Você está na página 1de 4

ANO A (VERDE) ANO LXXXVIII — REMESSA IX — 14-6-2020 — Nº 30

ramos, nós vos glorificamos, A) nós vos


damos graças por vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito
de Deus, B) Senhor Deus, Cordeiro de
Deus, Filho de Deus Pai, tende piedade
de nós! A) Vós que tirais o pecado do
mundo, acolhei a nossa súplica, tende
piedade de nós! B) Só vós sois o San-
to, só vós, o Senhor, só vós o Altíssimo,
Jesus Cristo salvador, A) com o Espíri-
to Santo, na glória de Deus Pai. A-B) À
Santíssima Trindade demos glória para
sempre. Amém!

5 ORAÇÃO DO DIA
PR: Ó Deus, força daqueles que
11º DOMINGO DO TEMPO COMUM esperam em vós, sede favorável ao
nosso apelo e, como nada podemos
a morte, também nós somos con- em nossa fraqueza, dai-nos sempre
Ritos vidados a morrer para o pecado e o socorro da vossa graça, para que
possamos querer e agir conforme
Iniciais ressurgir para uma vida nova. Re-
conheçamo-nos necessitados da vossa vontade, seguindo os vossos
misericórdia do Pai (pausa). Confes- mandamentos. Por nosso Senhor
1 CANTO DE ABERTURA
(CD: Cantos de aBertura e ComunHÃo, fx. 9)
semos os nossos pecados. Jesus Cristo, vosso Filho, na unida-
AS: Confesso a Deus todo-pode- de do Espírito Santo. AS: Amém!
O Senhor necessitou de braços / para roso / e a vós, irmãos e irmãs, / que
ajudar a ceifar a messe. / E eu ouvi seus
apelos de amor, / então respondi: “Aqui
pequei muitas vezes / por pensa- Liturgia
mentos e palavras, / atos e omis-
estou, aqui estou!”
sões, / por minha culpa, minha tão da Palavra
1. Eu vim para dizer que eu quero te grande culpa. / E peço à Virgem
seguir, / eu quero viver com muito amor Maria, / aos anjos e santos e a vós, Deus nos recorda sua presença e ação
o que aprendi! libertadora, e Jesus nos convida a co-
/ irmãos e irmãs, / que rogueis por
2. Eu vim para dizer que eu quero te laborar com ele na missão.
mim a Deus, nosso Senhor.
ajudar, / eu quero assumir a tua cruz e
carregar!
PR: Deus todo-poderoso tenha com- 6 I LEITURA (Ex 19,2-6a)
paixão de nós, perdoe os nossos pe- Leitura do Livro do Êxodo. – Na-
3. Eu vim para dizer que eu vou pro- cados e nos conduza à vida eterna.
fetizar, / eu quero ouvir a tua voz e queles dias, os israelitas, 2partindo
propagar! AS: Amém! de Rafidim, chegaram ao deserto
4. Eu vim para dizer que eu vou te PR: Senhor, tende piedade de nós. do Sinai, onde acamparam. Israel
acompanhar / e com meus irmãos o AS: Senhor, tende piedade de nós! armou aí suas tendas, defronte da
mundo novo edificar! PR: Cristo, tende piedade de nós. montanha. 3Moisés, então, subiu
AS: Cristo, tende piedade de nós! ao encontro de Deus. O Senhor
2 ACOLHIDA
Espontânea do presidente da celebração. PR: Senhor, tende piedade de nós.
chamou-o do alto da montanha e
disse: “Assim deverás falar à casa
A messe é grande, mas poucos são
AS: Senhor, tende piedade de nós! de Jacó e anunciar aos filhos de Is-
os operários; por isso, Jesus nos de- PR: Deus todo-poderoso tenha com- rael: 4Vistes o que fiz aos egípcios e
safia a nos unir a ele na missão. Co- paixão de nós, perdoe os nossos pe- como vos levei sobre asas de águia
mo povo disposto a encontrar o Se- cados e nos conduza à vida eterna. e vos trouxe a mim. 5Portanto, se
nhor e guardar a aliança feita com AS: Amém! ouvirdes a minha voz e guardardes
ele, celebremos o nosso compromis-
so com o projeto de Deus, que deseja
a minha aliança, sereis para mim a
uma sociedade purificada dos males 4 GLÓRIA (cantado)
(CD: Partes FiXas da missa, fx. 10 – Paulus)
porção escolhida dentre todos os
que degradam a vida humana. povos, porque minha é toda a terra.
