Você está na página 1de 28

LAUDO TÉCNICO

Trata o presente laudo técnico, de uma inspeção nas condições dos imóveis lindeiros ao
lote 16 da quadra 06, da Rua Porto Seguro 1091, Bairro Nossa Senhora das Graças
Canoas/RS, localizado na esquina com a Rua denominada Irani Bertelli. O lote é de
propriedade da Empresa Arq&Obras Arquitetura e Obras LTDA sob o CNPJ 23.651.964/0001-
03.
Tem o presente laudo técnico, o objetivo de constatar anomalias e falhas existentes nos
sistemas construtivos e “perpetuar a memória” das características físicas e do estado de
conservação de edificações e benfeitorias localizadas na área de influência de um canteiro
de obras. Fornecer informações técnicas aparentes que possam auxiliar na definição de
procedimentos construtivos e na execução de serviços preliminares à obra.
A empresa Arq&Obras visa edificar três sobrados residências geminados com área total
de 276,83 m², licenciada através do alvará nº 24825/2020. O período executivo deve
acontecer em até oito meses a contar do mês de agosto. Os lindeiros do terreno são o
Cemitério Municipal Santo Antônio, a Base Área de Canoas representada pela Prefeitura da
Aeronáutica de Canoas (PACO) e a residência 1077 da Rua Porto Seguro, de propriedade do
senhor Silvio Luiz Folz.

1. IDENTIFICAÇÃO DO CONTRATANTE

CONTRATANTE: ARQ & OBRAS ARQUITETURA E OBRAS LTDA;


CNPJ: 23.651.964/0001-03;
ENDEREÇO: RUA DOMINGOS MARTINS 121 SALA 706, CENTRO, CANOAS, RS;
FONE: 051-37857970
E-MAIL: arqeobras@gmail.com

2. DESCRIÇÃO GERAL

Ao lado esquerdo do lote 16 quadra 06 para quem está de frente para o terreno na
posição norte-sul, está localizado o Cemitério Santo Antônio que fica sob administração da
Prefeitura Municipal de Canoas (PMC), onde perfazem na divisa do terreno, túmulos
mortuários, de sistema de gavetas, com extensão de 29 metros.
Aos fundos do lote está localizado a Vila Militar da Base Área de Canoas, onde na
proximidade existe a presença de árvores esparsas e talude acentuado, na divisa entre o lote
urbano 16 e o acima descrito, encontra-se um muro de alvenaria e pilares de concreto
edificado de responsabilidade da PACO, com extensão na divisa de 14,93 metros lineares. Ao
lado direito do lote sob a posição citada anteriormente está edificado uma residência
unifamiliar de propriedade do senhor Silvio Luiz Folz, com área aproximada de 91 m² com
acabamento baixo, em sistema misto. Sendo a garagem e a cozinha aos fundos em alvenaria
convencional e o demais em madeira.
As fundações a serem executadas serão escavadas com trado mecânico, sem impacto. O
terreno possui nível acima do greide da via, a rede elétrica fica do mesmo lado do lote.
Existe a esquerda do terreno um poste da concessionária RGE SUL e um BL da PMC,
conforme figura 04.
Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270
Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 1 de 27
3. SITUAÇÃO - LOCALIZAÇÃO

Conforme pode ser observado na figura 1, o lote 16 fica aproximadamente 475,00


metros da Avenida Santos Ferreira, a Rua Irani Bertelli e Rua Porto Seguro possuem alto
índice de movimentação viária tendo em vista que os condutores da região leste de Canoas
utilizam esse trajeto para se dirigirem a Porto Alegre.
Devido ao lote estar posicionado no trajeto da via Irani Bertelli existe inúmeros casos
registrados de colisões entre o lote 16 da empresa Arq&Obras e o senhor Silvio L. F.. Como
poderá ser observado nas imagens da edificação do senhor Silvio L.F.

