Você está na página 1de 5

LINGUAGENS, CÓDIGOS

E SUAS TECNOLOGIAS
FRENTE: REDAÇÃO
EAD – MEDICINA
PROFESSOR(A): DANIEL VICTOR

AULA 13

ASSUNTO: A QUEBRA DE PARALELISMO

Resumo Teórico Exercícios

Sintático 01. A partir dos temas seguintes, elabore um parágrafo introdutório


com uma tese a ser defendida.
1. Estamos ameaçados de um livro terrível e que pode lançar o
A) O papel da sociedade na questão da manipulação da vida pela
desespero. (Errado)
Estamos ameaçados de um livro que é terrível e que pode lançar o ciência.
desespero. (Correto) B) A participação política das mulheres no Brasil.

2. Esta empresa foi fundada para gerar novos empregos e para a 02. Leia os fragmentos abaixo e classifique-os em fatos (F) ou
produção de energia. (Errado) opiniões (O).
Esta empresa foi fundada para gerar novos empregos e para ( ) O homem moderno, sempre ávido por progresso, precisa,
produzir energia. (Correto) agora mais do que nunca, rever sua postura no tocante à
maneira como lida com os recursos naturais ainda disponíveis
3. A energia nuclear não só se aplica à produção da bomba atômica
no planeta, sob pena de colocar em xeque o próprio futuro
e pode ser empregada na Medicina. (Errado)
A energia nuclear não só se aplica à produção da bomba atômica, da humanidade.
mas também pode ser empregada na Medicina. (Correto) ( ) O MEC aprova um livro que diz que em Português nada é
errado. O que existe é o inadequado.
4. Seja no Brasil ou na China, há a necessidade de professores. (Errado) ( ) As pessoas são levadas a acreditar que só poderão ser
Seja no Brasil seja no China, há a necessidade de professores. plenamente felizes se consumirem cada vez mais. Não
(Correto) percebem que a felicidade e a realização pessoal nada têm
a ver com a posse material e o ter mais e mais.
5. O Governo precisa investir na educação, lazer e em moradia. (Errado)
( ) Novamente, a discussão acerca da redução da maioridade
O Governo precisa investir em educação, lazer e moradia. (Correto)
O Governo precisa investir na educação, no lazer e na moradia. penal ocupa lugar de destaque no Congresso.
(Correto)
03. Analise os fragmentos abaixo e identifique a tese apresentada
6. Os presídios brasileiros são insalubres e sem atividades de pelo autor.
ressocialização. (Errado) A) No Brasil, o crescimento demográfico não acontece de modo
Os presídios brasileiros são insalubres e possuem poucas atividades homogêneo entre os diferentes segmentos socioeconômicos
de ressocialização. (Correto) da população. Assim, o planejamento familiar torna-se
fundamental para aumentar a eficácia das políticas públicas
Semântico de cunho social e, consequentemente, elevar os indicadores
de desenvolvimento humano do País.
Exemplos:
B) No Brasil, a decisão do voto, muitas vezes, distancia-se de
• Fiz duas operações: uma em São Paulo e outra no ouvido.
uma escolha voltada para atender aos interesses coletivos. Isso
• Tanto o Brasil quanto a Europa precisam receber os refugiados.
• Marcela amou-me durante quinze dias e trinta contos de réis. evidencia, portanto, a necessidade de reestruturar a concepção
(Memórias Póstumas de Brás Cubas). política dos eleitores, como forma de melhorar a qualidade da
• ... encontrei no trem da Central um rapaz aqui do bairro, que eu escolha dos indivíduos que pleiteiam a gerência do Estado.
conheço de vista e de chapéu. (D. Casmurro).

