Você está na página 1de 18

ovimentoPosição em 30 de abril de 2019

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS CÓDIGO DA AÇÃO: PARD3


(Em português com tradução simultânea para o inglês)
Quantidade total de Ações: 130.978.595
Data: 06 de novembro de 2020 (sexta-feira)

Português: 10:00 Brasília


Free float ⁽*⁾: 42.600.730 ações (32,5% do total)
Inglês: 08:00 Nova Iorque / 13:00 Londres
CONTATO: RELAÇÕES COM INVESTIDORES
Números de Conexão:
Brasil: +55 11 3181-8565 / +55 11 4210-1803
Vinicius Ribeiro
EUA: +1 412-717-9627 Caio Lacerda
Londres: +44 20 3795-9972
e-mail: ri@grupopardini.com.br
Senha: Grupo Pardini site: www.grupopardini.com.br/ri

Webcast: www.grupopardini.com.br/ri

⁽*⁾ Posição em 31 de outubro de 2020


Belo Horizonte, 05 de novembro de 2020 – O Instituto Hermes Pardini S.A. (“IHP”), uma das maiores empresas
de Medicina Diagnóstica do Brasil, divulga seus resultados operacionais e financeiros referentes ao exercício
do terceiro trimestre do ano (3T20). Exceto se indicado de outra forma, as informações deste documento estão
expressas em moeda corrente nacional (em Reais). As informações trimestrais consolidadas da Companhia são
elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, baseadas na Lei das Sociedades por Ações
e nas regulamentações da CVM, como também, de acordo com norma internacional IAS 34 – Interim Financial
Reporting, emitida pelo International Accounting Standards Board – (IASB).

1. Principais resultados do 3T20

Receita Bruta EBITDA Lucro Líquido Fluxo de Caixa Operacional

R$480,1 MM R$115,7 MM R$60,4 MM R$ 80,8 MM

Margem Bruta Margem EBITDA Margem Líquida ROIC sem ágio


29,5% 25,8% 13,5% 26,7%

Volume de exames
28,8 milhões

2. Carta da Administração

O 3T20 foi caracterizado como nosso melhor trimestre da história: recorde de receita bruta, volumetria, lucro
bruto, EBITDA e lucro líquido. Tudo isto foi possível graças aos investimentos em tecnologia e atendimento ao
cliente que temos feito desde o período pré-pandemia e também ao Projeto Enterprise, que possibilitou uma
volumetria recorde na Companhia sem nenhuma perda de qualidade na entrega do serviço ao cliente. Em
setembro, pela primeira vez na história da Companhia ultrapassamos o volume de 10 milhões de exames
produzidos. O trimestre reforça a nossa convicção de que estamos em nosso melhor momento operacional, e
a Companhia se encontra apta para o crescimento, principalmente na medicina personalizada.

Processamos no 3T20 mais de 827 mil exames do COVID-19, demonstrando nosso importante papel no
controle e diagnóstico epidemiológico. Aliada à boa saúde e gestão financeira que fomos capazes de
apresentar durante todo o período de pandemia, apresentamos nosso melhor trimestre da história da
Companhia.

Nossa estratégia de focar, principalmente, em 3 eixos de atuação frente à pandemia, se demonstrou acertada:
(i) conseguimos garantir a liquidez necessária para o momento de turbulência em que a economia global está
passando, (ii) conseguimos garantir novas receitas, principalmente através dos exames COVID-19, (iii)
reduzimos nossos custos fixos e SG&A, e muitos destes custos e despesas terão reduções permanentes.

2
UNIDADES DE ATENDIMENTO

Em relação ao PSC, conseguimos reforçar nossa marca nas praças de SP e RJ ao oferecer de forma rápida e
eficiente, logo no início da pandemia, os exames para o COVID-19. Este reforço de marca e percepção junto ao
cliente, aliados à implementação do atendimento domiciliar também logo no início da pandemia, possibilitou
o crescimento de receita de análises clínicas ex COVID-19 durante todo o trimestre nestes dois estados, quando
comparado com o mesmo trimestre do ano anterior.

As praças de MG e GO, que haviam sofrido fortes restrições no início da pandemia, já apresentaram
crescimento no mês de setembro de 2020 quando comparado com o mesmo mês do ano anterior,
considerando a receita de análises clínicas ex COVID-19.

