Você está na página 1de 8

I - O INÍCIO DE TUDO Os quatro, vendo a imensidão

vazia de vida do universo decidiram criar


algo que pudesse partilhar de sua
A Criação existência e, assim, fazer companhia para
sua mãe. Os quatro irmãos começaram a
No princípio havia 12 universos, trabalhar e, juntos, formaram um planeta,
cada um distinto do outro em diversas orbitando a estrela central de sua galáxia.
formas de tempo e espaço. E, em cada Bahamuth, o primeiro dos Dragões, doou
um deles, havia uma Força da criação, seu fogo. Alexander, a terra que
sem forma, sem nome e sem rosto. Em compunha os tijolos de sua estrutura. Do
cada um destes planos, as Vontades sopro gélido de Byakko nasceram as
tomaram consciência de suas existências águas e o bater das asas de Valefor criou
e, assim, vieram a se materializar, cada os ventos. Assim, com os 4 elementos
uma a seu tempo. Algumas tomaram a principais, foi criado um planeta, mas nele
forma de animais que ainda viriam a ser não havia vida, pois este dom era
criados, outros tomaram formas humanas exclusivo de Gaia.
e adotaram o título de Deus. E apenas
uma das 12 tomou a forma de uma Os Fal’Cie emudeceram e
mulher. choraram pela sua falha tentativa. Gaia,
por sua vez, como a primeira Mãe,
Por muito tempo os antigos compadeceu da vontade de seus filhos e
chamaram esta força de Gaia e por um se ligou àquele recém formado planeta,
longo tempo ela existiu sozinha no seu indo repousar no seu núcleo, tornando-se
Universo. Certo dia, cansada da solidão, matéria na forma de um grande cristal.
Gaia usou de seu dom da criação para Neste momento, a energia conhecida
gerar filhos, e quatro deles foram como Mana fluiu abertamente por todo
formados a partir de sua vontade. aquele novo território, fazendo nascer a
vida e abastecendo o mundo com sua
E assim, ela se tornou a mãe dos magia. O planeta de Gaia, como ficou
quatro primeiros Fal’Cie: Bahamuth, chamado, estava pronto para receber
Alexander, Byakko e Valefor. seus primeiros habitantes.