Figura 1 - localização

A área de influência desse laudo técnico, levou em consideração que as edificações a


serem executadas não utilizam de nenhum sistema de grande impacto, da não altura
elevada das edificações e da baixa rigidez empregada nos lotes vizinhos, visto que são
predominantemente edificações construídas em madeiras.
Com base nessas informações e nas configurações dos arredores, optou-se por
considerar no presente laudo um raio de aproximadamente 40 metros de extensão,
englobando apenas cinco localidades, sendo elas a seguir: Cemitério Santo Antônio, Base
Aérea, Casa nº 1077, Casa nº 1065 e Casa nº 1059. Vale ressaltar que defronte para o lote
não há residência e lotes privativos, tendo em vista que há uma área verde de posse da
PMC. Na figura 2 é possível observar a área de influência.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 2 de 27
Figura 2 - Área de influência

Através da figura 03 coletada pelo Google Earth (2020), é possível verificar os


lindeiros e a região de estudo, a área denominado verde que fica defronte ao terreno, na
quadra composta pelas Ruas Irani Bertelli, Porto seguro, Vinte e Dois de Abril e Dr. Breno
Roberto Cassel.

Figura 3 - Vista 3D do local

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 3 de 27
4. METODOLOGIA

A avaliação constante neste laudo seguiu a seguinte metodologia:

- Visita técnica ao local;


- Listagem das falhas e patologias identificadas através de registro fotográfico;
- Análise qualitativa e considerações sobre as falhas e patologias apontadas;
- Recomendações e conclusões finais.

A visita técnica aconteceu dentre os dias 07 de março de 2020 e 17 de setembro de


2020, pelo Engenheiro Civil Yago Duarte da Silva. Não foi adentrado no cemitério Santo
Antônio, nem na região da Base aérea de Canoas, apenas registro fotográficos através dos
terrenos vizinhos.

5. RELATÓRIO FOTOGRÁFICO

O relatório fotográfico contará com imagens e relatos dos locais vistoriados. A figura 4
apresenta a vista frontal do terreno, sendo essa a referência para a descrição do mesmo.

Figura 4 - vista frontal do terreno

O terreno apresenta ao lado esquerdo um material de boa qualidade depositado pelo


proprietário que será encaminhado para o bota-fora. O lado direito do terreno possui nível
abaixo do desejado de projeto onde será realizado uma contenção com um elemento de
concreto devidamente impermeabilizado para que não haja infiltrações no lote vizinho (casa
1077) e aterro do local.
Na figura 05 pode-se observar que os veículos que veem pela Rua Irani Bertelli, a qual
termina em frente ao terreno do presente estudo, possuem as condições ideais de aceleração,
devido ao comprimento de desenvolvimento elevado aproximadamente de 500 metros da Av.
Santos Ferreira a Rua Porto seguro, aliado a um desnível geométrico natural , onde os
condutores ganham velocidade naturalmente devido a rampa da pista.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 4 de 27
Figura 5 - Vista do terreno para Rua Irani Bertelli

É possível ainda observar que os condutores invadem a pista contrária para fazer a
manobra de conversão a direita, para quem desce em sentido a Rua Porto Seguro, através das
marcas na pista. A ausência ainda de uma sinalização de “PARE” grifada na pista e
acompanhada de uma sinalização vertical, ainda são fatores que podem ser observados na
figura 05. A seguir serão apresentadas imagens de indícios no imóvel de nº 1077 da Rua Porto
Seguro.

Figura 6 - muro aos fundos do lote

O muro aos fundos do lote foi construído com blocos cerâmicos e pilaretes de concreto
armado, contém fundação superficial, com viga baldrame e duas camadas de pedra grês. Foi
possível constatar através do levantamento topográfico realizado pela construtora e
proprietária do terreno que o muro é de posse da Base Aérea de Canoas, a qual é responsável
pela vila militar e administrada pela Prefeitura da Aeronáutica de Canoas (PACO).
Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270
Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 5 de 27
O muro está pintado com cal virgem, e aparentemente possui idade próxima de 15
anos. Está presente no mesmo uma trinca com abertura superior a 3,5mm originada devido ao
colapso de parte do muro, que faz fundos aos moradores das casas 1077, 1065 e 1059. A
ruptura ocorreu proveniente da erosão de terra provocada por uma série de fatores, sendo os
principais deles a falta de uma contenção adequada de terra na base do muro, com aceleração
provocada pela lixiviação por águas pluviais.