Em relação aos exames de imagem, temos observado uma retomada gradual dos clientes em nossas unidades,
sendo que a receita já se encontra em patamar próximo a 90% no 3T20 quando comparado com o 3T19.
Somente no mês de setembro este número já estava próximo a 97%.

Todas estas ações proporcionaram uma receita ex COVID-19 de cerca de 92% no PSC no 3T20 quando
comparado com o mesmo período do ano anterior. Quando consideramos somente o mês de setembro, nossa
receita ex COVID-19 já se encontra em patamar superior a 100% quando comparado com o mesmo mês de
2019.

LAB-TO-LAB

Em relação ao L2L, nossa amplitude e dispersão geográfica nos colocou em posição de destaque, com a
operação apresentando grande resiliência e recuperação durante o período da pandemia. Durante o 3T20,
apresentamos receita recorrente, desconsiderando os exames do COVID-19, de 94% quando comparado com
o 3T19. No mês de setembro de 2020 já apresentamos 100% da receita ex COVID-19 quando comparado com
setembro de 2019.

Conseguimos reduzir nossos custos de produção nos exames de toxicologia forense, ao internalizar 99% da sua
produção durante o 3T20. Isto nos proporcionou significativo ganho de eficiência nos exames toxicológicos. A
regularização definitiva da lei, finalmente traz visibilidade positiva para o cenário de exames toxicológicos e
estamos preparados para suportar um potencial crescimento futuro.

A estratégia comercial adotada desde o início da pandemia contribuiu de maneira significativa para o
resultado alcançado no 3T20. As diversas ações realizadas para manter um alto nível de serviço, mesmo nos
momentos mais agudos da crise resultaram em crescimento da base de clientes e em um fortalecimento dos
relacionamentos existentes.

Os resultados positivos, tanto no L2L quanto no PSC, foram traduzidos em um recorde histórico para a
Companhia: receita bruta de R$480,1 milhões, um crescimento de 29,5% em relação ao 3T19, além de uma
volumetria também recorde de 28,8 milhões de exames no 3T20, um crescimento de 13,2% quando
comparado com o mesmo período do ano anterior.

3
NOVAS FONTES DE RECEITA

Iniciamos, no mês de outubro, nosso primeiro NTH (Núcleo Técnico Hospitalar) na cidade de Belo Horizonte.
Este é um projeto que marca a entrada do Grupo Pardini no segmento de Hospitais Premium e de alta
especialização com âncora em oncologia. Não se trata apenas de um laboratório dentro de uma unidade
hospitalar, mas também de uma parceria sólida que envolverá praticamente todas as unidades de negócios da
empresa gerando receita, criando sinergias e estreitando relações junto à classe médica e às Operadoras de
Saúde. A previsão de conclusão de instalação deste novo NTH é em janeiro de 2021.

Durante o 3T20, finalizamos a implantação da telepatologia, criando assim a Patologia Digital no Grupo Pardini,
que irá proporcionar a redução do tempo de entrega dos laudos e ampliação da base de clientes dos exames
de Anatomia Patológica, contribuindo com o crescimento da medicina personalizada.

EVOLUÇÃO PROJETO ENTERPRISE

O Projeto Enterprise, um dos mais importante de nossa história, já totalmente concluído, já começou a
apresentar resultados operacionais significativos. Dos exames que fazem parte do escopo do projeto: (i) 95%
dos exames já são realizados em até 6h, a partir do momento que chegam ao NTO, (ii) 80% do volume dos
exames já sofreram redução no prazo de entrega, (iii) inclusão automática de exames, e (iv) aumento da
consolidação dos tubos de exames. Quando pegamos dados de agosto e setembro de 2020, por exemplo,
comparando com os dados do segundo semestre de 2019, observamos, dentre outros indicadores:

 Redução de cerca de 38% na repetição de exames.


 Redução de cerca de 39% no tempo de liberação (TAT) dos exames.

PREMIAÇÕES

Durante o trimestre, tivemos a honra ganhar quatro prêmios que reconheceram o trabalho realizado por
nossas equipes:

 Nosso projeto “Experiência do Cliente Lab-to-Lab” foi reconhecido no primeiro lugar do ranking de
saúde no prêmio realizado pela IT Mídia em parceria com a PwC. A premiação ressalta o trabalho de
executivos que desenvolvem iniciativas de transformação digital.

