Você está na página 1de 15

Nº:

MEMORIAL DESCRITIVO MD-VPK-MANUT-03-Serv


CLIENTE: VOPAK FOLHA:
1 de 15
ÁREA: ÁREAS 01, 02, 03, 04 E 06 CONTRATO No:

TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM
ARQ. ELETRÔNICO:

ÍNDICE DE REVISÕES

REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS

0 EMISSÃO ORIGINAL

REV. 0 REV. REV. REV. REV. REV. REV. REV. REV.


DATA 19/05/2020
PROJETO DG
EXECUÇÃO
VERIFICAÇÃO CC
APROVAÇÃO CC
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 2 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

SUMÁRIO

1. OBJETIVO 3
2. SERVIÇOS 3
3. ESCOPO 3
3.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS 3
3.2 NOTAS EXPLICATIVAS 3
3.3 LISTA DE EQUIPAMENTOS 3
3.4 DETALHAMENTO DOS SERVIÇOS 5
3.5 ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS E DOCUMENTOS 11
4 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 12
5 ORÇAMENTO 13
6 PAGAMENTOS 14
7 CONDIÇÕES GERAIS 144
8 TREINAMENTO DE INTEGRAÇÃO 154
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 3 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

1. OBJETIVO

Este memorial descritivo tem por objetivo descrever a elaboração do serviço de manutenção
preventiva e corretiva da subestação e CCM das áreas 1, 2, 3, 4 e 6, conforme NR10 (Segurança
em instalações e serviços em eletricidade), localizado na unidade da Vopak Alemoa, Santos, SP.

2. SERVIÇOS

Serviço: Inspeção e Manutenção de subestações e CCMs conforme NR10


Modalidades: Elétrica
Local: Alemoa – Santos, SP;
Prazo de Execução: 2 meses.
Inicio da obra: Julho / 2020

3. ESCOPO

3.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS

O escopo trata-se da contratação de serviços e mão de obra especializada para realizar a manutenção
preventiva em instalações elétricas conforme NR10 (segurança em instalações e serviços em
eletricidade) e a manutenção corretiva apontadas no ultimo relatório de inspeção realizando em 2019
pela empresa TecnoTest.

3.2 NOTAS EXPLICATIVAS

De acordo a NR10 – (segurança em instalações e serviços em eletricidade), a equipe de manutenção


tem constantemente necessidade de manter a subestação, CCM e painéis elétricos em condições
seguras para operação do terminal, atendendo as normas locais e Standard Vopak. Atualmente
possuímos 06 (seis) subestações/CCM na Vopak, localizadas 01 subestação/CCM em cada área
operacional e na área 2 temos uma outra subestação/CCM exclusiva para as bombas de incêndio.
Abaixo o detalhamentos de cada subestação/CCM.

3.3 LISTA DE EQUIPAMENTOS

SUBESTAÇÃO/CCM ÁREA 1 (TAG: SBT.063)


-01 cubículo de medição da CPFL
-03 pára-raios de média tensão
-04 chaves seccionadoras tripolares classe 15 kV
-01 disjuntor classe 17,5 kV
-01 Relé multifunção – mod. Microprocessado de proteção e medição-SPAM 1000+S42
-06 transformadores de corrente
-02 transformadores de potencial
-03 transformadores de força 500 kVA a seco
-01 transformadores de força 150 kVA a seco
-01 quadro geral de distribuição (QGD2)
-02 quadro geral de distribuição de luz (QGDL)
-01 Casa de comando de motores e 2 CCM
-02 Quadro de transferência automático (QTA)
-02 Painéis do banco de capacitores
-01 circuitos de cabos isolados classe 15 kV
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 4 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

-01 malha de aterramento


-03 Relé de proteção térmica (F49)
-01 Painel de comando do disjuntor (PCD)

SUBESTAÇÃO/CCM ÁREA 2 (TAG: SBT.060.01)