F B O NLINE.COM.BR OSG.: 120000/17

//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO

04. (Fuvest) Leia o seguinte texto e responda ao que se pede. A) Visando a obter maior expressividade, recorre-se, no título
da mensagem, ao emprego de expressão com duplo sentido.
EM BOCA FECHADA BEM-TE-VI NÃO FAZ NINHO Indique essa expressão e explique sucintamente.
B) Segundo o anúncio, uma das vantagens do produto (transporte
Campos de Melo passou todos os anos de sua vereança ferroviário) nele oferecido é o fato de esse produto ser
sem dar uma palavra. Era a boca de siri da câmara municipal de “sustentável”. Cite um motivo que justifique tal afirmação.
Cuité. Até que, uma tarde, ergueu o busto, como quem ia falar.
O presidente da Mesa, mais do que depressa, disse: 07. (Fuvest) Leia o seguinte texto:
–– Tem a palavra o nobre vereador. Então, em meio do
grande silêncio, o grande mudo falou. MAL TRAÇADAS
–– Peço licença para fechar a janela, pois estou constipado. Canadá planeja extinguir os carteiros

José Cândido de Carvalho, Se eu morrer, telefone para o céu.


No mundo inteiro, os serviços de correio tentam se
adaptar à disseminação do e-mail, do Facebook, do SMS e do
Skype, que golpearam quase até a morte os hábitos tradicionais
A) Tendo em vista o contexto, é correto afirmar que, tanto do
de correspondência, mas em nenhum lugar se chegou tão longe
ponto de vista da estrutura quanto da mensagem, o título do
quanto no Canadá. Em dezembro, o Canada Post anunciou
texto constitui um provérbio?
nada menos que a extinção do carteiro tal como o conhecemos.
B) Que frase do texto contribui de maneira mais decisiva para dar
A meta é acabar com o andarilho uniformizado que, faça chuva
um caráter anedótico a essa breve narrativa? Justifique sua
ou faça sol, distribui envelopes de porta em porta e, às vezes,
escolha. até conhece os rostos por trás dos nomes dos destinatários.
Os adultos de amanhã se lembrarão dele tanto quanto os de
05. (Unifesp) Leia o texto e responda. hoje se recordam dos leiteiros, profetizou o blog de assuntos
metropolitanos do jornal Toronto Star, conformado à marcha
No tocante à relação entre a ética, a ciência e a tecnologia, inelutável da modernidade tecnológica.
duas são as dificuldades. Do lado da ética, a dificuldade é ela gerar Claudia Antunes,
uma moral conforme as necessidades da ciência e da tecnologia, Disponível em: <//revistapiaui.estadao.com.br/materia/mal-tracadas/>

