Você está na página 1de 97

Cosan S.A.

Demonstrações financeiras intermediárias

em 30 de setembro de 2020
Conteúdo

Relatório sobre a revisão de informações trimestrais ...................................................................3

Balanços patrimoniais....................................................................................................................6

Demonstrações do resultado.........................................................................................................8

Demonstrações do resultado abrangente....................................................................................10

Demonstrações das mutações do patrimônio líquido ...................................................... ..........12

Demonstrações dos fluxos de caixa................................................................................ ..........14

Demonstrações do valor adicionado ............................................................................... ..........17

Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias .................................... ..........18

2
São Paulo Corporate Towers
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.909
Vila Nova Conceição
04543-011 - São Paulo – SP - Brasil

Tel: +55 11 2573-3000


ey.com.br

Relatório sobre a revisão de informações trimestrais

Aos
Acionistas, Conselheiros e Administradores da
Cosan S.A.
São Paulo - SP

Introdução

Revisamos as demonstrações financeiras intermediárias, individuais e consolidadas, da Cosan


S.A. (“Companhia”), contidas no Formulário de Informações Trimestrais (ITR) referente ao
trimestre findo em 30 de setembro 2020, que compreendem o balanço patrimonial em 30 de
setembro de 2020 e as respectivas demonstrações do resultado e do resultado abrangente, para
os períodos de três e nove meses findos naquela data, e das mutações do patrimônio líquido e
dos fluxos de caixa para o período de nove meses findo naquela data, incluindo as notas
explicativas.

A administração é responsável pela elaboração das demonstrações financeiras intermediárias


individuais e consolidadas de acordo com a NBC TG 21 - Demonstração Intermediária e com a
norma internacional IAS 34 - Interim Financial Reporting, emitida pelo International Accounting
Standards Board (IASB), assim como pela apresentação dessas informações de forma
condizente com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, aplicáveis à
elaboração das Informações Trimestrais (ITR). Nossa responsabilidade é a de expressar uma
conclusão sobre essas demonstrações financeiras intermediárias com base em nossa revisão.

Alcance da revisão

Conduzimos nossa revisão de acordo com as normas brasileiras e internacionais de revisão de


informações intermediárias (NBC TR 2410 Revisão de Informações Intermediárias Executada
pelo Auditor da Entidade e ISRE 2410 Review of Interim Financial Information Performed by the
Independent Auditor of the Entity, respectivamente). Uma revisão de informações intermediárias
consiste na realização de indagações, principalmente às pessoas responsáveis pelos assuntos
financeiros e contábeis e na aplicação de procedimentos analíticos e de outros procedimentos de
revisão. O alcance de uma revisão é significativamente menor do que o de uma auditoria
conduzida de acordo com as normas de auditoria e, consequentemente, não nos permitiu obter
segurança de que tomamos conhecimento de todos os assuntos significativos que poderiam ser
identificados em uma auditoria. Portanto, não expressamos uma opinião de auditoria.

3
Uma empresa-membro da Ernst & Young Global Limited
São Paulo Corporate Towers
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.909
Vila Nova Conceição
04543-011 - São Paulo – SP - Brasil

Tel: +55 11 2573-3000


ey.com.br

Conclusão

Com base em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar
que as demonstrações financeiras intermediárias incluídas nas informações trimestrais acima
referidas não foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes, de acordo com a NBC TG 21
e a IAS 34 aplicáveis à elaboração de Informações Trimestrais (ITR), e apresentadas de forma
condizente com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários.

Outros assuntos

Demonstração do valor adicionado

As informações trimestrais acima referidas incluem as demonstrações do valor adicionado (DVA),


individuais e consolidadas, referentes ao período de nove meses findo em 30 de setembro de
2020, elaborada sob a responsabilidade da administração da Companhia e apresentada como
informação suplementar para fins de IAS 34. Essas demonstrações foram submetidas a
procedimentos de revisão executados em conjunto com a revisão das informações trimestrais,
com o objetivo de concluir se elas estão conciliadas com as demonstrações financeiras
intermediárias e registros contábeis, conforme aplicável, e se sua forma e conteúdo está de
acordo com os critérios definidos na NBC TG 09 - Demonstração do Valor Adicionado. Com base
em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar que essas
demonstrações do valor adicionado não foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes,
segundo os critérios definidos nessa norma e de forma consistente em relação às demonstrações
financeiras intermediárias individuais e consolidadas tomadas em conjunto.

4
Uma empresa-membro da Ernst & Young Global Limited
São Paulo Corporate Towers
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.909
Vila Nova Conceição
04543-011 - São Paulo – SP - Brasil

Tel: +55 11 2573-3000


ey.com.br

Auditoria e revisão dos valores correspondentes

O exame do balanço patrimonial, individual e consolidado, de 31 de dezembro de 2019 e a revisão


das demonstrações financeiras intermediárias, individuais e consolidadas, relativas aos períodos
de três e nove meses findos em 30 de setembro de 2019, apresentados para fins de comparação,
preparados originalmente antes dos ajustes decorrentes da operação descontinuadas descritos
na nota explicativa 24, foram conduzidos sob a responsabilidade de outros auditores
independentes, que emitiram relatórios de auditoria e de revisão sem modificação, com datas de
14 de fevereiro de 2020 e 11 de novembro de 2019, respectivamente. Como parte de nossa
revisão trimestral das demonstrações financeiras intermediárias individuais e consolidadas de 30
de setembro de 2020, revisamos também os ajustes descritos na nota explicativa 24 que foram
efetuados para alterar as demonstrações financeiras intermediárias individuais e consolidadas de
30 de setembro de 2019. Em nossa opinião, tais ajustes são apropriados e foram corretamente
efetuados. Não fomos contratados para auditar, revisar ou aplicar quaisquer outros
procedimentos sobre as demonstrações financeiras intermediárias individuais e consolidadas da
Companhia referentes ao trimestre findo em 30 de setembro de 2019 e, portanto, não
expressamos opinião ou qualquer forma de asseguração sobre as demonstrações financeiras
intermediárias individuais e consolidadas de 30 de setembro de 2019 tomadas em conjunto.

São Paulo, 13 de novembro de 2020.

ERNST & YOUNG


Auditores Independentes S.S.
CRC-2SP034519/O-6

Marcos Alexandre S. Pupo


Contador CRC-1SP221749/O-0

5
Uma empresa-membro da Ernst & Young Global Limited
Balanços patrimoniais
(Em milhares de Reais - R$)

Controladora Consolidado

Nota 30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Ativos
Caixa e equivalentes de caixa 5.1 531.769 3.490.707 4.845.149 6.076.644
Títulos e valores mobiliários 5.2 787.219 910.064 2.255.464 1.363.048
Contas a receber de clientes 5.3 - - 1.452.488 1.400.498
Instrumentos financeiros derivativos 5.8 3.091 - 219.329 144.422
Estoques 7 - - 625.810 538.797
Recebíveis de partes relacionadas 5.5 354.738 354.285 63.114 93.590
Imposto de renda e contribuição social a
108.213 47.151 122.277 73.356
recuperar
Outros tributos a recuperar 6 35.504 33.307 712.132 602.927
Ativos setoriais 12 - - 318.684 -
Dividendos e juros sobre capital próprio a
70.386 22.684 70.887 22.684
receber
Outros ativos financeiros 5.4 772.097 708.783 841.712 773.629
Outros ativos 113.560 137.952 216.180 247.096
Ativo circulante 2.776.577 5.704.933 11.743.226 11.336.691

Contas a receber de clientes 5.3 - - 19.365 14.613


Imposto de renda e contribuição social diferidos 13 103.644 - 610.937 432.920
Recebíveis de partes relacionadas 5.5 396.357 423.707 127.380 78.320
Outros tributos a recuperar 6 42.038 41.516 71.310 63.181
Depósitos judiciais 14 384.356 349.416 540.223 527.230
Instrumentos financeiros derivativos 5.8 3.112.391 1.359.821 3.662.773 1.755.957
Outros ativos financeiros 5.4 - - 1.057 69.791
Outros ativos 160.022 158.981 227.829 214.118
Investimentos em associadas 8.1 11.187.718 10.299.665 323.827 325.695
Investimentos em controladas em conjunto 9 2.336.771 2.395.437 7.658.237 7.548.960
Ativos de contrato 10.3 - - 747.446 600.541
Direito de uso 24.863 18.685 75.807 51.405
Imobilizado 10.1 62.762 57.316 416.366 380.037
Intangível 10.2 2.450 3.299 9.874.977 9.465.681
Ativo não circulante 17.813.372 15.107.843 24.357.534 21.528.449

Total do ativo 20.589.949 20.812.776 36.100.760 32.865.140

As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.

6
Balanços patrimoniais
(Em milhares de Reais - R$)

Controladora Consolidado
Nota 30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Passivos
Empréstimos, financiamentos e debêntures 5.6 - 1.161.406 2.576.472 2.373.199
Arrendamentos 443 2.038 9.635 7.583
Instrumentos financeiros derivativos 5.8 - - 73.407 -
Fornecedores 5.7 2.637 5.175 1.685.038 1.676.725
Ordenados e salários a pagar 21.031 34.140 170.798 164.115
Imposto de renda e contribuição social correntes 3.450 1.191 329.224 416.090
Outros tributos a pagar 11 125.878 143.091 504.459 351.895
Dividendos a pagar 14.614 588.752 16.092 590.204
Pagáveis a partes relacionadas 5.5 395.234 430.531 269.853 260.236
Outros passivos financeiros - - 133.571 132.927
Passivos setoriais 12 - - 93.414 -
Outras contas a pagar 78.051 70.909 170.967 193.102
Passivo circulante 641.338 2.437.233 6.032.930 6.166.076

Empréstimos, financiamentos e debêntures 5.6 - 566.054 13.903.907 10.983.851


Arrendamentos 26.593 17.592 72.402 50.320
Obrigação com acionistas preferencialistas em
449.604 611.537 449.604 611.537
subsidiárias
Instrumentos financeiros derivativos 5.8 130.075 47.985 130.075 49.785
Outros tributos a pagar 11 141.550 141.349 147.306 147.490
Provisão para demandas judiciais 14 320.188 301.378 914.826 873.228
Investimentos com passivo a descoberto 8.1 442.645 152.827 - -
Pagáveis a partes relacionadas 5.5 7.496.152 5.549.607 746 -
Obrigações de benefício pós-emprego 22 168 184 723.362 704.919
Imposto de renda e contribuição social
13 - 158.954 1.254.265 1.558.742
diferidos
Passivos setoriais 12 - - 437.521 -
Outras contas a pagar 281.985 274.342 713.150 657.976
Passivo não circulante 9.288.960 7.821.809 18.747.164 15.637.848
Total do passivo 9.930.298 10.259.042 24.780.094 21.803.924

Patrimônio líquido 15
Capital social 5.727.478 5.045.214 5.727.478 5.045.214
Ações em tesouraria (418.003) (112.785) (418.003) (112.785)
Reserva de capital (941.954) (958.001) (941.954) (958.001)
Outros componentes do patrimônio líquido (186.117) (349.501) (186.117) (349.501)
Reservas de lucros 6.246.543 6.928.807 6.246.543 6.928.807
Lucros acumulados 231.704 - 231.704 -

Patrimônio líquido atribuível aos:


Acionistas controladores 10.659.651 10.553.734 10.659.651 10.553.734
Acionistas não controladores 8.3 - - 661.015 507.482
Total do patrimônio líquido 10.659.651 10.553.734 11.320.666 11.061.216

Total do passivo e patrimônio líquido 20.589.949 20.812.776 36.100.760 32.865.140

As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.

7
Demonstrações do resultado
(Em milhares de Reais – R$, exceto resultado por ação)

Controladora
01/07/2020 01/01/2020 01/07/2019 a 01/01/2019 a
Nota a a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020 (Reapresentado)1 (Reapresentado)1
Despesas gerais e administrativas 18 (41.091) (113.167) (68.017) (139.674)
Outras (despesas) receitas, líquidas 19 (19.507) (115.582) 520.110 531.936
Despesas operacionais (60.598) (228.749) 452.093 392.262

(Prejuízo) lucro antes do resultado da equivalência


patrimonial, do resultado financeiro líquido e dos
impostos (60.598) (228.749) 452.093 392.262

Equivalência patrimonial em associadas 8.1 523.343 768.445 537.284 1.312.722


Equivalência patrimonial das
controladas em conjunto (41.462) (58.666) (20.927) (72.647)
Resultado de equivalência patrimonial 481.881 709.779 516.357 1.240.075

Despesas financeiras (248.206) (578.756) (94.957) (377.883)


Receitas financeiras 28.243 118.505 140.142 348.751
Variação cambial líquida (197.853) (1.938.609) (402.205) (350.791)
Derivativos 207.485 1.891.368 338.436 546.310
Resultado financeiro líquido 20 (210.331) (507.492) (18.584) 166.387

Resultado antes do imposto de renda


e contribuição social 210.952 (26.462) 949.866 1.798.724

Corrente (39) (39) (71.658) (71.658)


Diferido 92.926 258.205 (55.417) (79.724)
Imposto de renda e contribuição social 13 92.887 258.166 (127.075) (151.382)

Resultado líquido das operações continuadas 303.839 231.704 822.791 1.647.342


Resultado líquido das operações descontinuadas,
24
líquidas de impostos - - (3.906) (14.481)

Resultado líquido do período 303.839 231.704 818.885 1.632.861

As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.


1. Para detalhes dessa reapresentação veja nota 24.

8
Demonstrações do resultado
(Em milhares de Reais – R$, exceto resultado por ação)

Consolidado
01/07/2020 01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/01/2020 a
a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020
Nota 30/09/2020 (Reapresentado)1 (Reapresentado)1
Receita operacional líquida 17 3.714.923 9.578.054 3.686.247 10.123.905
Custos dos produtos vendidos e dos serviços (2.637.040) (6.775.307) (2.541.397)
18
prestados (7.202.455)
Resultado bruto 1.077.883 2.802.747 1.144.850 2.921.450

Despesas de vendas 18 (171.370) (757.465) (294.001) (830.448)


Despesas gerais e administrativas 18 (288.491) (666.401) (219.502) (552.293)
Outras receitas (despesas), líquidas 19 (25.168) (52.285) 501.774 534.569
Despesas operacionais (485.029) (1.476.151) (11.729) (848.172)

Lucro antes do resultado da equivalência


patrimonial e do resultado financeiro líquido 592.854 1.326.596 1.133.121 2.073.278

Equivalência patrimonial em associadas 8.1 (1.229) 2.506 1.217 (29.470)


Equivalência patrimonial das controladas em
9
conjunto 228.697 198.890 148.185 510.428
Resultado de equivalência patrimonial 227.468 201.396 149.402 480.958

Despesas financeiras (353.530) (1.357.007) (297.344) (1.026.850)


Receitas financeiras 38.187 245.281 246.475 568.131
Variação cambial líquida (241.204) (2.173.008) (494.192) (437.763)
Derivativos 139.111 2.120.894 414.350 657.735
Resultado financeiro líquido 20 (417.436) (1.163.840) (130.711) (238.747)

Resultado antes do imposto de renda e


contribuição social 402.886 364.152 1.151.812 2.315.489

Imposto de renda e contribuição social 13


Corrente (237.756) (509.159) (329.754) (689.270)
Diferido 164.078 414.073 1.456 82.226
(73.678) (95.086) (328.298) (607.044)

Resultado das operações em continuidade 329.208 269.066 823.514 1.708.445


Resultado das operações descontinuadas,
24
líquidas de impostos - - (3.906) (14.481)

Resultado líquido do período 329.208 269.066 819.608 1.693.964

Resultado líquido do período atribuído aos:


Acionistas controladores 303.839 231.704 818.885 1.632.861
Acionistas não controladores 25.369 37.362 723 61.103
329.208 269.066 819.608 1.693.964

Resultado por ação 16


Resultado por ação - básico R$0,7895 R$0,5994 R$2,0949 R$4,1697
Resultado por ação - diluído R$0,7853 R$0,5878 R$2,0855 R$4,1565
Resultado por ação das operações
16
continuadas
Resultado por ação - básico R$0,7895 R$0,5994 R$2,0949 R$4,1697
Resultado por ação - diluído R$0,7853 R$0,5878 R$2,0855 R$4,1565
1. Para detalhes dessa reapresentação veja nota 24.

9
Demonstrações do resultado abrangente
(Em milhares de Reais - R$)

Controladora
01/07/2020 01/01/2020 01/07/2019 a 01/01/2019 a
a a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020 (Reapresentado)1 (Reapresentado)1

Resultado líquido do período 303.839 231.704 818.885 1.632.861

Outros resultados abrangentes


Itens que podem ser subsequentemente
reclassificados para o resultado:
Diferenças cambiais de conversão de
operações no exterior 83.464 773.666 157.683 116.673
Resultado com hedge accounting de fluxo de caixa (200.989) (613.709) (98.357) (250.277)
Perdas atuariais com plano de benefício definido
líquido de imposto 3.344 3.344 - -
Variação líquida no valor juto de ativos financeiros 45 83 30 105
Outros resultados abrangentes, líquidos de
imposto de renda e contribuição social (114.136) 163.384 59.356 (133.499)

Resultado abrangente das operações continuadas 189.703 395.088 882.147 1.513.843


Resultado abrangente da operação descontinuada 24 - - (3.906) (14.481)
Resultado abrangente total 189.703 395.088 878.241 1.499.362

As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.


1. Para detalhes dessa reapresentação veja nota 24.

10
Demonstrações do resultado abrangente
(Em milhares de Reais - R$)

Consolidado
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020 (Reapresentado)1 (Reapresentado)1

Resultado líquido do período 329.208 269.066 819.608 1.693.964

Outros resultados abrangentes


Itens que podem ser subsequentemente
reclassificados para o resultado:
Diferenças cambiais de conversão de
94.098 850.013 160.218 108.318
operações no exterior
Resultado com hedge de fluxo de caixa (197.121) (609.841) (98.357) (250.277)
Perdas atuariais com plano de benefício
3.344 3.344 - -
definido líquido de imposto
Variação líquida no valor justo de ativos
45 83 30 105
financeiros
Outros resultados abrangentes, líquidos de
imposto de renda e contribuição social (99.634) 243.599 61.891 (141.854)

Resultado abrangente das operações


229.574 512.665 885.405 1.566.591
continuadas
Resultado abrangente da operação
24 - - (3.906) (14.481)
descontinuada
Resultado abrangente total 229.574 512.665 881.499 1.552.110
Resultado abrangente atribuível aos:
Acionistas controladores 189.703 395.088 878.241 1.474.407
Acionistas não controladores 39.871 117.577 3.258 77.703
229.574 512.665 881.499 1.552.110

As notas explicativas são parte integrantes destas demonstrações financeiras intermediárias.


1. Para detalhes dessa reapresentação veja nota 24.

11
Demonstrações das mutações do patrimônio líquido
(Em milhares de Reais - R$)

Reservas de capital Reservas de lucros


Outros Participação
componentes de acionistas
Transações do Lucros não Total do
Ações em societárias Transações patrimônio Reserva a Retenção Lucros controladores patrimônio
Capital social tesouraria - Lei 6404 de capital líquido Legal estatutária realizar de lucros acumulados Total (nota 8.3) líquido
Saldo em 1º de janeiro de 2020 5.045.214 (112.785) 737 (958.738) (349.501) 121.270 6.288.472 171.021 348.044 - 10.553.734 507.482 11.061.216

Resultado líquido do período - - - - - - - - - 231.704 231.704 37.362 269.066

Outros resultados abrangentes (nota 15)


Resultado com hedge accounting de fluxo de caixa - - - - (613.709) - - - - - (613.709) 3.868 (609.841)
Diferenças cambiais de conversão de operações no exterior - - - - 773.666 - - - - - 773.666 76.347 850.013
Perdas atuariais com plano de benefício definido líquido de imposto - - - - 3.344 - - - - - 3.344 - 3.344
Variação líquida no valor justo de ativos financeiros - - - - 83 - - - - - 83 - 83
Total de outros resultados abrangentes,
líquidos de impostos - - - - 163.384 - - - - 231.704 395.088 117.577 512.665

Contribuição e distribuições de e para os acionistas


Aumento de capital 682.264 - - - - (121.270) (560.994) - - - - 6.666 6.666
Exercício de opções de ações - 13.610 - (33.891) - - - - - - (20.281) (2.523) (22.804)
Dividendos declarados e pagos por subsidiárias (nota 8.3) - - - - - - - - - - - (1.158) (1.158)
Ações próprias adquiridas (nota 15) - (318.828) - - - - - - - - (318.828) - (318.828)
Transações com pagamento baseado em ações - - - 5.369 - - - - - - 5.369 2.540 7.909
Total de contribuições e distribuições
de e para os acionistas 682.264 (305.218) - (28.522) - (121.270) (560.994) - - - (333.740) 5.525 (328.215)

Transações com os acionistas


Emissão de ações ordinárias em subsidiária (nota 8.1 e 8.3) - - - 44.569 - - - - - - 44.569 30.431 75.000
Total de transações com os acionistas - - - 44.569 - - - - - - 44.569 30.431 75.000
Saldo em 30 de setembro de 2020 5.727.478 (418.003) 737 (942.691) (186.117) - 5.727.478 171.021 348.044 231.704 10.659.651 661.015 11.320.666
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.

12
Demonstrações das mutações do patrimônio líquido
(Em milhares de Reais - R$)

Reservas de capital Reservas de lucros


Outros
componentes Participação
Transações do Lucros de acionistas Total do
Capital Ações em societárias Transações patrimônio Reserva a Retenção Lucros não patrimônio
social tesouraria - Lei 6404 de capital líquido Legal estatutária realizar de lucros acumulados Total controladores líquido
Saldo em 1º de janeiro de 2019 4.418.476 (627.913) 367.979 23.195 (95.994) 82.616 4.560.371 171.021 1.028.964 - 9.928.715 994.418 10.923.133
Resultado líquido do período - - - - - - - - - 1.632.861 1.632.861 61.103 1.693.964
Outros resultados abrangentes

Resultado com hedge accounting de fluxo de caixa em controladas em conjunto - - - - (250.277) - - - - - (250.277) - (250.277)
Diferenças cambiais de conversão de operações no exterior - - - - 116.673 - - - - - 116.673 (8.355) 108.318
Variação líquida no valor justo de ativos financeiros - - - - 105 - - - - - 105 - 105
Total de outros resultados abrangentes,
líquidos de impostos - - - - (133.499) - - - - 1.632.861 1.499.362 52.748 1.552.110

Contribuição e distribuições de e para os acionistas


Aumento de capital 626.738 - (367.242) - - (82.616) - - (176.880) - - - -
Cancelamento de ações em tesouraria - 367.176 - - - - - - (367.176) - - - -
Opção sobre ações exercidas - 5.676 - (16.322) - - - - - - (10.646) - (10.646)
Opção sobre ações exercidas - liquidação em caixa - - - (45.777) - - - - - - (45.777) - (45.777)
Dividendos prescritos - - - - - - - - 20.751 - 20.751 , 20.751
Ações próprias adquiridas - (19.353) - - - - - - - - (19.353) - (19.353)
Transações com pagamento baseado em ações - - - 31.172 - - - - - - 31.172 99 31.271
Total de contribuições e distribuições de
e para os acionistas 626.738 353.499 (367.242) (30.927) - (82.616) - - (523.305) - (23.853) 99 (23.754)

Transações com os acionistas


Aquisição de participação de não controladores da subsidiária -
Comgás - - - (1.093.117) - - - - - - (1.093.117) (972.988) (2.066.105)
Venda de participação detida na Moove, sem mudança de controle - - - 118.502 - - - - - - 118.502 451.267 569.769

Mudança de participação societária - Payly - - - 6.240 - - - - - - 6.240 5.002 11.242


Total de transações com os acionistas - - - (968.375) - - - - - - (968.375) (516.719) (1.485.094)
Saldo em 30 de setembro de 2019 5.045.214 (274.414) 737 (976.107) (229.493) - 4.560.371 171.021 505.659 1.632.861 10.435.849 530.546 10.966.395
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.