-01 cubículo de medição da CPFL
-01 para-raios de média tensão
-05 chaves seccionadoras tripolares classe 15 kV
-01 disjuntor ALSTOM DSF classe 15 kV com relés secundários
-05 transformadores de potencial classe 15 kV
-06 transformadores de corrente classe 15 kV
-02 transformadores de força 225 KVA (óleo)
-01 transformador de força 75 KVA a seco
-01 quadro de distribuição de baixa tensão QDF
-01 quadro de transferência automático QTA
-01 Painel do banco de capacitores
-02 circuitos de cabos isolados classe 15 kV
-01 Relé de sobre corrente trifásica (pextron)
-01 Relé COEL mínima/máxima
-02 painéis das bombas de exportação 01 e 02
-01 CCM
-01 malha de aterramento

SUBESTAÇÃO/CCM ÁREA 2 (SISTEMA DE INCÊNDIO) (TAG: SBT.060.02)


-01 chave seccionadora tripolar classe 15 kV
-01 transformador de força 750 KVA (óleo)
-01 malha de aterramento
-01 Painel das bomba de incêndio

SUBESTAÇÃO/CCM ÁREA 3 (TAG: SBT.061)


-01 cubículo de medição da CPFL
-01 para-raios de média tensão
-06 chaves seccionadoras tripolares classe 15 kV
-01 disjuntor ABB Vmax 17.06.16 17.5kV
-01 rele PEXTRON URPE 7104
-05 transformadores de potencial classe 15 kV
-02 transformadores de força 500 KVA (óleo)
-01 transformador de força 1000KVA (óleo)
-01 transformador de força de 75 kV a seco
-03 transformadores de corrente classe 15 kV
-01 quadro de distribuição de baixa tensão QGBT 220V
-01 quadro de distribuição de baixa tensão QGBT 380V
-01 quadro de transferência automático (ATS)
-01 Sistema de comutação rede/gerador
-01 Painel do banco de capacitores
-01 Quadro de Luz
-01 circuitos de cabos isolados classe 15 kV
-01 malha de aterramento
-02 CCM
-01 Rele COEL de mínima/máxima
-01 painel de comando externo (QCD)
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 5 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

SUBESTAÇÃO/CCM ÁREA 4 (TAG: SBT.062)


-01 cubículo de medição da CPFL
-03 para-raios
-04 chaves seccionadoras tripolares classe 15 kV
-01 disjuntor classe 15 kV com relé indireto
-05 transformadores de corrente 250V/5A
-04 transformadores de potencial KV/0,22 KV
-02 transformadores de força de 500kVA (óleo)
-01 transformador de força de 75kVA a seco
-01 circuitos de cabos isolados classe 15 kV
-01 quadro de distribuição geral de baixa tensão QGBT 220V
-01 quadro de transferência automático QTA
-01 painel do banco de capacitores
-01 CCM
-02 malha de aterramento
-01 relé de sobre corrente trifásico (Pextron)
-01 Painel do Nobreak
-01 painel de comando externo

SUBESTAÇÃO/CCM ÁREA 6 (TAG: SBT.062)


- QGMT QUADRO GERAL DE MÉDIA TENSÃO
COLUNA 1
- 01 CUBÍCULO DE MEDIÇÃO DA CONCESSIONÁRIA
- 02 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 02 TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA
- 03 PARA RAIOS
- CIRCUITO DE CABO ISOLADO DE CLASSE 15 KV

COLUNA 2
- 01 CHAVE SECCIONADORA TRIPOLAR CLASSE 17,5 KV 630 A
- 02 TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA
- 03 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 01 DISJUNTOR CLASSE 17,5 KV 630A SF1 SCHNEIDER
- 01 RELE MULTIFUNÇÃO SEPAN S42 SCHNEIDER

COLUNA 3
- COLUNA DE TRANSPOSIÇÃO

COLUNA 4
- 01 CHAVE SECCIONADORA TRIPOLAR CLASSE 17,5 KV 630 A
- 03 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 01 DISJUNTOR CLASSE 17,5 KV 630A SF1 SCHNEIDER
- 01 RELE MULTIFUNÇÃO SEPAN T40 SCHNEIDER
- CIRCUITO DE CABO ISOLADO DE CLASSE 15 KV

COLUNA 5
- 01 CHAVE SECCIONADORA TRIPOLAR CLASSE 17,5 KV 630 A
- 03 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 01 DISJUNTOR CLASSE 17,5 KV 630A SF1 SCHNEIDER
- 01 RELE MULTIFUNÇÃO SEPAN S42
- CIRCUITO DE CABO ISOLADO DE CLASSE 15 KV
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 6 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