na medida em que toda ética implica sanções e interdições, e


a ciência e a tecnologia em si mesmas, em sua lógica interna, A) Qual é a relação de sentido existente entre o título “Mal
não estão, de saída, dispostas a aceitar proibições e a sacrificar traçadas” e o assunto do texto?
B) Sem alterar o sentido, reescreva o trecho “conformado à marcha
a liberdade de conhecer e de engenhar. Do lado da ciência e da
inelutável da modernidade tecnológica”, substituindo a palavra
tecnologia, a dificuldade, como viu Tolstói a respeito da primeira,
“conformado” por um sinônimo e o adjetivo “inelutável” pelo
é que elas são impotentes para gerar valores, os quais deverão
verbo lutar, fazendo as modificações necessárias.
ser buscados e gerados alhures, em outras esferas da sociedade
e da cultura. Não bastasse, ao contrário do que imaginava Bacon, Exemplo: “marcha inevitável da modernidade tecnológica” =
que acreditava que o conhecimento, ou melhor, a ciência, além marcha da modernidade tecnológica que não se pode evitar.
de gerar a técnica, deveria ser a norma da ação moral, a ciência
e a tecnologia não têm a capacidade de instaurar tal norma, 08. (UFMG)
haja vista sua incapacidade de responder às duas questões que,
segundo Tolstói, mais interessam em nossas vidas: o que devemos E ELES NÃO FORAM FELIZES PARA SEMPRE...
fazer e como devemos viver? – talvez porque essas questões não
tenham a ver com fatos, mas com valores, e os valores são algo João e Maria não são mais as crianças ingênuas que se
mais do que uma cognição, dependendo de tradições, afetos e deixavam iludir por uma casa feita de doces no meio da floresta.
sentimentos. Daí não ser nada fácil a tarefa de ajustar a ética, a (1) Adultos, se tornaram (2) caçadores mercenários que querem
ciência e a tecnologia. Daí nosso temor de a grande e insistente vingança contra a bruxa que um dia ameaçou suas vidas. A Bela
reivindicação de mais ética, de pôr ética em tudo, gerar uma Adormecida, por sua vez, já não é vítima do feitiço de uma bruxa
enorme e irremediável frustração. invejosa. Por vontade própria, (3) ela cai em sono profundo
Revista Kriterion, vol. 45 nº 109, Belo Horizonte Jan/Jun 2004. para satisfazer o fetiche dos homens. Não, não deu a louca nos
contos de fadas. Foi o cinema que decidiu cortar o “felizes para
A) De que tipo de argumento se vale o autor para fundamentar sempre” do roteiro mais popular dessas histórias e recontá-las
seu ponto de vista? sob perspectiva mais adulta e, em alguns casos, mais sombria
B) Qual a posição de Tolstói, quando analisa comparativamente também, como (4) nos exemplos acima. Seguindo A Garota da
ciência e ética? Capa Vermelha, longa baseado no conto Chapeuzinho Vermelho
que estreou nos cinemas este mês, pelo menos mais outros seis
06. (Fuvest) Leia a seguinte mensagem publicitária de uma empresa filmes inspirados em contos de fadas, mas com uma abordagem
da área de logística: bem diferente das doces adaptações feitas pela Disney [...], devem
chegar à tela grande entre este ano e o próximo. O olhar menos
A GENTE ANDA NA LINHA PARA LEVAR ingênuo e mais pesado que os novos filmes lançam sobre os
SUA EMPRESA MAIS LONGE contos de fadas espelha aspectos da própria atualidade. A Fera,
por exemplo, que ainda não tem data de estreia no Brasil, traz
A Bela e a Fera para o século XXI propositalmente. “Eu adorei a
Mudamos o jeito de transportar contêineres no Brasil e