Figura 7 - Trincas no muro aos fundos do lote

A lixiviação do material da base do muro, provocou a ruptura do mesmo, com


colapsos progressivos, tendo em vista que a fundação é de caráter raso sem elementos mais
profundos tal motivo acelerou o tombamento. Como pode ser observado nas figuras presentes
nesse laudo, o colapso é evolutivo existe a presença de corrosão nas armaduras do mesmo
onde a falta de proteção e reparo garantem que outras partes do muro venham a cair.
Através de relatos com moradores locais das casas 1077 e 1065. Os mesmos
afirmaram que já solicitaram reparos no muro inúmeras vezes, e não obtiveram sucesso em
uma reconstrução adequada. Os moradores das casas 1077 e 1065 senhor Silvio e senhor
Paulo respectivamente, quando indagados a respeito de algum protocolo ou número de
processos nada souberam responder.
Os moradores ainda afirmam que responsáveis técnicos da PACO, já estiveram
presentes no local, mas nenhuma intervenção até hoje foi realizada, tais profissionais já
vieram mais de uma vez analisar o problema. A empresa Arq&Obras recebeu no lote 16 a
visita do sargento responsável pelo setor de engenharia, o qual informou estar ciente sobre o
tombamento do muro, até o presente momento não foi realizado nenhuma intervenção a
respeito do assunto. Conforme imagens abaixo podemos verificar alguns aspectos.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 6 de 27
(a) entre as
Figura 8 - destroços (b)em direção ao
Figura 9 - vista (c)
Figura 10 - material
casas 1077 e 1065 terreno 1091 depositado na região
colapsada

Existe no fundo dos lotes, destroços do muro e restos de outros materiais, bem como
galhos de árvores e matéria orgânica. O local é propício para criação de ninho de animais
peçonhentos e venenosos. É possível observar ainda que a falta de uma cobertura vegetal
fechada possibilita que as águas pluviais continuem erodindo o terreno, fazendo com que os
moradores da Rua Porto Seguro percam área para o terreno mais baixo de propriedade da
PACO.

Figura 11 - muro de divisa entre o lote 1065 e 1059

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 7 de 27
(a) dos fundos
Figura 12 - vista (b) de divisa
Figura 13 - muro (c)de divisa
Figura 14 - muro
da casa 1059 entre as casas 1065 e 1059 entre as casas 1065 e 1077

Como pode ser observado nas figuras 11 e 13, o muro entre as residências 1065 e 1059
apresenta uma trinca provocada pela ausência de suporte de solo, aliada a deterioração das
armaduras que pode ser constada nas figuras 20 e 21.

Figura 15 - fundação aérea Figura 16 - Matéria orgânica Figura 17 - viga baldrame


entre as casas 1065 e 1077 e restos de obra com ausência de solo de
fundação
Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270
Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 8 de 27
Nas figuras 16 e 18 é possível enxergar que a fundação de característica rasa está em
parte aérea devido a erosão de terra em sua base, onde provocará novos desmoronamentos. A
região é nos fundos da casa 1059, onde o fechamento do terreno está sendo realizado com
uma cerca de madeira atualmente, tendo em vista os problemas do solo. Os moradores dessa
região também estão perdendo área com o passar do tempo como os demais.

Figura 18 - parte do (a)


muro Figura 19 - ferragem(b)
com (c)
Figura 20 - ferragem com
com risco de queda corrosão corrosão 2

Figura 21 - viga baldrame Figura 22 - área em desuso Figura 23 - fundos da casa


nos fundos da casa 1059 aos fundos da casa 1065 1065

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 9 de 27
Nos fundos da casa nº 1065 o proprietário realizou uma contenção afastada do muro já
colapsado. O afastamento é de aproximadamente 3 metros de comprimento em relação a
divisa, área está com escombros e pouca vegetação, conforme figura 23 e 24
O muro realizado já apresenta indícios de problemas como os demais. O que leva a
crer que o talude em erosão ainda está em processo de movimentação. O morador da casa
1065 senhor Paulo Sérgio S. Flores afirma que aguarda uma solução por parte do proprietário
do terreno mais baixo (PACO), para poder resolver as manifestações patológicas em sua
residência, que podem ser observadas nas figuras a seguir.