Para fazer companhia à sua mãe,


Bahamuth criou os Hyur, e a eles deu o
dom da coragem para defender o planeta.
Byakko, à sua forma e semelhança, deu
origem aos Hrothgar e abriu suas mentes
para o autoconhecimento. Alexander, por
sua vez, criou os Au Ra e os deu
carapaças resilientes formadas de suas
próprias pedras, ensinando-os a como
usar da tecnologia que o mantinha
operando. Valefor, em sua indecisão criou
os altos Elizen, para serem arautos da
Magia Negra e os diminutos Lalafells que
se tornaram conhecedores da Magia
Branca.
A Grande Inquisição entristeceu. Em represália à tolice que
aquela guerra representava, ela rompeu o
Por longos séculos as novas contato de todos os povos com a Magia
criaturas de Gaia prosperaram, adorando em uma tentativa de tirar do combate uma
seus Fal’Cie como Deuses e elevando a de suas principais armas.
eles suas orações. Este período de paz,
entretanto, não durou por muito tempo. A criação dos L’Cie
Não se sabe quem começou a disputa,
mas em determinado momento, as raças Os Fal’Cie, vendo suas criações
começaram cruzadas ideológicas com o lutarem uns com os outros e sobretudo
intuito de impor a adoração ao seu Fal’CIe usando seus nomes como motivação,
sobre os outros povos. decidiram fazer algo que nunca havia sido
feito antes: intervir diretamente no destino
De uma disputa religiosa, esta dos povos de Gaia. Cada um deles enviou
cruzada acabou se tornando um conflito um gigantesco cristal ao reino material e,
armado que ficou conhecido como A através dessas pedras, eles passaram a
Grande Inquisição. Durante décadas de comunicar-se mesmo que
batalhas, regiões foram traçadas, povos superficialmente com os povos. Estas
delimitados e, assim, em meio a sangue e comunicações eram restritas a apenas
fogo, as quatro grande nações de Gaia algumas visões ou sensações, mas foi o
tomaram forma. suficiente para que as entidades
conseguissem intervir.
Nos territórios do sul os Huyr
levantaram uma grande fortaleza e a ela Pelos cristais, os Fal’Cie
deram o nome de Midgard. Ali, guerreiros escolheram para si um representante
com armaduras de Dragões eram cada e a eles concedeu uma missão com
treinados para defender Bahamuth. Nas o objetivo conjunto de cessar as
florestas do leste, Lalafells e Helizens contendas. Juntamente com essa missão,
formaram juntos a cidade de Ravana em os poderes mágicos destes escolhidos
homenagem à Valefor, e passaram a foram restaurados e a eles foi feita uma
treinar os seus nas artes da cura e promessa: de que se cumprido os seus
combate mágico. Nos desertos do oeste, objetivos, eles se elevariam ao status de
os Au Ra descobriram a pólvora e, com Fal’Cies e se uniriam ao seus Deuses
ela, nasceram os primeiros pistoleiros a como iguais. A estes foram dados o título
lutar por Deschain, sua capital construída de L’Cie e quatro deles foram formados
em honra de Alexander. Por fim, no norte no início: Shiva era uma sábia entre os
gelado, a disciplina dos Hrothgars deu moradores de Suzaku. Odin era o mais
origem aos bravos Samurais, treinados bravo e íntegro combatente de Midgard.
para defender de Suzaku, a sua capital, Ifrit, o mais ágil pistoleiro de Deschain. E
enquanto em Aang foi erguido um templo Leviathan, o mais estudioso entre os
de aprimoramento do corpo e da mente escolares de Ravana.
para os Monges e todos os seguidores de
Byakko. Não se sabe exatamente qual a
missão foi dada a cada um deles, mas os
As disputas foram tão sangrentas quatro L’Cies deram início às suas
e as mortes foram tantas que a própria jornadas. Novas batalhas foram travadas,
Gaia, no centro do planeta, sentiu as mas também novos tratados de paz e
consequências do conflito e, com ele, se
negociações começaram a surgir sob a menores. A eles, foi prometida uma vida
influência dos Escolhidos. longa e próspera, com o uso da magia,
até que a morte viesse e os levasse de
A vinda de Hades volta ao núcleo do planeta, para se juntar
à Gaia, de onde suas vidas inicialmente
Apesar dos esforços dos L’Cie, as vieram.
guerras não cessaram imediatamente.
Mesmo levando adiante as missões a eles Os novos L’Cie também
atribuídas, os quatro ainda possuíam reacenderam a chama da magia no
laços com seus próprios reinos, e a mundo habilidades extraordinárias
vontade de ajudá-los nublava suas começaram a ser ensinadas para os
decisões. comuns. Guerreiros aprenderam técnicas
sobre-humanas de combate. A Magia
Foi aí que o quinto membro dos podia novamente ser aprendida por quem
L’Cie foi escolhido. Seu nome era Hades tivesse inteligência e dedicação suficiente
e sua lealdade não estava com nenhum para iniciar seus estudos.
dos reinos.
Porém, a sede pela batalha e o
Ele foi o primeiro dos Miqo'te, uma mal havia sido plantado no coração das
raça híbrida entre os Hrothgar e os Hyur, raças, e muitos L’Cies ignoraram seus
fruto de uma união proibida em uma chamados para tirar proveito dos poderes
época de guerra entre raças e credos. obtidos para fins egoístas. Vendo estes
dissidentes da missão que lhes havia sido
Ao receber o dom e a missão dos atribuída, os Fal’Cie amaldiçoaram os
Fal’Cie, Hades entrou em contato com rebeldes, transformando-os em monstros.
cada um dos outros L’Cie, intermediando Essas criaturas receberam o nome de
acordos, propondo ou desmotivando Cie’Th, os amaldiçoados, e foram esses
batalhas e, com sua ajuda, um cessar Cie’Ths aqueles que deram origem ao
fogo se iniciou. que conhecemos hoje como criaturas tais
quais o Marlboros, Behemoths e outros.
Os dissidentes e os Cie’th
A traição do escolhido
Apesar da paz tênue estabelecida
entre os povos de Gaia, a tensão ainda Durante este período entre
era o sentimento que imperava. guerras, os primeiros L’Cie guiaram e
ajudaram os seus irmãos escolhidos
Vendo o sucesso que a criação posteriormente a cumprir as suas missões
dos L’Cie havia se mostrado até então, os e, assim, a perigo iminente da guerra foi
Fal’Cie escolheram ainda outros para se esmaecendo com o tempo.
ajudar no reforço a este período de paz e
na recuperação dos reinos. A estes novos Hades, contudo, se viu perdido
abençoados, missões menores foram com o fim do conflito. Sem uma terra para
atribuídas, como ajudar na recuperação retornar e sem um povo para chamar de
de pequenos povoados, defender vilarejos seu, um sentimento de inveja foi plantado
indefesos e outras tarefas do gênero. em seu coração