 Subindo posições a cada ano, Grupo Pardini chega ao segundo lugar entre as empresas de saúde mais
inovadoras do país. A Companhia saltou de 3º para 2º no ranking Serviços Médicos, do Ranking Valor
Inovação. No ranking geral a Companhia ficou entre os TOP 50, saltando da posição 55 para 46. A
pesquisa é realizada pelo jornal Valor Econômico em parceira com a empresa Strategy&, do grupo
PwC.

 O Grupo Pardini figurou na lista das 100 empresas líderes em open innovation no Brasil, elaborada pela
100 Open Startups, que é uma plataforma que conecta startups a grandes empresas. Foram mais de
1.600 empresas avaliadas.

 Dois reconhecimentos foram feitos por nossos conterrâneos mineiros. Estivemos presentes no Top of
Mind de Minas Gerais 2020, no TOP 3 das empresas “Mais lembradas pelos mineiros na capital do

4
estado”, e recebemos, ainda, a premiação de “Excelência” no âmbito dos Laboratórios de Análises
Clínicas.

NOVA UNIDADE

Inauguramos, em setembro de 2020, uma unidade na cidade do RJ, fruto da nossa estratégia de expansão
nesta praça. Esta nova unidade irá nos possibilitar ter uma maior oferta de exames aos clientes do bairro
Campo Grande, oferecendo um portfólio completo de análises clínicas com complementariedade dos exames
de imagem.

GESTÃO SAÚDE / PRA VOCÊ CORPORATE

O Grupo Pardini disponibilizou uma nova plataforma de relacionamento empresarial com foco na Saúde
Ocupacional. Para contribuir com a triagem dos colaboradores de qualquer empresa e apoiar a retomada
segura ao trabalho, o serviço Pra Você Corporate está disponível para todo o Brasil, gratuitamente. Com
interface no APP Hermes Pardini e dashboard de monitoramento, a ferramenta apoia a gestão da saúde
corporativa.

CONTA DIGITAL LAB-TO-LAB

Buscando facilitar ainda mais a experiência dos nossos laboratórios parceiros, lançamos o “Conta Digital Lab-
to-Lab”. Uma inovação que permite aos novos laboratórios parceiros realizarem a abertura de conta no
MyPardini de forma 100% digital com acompanhamento completo de todo o fluxo, do envio de documentação
até o primeiro acesso ao Portal MyPardini.

Após cadastro feito totalmente pelo site, o laboratório parceiro poderá utilizar as diversas vantagens abaixo
no MyPardini:

 Rastreamento de amostras da coleta ao processamento do exame.


 Rotas personalizadas para a coleta de amostras e a entrega de insumos.
 Gestão inteligente de insumos para a realização de exames.
 Orientação especializada no pré e no pós-analítico.
 Controle de qualidade do material biológico.
 MyPardini: Portal exclusivo para auxiliar o seu laboratório.
5
Encerramos mais um trimestre convictos da força da marca e qualidade do Grupo Pardini, ampliando nossa
posição nos mercados que atuamos e estreitando ainda mais nossa relação de confiança com nossos clientes.

Muito obrigado,
Roberto Santoro Meirelles
Diretor Presidente

6
3. Demonstração de Resultados do Exercício

3.1. Volume de Exames e Ticket Médio

Recorde

Volume de exames, excluindo as transações intercompany.

O volume de exames apresentou crescimento de 13,2% no 3T20 quando comparado com o 3T19. O volume
processado durante o 3T20, no total de 28,8 milhões de exames, foi um recorde histórico para a nossa
Companhia.

No canal de coleta L2L, já apresentamos volumetria ex COVID-19 em patamar significativamente superior ao


apresentado no 3T19. Entendemos que esse movimento está atrelado à expansão da nossa base de clientes e
ao aumento de share of wallet, influenciado pelo maior nível de terceirização de exames no mercado do L2L.
Observamos uma velocidade de recuperação diferente em cada família de exames, sendo que algumas
encontram-se em patamar bem acima dos níveis pré COVID,-19 enquanto outras já avançam mais ainda e
possuem espaço para recuperação.