Figura 24 - piso nos fundos com deterioração

Figura 25 - lateral esquerda Figura 26 - vista dos fundos Figura 27 - piscina nos
do terreno aos fundos do lote 1065 fundos do lote 1065

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 10 de 27
Figura 28 - divisa entre os Figura 29 - vista entre os Figura 30 - portão de acesso
lotes 1065 e 1059 lotes 1065 e 1077 para a região em
desmoronamento

Figura 31 - sinal de rotação Figura 32 - indícios de Figura 33 - fissura entre o


do muro da casa 1065 movimentação muro da casa 1077 e 1065

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 11 de 27
Figura 34 - abertura entre o piso e o muro

O muro novo edificado pelo senhor Paulo Sérgio S. Flores, da casa 1065, já apresenta
manifestações como pode ser observado nas figuras. Há um descolamento da região do piso e
o pé do muro, o mesmo possui cinco carreiros de pedra grês como fundação sem a presença
de uma viga baldrame. A abertura entre a região do piso e o muro, pode provocar a entrada de
águas pluviais acelerando manifestações no pátio do senhor Paulo Sérgio S. Flores, o mesmo
foi recomendado a isolar a entrada de água nessa região para reduzir a velocidade de
propagação dos defeitos.
Os prejuízos econômicos no lote 1065 vão desde perda de área devido a erosão do
talude aos fundos de lote, ruptura na região da piscina à poluição de escombros no fundo do
terreno, que servem de ninhos para animais peçonhentos e venenosos. A postergação de um
fechamento adequado com o passar do tempo, baseado na lei de SITTER (SITTER, 1984
CEB-RILEM), pode alavancar os custos em uma progressão geométrica de razão cinco.

Figura 35 - região da bomba da piscina

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 12 de 27
Figura 36 - solapamento do solo

O piso na região dos fundos apresenta um solapamento como pode ser observado na
figura 36, outro indicio que o material está sendo lixiviado para o terreno mais baixo. Esse
dano pode provocar o afundamento do piso da região superior, tendo em vista que há uma
piscina no local o risco se torna ainda maior, pois a mesma provoca uma pressão hidráulica
contra o solo dos arredores. Com o passar do tempo a piscina pode vir a deslocar-se para os
fundos.
O desplacamento de algumas peças cerâmicas no piso também pode ser proveniente
dessa movimentação negativa, acelerando o processo de erosão. Toda e qualquer intervenção
nessa área sem a resolução do mecanismo que origina as patologias é considerada em vão,
gerando apenas custo as partes.

Figura 37 - vista dos fundos da residência

A residência nº 1065, também foi edificada predominantemente em madeira, possui


uma área aos fundos realizada posteriormente a moradia, onde contém um sanitário em
alvenaria com baixo padrão de acabamento. Como pode ser observado na figura 39 a ausência
de manutenção em caixas de inspeção pode comprometer o sistema de drenagem do lote, onde
o morador foi orientado a fazer uma limpeza adequada do sistema.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 13 de 27
Figura 38 - lateral esquerda Figura 39 - caixa de inspeção Figura 40 - área aos fundos
do lote com a casa 1077 com falta de manutenção do lote

Figura 41 - divisa frontal com Figura 42 - Acesso principal Figura 43 - base da área com
a casa 1077 da residência indícios de corrosão do
concreto

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 14 de 27
Figura 44 - divisa com a Figura 45 - entrada de
residência 1059 lado direito energia e água

Figura 46 - vista frontal do lote 1065

De modo geral a casa nº 1065 apresenta bom estado de conservação, porém as


manifestações patológicas presentes no imóvel são predominantemente na parte dos fundos
por virtude do problema com o fechamento de divisa com o lote da PACO. A seguir foi
realizado vistoria no imóvel denominado nº 1059. Na figura 47 é possível observar a fachada
do local.
Ao lote nº 1065 está edificado uma residência também em sistema misto, onde há uma
garagem em alvenaria edificada na divisa esquerda do lote para que está postado de fronte
para a fachada. Como pode ser observado na figura 48, existe uma infiltração ao lado
esquerdo da garagem, potencialmente um problema de funilaria localizado na divisa com a
casa 1065.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 15 de 27
Figura 47 - fachada 1059

