Você está na página 1de 3

1

DIOCESE DE PALMARES
PARÓQUIA DE SÃO JOÃO BATISTA — CUPIRA PE
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também,
Que são um só Deus, em Pessoas três.
Como no princípio, agora e sempre,
Por todos os séculos, e sem fim. Amém.

HINO
Por pagar por nós ao Pai ofendido
Quis o Rei da Glória, ser preso e vendido.
Entregue por Judas, a Anás levado,
Como malfeitor com cordas atado.
Onde testemunhas falsas se achavam,
E a mesma inocência de culpa acusavam.
E por Caifás, blasfemo julgado,
Ofício da Paixão do Senhor Logo dos ministros foi atormentado.
Falsos testemunhos tem Jesus sofrido,
Deus vos salve Virgem, Filha de Deus Pai! Testemunhas eram os seus escolhidos.
Deus vos salve Virgem, Mãe de Deus Filho! Bendito sejais, Senhor Bom Jesus
Que o mundo remistes pela Santa Cruz.
Deus vos salve Virgem, Esposa do Divino Espírito Santo!
Dos fiéis as almas, Divino Senhor,
Deus vos salve Virgem, Templo da Santíssima Trindade! Convosco descansem em paz e amor.
MATINAS Ouvi bom Jesus minha oração.
Abri os meus lábios, Divino Senhor, Cheguem os meus brados ao vosso Coração.
Cante a minha boca, o vosso louvor.
ORAÇÃO
Sede em meu favor, Deus Onipotente, Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
Vinde socorrer-me, sede diligente. ponde diante de vossos pés a minha alma,
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também, em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz.
Que são um só Deus, em Pessoas três. Agora e na hora da minha morte,
dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça;
Como no princípio, agora e sempre, aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
Por todos os séculos, e sem fim. Amém. à vossa Igreja, paz e concórdia;
a nós, pecadores, gloria e vida eterna.
HINO Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo,
Do Pai esplendor, do Céu alegria, por todos os séculos dos séculos. Amém.
Pelo nosso amor mui triste se via.
No Horto suando, com grande agonia, TERÇA
Sangue que em gotas na terra corria. Sede em meu favor, Deus Onipotente,
Vinde socorrer-me, sede diligente.
Lavar nossas culpas, com Ele queria,
Mas temendo a morte, aflito jazia. Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também,
Que são um só Deus, em Pessoas três.
Confortando um anjo, então lhe dizia,
Que por nós morrendo, Vida nos daria. Como no princípio, agora e sempre,
Por todos os séculos, e sem fim. Amém.
Para que gozemos o Céu, algum dia,
A Jesus dos Passos tomemos por guia. HINO
Bendito sejais, Senhor Bom Jesus As garras lançaram, quais lobos sinistros,
Que o mundo remistes pela Santa Cruz. No manso Cordeiro, os ímpios ministros.
Dos fiéis as almas, Divino Senhor, Cruéis bofetadas em seu rosto deram,
Convosco descansem, em paz e amor. Outros vilipêndios muitos lhe fizeram.
Ouvi bom Jesus minha oração. Para que com vida não lhes escapasse,
Cheguem os meus brados ao vosso Coração. A Pilatos foram que o condenasse.
Pilatos, querendo de sangue os fartar,
ORAÇÃO Com cruéis açoites, O fez derramar.
Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
ponde diante de vossos pés a minha alma, Sangue de Jesus por nós derramado,
em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz. Precioso óleo é contra o pecado.
Agora e na hora da minha morte, Bendito sejais, Senhor Bom Jesus
dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça; Que o mundo remistes pela Santa Cruz.
aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
à vossa Igreja, paz e concórdia; Dos fiéis as almas, Divino Senhor,
a nós, pecadores, gloria e vida eterna. Convosco descansem em paz e amor.
Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo, Ouvi bom Jesus minha oração.
por todos os séculos dos séculos. Amém. Cheguem os meus brados ao vosso Coração.
PRIMA ORAÇÃO
Sede em meu favor, Deus Onipotente, Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
Vinde socorrer-me, sede diligente. ponde diante de vossos pés a minha alma,
POR GENTILEZA DEVOLVER ESTE FOLHETO APÓS O OFÍCIO. DEUS LHE PAGUE!
2
em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz.
Agora e na hora da minha morte, Bendito sejais, Senhor Bom Jesus
dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça; Que o mundo remistes pela Santa Cruz.
aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
à vossa Igreja, paz e concórdia; Dos fiéis as almas, Divino Senhor,
a nós, pecadores, gloria e vida eterna. Convosco descansem em paz e amor.
Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo,
por todos os séculos dos séculos. Amém. Ouvi bom Jesus minha oração.
Cheguem os meus brados ao vosso Coração.
SEXTA
Sede em meu favor, Deus onipotente, ORAÇÃO
Vinde socorrer-me, sede diligente. Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
ponde diante de vossos pés a minha alma,
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também,
em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz.
Que são um só Deus, em Pessoas três.
Agora e na hora da minha morte,
Como no princípio, agora e sempre, dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça;
Por todos os séculos, e sem fim. Amém. aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
à vossa Igreja, paz e concórdia;
HINO a nós, pecadores, gloria e vida eterna.
De açoitar cansados os cruéis verdugos, Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo,
Lhe assentam coroa de espinhos agudos. por todos os séculos dos séculos. Amém.
Na mão uma cana, por cetro lhe deram
VÉSPERAS
E, zombando dele, rei falso o fizeram.
Sede em meu favor, Deus Onipotente,
Temendo Pilatos, que assim o matassem, Vinde socorrer-me, sede diligente.
Ao povo o mostrou pra que se abrandassem
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também,
Mas o cruel povo, não bem saciado,
Que são um só Deus, em Pessoas três.
Clama que, na Cruz, morresse cravado.
Como no princípio, agora e sempre,
Ó povo feroz! Ó ódio tão forte!
Por todos os séculos, e sem fim. Amém.
Que a mesma Vida condenas à morte
HINO
Bendito sejais, Senhor Bom Jesus
Da sagrada roupa, ao Monte subido,
Que o mundo remistes pela Santa Cruz.
Por cruéis algozes foi Jesus despido.
Dos fiéis as almas, Divino Senhor,
E com fortes cravos, foi na Cruz pregado,
Convosco descansem em paz e amor.
Entre dois ladrões, nela levantado.
Ouvi bom Jesus minha oração.
Por mais padecer estando sequioso,
Cheguem os meus brados ao vosso Coração.
Vinagre lhe deram e fel amargoso.
ORAÇÃO
Assim padecendo, ao Pai, Ele orava,
Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
Pelo cruel povo que o crucificava.
ponde diante de vossos pés a minha alma,
em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz.
Pelos inimigos devemos orar
Agora e na hora da minha morte,
Para de Jesus a glória alcançar.
dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça;
aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
Bendito sejais, Senhor Bom Jesus
à vossa Igreja, paz e concórdia;
Que o mundo remistes pela Santa Cruz.
a nós, pecadores, gloria e vida eterna.
Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo,
Dos fiéis as almas, Divino Senhor,
por todos os séculos dos séculos. Amém.
Convosco descansem em paz e amor.
NOA
Ouvi bom Jesus minha oração.
Sede em meu favor, Deus Onipotente,
Cheguem os meus brados ao vosso Coração.
Vinde socorrer-me, sede diligente.
ORAÇÃO
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também,
Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
Que são um só Deus, em Pessoas três.
ponde diante de vossos pés a minha alma,
Como no princípio, agora e sempre,
em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz.
Por todos os séculos, e sem fim. Amém.
Agora e na hora da minha morte,
dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça;
HINO
aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
Corações tão duros, nas vozes que deram,
à vossa Igreja, paz e concórdia;
Conheceu Pilatos que ferinos eram.
a nós, pecadores, gloria e vida eterna.
Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo,
Então mais temendo, à morte entregou,
por todos os séculos dos séculos. Amém.
Mas as mãos lavando, limpo não ficou.
COMPLETAS
Entregue aos algozes, o manso Cordeiro,
Jesus convertei-nos, pois sois Salvador,
Tomou em seus ombros da Cruz o madeiro.
Apartai de nós a ira e o furor.
Com o qual ao Monte, débil e cansado,
Sede em meu favor, Deus Onipotente,
Subiu para ser por nós imolado.
Vinde socorrer-me, sede diligente.
Subir com Jesus, ao monte é preciso,
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Amor também,
Para entrar com Ele no seu Paraíso.
POR GENTILEZA DEVOLVER ESTE FOLHETO APÓS O OFÍCIO. DEUS LHE PAGUE!
3
Que são um só Deus, em Pessoas três.