ideia de tornar contemporânea a história e ambientá-la em um
Mercosul. Através do modal ferroviário, oferecemos soluções
colégio. O conto trata da forma como se lida com a aparência
logísticas econômicas, seguras e sustentáveis.
e achei a escola o cenário ideal para explorar a obsessão que a

F B O NLINE.COM.BR 2 OSG.: 120000/17

//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO

nossa cultura e a nossa juventude têm pelo visual”, comentou O neurocientista minimizou as críticas recebidas após a
o diretor Daniel Barnz, em entrevista de divulgação do filme. (5) rápida apresentação na Arena Corinthians: “Tenham calma, não
Essa sintonia com o presente ultrapassa a questão da temática e olhem para isso como se fosse um jogo de futebol. Tem que
encontra eco também na própria origem dessas narrativas, cujas conhecer tecnicamente e saber o esforço. Robótica não é filme
primeiras versões, de séculos atrás, nada tinham de infantil. de Hollywood, tem limitações que nós conhecemos: O limite
Jornal Pampulha, 30 abr./6 maio 2011, capa 3. (Fragmento) desse trabalho foi alcançado. Os oito pacientes atingiram um
grau de proficiência e controle mental muito altos, e tudo isso
A) Com base nessa leitura, justifique o título do texto. será publicado”, garante.
B) Indique os elementos a que cada um destes termos, ou CARVALHO, Eduardo. Robótica não é filme de Hollywood,
expressões, faz referência no texto: diz Nicolelis sobre o exoesqueleto.
Disponível em: <http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/06/robotica-
Adultos (ref. 1): nao-e-filme-de-hollywood-diz-nicolelissobre-o-exoesqueleto.html>
Caçadores mercenários (ref. 2): Acesso em: 18 jun. 2014. (Adaptado).
Ela (ref. 3):
Nos exemplos acima (ref. 4): Considerando a notícia transcrita anteriormente, pode-se dizer
Essa sintonia (ref. 5): que a afirmação reproduzida no título (“Robótica não é filme de
Hollywood”):
09. (UFG) O poema abaixo é de José Paulo Paes. A) reitera a baixa qualidade técnica das imagens da demonstração
com o exoesqueleto, depreciando a própria realização do
À IMPROPRIEDADE experimento com voluntários.
B) destaca a grande receptividade da demonstração com o
De cearense sedentário exoesqueleto junto ao público da Copa, superior à dos filmes
baiano lacônico produzidos em Hollywood.
mineiro perdulário C) aponta a necessidade de maiores investimentos financeiros na
geração de imagens que possam valorizar a importância de
Deus nos guarde. conquistas científicas na mídia.
D) sugere que os resultados desse feito científico são muito
De carioca cerimonioso mais complexos do que as imagens veiculadas pela televisão
gaúcho modesto permitiram ver.
paulista preguiçoso
11. (Unicamp) Dados numéricos e recursos linguísticos colaboram para
Deus nos livre e guarde. a construção dos sentidos de um texto. Leia os títulos de notícias
a seguir sobre as vendas do comércio no último Dia dos Pais.
Interpretando-se os sentidos do poema, pode-se afirmar que:
( ) em seu sentido global, o poema reafirma os estereótipos a Venda para o Dia dos Pais cresceu 2% em relação ao ano passado.
respeito dos diversos tipos de brasileiro. Adaptado de O Diário Online, 15/08/2014.
( ) o poema é construído com antíteses parcialmente implícitas: Disponível em: <http:www.odiarioonline.com.br/noticia/26953/.
ao conceito de “cearense sedentário”, por exemplo, opõe-se Acesso em: 20 ago. 2014.