13
Demonstrações dos fluxos de caixa
(Em milhares de Reais - R$)

Controladora Consolidado
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 (Reapresentado) 30/09/2020 (Reapresentado)
1 1
Nota
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Resultado antes do imposto de renda
e contribuição social (26.462) 1.798.724 364.152 2.315.489

Ajustes para:
Depreciação e amortização 18 8.428 8.702 461.056 429.825
Equivalência patrimonial em associadas 8.1 (768.445) (1.312.721) (2.506) 29.470
Equivalência patrimonial das controladas em
conjunto 9 58.666 72.647 (198.890) (510.428)
Resultado nas alienações Imobilizado e intangível 96 (4.248) 4.189 17.873
Transações com pagamento baseado em ações 3.641 29.604 9.956 31.464
Cessão de direitos creditórios 19 68.311 (400.000) 68.311 (400.000)
Provisão para demandas judiciais 36.862 28.720 49.112 29.978
Créditos fiscais extemporâneos 19 (2.566) (153.356) (6.998) (214.429)
Juros, variações monetárias e cambiais, líquidos 536.308 (147.557) 1.242.946 338.942
Provisão de bônus e participação no resultado 4.795 8.470 65.295 65.746
Provisão para perda esperada de crédito - - 52.667 12.174
Ativos e passivos setoriais, líquidos 12 - - 224.082 -
Ganho com ações indenizatórias 19 - (50.284) - (50.284)
Outros 285 (16.456) 17.062 53.238
(80.081) (137.755) 2.350.434 2.149.058
Variação em:
Contas a receber de clientes - - 164.318 (451.908)
Estoques - - (38.434) (83.660)
Outros tributos a recuperar (17.213) 32.612 27.398 240.500
Imposto de renda e contribuição social (49.880) 2.243 (593.294) (175.300)
Partes relacionadas, líquidas (232.824) (3.671) (59.038) 8.693
Fornecedores (4.569) (2.145) (184.789) 454.611
Ordenados e salários a pagar (17.904) (15.729) (64.189) (64.499)
Provisão para demandas judiciais (13.913) (4.030) (24.995) (10.480)
Outros passivos financeiros - (1) (38.492) (30.217)
Depósito judicial (1.488) (7.956) 22.427 (11.863)
Operação descontinuada - - - (3.947)
Obrigações contratuais na cessão de direitos
creditórios 19 (31.857) - (31.857) -
Obrigação de benefício pós-emprego - - (23.383) (26.625)
Outros ativos e passivos, líquidos 12.445 (25.592) (17.130) (130.263)
(357.203) (24.269) (861.458) (284.958)

Caixa líquido (utilizado) gerado nas atividades


operacionais (437.284) (162.024) 1.488.976 1.864.100

Fluxo de caixa de atividades de investimento


Aporte de capital em subsidiárias e coligadas 8.1 (11.142) (44.570) (1.142) (26.045)
Aquisições de controlada, líquidas de caixa
adquirido no consolidado 8.2 - - (94.631) (9.837)
Compra (venda) título e valores mobiliários 139.096 42.527 (860.998) 236.829
Caixa recebido na venda de outros ativos - 10.550 - 10.578
Dividendos recebidos de subsidiárias e associadas 8.1 223.462 610.657 5.679 9.444
Dividendos recebidos de controladas em conjunto - 57.970 - 869.731
Outros ativos financeiros 5.4 (290.000) - (290.000) -
Adições ao imobilizado, intangível e ativos de
contrato (10.298) (1.743) (774.328) (553.035)
Custo de aquisição de novos negócios - - (51.288) -
Operação descontinuada 24 - - - 615

Caixa líquido gerado (utilizado) nas


atividades de investimento 51.118 675.391 (2.066.708) 538.280

14
Demonstrações dos fluxos de caixa
(Em milhares de Reais - R$)

Fluxo de caixa de atividades


de financiamento
Captações de empréstimos, financiamentos e
debêntures 5.6 - 1.692.647 2.350.608 1.723.968
Amortização de principal sobre empréstimos,
financiamentos e debêntures 5.6 (1.700.000) - (2.271.624) (529.279)
Pagamento de juros sobre empréstimos,
financiamentos e debêntures 5.6 (35.203) (54.787) (496.828) (440.356)
Amortização de principal sobre arrendamentos (828) (1.196) (9.753) (4.106)
Pagamento de juros sobre arrendamentos (998) (1.389) (3.737) (2.513)
Pagamento de instrumentos financeiros derivativos (54.651) (93.659) (55.326) (100.408)
Recebimento de instrumentos financeiros
derivativos 272.007 122.642 419.467 210.235
Recursos provenientes de aumento de
capital de acionistas não controladores 8.3 - - 6.666 31.651
Aporte de capital de acionistas não controladores 8.3 - - 75.000 434.000
Partes relacionadas (140.431) (230.630) - -
Recebimento de ativo de contraprestação 5.4 - - 65.478 -
Recompra de ações próprias 15 (318.828) - (318.828) -
Subscrição de acionistas não controladores - 1.192 - 1.192
Aquisição de participação de acionista não
controlador - (2.067.296) - (2.067.296)
Dividendos pagos (574.139) (389.257) (575.861) (544.352)
Dividendos pagos a acionistas preferencialistas - - (174.227) (242.965)
Operação descontinuada 24 - - - (4.883)
Pagamento de remuneração baseada em ações (20.281) (45.777) (22.804) (45.961)

Caixa líquido utilizado nas atividades


de financiamento (2.573.352) (1.067.510) (1.011.769) (1.581.073)

(Decréscimo) acréscimo em caixa e


equivalentes de caixa (2.959.518) (554.143) (1.589.501) 821.307

Caixa e equivalentes de caixa no início


do período 3.490.707 928.077 6.076.644 2.696.947
Efeito da variação cambial sobre o saldo de
caixa e equivalentes de caixa 580 - 358.006 54.654
Caixa e equivalentes de caixa no final
do período 531.769 373.934 4.845.149 3.572.908

Informação complementar
Impostos de renda e contribuição social pagos 3.767 - 514.495 176.285

As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.


1. Para detalhes dessa reapresentação veja nota 24.

15
Demonstrações dos fluxos de caixa
(Em milhares de Reais - R$)

Transações que não envolveram caixa

i. Aquisições de ativos para construção da rede de distribuição com pagamento a prazo


no montante de R$ 18.548 (R$71.467 em 30 de setembro de 2019).

ii. Aporte de capital na subsidiária Payly Soluções de Pagamentos S.A. (Payly) no


montante de R$ 10.000, por meio de capitalização de despesas reembolsáveis.

iii. Reconhecimento de juros sobre capital próprio deliberado pela controlada em conjunto
Raízen Combustíveis S.A. no montante de R$ 56.120.

iv. Reconhecimento de obrigações contratuais referentes a cessão de direito creditório,


no montante de R$ 68.311 (nota 19).

v. Reconhecimento dos ativos e passivos setoriais pela controlada indireta Comgás,


conforme detalhado na nota 12.

vi. Refinanciamento de algumas dívidas com o BNDES (nota 5.6).

Apresentação de juros e dividendos

A Companhia classifica os dividendos e juros sobre o capital próprio recebidos como fluxo
de caixa das atividades de investimento.

Os juros, recebidos ou pagos são classificados como fluxo de caixa nas atividades de
financiamento.

16
Demonstrações do valor adicionado
(Em milhares de Reais - R$)

Controladora Consolidado
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado)1 (Reapresentado)1
Receitas
Vendas de produtos e serviços líquidas de
devoluções - - 12.660.296 12.612.396
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas (80.741) 364.718 (28.595) 340.434
Perda por redução ao valor recuperável de contas
a receber - - (52.667) (12.174)
(80.741) 364.718 12.579.034 12.940.656
Insumos adquiridos de terceiros
Custos dos produtos vendidos e serviços prestados - - 6.800.658 7.178.960
Materiais, energia, serviços de terceiros e outros 89.000 42.261 458.401 454.245
89.000 42.261 7.259.059 7.633.205

Valor adicionado bruto (169.741) 322.457 5.319.975 5.307.451

Retenções
Depreciação e amortização (8.428) (8.703) (461.056) (429.515)
(8.428) (8.703) (461.056) (429.515)

Valor adicionado líquido produzido (178.169) 313.754 4.858.919 4.877.936

Valor adicionado recebido em transferência


Equivalência patrimonial em associadas 768.445 1.312.722 2.506 (29.470)
Equivalência patrimonial das controladas em
conjunto (58.666) (72.647) 198.890 510.428
Receitas financeiras 118.505 348.750 245.280 568.132
Resultado com operação descontinuada - 14.481 - 14.481
828.284 1.603.306 446.676 1.063.571

Valor adicionado total a distribuir 650.115 1.917.060 5.305.595 5.941.507

Distribuição do valor adicionado


Pessoal e encargos 41.615 66.366 410.348 478.154
Remuneração direta 34.446 57.459 353.679 450.671
Benefícios 4.462 4.423 50.165 18.033
FGTS e outros 2.707 4.484 6.504 9.450

Impostos, taxas e contribuições (249.200) 6.505 3.218.296 2.933.551


Federais (249.200) 6.505 85.619 230.631
Estaduais - - 2.395.444 2.488.491
Municipais - - 737.233 214.429

Despesas financeiras e aluguéis 625.996 182.366 1.407.886 806.879


Juros e variação cambial 538.564 131.370 1.193.934 602.249
Alugueis 4.547 - 213.952 -
Outros 82.885 50.996 - 204.630

Participação dos acionistas não-controladores - - 37.361 61.100


Resultado com operação continuada 231.704 1.647.342 231.704 1.647.342
Resultado com operação descontinuada - 14.481 - 14.481
650.115 1.917.060 5.305.595 5.941.507

As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.


1. Para detalhes dessa reapresentação veja nota 24.

17
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

1 Contexto operacional

A Cosan S.A. (“Cosan” ou “a Companhia”) é uma companhia de capital aberto com ações
negociadas no Novo Mercado da B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão, ou “B3”, sob a sigla CSAN3, e
tem sua sede na cidade de São Paulo, Brasil e é controlada pela Cosan Limited, que detém
66,33% do seu capital social.

Em 14 de janeiro de 2020, a Companhia contribuiu ao capital social da subsidiária


Compass Gás e Energia S.A. (“Compass Gás e Energia”) a totalidade das ações que detinha da
Companhia de Gás de São Paulo – COMGÁS (“Comgás”), ou seja, 103.699.333 ações ordinárias
e 27.682.044 ações preferenciais equivalentes a 99,15% do capital social, pelo montante de
R$2.861.936 (nota 8.1). O patrimônio líquido contribuído foi o de 31 de dezembro de 2019 e,
portanto, a partir de 01 de janeiro de 2020, a Compass Gás e Energia passou a deter seu controle.

Em 30 de janeiro de 2020, a Companhia adquiriu por meio da subsidiária


Comercializadora de Gás S.A. (“Comercialização”), o controle da Black River Participações Ltda.
(“Black River”), a Compass Comercializadora de Energia Ltda., a Compass Geração Ltda. e a
Compass Energia Ltda. denominadas em conjunto “Compass Trading” por um valor equivalente
a R$ 99.385. O investimento tem como finalidade a entrada no negócio de comercialização de
energia elétrica (nota 8.2).

Em 9 de março de 2020, a Cosan anunciou a criação do segmento “Gás e Energia”. Esse


segmento integrará as operações da Comgás, TRSP - Terminal de Regaseificação da GNL de
São Paulo S.A. (“TRSP”), Rota 4 Participações S.A. (“Rota 4”) e Compass Trading. Nosso novo
segmento de gás e energia será o veículo através do qual desenvolveremos as atividades de (i)
distribuição de gás natural canalizado em parte do Estado de São Paulo para clientes dos setores
industrial, residencial, comercial, automotivo e cogeração; (ii) comercialização de energia elétrica
e gás natural; (iii) infraestrutura em terminal de regaseificação e gasoduto de escoamento
offshore; e (iv) geração térmica através do gás natural.

18
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Em 30 de junho de 2020 foi aprovada em Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária da


subsidiária Compass Gás e Energia o pedido de registro da oferta pública de distribuição primária
de ações ordinárias. Em 28 de setembro de 2020, a Compass Gás e Energia protocolou na
Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) o pedido de cancelamento da oferta pública de
distribuição primária de ações ordinárias em razão da deterioração das condições de mercado,
entretanto, a Compass Gás e Energia manteve o registro de Companhia Pública na CVM.

1.1 Ataque cibernético

Em 11 de março de 2020, a Companhia e suas subsidiárias e controladas em conjunto


sofreram um ataque cibernético de ransomware que causou uma interrupção parcial e temporária
de suas operações. Não houve impactos nas demonstrações financeiras da Companhia.

Após o incidente, a Companhia, a sua controladora, suas subsidiárias e suas controladas


em conjunto tomaram algumas medidas preventivas adicionais para reduzir os riscos
cibernéticos, incluindo a contratação de uma empresa para realizar trabalhos forense no ataque
sofrido, que afetou parte do ambiente hospedado no data center localizado na planta da Usina
Costa Pinto no Centro de Serviços Compartilhados, bem como máquinas de usuários (desktops
e laptops) conectados à rede. Com base na experiência e nas ferramentas da empresa
contratada, nas entrevistas com o pessoal de TI e nas evidências técnicas presentes no ambiente,
foi possível determinar uma lista de servidores a serem verificados. Embora não tenha sido
possível encontrar o vetor de entrada do ataque, foi possível identificar, na visão de TI, de maneira
satisfatória, o processo e as características do ataque para posterior evolução do ambiente
tecnológico.

Até 30 de setembro de 2020 a Companhia, a sua controladora, suas subsidiárias e suas


controladas em conjunto gastaram aproximadamente R$ 11.587 em relação ao ataque
cibernético, incluindo os custos de prevenção, detecção, resposta e gerenciamento, implantação
de tecnologias adicionais de cibersegurança e contratação de mão de obra especializada.

19
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

1.2 Covid-19

Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde declarou oficialmente o surto


de Covid-19 uma pandemia. Após essa declaração, vários países, incluindo todos os estados e
países em que temos operações, instituíram medidas de isolamento social para combater a
pandemia do Covid-19. Como consequência das incertezas causadas pela pandemia a
controlada indireta Comgás suspendeu temporariamente suas projeções (Guidance) para 2020.
A Companhia implementou um plano de contingência com o objetivo de preservar a saúde e a
integridade de seus colaboradores e parceiros, além de garantir a segurança e a continuidade
das operações consideradas atividades essenciais, por ser um insumo estratégico em hospitais,
segurança, alimentação e energia.

Apesar das medidas adotadas para conter o progresso do Covid-19 e das medidas de
ajuda anunciadas pelos governos em todo o mundo, incluindo o governo brasileiro, até a presente
data, não podemos prever a extensão, a duração e os impactos dessas medidas de contenção
ou os resultados das medidas de ajuda nos países em que operamos e / ou vendemos nossos
produtos. Com base nas informações disponíveis, as principais avaliações e, quando aplicável,
os principais efeitos da pandemia do Covid-19 em nossos resultados operacionais são:

a) Medidas de assistências governamentais


Diversas medidas de auxílio econômico e financeiro foram introduzidas pelos
entes federativos, com objetivo de auxiliar as empresas na mitigação dos efeitos
da pandemia, com destaque para as seguintes, que foram adotadas pelas
companhias do Grupo:

i. Portaria ME 139/2020 e Portaria ME 150/2020. As portarias 139 e 150


prorrogam o recolhimento do PIS e da COFINS, da Contribuição
Previdenciária e do seguro contra acidentes, relativos às competências
março e abril para os meses de agosto e outubro de 2020.

20
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

ii. Medida Provisória 927/2020. A Medida Provisória 927 posterga o


recolhimento do FGTS, referente às competências de março, abril e maio,
que deverão ser pagos a partir de julho e poderão ser parcelados em até
seis vezes, de julho até dezembro de 2020.
iii. Medida Provisória 932/2020. A Medida Provisória 932 reduz as alíquotas
das contribuições aos serviços sociais autônomos (sistema S) no período
relativo às competências de maio e junho de 2020.
iv. Decreto 10.305/2020. Nos termos dos decretos 10.305/2020 e
10.414/2020, a alíquota do IOF para empréstimos e financiamentos foi
reduzida a zero para operações contratadas pelo prazo de 180 dias.
v. Portaria ME 201/2020. A portaria 201 posterga os valores mensais dos
parcelamentos tributários com vencimento em maio, junho e julho, para
agosto, outubro e dezembro, respectivamente.
vi. Compromisso firmado entre a Comgás e Governo do Estado de São Paulo
de manter o fornecimento de gás para clientes de determinados segmentos
inadimplentes até 31 de julho de 2020.

b) Impacto nas demonstrações financeiras intermediárias


A Companhia encerrou o período findo em 30 de setembro de 2020 com um caixa
de R$7.100.613, capital circulante líquido com um saldo positivo de R$5.678.744
e um lucro de R$269.066.

Visando reforçar preventivamente o nível de liquidez durante esse período de


grande volatilidade, foram contratadas e utilizadas, nos meses de março e abril de
2020, linhas de financiamento junto a instituições financeiras no montante
agregado de R$2.034.000 (R$2.276.000 contratadas pelas joint ventures) e prazo
médio de um ano, sem quaisquer cláusulas de covenants financeiros.
Considerando o nível atual de liquidez, as iniciativas adicionais citadas
anteriormente, outras linhas de crédito em negociação e as perspectivas para o
curto e médio prazo, a Companhia não antevê comprometimento relevante da
capacidade operacional e financeira que possam afetar a continuidade da
Companhia.

21
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Nossos covenants são avaliados mensalmente para nossa necessidade de gerar


fluxos de caixa suficientes para atender o endividamento e nossa capacidade de
cumprir os covenants contidos nos contratos que regem nosso endividamento. Em
30 de setembro de 2020, a alavancagem (dívida líquida/EBITDA proforma) foi de
2,7x (2,0x em 31 de dezembro de 2019). Até 30 de setembro de 2020, a
Companhia e suas subsidiárias vêm cumprindo todas as cláusulas restritivas
financeiras.

Em meio à elevada volatilidade do mercado, a Companhia acredita que, nesse


momento, haverá um deslocamento do fluxo de caixa entre os meses com
restrições de circulação para os meses subsequentes. Adicionalmente,
considerando o baixo patamar de juros no Brasil e nas localidades de nossas
controladas, consideramos que a despeito das flutuações de curto prazo de
algumas premissas macroeconômicas devido aos impactos da pandemia do
Covid-19, nosso custo médio ponderado do capital não deverá sofrer alterações
materiais.

A Companhia avaliou as circunstâncias que poderiam indicar o impairment de seus


ativos não financeiros e concluiu que não houve mudanças nas circunstâncias que
indicariam uma perda por impairment. Portanto, as principais premissas de longo
prazo aplicadas na preparação dos modelos de fluxo de caixa permanecem
inalteradas para a avaliação do indicativo de impairment. Como conclusão,
verificou-se que os fluxos de caixa descontados quando comparados ao valor
contábil de cada segmento, resultariam num valor recuperável superior ao valor
contábil. Nossas projeções de recuperação de tributos, estão fundamentas nos
mesmos cenários e premissas acima.

22
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

As perdas pela não recuperabilidade de ativos financeiros foram calculadas com


base na análise de riscos dos créditos, que contempla o histórico de perdas, a
situação individual dos clientes, a situação do grupo econômico ao qual
pertencem, as garantias reais para os débitos e indicadores macroeconômicos, e
é considerada, em 30 de setembro de 2020, suficiente para cobrir eventuais perdas
sobre os valores a receber, além de uma avaliação prospectiva que leva em
consideração a mudança ou expectativa de mudança em fatores econômicos que
afetam as perdas esperadas de crédito, as quais serão determinadas com base
em probabilidades ponderadas e mensuradas em um montante igual a perda de
crédito esperada para a vida inteira.

A exposição máxima ao risco de crédito da Companhia, líquida de perdas pela não


recuperabilidade de ativos financeiros, é o valor das contas a receber. A qualidade
do crédito do contas a receber a vencer é considerada adequada, sendo que o
valor do risco efetivo de eventuais perdas no contas a receber de clientes encontra-
se apresentado como perdas pela não recuperabilidade de ativos financeiros.
Além disso, as subsidiárias Comgás e Moove, revisaram as variáveis que
compõem a metodologia de mensuração das perdas esperadas, por meio das
projeções macroeconômicas de cada segmento, capturando as estimativas de
reflexos na inadimplência e recuperação dos créditos para os próximos meses, o
que refletiu num aumento total de aproximadamente R$40.000 de perdas
esperadas no acumulado do ano de 2020, das quais estão sendo reduzidas
paulatinamente em função de reversões dada à retomada parcial das atividades
industriais e econômicas em geral.

23
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

A Companhia continuará, ao longo de 2020, o seu constante monitoramento do


mercado buscando identificar eventual deterioração, queda significativa na
demanda dos setores em que atuamos, mudanças relevantes na economia ou
mercado financeiro que acarretem aumento da percepção do risco de crédito sobre
o contas a receber de clientes. Eventuais mudanças que deteriorem o ambiente
econômico e de negócios, se manifestadas em uma intensidade maior do que
aquela antecipada nos cenários avaliados pela Companhia, podem acarretar em
um reconhecimento de perda de crédito esperada adicional.

Os estoques são avaliados com base no menor valor entre o custo histórico de
aquisição e produção e o valor líquido realizável. A Companhia utiliza o preço
estimado de venda no curso normal dos negócios como premissa do valor liquido
realizável, portanto, um declínio no nível de atividade nos mercados doméstico ou
internacional nos quais a Companhia opera, como consequência da pandemia da
Covid-19 e medidas para contê-lo, podem afetar a demanda e o preço destes
produtos e ter um efeito adverso sobre o valor realizável dos estoques. Como
nossos estoques são compostos, substancialmente, por lubrificantes, óleo básico
e materiais para construção de gasodutos que são produtos sem validade ou com
longa duração, nesse momento não temos indicadores de obsolescência ou de
não realização.

Até o momento, não houve mudanças no escopo dos arrendamentos da


Companhia, nenhum ajuste no direito de uso, incluindo adicionar ou rescindir o
direito de usar um ou mais ativos subjacentes, ou prorrogar ou reduzir o prazo do
arrendamento contratual. Também, avaliamos que não houve nenhuma mudança
na contraprestação dos arrendamentos que somos arrendatários e arrendadores.

24
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

2 Declaração de conformidade

Estas demonstrações financeiras intermediárias individuais e consolidadas foram


elaboradas e estão sendo apresentadas de acordo com o pronunciamento técnico CPC 21 (R1)
- Demonstrações Intermediárias e com as normas internacionais IAS 34 - Interim Financial
Reporting, emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB), e também com base
nas disposições contidas na Lei das Sociedades por Ações, e apresentadas de forma condizente
com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, aplicáveis à elaboração das
informações trimestrais - ITR.

Estas demonstrações financeiras intermediárias foram elaboradas seguindo a base de


preparação e políticas contábeis consistentes com aquelas adotadas na elaboração das
demonstrações financeiras de 31 de dezembro de 2019 e devem ser lidas em conjunto.

As informações de notas explicativas que não sofreram alterações significativas com


comparação a 31 de dezembro de 2019 não foram apresentadas integralmente nestas
informações trimestrais.

As informações relevantes próprias das demonstrações financeiras intermediárias, e


somente elas, estão sendo evidenciadas e que correspondem às utilizadas pela Administração
na sua gestão.

Estas demonstrações financeiras intermediárias foram autorizadas para emissão pela


Administração em 13 de novembro de 2020.

25
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

3 Políticas contábeis

Estas demonstrações financeiras intermediárias foram elaboradas seguindo a base de


preparação e políticas contábeis consistentes com aquelas adotadas na elaboração das
demonstrações financeiras de 31 de dezembro de 2019, exceto pelas menções descritas nas
respectivas notas explicativas que se referem a atualizações. Todos os saldos foram
arredondados para o milhar mais próximo, exceto quando indicado de outra forma.

4 Informações por segmento

As informações por segmento são utilizadas pela alta administração da Companhia (o


Chief Operating Decision Maker) para avaliar o desempenho dos segmentos operacionais e tomar
decisões com relação à alocação de recursos. Essas informações são preparadas de maneira
consistente com as políticas contábeis utilizadas na preparação das demonstrações financeiras.
A Companhia avalia o desempenho de seus segmentos operacionais com base no lucro antes
dos juros, depreciação e amortização (“EBITDA - Earnings before interest, taxes, depreciation,
and amortization”).

Tendo em vista a combinação de negócios da Compass e a reestruturação da Comgás, a


Cosan modificou a apresentação de seus segmentos, conforme demonstrado abaixo:

Segmento reportados:

i. Raízen Energia: produção e comercialização de uma variedade de produtos


derivados da cana-de-açúcar, incluindo açúcar bruto de alta polarização (Very High
Polarization, ou “VHP”), etanol anidro e hidratado, e atividades relacionadas à
cogeração de energia a partir do bagaço de cana-de-açúcar. Além disso, esse
segmento detém participações em empresas envolvidas em pesquisa e
desenvolvimento de novas tecnologias.