Nas demais figuras podemos observar que o lote 1059, também não possui mais
fechamento aos fundos, tendo em vista que nessa região também o muro colapsou em quase
sua totalidade. Na figura 60 é possível observar que há um trecho com aproximadamente 2
metros de comprimento ainda de pé, o restante é realizado um fechamento em madeira para
que os animais (galinhas e coelho), que ali são criados no pátio aos fundos não escapem para
a vila militar.
Nas figuras 49 a 59 existe elementos em colapso, ou já colapsados. É evidente ainda
que as armaduras de alguns elementos que ali existem sofreram o processo de corrosão, e
estão em estado avançado, onde a expansão da barra desplacou o revestimento dos elementos
acelerando ainda mais os danos.

Figura 49 - fundos da casa Figura 50 - trinca entre lote


Figura 48 - lateral esquerda
1059 1065 e 1059
garagem 1059

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 16 de 27
Figura 53 - escombros 1059 Figura 51 - viga do antigo Figura 52 - fundos do lote
muro tombado 1059

Figura 54 - lateral esquerda Figura 55 - lateral esquerda Figura 56 - divisa 1059 com a
do lote 1059 sentido fundos 1059 casa 1041

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 17 de 27
Figura 57 - vista para o terreno da base

Na figura 57 está registrado o desnível que há dos lotes da Rua Porto Seguro para o
terreno da PACO, acredita-se que a diferença de cota chegue a 6 metros de altura. A
vegetação ali instaurada é predominantemente rasteira e esparsa. A vulnerabilidade dos lotes
também é uma preocupação passada pelos moradores da Rua Porto Seguro.

Figura 58 - Fissuras entre o Figura 59 - Fissuras Figura 60 - material


lote 1059 e x presentes no oitão da casa x depositado atrás do lote 1059

Na divisa entre o lote 1059 e o lote 1041 é possível observar algumas fissuras onde
mapeou os elementos estruturais da cobertura de fechamento do telhado e entre a residência e
o muro dos fundos. A casa 1041 foi construída mais próxima a divisa com a Vila militar
estando distante aproximadamente 2 metros do muro de fechamento, foi concebida em
alvenaria convencional, possui acabamento baixo. Esta moradia não passou pela analise
detalhada, porém foi registrado tais patologias na divisa com o lote 1059 e a mesma ainda
possui muro em sua divisa, porém com indícios de deslocamento.
Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270
Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 18 de 27
Figura 61 - vista para o lote Figura 62 - vista dos fundos Figura 63 - vista para
da PACO do lote 1059 esquerda do lote 1059

Figura 66 - fissuras no oitão Figura 65 - Vista da divisa da Figura 64 - abertura presente


parte frontal da casa 1041 casa 1065 com 1041 no lote 1059 divisa com 1041

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 19 de 27
Figura 67 - reboco Figura 68 - Estrutura Figura 69 - vista do muro de
craquelado vista dos fundos removida aparentemente divisa entre o lote 1059 e 1065
para frente na casa 1059 havia um banheiro no local

De maneira geral a edificação nº 1059 também não sofrerá impactos proveniente da


instalação do canteiro de obras do lote nº 1091. Existe algumas patologias de infiltração na
garagem e o portão da mesma está altamente corroído provavelmente devido a urina de
animais domésticos no portão que é concebido em material metálico.

Figura 70 - Fachada da casa 1077

A casa nº 1077 tem como proprietário o senhor Silvio L. F., pode ser observado nas
figuras que o senhor Silvio L. F. prolongou em seu muro de fechamento frontal com pilaretes
de concreto motivado pela colisão de veículos em seu lote. A casa não possui suas
manutenções em dia, necessita de uma proteção das madeiras de fechamento para garantir a
estanqueidade da moradia além do mais a pintura está altamente degradada.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 20 de 27
Figura 71 – Base concreto

A grade visualmente já foi desentortada após impacto na mesma devido a veículos que
perderam o controle na esquina entre a Rua Irani Bertelli e Rua Porto Seguro. O
prolongamento dos pilaretes realizado pelo senhor Silvio tem como objetivo maior proteger
sua casa a novos impactos.

