Você está na página 1de 3

c 




u 

   




Apesar dos custos / benefícios, o sucesso de soluções Y Y PBX é ainda


limitado em comparação com sistemas IP PBX tradicionais como a OXO,
principalmente devido aos seguintes pontos:

|   


 Existe uma considerável falta de suporte técnico e de
profissionais qualificados para a resolução de problemas relacionados com estas
soluções. Para se ter uma ideia, o m 
é desenvolvido e mantido por cerca de
apenas 50 pessoas em todo o mundo.

G

 

  
  Para tecnologias
críticas a nível empresarial, como a voz, a maioria das empresas prefere
obviamente soluções empresariais onde não haja risco de problemas a nível de
transmissão de voz, o que não acontece com as Y Y PBX. Estas soluções
ainda não têm forma de reservar largura de banda nas redes de dados que
transportam o tráfego VOIP que geram. Como tal, têm muito pouca capacidade
para competir com os sistemas tradicionais, cujos problemas de qualidade de
serviço e de reserva de largura de banda foram resolvidos há bastante tempo.



| estas soluções estão limitadas ao espaço das SMB (| 
      / Pequenas e Médias Empresas), dado que as actuais
ofertas empresariais de Y Y PBX não suportam ainda grandes tamanhos
de linhas.



 
 As soluções Y YPBX não estão ainda bem
preparadas para a comum necessidade de aumento de recursos tecnológicos das
empresas.



 
 Em comparação com os sistemas IP PBX tradicionais,
estas soluções possuem menor capacidade para manter o seu bom
funcionamento em circunstâncias de rotina, bem como em circunstâncias hostis
e inesperadas.



 
 As soluções Y Y PBX têm menor
capacidade de comunicar com outro tipo de soluções de forma transparente,
sendo isto um grave problema quando a solução se destina a grandes clientes
empresariais.


G

   
 Está neste momento disponível pouca informação a
nível de manuais e de documentação centralizada, relativa a estas soluções’
existindo apenas documentos espalhados por variadas fontes, de forma pouco
organizada.



G

  

  Para configurar com sucesso uma
solução Y Y PBX é necessário um elevado nível de competência técnica,
sendo preciso um completo domínio de variados conceitos a nível de
administração e instalação de Linux e de utilização de pouco intuitivas e
confusas interfaces de linhas de comando. 




 


 A maior parte das melhorias que vão
sendo gradualmente acrescentadas são experimentais, "por conta e risco do
utilizador", estando sujeitas a demasiados erros e a uma duvidosa estabilidade.



  

 Pode ser encontrada online uma lista de
funcionalidades suportadas pelo m 
. No entanto, apesar de essas listas
parecerem muito atraentes no papel, muitas das funcionalidades lá descritas
apenas funcionam após uma pesada parametrização ou através de melhorias que
têm de ser realizadas através da interface dos utilizadores, ficando
completamente aquém das potencialidades das soluções tradicionais. Eis alguns
exemplos:

§ A aplicação de uY   (GPL) faz o seu papel mas falha seriamente em
certas áreas como a configuração e a gestão (não possui, por exemplo,
parâmetros da caixa de correio, não possui Y ). 
§ Os telefones IP não possuem visor,  , nem possibilidade de acesso ao
uY   .
§ A conferência a 3 é problemática se manuseada por PBX em vez de
telefones SIP.
§ Os serviços de fax ainda estão em desenvolvimento, enquanto na maioria
dos PBX tradicionais é já trivial.
§ A única interface de administração é uma consola de texto com linha de
comandos.
§ Não há suporte a outras línguas, estando quase tudo apenas disponível na
língua inglesa.
§ O m 
implica um intenso processamento, devido ao seu uso do CPU
para realizar operações e Y . A falta de dados de desempenho torna
obrigatória uma experimentação formal antes do dimensionamento de
qualquer solução. 
§ Etc«