Solo: Glória a Deus nas alturas! A) E 6a
E vós sereis para mim um reino de
paz na terra aos homens por ele ama-
3 ATO PENITENCIAL
dos. Senhor Deus, rei dos céus, Deus
sacerdotes e uma nação santa”. –
PR: No dia em que celebramos a Pai todo-poderoso: B) nós vos louva- Palavra do Senhor.
vitória de Cristo sobre o pecado e mos, nós vos bendizemos, nós vos ado- AS: Graças a Deus!
PÁG. 1
7 SALMO RESPONSORIAL 99(100) pois, ao dono da messe que envie 11 PRECES DA ASSEMBLEIA
(CD: Cantando os Salmos - Ano A, volu- trabalhadores para a sua colheita!”
me 2, faixa 16 – Paulus) 10,1
Jesus chamou os doze discípulos PR: Irmãos e irmãs, como povo de sa­
Nós somos o povo e o rebanho do Se- cerdotes e família de Deus, ousamos
e deu-lhes poder para expulsarem nos dirigir ao Pai em nome de Jesus,
nhor. os espíritos maus e para curarem
# seu Filho e nosso irmão, dizendo:
## 6 « todo tipo de doença e enfermidade.
« « l ««ˆ« «j
ˆ«« ‰ ˆ«« «««ˆ l ««ˆ« ««j « «
D Fm G A D7

& 8 «j ˆ« ˆ«« «j Œ”
ˆ«« l «ˆ«« . «ˆ« «j
==========================
ˆ« ˆ« l «ˆ«« . = AS: Venha a nós o vosso reino,
Refrão: Nós so - mos o
A7 A#º
po - vo e_o re - ba - nho do Se - nhor!
2
Estes são os nomes dos doze após-   Senhor!
## «« «« «« ««
ˆ« «ˆ ˆ« ˆ« l W «ˆ«« ˆ««« ««ˆ« «ˆ«« l W
D B7 Em Bm Bm7 Bm6 E7 Em7 A7 D
& W
========================== ˆ««« «««ˆ ««ˆ« «ˆ«« l W ««ˆ« _«««ˆ «ˆ«« =
««ˆ« l l tolos: primeiro, Simão, chamado Pe-
1. A Igreja é convidada a ouvir a vos-
(Salmodia)
dro, e André, seu irmão; Tiago, filho sa voz e guardar vossa aliança; fazei
1. Aclamai o Senhor, ó terra inteira, † de Zebedeu, e seu irmão João; 3Fi- dela, Senhor, instrumento de concór-
servi ao Senhor com alegria, / ide a lipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, dia e unidade para todos os povos,
ele, cantando jubilosos! o cobrador de impostos; Tiago, filho nós vos pedimos.
2. Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, de Alfeu, e Tadeu; 4Simão, o zelota, 2. Vós levastes vosso povo sobre
† ele mesmo nos fez, e somos seus, / e Judas Iscariotes, que foi o traidor asas de águia; assisti com vossa
nós somos seu povo e seu rebanho. de Jesus. 5Jesus enviou esses doze providência o papa, os bispos, pres-
3. Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, com as seguintes recomendações: bíteros e diáconos e concedei-lhes o
† sua bondade perdura para sempre, “Não deveis ir aonde moram os pa- dom da unidade, nós vos pedimos.
/ seu amor é fiel eternamente! gãos nem entrar nas cidades dos 3. Sois a fonte de todo poder gerador
8 II LEITURA (Rm 5,6-11) samaritanos! 6Ide, antes, às ovelhas de vida; tornai os nossos governan-
perdidas da casa de Israel! 7Em tes comprometidos com as pessoas
Leitura da Carta de São Paulo aos vosso caminho, anunciai: ‘O reino mais desassistidas, nós vos pedimos.
