Você está na página 1de 15

📑 Avaliação 1 ✅

*Obrigatório
📚 QUESTÃO 1: Com o advento das Tecnologias Digitais de Informação e 1 ponto

Comunicação (TDICS), o processo de ensino e aprendizagem requer


inúmeras reflexões por parte dos envolvidos, visando metas qualitativas,
que garantem a educação personalizada. Teóricos como Dewey e Freire já
reportavam que técnicas baseadas meramente na transmissão de
informações já não se adequam à educação emancipadora. Diante do
contexto, diversas metodologias surgem no intuito de favorecer uma
aprendizagem significativa aos estudantes. Dentre elas, o ensino híbrido,
que possibilita autonomia ao estudante no seu processo de
aprendizagem. ✅ Marque a alternativa que contém alguns modelos de
ensino híbrido: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Complementar, sala de aula invertida, rotação por estações (ou de estudo), híbrido
colaborativo síncrono.

📍 Sala de aula tradicional, estrutura computacional bem definida, educação a


distância e engajamento dos alunos.

📍 Suplementar, complementar, ensino colaborativo, sala de aula convertida, e rotação


por estações.

📍 Rotação por estações, material de apoio impresso, mediação pelas tecnologias


digitais e transmissão de informações
digitais e transmissão de informações.

📍 Suplementar, sala de aula invertida, híbrido colaborativo síncrono e rotação por


estações (ou de estudo).

📚 QUESTÃO 2: Com o fechamento das instituições educacionais de níveis 1 ponto


básico e superior, em diversos países, especialmente no Brasil, a utilização
da Internet e seus recursos no período de isolamento social tornou-se
indispensável. Diante disto, os desafios educacionais se fizeram
presentes. ✅ Em relação à utilização do Ensino Híbrido, podemos citar
algumas reflexões que se inserem na prática docente, EXCETO: *

👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Maior tempo dedicado ao planejamento.

📍 Desenvolver a autogestão no aluno.

📍 Executar os conteúdos acriticamente.

📍 Ressignificar o papel do professor ou professora.

📍 Desenvolver a cultura “maker”.


📚 QUESTÃO 3: Apesar de dividir opiniões, a expressão “novo normal” traz 1 ponto

consigo a ideia de que as coisas não serão mais como antes da pandemia.
Um dos setores que passou por profundas transformações foi a educação:
gestores, diretores, coordenadores, professores e estudantes precisaram
criar novas formas de manter o processo de ensino aprendizagem mesmo
à distância, o que rendeu aprendizados. É quase unanimidade que, no
momento de transição entre o fechamento das escolas e o início da
educação remota, um dos maiores desafios foi estabelecer uma
comunicação mediada pela tecnologia. Além do fato de que ninguém
estava preparado para esse cenário, muitos professores não tinham
nenhuma familiaridade com tecnologia. “Não podemos esquecer que essa
é uma nova linguagem, um novo formato. Fazer um letramento digital
básico, além de praticar, conhecer e testar novas ferramentas foi muito
necessário”, explica Letícia Lyle, fundadora da Camino School e da
plataforma CLOE. Disponível em: https://porvir.org/periodo-de-aulas-
remotas-faz-o-professor-reassumir-papel-de-aprendiz/ ✅ Diante do
contexto, as discussões sobre a utilização do ensino híbrido se ampliam
no cenário nacional. Esse modelo foi contextualizado na aula deste curso
de Tecnologias Digitais na Educação (TED) como: *

👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).


📍 As aulas online podem ser um dos recursos de suporte ao ensino híbrido, bem
como as diversas tecnologias digitais de informação e comunicação, que tendem a
potencializar o aprendizado de cada aluno. Para ser caracterizado como híbrido, é
necessário o professor estabelecer o ensino a distância de forma complementar ao
ensino presencial. Assim, no ensino híbrido não há o uso de livros, apostilas, lápis e
demais tecnologias educacionais.

📍 O termo ensino híbrido surge do inglês “blended” = misturado e reúne metodologias


de educação à distância + educação presencial. Outra característica é o foco na
aprendizagem, não no ensino. Além disso, objetiva o desenvolvimento dos educandos
e de suas competências socioemocionais.

📍 Basicamente, o ensino híbrido é uma metodologia de ensino que propõe o uso de


dispositivos móveis com acesso ilimitado à internet. Os professores não mantém
contato com os educandos somente por meio de ambientes virtuais de aprendizagem
(AVA) e assim organizam as aprendizagens remotamente.