- PNBT-201 A - CCM A
- 08 GAVETAS COM INVERSOR DE FREQUENCIA E INDUTIVIDADES
- 07 GAVETAS COM SOFT STARTER
- 01 GAVETA COM RELE MULTIFUNÇÃO SEPAN S42
- 04 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 03 TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA
- 02 DISJUNTORES DE DA SCHNEIDER NW 40 A1 MASTERPACT
- 08 GAVETAS DE PARTIDA DIRETA
- 08 GAVETAS COM BORNEIRAS
- BARRAMENTO DE INTERLIGAÇÃO DO CCM A PARA O CCM B

- PNBT-201 B - CCM B
- 10 GAVETAS COM INVERSOR DE FREQUENCIA E INDUTIVIDADES
- 07 GAVETAS COM SOFT STARTER
- 01 GAVETA COM RELE MULTIFUNÇÃO SEPAN S42
- 04 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 03 TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA
- 02 DISJUNTORES DA SCHNEIDER NW 40 A1 MASTERPACT
- 21 GAVETAS DE PARTIDA DIRETA
- 07 GAVETAS COM BORNEIRAS
- BARRAMENTO DE INTERLIGAÇÃO DO CCM A PARA O CCM B

- QTA QADRO DE TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICO


- 03 TRANSFORMADORES DE CORRENTE
- 03 TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA
- 01 RELE SEPAN 1000PLUS G82 SCHNEIDER
- 01 DISJUNTOR NW12 HA

- QGBT 02 QUADRO GERAL DE BAIXA TENSÃO


- DISJUNTORES DE DISTRIBUIÇÃO DE CIRCUIOS
- BARRAMNETOS

- BANCO DE CAPACITORES
- 02 PAINEIS

- QD. UPS QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO DA UPS


- 01 PAINEL

- PL PAINEL DE LUZ
- 04 PAINEIS
- 01 PAINEL DE AR CONDICIONADO

- SUBESTAÇÃO INFERIOR A6
- 02 TRANSFORMADORES TRIFASICO DE 2000 KVA A SECO COM RELE 13.200V/380V
- 01 TRANSFORMADOR TRIFASICO DA SECO 150 KVA 380V/220V
- 02 BARRAMENTOS DOS TRANSFORMADORES PARA O CCM
- LEITOS DE CABOS DE FORSA E DE CONTROLE
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 7 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

3.4 DETALHAMENTO DOS SERVIÇOS

3.4.1. Manutenção Corretiva - Baseado no ultimo relatório de manutenção de 2019

 Área 1 – TR1: realizar a troca de rele / reparo proteção térmica F49;


o Sensor de Temperatura 01 – Transformador de 500 kVA – Cubículo Schneider

 Área 1 – TR4: realizar a troca de rele / reparo proteção térmica F49;


o Sensor de Temperatura 04 – Transformador de 150 kVA – Cubículo Schneider

 Área 2 – Disjuntor de entrada da subestação – Cabine Primária


o Realizar o Estudo de Seletividade para retrofit do disjuntor, considerando que será instalado
um disjuntor ABB Vmax 17.06.16, modelo: E2, M2, C2.

 Área 3 – Poste da Concessionária – Eletroduto de Descida dos Cabos da Subestação


o Fabricar e instalar uma nova infraestrutura elétrica em paralelo a existente;
o Instalar novos cabos de ligação da subestação até o poste;
o Fabricar e instalar as muflas nas extremidades dos cabos;
o Agendar junto a concessionária e fazer a ligação do novo circuito.

 Área 4 – Entrada Geral – Disjuntor de entrada


o Manutenção corretiva no disjuntor, pois está com resistência de isolação das fases “A“ e “C“
com valores inferiores a da fase “B“

Observação: Os relés de proteção, eletrodutos, cabos, muflas e os demais materiais e


insumos necessários para execução das manutenções corretivas, é de inteira
responsabilidade da contratada.

3.4.2 Análise do Óleo Isolante

Deverá ser feita análise física química, cromatográfica e PCB do óleo dos transformadores a óleo.