Como no princípio, agora e sempre,


Por todos os séculos, e sem fim. Amém.

HINO
Já eram três horas que, na Cruz pendente,
Padecia o Filho do Onipotente.

Ferido de dores, de sangue exaurido,


De forças estava já destituído.

Porque a vontade, do seu Pai cumpria,


Expirando acaba em grande agonia.

Escondeu-se o sol, a terra tremeu,


Mas o duro povo não se arrependeu.

De nossos pecados, já arrependidos


Por Jesus seremos mui bem recebidos.

Em seu Coração pela lança aberto,


Acharemos porta e o perdão certo.

Bendito sejais Senhor Bom Jesus,


Que o mundo remistes pela Santa Cruz.

Dos fiéis as almas, Divino Senhor,


Convosco descansem em paz e amor.

Ouvi bom Jesus minha oração.


Cheguem os meus brados o vosso coração.

ORAÇÃO
Senhor Jesus Cristo, Filho do Deus vivo,
ponde diante de vossos pés a minha alma,
em vossa Paixão sagrada e acerba Morte de Cruz.
Agora e na hora da minha morte,
dignai-vos dar-me os socorros da vossa divina Graça;
aos vivos e defuntos, perdão e descanso;
à vossa Igreja, paz e concórdia;
a nós, pecadores, gloria e vida eterna.
Vós que viveis e reinais na unidade do Pai e do Espírito Santo,
por todos os séculos dos séculos. Amém.

OFERECIMENTO
A Vós, Bom Jesus, com toda atenção,
Dedico a memória da vossa Paixão.

Para que por ela, como o bom ladrão,


Mereça das culpas plena remissão.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!


Como era no princípio, agora e sempre, Amém

POR GENTILEZA DEVOLVER ESTE FOLHETO APÓS O OFÍCIO. DEUS LHE PAGUE!