26
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

ii. Raízen Combustíveis: distribuição e comercialização de combustíveis,


principalmente através de uma rede franqueada de postos de serviços sob a marca
Shell em todo o Brasil e no refino de petróleo, distribuição de combustíveis, operação
de postos revendedores de combustíveis, conveniências, fabricação e
comercialização de lubrificantes automotivos e industriais, fabricação e
comercialização de gás liquefeito de petróleo em toda a Argentina.

iii. Gás e Energia: tem como atividades principais: (i) distribuição de gás natural
canalizado em parte do Estado de São Paulo para clientes dos setores industrial,
residencial, comercial, automotivo e cogeração; e (ii) comercialização de energia
elétrica, compreendendo a compra e a venda de energia elétrica a outros
comercializadores, a consumidores que tenham livre opção de escolha do fornecedor
e a outros agentes permitidos pela legislação.

iv. Moove: produção e distribuição de lubrificantes licenciados sob a Marca Mobil no


Brasil, Bolívia, Uruguai, Paraguai, Argentina, Estados Unidos e mercado europeu sob
a marca Comma para o mercado europeu e asiático e atividades corporativas.

Reconciliação:

i. Cosan Corporativo: plataforma de carteira digital, outros investimentos, além das


atividades corporativas da Companhia. Inclui as subsidiárias responsáveis pela
captação de recursos para a Companhia.

Embora a Raízen Energia e a Raízen Combustíveis sejam joint ventures registradas por
equivalência patrimonial e não sejam mais consolidadas proporcionalmente, a administração
continua a revisar as informações por segmento. A reconciliação desses segmentos é
apresentada na coluna “Desconsolidação de controladas em conjunto”.

27
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

01/07/2020 a 30/09/2020
Segmentos reportados Reconciliação
Raízen Combustíveis Desconsolidação Eliminações
Raízen Gás e Cosan controladas em entre
Energia Brasil Argentina Energia Moove Corporativo conjunto segmentos Consolidado
Resultado do período:
Receita operacional bruta 7.659.684 20.645.018 3.602.421 3.068.127 1.628.395 16 (31.907.123) - 4.696.538
Mercado interno ¹ 4.141.981 20.645.018 3.602.421 3.068.127 958.859 16 (28.389.420) - 4.027.002
Mercado externo ¹ 3.517.703 - - — 669.536 - (3.517.703) - 669.536
Receita operacional líquida 7.320.290 19.873.426 2.366.023 2.426.913 1.287.996 14 (29.559.739) - 3.714.923
Custo dos produtos vendidos
e dos serviços prestados (6.482.768) (19.004.214) (2.001.790) (1.670.633) (966.270) (137) 27.488.772 - (2.637.040)
Resultado bruto 837.522 869.212 364.233 756.280 321.726 (123) (2.070.967) - 1.077.883
Despesas de vendas (336.318) (346.083) (173.813) (50.333) (120.872) (165) 856.214 - (171.370)
Despesas gerais e administrativas (172.014) (97.984) (47.706) (184.026) (58.756) (45.709) 317.704 - (288.491)
Outras receitas (despesas), líquidas (15.118) 114.602 53.878 (9.040) 3.379 (19.507) (153.362) - (25.168)
Equivalência patrimonial
em associadas - 140.884 - — - 298.487 (140.884) (299.716) (1.229)
Equivalência patrimonial
de controladas em conjunto 1.622 (42) - — - 228.697 (1.580) - 228.697
Resultado financeiro líquido (353.492) (23.292) (47.803) (127.110) (31.785) (258.541) 424.587 - (417.436)
Despesas financeiras (360.636) (141.796) (28.552) (51.759) (8.460) (293.311) 530.984 - (353.530)
Receitas financeiras 108.066 64.736 17.511 31.523 262 6.402 (190.313) - 38.187
Variação cambial líquida (128.780) (343.511) (25.536) (27.072) (33.243) (180.889) 497.827 - (241.204)
Derivativos 27.858 397.279 (11.226) (79.802) 9.656 209.257 (413.911) - 139.111
Imposto de renda e contribuição social 31.796 (160.786) (7.905) (130.324) (42.849) 99.495 136.895 - (73.678)
Resultado líquido do período (6.002) 496.511 140.884 255.447 70.843 302.634 (631.393) (299.716) 329.208

Resultado atribuído aos:


Acionistas controladores (20.516) 477.289 140.884 250.625 48.803 304.127 (597.657) (299.716) 303.839
Acionistas não controladores 14.514 19.222 - 4.822 22.040 (1.493) (33.736) - 25.369
(6.002) 496.511 140.884 255.447 70.843 302.634 (631.393) (299.716) 329.208
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização 1.014.022 76.676 169.733 132.928 32.006 3.453 (1.260.431) - 168.387
EBITDA 1.329.716 757.265 366.325 645.809 177.483 465.133 (2.453.306) (299.716) 988.709
Adições ao imobilizado,
intangível e ativos de contrato (caixa) 420.458 52.639 63.740 254.159 9.100 3.956 (536.837) - 267.215

Reconciliação EBITDA
Resultado líquido do período (6.002) 496.511 140.884 255.447 70.843 302.634 (631.393) (299.716) 329.208
Imposto de renda e contribuição social (31.796) 160.786 7.905 130.324 42.849 (99.495) (136.895) - 73.678
Resultado financeiro líquido 353.492 23.292 47.803 127.110 31.785 258.541 (424.587) - 417.436
Depreciação e amortização 1.014.022 76.676 169.733 132.928 32.006 3.453 (1.260.431) - 168.387
EBITDA 1.329.716 757.265 366.325 645.809 177.483 465.133 (2.453.306) (299.716) 988.709

28
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

01/01/2020 a 30/09/2020
Segmentos reportados Reconciliação
Raízen Combustíveis Desconsolidação Eliminações
Raízen Cosan controladas em entre
Energia Brasil Argentina Gás e Energia Moove Corporativo conjunto segmentos Consolidado
Resultado do período
Receita operacional bruta 22.407.990 56.602.632 10.529.141 8.719.577 3.959.459 19 (89.539.763) - 12.679.055
Mercado interno ¹ 13.207.272 56.602.632 10.529.141 8.719.577 2.222.259 19 (80.339.045) - 10.941.855
Mercado externo ¹ 9.200.718 - - - 1.737.200 - (9.200.718) - 1.737.200
Receita operacional líquida 21.309.068 54.162.273 7.143.590 6.462.010 3.116.028 16 (82.614.931) - 9.578.054
Custo dos produtos vendidos
e dos serviços prestados (19.168.230) (52.181.598) (6.717.552) (4.384.970) (2.388.886) (1.451) 78.067.380 - (6.775.307)
Resultado bruto 2.140.838 1.980.675 426.038 2.077.040 727.142 (1.435) (4.547.551) - 2.802.747
Despesas de vendas (713.440) (1.041.555) (529.994) (411.327) (344.750) (1.388) 2.284.989 - (757.465)
Despesas gerais e administrativas (479.062) (330.056) (126.339) (376.834) (162.598) (126.969) 935.457 - (666.401)
Outras receitas (despesas), líquidas 225.788 280.969 102.559 31.324 32.407 (116.016) (609.316) - (52.285)
Equivalência patrimonial
em associadas - (147.624) - 8 - 818.103 147.624 (815.605) 2.506
Equivalência patrimonial
de controladas em conjunto (85.476) 925 - - - 198.890 84.551 - 198.890
Resultado financeiro líquido (868.326) (238.015) (104.081) (172.962) (101.802) (889.076) 1.210.422 - (1.163.840)
Despesas financeiras (1.052.186) (516.274) (100.095) (224.357) (24.226) (1.108.424) 1.668.555 - (1.357.007)
Receitas financeiras 296.316 187.364 27.220 156.140 17.031 72.110 (510.900) - 245.281
Variação cambial líquida (868.880) (3.879.971) (5.875) (226.859) (149.082) (1.797.067) 4.754.726 - (2.173.008)
Derivativos 756.424 3.970.866 (25.331) 122.114 54.475 1.944.305 (4.701.959) - 2.120.894
Imposto de renda e contribuição social (48.208) (209.100) 84.193 (383.342) (57.366) 345.622 173.115 - (95.086)
Resultado líquido do período 172.114 296.219 (147.624) 763.907 93.033 227.731 (320.709) (815.605) 269.066

Resultado atribuído aos:


Acionistas controladores 117.220 278.894 (147.624) 751.229 64.087 231.993 (248.490) (815.605) 231.704
Acionistas não controladores 54.894 17.325 - 12.678 28.946 (4.262) (72.219) - 37.362
172.114 296.219 (147.624) 763.907 93.033 227.731 (320.709) (815.605) 269.066
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização 2.830.170 228.566 485.187 369.208 81.696 10.152 (3.543.923) - 461.056
EBITDA 3.918.818 971.900 357.451 1.689.419 333.897 781.337 (5.248.169) (815.605) 1.989.048
Adições ao imobilizado,
intangível e ativos de contrato (caixa) 2.062.778 182.474 206.738 739.620 19.459 15.249 (2.451.990) - 774.328

Reconciliação EBITDA
Resultado líquido do período 172.114 296.219 (147.624) 763.907 93.033 227.731 (320.709) (815.605) 269.066
Imposto de renda e contribuição social 48.208 209.100 (84.193) 383.342 57.366 (345.622) (173.115) - 95.086
Resultado financeiro líquido 868.326 238.015 104.081 172.962 101.802 889.076 (1.210.422) - 1.163.840
Depreciação e amortização 2.830.170 228.566 485.187 369.208 81.696 10.152 (3.543.923) - 461.056
EBITDA 3.918.818 971.900 357.451 1.689.419 333.897 781.337 (5.248.169) (815.605) 1.989.048

(i) Mercado interno: vendas nos países em que cada entidade está localizada; mercado externo: vendas para exportação.

29
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

01/07/2019 a 30/09/2019 (Reapresentado)


Segmentos reportados Reconciliação Consolidado
Raízen Combustíveis
Desconsolidação
Raízen Gás e Cosan controladas em Eliminações entre
Energia Brasil Argentina Energia Moove Corporativo conjunto segmentos
Resultado do período
Receita operacional bruta 8.106.015 23.227.089 4.601.197 3.271.286 1.370.626 2 (35.934.301) (11) 4.641.903
Mercado interno ¹ 5.956.612 23.227.089 4.601.197 3.271.286 728.187 2 (33.784.898) (11) 3.999.464
Mercado externo ¹ 2.149.403 - - - 642.439 - (2.149.403) - 642.439
Receita operacional líquida 7.698.685 22.261.306 3.282.656 2.585.530 1.100.726 2 (33.242.647) (11) 3.686.247
Custo dos produtos
vendidos e dos serviços prestados (7.162.681) (21.353.241) (3.147.796) (1.666.191) (875.216) (1) 31.663.718 11 (2.541.397)
Resultado bruto 536.004 908.065 134.860 919.339 225.510 1 (1.578.929) - 1.144.850
Despesas de vendas (209.861) (381.113) (172.944) (154.529) (136.483) (2.989) 763.918 - (294.001)
Despesas gerais e administrativas (172.273) (130.677) (34.961) (98.255) (45.126) (76.121) 337.911 - (219.502)
Outras receitas (despesas), líquidas 84.228 308.897 24.498 (18.243) (93) 520.110 (417.623) - 501.774
Equivalência patrimonial
em associadas — (176.616) — — (24) 409.994 176.616 (408.753) 1.217
Equivalência patrimonial
de controladas em conjunto 1.176 — — — — 148.185 (1.176) - 148.185
Resultado financeiro líquido (193.499) (10.294) (149.948) (26.682) (50.654) (53.375) 353.741 - (130.711)
Despesas financeiras (325.151) (84.097) (24.013) (101.154) (3.513) (192.677) 433.261 - (297.344)
Receitas financeiras 111.257 77.202 7.578 74.532 (1.080) 173.023 (196.037) - 246.475
Variação cambial líquida (152.702) (731.011) (216.273) (50.555) (59.852) (383.785) 1.099.986 - (494.192)
Derivativos 173.097 727.612 82.760 50.495 13.791 350.064 (983.469) - 414.350
Imposto de renda e contribuição social 1.698 (219.363) 21.879 (202.395) (1.872) (124.031) 195.786 - (328.298)
Resultado líquido do período
47.473 298.899 (176.616) 419.235 (8.742) 821.774 (169.756) (408.753) 823.514
com operações continuadas
Resultado líquido do período
- - - - - (3.906) - - (3.906)
com operações descontinuadas

Resultado atribuído aos:


Acionistas controladores 19.204 284.019 (176.616) 415.475 (6.723) 818.886 (126.607) (408.753) 818.885
Acionistas não controladores 28.269 14.880 — 3.760 (2.019) (1.018) (43.149) - 723
47.473 298.899 (176.616) 419.235 (8.742) 817.868 (169.756) (408.753) 819.608
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização 721.764 67.238 126.685 112.808 36.233 2.768 (915.687) - 151.809
EBITDA 961.038 595.794 78.138 761.120 80.017 1.001.948 (1.634.970) (408.753) 1.434.332
Adições ao imobilizado,
intangível e ativos de contrato (caixa) 538.386 89.208 109.705 207.814 9.042 2.072 (737.299) - 218.928

Reconciliação EBITDA:
Resultado líquido do período 47.473 298.899 (176.616) 419.235 (8.742) 821.774 (169.756) (408.753) 823.514
Imposto de renda e contribuição social (1.698) 219.363 (21.879) 202.395 1.872 124.031 (195.786) - 328.298
Resultado financeiro líquido 193.499 10.294 149.948 26.682 50.654 53.375 (353.741) - 130.711
Depreciação e amortização 721.764 67.238 126.685 112.808 36.233 2.768 (915.687) - 151.809
EBITDA 961.038 595.794 78.138 761.120 80.017 1.001.948 (1.634.970) (408.753) 1.434.332

30
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

01/01/2019 a 30/09/2019 (Reapresentado)


Segmentos reportados Reconciliação
Raízen Combustíveis
Desconsolidação
Raízen Gás e Cosan controladas em Eliminações entre
Energia Brasil Argentina Energia Moove Corporativo conjunto segmentos Consolidado
Resultado do período
Receita operacional bruta 22.081.963 67.407.406 13.353.554 8.834.886 3.908.540 4 (102.842.923) (29) 12.743.401
Mercado interno ¹ 16.843.037 67.407.406 13.353.554 8.834.886 2.076.880 4 (97.603.997) (29) 10.911.741
Mercado externo ¹ 5.238.926 - - - 1.831.660 - (5.238.926) - 1.831.660
Receita operacional líquida 20.902.814 64.320.662 9.495.561 6.984.381 3.139.549 4 (94.719.037) (29) 10.123.905
Custo dos produtos
vendidos e dos serviços prestados (19.504.145) (61.683.213) (8.733.206) (4.715.989) (2.486.495) - 89.920.564 29 (7.202.455)
Resultado bruto 1.398.669 2.637.449 762.355 2.268.392 653.054 4 (4.798.473) - 2.921.450
Despesas de vendas (617.519) (1.110.162) (503.288) (455.855) (369.250) (5.343) 2.230.969 - (830.448)
Despesas gerais e administrativas (447.699) (382.421) (98.225) (271.366) (122.482) (158.445) 928.345 - (552.293)
Outras receitas (despesas), líquidas 132.681 686.761 73.328 2.676 (24) 531.917 (892.770) - 534.569
Equivalência patrimonial
em associadas - (14.631) - - 928 939.777 14.631 (970.175) (29.470)
Equivalência patrimonial
de controladas em conjunto (3.082) - - - - 510.428 3.082 - 510.428
Resultado financeiro líquido (592.500) (82.994) (273.981) (116.056) (40.723) (81.968) 949.475 - (238.747)
Despesas financeiras (1.085.403) (556.271) (55.918) (300.611) (30.009) (696.230) 1.697.592 - (1.026.850)
Receitas financeiras 358.936 228.855 19.957 184.646 17.076 366.409 (607.748) - 568.131
Variação cambial líquida (98.946) (545.050) (287.665) (44.638) (48.419) (344.706) 931.661 - (437.763)
Derivativos 232.913 789.472 49.645 44.547 20.629 592.559 (1.072.030) - 657.735
Imposto de renda e contribuição social 65.527 (539.311) 25.180 (482.200) (34.803) (90.041) 448.604 - (607.044)
Resultado líquido do período (63.923) 1.194.691 (14.631) 945.591 86.700 1.646.329 (1.116.137) (970.175) 1.708.445
Resultado líquido do período
com operações descontinuadas - - - - - (14.481) - - (14.481)

Resultado atribuído aos:


Acionistas controladores (106.607) 1.144.643 (14.631) 908.025 62.148 1.632.863 (1.023.405) (970.175) 1.632.861
Acionistas não controladores 42.684 50.048 — 37.566 24.552 (1.015) (92.732) - 61.103
(63.923) 1.194.691 (14.631) 945.591 86.700 1.631.848 (1.116.137) (970.175) 1.693.964
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização 2.076.556 258.463 308.548 343.414 77.311 9.100 (2.643.567) - 429.825
EBITDA 2.539.606 2.075.459 542.718 1.887.261 239.537 1.827.438 (5.157.783) (970.175) 2.984.061
Adições ao imobilizado,
intangível e ativos de contrato (caixa) 2.246.140 227.840 274.021 528.201 18.443 6.391 (2.748.001) - 553.035

Reconciliação EBITDA:
Resultado líquido do período (63.923) 1.194.691 (14.631) 945.591 86.700 1.646.329 (1.116.137) (970.175) 1.708.445
Imposto de renda e contribuição social (65.527) 539.311 (25.180) 482.200 34.803 90.041 (448.604) - 607.044
Resultado financeiro líquido 592.500 82.994 273.981 116.056 40.723 81.968 (949.475) - 238.747
Depreciação e amortização 2.076.556 258.463 308.548 343.414 77.311 9.100 (2.643.567) - 429.825
EBITDA 2.539.606 2.075.459 542.718 1.887.261 239.537 1.827.438 (5.157.783) (970.175) 2.984.061
(i) Mercado interno: vendas nos países em que cada entidade está localizada; mercado externo: vendas para exportação.

31
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

30/09/2020
Segmentos reportados Reconciliação
Raízen Raízen Combustíveis Gás e Cosan Desconsolidação Eliminações entre
Energia Brasil Argentina Energia Moove Corporativo controladas em conjunto segmentos Consolidado
Itens do balanço patrimonial:
Caixa e equivalentes de caixa 1.799.016 781.895 281.387 2.782.892 936.161 1.126.096 (2.862.298) - 4.845.149
Títulos e valores mobiliários - - - 1.007.100 274.997 973.367 - - 2.255.464
Contas a receber de clientes 1.635.206 1.826.055 379.249 910.745 561.186 (78) (3.840.510) - 1.471.853
Instrumentos financeiros derivativos - ativos 5.147.146 3.496.544 - 569.639 66.906 3.245.557 (8.643.690) - 3.882.102
Estoques 5.582.920 2.803.190 1.521.230 115.646 510.164 - (9.907.340) - 625.810
Ativos financeiro setorial - - - 318.684 - - - - 318.684
Outros ativos financeiros 469.440 - - - 70.672 772.097 (469.440) - 842.769
Outros ativos circulantes 3.910.328 3.492.462 882.012 276.561 276.620 1.129.314 (8.284.802) (497.905) 1.184.590
Outros ativos não circulantes 6.015.686 1.946.100 73.786 105.720 271.956 1.547.516 (8.035.572) (347.513) 1.577.679
Investimentos em associadas - 3.518.773 386 - - 5.329.090 (3.519.159) (5.005.263) 323.827
Investimentos em controladas em conjunto 531.642 739.820 - - - 7.658.237 (1.271.462) - 7.658.237
Ativos biológicos 1.002.926 - - - - - (1.002.926) - -
Ativo de contrato - 2.227.446 75.356 737.871 9.575 - (2.302.802) - 747.446
Direito de uso 4.365.778 115.217 510.489 9.976 40.968 24.863 (4.991.484) - 75.807
Imobilizado 11.732.170 2.558.265 4.351.343 7.879 333.043 75.444 (18.641.778) - 416.366
Intangíveis 3.613.256 2.514.972 10.642 8.568.266 1.291.689 15.022 (6.138.870) - 9.874.977
Empréstimos, financiamentos e debêntures (18.585.240) (6.823.754) (986.666) (7.449.361) (930.922) (8.100.096) 26.395.660 - (16.480.379)
Instrumentos financeiros derivativos - passivos (4.357.474) (169.704) (7.008) (71.405) (2.002) (130.075) 4.534.186 - (203.482)
Fornecedores (3.855.510) (4.568.225) (1.013.777) (985.532) (696.250) (3.256) 9.437.512 - (1.685.038)
Ordenados e salários a pagar (452.734) (90.854) (59.694) (70.927) (78.860) (21.011) 603.282 - (170.798)
Passivo financeiro setorial - - - (530.935) - - - - (530.935)
Outras contas a pagar circulantes (3.192.570) (2.282.970) (1.170.192) (575.008) (398.347) (502.728) 6.645.732 51.917 (1.424.166)
Obrigações com acionistas preferencialistas
em subsidiárias - - - - - (449.604) - - (449.604)
Arrendamento mercantil (3.980.638) (126.957) (465.537) (10.860) (44.142) (27.035) 4.573.132 - (82.037)
Outras contas a pagar não circulantes (1.878.900) (5.683.037) (863.847) (1.992.570) (556.564) (1.998.021) 8.425.784 793.500 (3.753.655)
Ativo total (líquido de passivos)
alocado por segmento 9.502.448 6.275.238 3.519.159 3.724.381 1.936.850 10.664.699 (19.296.845) (5.005.264) 11.320.666
Ativo total 45.805.514 26.020.739 8.085.880 15.410.979 4.643.937 21.896.525 (79.912.133) (5.850.681) 36.100.760

Patrimônio líquido atribuível aos:


Acionistas controladores 9.393.339 6.016.548 3.519.159 3.657.838 1.344.125 10.662.952 (18.929.046) (5.005.264) 10.659.651
Acionistas não controladores 109.109 258.690 - 66.543 592.725 1.747 (367.799) - 661.015
Total do patrimônio líquido 9.502.448 6.275.238 3.519.159 3.724.381 1.936.850 10.664.699 (19.296.845) (5.005.264) 11.320.666

32
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

31/12/2019
Segmentos reportados Reconciliação
Raízen Combustíveis Desconsolidação Eliminações
Raízen Cosan controladas em entre
Energia Brasil Argentina Gás e Energia Moove corporativo conjunto segmentos Consolidado
Itens do balanço patrimonial:
Caixa e equivalentes de caixa 2.715.055 1.036.151 266.309 1.083.410 610.605 4.382.629 (4.017.515) - 6.076.644
Títulos e valores mobiliários - - - 200.233 43.856 1.118.959 - - 1.363.048
Contas a receber de clientes 1.135.079 2.455.365 442.204 987.397 427.714 - (4.032.648) - 1.415.111
Instrumentos financeiros derivativos - ativos 2.139.240 911.874 5.163 374.730 17.005 1.508.644 (3.056.277) - 1.900.379
Estoques 4.592.428 3.007.893 1.099.632 89.586 449.211 - (8.699.953) - 538.797
Outros ativos financeiros 602.542 - - - 134.636 708.784 (602.542) - 843.420
Outros ativos circulantes 7.125.332 3.506.579 872.413 315.744 165.070 917.783 (11.504.324) (358.944) 1.039.653
Outros ativos não circulantes 4.196.166 2.014.958 24.095 90.662 150.683 1.562.651 (6.235.219) (488.227) 1.315.769
Investimentos em associadas - 2.612.576 276 - 365 4.292.701 (2.612.852) (3.967.371) 325.695
Investimentos em controladas em conjunto 577.008 727.936 - - - 7.548.960 (1.304.944) - 7.548.960
Ativos biológicos 734.495 - - - - - (734.495) - -
Ativo de contrato - 2.736.589 48.985 594.602 5.939 - (2.785.574) - 600.541
Direito de uso 4.017.503 97.375 476.251 10.128 22.592 18.685 (4.591.129) - 51.405
Imobilizado 11.342.326 2.595.878 3.304.040 - 310.007 70.030 (17.242.244) - 380.037
Intangíveis 3.666.186 2.548.927 9.637 8.291.608 1.161.426 12.647 (6.224.750) - 9.465.681
Empréstimos, financiamentos e debêntures (15.653.705) (5.745.735) (912.807) (5.244.942) (670.263) (7.441.845) 22.312.247 - (13.357.050)
Instrumentos financeiros derivativos - passivos (1.422.923) (325.018) - - (1.801) (47.984) 1.747.941 - (49.785)
Fornecedores (5.101.474) (2.568.885) (943.789) (1.154.206) (515.759) (6.760) 8.614.148 - (1.676.725)
Ordenados e salários a pagar (360.414) (77.692) (48.752) (59.928) (70.068) (34.119) 486.858 - (164.115)
Outras contas a pagar circulantes (4.317.609) (5.859.807) (856.185) (683.555) (217.705) (1.116.752) 11.033.601 73.558 (1.944.454)
Obrigações com acionistas preferencialistas
em subsidiárias - - - - - (611.537) - - (611.537)
Arrendamento mercantil (3.504.501) (103.807) (439.860) (10.843) (27.431) (19.629) 4.048.168 - (57.903)
Outras contas a pagar não circulantes (2.046.961) (4.492.725) (734.761) (1.998.107) (408.386) (2.307.755) 7.274.447 771.893 (3.942.355)
Ativo total (líquido de passivos) alocado
por segmento 10.435.773 5.078.432 2.612.851 2.886.519 1.587.696 10.556.092 (18.127.056) (3.969.091) 11.061.216
Ativo total 42.843.360 24.252.101 6.549.005 12.038.100 3.499.109 22.142.473 (73.644.466) (4.814.542) 32.865.140

