Você está na página 1de 4

SEU ANO PESSOAL PARA O AMOR

ANO PESSOAL 1

Para quem tem um par: Você pode se sentir mais impaciente com a pessoa parceira.
Por que nessa fase tende a cuidar mais de seus projetos pessoais, aproveitando a
fase de novas oportunidades para se enveredar por desafios mais estimulantes e
propícios ao seu crescimento. Daí a inclinação a não se dedicar tanto à vida conjugal.
E se a pessoa parceira cobrar mais tempo e atenção de sua parte, você poderá reagir
com agressividade. Também há chance de haver a insegurança de iniciar um novo
ciclo, mais prazeroso e diferente, do que até então vivia com o seu par. Para amenizar
essas tendências, não exagere na falta de atenção à pessoa amada e aproveite o
momento de renovação do Ano Pessoal 1 para mudar sua maneira de expressar afeto
e companheirismo. Tudo para levar um colorido novo e mais estimulante ao
intercâmbio amoroso.
Para quem está sozinho: Caso você seja solteiro, eis um período muito propício para
conhecer alguém e iniciar uma relação. Como estará mais disposto a arriscar, terá a
seu dispor a capacidade de tomar a iniciativa na conquista de alguém que lhe
interessa. As pessoas que lhe atrairão mais fortemente são aquelas mais jovens (ou
joviais), dinâmicas, competitivas, independentes, originais e até mesmo excêntricas.
ANO PESSOAL 2

Para quem tem um par: Eis um período que indica que vários detalhes na relação
amorosa precisam ser conversados. Por que há insatisfação e problemas que
precisam de muita diplomacia, carinho e consideração pelos pontos de vista da
pessoa parceira para serem resolvidos. Como possivelmente as suas emoções estão
em ebulição neste ano, valerá a pena entrar em contato com o que sente para atingir
um novo nível de maturidade emocional.
Para quem está sozinho: Se você é solteiro, se perceberá mais carente e desejoso
de um vínculo afetivo repleto de companheirismo e união. Cuidado para não se
relacionar com uma pessoa que não tenha tanta afinidade com você, apenas para não
ficar sozinho nesta fase. Poderá sentir atração por pessoas que gostam de cuidar,
proteger e estar constantemente ao seu lado. Também buscará uma cara-metade bem
educada, sensível e carinhosa.
ANO PESSOAL 3

Para quem tem um par: Eis um ano em que você está muito sensível, desejando uma
relação amorosa bem sincera, com muito diálogo e romantismo. Além de programas
divertidos, com você e seu par socializando mais. É um ano muito propício para o
sexo, as viagens e a expressão cativante do afeto. Porém, pode haver um exagero
nessa necessidade de tamanha intensidade emocional e o drama fazer parte do dia-a-
dia amoroso. Como consequência, você poderá gastar demais na compra de
presentes, jantares ou idas a moteis para apimentar o laço afetivo. Nada será feito em
doses homeopáticas e tudo ocorrerá em proporções maiores. Por querer sempre mais,
o risco de não se satisfazer com o que existe no intercâmbio afetivo, portanto, é
grande. Por isso, valerá a pena valorizar seu par e expressar essa intensidade toda na
busca constante por mais emoção e amor na interação de vocês.
Para quem está sozinho: Se você está solteiro, eis um ano para o romance! O Ano
Pessoal 3 traz o potencial de oferecer várias oportunidades em termos amorosos. Se
você aceitar a tônica deste ano e socializar mais, terá chances de conhecer muitas
pessoas e engatar uma relação afetiva com uma delas. Isso se não preferir ter vários
casos e aproveitar este caloroso ciclo para se divertir e desfrutar de diversas
aventuras românticas. Tenderá a sentir atração por pessoas belas, criativas,
comunicativas, emotivas, engraçadas e bem humoradas.
ANO PESSOAL 4

Para quem tem um par: As preocupações com a saúde, o emprego, a família e a


estabilidade na relação poderão interferir e atrapalhar o relacionamento amoroso.
Existe até mesmo a possibilidade do tesão diminuir e o desinteresse sexual
preponderar. Daí a importância de relaxar, além de fazer um melhor planejamento e
adotar uma postura disciplinada para lidar com a carga extra de deveres e de
responsabilidades deste ano.
Para quem está sozinho: Caso esteja solteiro, poderá se perceber mais exigente e
indisposto a simplesmente ter alguns casos amorosos passageiros. Seu desejo será
por um vínculo afetivo marcado pelo comprometimento e constância. Então, persista
na busca da pessoa parceria, a fim de construir um laço amoroso seguro, estável e
sólido. Sentirá mais atração por pessoas trabalhadoras, responsáveis, perseverantes e
práticas.
ANO PESSOAL 5

Para quem tem um par: Esse é um ano que tende a ter um número grande de
rompimentos, separações e divórcios. Por que há uma constante e incômoda
insatisfação reinando no íntimo da pessoa, que a instiga a buscar uma aventura sexual
e romântica. Para amenizar essa tendência, é fundamental dialogar com a pessoa
parceira sobre o que ambos podem fazer para trazer mais estímulo e prazer ao vínculo
que possuem. A abertura ao novo e às novidades, com cada parte se comprometendo
a mudar hábitos e atitudes, será essencial para a renovação afetiva e emocional.
Para quem está sozinho: Se você está solteiro, terá inúmeras oportunidades de
conhecer alguém diferente (bem mais jovem, de outra cor, credo ou classe social) ou
que more em outra cidade (e vivam um namoro virtual). Como esse é um ano de
mudanças e de novas experiências, é possível que em alguma viagem, curso ou
novidade em que se envolver tenha oportunidade de conhecer alguém para engatar
um romance estimulante e renovador.
ANO PESSOAL 6