No canal de coleta PSC, continuamos com o crescimento do atendimento domiciliar, o qual foi expandido para
as praças de São Paulo e Rio de Janeiro logo no início da pandemia. Nestas duas praças, já apresentamos um
crescimento na volumetria de análises clínicas ex COVID-19 no 3T20 quando comparado com o 3T19. Em
setembro já apresentamos também crescimento em relação ao mesmo mês do ano passado em MG e GO,
considerando a volumetria de análises clínicas ex COVID-19. Em relação aos exames de imagem, temos
observado uma evolução consistente mês após mês, sendo que já no mês de setembro, apresentamos cerca
de 95% da volumetria apresentada no mesmo mês de 2019.

O aumento de 14,4% no ticket médio é decorrente, principalmente, do aumento no volume de exames COVID-
19, os quais possuem um ticket bastante superior à média dos exames realizados pela Companhia.

7
3.2. Receita Bruta

Recorde

As eliminações referem-se principalmente a transações intercompany e são excluídas para fins do cálculo da receita bruta contábil

A receita bruta apresentou forte recuperação no 3T20. Nossa atuação nacional por meio do L2L e em diversas
praças no PSC foi de suma importância para esta recuperação. Como consequência, apresentamos
crescimento de 29,5% na receita bruta do 3T20 em comparação com o mesmo período do ano anterior. Este
crescimento veio de ambos canais de coleta, tanto PSC quanto L2L. Importante ressaltar que, a receita bruta
de R$480,1 milhões também representou um recorde histórico para nossa Companhia.

No PSC, em setembro de 2020 já apresentamos crescimento da receita ex COVID-19 quando comparado com
setembro de 2019 nas praças de MG e GO, principalmente pela retomada dos exames de análises clínicas. Nas
praças de SP e RJ, vimos um crescimento interessante em exames de análises clínicas ex COVID-19 durante
todo o trimestre. Em São Paulo é importante destacar também que em setembro já estamos com 100% da
receita de imagem quando comparado com o mesmo mês de 2019. Considerando o PSC como um todo, os
exames de imagem já estão a cerca de 90% da receita quando comparado com o 3T19.

Observamos forte expansão no faturamento do L2L no 3T20, por conta (i) da oferta dos exames da família
COVID-19 para toda a nossa base de clientes, (ii) aumento da base de clientes e (iii) melhoria no nível de
atendimento e qualidade na entrega do serviço, resultando em uma retomada de exames de análises clínicas
já bem próximo do apresentado no 3T19 (desconsiderando os exames do COVID-19, 94% quando comparado
com o 3T19). No mês de setembro de 2020, já apresentamos 100% da receita ex COVID-19 quando comparado
com setembro de 2019.

8
Considera somente clientes Lab-to-Lab da marca Hermes Pardini

Mesmo em um cenário de pandemia global que estamos vivenciando o número de clientes manteve-se
praticamente estável, com aumento de 1,4% no 3T20 quando comparado com o 3T19, refletindo a eficiência
do planejamento comercial da Companhia.

Receita bruta no período / número de lojas geradoras de receita no período.

No 3T20, a receita bruta por loja apresentou um aumento de 16,5% em comparação com o 3T19, atingindo
R$1.623,1 mil, como resultado, principalmente, da receita do COVID-19. Conforme ressaltado em nossa carta
de administração, a receita ex COVID-19 do PSC já se encontra em cerca de 92% no 3T20 quando comparado
com o mesmo período do ano anterior.

No 3T20, a Companhia, como parte do seu processo de expansão na praça do RJ, inaugurou uma unidade no
mês de setembro. Com isso, ao final do 3T20, a Companhia possuía 123 unidades, três unidades a mais que no
3T19.

9
3.3. Lucro Bruto

O lucro bruto apresentou crescimento de 18,3% no 3T20 quando comparado com o 3T19, fortemente
impactado pelos exames COVID-19 processados pela Companhia durante o 3T20. A margem bruta no 3T20
apresentou uma queda quando comparado com o 3T19. A queda na margem bruta se deve, principalmente,
devido à queda na receita de imagem e a consequente não absorção completa de todos os seus custos fixos.

Importante ressaltar que, durante a pandemia, reorganizamos nossa estrutura produtiva voltada para a
toxicologia forense e, com isso, processamos durante todo o 3T20 mais de 99% dos exames internamente. Esta
mudança possibilitou aumento significativo na margem bruta destes exames.

