Você está na página 1de 14

PSICOLOGIA APLICADA À ENFERMAGEM

Aula 1 – Introdução à Psicologia


PSICOLOGIA

Psi Logos
(Alma) (Estudo)

Psicologia
É o estudo
da alma
PSICOLOGIA
ORIGEM
• Filosofia e Teologia;
• Com a mudança na visão sobre a existência do ser humano e a organização do
estudo científico, a psicologia passou a se organizar enquanto pensamento
científico;
DEFINIÇÃO:
• Ciência que estuda todas as manifestações do ser humano nas três esferas:
mente, corpo e ambiente;
• Estuda o comportamento humano por meio de métodos científicos rigorosos
com objetivo de compreender, predizer e controlá-los;
OBJETIVOS DA PSICOLOGIA NA ÁREA DA
SAÚDE

• PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE DOENÇAS: projetar programas de auxílio na


adesão aos tratamentos médicos e à mudança de comportamentos nocivos;
• ETIOLOGIA: por meio da ciência, estudar as causas e origens psicológicas,
comportamentais e sociais das doenças;
• PROMOÇÃO DA SAÚDE: buscar estratégias que estimulem as pessoas a adotar
comportamentos que promovam saúde;
• SAÚDE PÚBLICA: promoção de políticas públicas de saúde visando aprimorar o
serviço público.
FATORES QUE AFETAM A PSICOLOGIA NA ÁREA
DA SAÚDE

• Aumento da expectativa de vida;


• Surgimento de transtornos relacionados ao estilo de vida;
• Substituição do modelo hospitalocêntrico pelo biopsicossocial;
• Aumento dos custos em saúde pública;
EQUIPAMENTO PSIQUÍCO
• Estudado por um médico neurologista Sigmund Freud, utilizando o comportamento
normal e anormal de seus pacientes;
• É composto por ID, EGO e SUPEREGO.
ID
• Tem origem orgânica e hereditária;
• Não tolera tensão e utiliza o prazer para
descarrega-la;
• É composto por instintos inconscientes
que impulsionam o organismo;
Principais tipos de instintos:
a) Vida: fome, sede, sexo, etc;
b) Morte: agressão, violência, etc;
EGO
• Age pelo princípio da realidade,
pelo que nossa realidade considera
correto;
• O ego pensa, percebe, planeja e
decidi com intuito de satisfazer o ID
SUPEREGO
• É formado pelas normas e valores
sociais que nos são transmitidos pelos
nossos pais por meio do mecanismo
castigos e recompensas;
Principais funções:
• Inibir os impulsos do ID;
• Lutar pela perfeição.
NIVEIS DE CONSCIÊNCIA
• De acordo com Freud temos três níveis de consciência:
a) Consciente: está associado a tudo aquilo que estamos conscientes em um
determinado tempo
b) Pré consciente (subconsciente): é composto por memórias que podem se tornar
acessíveis a qualquer momento para perfeito funcionamento da mente;
c) Inconsciente: produtos da mente reprimidos, inacessíveis à consciência e que
podem surgir em um sonho, em um ao falho e não sofrem alterações pelo tempo.
NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA
TEMPERAMENTO
• Disposição inata e particular de cada pessoa, pronta a reagir aos estímulos
ambientais
• Está associado a peculiaridade e a intensidade individual dos afetos psíquicos e da
estrutura dominante de humor e motivação;
• Tem características decorrentes de processos fisiológicos: sistema linfático e
sistema endócrino => genética e interferência do meio sobre o temperamento de
cada pessoa;
• Sócrates classificou o temperamento em quatro tipos básicos:
a) Sanguíneo: humor variado
b) Fleumático:pessoas lentas e apáticas
c) Colérico: desejos fortes e sentimentos impulsivos
d) Melancólico: pessoas tristes e sonhadoras
CARÁTER
• Conjunto de reações e hábitos de comportamento que vão sendo adquiridos ao
longo da vida;
• Caracterizam a individualidade do ser;
• É composto de atitudes habituais de uma pessoa e de seu padrão consistente de
respostas para várias situações;
• É a forma com que a pessoa se mostra ao mundo, com seu temperamento e sua
personalidade;
• Por meio do caráter a personalidade se manifesta;
• Nossas reações são definidas de acordo com nossas estruturas de caráter;
PERSONALIDADE
• É formada durante as etapas do desenvolvimento psico-afetivo desde a gestação;
• É formado por dois fatores básicos:
a) Hereditários: fatores genéticos herdados pelos pais;
b) Ambientais: fatores provenientes do ambiente em que vivemos;.

Você também pode gostar