Para quem tem um par: Esse ano tende a ser marcante em termos de separação.
Por que há muitos ajustamentos a serem feitos e uma necessária dose de realismo
para diminuir o excesso de expectativa em relação ao amor e à pessoa parceira. Esse
nível de expectativa e de idealismo pode corroer o que há de bom, gostoso e seguro
no relacionamento. Aprender a ter um desejo mais pé no chão é essencial para
melhorar a harmonia e a união entre você e a pessoa parceira. Aí sim, poderão viver
um clima romântico e amoroso bem gratificante.
Para quem está sozinho: Caso esteja solteiro, você poderá se perceber bem mais
romântico e carente. E se der vazão à sociabilidade maior do Ano Pessoal 6, terá
oportunidades de conhecer o seu par através da participação em algum grupo. Poderá
também perceber o laço de amizade que tem com alguém se estreitar mais, com
chances de iniciarem, de fato, um relacionamento amoroso. Possivelmente sentirá
mais atração por pessoas justas, diplomáticas, ligadas à família, apreciadoras da arte
e desejosas de fazer um trabalho social, de caridade.
ANO PESSOAL 7

Para quem tem um par: As paranoias de traição e de abandono rondam a mente da


pessoa quando ela vive esse ano simbolizado pelo 7. Por que há uma maior
necessidade de entrega, de intimidade e de confiança no outro. E o medo de revelar
certos desejos, mostrar determinadas vulnerabilidades, fraquezas e limitações à
pessoa parceira gera esse receio de separação, ao demonstrar aquilo que pensa,
sente e quer. Aprendendo a não exigir tanto de si, revelando o que se passa em seu
íntimo e se abrindo para um laço mais estreito com o seu par, esta época poderá
apresentar uma bela oportunidade de aprofundar os sentimentos que os unem.
Para quem está sozinho: Se você está solteiro, poderá conhecer alguém em algum
local ou ambiente voltado para os estudos, como no laboratório da faculdade, na
biblioteca, na sala de aula, em um curso ou mesmo fazendo uma viagem de cunho
religioso ou espiritualista. Por que você sentirá atração por pessoas com as quais tem
afinidade mental, intelectual e filosófica com você. Um intercâmbio em que haja o
compartilhar de conhecimentos, com cada qual ensinando para o outro, lhe trará muita
satisfação neste ano. Por isso, terá maiores chances de encontrar alguém da mesma
área de atuação que a sua ou interessada nos assuntos sobre os quais você se dedica
e pesquisa.
ANO PESSOAL 8

Para quem tem um par: A valorização do que é socialmente bem visto, símbolo de
sucesso e poder, pode ser exagerada e haver uma cobrança enorme sobre si e a
pessoa parceira, para que possam conquistar mais bens e aumentar o status que
possuem. E essa ambição desmedida criará um clima de muito dever, trabalho e
exaustiva perseverança para mudar a condição econômica de vocês. No entanto, esse
tipo de comportamento poderá deixar como fator secundário a construção de um laço
afetivo mais estável, seguro e satisfatório. E isso pode gerar um distanciamento
emocional e físico entre você e a pessoa parceira. Se puderem ambicionar o
crescimento profissional e material sem esquecer da união afetiva e da determinação
conjunta e bem planejada entre vocês, melhor será.
Para quem está sozinho: Caso esteja solteiro, poderá preferir ficar nessa condição a
fim de dedicar mais tempo à sua carreira, à sua profissão e às ambições que almeja
realizar. Justamente por passar mais tempo no trabalho, será no ambiente profissional
que terá melhores chances de encontrar uma pessoa parceira. Poderá sentir atração
por pessoas poderosas, ricas, influentes, dotadas de autoridade e com um certo
status. Ou alguém competente, produtivo, organizado, ambicioso e perseverante.
ANO PESSOAL 9

Para quem tem um par: Eis um ano em que sacrifícios são demandados, tais como a
dedicação a um filho recém-nascido, a conclusão de um curso, uma viagem a
trabalho, um intercâmbio cultural ou mesmo os cuidados de parentes e familiares. E
isso reduz o tempo de convívio entre o casal, demandando uma maior compreensão
para esta fase de renúncia. Se há o apoio da pessoa parceira e você não exagera
numa dedicação exclusiva a outros objetivos, o amor entre vocês crescerá
significativamente.
Para quem está sozinho: Caso esteja solteiro, você poderá se sentir atraído por uma
pessoa que seja compassiva, filosófica, entusiasmada, inspirada e artística. Alguém
sensível, que gosta de se doar em prol dos outros. Ou você se ligará a uma pessoa
que está passando por dificuldades, querendo iniciar uma relação com ela e ter a
oportunidade de salvá-la. Poderá encontrar seu par em algum curso, viagem ou em
um trabalho voluntário.

Você também pode gostar