“cearense migrante”.
( ) o poema é bem-humorado por causa das inversões de sentido Só 4 em cada 10 brasileiros compraram presentes no Dia dos Pais.
utilizadas pelo autor. Época São Paulo, 17/08/2014.
( ) o título “À impropriedade” funciona como um ornamento Disponível em: <http:epoca.globo.com/regional/sp/Consumo.
Acesso em: 20 ago. 2014.
dispensável ao texto, sem manter assim relações de sentido
com o poema. Podemos afirmar que:
A) as informações apresentadas nos títulos fornecem análises
10. (Unicamp) convergentes sobre as vendas.
B) a avaliação sobre as vendas expressa no segundo título é
‘ROBÓTICA NÃO É FILME DE HOLLYWOOD’, confirmada pela proporção apresentada no primeiro título.
DIZ NICOLELIS SOBRE O EXOESQUELETO. C) uma avaliação pessimista das vendas do Dia dos Pais é
apresentada no segundo título.
Robô comandado por paraplégico foi mostrado na abertura D) o crescimento de 2% mencionado no primeiro título garante
da Copa. Equipamento transforma força do pensamento em que as vendas este ano foram satisfatórias.
movimentos mecânicos.
12. (Unicamp) Dois adesivos foram colocados no vidro traseiro de um
carro: em cima:
Em entrevista ao G1, o neurocientista brasileiro Miguel
Nicolelis comentou que inicialmente estava previsto um jovem Deus é fiel
paraplégico se levantar da cadeira de rodas, andar alguns passos e bem embaixo:
e dar um chute na bola, que seria o “pontapé inicial” do Mundial Porque para Deus nada é impossível.
do Brasil. Mas a estratégia foi revista após a Fifa informar que o
grupo teria 29 segundos para realizar a demonstração científica. É possível ler os dois adesivos em sequência, constituindo um
Na última quinta-feira, o voluntário Juliano Pinto, de único período. Neste caso,
29 anos, deu um chute simbólico na bola da Copa usando o A) o que se estaria afirmando sobre a fidelidade?
exoesqueleto. Na transmissão oficial, exibida por emissoras em B) o que o dono do carro poderia estar querendo afirmar sobre
todo o mundo, a cena durou apenas sete segundos. si mesmo?