Proporcionalmente às tarefas, as Mesmo entristecido com a


recompensas desses L’Cie também eram situação, o quinto L’Cie resolveu procurar
os seus companheiros em paz para estrelas deu origem aos místicos
negociar. Ele visitou cada um dos reinos Astrólogos em Deschain, enquanto seus
com a mesma proposta: que um pedaço pistoleiros se dividiram entre os sagazes
de cada um dos reinos fosse doado para Maquinistas e os guerreiros Gunbreakers,
si, para que uma outra nação pudesse ser equipados com suas novas Gunblades.
erguida, para abrigar aqueles que Os magos de Ravana se organizaram em
perderam suas casas e famílias durante escolas e classes, especializando-se cada
os confrontos. vez mais na manipulação da Mana.

As negociações, contudo, foram Assim, cada reino reuniu os seus


breves e infrutíferas. Nenhum dos reinos melhores guerreiros e uma última guerra
aceitou voluntariamente a abrir mão de contra Hades teve início. Juntos, os povos
suas terras, por menor que fosse o de Gaia finalmente venceram suas
pedido. E com isso, a fúria de Hades veio diferenças no combate contra um inimigo
à tona. comum.

O Deus da Morte Quando as forças de Hades e o


próprio Cie’Th foram derrotados, as
Tomado pelo ódio, Hades motivações das antigas batalhas
abandonou o caminho que lhe foi imposto pareciam vazias e sem propósito. Muitos
pelos Fal’Cie. Uns dizem que ele se acreditam que foi um golpe do destino
tornou um Cie’Th, outros que ele foi além que Hades se tornasse um inimigo em
disso. O que se sabe é que o irmão comum. Mas há quem creia que este foi o
desgarrado reuniu os outros Cie’Ths caminho imposto desde o princípio a ele,
espalhados pelos quatro reinos e, pelos próprios Fal’Cie.
exercendo um controle sobrenatural sobre
eles, iniciou um exército pessoal. O fim da guerra

