Você está na página 1de 6

CENTRO UNIVERSITÁRIO PLANALTO DO DISTRITO FEDERAL

Amanda da Costa Farias

A PARTICIPAÇÃO DA FAMÍLIA NO AMBIENTE ESCOLAR

BRASILIA
2019
TEMA: A PARTICIPAÇÃO DA FAMILIA NO AMBIENTE ESCOLAR

Muito se discute a necessidade de diálogo entre a escola e a família, assim


existe uma grande dificuldade para que essa comunicação aconteça de forma
eficiente. Sabemos que as instituições educacional e familiar possuem um objetivo,
que é a formação de indivíduos bem-sucedidos e preparados para enfrentar a vida.
Por vários motivos como a falta de tempo por ambos terem que trabalhar, os
pais colocam seu filho cada vez mais cedo na escola e delegam seu papel de
primeiro educador à escola. A família e a escola são parceiros fundamentais no
desenvolvimento de ações que favoreçam o sucesso escolar e social dos alunos,
formando uma equipe. É fundamental que ambas sigam os mesmos princípios e
critérios, bem como a mesma direção em relação aos objetivos que desejam atingir.
A educação perpassa tanto o ambiente escolar quanto o familiar. A interação entre
ambos é muito importante para o sucesso do processo ensino aprendizagem.
A participação dos pais no ambiente escolar proporciona uma segurança aos
estudantes, que se sentem acolhidos, encorajados e responsáveis por seus atos,
que são observados e valorizados de perto. Porém, a rotina e as longas jornadas de
trabalho pode comprometer a presença e a atenção dos pais na rotina estudantil dos
filhos.
JUSTIFICATIVA

A participação da família no ambiente escolar nos dias de hoje é muito


importante para o desempenho das instituições de ensino, e para a segurança dos
estudantes em sua vida escolar. O ambiente escolar tem sem duvida, uma função
importantíssima, a educadora. Assim é necessários que a família procure
acompanhar mais o desenvolvimento do seu filho em todo o seu processo de
aprendizagem, tanto no lar quanto na sua atividade na escola.
Para desta forma, possa ser desenvolvido um trabalho coletivo no ambiente
escolar incluindo a família no processo ensino-aprendizagem, como parceiros e
colaboradores, estimulando o crescimento do aluno, resgatando o fortalecimento da
auto-estima.
Os fatores relevantes na pesquisa é a relação da família no desenvolvimento
escolar de seus filhos, que está relacionado com a busca constante, por parte dos
educadores, em especial os docentes, em diminuir o numero de fracassos escolares
ou então proporcionar um aprendizado completo e dinâmico a todos os alunos em
período escolar. Este interesse nasceu ao pensar ate que ponto a família pode
contribuir ou não para o sucesso do aluno no contexto escolar? A escola através da
sua dimensão social vai alem da transmissão do conhecimento socialmente
acumulado. Essa importância de se compreender a relação e a influencia familiar no
desenvolvimento educacional de seus filhos pode contribuir para que o professor
possa também compreender as atitudes e dificuldades enfrentadas pelo aluno no
seu dia a dia na escola.
OBJETIVOS GERAL

Entender como são estabelecidas as relações dentro do ambiente escolar no


intuito de promover um relacionamento entre os pais e a escola.

OBJETIVOS ESPECIFICOS

 Compreender como ter uma melhoria do desempenho escolar e a redução


nos índices de reprovação e evasão dos alunos;
 Reconhecer qual a importância da participação da família na vida do filho
e,sobretudo, na vida escolar como um fator determinante para formação
plena de seus filhos.
 Analisar como a família pode estar participando da vida escolar do aluno por
meio de visitas a escola para participação e socialização de atividades.
METODOLOGIA

A pesquisa baseou-se nos depoimentos de pais, alunos e professores. O


instrumento utilizado para a coleta de dados foi o questionário. As questões foi
elaboradas para cada segmento.
A entrevista foi realizada com 30 pais que responderam o questionário em
casa. O objetivo desse questionário e diagnosticar de que forma os pais percebem
sua participação com relação à vida escolar dos seus filhos. Assim, os participantes
foram questionados sobre suas opiniões, atitudes, valores e comportamentos com
base na realização no projeto.
Também foram sujeitos da pesquisa 30 alunos, que responderam o
questionário em sala de aula, e uma professora.
A pesquisa foi realizada durante duas semanas no Centro de Ensino Médio
03, Ceilândia/DF.
BIBLIOGRAFIA

ARIÈS, Philippe. História Social da Criança e da Família. 2. ed. Tradução de Dora


Flaksman. Rio de Janeiro: LTC Editora, 2006. 196 p.

CAETANO, Luciana Maria. Relação Escola e Família: Uma proposta de parceria.


São Paulo.

FARIA FILHO, Luciano Mendes. Para entender a relação escola família: uma
contribuição da história da educação. São Paulo em Perspectiva, São Paulo,
p.44-50, 14 fev. 2000.

Você também pode gostar