3.4. EBITDA

Recorde

10
R$ MM 3T19 3T20 Variação 9M19 9M20 Variação
Lucro Líquido 43,4 60,4 39,1% 114,1 83,2 -27,1%
Resultado Financeiro 7,8 12,3 57,6% 27,2 18,3 -32,9%
Depreciação e amortização 22,1 27,3 23,6% 67,9 77,1 13,6%
IR/CSLL 14,0 15,7 11,9% 33,0 22,5 -31,7%
EBITDA 87,3 115,7 32,5% 242,2 201,1 -17,0%
margem (%) 25,2% 25,8% + 54 bps 23,6% 19,8% - 380 bps
Efeitos Não Recorrentes/Não Operacionais 2,9 0,0 -100,0% 6,9 0,0 -100,0%
EBITDA Ajustado 90,3 115,7 28,1% 249,2 201,1 -19,3%
margem (%) 26,1% 25,8% - 31 bps 24,3% 19,8% - 448 bps

O EBITDA atingiu R$115,7 milhões no 3T20, um recorde histórico para nossa Companhia, apresentando
aumento de 28,1% em relação ao 3T19. A margem EBITDA, por sua vez, atingiu 25,8% no 3T20, ante 26,1% no
3T19, em linha com o período anterior. Desconsiderando os efeitos não recorrentes/não operacionais
apresentados no 3T19, a margem EBITDA apresentou aumento de 54 bps.

As despesas operacionais (com vendas, gerais e administrativas e outras) como percentual da receita líquida,
apresentou redução de 13,5% no 3T19 para 9,8% no 3T20.

3.5. Lucro Líquido

Recorde

O lucro líquido atingiu R$60,4 milhões no 3T20, um recorde histórico para a nossa Companhia, apresentando
aumento de 39,1% quando comparado com o 3T19. A margem líquida foi de 13,5% no 3T20, aumento de 91
bps. A nossa alíquota efetiva de IR/CSLL foi de 20,6% no 3T20, sendo de 24,4% no 3T19.

11
4. Endividamento e Fluxo de Caixa

4.1 Endividamento

R$ MM 3T19 3T20 Variação


Dívida Financeira Bruta 236,0 429,5 82,0%
Caixa e equivalentes de caixa* 137,0 264,6 93,1%
Dívida Financeira Líquida 99,0 164,9 66,5%

Dívida Financeira Líquida / EBITDA LTM 0,3x 0,6x 68,1%


EBITDA LTM / Resultado Financeiro Líquido LTM 8,8 12,4 42,1%
*Inclui Aplicações Financeiras

No encerramento do 3T20, a Companhia apresentou dívida financeira líquida de R$164,9 milhões,


representando um grau de alavancagem (Dívida Líquida / EBITDA LTM) de 0,6x.

A operação de debênture realizada em dezembro de 2018 (R$210 milhões de valor de principal) representava
49,0% da dívida financeira bruta total da Companhia no encerramento do 3T20. Atualmente, 97,8% da dívida
financeira bruta total encontra-se indexada à taxa CDI, o que vem permitindo que a Companhia reduza o custo
financeiro a medida em que a taxa básica de juros da economia (SELIC) vem sendo reduzida pelo Comitê de
Política Monetária (COPOM).

O gráfico abaixo mostra o cronograma de amortização dos saldos de empréstimos e financiamentos no


encerramento do 3T20.