Romanos. – Irmãos, 6quando éra- dos céus está próximo’. 8Curai os 4. A messe é grande e poucos são
mos ainda fracos, Cristo morreu pe- doentes, ressuscitai os mortos, pu­ os operários; continuai convidando
los ímpios, no tempo marcado. 7Di- rificai os leprosos, expulsai os demô- pessoas generosas que se dedi-
ficilmente alguém morrerá por um nios. De graça recebestes, de graça quem ao anúncio do vosso reino, nós
justo; por uma pessoa muito boa deveis dar!” – Palavra da salvação. vos pedimos.
talvez alguém se anime a morrer. 5. Somos o vosso povo e o vosso re-
8
Pois bem, a prova de que Deus AS: Glória a vós, Senhor! banho; acolhei nossa prece silencio-
nos ama é que Cristo morreu por sa (no silêncio, cada um apresenta
nós quando éramos ainda pecado­ 10 PROFISSÃO DE FÉ (dois coros)
(Símbolo niceno-constantinopolitano) sua prece a Deus), nós vos pedimos.
res. 9Muito mais agora, que já es- Pode haver outras preces da comunidade.
tamos justificados pelo sangue de PR: Creio em um só Deus, Pai todo-
-poderoso: 1) criador do céu e da PR: Enviai, ó Deus, operários à vos-
Cristo, seremos salvos da ira por sa messe, para que em todo lugar o
terra, de todas as coisas visíveis e
ele. 10Quando éramos inimigos de invisíveis. 2) Creio em um só Se- vosso nome seja conhecido e santifi-
Deus, fomos reconciliados com ele nhor, Jesus Cristo, Filho unigêni- cado. Por Cristo, nosso Senhor.
pela morte do seu Filho; quanto mais to de Deus, nascido do Pai antes AS: Amém!
agora, estando já reconciliados, se- de todos os séculos: 1) Deus de
remos salvos por sua vida! 11Ainda
mais, nós nos gloriamos em Deus
Deus, luz da luz, Deus verdadeiro
de Deus verdadeiro, 2) gerado, não
Liturgia
por nosso Senhor Jesus Cristo. É criado, consubstancial ao Pai; por Eucarística
por ele que, já desde o tempo pre- ele todas as coisas foram feitas. 1)
Passemos da mesa da Palavra à mesa
sente, recebemos a reconciliação. E por nós, homens, e para nossa da Eucaristia, onde nos será oferecido
– Palavra do Senhor. salvação, desceu dos céus: (breve o Corpo e Sangue de Cristo, alimento
inclinação até “e se fez homem”) 2) e se que sustenta a nossa missão.
AS: Graças a Deus! encarnou, pelo Espírito Santo, no
seio da Virgem Maria e se fez ho-
9 EVANGELHO (Mateus 9,36-10,8)
mem. 1) Também por nós foi cruci- 12 PREPARAÇÃO DAS
OFERENDAS (CD: Lit. VI, faixa 14)
Aleluia, aleluia, aleluia. ficado sob Pôncio Pilatos; padeceu 1. Bendito e louvado seja / o Pai,
O reino do céu está perto! / Convertei- e foi sepultado. 2) Ressuscitou ao nosso criador. /: O pão que nós re-
-vos, irmãos, é preciso! / Crede todos terceiro dia, conforme as Escritu- cebemos / é prova do seu amor, :/
no evangelho! ras, 1) e subiu aos céus, onde está /: é o fruto de sua terra, / do povo traba-
PR: O Senhor esteja convosco! sentado à direita do Pai. 2) E de lhador; :/ na missa é transformado / no
novo há de vir, em sua glória, para corpo do Salvador.
AS: Ele está no meio de nós! julgar os vivos e os mortos; e o seu
PR: Proclamação do Evangelho de Bendito seja Deus, / bendito seu amor.
reino não terá fim. 1) Creio no Espí- / Bendito seja Deus, / Pai onipotente,
@ Jesus Cristo segundo Mateus. rito Santo, Senhor que dá a vida e nosso criador (bis).
AS: Glória a vós, Senhor! procede do Pai e do Filho; 2) e com
2. Bendito e louvado seja / o Pai, nosso
o Pai e o Filho é adorado e glorifi-
Naquele tempo, 36vendo Jesus as cado: ele que falou pelos profetas.
criador. /: O vinho que recebemos / é
multidões, compadeceu-se delas, prova do seu amor, :/ /: é o fruto de sua
1) Creio na Igreja, una, santa, ca- terra, / do povo trabalhador; :/ na missa
porque estavam cansadas e aba- tólica e apostólica. 2) Professo um é transformado / no sangue do Salvador.
tidas como ovelhas que não têm só batismo para remissão dos pe-
pastor. Então disse a seus discípu- cados. 1) E espero a ressurreição PR: Orai, irmãos e irmãs...
los: 37“A messe é grande, mas os dos mortos 2) e a vida do mundo AS: Receba o Senhor por tuas
trabalhadores são poucos. 38Pedi, que há de vir. AS: Amém! mãos este sacrifício...
