetro de óleo não acusar pressão deve-se CORTAR
IMEDIATAMENTE O MOTOR.

Massa de ar necessária para iniciar a partida de um motor TURBO-EIXO é obtida pela rotação
DOS COMPRESSORES, ATRAVÉS DE UM MOTOR DE ARRANQUE.

Nos motores a reação, a atomização do combustível, na câmara, é realizada pelo QUEIMADOR

Eventual diminuição ou flutuação da RPM, sem variação da manete, pode ser causada por um
ESTOL DE COMPRESSOR.

No sistema de PILOTO AUTOMÁTICO, o dispositivo que tem como função enviar sinais ao
amplificar, informando uma determinada condição de voo é o SENSOR

Manômetro que mede PRESSÃO RELATIVA tem como elemento sensível o TUBO DE
BOURDON.

Os anéis de segmento são fixados no PISTÃO

Nos motores a reação, a injeção de líquido, na entrada do compressor causa aumento da


tração porque a TEMPERATURA DO AR DIMINUI.

O DISPARO DA HÉLICE, em um motor que estiver desenvolvendo potência, será mais suscetível
quando a hélice estiver no PASSO CHATO.

Navegação
• Agora calcule a VA de Cruzeiro.

1. Lance na folha de planejamento a elevação do AD de decolagem. Não esqueça de


arredondar para o múltiplo de 500ft mais próximo.

Elevação do Ad 2700ft – arredondar para 2500ft.

2800ft – arredondar para 3000ft


4. Calcule a temperatura no nível de cruzeiro.

– FL 330 = 33.000ft

– Não esqueça de subtrair a elevação do Ad para achar a temperatura no nível de cruzeiro.


(2°C/1000ft)

– O resultado multiplique por 2 e subtraia da temp. no ad.

– Faça a mesma coisa para achar a temperatura no FL de Alternativa, que será lançado na linha
de baixo

– Subtração da elevação do Ad decolagem até o nível de cruzeiro é igual a Quantidade de


subida (Qs). Portanto aproveite para lançar no quadro ao lado.

– Também já coloque a R/S.

– Para achar o tempo de subida (TES) divida a QS pela R/S.

– Não arredonde o resultado, deixe duas casas depois da vírgula.

– Para achar a altitude sobre BGC, some todos o TEV

– TEV X R/S + Elevação real do AD = Altitude sobre o Fixo

– Elevação Real, não utilize a que você arredondou, está no enunciado do exercício ou na ARC,
nunca na SID.

6. Distância pelo tempo, você acha a VS na regra de três

165nm --------- 21min

x --------- 60min

7. Considere a Pm do trecho anterior, Rm – Pm = CD

8. O terceiro caso está pronto.

Você também pode gostar