 Analise cromatográfica
 Teor de água
 Rigidez dielétrica
 Perdas dielétrica
 Tensão interfacial
 Índice de acidez (neutralização)
 Teor de PCB’s
 Densidade
 Cor
 Ponto de fulgor
 Ponto de combustão
 Teor de inibilidor
 Ponto de anilina
 Ponto de fluidez
 Enxofre corrosivo
 Índice de refração.

A coleta de amostra poderá ser feita durante a semana em horário ADM, com desligamentos
parciais das cabines, programar com antecedência mínima de 02 dias a data da coleta.
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 8 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

3.4.3 Inspeção e Análise do Transformador a Seco

 Medição da resistência dos enrolamentos de AT (H1, H2, H3);


 Medição da resistência dos enrolamentos de BT (X1, X2, X3);
 Medição da resistência de isolação (AT/Massa, AT/BT, BT/Massa)
 Medição da relação de transformação no TAP de trabalho, Medição do fator de potência (no
caso de serem necessários ensaios adicionais para descartar ou confirmar condições
anormais).
 Fazer uma limpeza interna e externa com exaustor/aspirador. Não soprar.

3.4.4 Análise Termográfica da Subestação, CCM e Painéis

 Realizar análise termográfica inicial;


 Elaborar o relatório, apontado as anomalias encontras e suas recomendações;
 Realizar as correções das anomalias encontradas e evidenciá-las;
 Elaborar o relatório final da análise termográfica e conclusão das instalações.
 O relatório final deve contemplar o antes e o depois, especificação do instrumento utilizado na
termografia, junto com a sua certificação RBC e a ART do serviço com assinatura digital.

Observação: Além dos equipamentos descritos no item 3.3, realizar a termografia nos
itens abaixo também:

3.4.4.1 Área 1
 Transformadores de Foça TR 01, TR 02, TR 03, TR 04 e Subestação nova
 QDGL-01
 QDF-001
 QDF-002
 QL-11
 DJ dos radares dos tk 401 - 407
 DJ dos radares dos tk 501 - 621
 DJ dos radares tk 801 - 810
 MGS-GV02 - Caldeiras
 QDG-01 - Operação
 QDG-02 - Copa
 QDG-03 - Data Center
 QDF-01 - Operação
 QDF-02 - Copa
 QDF-03 - Recepção
 QDF-04 - RH
 QDF-05 - Comercial
 QDF-06 - Diretoria
 QDF-07 - RH 2
 QDF-08 - Data Center Servidor
 QDF-09 - Data Center CFTV
 QDF-10 - Data Center Geral
 QDF-11 - Dala do TI
 QDF-12 - Ar Condicionado
 QDF-13 - Portaria
 QDF-15 - Sala da Brigada
 QDF-16 - Sala de Monitoramento
 QDF-18 - Sala de Caldeira
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 9 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

 QDF-21 - Galpão de Resíduo

3.4.4.2 Área 2
 Todos os painéis já descritos no item 3.3
 Painéis da Oficina
 Painéis do Refeitório

3.4.4.3 Área 3
 Todos os painéis já descritos no item 3.3

3.4.4.4 Área 4
 Todos os painéis já descritos no item 3.3

3.4.4.5 Área 6
 Todos os painéis já descritos no item 3.3
 QGBT 02 - Quadro Geral de Baixa Tensão
 QD.UPS - Quadro de Distribuição da UPS
 01 Painel de Luz
 01 Painel de Ar Condicionado
 Painéis das Portarias 1 e 2
 Painéis de Força da OCR na entrada da área 6
 Painel da Central de Combate a Incêndio na Área 6

3.4.5 Inspeção e Manutenção Preventiva das Subestações e CCM

3.4.5.1 Transformadores de Potência e/ ou Autotransformadores


 Análise dos gases dissolvidos no óleo isolante;
 Ensaio físico-químico do óleo isolante;
 Inspeção do estado geral de conservação: limpeza, pintura e corrosão nas partes
metálicas;
 Verificação da existência de vazamentos de óleo isolante;
 Verificação do estado de conservação das vedações;
 Verificação do nível do óleo isolante do tanque principal;
 Verificação do aterramento do tanque principal;
 Verificação dos indicadores de nível do óleo isolante e dos indicadores de temperatura;
 Verificação do funcionamento do sistema de circulação de óleo;
 Inspeção da fiação e das caixas de interligação;

