Você está na página 1de 9

Instituto Superior Politécnico Jean Piaget de Benguela

Relatório de Química Analítica

CROMATOGRAFIA EM CAMADA DELGADA (TLC)

Ano: 3º

Período: Manhã

Curso: Engenharia de Refinação de Petróleos

Grupo nº 1

Docente

Olga Dolongo
Instituto Superior Politécnico Jean Piaget de Benguela
Relatório de Química Analítica

CROMATOGRAFIA EM CAMADA DELGADA (TLC)

Ano: 3º

Período: Manhã

Curso: Engenharia de Refinação de Petróleos

Grupo nº 1

Integrantes do grupo: PMS

 Catarina Kaliyatu 311319


 Gertrudes Semedo 311239
 Jussara Guimarães 312148
 Santiago Fragoso 312154

Docente

Olga Dolongo

Benguela aos 29 de Outubro de 2017


ÍNDICE
Introdução …………………………………………………………………… 1

Objectivos…………………………………………………………………….. 1

Material………………………………………………………………………...2

Reagentes……………………………………………………………………...2

Procedimentos……………………………………………………………....2

Resultados de TCL- Tabela……………………………………………..3

Cálculos de experimentos……………………………………………...4

Conclusão……………………………………………………………………...5
Introdução
Cromatografia- é um método físico-químico de separação. Ela esta
fundamentada na migração diferencial dos componentes de uma mistura,
que ocorre devido a diferentes interações entre duas fases imiscíveis, a
fase móvel e a fase estacionária.

O provável motivo pelo qual a técnica é conhecida como cromatografia


(chrom = cor e graphie = escrita), podendo levar á errônea ideia de que o
processo seja dependente da cor.

TLC- utiliza um sólido granulado, como alumina ou sílica, imobilizada em


uma placa de vidro, polímero ou folha de alumínio. A fase móvel pode se
água , solução aquosa de amoníaco ou alguma outra mistura, como
solução de álcool/água/ácido acético.

Objectivos
1- Entender a preparação do extrato.

2- Aprender a aplicar amostra na placa cromatografica.

3- Aprender sobre cromatografia em camada Delgada (CCD) e seus


cálculos de Rf (factor de retenção).

4- Identificar as substancias no cromatograma.


Material
 2- Cubas cromatograficas
 1- lápis
 1- Régua
 2- Placas de alumínio

Reagentes
 Marcadores de tinta vermelha
 Marcadores de tinta castanha
 Acetona-2ml
 Álcool-2ml

Procedimentos
 Adicionou-se 1cm de acetona na primeira cuba cromatografica e 1cm
de álcool na segunda cuba cromatografica (aproximadamente), fechou-
se com as tampas e identificou-se as cubas com ajuda de um marcador;
 Com uma lápis marcou-se uma linha fina a 2cm da base das placas
(linha de origem);
 Marcou-se em cada placa um pequeno ponto no centro da linha de
origem com o marcador vermelho, deixou-se secar e colocou-se as
placas nas cubas, deixou-se a cromatografia desenvolver-se;
 Quando a frente do solvente atingiu aproximadamente 2cm da
extremidade da placa, retirou-se cuidadosamente marcou-se nesse
ponto outra linha a lápis. Depois colou-se a placa a secar em uma
estufa a 60 graus Celcius ;
 Repetiu-se os dois procedimentos anteriores para os outros dois para o
marcador de tinta castanha;
 Os valores de Rf para cada pigmento foram calculados comparando-se
a distancia percorrida pelo centro da mancha (x) com a distancia
percorrida pela linha da solvente (y) desde a linha de partida, isto é:

Rf = x/y

Resultados de TLC – Tabela


Distancia (cm) Factor Rf Distancia (cm) Factor Rf
Marcador1 Marcador 1 Marcador2 Marcador 2
Cor: Vermelho Cor: Castanha
Acetona (50%) 6,0 5,9
Cor: Rosa 3,2 0,53 - -
Cor: Amarelo 5,8 0,96 - -
Cor: Castanha - - 5,8 0,99
Cor: Amarelo - - 5,7 0,96

Álcool (50%) 6,1 6,0


Cor: Rosa 2,4 0,39 - -
Cor: Amarelo 5,6 0,92 - -
Cor:Azul - - 4,6 0,76
Cor: Laranja - - 4,9 0,82

Cálculos dos experimentos


1- Para o marcador vermelho (acetona)
Cor rosa: Rf=3,2/6,0=0,53
Cor amarela: Rf=5,8/6,0=0,96

2- Para o marcador vermelho ( álcool )


Cor rosa: Rf=2,4/5,6=0,39
Cor amarela: Rf=5,6/6,1=0,92

3- Para marcador castanho (acetona)


Cor castanha: Rf=5,8/5,9=0,99
Cor amarela: Rf=5,7/5,9=0,96

4- Para marcador castanho (álcool)


Cor azul: Rf=4,6/6,0=0,76
Cor laranja: Rf=4,9/6,0=0,82
CONCLUSÃO
Em relação a cromatografia de camada delgada não houve
desentendimento de modo, porque a preparação do experimento da
cromatografia feito com aplaca foi preparado por nós. Entretanto a
aplicação da amostra na placa cromatografica foi bem sucedida.

Foi observado que somente com a utilização do álcool e a acetona sem ter
água como participação conjunta, além de fazer com que o processo de
dispersão das manchas coloridas se tornem mais lento o resultado foi
obtido satisfatoriamente.

Foi importante a visualização em raios UV , que por meio dele é possível a


observação de todas as manchas coloridas, inclusive as que não são
possíveis enxergar a olho nú e assim, o cálculo de Rf terá um resultado
adequado.

Você também pode gostar