PÁG. 2
13 SOBRE AS OFERENDAS Eis o mistério da fé! segundo o vosso desejo, a paz e a
AS: Salvador do mundo, salvai-nos, unidade. Vós, que sois Deus, com o
PR: Ó Deus, que pelo pão e vinho vós que nos libertastes Pai e o Espírito Santo. AS: Amém!
alimentais a vida dos seres huma- pela cruz e ressurreição! PR: A paz do Senhor...
nos e os renovais pelo sacramento,
fazei que jamais falte este sustento PR: Celebrando, pois, a memória da AS: O amor de Cristo nos uniu!
ao nosso corpo e à nossa alma. Por morte e ressurreição do vosso Filho, Pode haver convite para o abraço da paz.
Cristo, nosso Senhor. AS: Amém! nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da AS: Cordeiro de Deus...
vida e o cálice da salvação; e vos
agradecemos porque nos tornastes PR: Felizes os convidados para a
ORAÇÃO EUCARÍSTICA II
14 Prefácio: O mistério pascal e o povo de dignos de estar aqui na vossa presen- ceia do Senhor. Eis o Cordeiro...
Deus (Missal, páginas 428/478) ça e vos servir. AS: Senhor, eu não sou digno/a...
PR: O Senhor esteja convosco! AS: Recebei, ó Senhor,
AS: Ele está no meio de nós! a nossa oferta! 16 CANTO DE COMUNHÃO
(CD: Liturgia VI, faixa 16 – Paulus)
PR: Corações ao alto! PR: E nós vos suplicamos que, parti- Vem, Senhor, vem curar nossos males,
cipando do Corpo e Sangue de Cristo, / libertar-nos das duras correntes! / Vem
AS: O nosso coração está em Deus! sejamos reunidos pelo Espírito Santo trazer aos perdidos a graça / e a saúde
PR: Demos graças ao Senhor, num só corpo. vem dar aos doentes!
nosso Deus! AS: Fazei de nós um só corpo 1. Um canto novo ao Senhor, / ó terras
AS: É nosso dever e nossa salvação! e um só espírito! todas, cantai! / Louvai seu nome bendito,
PR: Na verdade, é justo e necessário, PR: Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igre- / diariamente aclamai! / Sua glória, seus
é nosso dever e salvação dar-vos ja que se faz presente pelo mundo in- grandes feitos, / aos povos todos contai.
graças, sempre e em todo lugar, teiro: que ela cresça na caridade, com 2. Ele é o maior dos senhores: / merece
Senhor, Pai santo, Deus eterno e to- o papa (...), com o nosso bispo (...) nosso louvor; / e, mais do que aos deu-
do-poderoso, por Cristo, vosso Filho, e todos os ministros do vosso povo. ses todos, / nós lhe devemos temor. /
que, pelo mistério da sua pás­coa, AS: Lembrai-vos, ó Pai, Os outros deuses são nada, / ele é do
realizou uma obra admirável. Por da vossa Igreja! céu criador.
ele, vós nos chamastes das trevas à 3. Sabei que o Senhor é rei / e traz justi-
PR: Lembrai-vos também dos nossos
vossa luz incomparável, fazendo-nos ça a esta terra. / Alegrem-se o mar e os
irmãos e irmãs que morreram na es- peixes / e tudo o que o mundo encerra:
passar do pecado e da morte à glória perança da ressurreição e de todos
de sermos o vosso povo, sacerdócio / os campos, plantas, montanhas / e as
os que partiram desta vida: acolhei-os árvores da floresta.
régio e nação santa, para anunciar, junto a vós na luz da vossa face.
por todo o mundo, as vossas maravi- 4. Ele é o Senhor do universo / e faz jus-
lhas. Por essa razão, agora e sempre, AS: Lembrai-vos, ó Pai, tiça a seu povo. / Aos povos há de julgar,
nós nos unimos à multidão dos anjos dos vossos filhos! / reinando no mundo todo. / Por isso a
e dos santos, cantando (dizendo) a PR: Enfim, nós vos pedimos, tende ele cantai, / ó terras, um canto novo!
uma só voz: piedade de todos nós e dai-nos par-
ticipar da vida eterna, com a Virgem 17 DEPOIS DA COMUNHÃO
AS: Santo, santo, santo...