OSG.: 120000/17
3 F B O N L I NE .C O M . B R
//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO

• Texto para a próxima questão. porém, transformar-se num “sentimento do contrário” – quando
aquele que ri procura entender as razões pelas quais a velha se
O texto abaixo servirá como base para a questão que se segue. mascara, na ilusão de reconquistar a juventude perdida. Nesse
passo, a velha da anedota não mais está distante do sujeito que
“Cruéis convenções nos convocam: estar em forma, ser percebe, porque este pensa que também poderia estar no lugar
competente, ser produtivo, mostrar serviço, prover, pagar, e ainda ter da velha – e seu riso se mistura com a compreensão piedosa e
tempo para ternura, cuidados, amor. O curso da existência começa a se transforma num sorriso. Para passar da atitude cômica para a
ser para muitos uma ameaça real. A sociedade é uma mãe terrível, a atitude humorística, é preciso renunciar ao distanciamento e ao
vida um corredor estreito, o tempo um perseguidor implacável: belos
sentimento de superioridade.
e competentes, ou belos ou competentes, atordoados entre deveres
Adaptado de Elias Thomé Salibe, Raízes do riso.
e frestas estreitas demais de liberdade ou sonho.
Nós construímos isso.
Só não prevíamos as corredeiras, as gargantas, os redemoinhos, A) Considerando o que o texto conceitua, explique brevemente
a noite lá no fundo dessas águas. É quando toda a competência, a qual a diferença essencial entre a “percepção do contrário” e
eficiência, o poder, se encolhem e ficamos nus, e sós, na nossa frágil o “sentimento do contrário”.
maturidade, sob o império das perdas que começam a se apresentar B) “Ao se perceber que aquela senhora velha é o oposto do que
sem cerimônia.” uma respeitável velha senhora deveria ser, produz-se o riso
LUFT, 2014, p. 79. (...)”. Sem prejuízo para o sentido do trecho acima, reescreva-o,
substituindo “se perceber” e “produz-se” por formas verbais
13. (UEMG) Julgue as seguintes afirmações: cujo sujeito seja “nós”, e “é o oposto” por “não corresponde”.
I. Um título que sintetizaria adequadamente as ideias expostas Faça as adaptações necessárias.
nesse trecho seria “Decepções previsíveis”;
II. O tipo textual a que pertence o trecho lido é a narração;
III. O trecho apresenta críticas a comportamentos reproduzidos Resoluções
socialmente;
IV. As convenções sociais podem levar o ser humano ao fracasso; 01.
V. A maturidade é uma condição alienante. A) A sociedade precisa discutir, democraticamente, formas de
controlar os efeitos e usos da evolução da ciência, no que se
São corretas as afirmações: refere à manipulação da vida e sua associação com um valor
A) I, II e III, apenas. B) III, IV e V, apenas. monetário, como o comércio de órgãos humanos, entre outros.
C) I e V, apenas. D) III e IV, apenas. B) A participação maciça das mulheres na vida econômica, social
e política dos países constitui um fato histórico. No entanto,
14. Em janeiro de 1935, um grupo de turistas pernambucanos há certa tendência, principalmente no Brasil, em se subestimar
passeava de carro quando deu de cara com Lampião e seu bando. a força política que as mulheres representam e o papel que
Revirando, a bagagem do grupo, um cangaceiro encontrou uma têm nas organizações partidárias, o que precisa ser discutido
Kodak e entregou ao chefe, que perguntou a quem ela pertencia. amplamente pela sociedade, a fim de se corrigir esse grave
Apavorado, um deles levantou o dedo. “Quero que o senhor erro que ameaça a plenitude da democracia.
tire o meu retrato”, disparou o “rei do cangaço”, pondo-se a
posar. O homem, esforçando-se, bateu uma chapa, mas avisou: 02. Opinião – Fato – Opinião – Fato.
“Capitão, esta posição não está boa”. Dando um salto e caindo
de pé, Lampião perguntou: “E esta? Está melhor?” Outra foto foi 03.
feita. Quando libertava os turistas, após pilhá-los, o “fotógrafo” A) O planejamento familiar torna-se fundamental para aumentar
de ocasião indagou-lhe como podia enviar as imagens. “Não é a eficácia das políticas públicas de cunho social e,
preciso. Mande publicar nos jornais”, disse o cangaceiro. consequentemente, elevar os indicadores de desenvolvimento
Carlos Haag, Pesquisa FAPESP. humano do País.
B) Isso evidencia, portanto, a necessidade de reestruturar a
A) No texto, as aspas em “rei do cangaço” e “fotógrafo” foram concepção política dos eleitores, como forma de melhorar a
empregadas pelo mesmo motivo? Justifique sua resposta. qualidade da escolha dos indivíduos que pleiteiam a gerência
B) Os trechos abaixo encontram-se em discurso indireto e discurso do Estado.
direto, respectivamente. Transforme em discurso direto o
primeiro trecho e, em discurso indireto, o segundo. 04.
I. (...) um cangaceiro encontrou uma Kodak e entregou ao A) Sim, pois provérbio é uma frase curta e popular, com uma
chefe, que perguntou a quem ela pertencia. mensagem metafórica, que geralmente apresenta uma regra
II. “Quero que o senhor tire o meu retrato”, disparou o “rei social ou moral. Segundo a definição do dicionário Aurélio: “1.
do cangaço” (...) Máxima ou sentença de caráter prático e popular, comum a
todo um grupo social, expressa em forma sucinta e geralmente
15. (Fuvest/2008) Para Pirandello, o cômico nasce de uma “percepção rica em imagens; adágio, ditado, anexim, exemplo, refrão,
do contrário”, como no famoso exemplo de uma velha já decrépita refrém, rifão. Ex.: ‘Casa de ferreiro, espeto de pau’; ‘Quanto
que se cobre de maquiagem, veste-se como uma moça e pinta maior a nau, maior a tormenta’”.
os cabelos. Ao se perceber que aquela senhora velha é o oposto B) A frase do texto que contribui de maneira mais decisiva para
do que uma respeitável velha senhora deveria ser, produz-se o dar um caráter anedótico à breve narrativa é “Peço licença
riso, que nasce da ruptura das expectativas, mas sobretudo do para fechar a janela, pois estou constipado”, pois representa
sentimento de superioridade. A “percepção do contrário” pode, o desfecho para a expectativa gerada desde o início do texto.