3.4.5.2 Capacitores
 Inspeção do estado geral de conservação: limpeza, pintura e incrustações;
 Inspeção geral das conexões e verificação da existência de vazamentos e deformações;
 Ensaios de medição da capacitância;
 No caso de compensadores paralelos estáticos ou compensadores série variáveis,
verificação dos filtros indutivos e/ou módulos de tiristores.
 Medição da corrente de desbalanço e substituição, quando necessário, dos elementos
capacitivos internos danificados;
 Reaperto de conexões e substituição de componentes, quando necessário.

3.4.5.3 Disjuntor
 Verificação geral na pintura, estado das porcelanas e corrosão;
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 10 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

 Remoção de indícios de ferrugem e lubrificação;


 Verificações do sistema de acionamento e acessórios;
 Verificações do circuito de comando e sinalizações e dos níveis de alarmes;
 Verificação das caixas de interligações;
 Verificação de aperto de parafusos;
 Verificação de vazamentos de gás ou óleo;
 Execução de ensaios de resistência de contatos do circuito principal;
 Execução de ensaios de operação mecânica;
 Execução de ensaios dielétricos no circuito principal;
 Execução de ensaios nos circuitos auxiliar e de controle;
 Execução de ensaios nas buchas;
 Execução de ensaios de condutividade;
 Medição dos tempos de operação: fechamento, abertura, abertura fechamento, atuação
das bobinas e sistema antibombeamento;
 Teste do comando local e a distância e acionamento do relé de discordância de polos;

Observações:
1- No caso de disjuntores a óleo, realizar ensaio de rigidez dielétrica do óleo;
2- No caso de disjuntores a SF6, realizar ensaios de fator de potência e capacitância dos
capacitores, verificar o tanque de ar e do óleo do compressor, verificar a umidade e
reposição de gás SF6.
3- Todos os materiais e insumos necessários para as atividades, é de responsabilidade da
contratada. Em relação ao óleo, considerar o fornecimento de 80 litros.

3.4.5.4 Chaves Seccionadoras, Transformadores para Instrumento (TP/TC), Para-Raios,


cabo e painéis de baixa tensão
 Inspeção geral do estado de conservação;
 Verificação da limpeza da parte ativa;
 Limpeza dos contatos e aplicação de lubrificante na superfície do contato;
 Verificação da necessidade de substituição de contatos danificados ou corroídos;
 Verificação dos cabos de baixa tensão e de aterramento;
 Inspeção do armário de comando e seus componentes;
 Verificação do mecanismo de operação;
 Inspeção e limpeza de isoladores, das colunas de suporte e dos flanges dos isoladores;
 Lubrificação dos principais rolamentos e articulações das hastes de acoplamento;
 Verificação do aperto dos parafusos;
 Verificação do funcionamento dos controles locais e da operação manual;
 Verificação dos ajustes dos batentes e das chaves de fim de curso;
 Verificação de ajustes, alinhamento e simultaneidade de operação das fases;
 Medição de resistência de contato;
 Execução de manobras de fechamento e abertura;
 Verificação da operação da resistência de aquecimento, proteção do motor e
intertravamento eletromecânico.

3.4.5.5 Transformadores para instrumento (TP/TC):


 Verificações do estado geral de conservação;
 Limpeza de isoladores;
 Ensaio de resistência de isolação, resistência ôhmica e relação de transformação e
polaridade.
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 11 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

3.4.5.6 Para-raios:
 Verificações gerais do estado de conservação das ferragens e da porcelana;
 A medição da corrente de fuga pela componente resistiva deve ser realizada em locais
onde os para-raios estejam expostos a altas atividades atmosféricas ou muita poluição;
ou, ainda, antes de uma temporada de descargas e após períodos com condições
climáticas adversas.