12
4.2 Fluxo de Caixa Livre
R$ MM 2016 2017 2018 2019 3T19 3T20 Variação 9M19 9M20 Variação
EBITDA (A) 199,5 247,4 239,8 334,6 90,3 115,7 28,1% 249,2 201,1 -19,3%
Itens que não afetam o caixa / Não recorrentes 23,0 15,1 (0,4) (0,7) 2,6 2,0 -24,1% 12,5 10,9 -12,4%
∆ Capital de Giro: (72,7) (59,2) (35,1) (44,0) 2,5 (33,3) -1421,2% (43,0) (22,3) 48,1%
IR/CSLL, Juros sobre empréstimos e financiamentos e Outros Pagos (47,0) (61,8) (37,9) (28,2) (5,8) (3,5) 39,4% (20,0) (19,5) 2,4%
Fluxo de Caixa Operacional (B) 102,8 141,6 166,4 261,6 89,6 80,8 -9,8% 198,6 170,1 -14,3%
Atividades de Investimento: (30,8) (35,3) (57,0) (95,2) (22,1) (3,9) 82,4% (56,1) (247,0) -340,0%
Aquisição de investimentos, ativos imobilizados e outros (30,9) (35,3) (57,0) (95,2) (22,1) (14,8) 32,8% (56,1) (56,8) -1,3%
Demais atividades de investimento 0,2 0,0 0,0 0,0 0,0 10,9 n.m. 0,0 (190,1) n.m.
Fluxo de Caixa Livre antes de Aquisição Societária 72,1 106,3 109,4 166,5 67,5 76,9 14,0% 142,5 (76,8) -153,9%
Aquisição Participação Societária (144,3) (76,8) (27,9) (61,0) (21,6) 0,0 100,0% (55,4) (53,5) 3,5%
Fluxo de Caixa Livre (72,2) 29,5 81,6 105,4 45,9 76,9 67,6% 87,1 (130,3) -249,7%
Atividades de Financiamento: 7,9 5,9 (100,8) (116,5) (24,9) (93,4) -275,1% (90,7) 75,3 183,1%
Distribuição de Dividendos e JCP (17,1) (255,9) (42,7) (60,2) (10,1) (27,1) -168,7% (46,6) (27,1) 41,8%
Demais atividades de financiamento 25,0 261,8 (58,2) (56,4) (14,8) (66,3) -347,5% (44,1) 102,4 332,2%
Variação no caixa e equivalentes de caixa (64,3) 35,5 (19,3) (11,1) 21,0 (16,4) -178,2% (3,6) (55,0) -1434,2%
Conversão (caixa operacional/EBITDA ajustado) - (B/A) 51,5% 57,2% 69,4% 78,2% 99,2% 69,9% -2934 bps 79,7% 84,6% +491 bps

13
5. ROIC – Retorno sobre o Capital Investido

O ROIC excluindo ágio foi de 26,7% no 3T20:

Consolidado (R$ MM) 3T19 4T19 1T20 2T20 3T20


EBIT LTM 206,4 235,1 216,4 161,6 184,7
Alíquota Efetiva LTM 18,9% 22,0% 21,7% 22,8% 21,2%
NOPAT (EBIT LTM - Alíquota Efetiva LTM) 167,4 183,4 169,5 124,8 145,6
Capital Investido Médio 512,3 523,6 531,5 537,1 545,1
ROIC sem ágio 32,7% 35,0% 31,9% 23,2% 26,7%
ROIC com ágio 17,4% 18,5% 16,9% 12,3% 14,2%

Os gráficos abaixo demonstram o “spread” entre o ROIC (com e sem ágio) e o custo da dívida após impostos,
considerando uma alíquota de 34,0%:

14
Instituto Hermes Pardini S.A.
Balanço Patrimonial
Em milhares de reais

Consolidado Consolidado
Ativos 30/09/2020 31/12/2019 Passivos e patrimônio líquido 30/09/2020 31/12/2019

Ativos Circulantes Passivos Circulantes


Caixa e equivalentes de caixa 74.453 129.469 Fornecedores 224.969 136.674
Aplicações financeiras 190.118 0 Obrigações fiscais, sociais e trabalhistas 83.288 62.294
Contas a receber de clientes 369.781 282.226 Arrendamentos 39.962 27.755
Estoques 70.437 28.147 Debêntures, empréstimos e financiamentos 113.306 11.157
Impostos a recuperar 40.891 39.392 Parcelamentos tributários 8.077 8.573
Aplicações financeiras vinculadas 16.156 15.306 Dividendos e juros sobre capital próprio 2.935 2.935
Outros ativos circulantes 21.451 22.213 Obrigações por compra de investimentos 37.657 76.346
Outros passivos circulantes 12.723 8.012
Total dos ativos circulantes 783.287 516.753
Total dos passivos circulantes 522.917 333.746
Ativos não circulantes
Realizável a longo prazo: Passivos não circulantes
Depósitos judiciais 2.423 2.041 Arrendamentos 236.302 207.426
Imposto de renda e contribuição social diferidos 22.342 22.917 Debêntures, empréstimos e financiamentos 316.199 220.057
Aplicações financeiras vinculadas 38.803 34.078 Parcelamentos tributários 27.033 30.607
Outros ativos não circulantes 9.907 10.521 Provisão para riscos 17.676 20.681
Imposto de renda e contribuição social diferidos 50.202 32.882
Total do realizável a longo prazo 73.475 69.557 Obrigações por compra de investimentos 67.242 82.071
Outros passivos não circulantes 1.368 1.865
Imobilizado 275.673 269.466
Intangível 554.113 542.356 Total dos passivos não circulantes 716.022 595.589
Direito de Uso 263.905 227.659