Maria, mãe de Deus, com são José, PR: Ó Deus, esta comunhão na Eu-
PR: Na verdade, ó Pai, vós sois santo seu esposo, com os santos apóstolos caristia prefigura a união dos fiéis em
e fonte de toda santidade. Santificai, e todos os que neste mundo vos ser- vosso amor; fazei que realize tam-
pois, estas oferendas, derramando viram, a fim de vos louvarmos e glori- bém a comunhão na vossa Igreja. Por
sobre elas o vosso Espírito, a fim de ficarmos por Jesus Cristo, vosso Filho. Cristo, nosso Senhor. AS: Amém!
que se tornem para nós o Corpo e @
o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho AS: Concedei-nos o convívio
e Senhor nosso. dos eleitos! Ritos
PR: Por Cristo, com Cristo, em Cristo,
AS: Santificai nossa oferenda,
ó Senhor! a vós, Deus Pai todo-poderoso, na Finais
unidade do Espírito Santo, toda a
PR: Estando para ser entregue e abra- honra e toda a glória, agora e para Mensagem final e compromissos da semana.
çando livremente a paixão, ele tomou sempre. AS: Amém! Na próxima sexta-feira celebramos­a
o pão, deu graças e o partiu e deu a solenidade do Sagrado Coração­de
seus discípulos, dizendo: 15 PAI-NOSSO (como de costume) Jesus. O Mestre tem um “coração
TOMAI, TODOS, E COMEI: PR: Livrai-nos de todos os males, manso e humilde” que acolhe a to­dos,
ISTO É O MEU CORPO, ó Pai, e dai-nos hoje a vossa paz. principalmente os pobres e despreza-
QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS. Ajudados pela vossa misericórdia, dos pela sociedade. Façamos o nosso
coração semelhante ao dele: manso e
Do mesmo modo, ao fim da ceia, sejamos sempre livres do pecado e
humilde, acolhedor e solidário.
ele tomou o cálice em suas mãos, protegidos de todos os perigos, en-
deu graças novamente e o deu a seus quanto, vivendo a esperança, aguar- Segue a bênção final. Louvor final à escolha.
discípulos, dizendo: damos a vinda do Cristo salvador.
LITURGIA DA PALAVRA: 2ª f.: 1Rs 21,1-
TOMAI, TODOS, E BEBEI: AS: Vosso é o reino, o poder 16; Sl 5; Mt 5,38-42 – 3ª f.: 1Rs 21,17-29;
ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE,    e a glória para sempre! Sl 50; Mt 5,43-48 – 4ª f.: 2Rs 2,1.6-14; Sl
O SANGUE DA NOVA E ETERNA PR: Senhor Jesus Cristo, dissestes 30; Mt 6,1-6.16-18 – 5ª f.: Eclo 48,1-15; Sl
ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO 96; Mt 6,7-15 – 6ª f. (Sagrado Coração
aos vossos apóstolos: “Eu vos dei- de Jesus): Cf. página seguinte – Sábado
POR VÓS E POR TODOS xo a paz, eu vos dou a minha paz”. (Imaculado Coração de Maria): Is 61,9-11;
PARA REMISSÃO DOS PECADOS. Não olheis os nossos pecados, mas Cânt.: 1Sm 2,1.4-8; Lc 2,41-51 – Domingo:
FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM. a fé que anima vossa Igreja; dai-lhe, Jr 20,10-13; Sl 68; Rm 5,12-15; Mt 10,26-33.
PÁG. 3
ANO A (BRANCO) 19-6-2020 vós o meu jugo e aprendei de mim, por-
que sou manso e humilde de coração, e
SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS vós encontrareis descanso. 30Pois o meu
jugo é suave e o meu fardo é leve”. –
Com alegria nos reunimos para a sole- ó minha alma, ao Senhor, / não te esque- Palavra da salvação.
nidade do Sagrado Coração de Jesus, ças de nenhum de seus favores!