Patrimônio líquido atribuível aos:


Acionistas controladores 10.358.052 4.808.076 2.612.851 2.861.954 1.107.136 10.553.735 (17.778.979) (3.969.091) 10.553.734
Acionistas não controladores 77.721 270.356 - 24.565 480.560 2.357 (348.077) - 507.482
Total do patrimônio líquido 10.435.773 5.078.432 2.612.851 2.886.519 1.587.696 10.556.092 (18.127.056) (3.969.091) 11.061.216

33
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
4.1 Receita operacional líquida por segmento

01/01/2020 01/07/2019 a 01/01/2019 a


01/07/2020 a a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020 (Reapresentado) (Reapresentado)
Segmentos reportados

Raízen Energia
Etanol 2.459.629 8.217.294 3.031.393 7.894.039
Açúcar 2.442.965 5.830.926 593.659 2.926.573
Gasolina 342.698 1.362.892 1.056.161 2.411.100
Diesel 1.245.754 3.853.356 1.825.320 4.761.504
Cogeração 586.940 1.692.210 1.151.721 2.798.869
Outros 242.304 352.390 40.431 110.729
7.320.290 21.309.068 7.698.685 20.902.814
Raízen Combustíveis
Combustível 21.986.007 60.588.733 25.122.039 72.637.253
Outros 253.442 717.130 421.923 1.178.970
22.239.449 61.305.863 25.543.962 73.816.223
Gás e Energia
Industrial 1.338.961 3.584.789 1.594.044 4.494.613
Residencial 417.892 1.038.628 432.476 951.429
Cogeração 91.243 241.177 109.951 324.071
Automotivo 53.811 156.890 90.483 258.433
Comercial 85.882 248.904 140.068 369.576
Receita de construção 223.040 639.360 199.730 541.780
Outros 9.054 31.343 18.778 44.479
Comercialização de energia elétrica 207.030 520.919 - -
2.426.913 6.462.010 2.585.530 6.984.381
Moove
Produto acabado 1.078.097 2.767.260 1.036.599 2.928.196
Óleo básico 169.288 256.912 46.918 178.465
Serviços 40.611 91.856 17.209 32.888
1.287.996 3.116.028 1.100.726 3.139.549

Reconciliação
Cosan Corporativo 14 16 2 4
Desconsolidação das controladas
em conjunto e eliminações (29.559.739) (82.614.931) (33.242.658) (94.719.066)
Total 3.714.923 9.578.054 3.686.247 10.123.905

34
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
5 Ativos e passivos financeiros

Os ativos e passivos financeiros são os seguintes:


Controladora Consolidado

Nota 30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019


Ativos
Valor justos por meio do resultado
Caixa e equivalentes de caixa 5.1 531.362 2.088.707 2.261.993 3.277.789
Títulos e valores mobiliários 5.2 787.219 910.064 2.255.464 1.363.048
Outros ativos financeiros 5.4 772.097 708.783 842.769 843.420
Instrumentos financeiros derivativos 5.8 3.115.482 1.359.821 3.882.102 1.900.379
5.206.160 5.067.375 9.242.328 7.384.636

Custo amortizado
Caixa e equivalentes de caixa 5.1 407 1.402.000 2.583.156 2.798.855
Contas a receber de clientes 5.3 - - 1.471.853 1.415.111
Recebíveis de partes relacionadas 5.5 751.095 777.992 190.494 171.910
Ativos setoriais 12 - - 318.684 -
Dividendos e juros sobre capital próprio a receber 70.386 22.684 70.887 22.684
821.888 2.202.676 4.635.074 4.408.560

Total 6.028.048 7.270.051 13.877.402 11.793.196

Passivos
Custo amortizado
Empréstimos, financiamentos e debêntures 5.6 - 1.727.460 9.558.114 7.997.752
Arrendamentos 27.036 19.630 82.037 57.903
Fornecedores 5.7 2.637 5.175 1.685.038 1.676.725
Outros passivos financeiros - - 133.571 132.927
Dividendos a pagar 14.614 588.752 16.092 590.204
Pagáveis a partes relacionadas 5.5 7.891.386 5.980.138 270.599 260.236
Parcelamento de débitos tributários 11 193.568 195.600 200.015 202.418
Passivos setoriais 12 - - 530.935 -
Obrigação com acionistas preferencialistas em
449.604 611.537 449.604 611.537
subsidiárias
8.578.845 9.128.292 12.926.005 11.529.702
Valor justo por meio do resultado
Empréstimos, financiamentos e debêntures 5.6 - - 6.922.265 5.359.298
Contraprestação a pagar - - 235.424 184.370
Instrumentos financeiros derivativos 5.8 130.075 47.985 203.482 49.785
130.075 47.985 7.361.171 5.593.453

Total 8.708.920 9.176.277 20.287.176 17.123.155

35
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
5.1 Caixa e equivalentes de caixa

Controladora Consolidado

30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Bancos conta movimento 251 121 66.639 118.738


Conta remunerada - - 1.067.783 885.740
Aplicações financeiras 531.518 3.490.586 3.710.727 5.072.166
Total 531.769 3.490.707 4.845.149 6.076.644

As aplicações financeiras são compostas da seguinte forma:

Controladora Consolidado

30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Aplicações em fundos de investimento


Operações compromissadas 238.888 1.714.348 1.763.625 2.799.459
Certificado de depósitos bancários - CDB 292.474 374.359 498.368 478.330
Total aplicações em fundos de investimento 531.362 2.088.707 2.261.993 3.277.789

Aplicações em bancos
Operações compromissadas - 1.400.735 47.179 1.400.735
Certificado de depósitos bancários - CDB - - 1.288.415 392.498
Outras 156 1.144 113.140 1.144
Total aplicações em bancos 156 1.401.879 1.448.734 1.794.377

Total aplicações financeiras 531.518 3.490.586 3.710.727 5.072.166

As aplicações financeiras onshore da Companhia são rentabilizadas a taxas em torno de


97% do CDI em 30 de setembro de 2020 (100% do CDI em 31 de dezembro de 2019), e as
aplicações financeiras offshore são rentabilizadas a taxas ao redor de 100% das Federal Funds.
A análise de sensibilidade sobre os riscos de taxa de juros está na nota 21.

36
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
5.2 Títulos e valores mobiliários

Controladora Consolidado

30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Títulos e valores mobiliários


Títulos públicos (i) 787.219 910.064 2.255.464 1.363.048
787.219 910.064 2.255.464 1.363.048

(i) Os títulos públicos possuem taxa de juros atrelada ao sistema especial de liquidação e de
custódia (“Selic”) e vencimento entre dois e cinco anos com liquidez diária.

5.3 Contas a receber de clientes

Consolidado

30/09/2020 31/12/2019

Mercado interno 1.605.367 1.518.633


Mercado externo 22.253 11.399
1.627.620 1.530.032

(i)
Provisão para perda esperada de créditos (155.767) (114.921)

1.471.853 1.415.111

Circulante 1.452.488 1.400.498


Não circulante 19.365 14.613

(i) Do total reconhecido, o montante de R$ 40.000 adicionado pela revisão da expectativa de perda esperada
como consequência da Covid-19, conforme detalhado na nota 1. Ao longo do terceiro trimestre, devido à
retomada parcial das atividades industriais e econômicas, a controlada Comgás reverteu parte da provisão
de perdas outrora constituída, à medida em que houve recuperação de determinados créditos junto aos
clientes.

37
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
5.4 Outros ativos financeiros

O saldo de outros ativos financeiros é composto de seguinte forma:

Controladora Consolidado

30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Ações Rumo S.A. (i) 763.011 697.712 763.011 697.712


(i)
Ações Cosan Logística S.A. 9.086 11.071 9.086 11.071
Outros ativos financeiros (ii) - - 70.672 134.637
772.097 708.783 842.769 843.420

Circulante 772.097 708.783 841.712 773.629


Não circulante - - 1.057 69.791
772.097 708.783 842.769 843.420

i. A Companhia possui 40.065.607 ações, representando 2,16% do total de ações da


Rumo S.A. (das quais 13.333.333 ações foram adquiridas mediante a emissão de
oferta pública primária, representando R$ 290.000, liquidado em caixa, em 27 de
agosto de 2020, conforme fato relevante divulgado) e 477.196 ações,
representando 0,10% do total de ações da Cosan Logística, ao valor de mercado,
onde utiliza a metodologia de mensuração ao valor justo e não o método de
equivalência patrimonial. Em 30 de setembro de 2020, a cotação das ações da
Rumo S.A. e da Cosan Logística eram R$ 19,06 e R$ 17,70 (em 31 de dezembro
de 2019, R$ 26,10 e R$ 23,20), respectivamente.

ii. Em 31 de março de 2020, a Cosan Lubes Investments Limited (“CLI”) recebeu


R$65.478 devido à satisfação das condições precedentes em 31 de dezembro de
2019, como previsto no contrato de investimento entre a Companhia e CVC Fund
VII (“CVC”).

38
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
5.5 Partes relacionadas

a) Resumo dos saldos com partes relacionadas:

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Ativo circulante
Operações comerciais
Raízen Energia S.A. 43.394 42.953 48.497 44.119
Rumo S.A. 1.453 3.727 5.099 7.763
Aguassanta Participações S.A. 739 444 739 444
Cosan Limited 4.923 4.518 4.923 4.518
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. (i) 291.188 294.783 - -
Raízen Combustíveis S.A. 1.947 784 2.883 2.638
Payly Soluções de Pagamentos S.A. 11.094 4.462 - -
Outros - 2.614 973 183
354.738 354.285 63.114 59.665
Operações financeiras
Cosan Limited - - - 33.925
- - - 33.925
354.738 354.285 63.114 93.590
Ativo não circulante
Ações preferenciais
Raízen Energia S.A. (ii) 78.304 78.304 78.304 78.304
78.304 78.304 78.304 78.304
Operações financeiras e societárias
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. (i) 318.053 345.403 - -
Cosan Limited - - 48.377 -
Outros - - 699 16
318.053 345.403 49.076 16
396.357 423.707 127.380 78.320

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Passivo circulante
Operações comerciais
Raízen Energia S.A. (ii) 245.310 237.361 259.478 246.965
Raízen Combustíveis S.A. 6.571 12.385 6.572 12.386
Radar Propriedades Agrícolas S.A. - 150 - 150
Rumo S.A. 3.545 571 3.678 704
Cosan Limited 37 26 37 26
Payly Soluções de Pagamentos S.A. 7.325 - - -
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. (i) 16.321 57.875 - -
Outros - - 88 5
279.109 308.368 269.853 260.236
Operações financeiras e societárias
Cosan Overseas Limited 36.448 26.045 - -
Cosan Luxembourg S.A. 79.677 96.118 - -
116.125 122.163 - -
395.234 430.531 269.853 260.236
Passivo não circulante
Operações financeiras e societárias
Cosan Luxembourg S.A. (iii) 3.911.825 2.795.290 - -
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. (i) 744.235 724.860 - -
Cosan Overseas Limited (iii) 2.840.092 2.029.457 - -
Outros - - 746 -
7.496.152 5.549.607 746 -
7.496.152 5.549.607 746 -

39
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
(i) Em 31 de dezembro de 2018, foi celebrado um contrato de assunção de direitos e
obrigações entre a Companhia e a subsidiária CLE e transferidos ativos e passivos
referentes ao negócio de combustíveis, da aquisição da Esso Brasileira de Petróleo
Ltda. (“Esso”) em 2008, que não foram contribuídos na formação da Raízen, fato que
gerou incremento nas contas ativas e passivas de partes relacionadas da Companhia
naquele exercício e que vem sendo movimentado na medida em que as transações
são liquidadas. Essa transferência de ativos e passivos não geram impactos na
posição consolidada da Companhia, tampouco nas informações por segmento.

(ii) Os saldos a receber da Raízen Energia e Raízen Combustíveis são, principalmente,


créditos tributários que serão reembolsados à Companhia, quando realizados. As
ações preferenciais são usadas para a Raízen reembolsar a Companhia, com
dividendos preferenciais, quando a perda operacional líquida é consumida na Raízen.

O passivo circulante representa reembolso à Raízen Energia e à Raízen


Combustíveis relacionadas a despesas relacionadas a disputas judiciais e outras
responsabilidades, geradas antes da formação das controladas em conjunto, que,
são de responsabilidade da Companhia.

(iii) Estas operações servem como um veículo para a transferência de recursos da


Companhia para as subsidiárias, estas que são as titulares dos bonds e que são
responsáveis por honrar suas obrigações. Os acréscimos observados nestes saldos
passivos referem-se à variação cambial, que incidiu sobre as operações de PPE (Pré-
Pagamento de Exportação) que temos hoje entre a Companhias e as subsidiárias
Cosan Luxemburgo S.A e Cosan Overseas Limited.

40
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
b) Transações com partes relacionadas:

Controladora
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Compra de produtos / insumos
Raízen Combustíveis S.A. (8) (8) (1) (48)
(8) (8) (1) (48)
Despesa compartilhada
Rumo S.A. 816 2.751 732 5.114
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. 617 2.256 724 2.379
Raízen Energia S.A. (469) (2.124) (408) (2.224)
Outros - - (19) 385
964 2.883 1.029 5.654
Resultado financeiro
Usina Santa Luiza S.A. - - - (41)
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. (5.626) (7.545) 81.298 80.265
Cosan Limited 40 394 81 610
Cosan Luxembourg S.A. (i) (154.305) (1.235.375) (269.910) (307.865)
Pasadena Empreendimento Participação S.A. - - - 137
Cosan Overseas Limited (i) (138.025) (975.790) (209.178) (266.349)
Raízen Combustíveis S.A. 1.281 5.294 1.556 4.316
(296.635) (2.213.022) (396.153) (488.927)

Consolidado
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Receita operacional
Rumo S.A. 10.456 27.999 9.422 25.620
Raízen Combustíveis S.A. 8.356 26.890 9.565 30.758
Raízen Energia S.A. 4.998 21.652 7.473 20.490
23.810 76.541 26.460 76.868
Compra de produtos / insumos
Raízen Energia S.A. - - (4.314) (6.970)
Rumo S.A - - - (33)
Raízen Combustíveis S.A. (961) (961) (1) (48)
Outros (14) (14) - -
(975) (975) (4.315) (7.051)
Receitas (despesas) compartilhadas
Rumo S.A. 816 2.751 732 5.114
Raízen Energia S.A. (12.406) (37.286) (9.465) (29.670)
(11.590) (34.535) (8.733) (24.556)
Resultado financeiro
Usina Santa Luiza - - - (41)
Cosan Limited 333 1.223 386 1.100
Raízen Combustíveis S.A. 1.281 5.294 1.556 4.316
1.614 6.517 1.942 5.375

(i) Os acréscimos observados nestes saldos passivos referem-se à variação cambial.


Para estes, temos instrumentos derivativos de proteção dessa variação.

41
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
c) Remuneração dos administradores e diretores:
A Companhia possui uma política de remuneração aprovada pelo Conselho de
Administração que inclui salários, contribuições para um plano de benefícios definidos
pós-emprego e pagamento baseado em ações.

Controladora
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Benefícios de curto prazo a empregados e administradores 8.819 16.799 9.051 18.058
Benefícios pós-emprego 167 167 - -
Transações com pagamentos baseados em ações 1.526 5.935 2.766 5.532
10.512 22.901 11.817 23.590

5.6 Empréstimos, financiamentos e debêntures

Encargos financeiros Controladora


Taxa anual
Descrição Indexador 30/09/2020 31/12/2019 Vencimento (i) Objetivo
de juros
Sem garantia
Debêntures
não 106% CDI 3,87% - 1.727.460 fev/2021 Capital de giro
conversíveis

Total - 1.727.460

Circulante - 1.161.406
Não circulante - 566.054

(i) Em 28 de fevereiro de 2019, a Companhia emitiu debêntures simples (2ª emissão),


não conversíveis em ações, da espécie quirografária, com valor nominal unitário de
R$ 32,2275, perfazendo o montante total de R$ 1.700.000. Em 16 de janeiro de 2020,
houve o pagamento integral antecipado destas debêntures no montante de R$
1.735.203 entre principal e juros. Este valor considera o saldo desta dívida em 31 de
dezembro de 2019 (R$ 1.727.460) e o accrual de juros até a data de resgate
antecipado.

42
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Encargos financeiros Consolidado
Taxa anual de
Indexador 30/09/2020 31/12/2019 Vencimento Objetivo
Descrição juros
Com garantia
BNDES TJLP (i) 5,09% - 1.667 jun/2023 Investimentos
TJ462 (i) 7,89% - 144.573 out/2020 Investimentos
TJLP (i) 7,09% - 83.174 jun/2023 Investimentos
Selic (i) 5,52% - 73.540 out/2020 Investimentos
Selic (i) 5,68% - 52.031 jun/2023 Investimentos
IPCA - 3.25% 5,43% 709.922 - abr/2029 Investimentos
IPCA - 4.10% (i) 6,30% 180.344 - abr/2029 Investimentos
EIB USD 3,88% - 31.770 jun/2020 Investimentos
USD + 2,94% 0,00% - 29.081 set/2020 Investimentos
USD + Libor 6M + 0,54% 1,11% 67.286 71.129 mai/2021 Investimentos
USD + Libor 6M + 0,61% 0,89% 62.730 89.336 set/2021 Investimentos
1.020.282 576.301

Sem garantia
Empréstimos no
exterior GBP + Libor 1,72% 182.893 150.253 jul/2021 Aquisição
GBP + Libor 1,16% 145.848 106.643 dez/2021 Aquisição
GBP + Libor 1,84% 256.503 186.604 dez/2022 Aquisição
EUR - Pré-fixado 4,42% 3.115 3.563 mar/2022 Investimentos
Loan 4131 USD + Libor 2,90% - 81.107 fev/2020 Capital de giro
USD 4,79% 15.312 20.688 out/2020 Capital de giro
USD + 3,67% 3,67% 452.020 313.493 mai/2023 Investimentos
USD + 1,59% 1,59% 421.479 - abr/2021 Investimentos
Bônus perpétuos USD 8,25% 2.855.898 2.040.752 nov/2040 Aquisição
Senior Notes Due
2023 USD 5,00% 611.051 438.985 mar/2023 Aquisição
Senior Notes Due
2027 USD 7,00% 4.633.146 3.234.648 jan/2027 Aquisição
100% Libor-03 - 3.50%
Pré-pagamento base 360 3,81% 56.407 - mar/2021 Capital de giro
100% Libor-03 - 1% base
360 1,26% 113.007 80.931 nov/2021 Capital de giro
100% Libor-12 - 0,76%
base 360 2,72% 57.807 40.474 out/2020 Capital de giro
Debêntures 106% CDI 3,87% - 1.727.460 fev/2021 Capital de giro
3ª emissão - 3ª
série IPCA + 5,57% 7,29% - 108.133 set/2020 Investimentos
4ª emissão - 1ª
série IPCA + 7,14% 9,40% 342.449 318.412 dez/2020 Investimentos
4ª emissão - 2ª
série IPCA + 7,48% 9,75% 307.280 286.271 dez/2022 Investimentos
4ª emissão - 3ª
série IPCA + 7,36% 9,63% 100.419 94.367 dez/2025 Investimentos
5ª emissão - série
única IPCA + 5,87% 8,10% 898.092 859.996 dez/2023 Investimentos
6ª emissão - série
única IPCA + 4,33% 6,53% 454.022 431.817 out/2024 Investimentos
7ª emissão - série
única IGPM + 6,10% 23,96% 277.276 240.900 mai/2028 Investimentos
8ª emissão - série
única 100% CDI +0,50% 2,41% 2.069.985 2.015.252 out/2022 Investimentos
Capital de giro 100% CDI - 2.75% 4,70% 100.030 - jun/2022 Capital de giro
Nota Promissória 100% CDI - 3.00% 4,96% 593.028 - abr/2021 Investimentos
100% CDI - 3.40% 5,36% 513.030 - abr/2021 Investimentos
15.460.097 12.780.749

Total 16.480.379 13.357.050

Circulante 2.576.472 2.373.199


Não circulante 13.903.907 10.983.851

43
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
(i)
Em 16 de junho de 2020, os empréstimos denominados Projeto VI e VII foram repactuados e
consolidados em uma única linha de crédito e contrato junto ao BNDES, uma vez que tal transação
propiciou a subsidiária Comgás simplificar a estrutura contratual, bem como reduzir o custo da dívida .

A Companhia utilizou para o cálculo das taxas médias, em bases anuais, a taxa anual
do certificado de depósito interbancário (“CDI”) de 1,90% e taxa de juros de longo prazo
(“TJLP”) de 4,91%.

Os montantes não circulantes apresentam os seguintes vencimentos:

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
13 a 24 meses - 566.054 542.574 1.058.400
25 a 36 meses - - 3.580.850 2.526.040
37 a 48 meses - - 1.025.742 1.504.498
49 a 60 meses - - 598.020 463.553
61 a 72 meses - - 247.917 29.510
73 a 84 meses - - 4.799.143 233.609
85 a 96 meses - - 215.929 3.152.892
Acima de 96 meses - - 2.893.732 2.015.349
- 566.054 13.903.907 10.983.851

Composição por moedas:


Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Reais (R$) - 1.727.460 6.545.877 6.437.593
Dólar (U.S.$) - - 9.346.143 6.472.394
Euro (EUR) - - 3.115 3.563
Libra esterlina
(GBP) - - 585.244 443.500
- 1.727.460 16.480.379 13.357.050

Todas as dívidas com data de vencimento denominadas em dólares norte-americanos,


possuem proteção contra risco cambial através de derivativos, exceto pelo bônus perpétuo (nota
5.9).

Abaixo movimentação dos empréstimos, financiamentos e debêntures ocorrida para o


período findo em 30 de setembro de 2020:

Controladora Consolidado
Saldo em 31 de dezembro de 2019 1.727.460 13.357.050
Captação - 2.350.608
Amortização de principal (1.700.000) (2.271.624)
Pagamento de juros (35.203) (496.828)
Juros, variação cambial e valor justo 7.743 3.541.173
Saldo em 30 de setembro de 2020 - 16.480.379

44
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
a) Garantias
Alguns contratos de financiamento com o Banco Nacional de Desenvolvimento
Econômico e Social (“BNDES”), destinados a investimentos, também são
garantidos, de acordo com cada contrato, por fiança bancária, com um custo
médio de 0,99% ao ano ou por garantias reais (ativos) e conta de garantia. Em 30
de setembro de 2020, o saldo de garantias bancárias contratadas era de R$
144.028 (R$ 532.558 em 31 de dezembro de 2019).

b) Cláusulas restritivas (“Covenants”)


Sob os termos das principais linhas de empréstimos, a Companhia e suas
subsidiárias são obrigadas a cumprir as seguintes cláusulas financeiras:

Dívida Meta (i) Índice


Senior Notes 2027 Dívida líquida pro-forma (ii) e (iii) / EBITDA (iv) não 2,64
superior ou igual a 3,5
Debêntures de 3ª e 8ª emissão da Comgás Dívida líquida (i) /EBITDA (iv) não superior ou igual 1,41
a 4,0
BNDES Dívida líquida (i) /EBITDA (iv) não superior ou igual 1,41
a 4,0
Loan 4131 Dívida líquida (i) /EBITDA (iv) não superior ou igual 1,41
a 4,0
Nota Promissória Dívida líquida (i) /EBITDA (iv) não superior ou igual 1,41
a 4,0
Debêntures de 3ª e 4ª emissão da Comgás Endividamento de curto prazo (v) / Endividamento 0,30
total (v) não poderá ser superior a 0,6

(i) A dívida líquida consiste em empréstimos e financiamentos circulante e não


circulante, líquida de caixa e equivalentes de caixa e de títulos e valores
mobiliários registrados nessas demonstrações financeiras intermediárias. A
dívida líquida é uma medida não-GAAP.