📍 O ensino híbrido surge no contexto de polarizar a educação. Neste sentido, é


necessário que o professor defina seus objetivos, com aulas obrigatoriamente online
e ferramentas interconectadas às redes de dados. Assim, não havendo a necessidade
de participação em momentos presenciais e ampliando as aprendizagens dos alunos.

📍 O ensino híbrido não utiliza técnicas e/ ou metodologias de aulas presenciais, se


assemelhando mais ao contexto de educação a distância. Apesar disto, objetiva o
pleno desenvolvimento do educando, bem como seu preparo o mercado de trabalho e
exercício da cidadania, através de tecnologias digitais de informação e comunicação.
📚 QUESTÃO 4: Com a suspensão das aulas para conter a disseminação 1 ponto

do coronavírus (COVID-19), professores de todo o país se viram


desafiados a transferir atividades para o ambiente virtual. Nesse processo,
além de se apropriarem de novas ferramentas, também surge uma
questão ainda mais complexa: como engajar os estudantes do outro lado
da tela? Assim como já acontece no presencial, a aprendizagem ativa
pode ser o caminho para envolver crianças e adolescentes em uma
experiência significativa. A ciência da aprendizagem já demonstrou por
meio de estudos que o engajamento é fundamental para a retenção de
conhecimento, seja no ambiente presencial ou virtual. No livro “The Fourth
Education Revolution” (A Quarta Revolução da Educação, em livre
tradução), o educador britânico Anthony Seldon apontou que quando os
estudantes desempenham um papel ativo e dinâmico, eles conseguem
lembrar e transferir aprendizagens no longo prazo, trazendo sentido e
aplicação para o processo de aprendizagem. Disponível em:
https://porvir.org/como-promover-a-aprendizagem-ativa-durante-a-
quarentena/ ✅ Uma das alternativas para a inserção das tecnologias
digitais na educação é o ensino híbrido, o qual se traduz em: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Metodologia que combina tanto estratégias pedagógicas do ensino presencial,


t d i di tâ i A t ê i d di ã
quanto do ensino a distância. As metas e sequências de aprendizagem são menos
essenciais para esse modelo. Nessa perspectiva, ressaltamos que os momentos
assíncronos devem prevalecer no modelo híbrido, considerando que nem todos os
alunos têm acesso aos recursos multimidiáticos e à internet.
📍 Uma metodologia que exige mais empatia e desenvoltura dos docentes. O ensino
híbrido combina elementos de ensino a distância e presencial, objetivando a
participação ativa dos envolvidos no processo de aprendizagem. Assim, o

protagonismo e a autonomia dos educandos tende a propiciar aprendizagens


personalizadas e significativas.
📍 Um modelo educacional que não requer necessariamente a participação efetiva
dos alunos. Apenas os docentes refletem sobre sua maneira de atuar, com o uso das
Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Além disso, os processos de
avaliações são refletidos para alcançar todas as especificidades dos educandos.

📍 Com a previsão de retorno às atividades presenciais nas instituições de educação


básica e superior, o modelo híbrido é uma alternativa para que haja a continuidade na
oferta de conhecimentos nas instituições de educação. Esse modelo requer dos
alunos a autonomia em seu processo de aprendizagem, desobrigando dos docentes
a planejar as ações, por isso, utiliza essencialmente as TDIC como suporte.

📍 Estratégia que incorpora o planejamento de ações tanto presenciais, quanto de


ensino a distância que centram no desenvolvimento da autonomia e participação
parcial dos alunos. O professor é o transmissor dos conteúdos a serem aprendidos e
desempenhados por meios digitais, com resultados práticos e unificados para cada
grupo e/ou turmas.
📚 Questão 5: Utilizar metodologias ativas na educação não significa banir 1 ponto

completamente do trabalho pedagógico uma atividade tradicional. No


entanto, ao optar pelo ensino híbrido, por exemplo, o professor constrói
uma trilha de aprendizagem que combina práticas diversas. Entre elas,
pesquisa de campo, leituras e exercícios, debates, orientações e etc. Isso
possibilita arranjos que resultam em melhores índices educacionais aos
educandos. ✅ Diante do exposto, assinale a alternativa CORRETA: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Uma das metodologias ativas que se incorporam às práticas educacionais é o


ensino híbrido. Esse formato estabelece que os diálogos sobre os conteúdos centrais
ocorram nas aulas presenciais, e que as interações entre os alunos e professores
ocorram somente nos espaços e ambientes virtuais de aprendizagem.