Com sua tropa de monstros, Quando as batalhas, enfim,


Hades liderou um ataque contra cada cessaram, os quatro primeiros L’Cies
uma das nações reclamando o que, em receberam suas recompensas e se
sua concepção, era o seu direito. elevaram para junto dos Deuses. Para
assegurar que a paz seria mantida, cada
Apesar de vivenciar um período de um deles escolheu um novo governante
Paz, os quatro reinados de Gaia estavam que seria responsabilizado com a
prontos para a batalha, afiados por um incumbência de manter uma boa relação
longo período de guerras. entre os recém formados reinos, além de
proteger os cristais, dádiva dos Fal’Cie.
Os guerreiros Hyur de Midgard Assim, foram criadas as Famílias Reais
haviam se dividido entre os Dragões de Gaia e seu governo foi passado de
protetores do reino e uma nova ordem geração à geração.
religiosa conhecida como Paladinos, que
lutavam para defender a luz de Quanto à Hades, mesmo na
Bahamuth. A nova raça dos Miqo'te derrota ele conseguiu o que queria: um
cresceu em números e seus reino para que ele pudesse governar. Ao
representantes se recusaram a deixar retornar aos seus criadores, o único Cie’th
Suzaku, formando vários pequenos clãs a ascender recebeu uma nova tarefa:
de Ninjas mercenários. O estudo das receber as almas dos mortos em Gaia,
direcionando as almas puras novamente cresceu em volta do Castelo que dá o seu
para o Planeta e purificar os corrompidos nome como um gigantesco centro
Cie’th após a morte antes que estes comercial.
pudessem seguir suas jornadas. Assim,
Hades se tornou o Deus da Morte, Quando os guerreiros da guarda
imperador do Purgatório. real se dividiram entre os Dragões e os
Paladinos, um monastério foi fundado
Depois e além para abrigar as necessidades bélicas e
espirituais dos novos guerreiros e, ao seu
O mundo seguiu em paz mesmo redor, a cidade de Niflheim nasceu como
após a partida dos cinco primeiros L’Cies. símbolo de fé àqueles que seguem
Rotas comerciais foram traçadas, Bahamuth.
estradas ligaram reinos, eventos festivos
foram estabelecidos para reunir os povos É costume dos habitantes de
e celebrar a paz. Midgard enterrarem juntos os seus
mortos. A cidade-cemitério de Hell é o
Contudo, pensar que Gaia é uma repouso final da maior parte dos falecidos
terra segura é perigoso. Com o passar do do reino. Estranhamente o local é alvo de
tempo, as bestas Cie’th se reproduziram, ataques de muitos dos Cie’Ths
ameaçando vilas e viajantes. desgarrados. Para proteger a cidade, uma
ordem dissidente dos Paladinos foi
Muitos outros L’Cies foram criados formada. Os Cavaleiros Negros
desde então para ajudar a manter este abandonaram sua lealdade a Bahamuth e
equilíbrio, mas muitos deles, seja por passaram a defender Hades e, com isso,
vontade ou incapacidade, não conseguem se tornaram guardiões dos mortos de
cumprir suas missões, criando assim Hell.
novos tipos de Cie’Th.
Nastrond é uma cidade costeira
Um novo L’Cies geralmente se com uma vista privilegiada: ela se situa no
une a uma das Escolas de Magia ou de litoral logo em frente a Ilha de Krakos,
Combate, tentando evitar um futuro que abriga o cristal enviado por
trágico. Ali, nas grandes Academias, eles Bahamuth. Com isso, a cidade se tornou
encontram o auxílio de outros como eles, a guarda não oficial da Ilha, sendo
bem além de aprenderem técnicas que os detentora da maior frota naval de Gaia.
auxiliarão em suas missões. Assim, essa
tradição vem se mantendo, garantindo a Outras cidades: Barri, Fensalir, Idavoll,
paz e a prosperidade dos quatro reinos de Vimur e Urd
Gaia.

Suzaku
II - OS QUATRO REINOS DE GAIA
A capital

Midgard Shiga - Cidade de treinamento


dos Samurais
O reino dos Hyur é protegido pelo
Cristal do Fogo e se situa ao extremo sul
do continente. Sua capital, Midgard
Okinawa - Cidade em comum dos
clãs dos Ninjas, tipo uma chinatown barra Ironwood - Cidade dos mineiros
pesada
Riverwater - Centro de pesquisa e
Kyuubi e Okami - Dois clãs de escolas de tecnologia. Alguns
ninjas principais experimentos com tecnomágica.

Toyama - Templo dos monges Golden Saucer - Oásis - cidade de


jogos
outras Akita, Yamagata,
cidades:
Heavenstar - Cidade dos
Fukushima, Miyagi, Nagano, Kōchi
Astrólogos

Blackblood - Cidade rica que extrai


Ravana
petróleo
Saltlake - Cidade portuária
Criada conjuntamente pelos
Elezen e pelos pequenos Lalafells a
cidade de Ravana abriga o maior centro
III - As classes de L’Cies
de cultura de toda Gaia. Templo de
Magos Brancos e Negros

Cada reino se ocupou a treinar e


Sacília - Templo dos Invocadores
cuidar dos seus L’Cies com o passar do
e Escolares.
tempo. Templos e escolas foram
fundadas para aprimorar e ajudar aos
Gallena - Cidade de treinamento
Escolhidos a cumprir suas missões.
dos Magos Vermelhos

Arcanista
Cristália - Cidade que estuda o cristal

Astrólogo
Ellezus - Cidade dos Ellezen

Bardo
Taturia - Ilha dos Lalafell

Calarbi -
Cavaleiro Negro

Dragão
Deschain

Gunbreaker
Em meio às terras áridas do
Oeste, a capital de Deschain, se ergue
Mago Negro
em um esplendor de metal e vapor.
Engrenagens e pólvora movem o
Mago Branco
maquinário da cidade, enquanto o whisky
dos Saloons move sua população.
Mago Vermelho
Mineiros e fazendeiros

Galeard - Cidade dos chocobos


Maquinista
Monge

Ninja

Paladino

Samurai