Você está na página 1de 3

Biologia e Geologia – 10ºAno

Estrutura da célula
Todos os seres vivos são constituídos por células.
A célula é a unidade estrutural e funcional da vida. Os organismos mais simples são formados por
uma única célula – são seres unicelulares. Os organismos mais complexos são formados por um número
variável de células – são seres pluricelulares.
As células são sistemas complexos de moléculas capazes de efectuar todos os processos que
associamos à vida, tais como, o crescimento, a reprodução, a capacidade de reagir a estímulos externos e
o movimento. Mesmo nos organismos pluricelulares cada célula apresenta uma existência própria. Se uma
célula for retirada do organismo a que pertence, desde que mantida em condições apropriadas, mantém
as características da vida.

A observação de um número cada vez maior de células, ao microscópio electrónico, tornou evidente a
existência de dois tipos; por um lado, as células dos diferentes tipos de bactérias, por outro, as células dos
animais, das plantas, dos fungos e dos protistas. As primeiras, geralmente de menores dimensões e
complexidade, são designadas células procarióticas, as segundas são designadas células eucarióticas.

1. CÉLULAS EUCARIÓTICAS

As células eucarióticas [do grego eu (verdadeiro) + karion (núcleo)], tal como as células procarióticas,
estão separadas do meio externo pela membrana plasmática.
Ao contrário das células procarióticas, as células eucarióticas possuem núcleo individualizado
(delimitado pelo invólucro nuclear) e o citoplasma apresenta uma grande diversidade de estruturas.
No núcleo encontra-se o material genético da célula estando o ADN associado a proteínas. O núcleo
possui frequentemente uma ou várias regiões que ao microscópio, apresentam maior densidade – os
nucléolos.
No citoplasma encontram-se vários organitos. Alguns, como as mitocôndrias, os cloroplastos, o
retículo endoplasmático, o aparelho de Golgi, os lisossomas e os vacúolos, são estruturas membranares
ou pelo menos rodeados por uma membrana. Outros como os microtúbulos, os microfilamentos e os
ribossomas, não possuem qualquer componente membranar.

As plantas e os animais (bem como fungos e protistas) são seres eucariontes, isto é, são constituídos
por células eucarióticas.
Apesar de apresentarem uma estrutura semelhante, as células vegetais diferem das animais em
alguns aspectos:
- apresentam parede celular (de composição diferente das células procarióticas);
- apresentam plastos, nomeadamente cloroplastos;
- possuem vacúolos de grandes dimensões e em pequeno número (as células animais também possuem
vacúolos mas são geralmente em grande número e pequena dimensão);
- não possuem centríolos (as plantas superiores)
B
A

Fig.1 – Célula eucariótica – representação esquemática da estrutura de uma célula vegetal (A) e célula animal (B).

2. CÉLULAS PROCARIÓTICAS

As células procarióticas [do grego pro (antes) + karion (núcleo)] apresentam uma estrutura muito
simples. Externamente possuem a parede celular (não celulósica), que rodeia a membrana plasmática, no
interior da qual se encontra um compartimento citoplasmático, que ao microscópio electrónico não
apresenta nenhuma estrutura organizada.
O material genético encontra-se numa região - nucleóide – que não se encontra separada do
citoplasma por qualquer estrutura membranar. Comparativamente com as outras células, as células
procarióticas possuem apenas uma molécula de ADN, não se encontrando este associado a proteína.
Na generalidade nas células procarióticas a única estrutura membranar existente ao nível do citoplasma,
denominada mesossoma, resulta de invaginações da membrana plasmática. A principal excepção
encontra-se nas cianobactérias , que possuem um sistema de estruturas membranares semelhante ao que
existe nos cloroplastos das células vegetais.
Das diferentes estruturas geralmente encontradas ao nível do citoplasma das células eucarióticas
(cloroplastos, mitocôndrias, retículo endoplasmático, aparelho de Golgi, lisossomas, ribossomas, etc.)
apenas encontramos nas células procarióticas ribossomas.
Todos os seres procariontes são unicelulares; são denominados geralmente de bactérias. Ainda que
estruturalmente muito simples, as bactérias são, de um ponto de vista metabólico, extraordinariamente
complexas. A partir de uma única fonte de carbono e azoto e alguns sais minerais, as bactérias são
capazes de sintetizar as centenas de substâncias necessárias ao seu desenvolvimento. Esta capacidade
permite que as bactérias ocupem virtualmente qualquer ambiente terrestre.

Legenda:
1 – Citoplasma
2 – Membrana celular
3 – Parede celular
4 – Cromatina
5 - Ribossomas

Fig.2 – representação esquemática da estrutura de uma célula procariótica.


1 – Faz agora um resumo dos conhecimentos que possuis sobre células procarióticas e células
eucarióticas completando o seguinte quadro:

Célula eucariótica
Estrutura celular Funções Célula procariótica Célula Célula animal
vegetal
Membrana Presente
plasmática (desempenha
actividade respiratória ou
fotossintética)

Parede celular

Núcleo

Retículo Circulação de
Endoplasmático materiais

Síntese proteica
Ribossomas

Complexo de Acumulação e
Golgi transporte de
proteínas
Bolsas enzimáticas
Lisossomas que intervêm na
digestão celular
Respiração
Mitocôndrias celular/produção de Ausentes
ATP

Cloroplastos

Vacúolos

Formação do fuso
Centríolos acromático na divisão
celular
Presentes Presentes
Flagelos (simples) (complexos)

Cílios Ausentes Ausentes

2 – Enumera algumas vantagens da célula em possuir uma elevada compartimentação interna.