📍 Realizar pesquisas prévias sobre os conteúdos, organizar debates e orientações


entre os estudantes, desenvolver projetos que suscitam atividades "mão na massa" e
reduzir as propostas de leituras e exercícios são alguns exemplos do papel do
professor, que faz o uso do ensino híbrido como metodologia.

📍 A aplicação das metodologias ativas pressupõe que cada estudante, ao seu ritmo
de aprendizagem, incorpore elementos essenciais, a partir do conhecimento de cada
um, da sua história e de suas vivências cotidianas.

📍 As metodologias ativas favorecem o protagonismo dos alunos, o que propicia ao


professor um trabalho mais intuitivo e menos reflexivo de suas ações perante ao seu
trabalho pedagógico.

📍 Ao optar por metodologias que englobam técnicas presenciais como leituras e


📍 Ao optar por metodologias que englobam técnicas presenciais, como leituras e
exercícios orientados, realização de projetos e atividades práticas, agregando às
diversas de ferramentas digitais tecnológicas, o professor amplia o desenvolvimento
da heteronomia de cada aluno.

📚 QUESTÃO 6: Para Castro-Filho “Atualmente, não se questiona mais 1 ponto

sobre utilização de tecnologia na escola, mas sim, sobre quais as


tecnologias mais apropriadas e como as mesmas devem ser utilizadas.
Boa parte do uso das tecnologias na escola ainda tem se restringido a
usos pouco interativos com programas em que o aluno somente
acompanha um conteúdo e posteriormente realiza testes e exercícios.
Outros usos têm sido primordialmente no aspecto técnico como planilhas
eletrônicas ou pesquisa na Internet. Professores têm acessado a Internet e
outras tecnologias digitais para enriquecer e apoiar suas aulas, mas nem
sempre utilizam o real potencial que a tecnologia podem oferecer.” ✅ No
tocante ao uso das TDICs, vale ressaltar que: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/2020/08/o-case-sobral-e-a-forca-do-
capital-humano.shtml

📍 Os alunos, ao utilizarem as tecnologias digitais e as metodologias ativas, podem


perder a motivação com o quantitativo de informações que lhes são transmitidas. Por
esse motivo, recomenda-se o uso de laboratórios uma vez a cada semana para
desenvolver atividades que englobam essas metodologias ativas e os recursos
digitais tecnológicos.
📍 Os alunos devem ser desafiados para a construção autônoma de seus
conhecimentos e desenvolvimento de competências diversas, inclusive as
socioemocionais. Enquanto os professores se revestem do papel de orientação e
possibilitam as oportunidades, observando atentamente cada singularidade dos
educandos, adequando o contexto de aprendizagem a essas necessidades
individuais.

📍 O professor pode planejar suas ações pedagógicas apenas no desenvolvimento


das atividades com as tecnologias. Dessa feita, o trabalho se dá na observação de
cada aluno e não necessita vislumbrar previamente cada trilha de aprendizagem que
os alunos possam percorrer.

📍 No uso das tecnologias digitais na educação, o professor deve ser o mediador das
ações e compreender que sua atuação consiste em estabelecer prazos e metas, bem
como estruturar o conteúdo em blocos a serem transmitidos uniformemente a todos
os educandos.

📍 Para professores e alunos, o uso das tecnologias digitais no processo de ensino e


aprendizagem deve considerar que todos aprendem de maneira síncrona e no mesmo
ritmo. Assim, o professor planeja uma ação utilizando as ferramentas tecnológicas
digitais e atribui a todos os alunos, que a desenvolvem plenamente conforme
estabelecido.
📚 QUESTÃO 7: O trabalho pedagógico, no atual cenário social, necessita 1 ponto

da mediação tecnológica para dar continuidade ao processo de ensino e


aprendizagem. Um dos desafios que surge ao professor é a de (re) pensar
sobre sua atuação, em meio ao trabalho com as tecnologias digitais de
informação e comunicação, e como favorecer a inclusão de alunos com
necessidades especiais. ✅ Diante desse contexto as Diretrizes de
Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) 2.0 orientam que: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Não há necessidade expressa de diferenciar a apresentação dos conteúdos, pois


os materiais produzidos para a web já contemplam todas as pessoas com
necessidades e/ou deficiências quaisquer.

📍 Seguir estas diretrizes irá tornar o conteúdo acessível a um maior número de


pessoas com deficiência, incluindo cegueira e baixa visão, surdez e baixa audição,
dificuldades de aprendizagem, limitações cognitivas, limitações de movimentos,
incapacidade de fala, fotossensibilidade e combinações destas características. O
conteúdo da Web também ficará mais acessível aos usuários em geral ao seguir
estas diretrizes.
📍 Orientações sobre como satisfazer os critérios de sucesso em tecnologias
específicas, bem como informações gerais sobre como interpretar os critérios de
sucesso, ainda não foram disponibilizadas pelas Diretrizes de Acessibilidade para
Conteúdo Web (WCAG 2.0). Tal fator dificulta o acesso a essas informações mais
específicas.