celebração que nos leva ao centro do 2. Pois ele te perdoa toda culpa / e cura 23 PRECES DA ASSEMBLEIA
cristianismo: Jesus Cristo. Unidos pelo toda a tua enfermidade; / da sepultura ele
amor, elevemos nosso hino de louvor salva a tua vida / e te cerca de carinho e PR: Elevemos ao Senhor Jesus as nos-
ao Pai por sua fidelidade e misericórdia. compaixão. sas súplicas, dizendo:
3. O Senhor realiza obras de justiça / e AS: Coração de Jesus, ensinai-nos a amar!
18 ORAÇÃO DO DIA garante o direito aos oprimidos; / revelou 1. Pela Igreja nascida do Coração de
PR: Concedei, ó Deus todo-poderoso, os seus caminhos a Moisés / e aos filhos Cristo, para que sempre anuncie que
que, alegrando-nos pela solenidade do de Israel, seus grandes feitos. Deus é amor misericordioso, rezemos.
Coração do vosso Filho, meditemos as 4. O Senhor é indulgente, é favorável, / é 2. Por todas as nações, para que bus-
maravilhas de seu amor e possamos paciente, é bondoso e compassivo. / Não quem a paz e estejam abertas para aco-
receber, desta fonte de vida, uma tor- nos trata como exigem nossas faltas / nem lher os migrantes e refugiados, rezemos.
rente de graças. Por nosso Senhor Je- nos pune em proporção às nossas culpas.
3. Pelos pobres e oprimidos, para que
sus Cristo, vosso Filho, na unidade do encontrem consolo em Deus, dedicação
Espírito Santo. AS: Amém! 21 II LEITURA (1Jo 4,7-16) das autoridades e solidariedade na so-
Leitura da Primeira Carta de São João. ciedade, rezemos.
Liturgia da Palavra – 7Caríssimos, amemo-nos uns aos 4. Pelas comunidades cristãs, povo con-
outros, porque o amor vem de Deus e sagrado a Deus, para que saibam parti-
Somos povo consagrado ao Senhor e todo aquele que ama nasceu de Deus
amado por ele desde sempre. A exemplo lhar o amor e a ajuda mútua, rezemos.
e conhece Deus. 8Quem não ama não
dele, somos convidados a nos amar uns 5. Pelos membros do Apostolado da
aos outros.
chegou a conhecer Deus, pois Deus é Oração, para que deem testemunho da
amor. 9Foi assim que o amor de Deus Igreja orante e do amor de Cristo por to-
19 I LEITURA (Dt 7,6-11) se manifestou entre nós: Deus enviou dos, rezemos. Pode haver outras preces.
o seu Filho único ao mundo, para que
Leitura do Livro do Deuteronômio. – Moi- tenhamos vida por meio dele. 10Nisto
sés falou ao povo, dizendo: 6“Tu és um consiste o amor: não fomos nós que Liturgia Eucarística
povo consagrado ao Senhor teu Deus. amamos a Deus, mas foi ele que nos
O Senhor teu Deus te escolheu dentre Na Eucaristia recebemos o dom de Cris-
amou e enviou o seu Filho como vítima to morto e ressuscitado: seu Espírito. Ele
todos os povos da terra para seres o seu de reparação pelos nossos pecados.
povo preferido. 7O Senhor se afeiçoou a torna nosso coração manso e humilde,
11
Caríssimos, se Deus nos amou assim, semelhante ao de Jesus.
vós e vos escolheu, não por serdes mais nós também devemos amar-nos uns aos
numerosos que os outros povos – na outros. 12Ninguém jamais viu a Deus.
verdade, sois o menor de todos –, 8mas, 24 SOBRE AS OFERENDAS
Se nos amamos uns aos outros, Deus
sim, porque o Senhor vos amou e quis permanece conosco e seu amor é plena- PR: Considerai, ó Deus, o indizível amor
cumprir o juramento que fez a vossos mente realizado entre nós. 13A prova de do coração do vosso amado Filho, para
pais. Foi por isso que o Senhor vos fez que permanecemos com ele, e ele co- que nossas oferendas vos agradem e sir-
sair com mão poderosa e vos resgatou nosco, é que ele nos deu o seu Espírito. vam de reparação por nossas faltas.
da casa da escravidão, das mãos do 14
E nós vimos, e damos testemunho, que Por Cristo, nosso Senhor. AS: Amém!