3.4.5.7 Cabos elétricos:


 Verificações gerais do estado de conservação dos cabos, terminações.
 Medição da resistência de isolamento.
 Limpar os leitos dos cabos de força e barramentos com exaustão/aspiração;

3.4.5.8 Painéis de baixa tensão:


 Verificações gerais do estado de conservação dos painéis;
 Limpeza interna e reaperto das conexões
 Limpeza externa da chaparia, com aplicação de cera na pintura;
 Medição da resistência de isolamento;
 Medição da resistência de contato dos disjuntores e seccionadoras.

3.4.6 Atividades Específicas na Área 6


 Efetuar limpeza geral na sala inferior;
 Lavar a sala inferior da subestação;
 Passar pano úmido no piso superior da subestação;

3.5 ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO E DOCUMENTOS

O Relatório de Inspeção deve ser elaborado em páginas numeradas contendo no mínimo:

 CAPA;
 Data de início e término da manutenção;
 Índice geral
 Escopo das atividades;
 Procedimento de manutenção e inspeção;
 Relatório de conformidade por área;
 Relatório de recomendações e suas prioridades (alta, médio ou baixa), por área;
 Relatório conclusivo;
 Emissão da ART, com assinatura digital do PLH e a ART deve ser emitido uma por área;
 Anexo K (Atestado de conformidade das instalações elétricas conforme IT-CB 01/19) com
assinatura digital para atender a IT41 do corpo de bombeiros do estado de São Paulo. Deve ser
emitido um anexo para cada área, assim como a ART.
 Relatório final da análise termográfica;
 Relatório de calibração de relés;
 Relatório de cabos elétricos;
 Relatório de para raios;
 Relatório de chaves seccionadora;
 Relatório de transformadores de potencial;
 Relatório de transformadores de corrente;
 Relatório de disjuntores;
 Relatório de transformadores de potência;
 Relatório de barramentos;
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 12 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

 Relatório de painéis;
 Relatório da malha de aterramento;
 Relatório da cromatografia do óleo;
 Relatório físico químico do óleo;
 Relatório cromatográfico PCB do óleo;
 Certificado dos equipamentos e instrumentos utilizado para realizar a manutenção;

Observações:
1- Prazo de entrega do Data book por área, em até 30 (trinta) dias, deve ser emitido o relatório final.
2- Todos os relatórios devem ser entregues em arquivo físico (papel) e PDF (digital).
3- A ART e o anexo K devem ter assinatura digital

4 INFORMAÇÕES ADICIONAIS

4.1 A CONTRATA é a responsável por solicitar o desligamento das cabines primárias, junta a CPFL-
PIRATININGA e esta solicitação deve ser feita com antecedência de 20 dias.
4.2 A CONTRATADA deverá recolher a ART pelo Engº responsável da empresa CONTRATADA,
antes do inicio do serviço.
4.3 A CONTRATADA deverá locar um gerador, trifásico 220V de 150KVA no dia da Manutenção da
Área 1, para manter o Data Center operando durante a manutenção e a instalação deve ser
realizado pela própria CONTRATADA com a orientação da Vopak;
4.4 A CONTRATADA deverá locar um gerador, trifásico 220V de 50KVA no dia da Manutenção da
Área 2, para manter o refeitório operando durante a manutenção e a instalação deve ser realizado
pela própria CONTRATADA com a orientação da Vopak;
4.5 Os trabalhos que necessitam de desligamento do CCM e da Cabine Primária devem
obrigatoriamente ser realizado aos finais de semana com duração máxima de 10 horas de serviço.
4.5.1 Deverá ser realizado uma área por dia. A Vopak não permite a paralisação de duas
áreas simultaneamente;
4.5.2 Pode ser realizado uma área num sábado e outra área no domingo;
4.5.3 Não é possível fazer intervenções em dois finais de semana seguidos. Deverá haver
um espaçamento de no mínimo 14 dias entre uma intervenção e outra;
4.6 Seguir o procedimento ISHE-AL-006 (Instrução para Empresas Contratadas);
4.7 A VOPAK não fornecerá nenhum tipo de estrutura física para vestiários. Se a contratada achar
necessário, a mesma deve fornecer um container e instalar em nosso canteiro de obras. Mas por
se tratar de atividades esporádicas e de pouco tempo de execução em campo, a Vopak entende
que não é necessário;
4.8 Não é permitido o uso de qualquer dispositivo eletrônico em campo (Celular, tablete, Notebook),
somente se o mesmo possuir Certificação para Área Classificada. É permitido apenas o uso de
uma câmera fotográfica simples, sem uso do flash. Não é permitido o uso do celular. Caso a
contratada deseja realizar registro fotográfico, a mesma deve possuir uma câmera fotográfica;
4.9 É de responsabilidade da contratada o fornecimento de refeições para seus colaborares. A Vopak
possuí atualmente um refeitório que é administrado pela empresa Cucinare que fornece almoço e
café da manhã em nosso site. Cabe a contratada fazer a negociação com a Cucinare para
fornecimento de refeição para seus colaboradores, pelo e-mail vopak@cucinare.com.br
4.10 Todos os funcionários devem possuir treinamento específico em NR 20 e em Áreas
Classificadas;
4.11 Para o profissional especializado em elétrica, o mesmo deve possuir treinamento específico em
NR 10;
4.12 A CONTRATADA deve fornecer todo o material, ferramental e roupas para os eletricistas, de
acordo com a NR-10.
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 13 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