Figura 72 - Garagem do lote 1077

A garagem do senhor Silvio L. F., foi edificada em alvenaria convencional e não está
localiza na divisa do lote, está afastada poucos centímetros da mesma. É possível observar na
figura 72 que não há reboco de proteção apenas chapisco grosso. O projeto Porto Seguro irá
ser edificado na divisa de seu lote, onde irá ser criado um vão entre o projeto e a garagem do
senhor Silvio L. F. É recomendado que não haja a queda de materiais entre os elementos para
que futuras movimentações da edificação nova não sejam transmitidas para o lote 1077.
Para que a água não seja aprisionada entre a garagem e a casa 03 do projeto,
recomendo que seja instalada uma funilaria de fechamento no telhado da garagem do senhor
Silvio L. F., isso evitará futuros problemas para ambos como infiltrações e proliferação de
fungos.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 21 de 27
Figura 73 - vista do lado interno da garagem

Como pode ser observado na figura 73, a ausência de reboco e pintura do lado externo
faz com que a umidade que bata na parede pelo lado externo seja absorvida pela mesma,
causando o aspecto presente na figura acima. A umidade que ali está presente pode ocasionar
problemas futuros para essa estrutura, tendo em vista efeitos como a eflorescência e a
proliferação de fungos e bactérias pelo ambiente úmido.
Antes do inicio das atividades do canteiro, essa situação foi registrada, logo é um
problema que ali já estava presente, acredita-se que com o fechamento do local superior e a
parede lindeira a ser executada tal umidade ali instaurada deixará de existir, aliado a isso a
garagem possui abertura na frente e nos fundos onde a ventilação colabora para uma secagem
do local.

Figura 74 - Vista dos fundos da residência 1077

A vista aos fundos onde está localizada a cozinha do senhor Silvio notamos que
também não há revestimento externo, e possui o mesmo aspecto da garagem. Não há no local
a presença de fissuras ou trincas significativas. A caixa d’agua da casa 1077 aparenta sofrer
pela falta de manutenção, o mesmo foi recomendado tecnicamente a fazer uma limpeza no
sistema para garantir uma boa qualidade da água para uso doméstico.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 22 de 27
Figura 75 - Vista do muro com parte colapsada

Na figura 75 observamos que o muro está angulado para os fundos, onde tombará
naturalmente para o lado da vila militar, como não há presença de casas próximas e circulação
de pessoas acredita-se que não há o risco alto de acidentes, entretanto, as pessoas que por ali
estiverem perto podem sim sofrer lesões devido ao colapso da estrutura.
O local onde não há mais o fechamento o senhor Silvio L. F. realizou um fechamento
em madeira para evitar invasões de animais do lado externo e para minimizar a fuga de seus
animais domésticos. Foi recomendado que se evite de escorar elementos na lateral do muro,
para que não haja uma sobrecarga lateral impulsionando o elemento a cair.
Ao lado esquerdo do lote 1091 está a divisa com os túmulos do Cemitério Santo
Antônio, existe uma tira de terra entre os dois lotes, que não se sabe definir o proprietário. A
tira possui medida de ~0,60 metros de frente a fundo com extensão de 29 metros. Acredita-se
que tal faixa de terra seja uma sobra de terra proveniente do loteamento Vila Capri, aberto
pela empresa RAIA Empreendimentos.

Figura 76 - região do lado esquerdo do lote Arq&Obras

Cabe ressaltar que o projeto elaborado pela empresa Arq&Obras não ocupa tal sobra
de área, sendo a mesma desprezada de edificação. Na presente tira e no terreno 1091 desse

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 23 de 27
estudo consta uma caixa de passagem, de origem pluvial que direciona águas pluviais de
dentro do cemitério Santo Antônio para Rua Porto seguro, a caixa de passagem, pode trazer
transtornos ao empreendimento, visto que 50 % da mesma está sobre o lote da Empresa
Arq&Obras e os outros 50% sobre a tira de terra adjacente ao terreno.