Total dos ativos não circulantes 1.167.166 1.109.038 Total dos passivos 1.238.939 929.335

Patrimônio Líquido
Total dos ativos 1.950.453 1.625.791 Capital social 425.457 336.074
Gastos com emissão de ações -8.913 -8.913
Ações em tesouraria -61.579 -19.200
Reservas de capital 53.948 52.587
Ajustes de avaliação patrimonial -29.514 -29.162
Reserva de lucros 274.458 363.841
Lucros acumulados 56.408 0

Patrimônio líquido dos acionistas da controladora 710.265 695.227

Participação dos acionistas não controladores 1.249 1.229

Total do patrimônio líquido 711.514 696.456

Total dos passivos e patrimônio líquido 1.950.453 1.625.791

15
Instituto Hermes Pardini S.A.
Demonstração do resultado - período de nove meses findos em 30 de setembro
Em milhares de reais

Consolidado Consolidado
3T20 3T19 9M20 9M19

Receita líquida de prestação de serviços 448.560 345.841 1.013.972 1.025.114

Custo dos serviços prestados -316.237 -233.972 -749.019 -708.659

Lucro Bruto 132.323 111.869 264.953 316.455

Receitas (despesas) operacionais


Com vendas -23.607 -24.304 -67.923 -67.543
Gerais, administrativas e outras -18.479 -20.294 -59.521 -66.177
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas -1.896 -2.070 -13.566 -8.395

Resultado antes das receitas e despesas financeiras 88.341 65.201 123.943 174.340

Resultado Financeiro
Receitas Financeiras 2.708 6.816 21.319 14.818
Despesas Financeiras -15.763 -13.556 -38.291 -40.492
Variação cambial, líquida 765 -1.058 -1.287 -1.553

Lucro antes do imposto de renda e da contribuição social 76.051 57.403 105.684 147.113

Imposto de renda e contribuição social


Corrente -3.900 -10.071 -6.803 -25.657
Diferido -11.788 -3.951 -15.716 -7.318

-15.688 -14.022 -22.519 -32.975

Lucro líquido do período 60.363 43.381 83.165 114.138

Lucro líquido atribuível a:


Acionistas da controladora 60.329 43.342 83.145 113.916
Participações não controladoras 34 39 20 222

60.363 43.381 83.165 114.138

16
Instituto Hermes Pardini S.A.
Demonstração das mutações do patrimônio líquido
Em milhares de reais

Reservas de
Capital social Reserva de lucros
capital
Proposta de
distribuição Patrimônio Participação
Gastos com Reserva de Ajustes de líquido dos dos acionistas Patrimônio
emissão de Ações em especial de dividendos Retenção avaliação Lucros acionistas da não líquido
Subscrito ações tesouraria ágio Legal adicionais de lucros patrimonial acumulados controladora controladores consolidado

Saldos em 31 de dezembro de 2018 336.074 -8.913 -19.200 52.587 31.380 20.151 216.888 -23.346 605.621 1.196 606.817
Lucro líquido do período 113.916 113.916 222 114.138
Realização do custo atribuído por depreciação -50 50
Distribuição de dividendos adicionais -20.151 -20.151 -20.151
Dividendos -228 -228
Juros sobre capital próprio -30.401 -30.401 -30.401
Saldos em 30 de setembro de 2019 336.074 -8.913 -19.200 52.587 31.380 0 216.888 -23.396 83.565 668.985 1.190 670.175

Saldos em 31 de dezembro de 2019 336.074 -8.913 -19.200 52.587 39.287 324.554 -29.162 695.227 1.229 696.456
Lucro líquido do período 83.145 83.145 20 83.165
Realização do custo atribuído por depreciação -352 352
Recompra de ações -47.505 -47.505 -47.505
Aumento de Capital 89.383 -89.383
Plano de incentivo baseado em ações 5.126 1.361 6.487 6.487
Juros sobre capital próprio -27.089 -27.089 -27.089

Saldos em 30 de setembro de 2020 425.457 -8.913 -61.579 53.948 39.287 235.171 -29.514 56.408 710.265 1.249 711.514

17
Instituto Hermes Pardini S.A.
Demonstração dos fluxos de caixa - período de nove meses findos em 30 de setembro
Em milhares de reais