4.13 É de responsabilidade da CONTRATADA as acomodações dos funcionários e alimentações


durante a realizações das atividades na empresa, assim como EPI’s (Camisa de manga
comprida, calça, capacete, óculos de segurança, botas com biqueira, protetor auricular, luvas e
mascara PFF2);
4.14 A CONTRATANTE alerta que não será tolerada a permanência de trabalhadores em situação
irregular, mesmo no caso de eventuais substituições a funcionários ausentes. A mesma
observação é válida para funcionários de subcontratadas que venham trabalhar na obra;
4.15 A CONTRATANTE se reserva o direito de solicitar a substituição de qualquer funcionário das
Proponentes, subcontratados, por sua conduta ou qualificação técnica devendo tal solicitação
ser prontamente atendida pela mesma;
4.16 A CONTRATADA deverá inteirar-se previamente e obedecer rigorosamente às normas de
segurança da VOPAK, bem como todas as exigências de segurança do ministério de trabalho
descritas na NR 10, NR 18, NR20, NR 33 e NR 35, quando aplicáveis;
4.17 Atentar para os critérios de exames para admissão à área VOPAK, que devem compor o PPRA
e PCMSO da CONTRATADA (não podem ser utilizados os documentos desenvolvidos
contemplando riscos de outras áreas);
4.18 A CONTRATADA deve enviar o cronograma contemplado as manutenções e as inspeções, pré-
definidas em acordo com a CONTRATANTE;
4.19 A CONTRATADA deve participar da reunião de programação 1 dia antes das atividades. Tal
reunião acontece diariamente às 14h00 na Sala Montreal do prédio administrativo da área 1.
4.20 A CONTRATA deve elaborar e enviar a APR (avaliação preliminar de risco) referente ao serviço
a ser executado, antes de iniciar qualquer atividades e apresentar na reunião diária de
programação;
4.21 A CONTRATA deve será responsável por preencher a permissão de trabalho, solicitação de
liberação e fechamento da permissão de trabalho;
4.22 A CONTRATADA deve fornecer certificado de materiais, qualificação e certificação de pessoal,
procedimentos de execução e procedimentos de controle de qualidade;
4.23 A CONTRATADA deve fornecer todo o material de uso e de consumo para realizar a inspeção e
manutenção das subestações e CCM, inclusive as manutenções corretivas que devem incluir o
óleo também.
4.23.1 O combustível para o gerador reserva também é de responsabilidade da
CONTRATADA.
4.24 A CONTRATADA se responsabiliza a fornecer até 80 litros de óleo para completar nível de óleo.
Caso haja necessidade de uma quantidade maior, a VOPAK irá prover o óleo.
4.24.1 A CONTRATADA deve detalhar em sua proposta o custo unitário do litro do óleo;
4.24.2 Usar óleo novo, não usar óleo regenerado;
4.24.3 Fazer análise cromatográfica após completar o nível de óleo
4.24 A CONTRATADA deve fornecer com 5 dias úteis de antecedência todas suas ferramentas e
equipamentos que serão utilizados dentro da Vopak para inspeção da equipe da Vopak.

