Você está na página 1de 18

Módulo 1 – Introdução à

Programação e Algoritmia

PROGRAMAÇÃO E
SISTEMAS DE
INFORMAÇÃO
2. Desenvolvimento de
Algoritmos

Profª Ana Paula Xavier Catalão


Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

2. DESENVOLVIMENTO DE ALGORITMOS
REGRAS E FASES DE CONSTRUÇÃO DE UM ALGORITMO
PSEUDOCÓDIGO
FLUXOGRAMAS
INTRODUÇÃO AO FLUXOGRAMA
SIMBOLOGIA
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

REGRAS E FASES DE CONSTRUÇÃO DE UM ALGORITMO

Definição do problema

Planificação da resolução
Estratégia de abordagem

Implementação - Codificação

Teste e Depuração

Documentação

Manutenção
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

1. Definição do problema
Para começar é necessário definir o problema que se pretende
resolver. Esta definição tem que ser feita de uma forma clara e o
mais completa possível. Isto significa que não se deve partir para a
fase seguinte sem ter um enunciado preciso de todos os aspectos
da situação a resolver.

2. Planificação da resolução
Recorrer a uma estratégia para resolver o problema.
É nesta fase que surgem os algoritmos. Um algoritmo é um
conjunto ou sequência finita e ordenada de ações que conduzem
á solução de um determinado problema.

3. Codificação
Estamos agora em condições de transpor do algoritmo para as
instruções na linguagem de programação a utilizar.
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

4. Teste e Depuração
Após obtido o código do programa, há então que testá-lo com
diversos tipos de dados e em diferentes situações.

5. Documentação
A documentação de um programa pode visar dois tipos de
destinatários: programadores e utilizadores. Para os programadores
a documentação pode ser incluída no próprio código para futuras
alterações e melhor compreensão. Para os utilizadores a
documentação visa facilitar a aprendizagem sobre a aplicação,
como por exemplo, manual de ajuda.

6. Manutenção
Diz respeito a possíveis alterações ou aperfeiçoamentos que se
revelem uteis.
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

Para escrever um algoritmo precisamos descrever a


sequência de instruções, de maneira simples e objetiva. Para
isso utilizaremos algumas técnicas

· Usar somente um verbo por frase


· Imagine que está a desenvolver um algoritmo para pessoas
que não trabalham com informática
· Usar frases curtas e simples
· Ser objetivo
· Procurar usar palavras que não tenham sentido dúbio
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

Um algoritmo deve ter 5 características fundamentais:

Finitude

Características do Definição
Algoritmo
Entradas

Saídas

Eficiência
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

Entretanto ao montar um algoritmo, precisamos primeiro


dividir o problema apresentado em três fases fundamentais.

Entrada Processamento Saída

Onde temos:

ENTRADA: São os dados de entrada do algoritmo


PROCESSAMENTO: São os procedimentos utilizados
para chegar ao resultado final
SAÍDA: São os dados já processados
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

PSEUDOCÓDIGO

Os algoritmos pensados para programas de computador


exigem uma formulação com maior rigor e para isso existem
linguagens formais.

As linguagens de programação utilizadas na Matemática ou


em outras ciências, podem ser consideradas formais.

Em algoritmia são usadas outras linguagens e formas de


representação das instruções que indicamos nos algoritmos:
- Pseudocódigo
- Fluxogramas
- Outros tipos de diagramas…
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

PSEUDOCÓDIGO

Consideremos o seguinte algoritmo (em linguagem informal):


Calcular a área de um rectângulo
1. Obter os valores do comprimento e da largura.
2. Calcular: área = comprimento x largura
3. Apresentar o valor da área

Este exemplo coloca-nos perante exemplos de operações


básicas de um sistema informático:
1. Input ou entrada de dados
2. Processamento interno (cálculos)
3. Output ou saída de dados
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

PSEUDOCÓDIGO
Para uma formulação mais precisa deste algoritmo, podemos
utilizar palavras convencionais para representar as operações
em causa, assim como variáveis para representar os dados:
Operações: Ler; Escrever
Variáveis: Comp; Larg; Area
E o algoritmo ficaria:
Algoritmo Rectangulo
Variáveis: Area, Comp, Larg: Inteiros
Inicio
Ler (Comp, Larg)
AreaComp*Larg
Escrever (Area)
Fim
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

PSEUDOCÓDIGO – Estrutura

A forma geral da representação de um algoritmo na forma de


pseudocódigo é a seguinte:

Algoritmo <nome_do_algoritmo>
<declaração_de_variáveis>
<subalgoritmos>
Início
<corpo_do_algoritmo>
Fim.
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

PSEUDOCÓDIGO – Estrutura

Algoritmo é a palavra que indica o início da definição de um


algoritmo em forma de pseudocódigo;

<nome_do_algoritmo> é um nome simbólico dado ao


algoritmo com a finalidade de distingui-lo dos outros;

<declaração_de_variáveis> é uma forma opcional onde são


declaradas as variáveis globais usadas no algoritmo principal
e, eventualmente, nos subalgoritmos;
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

PSEUDOCÓDIGO – Estrutura

<subalgoritmos> é uma forma opcional do pseudocódigo


onde são definidos os subalgoritmos;

Início e Fim são respectivamente as palavras que delimitam o


início e o fim do conjunto de instruções do corpo do
algoritmo.
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

FLUXOGRAMAS
Uma outra forma de representação de algoritmos, a qual
recorre a certo tipo de diagramas.

Estes utilizam formas gráficas com significados convencionais


através dos quais se representam sequências de ações dos
algoritmos.
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

FLUXOGRAMAS - SIMBOLOGIA
Símbolo de Inicio ou Símbolo de linha de Símbolo de Conector
Fim Fluxo

Símbolo de entrada ou Símbolo de Símbolo de


de saída de dados processamento Comentário
interno

Símbolo de Decisão Símbolo de Seleção Símbolo de


múltipla Subalgoritmo
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

FLUXOGRAMAS - SIMBOLOGIA
Símbolo de Inicio ou de Fim
Usado para representar o inicio ou fim das operações de um
algoritmo ou bloco de operações a considerar dentro de um
algoritmo.

Símbolo de linha de fluxo


Estabelece a ligação entre as ações, indica o sentido da sequência
dessas mesmas ações.

Símbolo de entrada ou de saída de dados


Representa uma ação de entrada (Input) ou saída (Output) de dados
do sistema.

Símbolo de processamento interno


Representa uma operação de processamento interno, como por
exemplo atribuição de um valor a uma variável.
Módulo 1 – Introdução à
Programação e Algoritmia

FLUXOGRAMAS - SIMBOLOGIA
Símbolo de Comentário
Usado para se incluir comentários explicativos do algoritmo.

Símbolo de Conetor
Representa a ligação ou conexão entre diferentes fluxos de ações.

Símbolo de Decisão
Representa a escolha entre 1 de duas decisões

Símbolo de Seleção Múltipla


Representa uma situação onde o algoritmo pode seguir por várias
vias, opções ou sequências de ações.

Símbolo de Subalgoritmo
Representa uma unidade mais pequena em que o algoritmo foi
decomposto.