📍 Os critérios de sucesso das WCAG 2.0 são escritos como declarações testáveis,
que se referem a tecnologias específicas, como computadores, tablets e
smartphones.

📍 Os documentos WCAG explicam como tornar o conteúdo da web mais acessível


para pessoas em vulnerabilidade social e que não possuem deficiência. O “conteúdo”
da web geralmente se refere às informações em uma página ou aplicativo da web,
incluindo: informações naturais, como texto, imagens, sons e código ou marcação
que define estrutura, apresentação, etc.

📚 QUESTÃO 8: WCAG 2.0 e WCAG 2.1 são padrões técnicos estáveis e 1 ponto
referenciáveis. ✅ Eles têm 12-13 diretrizes organizadas em 4 princípios,
quais sejam: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Perceptível, operarável, compreensível e robusto.

📍 Perceptível, cognitivo, robusto e compreensível

📍 Operacional, concreto, estatístico e assistivo.

📍 Estrutural, cognitivo, assertivo e perceptível.

📍
📍 Organizacional, acessível, robusto e operacional.

📚 QUESTÃO 9: Conforme Levy: "[...] o ciberespaço (que também 1 ponto


chamarei de "rede") é o novo meio de comunicação que surge da
interconexão mundial dos computadores. O termo especifica não apenas
a infraestrutura material da comunicação digital, mas também o universo
oceânico de informações que ela abriga, assim como os seres humanos
que navegam e alimentam esse universo. Quanto ao neologismo
'cibercultura', especifica aqui o conjunto de técnicas (materiais e
intelectuais), de práticas, de atitudes, de modos de pensamento e de
valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do
ciberespaço. Compreendemos que os alunos, diante do contexto da
cibercultura não são meros espectadores. Nesse sentido participam
ativamente no fazer da experiência, impõem-se ao mundo através de uma
ação intencional dentro do contexto de esquemas interpretativos e
incorporam um padrão de propósito, valor e significados. ✅ Conforme a
aula/ palestra "Cinco experiências tecnológicas na Educação que a
pandemia nos fez rever" são: *

👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 O contexto comunicativo, emoção e atenção e estabelecer afetividade e


acolhimento, metodologias que objetivem aprendizagens eficientes e eficazes, UX ou
experiência significativa do usuário, e por último, professor capacitado.

📍 Experiência significativa do usuário ou professor capacitado, metodologias que


exploram o tecnicismo, contexto comunicativo e diversidade de aprendizagens.

📍 Relação entre alunos e professores, salas de aula invertida, modelos de


aprendizagem baseada em projetos, professores conectados e tecnologias
eficientes.

📍 O contexto comunicacional, competências socioemocionais, aprendizagens


diversas, professor em processo de adaptação e usuários conectados.

📍 Professor envolvido, metodologias tradicionais, alunos capacitados, contexto de


comunicação e ou experiência significativa do usuário.

📚 QUESTÃO 10: A interação entre alunos e seus pares, bem como destes 1 ponto

com os professores é imprescindível para a qualidade da aprendizagem.


✅ Quando se tratam de aprendizagens mediadas pelas tecnologias,
existem recursos disponíveis através das aplicações de mineração da
Ciência de Dados, que possibilitam, EXCETO: *
👉 Assinale apenas uma das opções abaixo (Vale: 1 ponto).

📍 Recomendação de conteúdo; Previsão de comportamentos;Identificação do


engajamento dos estudantes;

📍 Aprendizagem adaptativa; Identificação de engajamento; Decisões Pedagógicas.

📍 Predição do desempenho; previsão de evasão; apoio na tomada de decisões


pedagógicas com antecedência;

📍 Modelagem de perfis de estudantes; Fornecimento de feedback para apoio


professores; Aumento da percepção das interações.
p p pç ç

📍 Acompanhamento personalizado dos estudantes; adaptação e uso dos dados para


expor os alunos.

Uma cópia das suas respostas será enviada para o endereço de e-mail fornecido

Voltar Enviar

Nunca envie senhas pelo Formulários Google.

reCAPTCHA
PrivacidadeTermos

Este formulário foi criado em Secretaria da Educação de Sobral. Denunciar abuso

 Formulários

Você também pode gostar