5 ORÇAMENTO

5.1 Elaborar orçamento global contemplando o custo global para cada uma das áreas, incluindo mão
de obra, material, custos diretos e indiretos.
5.1.1 Incluir no orçamento o custo unitário do óleo.
5.2 Considerar os trabalhos em horário comercial, das 8h00 às 17h00 de segunda a sexta e
considerar 4 (quatro) domingos e/ou sábado para as manutenções que necessitam de
desligamento elétrico;
5.3 Para todos os serviços em campo, haverá acompanhamento e apoio indireto da equipe de
manutenção da Vopak;
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 14 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

5.4 A Vopak é uma área periculosa, então para efeitos trabalhistas se faz necessário o pagamento de
adicional de 30% de periculosidade. O mesmo já deve estar embutido no valor e nenhuma
cobrança extra deve ser cobrada da Vopak;
5.5 Todo e qualquer tipo de subcontratação/terceirização estará sujeito à prévia aprovação pela
CONTRATANTE.

6 PAGAMENTOS

Os pagamentos serão realizados da seguinte forma:

20% na entrega da área 1 (manutenção + relatório final)


20% na entrega da área 2 (manutenção + relatório final)
20% na entrega da área 3 (manutenção + relatório final)
20% na entrega da área 4 (manutenção + relatório final)
20% na entrega da área 6 (manutenção + relatório final)

A Vopak tem 10 dias úteis para aprovação do Relatório após seu envio e liberação do pedido de
faturamento.

A condição de pagamento da Vopak é 21 ddl e a Vopak não permite emissão de NF entre os dias 20 a
31 de cada vez, devido ao fechamento fiscal.

As NF´s só poderão ser emitidas após envio do BM para a Vopak e aprovação da Vopak. A Vopak irá
emitir uma Autorização de Faturamento permitindo a contratada emitir a NF.

7 CONDIÇÕES GERAIS

Para a realização do serviço, é necessário apresentação de toda a documentação exigida pelo


departamento de segurança como:

Contratada:
1) CNPJ;
2) PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) e PCMSO (Programa de Controle
Médico de Saúde Ocupacional), lembrando que ambos devem estar atualizados e destinados
a Vopak, ou seja, os riscos presentes em nosso ambiente de trabalho devem ser identificados
e para isso é necessário a visita de um profissional capacitado a Vopak, a fim de realizar
medições e analisar os riscos;
3) Ressalto que no caso da medição de ruído, a mesma deve ser feita em dose (Dosimetria),
com carga horaria mínima de 6 horas, conforme solicitação da Norma Regulamentadora N°15
(Atividades e Operações Insalubres) Anexo 1 e a NHO (Norma de Higiene Ocupacional)
Anexo 1.

Funcionários:
1) ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) com os seguintes exames: Clinico, Glicemia de jejum,
EEG (eletroencefalograma), ECG (eletrocardiograma), Hemograma Completo, Audiometria e
Urina Tipo 1. Cópias da Ficha de Registro, CTPS (Série, Qualificação e Registro), RG, CPF,
Ficha de EPI, CA (Certificado de Aprovação) dos EPI's e a Ordem de Serviço, conforme a
Norma Regulamentadora N°01 (Disposições Gerais);
2) Todos os funcionários deverão ser treinados e apresentar certificado de NR 20 (Líquidos e
Combustíveis Inflamáveis) e treinamento específico em ÁreasDe Classificadas antes de
adentrar o perímetro da Vopak para realizar qualquer atividade.
MEMORIAL DESCRITIVO Nº: MD-VPK-MANUT-03-Serv REV. 0
ÁREA: Áreas 1, 2, 3, 4 e 6 FOLHA: 15 de 15
TÍTULO:
Manutenção Corretiva e Preventiva das Subestações e CCM

8 TREINAMENTO DE INTEGRAÇÃO

Os dias para integração na Vopak Alemoa é toda terça-feira das 8h00 às 12h00.

Os custos de HH para treinamento na Vopak, é de inteira responsabilidade da CONTRATADA,


devendo a mesma arcar com todas as despesas e ter profissionais qualificado e integrados para
realizar as atividades quando solicitado.

Você também pode gostar