(ii) A dívida líquida proforma consiste em empréstimos e financiamentos


circulante e não circulante, líquida de caixa e equivalentes de caixa, de títulos
e valores mobiliários, instrumentos financeiros derivativos e inclui as
subsidiárias controladas em conjunto. A dívida líquida proforma é uma medida
não-GAAP;

45
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
(iii) Os efeitos do reconhecimento do CPC 06 (R2) / IFRS 16 não são considerados
nas métricas dos índices financeiros para a avaliação de covenants desta
debênture, conforme previsto contratualmente. EBITDA proforma considera o
EBITDA consolidado da Companhia mais a participação proporcional na
Raízen Energia, Raízen Combustíveis e suas subsidiárias, uma eventual
equivalência patrimonial no cálculo consolidado, vindo da Raízen, é excluída
para evitar a duplicidade. O EBITDA proforma é uma medida não-GAAP.

(iv) Corresponde ao EBITDA acumulado nos últimos doze meses.

(v) O endividamento de curto prazo corresponde ao somatório de empréstimos,


financiamentos, debêntures e arrendamentos da subsidiária Comgás, de curto
prazo e o endividamento total corresponde aos mesmos valores de curto e
longo prazos, em bases consolidadas (incluindo o saldo líquido das operações
com derivativos que a Comgás seja parte).

Para os demais empréstimos e financiamentos da Companhia, não constam


nenhuma clausula financeira.

Em 30 de setembro de 2020, a Companhia e suas subsidiárias estavam


cumprindo todas as cláusulas restritivas financeiras.

Os termos dos empréstimos incluem provisões para cross-default.

c) Valor justo e exposição ao risco financeiro


O valor justo dos empréstimos e debêntures é baseado no fluxo de caixa
descontado utilizando sua taxa de desconto implícita. São classificados como
valor justo de nível 2 na hierarquia (Nota 5.9) devido a observância de dados,
incluindo o risco de crédito próprio.

Os detalhes da exposição da Companhia aos riscos decorrentes de empréstimos


estão demonstrados na nota 21.

46
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
5.7 Fornecedores
Controladora Consolidado

30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Fornecedores de gás/transportes - - 737.009 815.798

Fornecedores de materiais e serviços 2.637 5.175 948.029 860.927


2.637 5.175 1.685.038 1.676.725

5.8 Instrumentos financeiros derivativos

Política contábil (novas operações)

Os derivativos são reconhecidos inicialmente pelo valor justo na data em que um contrato de
derivativos é celebrado e são, subsequentemente, remensurados ao seu valor justo no final
de cada período de relatório. A contabilização de alterações subsequentes no valor justo
depende de o derivativo ser designado como um instrumento de hedge e, em caso afirmativo,
a natureza do item objeto de hedge. A Companhia designa certos derivativos como:

(i) hedge de valor justo de ativos ou passivos reconhecidos ou de um


compromisso firme (hedge de valor justo); ou

(ii) hedge de um risco particular associado aos fluxos de caixa de ativos e


passivos reconhecidos e transações previstas altamente prováveis (hedge de
fluxo de caixa).

No início do relacionamento de hedge, a Companhia documenta a relação econômica entre


os instrumentos de hedge e os itens protegidos, incluindo mudanças nos fluxos de caixa dos
instrumentos de hedge devem compensar as mudanças nos fluxos de caixa dos itens
protegidos por hedge. A Companhia documenta seu objetivo e estratégia de gerenciamento
de risco para a realização de suas operações de hedge. Mudanças no valor justo de qualquer
instrumento derivativo que não se qualifique para contabilização de hedge são reconhecidas
imediatamente no resultado e estão incluídas em outros ganhos / (perdas).

47
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Os valores justos dos instrumentos financeiros derivativos designados nas relações de hedge
são divulgados abaixo. O valor justo total de um derivado de cobertura é classificado como
um ativo ou passivo não corrente quando a maturidade remanescente do item coberto é
superior a 12 meses; é classificado como ativo ou passivo circulante quando o vencimento
remanescente do item objeto de hedge for menor que 12 meses.

A Companhia faz uma avaliação, tanto no início do relacionamento de hedge quanto em uma
base contínua, sobre se os instrumentos de hedge devem ser altamente eficazes na
compensação das mudanças no valor justo ou nos fluxos de caixa dos respectivos itens
protegidos atribuíveis. Para o risco coberto, e se os resultados reais de cada hedge estão
dentro de uma faixa de 60% a 140%.

A Companhia possuí um portfólio de contratos de energia (compra e venda) que visam atender
demandas e ofertas de consumo ou fornecimento de energia. Além disso, existe um portfólio
de contratos que compreende posições forward, geralmente de curto prazo. Para este
portfólio, não há compromisso de compra com um contrato de venda.

A Companhia tem flexibilidade para gerenciar os contratos nesta carteira com o objetivo de
obter ganhos por variações nos preços de mercado, considerando as suas políticas e limites
de risco. Contratos nesta carteira podem ser liquidados pelo valor líquido à vista ou por outro
instrumento financeiro (por exemplo: celebrando com a contraparte contrato de compensação;
ou “desfazendo sua posição” do contrato antes de seu exercício ou prescrição; ou em pouco
tempo após a compra, realizar venda com finalidade de gerar lucro por flutuações de curto
prazo no preço ou ganho com margem de revenda).

Tais operações de compra e venda de energia são transacionadas em mercado ativo e


atendem a definição de instrumentos financeiros, devido ao fato de que são liquidadas pelo
valor líquido à vista, e prontamente conversíveis em dinheiro. Tais contratos são
contabilizados como derivativos e são reconhecidos no balanço patrimonial pelo valor justo,
na data em que o derivativo é celebrado, e é reavaliado à valor justo na data do balanço.

48
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Ativos e passivos financeiros são compensados e o valor líquido é apresentado no balanço
patrimonial quando há um direito legal de compensar os valores reconhecidos e houver a
intenção de liquidá-los em uma base líquida, ou realizar o ativo e liquidar o passivo
simultaneamente. O direito legal não deve ser contingente em eventos futuros e deve ser
aplicável no curso normal dos negócios e no caso de inadimplência, insolvência ou falência
da empresa ou da contraparte.

O valor justo desses derivativos é estimado com base, em parte, nas cotações de preços
publicadas em mercados ativos, na medida em que tais dados observáveis de mercado
existam, e, em parte, pelo uso de técnicas de avaliação, que considera: (i) preços
estabelecidos nas operações de compra e venda recentes, (ii) margem de risco no
fornecimento e (iii) preço de mercado projetado no período de disponibilidade. Sempre que o
valor justo no reconhecimento inicial para esses contratos difere do preço da transação, um
ganho de valor justo ou perda de valor justo é reconhecido na data base.

Notional (i) Valor justo

30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019

Derivativos de taxa de câmbio


Contratos a termo (ii) 317.514 - 34.571 -
317.514 - 34.571 -
Derivativos de combustíveis
Contratos a termo (iii) 13.422 - (2.002) -
13.422 - (2.002) -
Derivativos de energia elétrica
Contratos a termo (iv) 1.037.185 - 153 -
1.037.185 - 153 -
Risco de taxa de câmbio e juros
Contratos de swap (juros) 1.822.361 2.633.796 540.700 692.642
Contratos de swap (juros e câmbio) 4.290.643 3.877.328 3.105.198 1.157.952
6.113.004 6.511.124 3.645.898 1.850.594

Total de instrumentos contratados pela Companhia 3.678.620 1.850.594

Ativos 3.882.102 1.900.379


Passivos (203.482) (49.785)

(i) Os montantes de nocional em U.S. dólar são convertidos para reais pela taxa de
câmbio do dia da contratação.

49
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
(ii) Considera também operações de hedge de fluxo de caixa na importação de matérias
primas na subsidiária Moove.
(iii) Contratos à termo de combustíveis contratados pela subsidiária Moove, que buscam
reduzir possíveis impactos na oscilação de preços da commodity que interfere nos
custos de lubrificantes.
(iv) A subsidiária Compass Trading possui um portfólio de contratos de energia (compra
e venda) que visam atender demandas e ofertas de consumo ou fornecimento de
energia. Além disso, existe um portfólio de contratos que compreende posições
forward, geralmente de curto prazo. Para este portfólio, não há compromisso de
compra com um contrato de venda.

Os instrumentos financeiros derivativos, de dívidas, são usados apenas para fins de hedge
econômico e não como investimentos especulativos.

Hedge de valor justo

A Companhia adota a contabilidade de hedge do valor justo para algumas de suas


operações, tanto os instrumentos de hedge quanto os itens protegidos por hedge são
mensurados e reconhecidos pelo valor justo por meio do resultado.

Os valores relativos aos itens designados como instrumentos de hedge foram os


seguintes:
Valor contábil:
(R$) Ajuste acumulado de valor justo
Valor nocional
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
(US$)
Dívida
Senior Notes 2023 (Cosan) 564.070 (611.041) (438.985) (200.599) (99.541)
3ª emissão - 3ª série (Comgás) - - (108.133) 575 (14.822)
5ª emissão - série única (Comgás) 684.501 (898.092) (859.996) (29.474) (90.110)
Total dívida 1.248.571 (1.509.133) (1.407.114) (229.498) (204.473)

Derivativo
Swaps Senior Notes 2023 (Cosan) (564.070) 442.980 418.340 9.974 128.357
Swaps 3ª emissão - 3ª série (Comgás) - - 24.842 862 5.510
Swaps 5ª emissão - série única (Comgás) (684.501) 192.894 175.262 17.632 88.583
Total derivativo (1.248.571) 635.874 618.444 28.468 222.450

Total - (873.259) (788.670) (201.030) 17.977

50
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Há uma relação econômica entre o item protegido e o instrumento de hedge, uma vez
que os termos do swap de taxa de juros e câmbio correspondem aos termos do empréstimo à
taxa fixa, ou seja, montante nocional, prazo e pagamento. A Companhia estabeleceu o índice de
cobertura de 1:1 para as relações de hedge, uma vez que o risco subjacente do swap de taxa de
juros e câmbio é idêntico ao componente de risco protegido. Para testar a efetividade do hedge,
a Companhia usa o método de fluxo de caixa descontado e compara as alterações no valor justo
do instrumento de hedge com as alterações no valor justo do item protegido atribuíveis ao risco
coberto.

5.9 Mensuração de valor justo reconhecidas

O valor de mercado das dívidas abaixo está cotado na Bolsa de Valores de Luxemburgo
(Nota 5.6) e baseiam-se no preço de mercado cotado da seguinte forma:

Empréstimos Empresa 30/09/2020 31/12/2019


Senior Notes 2023 Cosan S.A 100,37% 101,46%
Senior Notes 2027 Cosan S.A 106,10% 109,18%
Bônus perpétuos Cosan S.A 102,33% 104,06%

Os valores contábeis e o valor justo dos ativos e passivos financeiros são os seguintes:

Ativos e passivos mensurados ao valor justo


Valor contábil 30/09/2020 31/12/2019
30/09/2020 31/12/2019 Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 1 Nível 2 Nível 3
Ativos
Aplicação em fundos de
investimento 2.261.993 3.277.789 - 2.261.993 - - 3.277.789 -
Títulos e valores mobiliários 2.255.464 1.363.048 - 2.255.464 - - 1.363.048 -
Outros ativos financeiros 842.769 843.420 842.769 - - 843.420 - -
Instrumentos financeiros
derivativos 3.882.102 1.900.379 - 3.882.102 - - 1.900.379 -
Total 9.242.328 7.384.636 842.769 8.399.559 - 843.420 6.541.216 -

Passivos
Empréstimos, financiamentos
e debêntures (6.922.265) (5.359.298) - (6.922.265) - - (5.359.298) -
Contraprestação a pagar (i) (235.424) (184.370) - (207.761) (27.663) - (158.275) (26.095)
Instrumentos financeiros
derivativos (203.482) (49.785) - (203.482) - - (49.785) -
Total (7.361.171) (5.593.453) - (7.333.508) (27.663) - (5.567.358) (26.095)

51
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
i. Composto por: (i) contraprestação a pagar referente ao ativo intangível do contrato
com a ExxonMobil no valor de R$207.761 (nível 2); e (ii) contraprestação contingente
variável a pagar de R$27.663 (nível 3), que considera o valor presente do pagamento
esperado descontado, utilizando uma taxa de desconto ajustada pelo risco. O
pagamento esperado é determinado considerando o cenário mais provável de receita
e EBITDA projetado, que, por sua vez, determinam a capacidade de geração de caixa.
Insumos não observáveis significativos são a taxa de crescimento anual da receita
prevista, a margem EBITDA prevista e a taxa de desconto ajustada pelo risco de
9,41%.

6. Outros tributos a recuperar

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
COFINS 31.557 24.695 523.819 452.411
ICMS - - 104.912 79.307
PIS 2.785 8.597 52.595 55.360
Crédito tributário 42.038 41.516 42.038 41.516
ICMS CIAP - - 16.366 12.514
Outros 1.162 15 43.712 25.000
77.542 74.823 783.442 666.108

Circulante 35.504 33.307 712.132 602.927


Não circulante 42.038 41.516 71.310 63.181

7. Estoques

Consolidado
30/09/2020 31/12/2019
Produtos acabados 499.577 457.378
Estoque de materiais para construção 113.069 55.347
Almoxarifado e outros 13.164 26.072
625.810 538.797

52
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
8 Investimentos em associadas e investimentos com passivo a descoberto

8.1 Subsidiárias e associadas

As subsidiárias da Cosan estão listadas abaixo:


30/09/2020 31/12/2019
Participação direta em subsidiárias
Cosan Cayman II Limited 100,00% 100,00%
Cosan Global Limited 100,00% 100,00%
Cosan Investimentos e Participações S.A. 100,00% 100,00%
Cosan Luxembourg S.A. (i) 100,00% 100,00%
Cosan Overseas Limited 100,00% 100,00%
Pasadena Empreendimentos e Participações S.A. 100,00% 100,00%
Payly Soluções de Pagamentos S.A. 75,00% 75,00%
Compass Gás e Energia S.A. 99,01% -
Companhia de Gás de São Paulo - Comgás - 99,15%
Cosan Lubes Investments Limited 70,00% 70,00%

Participação da Cosan Lubes Investments Limited em suas entidades controladas


Moove Lubricants Limited 100,00% 100,00%
Cosan Cinco S.A. 100,00% 100,00%
Airport Energy Limited 100,00% 100,00%
Airport Energy Services Limited 100,00% 100,00%
Wessesx Petroleum Limited 100,00% 100,00%
Stanbridge Group Limited 100,00% 100,00%
Cosan Lubricants España S.L.U. 100,00% 100,00%
Techniques ET Technologies Appliquees SAS 75,00% 75,00%
Cosan Lubrificantes S.R.L. 98,00% 98,00%
Lubrigrupo II - Comércio e Distribuição
100,00% 100,00%
de Lubrificantes SA
Comma Oil & Chemicals Marketing SRL 100,00% 100,00%
Comma Otomotiv Yag Ve Kimyasallari
100,00% 100,00%
Pazarlama Limited Sirketi
Comma Oil & Chemicals Marketing B 100,00% 100,00%
Commercial Lubricants Moove Corp 100,00% 100,00%
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A. 100,00% 100,00%
Cosan US, Inc. 100,00% 100,00%
Ilha Terminal Distribuição de Produtos Derivados de Petróleo Ltda. 100,00% 100,00%
Zip Lube S.A. 100,00% 100,00%
Cosan Paraguay S.A. 100,00% 100,00%

(i) A Administração concluiu não haver incertezas materiais que coloquem em dúvida a continuidade
operacional das subsidiárias. Apesar de apresentarem em 30 de setembro de 2020 um montante
combinado de investimento com passivo a descoberto de R$ 442.645, conforme composição
abaixo, não foram identificados eventos ou condições que, individualmente ou coletivamente,
possam levantar dúvidas significativas quanto à capacidade de manter sua continuidade
operacional. As subsidiárias contam com o suporte financeiro da Companhia;

Abaixo estão os investimentos em subsidiárias e associadas que são materiais para a


Companhia em 30 de setembro de 2020:

53
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
a) Controladora
Número de ações da Participação Benefício econômico
investida Ações da investidora societária (%)
Compass Gás e Energia 628.487.690 623.084.911 99,01% 99,01%
Cosan Global Limited 1 1 100,00% 100,00%
Cosan Investimentos e Participações S.A. 3.778.868.643 3.778.868.643 100,00% 100,00%
Cosan Luxemburgo S.A. 500.000 500.000 100,00% 100,00%
Radar II Propriedades Agrícolas S.A. 81.440.221 24.920.708 51,00% 3,00%
Radar Propriedades Agrícolas S.A. 1.735.703 531.125 51,00% 2,51%
Tellus Brasil Participações S.A. 120.920.492 61.359.624 50,74% 5,00%
Janus Brasil Participações S.A. 207.712.545 105.461.644 50,77% 5,00%
Cosan Lubes Investment 34.963.764 24.474.635 70,00% 70,00%
Payly Soluções de Pagamentos S.A. 71.527.201 53.645.401 75,00% 75,00%
Pasadena Empreendimentos e Participações S.A. 32.752.251 32.751.751 99,99% 99,99%

54
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Mudança de Aumento / Saldo em


Saldo em 1º Resultado de participação Ajuste de redução / Reclassificação 30 de
de janeiro equivalência em avaliação contribuição de passivo setembro
(i)
de 2020 patrimonial subsidiária patrimonial Dividendos capital descoberto Outros de 2020
Comgás 2.861.936 - - - - (2.861.936) - - -
Compass Gás e Energia - 751.226 44.569 - - 2.861.936 (1.621) - 3.656.110
Cosan Global Limited 103.989 41.405 - - - - - - 145.394
Cosan Investimentos e Participações S.A. 5.849.473 209.015 - (33.076) (217.783) - - (174.226) 5.633.403
Cosan Lubes Investment 1.104.567 63.869 - 175.688 - - - - 1.344.124
Radar II Propriedades Agrícolas S.A. 31.976 696 - 70 (191) - - - 32.551
Radar Propriedades Agrícolas S.A. 59.861 1.119 - 14 - - - - 60.994
Tellus Brasil Participações S.A. 102.342 2.850 - - (2.974) - - - 102.218
Janus Brasil Participações S.A. 126.087 1.668 - - (2.514) 1.132 - - 126.373
Pasadena Empreendimentos e
Participações S.A. 555 (70) - - - - - - 485
Payly Soluções de Pagamentos S.A. 7.075 (10.122) - - - 20.000 - - 16.953
Outros 51.804 (1.772) - 17.344 - 10 - 1.727 69.113
Total investimento em associadas 10.299.665 1.059.884 44.569 160.040 (223.462) 21.142 (1.621) (172.499) 11.187.718

Compass Gás e Energia (1.621) - - - - - 1.621 - -


Cosan Luxemburgo S.A. (151.206) (291.439) - - - - - - (442.645)
Total investimento passivo descoberto (152.827) (291.439) - - - - 1.621 - (442.645)

Total 10.146.838 768.445 44.569 160.040 (223.462) 21.142 - (172.499) 10.745.073

(i) O aporte de capital feito na subsidiária Payly Soluções e Pagamentos S.A. teve efeito caixa de R$ 10.000. O restante será
mediante a aporte de ativos não caixa.

55
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

b) Consolidado

Número de ações da Participação Benefício econômico


investida Ações da investidora societária (%)
Radar II Propriedades Agrícolas S.A. 81.440.222 24.920.708 51,00% 3,00%
Radar Propriedades Agrícolas S.A. 1.735.703 531.125 51,00% 2,51%
Tellus Brasil Participações S.A. 120.920.492 61.359.624 50,74% 5,00%
Janus Brasil Participações S.A. 136.928.272 69.361.678 50,77% 5,00%

Mudança de Saldo em
Resultado de participação Ajuste de 30 de
Saldo em 1º de equivalência em avaliação Aumento de setembro
janeiro de 2020 patrimonial subsidiária patrimonial Dividendos capital Outros de 2020
Tellus Brasil Participações S.A. 102.342 2.850 - - (2.974) - - 102.218
Janus Brasil Participações S.A. 126.087 1.668 - - (2.514) 1.132 - 126.373
Radar Propriedades Agrícolas S.A 59.861 1.119 - 14 - - - 60.994
Radar II Propriedades Agrícolas S.A 31.976 696 - 70 (191) - - 32.551
Outros 5.429 (3.827) - 328 - 10 (249) 1.691
Total investimento em associadas 325.695 2.506 - 412 (5.679) 1.142 (249) 323.827

325.695 2.506 - 412 (5.679) 1.142 (249) 323.827

56
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

8.2 Aquisição de subsidiárias

Em 30 de janeiro de 2020, a Cosan concluiu a aquisição de 100% do capital das seguintes


empresas:

Nome da adquirida Descrição da operação


Compass Comercializadora de Energia
Ltda Comercialização de gás natural e energia elétrica

Compass Geração Ltda Comercialização de gás natural e energia elétrica


Compass Energia Ltda Sem operação

Black River Participações Sem operação

Foram feitas estimativas precisas e confiáveis do preço de compra para determinar o valor do
ágio pago na transação. Ágio é a diferença entre o valor dos ativos líquidos adquiridos e o preço
pago pelas ações.

A Companhia, por meio de consultores independentes, avaliou se o valor justo de todos os ativos
e passivos no balanço patrimonial de abertura é diferente do valor contábil declarado. Os ativos
e passivos avaliados incluem ativos imobilizados, carteiras de clientes, marcas e, possivelmente,
também empréstimos de longo prazo. Não foram identificadas diferenças materiais entre o valor
justo e o valor contábil, e o preço líquido pago foi totalmente alocado ao ágio.

Os saldos das empresas adquiridas são compostos substancialmente por ativos e passivos
mensurados pelo valor justo e, portanto, não foram efetuados ajustes no valor justo e nas políticas
contábeis.

57
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

O valor justo dos ativos e passivos adquiridos está demonstrado a seguir:

Compass Compass Compass


Comercializadora Geração Energia Total

Caixa e equivalentes de caixa 4.539 177 37 4.753


Contas a receber de clientes 12.384 149.163 - 161.547
Adiantamento de fornecedores 15 - - 15
Outros tributos a recuperar 134 89 31 254
Instrumentos financeiros derivativos 1.377 - - 1.377
Investimentos em associadas 9 28 - 37
Imobilizado 69 - - 69
Fornecedores (13.585) (83.669) - (97.254)
Outros tributos a pagar - (162) - (162)
Outras contas a pagar (97) - - (97)
Outros passivos financeiros - (48.007) - (48.007)
Dividendos a pagar - (508) - (508)
Pagáveis a partes relacionadas - (17.063) - (17.063)
Imposto de renda e contribuição social diferidos (468) - - (468)
Total dos ativos identificáveis, líquido 4.377 48 68 4.493

O valor justo na data de aquisição do ágio consistiu no seguinte:

Total
Contraprestação transferida (i) 99.385
Total de ativos adquiridos e passivo assumidos ao valor justo (-) 4.493
Ágio 94.892

(i) Efeito de contraprestação transferida líquido de caixa adquirido R$ 94.631.

Informações obtidas sobre fatos e circunstâncias existentes na data da aquisição podem resultar
em ajustes na alocação do ágio. O ágio de R$ 94.892 compreende o valor dos benefícios
econômicos futuros decorrentes da aquisição.