F B O NLINE.COM.BR 4 OSG.: 120000/17

//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO

05. 12.
A) Por comparação e por citação. A) Estar-se-ia afirmando que a fidelidade é uma coisa impossível
B) Conforme Tolstói, a ética implica sanções e interdições, e a de se seguir.
ciência não está disposta a aceitar proibições. Conclusão: não B) O dono está querendo afirmar que ele é infiel, visto que
é fácil conciliar ética e ciência, e querer ética junto à ciência somente Deus é fiel, pois fidelidade para o dono do carro é
gera uma enorme e irremediável frustração. uma coisa impossível.

06. 13.
A) Para obter expressividade, empregou-se a palavra linha em I. Incorreta. O título seria Decepções Imprevisíveis, pois a
sentido ambíguo. Assim, a expressão andar na linha tanto que narradora coloca que: Só não prevíamos as corredeiras, as
quer dizer, fazer tudo de maneira correta quanto transportar gargantas, os redemoinhos, a noite lá no fundo dessas águas.
sobre trilhos, já que a empresa oferece transportes em II. Incorreta. Não se trata de uma narrativa por não ter enredo.
containers via férrea. Dessa forma, tem-se um texto descritivo, em que sensações e
B) Hoje, sustentável ganhou um significado a mais, que inclui fatos são descritos em detalhes.
toda forma de trabalho que não prejudica o meio ambiente, III. Correta. O texto começa criticando a extrema pressão
como acontece com os trens: eles não poluem o ar como outros à perfeição e à felicidade que somos todos socialmente
meios de transporte e ainda são mais baratos. impingidos: Cruéis convenções nos convocam: estar em forma,
ser competente, ser produtivo, mostrar serviço (...)
07. IV. Correta. A pressão pela perfeição acaba sendo tão massacrante,
A) A expressão “essas mal traçadas linhas” tornou-se um clichê segundo a autora, que tudo acaba sendo uma ameaça: O curso
do universo epistolar em extinção já no Canadá. O título, de da existência começa a ser para muitos uma ameaça real.
certa forma, ironiza essa mudança que se aponta e mais uma V. Incorreta. Em nenhum momento do conto a velhice é posta
profissão familiar às pessoas que se vai ser substituída pela como alienante, pelo contrário.
tecnologia.
B) Resignado à marcha da modernidade tecnológica contra a qual Resposta: D
não se pode lutar...
14.
08. A) Quem optou pela resposta sim deve ter argumentado que
A) O título do texto desconstrói o conceito tradicional de ambos os usos de aspas distanciam os termos aspados da
“final feliz” dos enredos das histórias infantis. As narrativas linguagem empregada nos demais termos do discurso.
contemporâneas, a exemplo do que se verifica em filmes A resposta mais evidente, porém, implica a defesa do não.
como A Bela e a Fera, de Daniel Bernz, alteram o roteiro mais “Rei do cangaço” é, na verdade, uma antonomásia dada
popular em que os personagens vencem obstáculos em busca ao cangaceiro pela mídia, incluindo artigos, filmes e outras
da paz e da felicidade para adotar uma visão menos ingênua referências feitas a Lampião. A fama desse apelido notório é
para descrever a atualidade (“A Bela Adormecida, por sua vez, evidenciada pelo uso da pontuação, o que difere a primeira
já não é vítima do feitiço de uma bruxa invejosa. Por vontade ocorrência da segunda. O termo “fotógrafo”, por sua vez,
própria, ela cai em sono profundo para satisfazer o fetiche dos recebe aspas por conta de o enunciador nomear (como se faz
homens”). a um profissional de imprensa) uma das vítimas pilhadas, já
B) Os termos “adultos” e “caçadores mercenários” referem-se a que o famigerado a obrigara a tirar as fotos depois do assalto.
“João e Maria”; “ela”, a “Bela Adormecida”; “nos exemplos B) Sugestão de resposta.
acima”, às versões apresentadas inicialmente dos contos “João I. (...) um cangaceiro encontrou uma Kodak e entregou ao
e Maria” e “A Bela e a Fera”; “essa sintonia” estabelece chefe, que perguntou: — A quem esta máquina pertence?
associação do cinema contemporâneo com o contexto atual. II. O “rei do cangaço” disparou que aquele senhor deveria
tirar seu retrato.

09. V – V – V – F 15.
A) A partir do texto, observamos que a diferença essencial entre a
10. Ao afirmar que “Robótica não é filme de Hollywood”, o autor “percepção do contrário” e o “sentimento do contrário” marca
ressalta que o trabalho desenvolvido pelos neurocientistas não a passagem da atitude cômica para a atitude humorística.
é uma produção visual grandiosa, por haver limitações, como Na “percepção do contrário”, diante de uma situação que
depender do controle mental dos pacientes para comandar tais rompe com sua expectativa e devido a um sentimento de
movimentos. A fala final do neurocientista ressalta, inclusive, que superioridade, o sujeito vive um distanciamento daquilo que
o objetivo esperado fora alcançado. observa, cuja consequência é o riso (o que caracterizaria a
atitude cômica). O “sentimento do contrário” caracteriza a
Resposta: D atitude humorística, quando ocorre a ruptura de expectativa
e o sujeito cria uma relação de alteridade desenvolvendo um
11. A leitura dos enunciados aponta para divergência de sentido olhar de compreensão e identificação com o que é observado,
marcada pelos termos “cresceu”, no primeiro, e “só”, no segundo. cuja consequência é um sorriso.
Enquanto o primeiro título indica um cenário positivo (mesmo B) Ao percebermos que aquela senhora velha não corresponde
que, talvez, não satisfatório), o segundo título está ancorado em ao que uma respeitável velha senhora deveria ser, produzimos
uma restrição. o riso.

Resposta: C
SUPERVISOR/DIRETOR: MARCELO PENA – AUTOR: DANIEL VICTOR
DIGITAÇÃO: ESTEFANIA – REVISÃO: AMÉLIA

OSG.: 120000/17
5 F B O N L I NE .C O M . B R
//////////////////