Você está na página 1de 3

Plano de ensino CIAB V

PERFIL DO PROFISSIONAL

Atuar como cirurgião-dentista generalista na promoção e proteção à


saúde, recuperação e reabilitação com foco na integralidade da
atenção, no nível individual e coletivo, na esfera governamental e
não governamental.
EMENTA

Estudo das possibilidades clínicas para dentes tratados


endodonticamente e novos recursos para os preparos cavitários e o
tratamento de lesões de furca.
COMPETÊNCIAS e HABILIDADES

• Conhecer métodos de diagnóstico clínico-imaginológico das


lesões endoperiodontais.
• Conhecer métodos e técnicas preventivas e/ou terapêuticas
avançadas em periodonta.
• Conhecer sobre consultas, solicitações e interpretações de
exames propedêuticos e complementares, prescrição e
estabelecimento de prognóstico.
• Conhecer métodos avançados de diagnóstico e tratamento de
alterações dentárias e periodontais.
• Conhecer materiais restauradores e periodontais utilizados no
tratamento reabilitador.
JUSTIFICATIVA DA DISCIPLINA

Esta disciplina é parte integrante das unidades curriculares que compõem o Eixo
Temático de Clínica Integrada de Atenção Básica do Projeto Pedagógico do Curso
de Odontologia da Unime.

OBJETIVO DA DISCIPLINA

Esta disciplina tem como objetivo atender às competências e habilidades descritas acima, neste
Plano de Ensino

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

• Restaurações trans-cirúrgicas.
• Envolvimento endo-periodontais.
• Laser em periodontia.
• Hipersensibilidade dentinária.
• Tratamento de dentes com envolvimento de furca.
• Resinas compostas: seleção de cor e técnicas estéticas.
• Regeneração tecidual guiada.
• Métodos para remoção do tecido cariado.
• Biomateriais em periodontia.
• Efeitos adversos do clareamento dental.

OBJETIVOS POR UNIDADE DE ENSINO

Atender às competências e habilidades descritas acima, neste Plano de Ensino

UNIDADES DE ENSINO
Conteúdo Programático descrito acima, neste Plano de Ensino

PROPOSTA METODOLÓGICA

• Aulas interativas utilizando o laboratório de informática.


Recursos tecnológicos são utilizados na simulação das
interações bacterianas e das atividades biológicas vivenciadas
no tecido periodontal.
• Casos clínicos são apresentados e os alunos discutem,
diagnosticam e determinam o plano de tratamento adequado
para cada caso clínico.
• Exposição oral.
• Portifólio, detalhamento dos acertos e erros durante a clínica,
justificando a nota aplicada.
• Provas Escritas.

PROPOSTA DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM

ATIVIDADE DATA VALOR PESO OBSERVAÇÃO


BIMESTRE I

BAREMAS + PROVA PRÁTICA +


10,0 5,0 Individual
PLANEJAMENTO DE CASO CLÍNICO

PROVA TEÓRICA 10,0 5,0


Individual
BIMESTRE II

BAREMA + PROVA PRÁTICA +


10,0 5,0 Individual
PLANEJAMENTO DE CASO CLÍNICO

PROVA TEÓRICA 10,0 5,0 Individual

FONTES DE ESTUDO E PESQUISA

REFERÊNCIAS BÁSICA

CARRANZA;TAKEI; NEWMAN. Periodontia Clínica. 9.ed. Rio de Janeiro:


Guanabara-Koogan, 2004

LINDHE, J. Tratado de Periodontologia Clínica e Implantologia Oral.


4.ed. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S. A., 2005.

MONDELLI, R.F.L.; SILVA E SOUZA JR., M.H.; CARVALHO, R.M.


restaurações com resina composta. 1.Ed. Editora Santos. 2000. 171p.

REFERÊNCIAS COMPLEMENTAR

BUSATO, A.L.S. DENTÍSTICA: Novos Princípios Restauradores. São


Paulo, Editora Artes Medicas. 2004. 118p.

PERIÓDICOS
Revista PERIODONTIA (SOBRAPE)

APCD – Revista da Associação Paulista de Cirurgiões Dentista

MULTI-MÍDIA

Conforme aprovado em reunião dos Eixos Temáticos

OUTRAS FONTES DE PESQUISAS

www.ncbi.nlm.nih.gov/books
www.freebooks4doctors.com
www.perio.org
www.periodontics.com
www.sobrape.org.br
ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

Práticas clínicas em ambulatório de Odontologia.