O ágio representa a parte do preço de compra superior à soma do valor justo líquido de todos os
ativos adquiridos na aquisição e os passivos assumidos no processo. A vida útil do ágio é
indefinida e o saldo desse ativo é avaliado anualmente pela Companhia, ou quando tiver
indicativo de impairment, por meio do método de fluxo de caixa descontado.

58
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Metodologia Valor
Natureza de avaliação justo Vida útil

Representa a parte do preço de


compra superior à soma do valor
justo líquido de todos os ativos
adquiridos na aquisição e os
passivos assumidos no processo. Fluxo de caixa
Ágio 94.892 Indefinida
descontado

Se as subsidiárias adquiridas tivessem sido consolidadas desde 1° de janeiro de 2020, a


demonstração consolidada do resultado do período findo em 30 de setembro de 2020,
apresentaria uma receita líquida de R$ 9.729.661 e lucro de R$ 270.254.

8.3 Participação de acionistas não controladores

Abaixo está à participação de acionistas não controladores em subsidiárias da


Companhia:
Participação de
Número de ações Ações dos não
não
da investida controladores
controladores

Comgás 132.520.587 1.124.363 0,85%


Compass Gás e Energia (i) 628.487.690 5.402.779 0,99%
Cosan Lubes 34.963.764 10.489.129 30,00%
Payly 44.861.170 11.215.293 25,00%
TTA 10.521 2.630 25,00%

(i) Em 30 de janeiro de 2020, foi realizado aumento de capital na Compass Gás e


Energia, por meio de subscrição de 6.222.650 ações nominativas em favor de
acionistas não controladores, totalizando um montante total de R$ 75.000 (equivalente
a 0,99% do capital social da Compass Gás e Energia), gerando um ajuste de R$

59
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

44.569 no valor do investimento detido pela Cosan, pela alteração no percentual da


participação societária.

A tabela a seguir resume as informações relativas a cada uma das subsidiárias da


Companhia que possui participações não controladoras relevantes:

Aumento
Saldo Mudança de Saldo em
Resultado Ajuste de /
em 1º de participação 30 de
líquido do avaliação Dividendos redução Outros
janeiro em setembro
período patrimonial de
de 2020 subsidiária de 2020
capital
Comgás 24.569 6.554 - (11) (1.158) - 14 29.968
Compass Gás e Energia - 6.124 30.431 17 - - 3 36.575
Cosan Lubes 470.497 27.467 - 75.540 - - - 573.504
TTA 10.057 1.190 - 4.669 - - - 15.916
Payly 2.359 (3.973) - - - 6.666 - 5.052
507.482 37.362 30.431 80.215 (1.158) 6.666 17 661.015

9 Investimentos em controladas em conjunto

As alterações nos investimentos em controladas em conjunto foram as seguintes:

Consolidado
Raízen Combustíveis S.A Raízen Energia S.A Total
Número de ações da investida 1.661.418.472 7.243.283.198
Quotas da investidora 830.709.236 3.621.641.599
Percentual de participação 50% 50%

Resultado de equivalência em 30 de
setembro de 2019 563.987 (53.559) 510.428

Saldo em 31 de dezembro de 2019 3.212.601 4.336.359 7.548.960


Resultado de equivalência 140.625 58.265 198.890
Ajuste de avaliação patrimonial 514.966 (548.042) (33.076)
Juros sobre capital próprio (i) (56.120) - (56.120)
Dividendos - (417) (417)

Saldo em 30 de setembro de 2020 3.812.072 3.846.165 7.658.237

(i) Não houve desembolso de caixa no período.

De acordo com os termos da controlada em conjunto - Raízen, a Cosan é responsável por


certos processos judiciais que existiam antes da formação da Raízen, líquidos de depósitos

60
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

judiciais em 1º de abril de 2011, bem como parcelamentos tributários nos termos da anistia fiscal
e Programa de Refinanciamento registrado em “Outros tributos a pagar”. Além disso, a Cosan
concedeu à Raízen acesso a uma linha de crédito (stand-by) no valor de US$ 350.000 mil, sem
utilização em 30 de setembro de 2020.
A posição financeira e a demonstração do resultado das controladas em conjunto estão
divulgadas na Nota 4 – Informações por segmento.

Em 30 de setembro de 2020, a Companhia estava em conformidade com os covenants


dos contratos que regem as respectivas joint ventures.

10 Imobilizado, intangível, ágio e ativos de contrato

10.1 Imobilizado

Reconciliação do valor contábil

Consolidado Controladora
Terrenos, Máquinas,
Obras em Outros
edifícios e equipamentos Total Total
andamento ativos
benfeitorias e instalações
Valor de custo:
Saldo em 31 de dezembro de 2019 232.787 201.787 30.162 97.070 561.806 71.181
Adições 19 1.555 35.664 740 37.978 10.177
Baixas (44) (818) - (2.231) (3.093) (132)
Transferências (ii) 8.459 57.557 (26.649) 21.673 61.040 -
Efeito da variação cambial 22.681 33.457 646 19.213 75.997 -
Saldo em 30 de setembro de 2020 263.902 293.538 39.823 136.465 733.728 81.226

Valor de depreciação:
Saldo em 31 de dezembro de 2019 (70.597) (88.281) - (22.891) (181.769) (13.865)
Adições (12.779) (15.568) - (9.114) (37.461) (4.635)
Baixas 7 641 - 1.504 2.152 36
Transferências (i) (7.333) (38.107) - (18.299) (63.739) -
Efeito da variação cambial (8.969) (17.568) - (10.008) (36.545) -
Saldo em 30 de setembro de 2020 (99.671) (158.883) - (58.808) (317.362) (18.464)

Saldo em 31 de dezembro de 2019 162.190 113.506 30.162 74.179 380.037 57.316


Saldo em 30 de setembro de 2020 164.231 134.655 39.823 77.657 416.366 62.762

i. Para mais detalhes, vide nota 8.2.


ii. Transferências do imobilizado em construção em decorrência da capitalização dos
referidos ativos.

61
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

10.2 Intangível e ágio

Consolidado Controladora
Direito de Marcas e Relacionamento
Ágio Outros Total Total
concessão patentes com clientes
Valor de custo:
Saldo em 31 de dezembro de 2019 801.731 10.112.064 46.170 829.091 252.535 12.041.591 15.294
Adições - - - 72.087 7.104 79.191 121
Combinação de negócio (i) 94.892 - - - - 94.892 -
Baixas - (40.218) - (92) (2.526) (42.836) -
Transferências - 417.880 3.697 13.086 38.114 472.777 18
Efeito da variação cambial 94.703 - 14.977 71.915 14.882 196.477 -
Saldo em 30 de setembro de 2020 991.326 10.489.726 64.844 986.087 310.109 12.842.092 15.433

Valor da amortização:
Saldo em 31 de dezembro de 2019 - (1.982.241) (9.201) (410.449) (174.019) (2.575.910) (11.995)
Adições - (270.206) - (62.776) (51.957) (384.939) (970)
Baixas - 12.572 - 75 2.265 14.912 -
Transferências - (10) - 4.853 867 5.710 (18)
Efeito da variação cambial - - - (19.096) (7.792) (26.888) -
Saldo em 30 de setembro de 2020 - (2.239.885) (9.201) (487.393) (230.636) (2.967.115) (12.983)

Saldo em 31 de dezembro de 2019 801.731 8.129.823 36.969 418.642 78.516 9.465.681 3.299
Saldo em 30 de setembro de 2020 991.326 8.249.841 55.643 498.694 79.473 9.874.977 2.450

i. Para mais detalhes, vide nota 8.2.

Capitalização de custos de empréstimos

Durante o período em 30 de setembro de 2020 foram capitalizados R$ 26.661 a uma taxa


média de 5,26% a.a (R$ 13.683 e 7,95% no período findo em 30 de setembro de 2019).

62
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Métodos de amortização e vidas úteis

Taxa anual de
Ativo intangível (exceto ágio) amortização 30/09/2020 31/12/2019

Durante prazo
(i) da concessão e
Comgás
prorrogação
desta 8.249.841 8.129.823

8.249.841 8.129.823

Marcas e patentes:
Comma Indefinida 55.643 36.969
55.643 36.969
Relacionamentos com clientes:
Comgás 20,00% 186.818 161.786
Moove 8,70% 311.876 256.856
498.694 418.642
Outros:
Licença de software 20,00% 55.296 53.599
Outros 24.177 24.917
79.473 78.516

Total 8.883.651 8.663.950

i. Ativo intangível da concessão pública de serviço de distribuição de gás, que representa o


direito de cobrar dos usuários pelo fornecimento de gás, composto de: (i) os direitos de
concessão reconhecidos na combinação de negócios e (ii) os ativos da concessão;

Análise de perda ao valor recuperável para unidades geradoras de caixa contendo ágio,
imobilizados e intangíveis

A Companhia testa anualmente os valores recuperáveis dos ágios decorrentes de


operações de combinações de negócios. Ativos imobilizados, ativos intangíveis, direito de uso e
ativos de contrato de vida definida que estão sujeitos à depreciação e amortização são testados
para impairment sempre que eventos ou mudanças nas circunstâncias indicarem que o valor
contábil pode não ser recuperável.

Durante o período findo em 30 de setembro de 2020 não foram identificados indicadores


de impairment que viessem a requerer a revisão do último teste realizado em 31 de dezembro de
2019.

63
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

10.3 Ativos de contrato

Política contábil

Ativos do contrato são mensurados pelo custo de aquisição, incluindo os custos de


empréstimos capitalizados. Quando os ativos entram em operação, os valores
depreciáveis no contrato de concessão são transferidos para ativos intangíveis. A
Comgás reavalia a vida útil, sempre que essa avaliação indicar que o período de
amortização excederá o prazo do contrato de concessão, uma parte do ativo é
convertida em ativo financeiro, pois representa um contas a receber do poder
concedente. Essa classificação está de acordo com o ICPC 01 / IFRIC 12 - Contratos
de Concessão.

Ativos de
Valor de custo contrato
Saldo em 01º de janeiro de 2020 600.541
Adições 642.996
Transferências para ativo intangível (i) (496.091)
Saldo em 30 de setembro de 2020 747.446

(i) O montante das transferências contempla, também, uma parcela do ativo


intangível que foi reclassificada para ativo financeiro de acordo com os preceitos do IFRIC 12 /
ICPC 01.

11 Outros tributos a pagar

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Parcelamento de débitos tributários 193.568 195.600 200.015 202.418
ICMS - - 185.273 158.112
COFINS 41.021 63.027 177.420 80.646
PIS 11.929 15.038 41.040 18.580
Outros 13.387 10.099 38.951 38.511
INSS 7.523 676 9.066 1.118
267.428 284.440 651.765 499.385

Circulante 125.878 143.091 504.459 351.895


Não circulante 141.550 141.349 147.306 147.490

64
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

12 Ativos e passivos financeiros setoriais

Política contábil
Os ativos e passivos financeiros setoriais tem a finalidade de neutralizar os impactos
econômicos no resultado da subsidiária Comgás, em função da diferença entre custo de gás
e alíquotas de tributos contidas nas portarias emitidas pela ARSESP (Agência Reguladora
de Saneamento e Energia do estado de São Paulo), e os efetivamente contemplados na
tarifa, a cada reajuste/revisão tarifária.

Estas diferenças entre o custo real e o custo considerado nos reajustes tarifários
geram um direito à medida que o custo realizado for maior que o contemplado na tarifa, ou
uma obrigação, quando os custos são inferiores aos contemplados na tarifa. As diferenças
são consideradas pelas ARSESP no reajuste tarifário subsequente, e passam a compor o
índice de reajuste tarifário da Companhia.

Em 10 de junho de 2020, a ARSESP publicou a Deliberação nº 1.010 que dispõe


sobre o mecanismo de atualização do custo médio ponderado do gás e transporte nas tarifas
de gás canalizado e sobre o mecanismo de recuperação do saldo da conta gráfica, em razão
de variações do preço do gás e do transporte. Esse mecanismo visa apuração mensal por
segmento de usuários e considerando as parcelas de recuperação anteriormente
estabelecidas e em processo de compensação. Conforme disposto em tal deliberação,
eventuais saldos nas contas gráficas existentes ao final da concessão serão indenizados à
subsidiária Comgás ou devolvidos aos usuários no período de 12 meses antes do
encerramento do período da concessão. O saldo é composto: (i) pelo ciclo anterior (em
amortização), que representa o saldo homologado pela ARSESP já contemplado na tarifa e
(ii) pelo ciclo em constituição, que são as diferenças que serão homologadas pela ARSESP
no próximo reajuste tarifário.

65
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Ainda, tal deliberação versou sobre o saldo contido na conta corrente de tributos, a
qual acumulava valores relativos a créditos tributários aproveitados pela Comgás, mas que
essencialmente, fazem parte da composição tarifária e devem ser, posteriormente,
repassados via tarifa.

Com o advento da referida deliberação, a subsidiária Comgás entende não haver mais
incerteza significativa que seja impeditiva para o reconhecimento dos ativos e passivos
financeiros setoriais como valores efetivamente a receber ou a pagar. Desta forma,
reconhece a partir de 10 de junho de 2020 os ativos e passivos financeiros setoriais em suas
demonstrações financeiras intermediárias com impacto do registro inicial de um passivo
financeiro setorial líquido de (R$92.147), sendo (R$101.812) em contrapartida à receita
operacional líquida e custo dos produtos vendidos, e R$9.665 em contrapartida ao resultado
financeiro.

A movimentação dos ativos (passivos) financeiro setoriais líquidos para o período findo em
30 de setembro de 2020 foi a seguinte:

Ativos Passivos
Total
setoriais setoriais
Saldo em 1 de janeiro de 2020 - - -
Custo do gás 279.908 - 279.908
Créditos de tributos (i) - (530.935) (530.935)
Atualização monetária 11.831 - 11.831
Receitas não operacionais 26.945 - 26.945
Saldo em 30 de setembro de 2020 318.684 (530.935) (212.251)

Circulante 318.684 (93.414) 225.270


Não circulante - (437.521) (437.521)
318.684 (530.935) (212.251)

(i) Créditos de PIS e COFINS sobre determinadas despesas operacionais.

66
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

13 Imposto de renda e contribuição social

a) Reconciliação das despesas com imposto de renda e contribuição social

Controladora
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020 (Reapresentado) (Reapresentado)

Resultado antes do imposto de renda e


210.952 (26.462) 949.866 1.798.724
contribuição social
Imposto de renda e contribuição social a taxa
(71.724) 8.997 (322.954) (611.566)
nominal (34%)

Ajustes para cálculo da taxa efetiva


Equivalência patrimonial 163.840 241.325 175.561 421.626
Diferenças permanentes (doações, brindes,
- - 8.740 8.200
etc.)
Transações com pagamento baseado em ações 1.974 9.567 19.786 19.233
Resultado de empresas no exterior (61) (63) - -
Outros (1.142) (1.660) (8.208) 11.125

Imposto de renda e contribuição social


(corrente e diferido) 92.887 258.166 (127.075) (151.382)

Taxa efetiva (44,03%) (975,61%) 13,38% 8,42%

Consolidado
01/07/2020 01/01/2020 01/07/2019 a 01/01/2019 a
a a 30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020 (Reapresentado) (Reapresentado)
Resultado antes do imposto de renda e contribuição social 402.886 364.152 1.151.812 2.315.489
Imposto de renda e contribuição social a taxa nominal (34%) (136.981) (123.812) (391.616) (787.266)

Ajustes para cálculo da taxa efetiva


Equivalência patrimonial 77.339 68.475 50.797 163.526
Diferenças permanentes (doações, brindes, etc.) (1.215) (1.864) (617) (8.279)
Transações com pagamento baseado em ações 1.974 9.567 19.786 19.233
Juros sobre capital próprio (6.331) (19.081) (6.443) (21.233)
Prejuízos fiscais e diferenças temporárias não reconhecidas (832) (3.285) (5.930) (15.632)
Resultado de empresas no exterior (6.716) (34.653) (852) 74
Outros (916) 9.567 6.577 42.533

Imposto de renda e contribuição social (corrente e diferido) (73.678) (95.086) (328.298) (607.044)

Taxa efetiva 18,29% 26,11% 28,50% 26,22%

67
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

b) Ativos e passivos de imposto de renda diferido

Os efeitos fiscais das diferenças temporárias que dão origem a partes significativas dos
ativos e passivos fiscais diferidos da Companhia são apresentados abaixo:

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Créditos ativos de:
Prejuízos fiscais de IRPJ 581.803 183.293 749.211 350.584
Base negativa de contribuição social 209.984 66.897 272.364 124.231

Diferenças temporárias
Variação cambial - Empréstimos e financiamentos 1.495.785 838.825 1.593.402 853.279
Provisão para demandas judiciais 68.272 61.877 115.568 104.602
Obrigação de benefício pós-emprego - - 225.539 214.496
Provisões para créditos de liquidação duvidosa e
- - 25.111 12.321
perdas
Conta corrente regulatória - - - 53.875
Provisão para não realização de impostos 6.985 6.985 37.916 38.633
Transações com pagamento baseado em ações - - 4.040 1.754
Provisões de participações no resultado (1.190) 4.223 17.329 24.442
Juros sobre opções de ações 168.200 89.931 168.200 89.931
Revisão de vida útil de imobilizado e intangível - - (236.932) (257.436)
Provisões diversas 194.919 195.087 267.993 266.660
Outros - (3.189) 6.077 (2.141)
Total 2.724.758 1.443.929 3.245.818 1.875.231

(-) Créditos sem expectativa de realização - - (17.395) (8.817)

Créditos passivos de:


Diferenças temporárias
Combinação de negócios - Imobilizado - - (21.455) (21.627)
Ágio fiscal amortizado (21.823) (21.823) (365.411) (365.411)
Arrendamento mercantil - - 301 243
Resultado não realizado com derivativos (1.015.039) (446.024) (1.161.613) (533.671)
Efeitos na formação das controladas em conjunto (1.135.036) (1.135.036) (1.135.036) (1.135.036)
Combinação de negócios - Intangível - - (1.067.802) (1.089.907)
Provisão para realização - Ágio registrado no PL (i) (449.155) - (449.155) -
Outros (61) - 328.420 153.173
Total (2.621.114) (1.602.883) (3.871.751) (2.992.236)

Total de tributos diferidos registrados 103.644 (158.954) (643.328) (1.125.822)

Diferido ativo 103.644 - 610.937 432.920


Diferido passivo - (158.954) (1.254.265) (1.558.742)

(i) Em janeiro de 2020 a Companhia contribuiu ao capital da controlada Compass Gás e Energia o investimento que
detinha na controlada Comgás. Em decorrência houve a realização, apenas para fins fiscais, dos custos registrados
no patrimônio líquido, derivados dos ágios pagos nas aquisições de ações da Comgás ocorridas ao longo do ano
de 2019, totalizando R$ 1.321.000 de perda de capital. Associado a esse montante, houve a constituição de IR
diferido ativo de prejuízo fiscal de R$ 449.000. E, em contrapartida, foi constituído imposto de renda diferido passivo,
anulando o efeito de resultado na contabilidade, a ser revertido quando da futura baixa contábil dos referidos ágios.

68
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

c) Movimentação analítica no imposto diferido

Impostos diferidos ativos:


Controladora

Prejuízo fiscal Benefícios a


e Base empregados Provisões Outros Total
Negativa
Saldo ativo em 31 de dezembro de 2019 250.190 4.223 263.949 925.567 1.443.929
(Cobrado) / creditado
do resultado do período 537.204 (5.413) 6.227 81.458 619.476
diretamente ao patrimônio 4.393 - - - 4.393
Diferenças cambiais - - - 656.960 656.960
Saldo ativo em 30 de setembro de 2020 791.787 (1.190) 270.176 1.663.985 2.724.758

Consolidado

Obrigações de
Prejuízo fiscal Benefícios a
Provisões benefícios pós- Imobilizado
e Base empregados Outros Total
emprego
Negativa
Saldo ativo em 31 de dezembro de 2019 474.815 26.196 422.216 214.496 (257.436) 994.944 1.875.231
(Cobrado) / creditado
do resultado do período 542.367 (4.827) 24.372 11.043 20.504 (31.884) 561.575
dos outros resultados abrangentes - - - - - 71.137 71.137
diretamente ao patrimônio 4.393 - - - - (6.641) (2.248)
Diferenças cambiais - - - - - 740.123 740.123
Saldo ativo em 30 de setembro de 2020 1.021.575 21.369 446.588 225.539 (236.932) 1.767.679 3.245.818

Impostos diferidos passivos:


Controladora

Efeitos na
Resultado não
formação das
realizado com
controladas em
derivativos Outros Total
conjunto
Saldo passivo em 31 de dezembro de 2019 (1.135.036) (446.024) (21.823) (1.602.883)
(Cobrado) / creditado
do resultado do período - (569.015) (449.216) (1.018.231)
Saldo passivo em 30 de setembro de 2020 (1.135.036) (1.015.039) (471.039) (2.621.114)

Consolidado

Resultado
Efeitos na
não
formação das Créditos
Intangível realizado Arrendamento
controladas não Outros Total
com Mercantil
em conjunto registrados
derivativos
Saldo passivo em 31 de dezembro de 2019 (1.135.036) (1.089.907) (533.671) 243 (8.817) (233.865) (3.001.053)
(Cobrado) / creditado
do resultado do período - 22.105 (627.942) 58 (8.578) (273.268) (887.625)
Combinação de negócios (i) - - - - (468) (468)
Saldo passivo em 30 de setembro de 2020 (1.135.036) (1.067.802) (1.161.613) 301 (17.395) (507.601) (3.889.146)

i. Para maiores detalhes, veja nota 8.2.

69
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

A Companhia espera realizar o imposto diferido integral sobre prejuízos fiscais e


contribuição social.

14 Provisão para demandas e depósitos judiciais

A Companhia possui passivos contingentes em 30 de setembro de 2020 e 31 de dezembro


2019 em relação a:

Provisão para demandas judiciais


Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Tributárias 169.095 163.793 526.215 510.174
Cíveis, ambientais e regulatórias 72.991 56.001 223.521 195.446
Trabalhistas 78.102 81.584 165.090 167.608
320.188 301.378 914.826 873.228

Depósitos judiciais
Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Tributárias 299.899 297.578 415.552 437.727
Cíveis, ambientais e regulatórias 49.360 17.159 75.373 42.900
Trabalhistas 35.097 34.679 49.298 46.603
384.356 349.416 540.223 527.230

Movimentação das provisões para demandas judiciais:

Controladora
Cíveis,
Tributárias ambientais e Trabalhistas Total
regulatórias
Saldo em 31 de dezembro de 2019 163.793 56.001 81.584 301.378
Provisionado no período 1.755 24.085 7.839 33.679
Baixas por reversão / pagamento - (10.722) (11.558) (22.280)
Atualização monetária (i) 3.547 3.627 237 7.411
Saldo em 30 de setembro de 2020 169.095 72.991 78.102 320.188

Consolidado
Cíveis,
Tributárias ambientais e Trabalhistas Total
regulatórios
Saldo em 31 de dezembro de 2019 510.174 195.446 167.608 873.228
Provisionado no período 5.191 28.396 12.163 45.750
Baixas por reversão / pagamento (687) (14.486) (15.851) (31.024)
Atualização monetária (i) 11.537 14.165 1.170 26.872
Saldo em 30 de setembro de 2020 526.215 223.521 165.090 914.826

(i) Inclui baixa de juros por reversão.

70
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

A Companhia possui débitos garantidos por bens ou, ainda, por meio de depósito em
dinheiro, fiança bancária ou seguro garantia.

A Companhia possui ações indenizatórias adicionais às mencionadas, as quais por serem


consideradas prováveis não foram registradas por representarem ativos contingentes.

a) Perdas prováveis

 Tributárias: Os principais processos tributários para os quais o risco de perda é


provável são descritos abaixo:
Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Compensação com FINSOCIAL - - 295.939 293.291
INSS 62.998 61.560 73.691 72.803
Crédito de ICMS 38.967 38.004 49.236 46.613
PIS e COFINS 360 357 724 866
IPI 54.193 53.693 54.193 53.693
IRPJ e CSLL 69 68 8.667 1.707
Outros 12.508 10.111 43.765 41.201
169.095 163.793 526.215 510.174

 Processos cíveis, regulatórios, ambientais e outros: a Companhia e suas


subsidiárias são partes em uma série de ações judiciais cíveis relacionadas à (i)
indenização por danos materiais e morais; (ii) rescisão de diferentes tipos de
contratos (iii) ações civis públicas relacionadas à queima de palha de cana-de-
açúcar; (iv) cumprimentos de termos de ajustamento de conduta, dentre outras
questões.