Figura 77 - PV em pedra grês

Como pode ser observado na figura 58, o Poço de visita (PV) foi criado em pedra grês,
não há fundo no mesmo, nem impermeabilização, pode ter sido desgastado pelo tempo o
fundo. O sistema do PV encontra-se além da falta de fundo e vedação, possui aberturas que
provocam erosão de materiais para dentro da caixa, logo é considerado como um sistema
falho.
As águas vindas de montante, são direcionadas para a jusante através de tubos de 300
mm de concreto. A caixa possui também uma tampa em concreto armado, que aparenta ter
boa resistência ao tráfego. Porém o posicionamento da caixa dentro do lote Arq&Obras, além
de estar locado na divisa do terreno inviabilizando a construção de um fechamento adequado,
pode acarretar em outros transtornos ao morador da casa 01 do projeto Porto Seguro.

Figura 78 - Trinca da divisa entre o lote 1091 e cemitério

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 24 de 27
A drenagem do lote proveniente do cemitério Santo Antônio ainda poderia direcionar
as águas para o local de cota mais baixa que seria de propriedade da PACO, onde se localiza a
vila militar da Base Aérea de Canoas. Para fins de registro não foi analisado a origem das
águas pluviais que constam dentro do lote superior. Outro potencial problema que pode
acontecer é a contaminação do lote Arq&Obras tendo em vista que a caixa já está defasada de
uma boa impermeabilização, e o cemitério ser considerado um local de alto risco de
contaminação proveniente da decomposição de matéria orgânica que ali se encontra presente.
A falta de manutenção nas capelas mortuárias e o aparecimento de fissuras e trincas
nas estruturas ali existentes são argumentos que embasam tal afirmação. No presente laudo
ainda constam figuras que demonstram que há também trincas e fissuras na divisa do lote. Em
dias de chuva existe ainda relato da saída de águas através dessas aberturas.
Conforme o Código Civil Brasileiro, lei 10.406, 10 de janeiro de 2002, Diário Oficial
da União, Brasília, DF, o mesmo trás em seus artigos 1.288 e 1.289 assuntos aplicáveis a esse
caso em questão, como pode ser observado na figura 79.

Figura 79 - seção V do código civil brasileiro

Notou-se também na vistoria do imóvel que o caimento das lajes de cobertura das
carneiras que estão locadas na divisa direciona as águas para o lado externo do terreno do
Cemitério Santo Antônio. O direcionamento de águas pluviais para os lindeiros está em
desacordo com a legislação municipal de Canoas, com base na lei complementar nº5 de 22 de
agosto de 2016. “Art. 193 Os terrenos que recebem edificações serão convenientemente
preparados para dar escoamento às águas pluviais e de infiltração.”

§ 1º Todas as edificações com beiral com caimento no sentido da divisa, deverão possuir
calha, quando o afastamento da divisa for inferior a 0,75m (setenta e cinco centímetros).

§ 2º Quando a edificação estiver junto à divisa, ou com afastamento desta de até 0,25m (vinte
e cinco centímetros), deverá obrigatoriamente possuir platibanda e algeroz.”
Na figura 80 podemos observar com o auxílio do nível de bolha que o caimento está
direcionando para o lado externo do Cemitério Santo Antônio. A falta de uma pingadeira
adequada também provoca que a água escora na parede do elemento onde a estrutura está em
processo de carbonatação e rica em matéria orgânica. Esse efeito ainda faz com que a água
entre nas fissuras e trincas das capelas mortuárias fazendo com que os dejetos ali presentes
sejam encaminhados para o lado externo.

