Você está na página 1de 5

RECOMENDAÇÕES

DE CUIDADOS PARA
CONSULTÓRIOS MÉDICOS
1 ANTES DE CHEGAR Em caso negativo, sugere-se o seguinte
roteiro de orientações:
AO CONSULTÓRIO - “Para proteger o senhor e os demais
pacientes, solicitamos que todos os pacientes
• O agendamento da consulta deverá ser e acompanhantes venham de máscara para a
feito de forma a minimizar o número consulta e que higienizem as mãos com o
de pessoas ao mesmo tempo na sala álcool gel, disponível na recepção assim que
de espera. chegarem ao consultório”.
• Sugere-se realizar triagem de pacientes com - “Caso o senhor(a) comece a apresentar
sintomas respiratórios no agendamento e algum sintoma de resfriado até amanhã,
na confirmação da consulta. solicitamos que entre em contato conosco
• No dia anterior à consulta: antes de vir ao consultório para que
- “O senhor(a) ou seu acompanhante possamos orientá-lo da maneira correta”.
apresentam ou apresentaram nas últimas 72 - “Para evitar aglomerações: chegue no
horas tosse, dor de garganta, coriza, nariz horário agendado, evitando atrasar ou
entupido, diarreia febre ou ainda não está mesmo chegar com muita antecedência em
sentindo cheiro ou gosto das coisas?” sua consulta. Se possível, venha sem
Em caso afirmativo, sugerimos realização acompanhante. Estamos nos organizando
de pré-consulta por telemedicina pelo médico para ter o mínimo de pessoas na sala de
para avaliar necessidade do paciente ir ao espera ao mesmo tempo”.
consultório ou encaminhamento para
atendimento no hospital ou, ainda, resolução Cabe a ressalva de que pacientes com
por telemedicina. história de diagnóstico confirmado de
COVID-19 há mais de 30 dias (considerar a
data do primeiro PCR para SARS-COV-2
positivo ou tomografia de tórax com
sugestão diagnóstica) e assintomáticos há
mais de 7 dias, poderão ser atendidos
seguindo-se o fluxo habitual.

OBS: se não houve confirmação


diagnóstica por PCR ou tomografia,
deve-se utilizar a data do início dos
sintomas como referência.
2 NA CHEGADA
RECOMENDAÇÕES PARA OS GARAGISTAS:
• Utilizar máscara cirúrgica durante todo o
turno de trabalho.
• Ter disponível álcool para higienização das
mãos antes de entrar no veículo e também
após sair do veículo.
• Circular com os vidros abertos durante todo
o percurso.
• Como opção, foi adotado pelo serviço de
valet do Sírio-Libanês o uso de plástico
filme nos câmbios e volantes. Pode-se
considerar a alternativa de plastificar esses
dispositivos para proteção.

ADEQUAÇÕES NA ESTRUTURA
DAS RECEPÇÕES:

• Na recepção do prédio, recomendamos que • Caso seja oferecido café ou água ao


os recepcionistas utilizem máscara paciente ou ao acompanhante, preferir
cirúrgica e que, no balcão, esteja disponível copos descartáveis.
álcool para higienização das mãos; deve-se • Retirar itens compartilhados como revistas,
manter uma sinalização no chão e através jornais.
de faixa para garantir o distanciamento
seguro (2 metros). • Disponibilizar máscaras para quaisquer
pacientes ou acompanhantes que,
• Ao entrar no elevador (se houver), porventura, chegarem sem máscara.
recomenda-se que o trânsito seja de
máscara e com apenas 1 paciente e o seu • Utilizar comunicação visual na entrada e em
acompanhante (se houver) por vez. Após locais estratégicos do consultório e/ou
deixar o elevador, deve-se higienizar clínica (áreas de espera, elevadores,
as mãos. lanchonetes) sobre higiene das mãos,
higiene respiratória e etiqueta da tosse.
• As cadeiras deverão ser organizadas de
forma a manter distância de 2 metros entre
as pessoas.
3 DURANTE A
CONSULTA

• Realizar o atendimento com as janelas


abertas, se possível. O ar-condicionado
pode ou não ficar ligado.
• O médico e o paciente deverão usar
máscara durante a anamnese.
• No momento do exame físico, a máscara do
paciente poderá ser retirada para a
ADEQUAÇÕES NOS PROCESSOS oroscopia. Como há o risco de transmissão
• Todos os profissionais deverão estar de por gotículas neste momento, sugerimos
máscara, cobrindo boca e nariz durante uso de óculos de proteção ou face shield
todo o tempo. Devem ser orientados a adicionalmente à máscara cirúrgica no
evitar tocar o rosto e retirar a máscara exame físico de todos os pacientes.
apenas quando necessário. Para a retirada • Vale lembrar que a principal via de
deve-se higienizar as mãos antes e após e transmissão é o contato com mucosas.
utilizar o elástico, sem tocar a parte da Deve-se ter atenção à higienização do
frente da máscara. estetoscópio antes de levar as ogivas
• Deve ser solicitado ao paciente que higienize aos ouvidos.
as mãos antes de pegar a ficha e a caneta • DEVE-SE HIGIENIZAR AS MÃOS ANTES E
para preenchimento. Se possível, é mais APÓS O EXAME FÍSICO e estar atento
interessante deixar que o preenchimento da para não tocar a face com as mãos
ficha seja feito pela própria secretária, para contaminadas enquanto examina o paciente.
diminuir o número de contatos. • A p ó s c a d a c o n s u l t a , d e ve rã o s e r
• Na hora do pagamento com cartão, deve ser higienizadas com álcool 70% ou outro
solicitado que o paciente higienize as mãos desinfetante todas as superfícies tocadas
antes de digitar a senha. Outra estratégia pelo paciente ou acompanhante: mesa de
interessante é higienizar o teclado da anamnese, cadeira, maca, balança,
maquininha com álcool isopropílico após cada esfigmomanômetro, termômetro, etc.
uso. Ao receber pagamento em cheque ou
dinheiro, a secretária deverá acondicioná-los
em envelope e higienizar as mãos com álcool
gel imediatamente depois.
• Higienizar a bancada da recepção e as
cadeiras com álcool 70% de limpeza após
cada uso por paciente diferente.

Você também pode gostar