71
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

 Processos trabalhistas: a Companhia e suas subsidiárias também integram o


polo passivo de ações trabalhistas movidas por ex-empregados e prestadores de
serviços terceirizados pleiteando, entre outras questões, o pagamento de: horas
extras e reflexos; adicional noturno, adicional de insalubridade, adicional de
periculosidade; eventual descumprimento de normas regulamentadoras do
Ministério do Trabalho; alegando supostas condições inadequadas de trabalho;
reintegração no emprego; indenização por danos morais e materiais decorrentes
de acidente de trabalho e outros fundamentos; devolução de descontos efetuados
em folha de pagamento, tais como contribuição confederativa, contribuição sindical
e outros; reconhecimento de jornada de turno ininterrupto; sobreaviso; danos
morais coletivos; diferenças salariais; responsabilidade subsidiária em relação aos
prestadores de serviço; e outros. Além disso, a Companhia também tem ações
civis públicas movidas pelo Ministério Público do Trabalho com alegação de
suposto descumprimento de normas trabalhistas, incluindo regras de trabalho e
segurança, condições de trabalho e ambiente de trabalho; Existem Termos de
Ajustamento de Conduta assinados com as autoridades brasileiras.

b) Perdas possíveis

Os principais processos para os quais consideramos o risco de perda possível são


descritos abaixo:
Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
Tributárias 4.541.522 4.514.769 10.012.493 8.730.917
Cíveis, ambientais e regulatórias 898.943 904.466 1.584.687 1.630.315
Trabalhistas 42.436 49.117 78.697 93.248
5.482.901 5.468.352 11.675.877 10.454.480

72
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

 Tributários:

Controladora Consolidado
30/09/2020 31/12/2019 30/09/2020 31/12/2019
ICMS- Imposto sobre circulação
1.558.130 1.544.071 2.036.114 2.029.277
de mercadorias
IRPJ/CSLL (i) 717.670 701.604 4.212.869 3.145.001
PIS e COFINS 1.292.116 1.370.789 1.297.206 1.374.474
IRRF 1.344 1.335 1.090.133 899.579
INSS 153.038 165.951 208.042 220.091
IPI 315.351 313.351 455.779 451.781
MP 470 - Parcelamentos de débitos 191.816 189.882 191.816 189.882
Compensações com crédito IPI - IN 67/98 137.799 136.871 137.799 136.871
Outros 174.258 90.915 382.735 283.961
4.541.522 4.514.769 10.012.493 8.730.917

(i) Em 14 de fevereiro de 2020, a subsidiária Comgás recebeu autos de infração das


autoridades fiscais brasileiras, relativos aos exercícios findos em 2015 e 2016,
referentes à amortização do ágio pago pela aquisição na incorporação reversa da
Provence Participações S.A., no montante de R$2.293.605.
Os advogados da Companhia avaliaram a probabilidade de perda como possível,
com viés de perda remota e, portanto, nenhuma provisão foi registrada conforme
o CPC 25 / IAS 37.

Adicionalmente, não foi identificado efeitos da adoção do ICPC 22 / IFRIC 23 - Incerteza


sobre Tratamento de Tributos sobre o Lucro que possam afetar as políticas contábeis da
Companhia e suas subsidiárias e essas demonstrações financeiras intermediárias.

c) Ativos contingentes
(i) Em 15 de março de 2017, o Supremo Tribunal Federal (“STF”) concluiu o julgamento do
Recurso Extraordinário nº 574.706 e, sob a sistemática da repercussão geral, fixou a tese
de que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (“ICMS”) não compõe a
base de cálculo do Programa de Integração Social (“PIS”) e da Contribuição para o
Financiamento da Seguridade Social (“COFINS”), uma vez que este valor não constitui
receita/faturamento da empresa. Ou seja, os contribuintes têm o direito de excluir o valor
relativo ao ICMS destacado na nota fiscal da base de cálculo do PIS e COFINS.

73
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Ainda há um montante de R$949.462 na Comgás, referente a exclusão de ICMS na base


de PIS e COFINS, decorrente de período anterior à decisão do STF e sem trânsito em
julgado, que permanece como ativo contingente.

(ii) Em 06 de dezembro de 2019, a ARSESP publicou a Deliberação nº 933, para fins de


compensação não tarifária à Concessionária, o valor de R$ 697.233 em moeda de abril
de 2018, antes de atualizações monetárias, resultado da 3ª Revisão Tarifária Ordinária, a
ser aplicado na forma que vier a ser definida pelo Poder Concedente até 31 de maio de
2020. Com a publicação da referida Deliberação, não há mais discussões de natureza
tarifária relativas a períodos anteriores com a Agência Reguladora.

Em 27 de maio de 2020, em continuidade à Deliberação nº 933, a ARSESP aprovou, por


meio da Deliberação nº 995, o montante de R$683.358 mais atualização monetária desde
abril de 2018, como resultado da Terceira Revisão Tarifária Ordinária, a ser aplicada ao
valor dos ativos devolvidos pela Comgás, no término da concessão, ou a qualquer valor a
pagar pela subsidiária Comgás, se a concessão for renovada ou em conexão com
qualquer renovação do contrato de concessão. O valor indicado na deliberação não foi
reconhecido nestas demonstrações financeiras intermediárias por não atender os critérios
contábeis.

(iii) A Companhia possuí uma ação indenizatória em razão de desequilíbrio econômico e


financeiro do Contrato de Concessão, no que concerne às revisões tarifárias. O direito a
recomposição é resultado de equivocados critérios quanto à revisão tarifária. O valor
atualizado da ação é de R$658.096 a título de reequilíbrio econômico-financeiro da
Comgás.

74
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

15 Patrimônio líquido

a) Capital social

O capital subscrito é de R$ 5.727.478 em 30 de setembro de 2020 e R$ 5.045.214 em


31 de dezembro de 2019, inteiramente integralizado, é representado por 394.210.000
ações ordinárias nominativas, escriturais e sem valor nominal. Conforme estatuto, o
capital social autorizado pode ser aumentado até o limite de R$ 7.000.000.

Em 30 de setembro de 2020, o capital social da Companhia é composto pelo seguinte:

Ações ordinárias
Quantidade %
Acionistas
Cosan Limited 255.272.586 64,76%
Outros acionistas controladores 4.028 0,00%
Administradores 104.075 0,03%
Free Float 129.493.305 32,85%
Total de ações em circulação 384.873.994 97,63%

Ações em tesouraria 9.336.006 2,37%

Total 394.210.000 100,00%

Em 29 de julho de 2020, foi deliberado aumento de capital social, através da


capitalização de parte de saldo existente em reservas, no total de R$ 682.264.

b) Ações em tesouraria

Em 16 de março de 2020, a Companhia aprovou o programa de recompra de ações


ordinárias, no máximo de 10.000.000 ações, representando 2,54% do total de ações
disponíveis no mercado, com o prazo limite até 15 de setembro de 2021, com objetivo
de manutenção em tesouraria, cancelamento ou alienação. Em 30 de junho de 2020,
houve recompra de 6.291.200 ações ordinárias no valor de R$ 318.828, com custo
unitário máximo de R$ 61,24, custo unitário mínimo de R$ 47,37 e custo unitário médio
de R$ 52,01. Essas ações representam 4,87% das ações ordinárias emitidas e em
circulação.

75
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Em 30 de setembro de 2020, a Companhia possuía 9.336.006 ações em tesouraria


(3.355.789 ações em 31 de dezembro de 2019), cujo preço de mercado era de R$
68,33 (R$ 69,57 em 31 de dezembro de 2019). Além disso, foram entregues 310.983
ações para os membros dos planos de remuneração baseada em ações.

c) Outros resultados abrangentes

Resultado
31/12/2019 30/09/2020
abrangente
Diferenças cambiais de conversão de operações no exterior 50.183 850.013 900.196
Resultado de hedge accounting de fluxo de caixa (234.575) (609.841) (844.416)
Perdas atuariais com plano de benefícios definido, líquido de imposto (202.444) 3.344 (199.100)
Instrumentos financeiros com subsidiárias (45.631) - (45.631)
Variação líquida no valor justo de ativos financeiros, líquido de
impostos 25.979 83 26.062
Total (406.488) 243.599 (162.889)

Atribuível aos:
Acionistas controladores (349.501) 163.384 (186.117)
Acionistas não controladores (56.987) 80.215 23.228

Resultado
31/12/2018 30/09/2019
abrangente
Diferenças cambiais de conversão de operações no exterior (34.921) 108.318 73.397
Resultado de hedge accounting de fluxo de caixa 22.207 (250.277) (228.070)
Perdas atuariais com plano de benefícios definido, líquido de imposto (121.243) - (121.243)
Instrumentos financeiros com subsidiárias (45.631) - (45.631)
Variação líquida no valor justo de ativos financeiros, líquido de
25.787 105 25.892
impostos
Total (153.801) (141.854) (295.655)

Atribuível aos:
Acionistas controladores (95.994) (133.499) (229.493)
Acionistas não controladores (57.807) (8.355) (66.162)

16 Lucro por ação

As subsidiárias da Companhia têm duas categorias de possíveis efeitos diluidores: opções


de ações e opções de venda. Para as opções de ações, é feito um cálculo para determinar o
efeito da diluição no lucro atribuível aos acionistas da controladora em razão do exercício das
opções de ações nas subsidiárias. Para a opção de venda, presume-se que tenha sido convertida
em ações ordinárias, e o lucro atribuível aos acionistas da controladora é ajustado.

76
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

A tabela a seguir apresenta o cálculo do lucro por ação (em milhares de reais, exceto os
valores por ação):
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)

Resultado líquido atribuível à


303.839 231.704 822.791 1.647.342
detentores de ações ordinárias - básico

Resultado líquido atribuível à


detentores de ações ordinárias - Operações 303.839 231.704 822.791 1.647.342
continuadas- básico

Efeito da diluição:
Efeito de diluição do plano de opções de ações
(1.392) (3.830) (934) (1.876)
da subsidiária
Resultado atribuível a detentores de ações ordinárias
302.447 227.874 821.857 1.645.466
ajustado pelo efeito da diluição

Resultado atribuível a detentores de ações ordinárias


ajustado pelo efeito da diluição - Operações 302.447 227.874 821.857 1.645.466
continuadas
Média ponderada do número de ações ordinárias
em circulação - básico (em milhares de ações)
Básico 384.864 - 386.539 392.750 395.076

Efeito de diluição do plano de opções de ações 289 - 1.158 1.324 804

Diluído 385.153 387.697 394.074 395.880

Resultado por ação


Básico (em R$) R$ 0,7895 R$ 0,5994 R$ 2,0949 R$ 4,1697
Diluído (em R$) R$ 0,7853 R$ 0,5878 R$ 2,0855 R$ 4,1565

Resultado por ação das operações continuadas


Básico (em R$) R$ 0,7895 R$ 0,5994 R$ 2,0949 R$ 4,1697
Diluído (em R$) R$ 0,7853 R$ 0,5878 R$ 2,0855 R$ 4,1565

No exercício findo em 31 de dezembro de 2018, 656.000 ações relacionadas ao plano de


recompra de ações da subsidiária Cosan S.A. têm efeito antidilutivo, portanto não foram
consideradas na análise do lucro por ação diluído.

77
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

17 Receita operacional líquida

Política contábil (novas operações)

A Companhia reconhece a receita com suprimento e fornecimento de energia elétrica pelo valor
justo da contraprestação, por meio da entrega de energia elétrica ocorrida em um determinado
período. A apuração do volume de energia entregue para o comprador ocorre em bases
mensais. Os clientes obtêm controle da energia elétrica a partir do momento em que a
consomem. As faturas são emitidas mensalmente e são pagas, usualmente, em 30 dias a partir
de sua emissão.

A receita de comercialização de energia é registrada com base em contratos bilaterais firmados


com agentes de mercado e devidamente registrados na Câmara de Comercialização de
Energia Elétrica (“CCEE”).

A receita é reconhecida com base na energia vendida e com preços especificados nos termos
dos contratos de suprimento e fornecimento. A Companhia poderá vender a energia produzida
em dois ambientes: (i) no Ambiente de Contratação Livre (ACL), onde a comercialização de
energia elétrica ocorre por meio de livre negociação de preços e condições entre as partes, por
meio de contratos bilaterais; e (ii) no ACR, onde há a comercialização da energia elétrica para
os agentes distribuidores.

(a) Mercado de curto prazo


A Companhia reconhece a receita pelo valor justo da contraprestação a receber no
momento em que as transações no mercado de curto prazo ocorrem. O preço da
energia nessas operações tem como característica o vínculo com Preço de Liquidação
de Diferenças (PLD).

(b) Operações de trading


As operações de trading de energia são transacionadas em mercado ativo e, para fins
de mensuração contábil, atendem a definição de instrumentos financeiros ao valor justo.

78
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

A Companhia reconhece a receita quando da entrega da energia ao cliente pelo valor


justo da contraprestação. Adicionalmente, são reconhecidos como receita os ganhos
líquidos não realizados decorrentes da marcação a mercado – diferença entre os preços
contratados e os de mercado – das operações líquidas contratadas em aberto na data
das demonstrações financeiras.

Abaixo apresentamos a conciliação entre as receitas brutas e as receitas apresentadas na


demonstração de resultado do período:

Consolidado

01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)

Receita bruta na venda de produtos


4.473.497 12.039.695 4.442.174 12.201.621
e serviços
Receita de construção 223.040 639.360 199.730 541.780
Impostos e deduções sobre vendas (981.614) (3.101.001) (955.657) (2.619.496)
Receita operacional líquida 3.714.923 9.578.054 3.686.247 10.123.905

Consolidado

01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)

Momento específico no tempo

Distribuição de gás 1.987.789 5.270.388 2.367.022 6.398.122


Comercialização de energia elétrica 207.030 520.919 - -
Lubrificantes e óleo básico 1.247.385 3.024.172 1.083.517 3.106.661
Outros 9.068 31.359 18.780 44.483
3.451.272 8.846.838 3.469.319 9.549.266
Ao longo do tempo
Receita de construção 223.040 639.360 199.730 541.780
Outros serviços 40.611 91.856 17.209 32.888
263.651 731.216 216.939 574.668
Eliminações entre segmentos - - (11) (29)

Total das receitas líquidas 3.714.923 9.578.054 3.686.247 10.123.905

79
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

18 Custos e despesas por natureza

Os custos e despesas são apresentadas na demonstração do resultado por função. A


reconciliação do resultado por natureza / finalidade é a seguinte:

Controladora
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Despesas com serviços de terceiros (6.652) (17.545) (7.436) (19.311)
Despesas com pessoal (20.273) (50.966) (43.419) (72.486)
Depreciação e amortização (2.783) (8.428) (2.456) (8.702)
Outras despesas (11.383) (36.228) (14.706) (39.175)
(41.091) (113.167) (68.017) (139.674)

Despesas gerais e administrativas (41.091) (113.167) (68.017) (139.674)


(41.091) (113.167) (68.017) (139.674)

Consolidado

01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)

Matéria-prima (912.401) (2.252.441) (647.323) (1.862.009)


Custo com gás (i) (1.051.690) (2.712.006) (1.466.461) (4.174.209)
Energia elétrica comprada para revenda (193.383) (494.419) - -
Custo de construção (223.041) (639.360) (199.730) (541.780)
Despesas com serviços de terceiros (73.321) (215.294) (85.102) (211.214)
Despesas com pessoal (153.167) (457.463) (183.627) (482.825)
Despesa com transporte (243.436) (644.583) (231.048) (642.186)
Depreciação e amortização (168.387) (461.056) (151.440) (429.825)
Outras despesas (78.075) (322.987) (90.169) (241.148)
(3.096.901) (8.199.173) (3.054.900) (8.585.196)

Custo dos produtos vendidos e dos


(2.637.040) (6.775.307) (2.541.397) (7.202.455)
serviços prestados
Despesas de vendas (171.370) (757.465) (294.001) (830.448)
Despesas gerais e administrativas (288.491) (666.401) (219.502) (552.293)
(3.096.901) (8.199.173) (3.054.900) (8.585.196)

i. Inclui o montante de R$ 279.908 decorrente do reconhecimento do ativo e passivo setorial


(nota 12).

80
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

19 Outras receitas (despesas), líquidas

Controladora
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Ganho com ações indenizatórias - - - 50.284
Obrigações contratuais decorrentes de cessão de
- (68.311) 400.000 400.000
direitos creditórios (i)
Créditos fiscais extemporâneos 2.566 2.566 128.843 153.356
Resultado nas alienações e baixas de ativo
(26) (96) 693 4.248
imobilizado e intangível
Efeito líquido das demandas judiciais,
(7.718) (36.862) (3.643) (28.720)
recobráveis e parcelamentos tributários
Outros (14.329) (12.879) (5.783) (47.232)
(19.507) (115.582) 520.110 531.936

Consolidado
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Ganho com ações indenizatórias - - - 50.284
Obrigações contratuais decorrentes de cessão de
- (68.311) 400.000 400.000
direitos creditórios (i)
Ressarcimento de perdas do gás no processo (ii) - 26.945 - -
Créditos fiscais extemporâneos 6.059 6.998 166.143 214.429
Resultado nas alienações e baixas de ativo
(36) (4.189) (10.899) (17.873)
imobilizado e intangível
Crédito fiscal - - (34) (34)
Efeito líquido das demandas judiciais,
(21.089) (49.112) (4.849) (29.978)
recobráveis e parcelamentos tributários
Outros (10.102) 35.384 (48.587) (82.259)
(25.168) (52.285) 501.774 534.569

(i) Em 21 de dezembro de 2017, a Companhia celebrou “Contrato de Cessão de Direitos


Creditórios e Outras Avenças”. Em contrapartida a Companhia recebeu R$1.340.000
(“preço de aquisição”), decorrente de determinadas ações indenizatórias. Além do
preço de aquisição, a Companhia fará jus a pagamentos adicionais referentes a esses
direitos creditórios, desde que seu resultado seja positivo. O pagamento adicional será
apurado pela aplicação de 95% sobre a diferença entre o valor líquido recebido dos
direitos creditórios da União pelo cessionário menos o retorno dos cessionários e
reconhecido nos resultados somente quando do recebimento.

Em setembro e dezembro de 2019, houve cessão do pagamento adicional citado no


parágrafo anterior, mais crédito referente a parcela do controverso da ação do
Açucareiro Corona S.A.

81
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Em ambos contratos há cláusulas de obrigações da Companhia para com os


compradores, na hipótese de quaisquer descontos, retenções ou compensações que
vierem a ser promovidos pela Copersucar, superiores a determinados percentuais, no
qual a Companhia indenizará os compradores.

Em 02 de janeiro de 2020, houve recebimento da primeira parcela do segundo


precatório e segunda parcela do primeiro precatório, sendo retido pela Copersucar o
montante referente a tributos, despesas e demais retenções. A Companhia indenizou
os Compradores em R$132.200 em 11 de fevereiro de 2020, conforme representada
na demonstração dos fluxos de caixa, composto por: (i) R$28.700 tributos e despesas
e (ii) R$103.500 demais retenções. A Copersucar reteve o crédito da ação da Corona
para fazer frente aos juros que serão incorridos.

Em relação as demais retenções, foi constituído um contas a receber contra a


Copersucar, referente ao ressarcimento das parcelas recebidas dos precatórios,
totalizando R$134.903, composto por: (i) primeira parcela do primeiro precatório
R$31.403 contabilizados em maio de 2019; e (ii) primeira parcela do segundo
precatório e segunda parcela do primeiro precatório no montante total de R$103.500
contabilizados em fevereiro de 2020, no qual houve o recebimento de R$130.922 em
02 de abril de 2020

Em 31 de março de 2020, a Companhia efetuou provisão de R$68.311 referente os


tributos e despesas das parcelas vincendas que a Companhia terá que indenizar ao
Fundo das parcelas remanescentes do primeiro precatório e do segundo precatório.

No período findo em 30 de setembro de 2020, houve recebimento da segunda parcela


do segundo precatório e terceira parcela do primeiro precatório, sendo retido pela
Copersucar o montante referente a tributos, despesas e demais retenções, conforme
as cláusulas de obrigações contratuais, a Companhia indenizou os Compradores em
R$ 31.857.

82
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

(ii) Ressarcimento das despesas com perdas regulatórias conforme Deliberação


ARSESP 977 de 08 de abril de 2020, que foi reconhecido, conforme detalhado na nota
12.

20 Resultado financeiro líquido

Os detalhes das receitas e custos financeiros são os seguintes:

Controladora

01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)

Custo da dívida bruta


Juros e variação monetária - (3.454) (28.142) (64.003)
Resultado com derivativos e valor justo 213.159 1.973.458 350.141 580.505
Amortização do gasto de captação (31) (4.381) (950) (2.237)
213.128 1.965.623 321.049 514.265

Rendimento de aplicação financeira e variação 5.907 46.975 5.304 32.829


cambial de caixa
5.907 46.975 5.304 32.829

Custo da dívida, líquida 219.035 2.012.598 326.353 547.094

Outros encargos e variações monetárias


Juros sobre outros recebíveis 3.236 13.022 9.398 49.713
Atualização de outros ativos financeiros (122.237) (216.381) 103.910 198.985
Juros sobre capital próprio 18.620 56.120 18.950 62.450
Juros sobre outras obrigações (9.517) (39.329) (18.808) (87.195)
Despesas bancárias e outros (5.837) (15.035) (1.864) (19.154)
Variação cambial líquida (313.631) (2.318.487) (456.523) (585.506)
(429.366) (2.520.090) (344.937) (380.707)

Resultado financeiro, líquido (210.331) (507.492) (18.584) 166.387

Reconciliação
Despesas financeiras (248.206) (578.756) (94.957) (377.883)
Receitas financeiras 28.243 118.505 140.142 348.751
Variação cambial líquida (197.853) (1.938.609) (402.205) (350.791)
Efeito líquido dos derivativos 207.485 1.891.368 338.436 546.310
Resultado financeiro, líquido (210.331) (507.492) (18.584) 166.387

83
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Consolidado
01/07/2019 a 01/01/2019 a
01/07/2020 a 01/01/2020 a
30/09/2019 30/09/2019
30/09/2020 30/09/2020
(Reapresentado) (Reapresentado)
Custo da dívida bruta
Juros e variação monetária (193.946) (518.038) (175.580) (532.709)
Variação cambial líquida sobre dívidas (243.271) (2.383.910) (485.989) (444.306)
Resultado com derivativos e valor justo 183.426 1.705.450 375.871 423.301
Amortização do gasto de captação (452) (5.498) (1.150) (2.823)
Fianças e garantias sobre divida (6.008) (15.162) (4.175) (14.680)
(260.251) (1.217.158) (291.023) (571.217)

Rendimento de aplicação financeira e variação 15.619 280.874 116.137 218.380


cambial de caixa
15.619 280.874 116.137 218.380

Custo da dívida, líquida (244.632) (936.284) (174.886) (352.837)

Outros encargos e variações monetárias


Juros sobre outros recebíveis 6.925 64.842 59.242 153.303
Atualização de outros ativos financeiros (125.212) (232.738) 103.910 198.985
Juros sobre outras obrigações (28.921) (99.614) (49.092) (166.945)
Despesas bancárias e outros (7.581) (1.060) (4.296) (24.785)
Variação cambial líquida (18.016) 41.015 (65.589) (46.468)
(172.805) (227.555) 44.175 114.090

Resultado financeiro, líquido (417.437) (1.163.839) (130.711) (238.747)

Reconciliação
Despesas financeiras (353.530) (1.357.007) (297.344) (1.026.850)
Receitas financeiras 38.187 245.281 246.475 568.131
Variação cambial líquida (241.204) (2.173.008) (494.192) (437.763)
Efeito líquido dos derivativos 139.111 2.120.894 414.350 657.735
Resultado financeiro, líquido (417.436) (1.163.840) (130.711) (238.747)

84
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

21 Gestão de risco financeiro

a) Risco de mercado

O objetivo do gerenciamento de risco de mercado é gerenciar e controlar as


exposições ao risco de mercado dentro de parâmetros aceitáveis, otimizando o retorno.

i. Risco cambial

Em 30 de setembro de 2020 e 31 de dezembro de 2019, a Companhia


apresentava a seguinte exposição líquida à variação cambial dos ativos e passivos
denominados em dólares norte-americanos:

30/09/2020 31/12/2019
Caixa e equivalentes de caixa 2.236.586 464.313
Contas a receber de clientes 22.253 11.399
Fornecedores (128.989) (80.093)

Empréstimos, financiamentos e debêntures (9.346.143) (6.472.394)


Contraprestação a pagar (235.424) (184.370)

Instrumentos financeiros derivativos -


Nocional 6.602.300 4.652.205
Risco cambial líquido (849.417) (1.608.940)

O cenário provável foi definido com base nas taxas de mercado de dólares norte-
americanos projetados para 31 de dezembro de 2020, que determina o valor justo dos
derivativos naquela data. Cenários estressados (efeitos positivos e negativos, antes
dos impostos) foram definidos com base em impactos adversos de 25% e de 50% nas
taxas de câmbio de dólar norte-americano usados no cenário provável.