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 25 de 27
Figura 80 - Caimento das lajes

6. ANÁLISE

Após a análise dos dados coletados através da vistoria, recomendo que:

• Providencie a abertura de um protocolo na PACO notificando os responsáveis


pelo muro edificado aos fundos do lote;
• Protocolar junto a PMC a solicitação da tampa para a BL, em frente ao lote, pois a
mesma pode provocar um acidente com trabalhadores ou pedestres;
• Seguir as boas práticas executivas na contensão que será realizada do lado direito
do terreno para que não haja infiltrações para o lote lindeiro do senhor Silvio L.
F.;
• Notificar a Diretoria do Cemitério Santo Antônio que o caimento dos túmulos
localizados a esquerda do lote está destinando as águas pluviais ao terreno deste
estudo, estando em desacordo com a legislação municipal;
• Recomenda-se fazer fundação adequada com cuidados especiais aos fundos do
lote, tendo em vista que há a presença de um talude e o muro existe apresenta
risco de colapso. A erosão devido a lixiviação de material da fundação pode
provocar problemas futuros como já acontecido nos lotes vizinhos;
• Recomenda-se que seja solicitado a interrupção da via no sentido Av. Santos
Ferreira, para Rua Porto Seguro, no trecho de fronte para área verde, para que se
evite acidentes futuros com as edificações a serem construída, e para que no
período de obra se minimize a ocorrência de eventuais acidentes;
• O PV que se encontra parcialmente no terreno pode trazer riscos a contaminação
do solo e problemas executivos na construção de um fechamento lateral do lado
esquerdo do terreno, recomenda-se que seja comunicado a administração do
cemitério Santo Antônio a respeito do caso e protocolar juntamente a PMC uma
resolução adequada para o problema;
Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270
Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 26 de 27
• Solicitar a RGE SUL do grupo CPFL a liberação do acesso a casa 01 do projeto,
tendo em vista que o poste está em frente ao lote dificultando a entrada de
veículos, o poste ainda apresenta falta de prumo estando inclinado para o sentido
da via;
• Seguir as recomendações técnicas presente nesse laudo para garantir que não
haja manifestações patológicas futuras;

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Conclui-se no presente laudo que o grau de impacto é baixo e potencialmente não


causará patologias oriundas das edificações a serem executadas em seus lindeiros, aos
fundos do terreno existe a presença de um muro com potencial colapso de sua estrutura em
torno de 15 a 20% do alinhamento do lote 16, o presente muro atrás das casas nº 1065 e
1059, já ocorreu tal colapso, já na residência localizada ao lado do lote 16, de propriedade
do senhor Silvio L.F. O muro apresenta parte colapsada e parte em fase de tombamento,
com rotação superior a 15 graus.
Ficou registrado no presente documento fatores e características do entorno que
possam provocar inconvenientes a empresa Arq&Obras em seu período executivo e de pós
obra, dentre eles a presença de um poste da concessionária RGE SUL, do Grupo CPFL, em
frente ao lote 16, que dificultará o acesso de veículos a Casa 01 do projeto Porto Seguro, o
caimento invertido dos túmulos do Cemitério Santo Antônio que despeja suas águas pluviais
provenientes da laje de cobertura das lápides sobre o lote 16, objetivo deste laudo.
Ainda cabe citar, outros potenciais problemas que foram relatados, dentre eles o sentido
da Rua Irani Bertelli terminando bem na projeção do terreno onde é registrado inúmeros
acidentes nos terrenos 1091 e 1077 da Rua Porto Seguro, a presença de um PV dentro do
lote 16, sendo este com a função de drenar as águas pluviais do cemitério e direciona-las ao
longo da Rua Porto Seguro, o mesmo fica parte no lote da empresa Arq&Obras e parte numa
tira de terreno que deve ser de posse do cemitério Santo Antônio ou uma sobra de área do
loteamento Vila Capri.
O presente laudo possui anotação de responsabilidade técnica sob o número 10878246,
que segue em anexo.

Canoas, 17 de setembro de 2020

_______________________________________
YAGO DUARTE DA SILVA
Engenheiro Civil – CREA/RS 240.564
CPF:037.180.240-71
duarte29yago@gmail.com

Yago Duarte Engenheiro Civil – RDS Engenharia – CEP: 92.420-270


Rua Lopez Trovão Nº 45, Torre 02, AP: 402, São José – Canoas/RS
e-mail: duarte29yago@gmail.com – Tel.: (51) 9.95440761 Página 27 de 27

Você também pode gostar