faraó, rei do Egito. 9Saberás, pois, que o Pai enviou o seu Filho como salvador
o Senhor teu Deus é o único Deus, um do mundo. 15Todo aquele que proclama 25 PREFÁCIO (Missal, página 382)
Deus fiel, que guarda a aliança e a mi-
que Jesus é o Filho de Deus, Deus PR: Na verdade, é justo e necessário, é
sericórdia até mil gerações para aqueles
permanece com ele e ele com Deus. 16E nosso dever e salvação dar-vos graças,
que o amam e observam seus manda-
nós conhecemos o amor que Deus tem sempre e em todo lugar, Senhor, Pai
mentos, 10mas castiga diretamente aque- santo, Deus eterno e todo-poderoso, por
para conosco e acreditamos nele. Deus
le que o odeia, fazendo-o perecer; e não Cristo, Senhor nosso. Elevado na cruz,
é amor: quem permanece no amor per-
o deixa esperar, mas dá-lhe imediata- entregou-se por nós com imenso amor. E
manece com Deus e Deus permanece
mente o castigo merecido. 11Guarda, de seu lado aberto pela lança fez jorrar,
com ele. – Palavra do Senhor.
pois, os mandamentos, as leis e os de- com a água e o sangue, os sacramentos
cretos que hoje te prescrevo, pondo-os 22 EVANGELHO (Mateus 11,25-30) da Igreja, para que todos, atraídos ao seu
em prática!” – Palavra do Senhor. coração, pudessem beber, com perene
25
Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: alegria, na fonte salvadora. Por essa ra-
SALMO RESPONSORIAL 102(103) “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da
20 (CD: Cant. os salmos - ano a, v. 2, fx. 6) terra, porque escondeste estas coisas
zão, agora e sempre, nós nos unimos à
multidão dos anjos e dos santos, cantan-
2 «« «« « «««ˆ ««ˆ« «««ˆ «««ˆ ««ˆ« «««ˆ «ˆ«« «« aos sábios e entendidos e as revelaste
ˆ« ˆ« l «ˆ« «
C F G Em
&4 Œ
========================== l ˆ«« l ˆ« =l do (dizendo) a uma só voz...
Refrão: O a - mor do Se - nhor Deus por quem o te - me aos pequeninos. 26Sim, Pai, porque
«ˆ««
A7
«ˆ«« « « «
Dm
« «
G7 C
& Œ l ˆ«« ˆ«« ˆ«« «««ˆ l ««ˆ« «««ˆ ˆ«« ««ˆ l ««ˆ«
========================== ««ˆ« =” assim foi do teu agrado. 27Tudo me foi 26 DEPOIS DA COMUNHÃO
é de sem - pre e per - du - ra pa - ra sem - pre! entregue por meu Pai, e ninguém co-
Dm C C7 «F
««ˆ« ˆ««« «ˆ« «ˆ« W œ»» œ»» «ˆ«« «ˆ«« bW œ»»» »»»œ ««ˆ« ««ˆ« W «ˆ«« «««ˆ «« ««
A7 G7 G7 C PR: Ó Deus, que este sacramento da
& W « «l
==========================» » l l ˆ« =ˆ« l l nhece o Filho, senão o Pai, e ninguém
(Salmodia)
conhece o Pai, senão o Filho e aquele caridade nos inflame em vosso amor
O amor do Senhor Deus por quem o teme a quem o Filho o quiser revelar. 28Vinde e, sempre voltados para o vosso Filho,
/ é de sempre e perdura para sempre. a mim todos vós que estais cansados e aprendamos a reconhecê-lo em cada
1. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, / e fatigados sob o peso dos vossos fardos, irmão. Por Cristo, nosso Senhor.
todo o meu ser, seu santo nome! / Bendize, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre AS: Amém!
Editora: PIA SOCIEDADE DE SÃO PAULO (PAULUS) - O DOMINGO: Semanário Litúrgico-Catequético - Jornalista responsável: Pe. Valdir José de Castro ssp
Coordenação: Pe. Darci Luiz Marin ssp - Redator: Pe. Nilo Luza ssp - Ilustração principal: Stefano Pachì; ilustr. adicionais: S. Fabris, Missal Dominical, Paulus
O DOMINGO - Caixa Postal 700 - 01031-970 São Paulo, SP - Tel.: (11) 3789-4000 - WhatsApp: (11) 99974-1840 - E-mail: assinaturas@paulus.com.br
Texto litúrgico publicado com a autorização da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

PÁG. 4
ISSN 2358-5706

Você também pode gostar