85
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Com base nos instrumentos financeiros denominados em dólares norte-


americanos, levantados em 30 de setembro de 2020, a Companhia realizou uma
análise de sensibilidade com aumento e diminuição das taxas de câmbio (R$/U.S.$) de
25% e 50%. O cenário provável considera projeções, realizadas por consultoria
especializada, para as taxas de câmbio até dezembro de 2020, como segue:

Análise de sensibilidade das taxas de câmbio (R$/US$)


Cenário
30/09/2020 Provável 25% 50% -25% -50%
Dólar 5,6407 5,2600 6,5750 7,8900 3,9450 2,6300

A sensibilidade do resultado às mudanças nas taxas de câmbio decorre


principalmente de instrumentos financeiros denominados em dólares e o impacto em
outros componentes do patrimônio vem de contratos de câmbio futuros estrangeiros
designados como hedge de fluxo de caixa através de suas joint ventures.

Um fortalecimento (enfraquecimento) razoavelmente possível do real em relação


ao dólar norte-americano, em 31 de dezembro de 2020, pode afetar a mensuração de
instrumentos financeiros denominados em moeda estrangeira e o patrimônio líquido
afetado e o resultado pelas quantias indicadas abaixo:

Cenário
Instrumento Provável 25% 50% -25% -50%
Caixa e equivalentes de caixa 27.736 63.013 92.550 4.418 (24.959)
Contas a receber de clientes 20.751 25.939 31.126 15.563 10.376
Empréstimos, financiamentos e
debêntures (625.069) (1.601.750) (3.760.841) 2.716.431 4.875.521
Contraprestação a pagar (219.537) (274.421) (329.305) (164.653) (109.769)
Fornecedores (120.286) (150.357) (180.429) (90.215) (60.143)
Instrumentos financeiros
derivativos - Nocional 2.349.168 3.950.950 5.936.847 778.087 (941.500)
Impactos de (perda) ou ganhos 1.432.763 2.013.374 1.789.948 3.259.631 3.749.526

86
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

ii. Risco da taxa de juros

A Companhia e suas subsidiárias monitoram as flutuações nas taxas de juros


variáveis relacionadas com seus empréstimos e usam instrumentos derivativos para
minimizar os riscos de flutuação das taxas de juros variáveis.

Uma análise de sensibilidade sobre as taxas de juros de empréstimos e


financiamentos em compensação dos investimentos em CDI com aumentos e reduções
antes dos impostos de 25% e 50% é apresentada abaixo:

Cenário
Provável 25% 50% -25% -50%
Caixa e equivalentes de caixa 94.831 108.512 132.380 61.256 37.548
Títulos e valores mobiliários 42.854 48.342 59.056 26.915 16.202
Ativo de contraprestação 63.709 79.636 95.564 47.782 31.854
Instrumentos financeiros derivativos - 2.334.060 1.900.497 3.352.734 3.952.967
Empréstimos, financiamentos e
debêntures (825.545) (271.449) (320.279) (173.790) (124.961)
Impactos de (perda) ou ganhos (624.151) 2.299.101 1.867.218 3.314.897 3.913.610

O cenário provável considera a taxa de juros estimada, elaborada por uma


terceira parte especializada com base nas informações do Banco Central do Brasil
(BACEN), como segue:

Análise de sensibilidade das taxas de juros


Cenário
Provável 25% 50% -25% -50%
SELIC 1,90% 2,38% 2,85% 1,43% 0,95%
CDI 1,90% 2,38% 2,85% 1,43% 0,95%
TJLP462 (TJLP + 1% a.a.) 5,70% 6,88% 8,05% 4,53% 3,35%
TJLP 4,70% 5,88% 7,05% 3,53% 2,35%
IPCA 3,83% 4,78% 5,74% 2,87% 1,91%
IGPM 6,78% 8,48% 10,18% 5,09% 3,39%
Libor 0,64% 0,80% 0,96% 0,48% 0,32%
Fed Funds 0,15% 0,19% 0,23% 0,11% 0,08%

87
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

iii. Risco de preços

A partir de janeiro de 2020, a Companhia ingressou no mercado de


comercialização de energia, com o objetivo de auferir resultados com as variações de
preço de energia, dentro dos limites de risco e de contrapartes pré-estabelecidos pela
Administração, expondo a Companhia ao risco de preço desta commodity.

Posição patrimonial e ganhos não realizados em operações de


comercialização de energia, líquidos

As operações de comercialização são transacionadas em mercado ativo e


reconhecidas pelo valor justo por meio do resultado, com base na diferença entre o
preço contratado e o preço de mercado das contratações em aberto na data do
balanço.

Este valor justo é estimado, em grande parte, nas cotações de preço utilizadas
no mercado ativo de balcão, na medida em que tais dados observáveis de mercado
existam, e, em menor parte, pelo uso de técnicas de avaliação que consideram preços
estabelecidos nas operações de compra e venda e preços de mercado projetados por
entidades especializadas, no período de disponibilidade destas informações.

Os saldos patrimoniais, referentes às transações de trading em aberto estão


abaixo apresentados.

30/09/2020
Ativo Passivo Ganho líquido
Comercialização de energia 71.558 (71.405) 153

88
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

O principal fator de risco que impacta a precificação das operações de trading é


a exposição aos preços de mercado da energia. Os cenários para análise de
sensibilidade para este fator são elaborados utilizando dados de mercado e fontes
especializadas, considerando preços futuros, aplicados sobre as curvas de mercado
de 30 de setembro de 2020, como segue:

Cenários
Provável 25% 50% -25% -50%
Ganhos não realizados em operações de comercialização de energia 154 (182.267) (364.535) 182.267 364.535

b) Risco de crédito

As operações regulares da Companhia expõem-na a potenciais incumprimentos


quando clientes, fornecedores e contrapartes não conseguem cumprir os seus
compromissos financeiros ou outros. A Companhia procura mitigar esse risco realizando
transações com um conjunto diversificado de contrapartes. No entanto, a Companhia
continua sujeita a falhas financeiras inesperadas de terceiros que poderiam interromper
suas operações. A exposição ao risco de crédito foi a seguinte:

30/09/2020 31/12/2019
Caixa e equivalentes de caixa 4.845.149 6.076.644
Títulos e valores mobiliários 2.255.464 1.363.048
Contas a receber de clientes 1.471.853 1.415.111
Ativo de contraprestação 68.319 134.637
Instrumentos financeiros derivativos 3.882.102 1.900.379
Recebíveis de partes relacionadas 190.494 171.910
Dividendos e juros sobre capital próprio a
receber 70.887 22.684
12.784.268 11.084.413

A Companhia está exposta a riscos relacionados às suas atividades de administração


de caixa e investimentos temporários.

Os ativos líquidos são investidos principalmente em títulos públicos de segurança e


outros investimentos em bancos com grau mínimo de “A”. O risco de crédito de saldos com
bancos e instituições financeiras é gerenciado pelo departamento de tesouraria de acordo
com a política da Companhia.

89
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Os investimentos de fundos excedentes são feitos apenas com contrapartes


aprovadas e dentro dos limites de crédito atribuídos a cada contraparte. Os limites de
crédito de contraparte são revisados anualmente e podem ser atualizados ao longo do ano.
Os limites são definidos para minimizar a concentração de riscos e, portanto, mitigar a perda
financeira por meio de falha da contraparte em efetuar pagamentos. O risco de crédito de
caixa e equivalentes de caixa, títulos e valores mobiliários, caixa restrito e instrumentos
financeiros derivativos é determinado por agências de classificação amplamente aceitas
pelo mercado e estão dispostos da seguinte forma:

30/09/2020 31/12/2019
AAA 9.728.164 6.812.280
AA 1.254.551 2.527.791
10.982.715 9.340.071

c) Risco de liquidez

A abordagem da Companhia em administrar a liquidez é assegurar liquidez suficiente


para cumprir seus passivos quando vencerem, em condições normais e de estresse, sem
incorrer em perdas inaceitáveis ou em arriscar danos à reputação da Companhia.

Os passivos financeiros da Companhia classificados por datas de vencimento (com


base nos fluxos de caixa não descontados contratados) são os seguintes:

30/09/2020 31/12/2019
A mais de 5
Até 1 ano De 1 a 2 anos De 3 a 5 anos Total Total
anos
Empréstimos, financiamentos e
debêntures (3.131.376) (1.356.272) (7.712.104) (6.720.692) (18.920.444) (14.875.687)
Fornecedores (1.685.038) - - - (1.685.038) (1.676.725)
Arrendamentos (17.836) (15.524) (42.645) (33.653) (109.658) (47.655)
Outros passivos financeiros (133.571) - - - (133.571) (132.927)
Pagáveis a partes relacionadas (269.853) (746) - - (270.599) (260.236)
Parcelamento de débitos
tributários (6.022) (4.181) (5.414) (184.702) (200.319) (195.946)
Dividendos a pagar (16.092) - - - (16.092) (590.204)
Obrigação com acionistas
preferencialistas - (449.604) - - (449.604) (611.537)
(5.259.788) (1.826.327) (7.760.163) (6.939.047) (21.785.325) (18.390.917)

90
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

22 Obrigações de benefício pós-emprego

30/09/2020 31/12/2019

Contribuição definida
Futura II 217 277

Benefício definido
Futura 76.475 74.093
Comgás 646.670 630.549
723.145 704.642

Total 723.362 704.919

Durante o período findo em 30 de setembro de 2020, o valor das contribuições das


patrocinadoras para os planos foi de R$ 23.733 (R$ 26.989 em 30 de setembro de 2019).

23 Pagamento baseado em ações

Os planos são administrados pelo Conselho de Administração da Companhia, a seu


critério, por um Comitê, dentro dos limites estabelecidos nas diretrizes para a elaboração e
estruturação de cada plano e na legislação aplicável.

a) Plano de remuneração baseado em ações


De acordo com o plano, os funcionários elegíveis podem receber ações ordinárias
anualmente sem pagamento em dinheiro. O número de ações emitidas para os
participantes do programa é o valor da oferta dividido pelo preço médio ponderado pelo
qual as ações da Companhia são negociadas na Bolsa de Valores.

Para a remuneração baseada em ações liquidada com ações, a despesa é baseada na


data de concessão do valor justo dos prêmios que devem ser adquiridos durante o período
de carência. Para prêmios com vesting graduado, o valor justo de cada tranche é
reconhecido durante o respectivo período de carência. Ao final de cada período de reporte,
a Companhia reavalia suas estimativas do número de prêmios que devem ser adquiridos
e reconhece o impacto das revisões na demonstração do resultado.

91
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

A metodologia Black-Scholes foi utilizada para calcular o valor justo nos termos do Plano
de Remuneração Baseada em Ações.
Expectativas Exercidas / Valor justo na
Tipo de programa / Data da de exercício Ações canceladas / data de
outorga Companhia (anos) outorgada transferidas Disponíveis outorga - R$

Plano de remuneração baseado em


ações
20/04/2017 Comgás 5 61.300 (14.405) 46.895 47,80
12/08/2017 Comgás 5 97.780 (13.616) 84.164 54,25
01/08/2018 Comgás 5 96.787 (5.338) 91.449 59,66
31/07/2019 Comgás 5 83.683 (3.997) 79.686 78,58
Subtotal Comgás 339.550 (37.356) 302.194
01/02/2020 Compass Gás e Energia 5 1.858.969 - 1.858.969 13,58
Subtotal Compass Gás e Energia 1.858.969 - 1.858.969
27/04/2017 Cosan S.A. 5 274.000 (76.900) 197.100 37,00
31/07/2017 Cosan S.A. 5 298.107 (82.548) 215.559 32,22
31/07/2018 Cosan S.A. 5 210.602 (12.082) 198.520 38,61
31/07/2019 Cosan S.A. 5 31.031 - 31.031 49,85
31/07/2020 Cosan S.A. 5 15.020 - 15.020 83,73
Subtotal Cosan S.A. 828.760 (171.530) 657.230
Total 3.027.279 (208.886) 2.818.393

Plano de remuneração baseado em


ações - Modificação
18/08/2011 (i) Cosan S.A. 1 a 12 1.501.626 (1.276.283) 225.343 47,70
12/12/2012 Cosan S.A. 1a7 24.647 (24.647) - 47,70
24/04/2013 (ii) Cosan S.A. 5a7 122.123 (121.059) 1.064 47,70
25/04/2014 (iii) (vii) Cosan S.A. 5a7 283.808 (283.808) - 47,70
31/08/2015 (v) (vi) (iv) Cosan S.A. 5a7 463.906 (429.907) 33.999 47,70
2.396.110 (2.135.704) 260.406

Total 5.423.389 (2.344.590) 3.078.799

(i) Em 30 de abril de 2020 houve liquidação de 225.531 ações em caixa no montante


de R$ 20.281.
(ii) Em 23 de janeiro de 2020 houve a entrega de 9.579 ações, equivalente ao montante
de R$ 333.
(iii) Em 05 de março de 2020 houve a entrega de 21.504 ações, equivalente ao
montante de R$ 748.
(iv) Em 14 de julho de 2020 houve a entrega de 9.416 ações, equivalente ao montante
de R$ 421.
(v) Em 31 de agosto de 2020 houve a entrega de 241.283 ações, equivalente ao
montante de R$ 10.801.
(vi) Em 01 de setembro de 2020 houve a entrega de 29.201 ações, equivalente ao
montante de R$ 1.307.

92
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

(vii) Em 30 de julho de 2020 houve liquidação de 10.752 ações em caixa no montante


de R$ 533.

 Reconciliação de ações outorgadas em circulação

O movimento no número de prêmios em aberto e seus preços de exercício médios


ponderados relacionados são os seguintes:

Plano de remuneração baseado


em ações
Saldo em 31 de dezembro de 2019 1.791.411
Outorgadas 1.873.989
Exercidas (586.601)
Saldo em 30 de setembro de 2020 3.078.799

 Despesas reconhecidas no resultado

A despesa de remuneração baseada em ações incluída na demonstração do resultado


para os períodos findos em 30 de setembro de 2020 e 2019 foi a seguinte:
Plano de
Plano de opção remuneração
de compra de baseado em
ações ações Total

Período findo em 30/09/2019 1.627 32.890 34.517


Período findo em 30/09/2020 (i) - 22.700 22.700

(i) Há reconhecimento de custo incremental no resultado do período.

24 Operação descontinuada

Em 02 de dezembro de 2019, a Companhia alienou sua participação na Cosan Biomassa


S.A. para a controlada em conjunto Raízen Energia S.A.
Dessa forma, conforme apresentado abaixo e também requerido pelo IFRS 5 – Ativos não
correntes disponíveis para venda e operações descontinuadas - a Companhia está alterando a
apresentação de suas demonstrações de resultado e demonstrações dos fluxos de caixa para os
períodos de três e nove meses findos em 30 de setembro de 2019.

93
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Controladora Controladora
01/07/2019 a 01/07/2019 a 01/01/2019 a 01/01/2019 a
30/09/2019 Operação 30/09/2019 30/09/2019 Operação 30/09/2019
(Publicado) descontinuada (Reapresentado) (Publicado) descontinuada (Reapresentado)

Receita operacional líquida - - - - - -


Custo dos produtos vendidos e dos serviços
prestados - - - - - -

Resultado bruto - - - - - -

Despesas comerciais, gerais e administrativas (68.017) - (68.017) (139.674) - (139.674)


Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas 520.110 - 520.110 531.936 - 531.936

Lucro (prejuízo) antes do resultado da


equivalência patrimonial e do resultado financeiro
líquido 452.093 - 452.093 392.262 - 392.262

Equivalência patrimonial em associadas 533.378 3.906 537.284 1.298.241 14.481 1.312.722


Equivalência patrimonial das controladas em conjunto (20.927) - (20.927) (72.647) - (72.647)

Resultado de equivalência patrimonial 512.451 3.906 516.357 1.225.594 14.481 1.240.075

Resultado financeiro (18.584) - (18.584) 166.387 - 166.387

Resultado antes do imposto de renda e


contribuição social 945.960 3.906 949.866 1.784.243 14.481 1.798.724

Imposto de renda e contribuição social (127.075) - (127.075) (151.382) - (151.382)

Resultado líquido das operações em


continuidade 818.885 3.906 822.791 1.632.861 14.481 1.647.342

Resultado líquido das operações descontinuadas,


líquidas de impostos (3.906) (3.906) - (14.481) (14.481)
Resultado líquido do período 818.885 - 818.885 1.632.861 - 1.632.861

94
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Consolidado Consolidado
01/07/2019 a 01/07/2019 a 01/01/2019 a 01/01/2019 a
30/09/2019 Operação 30/09/2019 30/09/2019 Operação 30/09/2019
(Publicado) descontinuada (Reapresentado) (Publicado) descontinuada (Reapresentado)

Receita operacional líquida 3.686.247 - 3.686.247 10.124.218 (313) 10.123.905


Custo dos produtos vendidos e dos serviços
prestados (2.541.397) - (2.541.397) (7.202.487) 32 (7.202.455)

Resultado bruto 1.144.850 - 1.144.850 2.921.731 (281) 2.921.450

Despesas comerciais, gerais e administrativas (514.002) 499 (513.503) (1.384.583) 1.842 (1.382.741)
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas 501.243 531 501.774 526.568 8.001 534.569

Lucro (prejuízo) antes do resultado da


equivalência patrimonial e do resultado
financeiro líquido 1.132.091 1.030 1.133.121 2.063.716 9.562 2.073.278

Equivalência patrimonial em associadas 1.781 (564) 1.217 (26.505) (2.965) (29.470)


Equivalência patrimonial das controladas em
conjunto 148.185 - 148.185 510.428 - 510.428

Resultado de equivalência patrimonial 149.966 (564) 149.402 483.923 (2.965) 480.958

Resultado financeiro (134.151) 3.440 (130.711) (246.631) 7.884 (238.747)

Resultado antes do imposto de renda e


contribuição social 1.147.906 3.906 1.151.812 2.301.008 14.481 2.315.489

Imposto de renda e contribuição social (328.298) - (328.298) (607.044) - (607.044)

Resultado líquido das operações em


continuidade 819.608 3.906 823.514 1.693.964 14.481 1.708.445

Resultado líquido das operações descontinuadas,


líquidas de impostos - (3.906) (3.906) - (14.481) (14.481)
Resultado líquido do período 819.608 - 819.608 1.693.964 - 1.693.964

Resultado líquido do período


Acionistas controladores - 818.885 818.885 - 1.632.861 1.632.861
Acionistas não controladores 723 - 723 61.103 - 61.103
723 818.885 819.608 61.103 1.632.861 1.693.964

95
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

Controladora Consolidado
30/09/2019 Operação 30/09/2019 30/09/2019 Operação 30/09/2019
(Publicado) descontinuada (Reapresentado) (Publicado) descontinuada (Reapresentado)
Fluxo de caixa das atividades
operacionais
Resultado antes do imposto de renda e
contribuição social 1.784.243 14.481 1.798.724 2.301.008 14.481 2.315.489

Ajustes para:
Depreciação e amortização 8.702 - 8.702 430.162 (337) 429.825
Equivalência patrimonial em
subsidiárias e associadas (1.298.240) (14.481) (1.312.721) 26.506 2.964 29.470
Equivalência patrimonial em
controladas em conjunto 72.647 - 72.647 (510.428) - (510.428)
Juros, variações monetárias e
cambiais, líquidos (147.557) - (147.557) 346.995 (8.053) 338.942
Provisão de bônus e participação no
resultado 8.470 - 8.470 65.801 (55) 65.746
Outros (566.020) - (566.020) (519.785) (201) (519.986)
(137.755) - (137.755) 2.140.259 8.799 2.149.058
Variação em:
Contas a receber de clientes - - - (443.850) (8.058) (451.908)
Estoques - - - (87.791) 4.131 (83.660)
Outros tributos, líquidos 34.855 - 34.855 62.791 2.409 65.200
Partes relacionadas, líquidas (3.671) - (3.671) 16.444 (7.751) 8.693
Fornecedores (2.145) - (2.145) 452.905 1.706 454.611
Ordenados e salários a pagar (15.729) - (15.729) (65.126) 627 (64.499)
Outros ativos e passivos, líquidos (25.594) - (25.594) (132.346) 2.084 (130.262)
Operação descontinuada - - - - (3.947) (3.947)
Outros (11.985) - (11.985) (79.185) - (79.185)
Fluxo de caixa das atividades
operacional (162.024) - (162.024) 1.864.101 - 1.864.101

Título e valores mobiliários 42.527 - 42.527 238.191 (1.362) 236.829


Adições ao imobilizado, intangível,
ativos de contrato e direito de uso (1.743) - (1.743) (553.782) 747 (553.035)
Operação descontinuada - - - - 615 615
Outros 634.607 - 634.607 853.871 - 853.871
Fluxo de caixa de atividades de
investimento 675.391 - 675.391 538.280 - 538.280

Captações de empréstimos,
financiamentos e debêntures 1.692.647 - 1.692.647 1.733.167 (9.199) 1.723.968
Amortização de principal sobre
empréstimos, financiamentos,
arrendamentos e debêntures (1.196) - (1.196) (541.233) 7.848 (533.385)
Pagamento de juros sobre
empréstimos, financiamentos,
arrendamentos e debêntures (56.176) - (56.176) (449.482) 6.613 (442.869)
Recebimento de instrumentos
financeiros derivativos 122.642 - 122.642 210.614 (379) 210.235
Pagamento de instrumentos financeiros
derivativos (93.659) - (93.659) (100.408) - (100.408)
Aquisição de participações de acionista
não controladores (2.067.296) - (2.067.296) (2.067.296) - (2.067.296)
Operação descontinuada - - - - (4.883) (4.883)
Outros (664.472) - (664.472) (366.435) - (366.435)
Fluxo de caixa de atividades de
financiamento (1.067.510) - (1.067.510) (1.581.073) - (1.581.073)

Decréscimo líquido em caixa e


equivalente de caixa (554.143) - (554.143) 821.308 - 821.308

Caixa e equivalentes de caixa no


início do período 928.077 - 928.077 2.696.947 - 2.696.947
Efeito da variação cambial sobre o
saldo de caixa e equivalentes de caixa - - - 54.654 - 54.654
Caixa e equivalentes de caixa no
final do período 373.934 - 373.934 3.572.909 - 3.572.909

96
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)

25 Eventos subsequentes

25.1 Alienação da participação de 51% do capital social da Petrobras Gás S.A. – Gaspetro

Em 26 de outubro de 2020, a subsidiária Compass apresentou, nesta data, com a aprovação de


seu Conselho de Administração, proposta no processo competitivo de desinvestimento
promovido pela Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras para alienação de sua participação de 51%
do capital social da Petrobras Gás S.A. – Gaspetro (“Gaspetro”). A proposta apresentada conta
com garantia da Companhia, e os demais termos e condições são confidenciais, em razão da
natureza do processo competitivo conduzido pela Petrobras.

A concretização da potencial transação está sujeita a diversos fatores, incluindo a escolha da


proposta apresentada pela Compass como vencedora do processo competitivo, a conclusão bem
sucedida das negociações dela decorrentes e a celebração do respectivo contrato de compra e
venda para aquisição de participação de 51% do capital social da Gaspetro, que preverá
condições precedentes habituais em transações desta natureza, incluindo aprovações
regulatórias e concorrenciais.

A Gaspetro é uma sociedade holding que detém participações em 19 distribuidoras de gás, que
exploram com exclusividade os serviços locais de distribuição de gás canalizado em diversos
Estados do Brasil.
A Companhia manterá seus acionistas e o mercado informados acerca dos acontecimentos
relacionados a esta possível transação.

25.2 Recompra de ações

Em 16 de março de 2020, a Companhia aprovou o programa de recompra de ações ordinárias


(nota 15.b). Em 02 de outubro a 19 de outubro de 2020 foram recompradas 2.149.600 ações
ordinárias no valor de R$ 166.080.

97