Consolidado Consolidado

3T20 3T19 9M20 9M19

Fluxo de caixa das atividades operacionais:


Lucro líquido do período 60.363 43.381 83.165 114.138
Ajustes para conciliar o resultado do caixa e equivalente de caixa gerados pelas atividades operacionais:
Despesa de imposto de renda e contribuição social 15.688 14.022 22.519 32.975
Perda (reversão) para créditos de liquidação duvidosa 955 2.159 4.857 7.754
Perda (reversão) estimada para glosa 839 -403 2.361 1.797
Depreciações e amortizações 27.335 22.123 77.119 67.905
Baixa de ativos imobilizado, intangível e arrendamentos 258 127 1.473 660
Despesas de juros de empréstimos, financiamentos, parcelamentos, mútuos e arrendamentos 9.867 8.899 28.072 26.546
Provisão (reversão) de riscos tributários, cíveis e trabalhistas -3.648 1.128 -2.405 6.114
Atualização de passivos por compra de investimentos 4.425 2.047 -6.299 5.704
Resultados com instrumentos financeiros e derivativos 819 -1.830 -1.098 -1.830
Descontos em refinanciamento de parcelamento e empréstimos 0 0 0 -460
Despesas com plano de ações 681 1.135 2.154 1.970
Prêmio e custo de captação debêntures 68 69 206 175
Dívidas recuperadas na aquisição de investimentos -10 0 -113 -1.802

117.640 92.857 212.011 261.646


Variação nos ativos e passivos operacionais:
Contas a receber de clientes -124.635 1.008 -94.773 -41.257
Estoques -13.908 -105 -42.290 5.478
Impostos a recuperar 3.661 -3.975 -2.362 -2.356
Outros ativos 2.130 584 3.019 -6.599
Depósitos judiciais -145 2.213 -382 1.531
Fornecedores 97.485 -5.507 87.862 1.181
Obrigações fiscais, sociais e trabalhistas 2.727 6.868 15.894 -498
Outros passivos -608 1.434 10.700 -497
Caixa gerado pelas atividades operacionais 84.347 95.377 189.679 218.629
Outros fluxos de caixa das atividades operacionais:
Pagamento de juros de empréstimos, financiamentos, parcelamentos, mútuos e arrendamentos -2.620 -1.753 -11.353 -11.386
Pagamento de riscos fiscais, trabalhistas e cíveis -263 -499 -600 -3.486
Imposto de renda e contribuição social pagos durante o período -650 -5.148 -1.780 -5.148
Pagamento de juros por obrigação por compra de investimento 0 1.574 -5.802 0
Fluxo de caixa líquido proveniente das atividades operacionais 80.814 89.551 170.144 198.609
Fluxo de caixa das atividades de investimento:
Liquidação de obrigações por compra de investimentos 0 -5.080 -53.498 -24.265
Aquisição de controladas, líquido de caixa adquirido 0 0 0 -14.650
Adiantamento para aquisição de investimento 0 -16.500 0 -16.500
Aquisição de imobilizado e intangível -14.816 -22.064 -56.838 -56.129
Aplicações financeiras 10.939 0 -190.118 0
Fluxo de caixa utilizado nas atividades de investimento -3.877 -43.644 -300.454 -111.544
Fluxo de caixa das atividades de financiamento:
Compra/alienação de ações em tesouraria -47.505 0 -47.505 0
Empréstimos e financiamentos:
- Captações 0 0 200.000 0
- Amortizações -3.827 -2.957 -9.377 -7.592
Parcelamentos:
- Amortizações -1.055 -1.052 -2.617 -3.162
Arrendamentos:
- Amortizações -13.886 -10.802 -38.118 -33.334
Dividendos e juros sobre capital próprio pagos -27.089 -10.081 -27.089 -46.563
Caixa líquido utilizado nas atividades de financiamento -93.362 -24.892 75.294 -90.651
Aumento (redução) em caixa e equivalentes de caixa -16.425 21.015 -55.016 -3.586
Variação no caixa e equivalentes de caixa
Caixa e equivalentes de caixa no início do período 90.878 115.985 129.469 140.586
Caixa e equivalentes de caixa no final do período 74.453 137.000 74.453 137.000
Aumento (redução) em caixa e equivalentes de caixa -16.425 21.015 -55.016 -3.586

18

Você também pode gostar